Política

“O povo que nos escolheu não nos perdoria se não formos capazes de pôr os interesses nacionais acima dos interesses partidários e pessoais”

O aviso do novo Presidente da Assembleia Nacional, Evaristo Carvalho, visa romper com as atitudes parlamentares do passado e abrir uma nova era. Na abertura da nona legislatura, o novo Presidente do órgão de poder legislativo prometeu humildade, seriedade, honestidade e isenção na condução dos destinos da Assembleia Nacional.

Bom senso, equilíbrio e objectividade são outras valências da nova Presidência do parlamento são-tomense. Evaristo de Carvalho 68 anos de idade, exerceu duas vezes o cargo de Primeiro-ministro de Iniciativa Presidencial.

Secretário-geral do partido ADI, foi eleito Presidente da Assembleia Nacional, no último fim-de-semana. Um parlamento com uma maioria relativa da ADI e uma maioria absoluta aparente formada pelo MLSTP/PSD e o PCD. «Dessas eleições resultou de novo uma câmara de maioria relativa o que implica uma concertação e adequação permanente de políticas, com responsabilidades para todos os intervenientes», referiu Evaristo Carvalho.

O Presidente da Assembleia Nacional, reconhece que as expectativas do povo são enormes em relação a Assembleia Nacional. «O povo que nos escolheu não nos perdoaria – a oposição, o partido do governo e a Assembleia Nacional como um todo – se não formos capazes de pôr os interesses nacionais acima dos interesses partidários e pessoais», avisou.

Mudar a imagem da Assembleia Nacional junto ao povo, é outro grande desafio do novo Presidente. «Cultivar os valores da urbanidade e civismo nas discussões e debates parlamentares, com vista a granjear maior respeito e consideração no seio da sociedade saão-tomense», precisou Evaristo de Carvalho.

As relações do órgão de poder legislativo com os outros órgãos de soberania, vão ser dominadas por diálogo permanente, tolerância, e lealdade «na construção de imprescindíveis consensos face aos desafios de desenvolvimento», reforçou.

Evaristo Carvalho é o sexto Presidente da Assembleia Nacional após a nova República aberta em 1991.

Abel Veiga

    23 comentários

23 comentários

  1. matacede que cane

    13 de Setembro de 2010 as 9:11

    Estamos na nova era e se queres saber a verdade não pergunte aos outros, pergunte a vida.

  2. cereno

    13 de Setembro de 2010 as 9:46

    Exmo Sr Presidente da Assenbleia, siga em frente que tera o apoio do povo santomense, basta divulgar e as medidas com muito transparencia para que o povo entenda que tera o seu respaldo.

  3. Paracetamol 500mg

    13 de Setembro de 2010 as 10:23

    Ainda estamos no inicio, discursos bonitos são elaborados da melhor forma possível, de modo a agradar a todos. Vamos deixar a bola rolar para ver na pratica as melhorias prometidas…

  4. Pedro Lima

    13 de Setembro de 2010 as 10:40

    O novo Presidente da Assembleia já vai mal com essa conversa de que o povo não perdoaria a oposição. Se fosse para esperar algo da oposição, ele não seria eleito.
    Estamos condenados à pobreza eterna.

    • Alexstandard

      13 de Setembro de 2010 as 13:15

      Caro leitor Pedro Lima,

      “atenção naquilo que dizes e naquilo que leres”

      o no Presidente da AN não referiu só á oposição, como também ao seu próprio partido que é o governo

      e eu acho normal um Presidente da AN apelar o bom senso de todos em particular da oposição…

      obrigado…

  5. Madalena

    13 de Setembro de 2010 as 11:58

    Homem serio e honesto.
    Nunca ouvi nome dele ligado aos escandalos financeiros neste solo pátrio. Como ele só aquele Micondó no meio do terreiro.Muita força Senhor Evaristo Carvalho.

    • Lanis

      13 de Setembro de 2010 as 21:36

      A Sério!!

      vini et vidi, minha cara… vidi

  6. NIVALDA CORREIA

    13 de Setembro de 2010 as 13:58

    Bem haja senhor presidente

  7. Fernando Augusto(Cocas)

    13 de Setembro de 2010 as 14:10

    Força e transparencia sao os meus desejos ao Sr.Evaristo Carvalho.Trabalha tranquilo.O Sr.Evaristo Carvalho e o falecido Sr.Joao Torres sao dois indicados no pais que nunca aceitaram abraçar as corrupçoes.Ate faz-me recordar do antigo proverbo do falecido que dizia (OME DE DALA A NA CA MIGIEE CU PONTA DE FA…)Força nossa Assembleia.O Povo pos o Povo quer…

  8. Ze Mulato

    13 de Setembro de 2010 as 20:01

    Qual e’ o programa do Governo?
    Quais sao as prioridades do Governo de Patrice Emery Trovoada?

    http://en.wikipedia.org/wiki/Black_Panther_Party

    • Lanis

      13 de Setembro de 2010 as 21:38

      combate à corrupção;
      redução da pobreza;
      afirmação da autoridade do Estado;

  9. N Capela

    13 de Setembro de 2010 as 20:22

    Esperemos que efectivamente as coisas mudem na casa parlamentar.Foi uma vergonha aquilo que se passou na cessante Assembleia, dentre muitos e lamentaveis casos,a protecao e defesa dos deputados corruptos bem como a tentativa de eliminacao do Tribunal de Contas

  10. Digno de Respeito

    13 de Setembro de 2010 as 23:42

    Caro Alexstandard, a tua chamada de atenção foi oportuna e considero extensiva aos demais. Por vezes é uma questão de interpretação. Nem tudo quanto lemos corresponde o que pensamos que foi escrito. É certo que a nossa mente é mais veloz que a nossa exposição escrita e isso pode gerar alguma contradição (é o que deve-se evitar). Bem haja…

  11. Alberto Nascimento

    14 de Setembro de 2010 as 5:14

    mais um ladrao

  12. fuzileiro

    14 de Setembro de 2010 as 6:53

    tudo no principio e lindo,, discurso etc, mas e so o dinheiro comessar a entrar pra eles esquecerem da camada baixa, mas eu gostei do discurso se continuares assim vais longe.

  13. Lúcio Pinto

    14 de Setembro de 2010 as 10:18

    S.Tomé e Príncipe tem um ditado ver para crer…. portanto Sr.Presidente da AN pouca garganta e mão ao trabalho…
    Não te esqueces que estas lá a representar o povo…. STP no coração…

  14. perreia

    14 de Setembro de 2010 as 11:49

    Se ha alguem em São Tome que leva São Tome no coração e este homem pq senão ha mt tempo que teria dado a sola como muitos que andam por ai.

    • Polvo Paul

      14 de Setembro de 2010 as 12:56

      Eu tambem levo STP no coração mais mesmo assim dei a sola.

  15. Matabala

    14 de Setembro de 2010 as 12:19

    Pelos vistos uma grande parte dos cidadãos são-tomenses já não têm fé que as coisas poderão mudar…mas é sempre bom ter esperança né? afinal a esperança é a ultima que morre…Levemos em consideração que a situação actual não é a mesma que a que se passou nos últimos anos…hoje temos mais experiência de pobreza, sofrimento, exploração e como se não bastasse temos também mais pessoas formadas no país capazes de pelo menos fazer uma analise técnica de cada situação e ser um obstáculo aos senhores ditos”malandros”, portanto, estes senhores terão que, no mínimo tentar fazer diferente que os seus antecessores…para dar prova de bem fazer, se não serão punidos, o tribunal de contas já deu provas disso

  16. Estudante Santmense em Venezuela

    14 de Setembro de 2010 as 20:40

    Sinto-me muito satisfeito com a prontidao, da resposta do Alexander, temos que saber entrepetar bem as coisas, e depois fazer comentários. Meus caros compatriotas sejamos optimistas, e justos. Como é possível q alguém venha a fazer maus comentários acerca de uma personalidade, q sempre demonstrou serieldade e o bem estar mutuo, sempre pensando no povo santomenses. É certo q os seres humanos gostam de falar mais do q agir, mas o sr. Everisto Carvalho merece a nossa estima, assim como o dr. Patrice Trovoada.

  17. Oportunidade

    15 de Setembro de 2010 as 12:31

    Meus senhores sejamos sérios, aqui não é um ring de combate onde um vai tentar ofender o outro. O que estamos a fazer aqui é avaliar o contexto expresso. E outra coisa o Senhor Everisto Carvalho é digno de nosso respeito.
    PF respeitem esse senhor poque ele apresenta uma imagem bem diferençiada dos outros

  18. Castigo

    15 de Setembro de 2010 as 15:52

    O Lucio Pinto tirou me as palavras, rebato o que disse.

  19. Zé Mulato

    15 de Setembro de 2010 as 23:49

    Apostar no Sector Privado

    Cuba despedirá cinco cem mil empregados.
    O que está São Tome e Príncipe a espera?
    Eu não pretendo escrever um discurso, mas apenas apresentar alguns tópicos para a discussão enquanto nós esperamos que os Tribunais: Criminal e de Contas punam aqueles que roubaram o nosso país e enviar-lhes para o penitenciario (cadeia ou prisão). Nós devemos começar a discutir soluções possíveis de muitos problemas que a nossa nação enfrenta. Nós devemos apresentar, acima de tudo, soluções! Soluções e soluções, e, põr de lado o que não incentiva o novo governo fazer seu melhor para o povo Santomense. Os assuntos intrínsecos que dizem respeito a nossa sociedade não devem ser ocultados. Já notei algumas possibilidades de plêiades neste forum com pessoas célebres pelo talento demonstrado e messagens deixadas nesta peleja de ideais enfáticas com tom vigoroso.
    Tema sobre o sector privado e tópicos como: latrinas, saneamento básico, praias limpas, trabalho voluntário, energia: nuclear, hidráulica, energias eólicas e solar; hospital e a saúde da nossa população; estradas; limpeza e manutenção de rios; Feira de ponto (mercado), táxi dos motociclos (motas), transporte público, água potável, distribuição de água nas áreas rurais, malaria ou paludismo; escolas; modernização de cadeias e prisões; preparação, treinamento, e instrução de nossa crianças; produtos de géneros alimentício e problemas sobre a nutrição; produção para exportação; o turismo, agricultura para o consumo interno, proteção maritima, segurança interna. Ordem e disciplina para que todos obedeçam e respeitem; trabalho árduo, entre outos topicos relevantes. Temos que debater solucoes para tudo isso e chegar a um consenso!

    Figuras de autoridade de Estado têm que dar bons exemplos para a populacao os seguir.

    Com relação as pessoas que vendem na rua, uma solução seria, enviar algumas para escola ou centro de instrução a custa de Estado para se tornarem pequenos empresarios, outras, poderão vender os seus produtos a uma estação financiada com capital estatal e privado onde os produtos seriam vendidos em retalho, e por sua vez, essa instituição se responsabilizaria em vender os produtos ao publico em grosso depois de uma inspecção rigorosa feita. Evitar-se-ia conglomeração de pessoas a vender nas ruas. Posso dar mais detalhos e explicar melhor numa outra altura.

    Animais abandonados, cães à solta, entre outros, podem ser apanhados e depositados num centro veterinário sob direcção do Estado ou Organização Não Governamental. Esses animais poderão ser eventualmente adoptados e devolvidos aos donos.

    Não existem soluções que não nos ira custar dinheiro e sacrifícios. Por isso, temos que tomar medidas firmes e executá-las. Nada na vida deve ser fácill.

    Apertar o cinto, comer safu, jaka, fruta, peixe salgado, azeite de palma, zequentxi zete cu zequentxi doxi, banan npon sa bua. Temos hortaliças e frutas saudáveis e são produtos orgânicos caríssimos em vários países do mundo.

    Cuba e muitos outros países despedem funcionários públicos e transferem-nos para o sector privado, então, o que STP está a espera?

    http://www.dailyfinance.com/story/taxes/cuba-government-workers/19632696/

    http://www.voanews.com/english/news/americas/Cuba-to-Lay-Off-500000-Public-Sector-Workers–102802109.html

    http://www.independent.co.uk/news/world/americas/cuba-to-lay-off–500000-state-workers-2078462.html

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo