Política

Primeiro-ministro anuncia nova política para o sector da defesa

Durante a visita ao quartel-general das forças armadas na última semana, o Primeiro-ministro e Chefe do Governo, Patrice Trovoada, indicou as acções prioritárias para o sector da defesa. Implementação de um regime de programação militar, assume destaque no processo de modernização da instituição militar. A descentralização dos quartéis, construção e equipamento de novas instalações militares, implementação de um novo regime remuneratório e treino constante das unidades militares, são outras prioridades na reforma que visa construir uma força armada republicana e que se enquadre no conceito estratégico de defesa nacional.

    17 comentários

17 comentários

  1. Matabala

    27 de Setembro de 2010 as 10:20

    Esta bem, mas não se esqueça Sr. PM de incluir formações (profissionais e superiores) nos planos de acção relativos aos militares…isso é indispensável para a sustentabilidade da classe…
    Obrigado

  2. Manga safú

    27 de Setembro de 2010 as 12:47

    Concordo contigo, e acrescento:
    Para evitar militares tipo da Guiné-Bissau.

  3. Madalena

    27 de Setembro de 2010 as 14:30

    Somos um país pequeno, temos de optimizar os recursos. A Instituição militar tem o seu papel definido na constituição da republica, mas a componente Engenharia militar é muito forte noutras paragens do mundo.
    Então sendo assim, pode reabilitar as pontes,edificios antigos da ex-empresas agricolas, desta forma contribuir para o desenvolvimento do país, sem concorrer com as empresas de construção civil. a reforma deve passar por esta vertente. Teremos umas forças armadas multifuncionais ao serviço da nação.

  4. Matabala

    27 de Setembro de 2010 as 16:14

    Justamente…E dar mais credibilidade aos militares…e também devemos lembrar que o serviço militar obrigatório não dura muito tempo, depois disso, o que vão ser como cidadãos comuns???

  5. Adriano Málé Bobo

    27 de Setembro de 2010 as 16:48

    Sr.PM, seja corajoso em reformar alguns paramilitares, militares,que estão nas FORÇA Armada a não fazer nenhum,
    obrigado,
    fui,

  6. Digno de Respeito

    28 de Setembro de 2010 as 1:30

    Finalmente nova visão estratégica para os nossos homens. É preciso acompanhar a dinâmica da actualidade mas, de acordo com a nossa dimensão para não cairmos em erros. Vamos nos ajudar a todos. Benvida a ideia e que a práctica seja a mais acertiva.

  7. INCOMODADO COM ISTO

    28 de Setembro de 2010 as 11:11

    UMMMM POIS É
    JÁ ESTOU A VER O TIPO ( p. chuvisco ) FOI DAR ÁGUA COM AÇUCAR AOS MILITARES, DE FORMA A MANÇA-LOS,AXO BEM, ATÉ PORK SÓ ELES MESMO CONSEGUEM FASER FRENTE QUANDO A COISA NÃO CORRE BEM….

  8. amor a patria

    28 de Setembro de 2010 as 11:17

    muito bem Ex: falaste de treino constante mas esqueceste de logística uma alimentação um treino sem sucesso e mas tem que ver a situação dos praças que tem uma vida dura com um maldito chamado pré de miséria , se tropa pertence estado pq não salário mínimo pra os praças que sai com uma mão afrente e outra atrás, antiga mente os militares que saem tinham direito a um subsídio de risco onde anda este subsídio eles não são formados pra mundo de emprego fora ,a gora o refúgio deles `e esconder cabeça na policia,segurança e motoqueiro a jovem com 10 e 11 classe não tem direito de fazer um corso profional ou superior porquê os sobas não deixa pq tem medo de perder lugar mas os filhos deles mesmo com 8 ano vão a bolsa de estudo senhor tem que acabar com esta burocracia militar `e tudo viva futuro de stp…

  9. vinho de palma

    28 de Setembro de 2010 as 13:57

    porque tanta tropa num pais tao pobre a paizes mais desenvolvidos que em percentagem nao tem tanta tropa pergunto eu porque tanta segurança ninguén vem nos fazer mal

  10. Tomas SancKara

    28 de Setembro de 2010 as 19:05

    concordo com a posição do governo, mais em 1ª lugar é nnecessario resolver problemas dos Alferes que ja estão a 10 anos sem promução, muitos deles ja estivenram fora do pais em academias:
    – em brasil , Nigeria; Gabãoetc.
    Eles estão descontente, ouvi que eles terram que frequentar novamente um novo curso, de mais 3 anos, para fazerem parte do quadro do exercito, tambem foi militar de aqueles tempos, eu penso que é muito fustrante, dêe oportunidade aos jovens para singrarem tambem na vida, é tudo mais antis eu gostaria de emitir as seguinte opinião, para S.T.P , como insular que somos é melhor termos , uma Força Aerea bem equipado, uma Marinha com vedetas que possa patrulhar as nossas águas territorial , e uma artelharia moderna, uma infantaria a medida de possivel. obrigado.

  11. PUMBU

    28 de Setembro de 2010 as 20:36

    APRECIO A IDEIA DE INGENHARIA MILITAR PARTICIPAR NA CONSTRUCAO E RECONSTUCA DE OBJECTOS PUBLICOS. E ACHO QUE OS MILITARES DEVIAM CONSERVAR O TERRITORIO A VOLTA DO QUARTEL LIMPO, CAPINADO. ESTE SERIA UM PEQUENO PASSO PAR MOSTAR lQ AS COISAS SE FAZEM COM AS MAOS.

  12. Barrrackk Buushh

    29 de Setembro de 2010 as 14:59

    A elite corrupta de São Tomé não esta interessada em democracia. Os corruptos querem ditadura militar para protegerem o que roubaram do povo. Será infalível violência e mortes como aconteceu no pais irmão; Guiné Bissau. Na minha opinião para evitar conflicto, não é necessário haver ditatura em S.T.P. Apenas, igualdade na distribuição da riqueza de São Tomé e Príncipe para todos os Santomenses, e assim todos viveremos em paz, tranquilidade, e alegria.

    Os ricos ficam mais ricos e os pobres ficam mais pobres. Isto é injustice

  13. Hillary Clintonian

    29 de Setembro de 2010 as 16:57

    “lei de programação militar”?????????

    COMPORTAM-SE!!!!!!

    Que tal sobre comida, trabalho, saúde, educação, etc etc????

    Help children and woman, first and foremost!!!! Stop this military nonsense, NOW!!!!!

  14. fuzileiro

    4 de Outubro de 2010 as 11:07

    sim, tens mesmo que nos apoia, mas n te esquessas das nossas logistica.

  15. fuzileiro

    4 de Outubro de 2010 as 11:09

    saco vazio nao para de pe, depois de um bom treino, temos que ter uma boa alimentacao,

  16. zeca diabo

    10 de Outubro de 2010 as 10:17

    carnes para canhao sem boa alimentaçao nao aguentao

  17. zeca diabo

    10 de Outubro de 2010 as 10:18

    os oficiais estao bem gordinhos graças ha deus os praças alguns se passar um ventaval vao pelos ares com bariga vazia

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo