Presidente da República votou em Madalena

Na vila da Madalena, cerca de 8 quilómetros da capital São Tomé, o Presidente Fradique de Menezes, exerceu o seu direito de voto nas eleições autárquicas. Círculo eleitoral do distrito de Mé-Zochi, Madalena é a vila que une várias comunidades da zona centro de São Tomé.

O Presidente da República exerceu o direito de voto na sua vila natal, e logo a seguir apenhou avião no aeroporto internacional, rumo a capital do Uganda-Kanpala para tomar parte na cimeira da União Africana.

Para o Chefe de Estado, a realização hoje das eleições autárquicas representa a liberdade que é dada aos cidadãos de escolherem os seus dirigentes locais.

Dirigentes que deverão desempenhar papel importante na melhoria das condições de vida das populações. «Espero que cada cidadão e cidadã do país faça boa escolha, segundo o seu critério, para que aquele ou aquela que for eleito contribua para a melhoria da qualidade de vida no seu bairro. Melhorias em relação ao abastecimento de água, saneamento do meio, apoio as pessoas idosas, as mães solteiras, as crianças órfãs, etc», sublinhou Fradique de Menezes. ´

Note-se que o Presidente da República chegou a São Tomé na tarde de sexta – feira, após ter tomado parte na cimeira dos chefes de estado da CPLP que decorreu em Angola. Este sábado deixou novamente o país rumo a Kampala-Uganda.

Abel Veiga

.

  1. img
    Medeiros Responder

    É sem dúvidas o Pior presidente que nossa ilha já conheçou :
    Gostária que refletissem sobre esse assunto que aqui vou colocar :
    Nosso pais tem necessidade de ser governado com tantos Menistros,tantos Diretores ?
    1)Se o pais tivesse um chefe de estado e mais dois Ministerios a funcionar,no meu entender poupavamos dinheiro e facielmente conseguira chamar a responsabilidade á alguem .
    Mais infelizmente temos uma cambarda de Ministros por todo canto… e Diretores ..sem necessidade alguma .. chegou a hora para mudar o estilo de governação e acabar com partidos…e todos juntos consentrarem para o bom desenvolvimento do pais ..não escolhendo e excluido pessoas que é ou não do partido que esta no poder ..

  2. img
    Mé-Zochi Responder

    Sábias palavras Medeiros, a cada dia inventa-se um novo ministério, e dá-lhe ministros.
    Passei em madalena e vi que a localidade natal do PR tem vergonha dele, por não honrar o nome desta pequena localidade, que embora pobre é digna.
    Vá de viagem e não volte mais senhor PR

  3. img
    Queijo é uma Fruta !! Responder

    Tenho um a migo que diz:
    ” É verdade senhor mentiroso”
    Baué Presidente!!!

  4. img
    comentador Responder

    medeiros meu amigo “altura”, espero que estejas bem.abracao do “mano”.

  5. img
    Só visto!!!! Responder

    Corcordo consigo “Medeiros”, mas a questão que eles colocam é como aranjar “taxos” para os amiguinhos da camarilha, por isso há que se inventar Direcções, Ministérios, projectos, Partidos e não sei mais oquê para que todos possam “mamar”.
    Sentar no gabinete e trabalhar que é bom,nada…
    Além do mais as pessoas capazes não são bem vistas na Administração publica, gostam de funcionários subservientes as suas vontades, os que tentam dinamizar ou modernizar, o “modus operandis” mesmo dentro das normas legais é marginalizado, fazem das direcções e ministérios verdadeiros feudos…
    Á luta continua, a vitória é certa!!!

  6. img
    millerw Responder

    Este pais vai de mal a pior tenho vergonha
    de ser santonense.
    È uma pena saber que o pais vai acabar quanto menos esperamos.

Deixe um comentario

*