Comissão Eleitoral Nacional já recenseou quase 50% dos eleitores para as eleições de Julho e Agosto

jcb.jpgSegundo o Presidente da CEN, José Carlos Barreiros, em apenas 23 dias de trabalho de recenseamento eleitoral de raiz, quase 50% dos eleitores já estão inscritos na base de dados da instituição. José Carlos Barreiros, manifesta-se confiante no sucesso da campanha que deverá terminar em Junho próximo.

«O processo está a andar num bom ritmo. Estou até satisfeito pela maneira como está a decorrer», declarou o Presidente da Comissão Eleitoral Nacional.

23 dias após o início da campanha de recenseamento eleitoral de raiz, a CEN garante que mais de 40% dos eleitores já foram inscritos. Segundo José Carlos Barreiros na ilha do Príncipe, até domingo passado já estavam inscritos 2475 eleitores, numa região que tinha 3 mil eleitores e que nesta campanha pretende-se atingir pelo menos 4 mil, com o recenseamento de novos eleitores.

O distrito de Água Grande o mais populoso tinha antes cerca de 34 mil eleitores. «Dessa vez prevemos atingir 40 mil eleitores com a inscrição de cidadãos que este ano completam 18 anos. Após 23 dias de recenseamento 12 mil eleitores foram registados na base de dados da CEN» explicou.

No segundo distrito mais populoso, Mé-Zochi, existiam mais de 23 mil eleitores. A comissão eleitoral nacional prevê que o eleitorado mé-zochiano vai crescer para mais de 24 mil. Nesta altura já foram inscritos mais de 11 mil.

No distrito de Cantagalo, já estão inscritos 4429 eleitores, quando a previsão é de 8 mil eleitores, uma vez que antes do recenseamento de raiz, existiam pouco mais de 7 mil eleitores.

O círculo eleitoral de Lembá no norte da ilha de São Tomé, contava com mais de 3 mil eleitores. O número poderá segundo a CEN subir para 4 mil. 2879 já foram inscritos. Caué o maior distrito em dimensão territorial, é o mais pequeno em termos populacionais. Tinha mais de 3 mil eleitores, a CEN já inscreveu 1837, quando a previsão para o novo recenseamento de raiz é de 4 mil eleitores. «Apelar a população que não deixem para a última hora acorrerem para as brigadas eleitorais. Devem fazê-lo agora junto as brigadas destacadas nas respectivas localidades», afirmou o Presidente da Comissão Eleitoral Nacional.

Abel Veiga

Deixe um comentario

*