Mais um dirigente do MDFM-PL abandona o partido

Desta vez é João Paulo Simão. Antigo líder da bancada parlamentar da coligação MDFM-PCD, João Paulo Simão, foi também líder do MDFM-PL no distrito de Lobata. Membro fundador do partido, João Paulo Simão que há cerca de 8 meses têm estado em litígio com a nova direcção do partido, apresentou a carta de demissão ao Presidente Fradique de Menezes. Prossegue a debandada no MDFM-PL.

Exmo Senhor:

Fradique Bandeira Melo de Menezes

Presidente do Partido MDFM/PL

S.Tomé

É com o devido respeito que eu me dirijo a si, na qualidade de Presidente do Partido MDFM/PL, e por seu intermédio aos militantes do MDFM/PL, Partido ao qual eu dediquei a minha militância assídua, empenhada a quase uma década e sou um dos seus membros fundadores.

Após prolongada ausência e silenciosa, eis que anuncio o meu reaparecimento, desta vez para vincar o meu posicionamento Partidário e clarificar definitivamente eventuais dúvidas que possam estar a subsistir ao redor desta minha atitude. Com efeito, decorridos quase 9 meses da minha ausência em todas as actividades Partidárias, acho o momento bastante oportuno para justificar a minha posição, quanto mais não seja para prestar respeito e atenção aos militantes do MDFM/PL em geral, e em particular aos do distrito de Lobata, distrito do qual eu sou oriundo e trilhei o meu percurso Político conjuntamente com os meus grandes companheiros de luta.

Resultará em vão esta minha justificação se eu não fizer uma pequena retrospectiva do percurso do MDFM/PL, como se segue;

O MDFM/PL é um Partido fundado por iniciativa de um dos seus membros de nome Fradique Bandeira Melo de Menezes e abraçado por um conjunto de gentes que achavam que as coisas tinham que ser diferentes e que as suas vozes poderiam fazer esta diferença, convencendo os cépticos, temerosos e duvidosos a colocarem as mãos no arco da história e torcê-lo em direcção a esperança de um dia melhor, de entre elas estava eu. Um Partido que foi fundado na altura, sobre os valores da Democracia, da liberdade de opiniões, da união nacional, do bem – estar social, da preservação dos valores éticos morais e culturais, do cumprimento escrupuloso das normas legais, dentre outros. Nesta difícil caminhada não faltaram combatentes, dentre os quais destaco o mérito do Ex-Secretário Geral do Partido, Eng. Tomé Vera Cruz, que soube conduzir o barco ao bom porto, liderando os vários sucessos obtidos pelo Partido ao longo do período.

Seguiu-se a outro período em que o Partido deixou de ser entidade colectiva e passou a ser como propriedade privada, com um dono que mandava e os outros que cumpriam e com sucessivos atropelos as normas estatutárias. E como se não bastasse esta mesma Empresa foi mais tarde alienada a terceiros sem observar os princípios de preferência dos que lá trabalhavam a quase década e foram os mentores dos grandes sucessos nos tempos dificílimos em que só a convicção e uma militância fiel eram armas da vitória. Os exemplos mais gritantes e visíveis foram a destituição pelo Conselho Nacional, de um órgão da direcção do Partido eleito num Congresso e o recente Congresso Extraordinário do Partido, onde se operaram uma série de alterações incongruentes nos estatutos do Partido, seguindo-se a delegação dos poderes do Presidente eleito no Congresso, à responsável de órgão “eleito” (indigitado) em instância inferior ao Congresso.

Relembro a V.Excia que não obstante ao clima pouco democrático que se registava no seio do Partido, eu sempre vinquei o meu posicionamento nas reuniões da direcção do Partido, contrariando posições que eu achava inconsistentes, incoerentes e inconsequentes, tendo sido várias vezes conotado como alguém que quisesse fazer oposição interna, numa atitude clara de restrição do meu direito de emitir opiniões diferentes.

É com profunda magoa que constato que afinal de contas quase todas as posições que eu contrariei mas que o Partido adoptou resultaram em insucessos. O caso mais recente e visível foi a entrada de forma precipitada para o último Governo e a saída de forma irresponsável, sem justificações plausíveis, numa atitude de manifesto desrespeito para com a população destas ilhas.

Por tudo isso que foi dito, quero através desta missiva anunciar o meu afastamento definitivo das fileiras do MDFM/PL, visto que, a maneira como o Partido fazia política, os ideais que defendia e os princípios pelos quais estava a ser regido, e que por conseguinte estiveram na base da decisão da minha militância, estão sendo distorcidos ao longo do percurso.

Por isso esta decisão vem cumprir as exigências dos meus princípios, defender a minha hora e preservar a minha dignidade.

Quero aqui, neste momento de partida endereçar aos membros da Comissão Política, do Conselho Nacional, aos colegas Secretários Distritais com que eu trilhei árduos caminhos durante o percurso, todos os militantes do MDFM/PL em geral e aos do distrito de Lobata em particular, o meu mais profundo agradecimento pela solidariedade e pelo espírito de camaradagem. Saibam que podem contar sempre com a minha solidariedade e que vocês estarão sempre no meu âmago.

Não sei qual é o futuro que me aguarda, mas seja o que Deus quiser.

Com os respeitosos cumprimentos,

João Paulo Simão

  1. img
    Mingau Responder

    Mais um…
    É nisso que dá, alinhar-se a um partido sem ideologia!
    Daqui a pouco a casa cai!

  2. img
    carlos Responder

    O MDFM ESTÁ A PERDER CONFIANÇA DOS SANTOMENSES,MINHA JENTE O TEMPO DE FRADIQUE DE MENEZES JA ERA,ELE NÃO TEM MORAL,NÃO É CONFIDENTE,ELE SÓ SABE CRIAR INSTABILIDADE POLITICA,S,TOMÉ NÃO PRESISA DE JENTE COMO FRADIQUE DE MENEZES.

    JOÃO PALO SIMÃO E TOMÉ VERA CRUZ ,CRISINA DIAS ENTRE OUTRAS FIGURAS IMPORTANTES DE MDFM ESTÁ A ABANDONA O PARTIDO PORQUE SABE QUE A NOVA LIDERANÇA DO MDFM NÃO É DE CONFIANÇA.
    O ÚNICO PARTIDO QUE PODE GOVERNAR S.TOMÉ É O PCD.POR ISSO ESQUECE MDFM.

    • img
      Justiça Responder

      É Sr. Carlos, o PCD de Delfim Neves e da STP Trading.

  3. img
    LUIS Responder

    DEPOIS DO ENG. TOMÉ VERA CRUZ ,JOÃO PALO SIMÃO ISSO DEMONSTRA QUE O PARTIDO ESTÁ A SER GERIDO COMO UMA EMPRESA PRIVADA,OU SEJA UM DONO E OS SEUS FUNCIONARIOS.
    POR ISSO FORCA JOÃO SIMÃO.O MDFM PERDEU A CONFIANÇA DOS SANTOMENSES

  4. img
    JORJE Responder

    O MAL DE MDFM É TER DEIXADO O MLSTP CHEGAR AO PODER.
    O POVO DE S.TOMÉ E PRÍNCIPE ESTAVA CANSADO E SOFRER E DEU CONFIANÇA A COLIGAÇÃO MDFM/PCD,A COLIGAÇÃO MDF/PCD VENCEU AS ELEIÇÕES MAS QUEM ESTÁ A GOVERNAR O PAIS CONTINUA A SER O MLSTP.
    POR ISSO NÃO PODEMOS CONFIAR MAS NO MDFM,PORQUE SE OUVESSE INSTABILIDADE A COLIGAÇÃO VENCEDORA É QUE DEVERIA DIRIGIR O PAIS.
    NÃO É O MLSTP UM PARTIDO QUE DEIXOU O POVO NO SOFRIMENTO DURANTE 28 ANOS.

  5. img
    wite lima Responder

    todas as figuras corruptas que estão a siar do MDFM-PL, proque já terminou a Rapública de Fradique Menezes. Esses Patos Bravos estão a dislocar, em busca de outra nova República, de formas eles continuar assalto ao País STP. E vem ai com dizer de inocente e justo, são todos ladrões . Abaixo os Pato Bravos , vosso reino esta a chegar ao fim. Vocês ja não pensa em masi nada corrupooooooossssss.

    • img
      N.Capela Responder

      Concordo plenamente contigo.Foi assim durante os anos de mandato de Miguel Trovada.Quando viram que o mandato de Trovada chegava ao fim todos trocaram o ADI e correram atras do Fradique para formarem o MDFM.agora com com o mandato de Fradique no fim e evidente que os patos bravos tem que procurar outra fonte de alimentacao.sao uma corja de ladroes e nenhum com dignidade e personalidade.ja era assim no tempo do MLSTP.S.Tome nao tem politicos mas sim politiqueiros e farejadores de dinheiro..Quanto a MDFM aqui se faz aqui se Paga.Tudo o que fizeram ao adi ,estam a paga-las agora.

  6. img
    Filho de Deus Responder

    QUIDALEÔÔÔÔÔÔ
    AGORA QUE FÉDÉRICO VAI TER UM INFARTE
    XÊ MAIS, UM NÃO, DOIS SE ELE SAIU ENTÃO A SUA FOFA TAMBÉM SAIU, UMMMM ASSIM COMO MUITAS ENPRESAS FECHAM PORTAS POR FALTA DE CLIENTES, PODEM CRER ESSE PARTIDO MDFM PL TAMBÉM PODERÁ ACABARA POR FALTA DE MEMBROS.
    SAN TOMÉ, TELÁ ÔÔÔ

  7. img
    cesar jesus Responder

    Pois bem caros leitores, nao se faz politica como se tratasse de uma empreza…Governar e dirigir um partido requere nas pessoas varias responsabilidades assim como: dignidade, respeito, moralidade, confidencialidade e amor a Patria,(STP). Existem no nosso Pais infelizmente, Governantes que nao possui perfil para dirigir…Talvez possoua requisitos para dirigir uma empreza, mas nao para Governar um Pais como STP, que necessita de individuos com imensa sencibilidades e amor a Patria!!! Pois existe em STP deveras situacoes de calamidades e pobrezas de graus bastante relevantes…Governar requer, saude, educacao, economia, pesca, agricultura, informacao, defesa, seguranca social, tranportes, agricultura, pensoes, reforma,
    recursos humanos e por ai fora!!!Quando um ou mais Politicos vem ao Publico anuncarem as suas retiradas da fileiras partidaria neste caso MDFM, o que constam mais elementos virao a seguir, isto leva a crer que o problema vem do Topo do MDFM.
    Por estas e por muito que digo o nosso Pais esta a ser dirigida como uma Empreza, e nao Governada como um Pais!!!
    Nao precisamos de ricos para nos governar, pois os ricos nao sabem governar mais sim dirigir bens…pois precisamos de Pessoas de Caracter e dignidade humana para governar STP>….

    Forca Povo de STP…

  8. img
    Pedro Responder

    Esse não era ninguém no seio do partido! já vai tarde! Fuiiiiiiiii

    • img
      Assunção Responder

      Senhor Pedro, desculpe a intromissão, mas será que não acredita que haja gente honesta no país?! Vamos ter cautela nos nossos “dizeres”, todos temos um pouco para dar, tudo para fazer e muito para colher, se soubermos fazer. A sua opinião e a sua contribuição é tão importante, quanto ao do outro compatriota. Vamos acreditar e dar um voto de confiança.
      Nossas ilhas precisam não de partidos politicos, mas de um governo a sério e de uma forte oposição, um governo que vai dar transparência na suas acções e uma oposição estudada e fiscalizadora, sem ser do contra por ser, em nada vai ajudar o que todos queremos, que é ver sãotomenses e STP em melhoria de condições de vida, num país onde queremos estar e viver.
      Estas aparições de “gentes” nossas a darem a cara e a queixarem-se das suas “dores” ajudam-nos na escolha quando tivermos k tomar decisões, e aí é k reside a questão, saber decidir, e se nos enganarmos, podemos reclamar, dar a nossa voz, pressionar; só não podemos ficar calados.
      Mais 1 vez, perdoe-me, mas o seu comentário foi mui forte, ñ resisti a lhe responder. Um bem haja p si.

  9. img
    tagarela Responder

    Mais um. O que será que está por detrás disso tudo? Será que finalmente se percebeu a razão do entrave ao desenvolvimento de STP nos últimos 10 anos? Será que se percebeu que já não era ” negócio” estar ao lado de um possível perdedor das próximas eleições? Será que se equaciona a formação de uma nova força política? Mem mesmo no partido mais vilipendiado se viu tal “debandada”, como em tempo referiu o jornalista deste jornal on line. Será a ponta do airceberg? Aguardemos os próximos episódios e se perceberá que nem tudo o parece é. Viva STP!!!

  10. img
    tagarela Responder

    O que acho curioso é a forma leve com que se noticia algo tão sério politicamente, face aos contornos qe tem. Será que se a “debandada” fosse do partido mais odiado de STP, a informação seria veiculada de forma tão ligeira e objectiva ou haveria um cunho pessoal, algo sensacionalista e negativo? Viva STP!!!

  11. img
    "Nós por cá e a nossa Maneira" Responder

    …bom antes que isto começe… deixa-me dizer uma coisa…….” é importante reconhecermos os nossos erros para melhoramos………não basta criticar…….quando cometemos um erro não vale apena tentar camuflar-lo…….é indiciador da condição humana assumir-mos o erro e acar com as respectivas consequencias”……. mais vale tarde do que nunca…..

    ……”quem será o proximo?????”….

  12. img
    O homem do monte Responder

    não ha problemas! podes sair. È na boa!
    tenta aranjar vaga em outra empresa como a MLSTP.
    Manda o teu CV para la. Eu posso te ajudar com a carta de recomendação.
    O Fradique tambem.
    Parece que ele ja n vos da $$$$.
    Palhaços!

  13. img
    cesario verde segundo Responder

    olha joao paulinho, ve-se que és uma pessoa pausada, mas a tua melodramática missiva me suscita uma oportuna questao, por qué depois de 9 meses, só agora? tinas que espera o vera cruz dar um passo pra que depois tu como tartaruga preguicosa te movesses?

    a verdade é que aquele fradk-10anos-0, ( a criatividade da autoria do nome ao senhor é minha e surgiu-me neste preciso momento, pelo que, caso se venha a utilizar, de antemao, saibam que o autor sou eu), sempre se soube que tinha facanhas de dictador, portanto, tdos vós sois iguais seja em que partido for…

    é incrivel, pois o fradk-10anos-0, é meio ditador e arrogante, mas rouba tambem.

    o rafaelito (novos tons de pele natural raros) é maquiavélico, astuto e oportunista, mas rouba tambem.

    o escritor duma só rosita sem nenhum conto mais do pcd, tem 4 “jobs” e limpa mais de 20 mil dolares tambem.

    o outro que junto ao fazedor de filhos perdidos neves e silva, que se chama por bufalo distribuidor de chapadas nas ruas, querem reformas e equidade por parte dos pequenos partidos, mas tambem comem todos bom tacho, ou seja, roubam tambem.

    o filho do sabio que quase vendeu o pais ao flagrante liberalismo, tem trovoadas de dinheiro e pouco investe se nao tem poder, quase rouba tambem.

    mas afinal de contas, qual de vós sois melhores?

  14. img
    Zovirax Responder

    Soldados em debandada,
    Quando um exército tem soldados mal formados e incapacitados, o risco de uma debandada dos mesmos é elevado. O estrondo da queda de obuses é tão forte e os soldados sentem-se que a batalha está perdida, já não têm condições psicológicas e físicas para ajudarem o seu comandante. Para salvarem as suas cabeças, decidem abandonar o campo de batalha para recta guarda, na expectativa de se colocarem ao lado do beligerante vencedor. Eticamente falando, estes soldados não interessam exército nenhum, pois são soldados de causas perdidas, sem convicções, sem ideologias e sem pátria.
    O Advento da democracia em STP provocou a debandada do exército de MLSTP, dando origem ao PCD, ADI, MDFM-PL e outros. STP é o campo de batalha apetecível, onde os exércitos de MLSTP, PCD, ADI, MDFM e outros posicionam as suas unidades, procurando maximizar o poder de fogo contra um alvo estrategicamente definido que é o POVO de STP.

    • img
      ET Responder

      Caro Zovirax, seguindo a sua linha de raciocínio, o MLSTP, PCD, ADI e o MDFM sendo exércitos, precisam de ser legitimados e quem dá essa legitimidade é o povo. O mesmo povo que gritava em tempos “povo põe, povo tira”, o mesmo povo que abdica desse direito quando vende seu voto. Não obstante, o MLSTP, PCD, ADI e o MDFM são o povo, com alguns privilegios. O povo tem de assumir a sua cota parte, pois tb é responsável pela situação em que se encontra. Se o povo poe e tira, então que pense bem antes de pôr. O mesmo povo coitado conseguiu re-eleger o PR qd o mesmo ja havia dado provas de ser foco de instabilidade.

  15. img
    Candongueiro Responder

    Bem que gostaria de saber se a fofa tb saiu! sera q regressara ao liceu?

  16. img
    nunoy Responder

    Não podiamos esperar outra coisa. Com a entrada do arrogante Joao Cavalo para Vice Presidente do MDFM era preciso ter muita coragem. Homens cultos como sois a serem dirigidos pelo Cavala, Pires Neto?
    Pensaste muito mal Fradique. Tudo isto é praga do Tomé Vera Cruz que você e o Cavala tentaram trocar Com Trovoada. Isto é a ponta de icebergue. Com todo bilhão que tens podes crer que não vais levar nada. O melhor é guardar tudo isto para a tua reforma.

  17. img
    gato selvagem Responder

    E lá se foi mais um para o bem da Nação são-tomense….. A juventude é que tem de assumir este País…..fuiii

  18. img
    abelveiga Responder

    Seu comentário não será publicado

  19. img
    cesario verde segundo Responder

    espero que haja dias melhores para o povo daquele pais!!!

  20. img
    TINTINO Responder

    ah… João Paulo SImões e Tomé Vera Cruz vos Sois Muito bravo(pato bravo)…..porquê quando houve tanta confusão no seio de politica santomense voces não sairam a rua dizer a verdade ao Povo sofredor de S.Tomé. assim a vossa explicação perdeu sentido.quando aconteceu a sua queda ficamos abalado.seria momento ideial. para que nós ficassemos a saber.mas………………todos mas todos de vos sois falso testemunha.
    e ficam sabendo que esse povo ja não é como fora antes. um bom politico não troca de partido como roupa. voces estão a prever episodio do dia 1 de agosto é por isso que estão a emigrar.
    politico sem poder de distinção,estamos hoje assim, por Causa de MLSTP E PCD, e quando sempre pressão de novo partido trazem mentira e truquis defamatória como foram sempre os santomense mentiroso intriguista. tiram exemplo de Dr Guadalupe de Ceita quando intruduziu MEP em S.tomé,zemè só……….

  21. img
    TINTINO Responder

    é somente para agradecer a pessoa do Senhor Abel Veigas por ter trazido este Site.tão moderno em stp para termos o melhor horizonte Deus com tigo, espero que esteja protegido por Deus, porque os politico Stomenses não são amigos do Jornalista,Adeus…………….

    Tintino mais conhecido por Fachico Bebézaua….

  22. img
    O homem do monte Responder

    “Depois de tanto dinheiro um homem só quer puder. Mesmo que seje para gastar em vão igual ao dinheiro.”
    Mr John A Noccon

  23. img
    lôçôô, lôçôô Responder

    Já viste Fradique, deste cabo do nosso stp para dar tacho a esses gandulos incluindo o senhor, agora que vais embora, querem partir para outra. Aqui si faz aqui si paga o pior está pra vir, foste tu Fradique que protejeste o senhor Ovidio Piqueno quando roubou o nosso dinheiro, oferecido pelo reino de Marrocos.
    O que fizeste? promoveste-o para embaixador!….
    O vosso tempo está a chegar ao fim.

    “Politicos com mascara de demónio”.
    “Dá demónio cara d’ele”

  24. img
    Revolucionario Responder

    Pois, mais um engano, pois comigo já n funciona pois n caio mais nessa história de político santomense coitados e sofredores, pois são todos, sem excepção, todos uns corruptos, anti-patrioticos e inimigo publico de stp; os bloqueadores do desenvolvimento natural do pais e os primeiros que deviam ser fuzilados se o pais um dia adoptasse a pena capital…O “coitado” do Jõao paulo que aparece aqui n passa de um arrogante, ditador, e incompetente que não aceita opinião alheia sobre qualquer assunto pois se acha o máximo; o único que esta tentando fazer ahi é proteger o seu tacho, o seu meio de subsistência e não pensa na melhoria socioeconomica do pais. Se n acreditam, perguntem aos seus colegas da CST, empresa em que ocupa um posto no qual n entende nada do que faz, e que muitos dizem que só esta nesse posto graças a sua influencia política…

  25. img
    Flavio Moniz Responder

    Mas, ainda estou estupefado…
    E como tinha ficado o caso do Presidente da Republica com dois cargos…? HUmm, esqueci-me, foi so mais um caso que passou. Porque pelos vistos, o Presidente da Republica ainda é Presidente do partido politico MDFM-PL. Triste e ao mesmo tempo vergonhoso, como dizia o meu Inesquecivel tio.

    Mas, como costumamos dizer em sao tomé ” kwa di praga, bô na bê!!!!

  26. img
    DLima Responder

    Resumo isto tudo simplesmente a uma POUCA VERGONA. Um partido idealizado com base nos estatutos da empresa de CACAU e da CGI só podia dar mesmo nisto. Penso que ao invés de “Partido MDFM/PL deveria ser ser “EMPRESA MDFM/PL, Lda. Imp. e Exp. de quadros…”

  27. img
    Elnis Responder

    Se estão a sair é porque o seu objectivo não foi resolvido, quem não sabe que os politicos deste país sou ve o partido e o país como um supermecado para vender e ao mesmo tempo lucrar, então a ver os seus objectivos em causa automaticamente sai.Tudo em nosso país é negocio ninguem quero ajudar o país a desenvolver todos querem comissão, eu acho o problema do senhor João Simão é o tacho são pessoas que pensa para o seu bolso não para o desenvolvimento da nossa pequena ilha, o que povo tem que fazer é lutar como os verdadeiros Zé Cangolo e o Rei Amador nos não podemos bêber a mesma agua que os nossos massacrados de 53, temos sim abrir a nossas vista e dizer basta…

  28. img
    SAMAMGWANA Responder

    Olá Pessoal. Estas atitudes não me surpreendem. A estes, denominamos de prostitutos políticos. Apercebem-se do mau momento dos seus partidos, e deixam-no nos momentos defíceis. Que tristeza. Há-de bater a porta do MLSTP ou PCD oferencendo para trabalhar. Runhos!

  29. img
    pinto Responder

    agora esta na moda cartas abertas

  30. img
    Zé Rui Responder

    Ora essa…. mais um dito “PATO BRAVO”. De certo havera mais alguns a dismarcar.So peço a todos (politicos)que pensem na resoluçao dos problemas deste nosso STP.

  31. img
    Paula Borges Responder

    Os politicos deste País são na maioria sanguessugas despois de sugarem o sangue do Fradique, agoram estão o abandonar.

    Seus ingratos,

    PAULA

  32. img
    sos Responder

    …aahh, esta filisofia já conhecemos, PIMENTA NO CÚ DO OUTRO É REFRESCO, porque quando o senhor está aqui tá tudo bem, e quando sai contradis, Porquê? o senhor já não faz mais nada só política??? acho melhor os ki estão no poder a largos anos pensarem de fazer outra coisa…

  33. img
    Zaca Responder

    logico ja ta cheio o bolso né , depois de tantas décadas arente desse partido em Lobata ,se deu bem agora ta caindo fora né …

  34. img
    Voz do povo Responder

    Vcs MDFM merecem eh desaparecer na cena politica de STP. Bandos de gatunos, patos-bravos, imcopetentes, gaiatos, sai fora…Abaixo imcopetentes e instabilizadores do desenvolvimento de STP. Vcs vao ter de pagar um dia!

  35. img
    Luís Responder

    A vida é como o relógio. Se o Sr. Engenheiro João Paulo viu esta, como a melhor forma de abandonar o seu próprio partido, só tenho a lhe desejar êxitos para a vida futura.

Deixe um comentario

*