Forças armadas e de segurança de São Tomé e Príncipe vão participar na operação Kwanza 2010

militares-de-stp-em-exercicio.jpgA operação que vai envolver militares do exército e forças policiais, é promovida pela Comunidade Económica dos Estados da África Central(CEEAC), e vai decorrer em Angola durante 20 dias. O Comandante do Exército são-tomense, o Tenente-coronel Idalécio pachire, confirmou para o Téla Nón a participação do contingente nacional. O exercício da CEEAC, visa preparar as forças armadas e de segurança dos países membros, no combate contra várias ameaças como a criminalidade transfronteiriça, pirataria marítima, ou acções de rebelião.

A região de Cabo Ledo em Angola vai ser palco dos exercícios das forças armadas e de segurança da CEEAC. A Agência France Press noticia que o governo angolano já desbloqueou 1,4 milhões de dólares para garantir a realização do exercício militar, que vai decorrer de 22 de Maio a 10 de Junho. 

A operação conjunta das forças armadas e policiais da sub-região africana enquadra-se na política dos países membros de criação da força multinacional da África Central. Uma força que deverá dar resposta as orientações do conselho de paz e segurança da União Africana no combate contra a criminalidade transfronteiriça, a pirataria marítima, acções de banditismo, o fenómeno de corte das estradas, acções de desestabilização das instituições democráticas, e acções de rebelião.

Em declarações ao Téla Nón o comandante do exercito Tenente Coronel Idalécio Pachire, garantiu a participação de São Tomé e Príncipe nas manobras que vão decorrer em Angola. Note-se que recentemente cerca de 30 militares do exército são-tomense tomaram parte num exercício de comandos da África Central, realizado na floresta do Gabão, e sob orientação de oficiais do regimento de comandos da França.

Abel Veiga

Deixe um comentario

*