Política

MDFM-PL exige intervenção da comissão eleitoral e outras instituições competentes para tirar os cartazes do MLSTP/PSD

Pela voz do vice-presidente João Costa Alegre, o MDFM-PL, considerou de ilegal a afixação pelo MLSTP/PSD de cartazes eleitoralistas antes mesmo da abertura da campanha para as eleições. O MDFM-PL, exige intervenção da comissão eleitoral nacional e outras instituições competentes no sentido de defender o normal funcionamento do estado de direito democrático.

O MDFM-PL que foi governo de 2006 até 2009, diz que não compreende a atitude do MLSTP/PSD em assumir para si a realização de projectos estruturantes para o desenvolvimento do país, e que foram concebidos pelo estado. «O MLSTP/PSD não pode utilizar projectos do governo e do estado, para fazer campanha como sendo suas realizações. É por isso que lutaram de todas as formas para ser governo. Para terem o que mostrar a nação como sendo suas realizações», pontuou João Costa Alegre.

Para o bem do estado de direito democrático, o MDFM-PL, exige que a comissão eleitoral e outros órgãos competentes ajam no sentido de pôr fim a afixação de cartazes eleitoralistas do MLSTP/PSD nas ruas da capital e no país em geral, antes mesmo da abertura da campanha eleitoral.

Abel Veiga

    22 comentários

22 comentários

  1. Helves Santola

    28 de Maio de 2010 as 17:09

    Pois é, escândalos desnecessários? Eu até fico com a impressão de que o MLSTP queria era chamar a atenção, parece que existe uma índole de causar instabilidade! Há necessidade para isso? Tem explicação isso? Será que a direcção do MLSTP não sabia que ainda não devia afixar cartazes eleitorais? Nossa senhora, eu sou muito burro mesmo, ñ entendo esses senhores!!!

  2. Lima

    28 de Maio de 2010 as 17:10

    O João tu és leve, O Tomé não aguentou, outros teus companheiros que tiveram melhores notas d q tu pediram demissão.. cuidado com arranhaduras. Esqueceste q a comissão é de MLSTP? Tu recordas da intervenção teu colega concernente a arrombamento de portas para desviar os computadores? Quem cala consente. Voc~es forma grande parvos em aceitar os computadores passar primeiramente de angola depois para S. Tomé. Será impossivel outro partido ganhar as eleições neste país. aconselho-te deixar essa vida e dedicar naquilo q sabes fazer. So assim a tua contribuição seja bem sucedida.

    • Flavio Moniz

      31 de Maio de 2010 as 8:55

      De tudo, gostei mais da frase ” é por isso que lutaram de todas as formas para ser governo…” Haja senso
      Foram voces quem lhes chamaram…por falta de competencia.

  3. Miborges

    28 de Maio de 2010 as 18:03

    Apesar de viver fora, acompanho diariamente as edições online do Téla Nón, e incrivelmente não vi ainda nenhuma entidade de STP a falar sobre a crise de água no Hospital Central, e outros problemas graves que afectam o país. Espero que nessas eleições o povo santomense possa pensar e agir em prol do país, porque senão estamos fritos com esses políticos.

    • RS

      28 de Maio de 2010 as 21:09

      Caro Miborges, então acha que as entidades iriam falar contra si próprias, não sabe que no Campo do Milho vivem as elites santomenses?

  4. Diasporano.CV

    28 de Maio de 2010 as 18:15

    Sr João Costa Alegre!
    Gostaria de também ouvir de si e de outros iguais a si, o uso do verbo “exigir” e ” agir ” das autoridades para o caso de desvio da linha de água do hospital Central, pelos grandes senhores de moral nula.É simplesmente vergonhoso, a impunidade…!Tamanha impunidade!
    “Diasporano” atento.
    CV

  5. cesar jesus

    28 de Maio de 2010 as 19:09

    SO SE FALA DE COISAS BANAIS…COISAS QUE SO CEGO CONSEGUE ENXERGAR!!! AQUILO QUE BONS OLHOS ENXERGAM FICA BEM ABAFADO!!!

  6. cesario verde segundo

    28 de Maio de 2010 as 19:42

    olha joaozito, desde já digo-te que o fato assenta-te bem, e que é bom que prepares esses musculos, embora tenhas feito medio de educacao fisica e nao remes nada da canoagem que representas tambem, mas prontos, a ver se preparas os musculos pra ameacares e fazeres frente ao mulato e velhote rabujento fradk-10anos-0, quando ele tambem te quiser dar com o pé na bunda, ok??!!!

  7. Zovirax

    28 de Maio de 2010 as 21:12

    No bairro onde vivo, existem vários cães famintos que ao longo de semanas e semanas enfrentam uma crise de alimentação. Um belo dia, um dos moradores do bairro colocou na proximidade de um contentor de resíduos sólidos urbanos um saco de plástico contendo vários ossos de carne de vaca. De forma instantânea, alguns cães aproximaram-se do contentor e começaram a disputar a conquista dos ossos com garras e dentes. Pela natureza destes cães, tudo indica que continuarão a lutar pelos ossos até o fim das suas vidas. Os moradores do bairro que lixem!

  8. Candongueiro

    28 de Maio de 2010 as 23:04

    o q se esta a passar, é q eles querem atirar a atençao do povo para coisas banais. a falta de agua no hospital central, falta de energia, casos de corrupçao constante. estes sao os verdadeiros problemas a se debater. é tempo de se começar a colocar questoes. ja temos muitos jovens formados, é altura de haver um debate serio entre varias entidades policas e sociedade civil(jovens que futuro vos reserva nesta terra? )!

  9. ADELINO DOS SANTOS

    29 de Maio de 2010 as 7:22

    EU VIVO FORA DO PAIS MAIS ACOMPANHO TÉLA NÓN TODOS OS DIAS,ESSES PARTIDO QUE PENSAM NA SOLUÇÃO DO NOSSO HOSPITAL CENTRAL,SEM ÁGUA ISSO É UMA VERGONHA.EU QUER DAR PARABENS PARA JORNAL TÉLA NÓN

  10. José Maria

    29 de Maio de 2010 as 10:54

    Na minha opinião sendo o MLSTP/PSD um partido com longos anos de experiencia como dizem não deveria colocar os cartazes porque sabia que haveria reação por parte dos opusitores, para que o País não entre de novo na instabilidade é bom que suspenda essa pratica.

  11. certeza

    29 de Maio de 2010 as 11:30

    Repito o meu comentario
    Acho que o MLSTP podia evitar isto! Mas a lei os protege. O cartaz não apela ao voto. Isto é que a lei proibe. Vejam o que diz a lei.
    Falso problema! O Chico Pires é que fez apelo ao voto. E só os advogados gritaram. O resto meteu o rabo debaixo da bariga.
    O Joao cavalo então!!
    E só mais uma, é claro que os partidos usam os seus feitos no governo para convencerem o eleitorado! Essa é a regra de ouro, Joao Cavalo! Como chefe partidario devias saber disso, é elementar.
    Disse!

  12. Eddy das Neves Signo

    29 de Maio de 2010 as 14:11

    O povo santomense é um povo humilde e pacato por isso eles fazem o que mais lhes convém.
    Só existe uma solução pra São Tomé e Príncipe,no meu ponto de vista.Desde já não querendo ser radical nem pessimista mas pelo desenrolar da história,dando os factos diário é nisso que mais cedo ou mais tarde irá se transformar numa revolução profunda em todos aspectos.Não vejo e nem tão pouco tenho fé nesses senhores(as)que se intitulam serem dirigentes e políticos a mudarem de mentalidade expontâneamente de forma a serem mais sérios,humildes e sentido de responsabilidade para com o nosso povo.
    Porque com actual mentalidade sim é e será o maior inimigo de São Tomé e Príncipe,lamentavelmente!!!!!!
    Temos um país abençoado,rico em todos os aspectos,tudo pra ser país desenvolvido,com uma economia sólida sem necessidade de parte da população emigrar em busca de melhores condições de vida.
    Meus senhores(as),CHEGA,CHEGA!!!!!!!
    Porquê tanta maldade?
    Qual é o crime que esse povo cometeu pra ser julgado e castigado dessa maneira ao ponto de merrecer tanta crueldade?
    Humildade,será?
    Voçês também são filho da terra.
    Não é necessário chegarem ao ponto de destruírem o pouco que ainda resta desse povo sofrido um pouco da sua “DIGNIDADE”,porque se assim o preferirem tenho a certeza que a justiça seja ela humana ou divina será impíedosa e implacável na sua sentença.
    “De tanto chicotear um covarde humilde,um dia ele cansará e se tornará num valente impiedoso”

    Agradeço pela oportunidade neste espaço de comentar e desabafar não esqueçendo de felicitar e dar o mérito pelo seu trabalho de equipe para o jornal TÉLA NÓN.

    Eddy Signo.

  13. Sabemos sempre o que os outros não sabem

    30 de Maio de 2010 as 11:02

    MDFM/PL versus PL/MDFM(PR)

    1 Aparece o cartaz do MLSTP/PSD que não vale nada porque governa o pais a tanto tempo e esta cada vez pior.
    1.1 Vem o partido MDFM/PL contestar o que tanto prometeu e nunca cumpriu, melhoria das condições de vida deste povo. Mais, ofereceu de bandeja os votos confiados pelo povo ao MLSTP/PSD.

    2. É denunciado o desvio de água do CHSTP para Campo de Milho.
    2.1 O partido MDFM/PL não se manifesta contra tal atrocidade. Razão aí tem a casa do seu novo e principal aliado e a piscina não pode ficar vazia, e os cães precisam tomar banho constantemente.

  14. JANUÁRIO E SILVA JHUNIOR GONÇALVES DE CEITA

    31 de Maio de 2010 as 0:53

    ..O QUE MAIS M CHOCA COMO CIDADÃO DESSE LINDO RICO E POBRE PAÍS…..É A HIPOCRESIA COM QUE NELE SE VIVE,UM PAÍS QUE É NATURALMENTE DE GENTE BOA E ACOLHEDORA, QUE POR ACÇÕES DE HOMES COMO ESTES (OS QUE ESTÃO NO GOVERNO)TORNARA-SE TÃO POBRE EM TÃO PUCO TEMPO

  15. Edgar Faustino

    31 de Maio de 2010 as 14:30

    Vivo há muitos anos fora de São Tomé, desde 1969 ano em que fui para Angola cumprir o serviço militar tendo ficado por lá e depois ter vindo para Portugal.Acompanho a vida Santomense com certa periodicidade desde que existe o Téla Nón.Parabens a este excelente jornal.
    Choca-me, ler determinadas notícias que acontecem em São Tomé.
    Algumas são tão incriveis que parecem autênticas anedotas.Num país tão pequeno de pessoas tão simples e maravilhosas, os governantes deveriam tratar as pessoas dando-lhes valor pelo seu valor e por meio de um livre e mutuo consentimento e mutuo benefício.Saudações Edgar

  16. Zé Rui

    31 de Maio de 2010 as 16:01

    Caro politicos desavergonhados desta ilha verde, porque nao debruçar sobre questoes que realmente aflige estes pacatos cidadoes ou seja o pais no seu todo? Por exemplo, o caso da conduta d’agua vandalizada e outros males? Obrigado fuiiiiiiiii.

  17. peter

    31 de Maio de 2010 as 20:41

    Realmente como disse un dos participantes, voces deixaram os materiais electoral como os computadores passar pelo LUANDA(ANGOLA), ja esta feito e temperado para as victorias do M, isto podem ter a certeza, mas desta vez e que o povo deveria reajir com a victoria esperada de aldrabices do M

  18. Fala verdade

    1 de Junho de 2010 as 9:15

    Ó Sr. João Costa Alegre ( JOÃO CAVALO ) o que o MLSTP fez com os cartazes não é mesma coisa que o Presidente do MDFM fez ao colar cartazes nos autocarros públicos de S.Tomé e Principe com pessoas vestidas de camisolas do MDFM ? Na altura ninguem disse nada e agora vens com palavreados. Convenhamos Sr. Cavalo. O que voçês devem fazer é colar tambem o vosso e acabou. Quem não estudou mesmo é uma chatice, não gosta de inovação. Isso é normal em qualquer parte do mundo.
    TIRA OS CARTAZES NOS AUTOCARROS PRIMEIRO E DEPOIS RECLAMA. VAI ESTUDAR E DEPOIS FALA. existe ainda em STP curso noturno

  19. sos

    1 de Junho de 2010 as 11:15

    DUAS PERGUNTAS PARA MLSTP/PSD
    O QUE É POLÍTICA PARA OS SANTOMENSES?
    R:
    2- Dez mil empregos? ou 10 Mil dezemprego?
    R:
    Politica ou politiquisse Serve-se de eriquecimento para familia, porque quando eles vão a pouder, e fazem o país da sua propriedade.
    MLSTP/PSD, larga OSSO, 35 anos da independencia fragilizado e frustados.

  20. Raposa

    1 de Junho de 2010 as 17:20

    Nos os são tomenses temos que começar a enxergar as coisas doutra forma…vamos a cabar com essa coisa de votar para MLSTP, PCD, ADI> está visto e aprovado que são bandos de incopetentes,´bandos de sangue-sugas, só querem tirar proveito porque viram que a população são ingenuas…já estou farto dessa moral hipocrita existente nessa sociedade, vamos dar uma chanse a outros partido, muitas vezes lá estão pessoas certa para derigir essa nação, não precisa o partido politico ter gente bunitas e ricas o que interessa é a coerencia do projeto, vamos deixar de ser bobo minha gente….
    fuiiiiiii

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo