Política

Assembleia Nacional dá luz verde para promoção de Coronéis e Brigadeiro

A Assembleia Nacional aprovou esta quinta – feira a nova lei da defesa nacional e das forças armadas. O diploma que reforma a instituição militar, cria duas novas patentes nomeadamente Coronel e Brigadeiro. As forças armadas são-tomenses passarão a contar pela primeira vez com um Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas, e mais organismos responsáveis pela política de defesa.

Os 37 deputados que estavam no hemiciclo parlamentar, votaram a favor da nova proposta de lei da defesa nacional e das forças armadas, que substitui o diploma de 1992.

A nova lei cria duas patentes nomeadamente coronel e Brigadeiro, e transforma a guarda costeira ainda em construção, num ramo das forças armadas, pondo assim fim a estrutura das forças armadas são-tomenses, que data desde a independência nacional, e dominada apenas pelo exército.

Segundo o novo diploma das forças armadas, para além do Presidente da República, a Assembleia Nacional, e o Conselho Superior da Defesa Nacional, a instituição militar ganha novas estruturas com palavra na definição da sua política e actuação. Tratam-se do conselho superior militar, e do chefe de estado-maior general das forças armadas, que terá a patente de Brigadeiro.

A ministra da defesa nacional, disse que as forças armadas e o país está de parabéns. «Esta lei entra em consonância com a constituição da república. Esta lei antecede a última revisão constitucional. Vem clarificar os poderes do comandante supremo das forças armadas, que é o Presidente da República e especifica as competências de cada órgão que intervém na matéria da defesa nacional», explicou a ministra.

A nova lei deixa para mais tarde a definição do terceiro ramo das forças armadas, que é a Força Aérea. A Ministra Elsa Pinto, defende no entanto a criação de uma força aero naval, comandada pela guarda costeira.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. jaka doxi

    25 de Junho de 2010 as 21:08

    Coroneis e Brigadeiros em São Tomé e Príncipe?credo.
    E onde vão buscar o dinheiro para pagar um salário justo aos futuros coroneis e brigadeiros.
    Será que já estão a fazer o plano com o dinheiro do “petroleo”?
    O povo precisa de mais esclarecimentos sobre esta pomposa ideia.
    Aguardamos explicações mais detalhadas dos senhores governantes deste país.
    Abraços.

    • RS

      25 de Junho de 2010 as 23:08

      Se todos os problemas de STP fossem conseguir dinheiro para pagar um Brigadeiro e meia dúzia de Coronéis, o país estaria muito bem.

    • Ámavel

      21 de Agosto de 2010 as 12:07

      como santomense e ex militar acho que sao tomé nao praciso de brigadeiros, nem coroneis, 1º pork trara mas dispesar pro estado e depois sao teme e P é um pais pacivo, e como o neme proprio diz (brigadeiro) queremos é paz e nao brigas.

  2. um futuro melhor

    26 de Junho de 2010 as 13:44

    Desculpem mas vcs estão muito mal informados sobre a crianção desta nova patente.
    Como o nosso stp vai a frente se cada vez que alguem faz algo de bom e criticado. Tomemos a conciencia das coisas, os militares tambem são gentes e têm direito a melhores condições de vida e de trabalho.
    A aprovação destas patente vem dar mais valia para nossas forças armadas.

    • Zovirax

      27 de Junho de 2010 as 21:14

      Espero que as tuas condições possam melhorar, pois ja vi vais chegar ao coronel.

  3. cesarjesus

    26 de Junho de 2010 as 16:06

    “””BUDU SA SONO!!!”””
    Numa altura em que deveriamos fazer contencao das despesas, no dominio de altos quadros de funcoes Publicas e nao so, vem a Assembleia da Republica dar luz verde para promocoes de Coroneis e Brigadeiros!!!
    Haja Paciencia…isto e mais um problema para o proximo Governo! Sera que estamos tao necessitados em promover estes coroneis e brigadeiros nas conjunturas actuais?

    Forca Povo STP…

    • RS

      27 de Junho de 2010 as 19:25

      Foi uma forma das Forças Armadas de STP se colocarem em pé de igualdade com as dos outros países, imagino que não seja muito agradável os Chefes das Forças Armadas dos outros países da CPLP serem todos generais e o de STP ser um Tenente-Coronel.

      • Zovirax

        27 de Junho de 2010 as 21:17

        Pois, interessa ter patente para mostrar aos outros, mas em termos de capacidade deixa-se muito a desejar. Na mesa dos generais não se fala de fruta pão e jaca, mas sim de relações internacionais, geo-estratégia, etc.

      • cesarjesus

        28 de Junho de 2010 as 20:12

        RS… se formos por este ambito de pe de igualdades com os paises da CPLP…ai temos que alterar muita coisas em STP, nao so as promocoes de Coroneis e Brigadeiros!!!

        Haja Paciencia…

        Forca Povo STP…

  4. ctiny

    26 de Junho de 2010 as 20:28

    cuidado com as armas………cheira polva de bala.
    mas quero ser ambicioso.

  5. Moreno

    28 de Junho de 2010 as 10:13

    Acho bem que a assembleia se preocupe com a promocao de altas patentes militares.neste momento acho que nao e prioridade este assunto. ha coisas no pais muito graves que esperam solucao. por exemplo o problema da agua no hospital, que quanto a mim neste momento e muito mais importante que patentes militares.por esse andar qualquer dia temos mais chefes militares que soldados.deem prioridades a coisas basicas primeiro depois outras coisas que nao deixam de ser importantes mas que nao sao de extrema urgencia.agua , sanidade , coisas basicas e comuns de sobrevivencia primeiro e depois outras coisas.

  6. Pracetamol 500mg

    28 de Junho de 2010 as 10:25

    Meus caros, não vejo necessidade de haver ” Brigadeiros” na RDSTP.Parece que estes políticos estão a querer igualar STP com Guine Bissau. Esta patente deveria ser excluída. Subscrevo o comentário do Zovirax.

  7. Mé Chinhó

    28 de Junho de 2010 as 11:33

    SÓ QUERO VER QUEM SERÃO OS PRIMEIROS PROMOVIDOS. ISSO AINDA VAI CHEIRAR MAL.

  8. Rochinha

    29 de Junho de 2010 as 9:15

    Acho k o nosso São Tomé deveria estar a preucupar cm coisas ms importante… Como Agricultura e pescas e não com 1ns velhascos na idade de aposentos

  9. fulufulo

    29 de Junho de 2010 as 11:16

    OLA GENTE, VOCÊS OUVIRAM O MIGUEL TROVOADA A FALAR SOBRE A MORTE DO TENENTE CORONEL DANQUA, FALECIDO RECENTEMENTE. O QUE ELE DISSE DÁ PARA SE PERCEBER A NATUREZA RUIM DESTE HOMEM. O DANQUA SERVIU O MIGUEL TROVOADA ENQUANTO PRESIDENTE DURANTE DEZ ANOS. ELE FOI CHEFE DA CASA MILITAR, MINISTRO DA DEFESA DO MIGUEL. AGORA, O MIGUEL DEIXOU O PODEU A DEZ ANOS E VEM DECLARAR PUBLICAMENTE QUE NÃO SABIA DO ESTADO DE SAUDE DO HOMEM. CREDO!! ISSO QUER DIZER QUE ELE NUNCA MAIS QUIZ LA SABER DO HOMEM, NUNCA MAIS PERGUNTOU SE O HOMEM ESTA VIVO, NEM UM TELEFONA PARA O CUMPRIMENTAR E SABER DA SUA SAUDE. CUIDADO VOCES, PARA NÃO SEREM UNICAMENTE UTILIZADOS PELOS TROVOADAS.

  10. Pleto

    30 de Junho de 2010 as 10:39

    Antes de promover isto ou aquilo, o governo tem que fazer o trabalho de casa: limpar e organizar o país,promovendo e dando mais saúde e segurança aos cidadaos, promovendo a educaçao, etc.. Com saúde e educaçao o povo terá esperança em trabalhar e desenvolver os projectos,pessoais e colectivos.
    O governo/estado tem que criar uma base estável para o pais,transmitindo confiança,transparencia nas gestao da coisa publica etc… Mais coroneis para que!!!

  11. mpian malimbóki

    5 de Julho de 2010 as 19:16

    MAS SERA K O GOVERNO JA FEZ O DEVER DE CASA??
    KUIDADO COM PALMATÓRIAS
    POBRE NÃO CRIA PAVÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo