Posição Oficial da ADI em relação ao caso São Lima-TVS

Aqui está uma posição oficial… Leiam e informem-se com verdade…. São Deus Lima: Eclipse total ou parcial?

Foi divulgado pelo Tela-Non de que o Governo cancelou o Programa “Em Directo” da TVS apresentado pela jornalista São Deus Lima e que teria igualmente suspenso o contrato com a mesma na sequência de uma entrevista que a jornalista teria combinado com o Dr. Carlos Veiga.

A narração intencional destes factos pela própria jornalista e pelo Tela-Non, tal qual apresentada, deixa qualquer cidadão indignado.

Mas, para que a verdade não esteja à penumbra entre as frustrações pessoais e opções políticas, vale a pena explicar sem complicar.

O Governo, em especial o Dr. Patrice Trovoada, sempre apreciou o desempenho da jornalista São Deus Lima. Prova disso, na sua dinâmica de apostar nos jovens e na competência, o Dr. Patrice convidou, logo após a tomada de posse do seu governo, a jornalista São Deus Lima para criar e liderar o Gabinete de Comunicação e Imagem do Governo. Convite que apenas de forma indirecta negou.

O Programa “Em Directo” da TVS, que inexplicavelmente expulsou o seu antecessor e semelhante em termos de conteúdo e formato, animado pelo jornalista José Bouças, pelo seu cariz de confronto de ideias, granjeou simpatias de inúmeros círculos da nossa sociedade. Apesar de muitas vezes parecer pressionar os participantes a desprestigiarem o trabalho do Governo, ou de alguns dos seus membros, não deixou de ser igualmente apreciado pelo actual executivo, tal como no passado o programa “Grande Entrevista” do José Bossas, como um dos melhores programas de confronto de ideias e de informação que a televisão pública sãotomense tem neste momento.

O “Em Directo”, tal como outros programas estão de férias e não suspenso devido a quadra de Natal e a preparação do lançamento dos novos conteúdos da TVS para 2011, por decisão da direcção da TVS. E Esperemos que o Programa EM Directo regresse em 2011 com ou sem São Lima.

A jornalista São Lima está consciente de que a República de Cabo Verde está neste momento em pré-campanha eleitoral. E sabe igualmente que a Televisão Pública Sãotomense deve ser imparcial a lidar com este dossier sobretudo que o Primeiro-Ministro há menos de duas semanas esteve em Cabo-Verde e assinou protocolo de cooperação com o Governo Cabo-verdiano em diversos domínios: educação, agricultura, energias renováveis, cooperação macroeconómica.

Quando o Governo soube que a jornalista São Lima iria consagrar mais ou menos 1h:30min do seu programa ao candidato Dr. Veigas, orientou a TVS, atempadamente, que fizesse apenas uma entrevista com o candidato para ser notícia no telejornal ou um debate entre representantes das candidaturas, uma vez que o outro candidato, Dr. José Maria Neves, no poder, não teria direito à resposta caso houvesse alguma “carga política”. Ora, a jornalista não comunicou esta ideia ao candidato, deixou que o Dr. Veiga chegasse à TVS minutos antes do início do Programa em Directo e levou-o ao Gabinete do Director da TVS e disse-lhe: “Aqui está o Dr. Carlos Veiga e o Senhor Director faça dele o que quiser”. E bateu a porta e foi-se.

O Dr. Carlos Veigas ficou estupefacto e o Senhor Director da TVS entorpecido com a atitude da sua assessora. Como resolver esta situação? Um desrespeito ao Dr. Carlos Veiga e ao Director da TVS, para além de uma atitude prejudicial para com a imagem do Estado Santomense.

O MPD estabeleceu excelentes relações com o ADI e os dois líderes tiveram juntos em Marrocos, em Outubro para a reunião dos líderes da Internacional dos Partidos do Centro, e ainda a poucos dias na Cidade da Praia durante a visita oficial de Patrice Trovoada; com o Primeiro Ministro Cabo-verdiano José Maria Neves, as relações são de uma amizade sincera. Estes três líderes são verdadeiros homens de Estado com postura e responsabilidade que não merecem ser joguetes nas mãos de pessoas sem sentido de responsabilidade e do uso apropriado do poder que lhes é dado como fazedores de imagem e de opinião.

E ainda necessário acrescentar o facto de São Lima ser assessora da TVS no âmbito de um contrato que ela assinou com o anterior Governo. Ela não é jornalista da TVS ou da Rádio Nacional, ela é recrutada temporariamente por um Governo para propósitos específicos que lhe permite a qualquer momento retomar a sua liberdade. O que supõe ela trabalhar com, e para a realização dos objectivos do Governo e não contra ele. O facto de ter continuado com o Governo ADI sugere implicitamente São Lima ter aceite trabalhar em sintonia com e para os objectivos programáticos do actual Governo.

São Lima não pode ser assessora de dia do Governo e opositora obstinada do mesmo Governo de noite. Para isso existe a imprensa privada. O Primeiro-Ministro respeita e protege a liberdade de imprensa, mas não deve conviver com a incoerência ou a ma fé.

O tratamento dado ao caso do embaixador Jorge Amado é mais um exemplo como uma considerada falha administrativa de um embaixador, funcionário público, dependendo hierarquicamente do Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, que tem o direito e o dever de reagir em conformidade, transforma-se numa questão política ou mesmo politiqueira, na escrita da jornalista/assessora do Governo São Lima.

Se São Lima já não vai continuar na TVS, isso não é da competência do Governo. A TVS saberá a quantidade e a qualidade de recursos humanos de que necessita mediante um enquadramento segundo as regras da administração pública. O que se sabe é que o contrato assinado entre o Governo anterior MLSTP-PCD do Rafael Branco e a São Lima, quando era Ministro da Comunicação Social o senhor Carlos Gomes, Vice-Presidente do PCD e membro de Comité de Apoio do Dr. Carlos Veiga, é um contrato que termina no dia “31 de Dezembro”. O mesmo contrato refere explicitamente que “não é renovável”.

Relembre-se que actualmente o país depara-se com diversas dificuldades de ordem sociais e económicas e não é nada ético e cívico desviar a atenção dos cidadãos para querelas estéreis e egocêntricas e muito menos tentar mobilizar a opinião pública internacional ao desfavor de um Governo que luta arduamente para mobilizar recursos indispensáveis à sustentação financeira do País.

Portanto, lamenta-se que a Jornalista São Lima tenha deixado os seus sentimentos sejam eles de frustração ou de obsessão “anti-trovoadista” ou “anti-Óscar Medeiros” ou ainda de opções políticas, ofuscarem a sua competência e a sua idoneidade e colocar o seu talento na penumbra da ignorância. Mas acredita-se que o sol da mudança iluminará a mente dos cidadãos e prevalecerá a racionalidade e o bom senso.

  1. img
    jp Responder

    em devida hora o governo reagiu e bem !

    • img
      Atenta. Responder

      O governo ou o ADI? Em condições normais e num pais sério, isso teria outro nome. Abram o olho, povo de STP…

    • img
      COCO' DE BICHO Responder

      A explicao peca por tardia e, mesmo assim, cheira a trapalhice a leguas de distancia.
      Acho melhor nao dizerem mais nada pq enterram-se cada vez mais.
      Por favor, nao digam mais nada.

    • img
      Mimi Responder

      Agora confunde-se o partido com o governo! Bom caminho! Estamos fritos!…

  2. img
    Berna Responder

    Temos, hoje, nas mãos e mente algumas clarificações dos factos. Mas para que as mesmas sejam tidas como verdade (é o que se procura acerca do caso São) urge haver da parte da visada uma réplica sem demagogia.
    Mais fica assente que estamos perante um caso grave que precisa de ser devidamente esclarecido. Tal-qualmente fica assente que, nos últimos tempos aquela que é tida por muitos como a jornalista de renome porque, de facto, é, tem vindo a levantar tanta poeira desnecessariamente. Será só porque tem o poder verborizar como poucos?
    Aguardemos pela resposta de São Lima por entendermos que é assim que deve ser feitas a justiça, com contraditório.

  3. img
    sankhara Responder

    já tinha lido isto tal qual está dum participante qualquer nos comentários abaixo durante essa mesma semana. entao, o redactor do partido publica isso informalmente e depois publica-se a mesma copia textual como sendo nota oficial do partido?

    • img
      Atenta. Responder

      para veres como são as coisas e que nos querem meter o dedo no olho…

    • img
      mano Responder

      sankhara!
      O texto quando apareceu no comentários apareceu sob a forma de citação. Foi citado a fonte. Acorda buro de carga. Acorda. Será que sabe o que é uma citação?

      Acorda sancara

      • img
        sankhara Responder

        prezado comentador MANO

        antes mesmo de que o dissesses, pois cheguei a dar conta disso, ou seja, dei conta do meu erro e agradeco tambem o teu reforcamento na correcao. mas de todos modos, nao é necessário ser-se tao e ofensivo ao corrigir-se alguem.
        de todos os modos, desejo-lhe o melhor e que nao o facam nunca o que me feza mim na sua escrita.

        obrigado

    • img
      Joker Voz do Povo Responder

      Pior, é que diz ser do Partido ADI, mas não há quem assume, quem assina por baixo o documento. Será que o próprio Telanón não deu conta, ou também está se transformando numa fachada.

  4. img
    Michelangelo Responder

    Salvo o erro o mais coerente seria o um dos elementos do governo apresentar uma explicação e não o partido ADI.
    Todavia custa-me crer na veracidade das explicações apresentadas, porque por um lado os partidos políticos gozam de péssima reputação e muitas vezes escondem a verdade e ludibriam a opinião pública, por outro, caso o comportamento da São lima tivesse sido tão repugnante com descreve a nota explicativa “E bateu a porta e foi-se.

    O Dr. Carlos Veigas ficou estupefacto e o Senhor Director da TVS entorpecido com a atitude da sua assessora. Como resolver esta situação? Um desrespeito ao Dr. Carlos Veiga e ao Director da TVS, para além de uma atitude prejudicial para com a imagem do Estado Santomense”, o sr. Oscar Medeiro poderia ter-se pronunciado após as revelações feita pela São Lima. Por mais incrível que parece o Sr. Oscar Medeiros não deu um pio.
    A São Lima alega que toda a TVS que pode confirmar a sua versão dos factos. E o ADI? Quem e como pode provar as suas declarações? Na pessoa do director da TVS , que pelos vistos pretende assistir passivamente o desenrolar dos acontecimentos ?
    Logo a questão que fica é: Quem diz a verdade o ADI ou a São Lima?.

    • img
      Lagaia Responder

      ADI não tem legitimidade para intervir.
      Isto é uma PALHAÇADA.
      Gostava de conhecer a versão do Óscar.

    • img
      Dlima Responder

      Caro Michelangelo,
      Não vejo mal nenhum o partido ADI se ocupar no esclarecimento deste suposto caso, sendo ele o partido que sustenta o Governo, pois o Governo tem assuntos bem mais importantes do País para se ocupar e perder o seu tempo.

      • img
        António Veiga Costa Responder

        Dlima, concordo em genero, numero e grau: o Governo, o ADI e o Oscar Medeiros têm assuntos muito mais sérios do que ficar replicando os comunicados e matérias veiculadas sobre o Caso São.
        Tempestade em copo d’água.

  5. img
    De Longe Responder

    Um sentimento que em mim se sobrepõe à racionalidade é gostar dos meus filhos mais do que de qualquer outra pessoa. Isto nunca me impediu de tentar apurar as verdades e ser justo na correcção dos mesmos até quando tenho de lhes afirmar diante de opositores estranhos que as suas atitudes não foram as melhores.
    Li esta versão oficial do governo, achei-a aparentemente muito fundamentada mas não consegui votar porque o que conheço da São levou-me a duvidar. Essa dúvida incomoda-me tanto quanto me incomodaria se de um dos meus filhos se tratasse.
    Essa versão foi apresentada no dia 13 do corrente mês sob forma de comentário por alguém que se apresentou com um nome fictício (De peito aberto por STP). Apesar de não saber quem a teria fornecido, pareceu categórica pela coerência dos pormenores. Hoje, dia 15 o jornal Téla Non entitula o mesmo texto de: “Posição oficial da ADI em relação ao caso São Lima – TVS”.
    Que confusão:
    1 – Quem será o De peito aberto por STP e como terá obtido o texto?
    2 – Se o mesmo texto for da ADI, por que razão surgirá como comentário de alguém com nome fictício?
    3 – Se o comentarista tiver divulgado o texto sem autorização do ADI este partido viria apresentar o mesmo sem qualquer explicação prévia?
    4 – Quem foi implicado? O governo ou o ADI?
    Não gosto de avaliar a credibilidade apenas pela aparência, mas parece muito mal ao governo que a sua defesa seja sustentada pelo seu partido e que venha nessas circunstâncias.
    Por outro lado:
    - falei há dias com alguém residente em S. Tomé que me disse: Acho que este governo quer fazer umas coisas mas, muita gente não quer deixar.
    - reconheço na São amiga e pessoa muito cara e um valor são-tomense do qual já me vali várias vezes para falar bem da minha terra.
    Estaremos diante de pessoas querendo o mesmo (bem de STP), mas com dificuldades de se entenderem?
    Em caso de construção social, nunca descurem a necessidade de consensos de modo a que todos os valores sejam aproveitados para o bem da Pátria.

    • img
      António Veiga Costa Responder

      Sr. De Longe, é tudo tempestade em copo d’água. O artigo citado pelo leitor foi editado em jornal de Cabo Verde. Estava liberado para qualquer um que quizesse compilá-lo.
      Está havendo muita “teoria da conspiração” nesse caso e já está cansando.

  6. img
    mano Responder

    ê disse são pá calá boca. ela tá a fazê espêteza puquê. vamo concetrar na presidencial. a campanha já começo e temos que tomar banho. dexa êsse governo de patrice tranquilo.são força e coragem. mundo é assim memo.

    • img
      DAVILA DOTE MADUQUE Responder

      Haja paciência! Só alguém com o crânio atrofiado, inacabado, com pensamento lesionado escreve tanta barbaridade…
      Os seus comentários não são bem vindoS neste espaço. ENFIM…

  7. img
    sankhara Responder

    prezado comentador MANO

    antes mesmo de que o dissesses, pois cheguei a dar conta disso, ou seja, dei conta do meu erro e agradeco tambem o teu reforcamento na correcao. mas de todos modos, nao é necessário ser-se tao e ofensivo ao corrigir-se alguem.
    de todos os modos, desejo-lhe o melhor e que nao o facam nunca o que me feza mim na sua escrita.

    obrigado!

  8. img
    Paracetamol 500mg Responder

    Devia ser o governo a esclarecer os factos, e não o ADI. E pior de tudo, não se sabe qual a pessoa responsável pela tomada de posição.Quem escreveu isto?
    Depois, sabendo que é a única televisão em STP, não há alternativa. Tem que ser mesmo ali na tvs. Consegue-se perceber através desta missiva, qual o papel da tvs como meio de comunicação, não é informar, nem há liberdade de imprensa, mas sim orientações politicas pré-definidas na programação dos conteúdos da tvs.
    Auto intitulam-se de trovoadista. Não há um nome melhor para isto??

  9. img
    corno Responder

    Liberdade de expressão, é e deve ser respeitada por qualquer Governo. Essa explicação do ADI, é um autentico disparate e concerteza não diz nada para elucidar o que quer que seja. Patrice Trovoada esta a ser desde já um pessimo 1º PRIMEIRO MINISTRO porq

  10. img
    boi Responder

    Liberdade de expressão, é e deve ser respeitada por qualquer Governo. Essa explicação do ADI, é um autêntico disparate e não diz nada…Patrice Trovoada esta a ser, desde já, um pessimo 1º PRIMEIRO MINISTRO porque está precisamente a repetir as “cenas” que levaram o MLSTP a entrar de férias de quatro anos…è lamentavél

  11. img
    bolsa Responder

    tretas e mais tretas… o pequeno padece nesse país, e o pequeno nesse caso é São Lima. o governo trava o programa e depois não quer que a notícia seja internacionalizada???. tretas e mais tretas. esse pais é um caos, democracia fantoche!!!

    • img
      peter Responder

      SAo nao e pequeno, voce e que e pequeno, ela sabe muito,so quer criar problemas no pais

  12. img
    J. Maria Cardoso Responder

    “Vale mais tarde k nunca.”
    É velho este adágio de rua, mas há qualquer coisa k não bate muito bem a irmos letra por letra nesta advogacia k finalmente surgiu a praça pública no direito a defesa do seu bom nome.
    ADI – Acção Democrática Independente.
    1 – Acção – acto de agir (em defesa do Governo e da TVS)
    2 – Democrática (liberdade do povo na base de regras k não manipulam o pensamento)
    3 – Independente (debate de ideias despojada de partidocracia).
    A avaliar por estes pressupostos, a ADI perdeu a grande oportunidade de recolher as assinaturas necessárias em defesa do Governo e da TVS tal e qual o Ministro da Justiça do Governo eleito pelo povo saiu a rua liderando a “grande manifestação popular de combate a corrupção.”
    Há cirunstâncias em k os partidos deviam medir as suas responsabilidades num sistema democrático e não sairem a rua sem sequer serem chamados feitos de Bombeiros como k houvesse algum incêndio para apagarem.
    Uma oportunidade perdida pela ADI e ganha pelo MpD com votos de solidariedade “in line” k vão chegando gota a gota a “Terra di Morabeza con pena do Dr. Carlos Veiga (k me ignore).”
    Para quando o nosso Governo e a TVS tirem a limpo essa novela com k vamos divirtindo a quadra natalícia?
    A ADI desempenhou o seu papel de informar com verdade distorcida dos factos (palavras de São Lima) substituindo o Estado k devia ser representado pelo Governo/TVS.
    Ainda há quem diga k não é Democracia!?

  13. img
    COCO DE BICHO Responder

    O Sr. Dr. Patrice convidou a Sao de Deus para criar e liderar um Gabinete de Comunicacao e Imagem de Governo? Qual lobo a querer passar-se por cordeiro, pelo menos e’ a impressao que deixa. Se eu fosse jornalista e me fizesse um convite assim, garanto-lhe que perderia toda cosideracao que tivesse por si.
    Oh Sr. Dr. Patrice, creio que o Sr. esta’ rodeado de gente de ma’fe’que estao a empurra-lo para o abismo. O Sr. quando entrar em queda livre, nao ha’dolar que o salve. Adeus.

    • img
      kidaleôôôôô Responder

      Não são as pessoas que o rodeiam que tem má fé, ele próprio tem má fé e espirito vingativo, algo que é facil perceber-se isso no sorriso amarelo que é uma cosntante no semblante do Dr. Patrice Trovoada.

  14. img
    fidelito Responder

    MEUS SENHORES,
    SEJAMOS SÉRIOS E REALISTAS!
    ESTA NOTA NÃO ESTÁ ASSINADA POR QUALQUER MEMBRO DO ADI.
    O QUE SIGNIFICA QUE NINGUÉM SE RESPONSABILIZA PELO SEU CONTEÚDO.
    Numa das passagens,deixa transparecer que a jornalista “não pode ser assessora do governo de dia e opositora de noite.
    GRANDA LATA!!!
    Quem disse que os fazedores de imprensa são opositores do poder governativo???
    Desde quando???
    DEVEM SIM, RELATAR COM ISENÇÃO E PROFISSIONALISMO AS VIRTUDES E “DESVIRTUDES” deste, e não ser amigo do governo para relatar o que governo quer.
    DEIXEMOS DE HIPOCRISIA!!
    O PAÍS PRECISA DE LIBERDADE DE IMPRENSA.
    E ISSO FAZ-SE COM JORNALISTAS BEM FORMADOS, ISENTOS DE JOGUINHOS PARTIDÁRIOS E IMPARCIAIS.

    SEJAM VERDADEIROS DEMOCRATAS!!

    • img
      Téla Nón Responder

      Tendo o senhor Secretário de Estado da Juventude e Desporto Abnildo Oliveira, membro da direcção da ADI, contactado o Téla Nón pedindo a publicação do referido documento como sendo a posição do partido, não acha que o jornal deveria fazê-lo?

  15. img
    De peito aberto por STP Responder

    Caros internautas do nosso Tela-non, que, talvez, devesse chamar “Tela-São”. É realmente triste e repugnante o que tem passado em torno a este caso, que bem se pode classificar de uma “tempestade numa tampa de carica sem água”. Pelo andar das coisas, o Tela-non está a perder a sua credibilidade. Estou completamente atónito com o tamanho descaramento do editor ou dos editores desta notícia. O quê que o Tela-non pretende afinal?
    Manipular e continuar eternamente manipulando a opinião pública em relação a este assunto?
    Pelo andar das coisas denota-se que os comentários dos internautas têm informado mais as pessoas que o próprio Tela-non que é, no fundo, o detentor deste jornal digital.
    Pois é inadmissível que um jornal de gente aparentemente séria faça a cópia integral de um comentário de um simples internauta para fazer dele a sua notícia (Diga-se de passagem, que até a forma de citação feita por mim foi linearmente copiada.)
    Meus amigos, irmãos, são-tomenses como eu, algo de muito grave se passa aqui. A citação feita por mim desde o dia 13 de Dezembro do corrente ano, foi feita com base a uma notícia publicada na página oficial do ADI, por ventura, nesta mesma data.
    Ora, a actuação do Tela-non em fazer o “copy/paste” do meu comentário só pode ter as seguintes interpretações:

    1.ª Os editores da notícia não têm, se quer, capacidade de investigação para fazer uma simples pesquisa na web e conhecer as demais opiniões oficiais sobre o assunto, pois poderiam apenas ir a página http://www.adidigital.com/ que encontrariam a notícia no seu estado original. Aliás foi o que eu fiz fazendo uma simples pesquisa na Google com as palavras-chaves: “São Deus Lima, Óscar Medeiros, TVS, Governo. “

    2.ª Aos editores do Tela-non não lhes interessa a verdade sobre o assunto.

    3.ª Os editores do Tela-non apenas estão interessados em defender cegamente a Sr. jornalista São Lima.

    4.ª Os senhores editores do Tela-non apenas querem continuar a fazer “barulho ” em torno ao assunto, aliás, tal como propôs a próprio São Lima no alegado e-mail enviado a professora Inocência da Mata.
    5.ª Os editores do Tela-non apenas publicaram está notícia, e apenas agora, porque perceberam que as pessoas já estavam a dar-se conta da grande manipulação que existia em torno ao assunto.

    6.ª Os editores do Tela-non apenas lançaram a notícia para criar uma oportunidade propositada e premeditada para que a nossa antes querida São Lima respondesse ao ADI.
    7.ª Tudo isto é uma tentativa de simular e forjar um pretenso contraditório, para uma vez mais manipular a opinião pública.
    8.ª e última, definitivamente a São Lima não tem razão sobre este assunto.

    Caros são-tomenses como eu, quero vos dizer que perante estas atitudes enfermiças, tanto da jornalista São como dos senhores editores do Tela-non, considero que estás actuações são gravíssimas, podendo mesmo ser consideradas um assunto de invasão absurda e premeditada da moral pública.
    Pois é inadmissível que se transforme um jornal apelidado de Tela-non, numa espécie de blog do São D…. Lima.
    É inadmissível que se queira a todo custo confundir, complicar, manipular, ao invés de esclarecer e informar a opinião pública.
    É prepotente demais usar e abusar de um canal de comunicação social para servir interesses que não vão de encontro a realidade.
    Acabem com isto de uma vez.
    Sejam sérios.
    Sejam jornalistas.
    Sejam humanos.
    Deixem de tratar as pessoas como ignorantes.

    • img
      Téla Nón Responder

      Tendo o Secretário de Estado da Juventude e Desporto Abnildo d´Oliveira, contactado o Téla Nón, pedindo a publicação do tal documento como sendo posição da ADI em relação ao caso, não acha que deviamos fazê-lo?

      • img
        Joao Escobar Responder

        Caro Abel,

        Começa a ser extremamente visível o teu sentido parcial dos factos.
        Tinhas a versão dos factos, seja ela do Governo/ADI, e nem após a sua publicação por parte de um leitor(creio que “De peito aberto por STP”), tiveste a amabilidade de a tornar publico, em manchete do teu jornal, com o propósito estratégico de não retirar peso a tese defendida pela São. Grande jogada!!!

        Meu caro, a isto chama-se dualidade de critérios e parcialidade, situação que deita por terra a tese de liberdade de imprensa defendida por vos.

        Perante tamanha dualidade de critérios, acho muito bem, o Secretario de Estado ter alertado para a publicação do artigo, em manchete, porque nem todos tiveram oportunidade de o ler.

        Só espero que não venhas para cá dizer, agora, que interpretaste a chamada de atenção do Secretário de Estado como uma ordem que tinha de ser cumprida; pois, um jornal privado tem todo o direito de decidir pela publicação ou não dos seus artigos, desde que considerem que há fundamentos suficientes para o fazer.

        Não achas que já é tempo de deixar de proteger a São e passar a dar informações com a devida isenção a que um jornalista é exigido.

        Este assunto tem me deixado cansado e já começo a perder vontade de ler o Tela Non.

        Acho que devias começar a dar maior atenção a outros assuntos que são realmente vitais para o desenvolvimento do Pais e deixar de desviar as nossas atenções para um assunto tão particular que, com toda a certeza, ira ser resolvido da melhor forma para o bem de todos e, naturalmente, da São também.

        • img
          Téla Nón Responder

          Várias cópias desta que se tornou agora sim, versão oficial da ADI chegaram ao Téla Nón como comentários para os respectivos artigos, e todos foram aprovados. No dia seguinte sim o Téla Nón foi informado pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto que o tal assunto é posição oficial do partido em relação ao caso. Por isso passou a ser destaque, e mereceu a resposta da jornalista em causa. Até antes da afirmação do secretário de estado, a tal versão era apenas um comentário, como qualquer outro, e foi devidamente aprovado. Mas quando um membro da estrutura directiva do partido e com funções governamentais, propõe a sua publicação como sendo posição do partido, acho que a coisa muda de figura e deve-se respeitar, como aliás o Téla Nón o fez. Onde é que está a posição parcial?

          • img
            Rui Pedro

            Logo o Abel que sabe, melhor do que ninguém, onde ir buscar notícias, quando realmente lhe interessa, não foi capaz de esclarecer dúvidas, se realmente as tinha, como agora nos quer fazer crer, mesmo após a recepção da notícia , facultada por leitores mais atentos.
            O próprio Abel confirma que recebeu a notícia, varias vezes, e não foi capaz de confirmar a sua veracidade. Imparcialidade curiosa!!

            Interessante que, os fornecedores da notícia tiveram, ate, o cuidado de fornecer a fonte, o Tela Non nem precisava, porque, seguramente, a conhece melhor do que nos leitores. Que jogada!!

            O Tela Non teria mostrado imparcialidade, reforçando a tese “defesa de liberdade de imprensa”, caso tivesse tido a preocupação de confirmar a origem e veracidade da notícia, o mais rapidamente possível, de modo a destaca-la em Manchete para se dizer que não foi parcial.

            Ou seja, o Tela Nova devia tratar todos assuntos, relevantes, relacionados com esta matéria, com o mesmo empenho, como o fez, ate aqui, com os artigos escritos pela São, para deixar de ser acusado da pratica de parcialidade ou dualidade critérios.

            O meu sentimento é de que o Tela Non tentou, sempre e a todo custo, reforçar uma tese totalmente dispara da Liberdade de Imprensa, como ate agora nos quis fazer crer. Lamentável!!

            Acho que já é tempo de se começar a falar de assuntos, efectivamente, relevantes para o Pais; este seguramente não é.

          • img
            Téla Nón

            Este assunto é de interesse para o país. A liberdade de imprensa e a saudade que a maioria dos são-tomenses já começam a sentir do programa Em Directo, é sim de interesse nacional. Por isso vai continuar a ser notícia no Téla Nón. O que chama de notícia facultada pelos leitores mais atentos, foi um comentário enviado ao Téla Nón, com um pseudónimo como remetente. Acha que o téla Nón deve procurar saber das origens e veracidade de cada comentário que é enviado para os artigos? No entanto se um membro da direcção de um partido político, ou de uma empresa apresenta ao jornal tal documento como sendo a posição ofical da instituição, é óbvio que deve ser merecedor de tratamento adequado como notícia.

          • img
            Jose Bernardo

            Pois, a Sao tem usado o Tela Non para manipular a opiniao publica a favor de uma causa, que já foi obscura, mas que agora comeca a ser evidente.

          • img
            Jose Antonio

            Curioso que o Tela Non sempre foi a procura de noticias da Sao para as fazer manchete no jornal, porque nao procedeu da mesma forma em relacao a versao do Governo/ADI que tinha na sua posse (verificando-a na fonte disponibilizada) de modo a fazer manchete no jornal? A isto chamaria jornalismo de investigacao e mostraria a imparcialidade do jornal.

          • img
            abc

            boa resposta abel veiga.

    • img
      wxyz Responder

      o dito senhor de : De peito aberto por stp,

      estou seguro que és familia d oscar medeiros ou do patrice trovoada.

      segurissimo.

      é fácil sentir-se nas suas palavras o fervor familiar e sanguineo. facilissimo denotá-lo.

      • img
        De peito Aberto por STP Responder

        Caro amigo ou inimigo desconhecido wxyz, apenas lhe digo que acaba de fazer um comentário simplesmente infeliz. Ainda bem que também não pode ser identificado. Pois não me parece que seja uma pessoa tão atenta assim. Parece-me sim que apenas entrou neste forúm, simplesmente com este propósito. Não estou tão seguro quanto ao senhor quando afirma categoricamente que sou familiar do Oscar Medeiros ou do Patrice Trovoada, mas tudo indica, seguindo a sua lógica de pensamento que é familiar da São Lima ou é burro…

    • img
      jose afonso Responder

      para o senhor.
      De peito aberto por STP
      o seu comentario reduzi-se a insignificancia quando temos o proprio membro do governo a contactar a jornal para plantar esse mesmo texto cujo o teor o senhor ja a muito sabia. Ou deve achar que somos todos um bando de burros. O governo fez uma estudidez tremenda e o comentario de ADI veio ainda piorar as coisas.
      Mais uma vez pergunto? a TVS e um orgao do governo ou uma televisao estatal com jornalistas serio e informando de forma exenta o povo sem manipulacao do estado
      **Tendo o Secretário de Estado da Juventude e Desporto Abnildo d´Oliveira, contactado o Téla Nón, pedindo a publicação do tal documento como sendo posição da ADI em relação ao caso, não acha que deviamos fazê-lo?**

  16. img
    jp Responder

    Bem, creio que é altura de se encerrar esta polemica, quando temos inumeras outras prioridades a resolver em São Tomé e Príncipe…….

    • img
      Venâncio Responder

      concordo que temos outras prioridades

      Mas é claro que a São tem suas opções partidárias tanto que o Senhor Rafel fez de errado para este país ela não escreveu nada. Quanto patrimônio de Estado que esse senhor tem hoje como propriedade sua tanto no centro como nas roças, a São não sabe disso.

      Acredito que opções políticas, ofuscarem a sua competência mesmo.

  17. img
    Mal agradecidos Responder

    Esse govern não sabe de nada, e o que e…

  18. img
    Verdade seja dita Responder

    Embora o conteúdo desta notícia,que aliás é copia fiel do comentário de um tal “De Peito Aberto por stp” tenha bastante sentido, acham mesmo que é uma posição oficial do ADI? Acho que está tudo louco aqui. Esta noticia encontra-se na pagina oficial do ADI, mas como uma noticcia qualquer, como as demais noticias que se encontram naquela página. Por favor sejam tudo menos rídiculos. Uma noticia desta num comentário de um internauta até é bastante normal. Agora, para manchete de um jornal como o Tela-Nón? Voçês estão a perder o norte, por causa de um assunto banal. Pelo que percebi da intenção da São Lima ela não merece este sacrificio todo do Tela-Nóm. Deste geito voçes vão perder o credito dos leitores. fuiiiiiiii……

    • img
      Téla Nón Responder

      A direcção do Téla Nón foi contactado pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporo, membro da direcção da ADI, que pediu a publicação do mesmo como sendo posição do partido ADI em relação ao caso. Acha que não veriamos tê-lo feito?

  19. img
    Pico Papagaio Responder

    Eu, todo convencido que a qualquer momento o Governo ia dar uma explicação sobre caso, para meu espanto aparece um partido político a fazer as vezes do governo. Está tudo baralhado em STP, um partido a confundir-se com Governo da Republica. Parvo fui eu, que estava a pensar que tinha votado na mudança!!!!!
    Haja muita paciência.
    Pensei que com mudança não haveria mais perseguição em STP, acabaria lavagem de roupa suja, mais trabalho e pouca conversa. Pensei que pode-se constituir um Governo com gente capaz, não é que de repente aparece Afonso Varela, Ângela Costa, e Américo no Governo que supostamente deveria ser de pessoas capazes para desenvolver STP.

    • img
      CJ Responder

      Tarde de mais irmão…
      mais 3 anos vamos ver se desta vez
      acertas!!

  20. img
    Joker Voz do Povo Responder

    Oiçam lá,
    Quem ou que órgão deve reagir?!
    Governo, Direcção da TVS ou ADI?
    Durante esse tempo todo o Governo remeteu-se ao silêncio e depois mandou a ADI responder e responder sem assumir. Pois, agora não sabemos qual órgão do ADI respondeu. Não sabemos se é o Assessor de Imprensa de ADI, que até pode ser o Director da TVS, ou se outro pau mandado. Não há quem assume essa noticia. Peço a Telanon que identifique, pois de contrário vou começar a duvidar da própria Telanon.
    Por outro lado, se tudo isso é verdade, aonde esteve e está o Director da TVS? Porque é que não reportou essa noticia a RDP-África, da qual ele é correspondente? Gente, convenhamos não é?! Tenham dó? Os leitores do Telanon podem ser são-tomenses, mas não são otários.

  21. img
    António Martins Gomes Responder

    …mas que grande confusão foi essa? Num pais normal nunca seriam os partidos tentando digerir esse tipo de tese-p.e. o caso de São Lima/Programa “Em Directo” o mais grave ainda é o seguinte:O “Em Directo”, tal como outros programas estão de férias? e não suspenso! devido a quadra de Natal e a preparação do lançamento dos novos conteúdos da TVS para 2011, por decisão da direcção da TVS. E Esperemos que o Programa EM Directo regresse em 2011 com ou sem São Lima. tal como dizia Lenine “os políticos não devem confiar nem nas suas próprias sombras”.

  22. img
    Terra Minha Responder

    Independentemente de quem tenha razão ou não, acho estranho o facto da reacção vir do partido ADI e não do GOVERNO porque a TVS, não é do ADI. Será que no Governo do Sr. Trovoada não há um gabinete de comunicação?
    Perigoso constatar essas situações.

    • img
      E. Santos Responder

      Não, não há gabinete de comunicação.

      A São Deus Lima que convidaram não aceitou por ser do PCD.

      Neste caso: Candidatos procuram-se. Mandem os vossos CV para o Governo. Com tanta gente formada, com tantos São-tomenses da diápora que só sabem manter-se empoleirados a mandar boca cá para baixo.
      Este é o momento, desçam e ofereçam o vosso apoio ao Governo que é de todos nós, contribuam e não destruam.

      Pelo bem de STP,façam a vossa parte. Quanto mais não seja para terem a consciência tranquila de que fizeram com honestidade e não deu certo. Mas tentaram.

  23. img
    moçu glavi Responder

    Na verdade este assunto continua obscuro, o melhor é esperar pela possível resposta da São e tentarmos perceber qual dos lados é possuidor da verdade. Enquanto isso não acontece, há que virar os olhos para outros problemas mais importantes e primordiais para o bem estar do povo santomense.

  24. img
    Alberto Nascimento Responder

    Esse assunto apenas pode ser novela num pais de bandalha, ignorancia, ma f’e e nada serio como Sao Tome. Desde que ‘e um Republica Democratica e compra-se votos entao nao me venha ca com mais esse capitulo de Ignorancia certificada. A Mulher conseguiu o que queria, o povo ‘e do contra, ADI ‘e um partido fraco e desorganizado.
    Alias, a unica pessoa organizada nesse pais ‘e o Pinto da Costa que apenas aparece nas campanhas presidencias.
    Entao como dizia o Joao Batepa “metam essa mulher na cozinha”.

    tenho uma ultima questao:

    Estes Doutores Santomenses fizeram todos o Doutoramento? Honor?

    • img
      Joao Batepa Responder

      Nesta Terra, os licenciados sao Drs.

      Por favor nao me cite porque eu apenas respondo por mim.

  25. img
    De peito aberto por STP Responder

    AH! Estava a ver que não o publicavam. Mas ainda assim nada justifica a demora.

  26. img
    rubonfim Responder

    de todo o coraçao quero parabenizar os santomenses que teem este site no ar. tenho orgulho em vcs. isto sim é verdadeira democracia e liberdade de expressao.parabens.
    agora interrogo pq ADI a dar explicaçoes e nao o governo? voltamos ao tempo monopartidario em que se confundia partido com estado?
    pela explicaçao dada soa-me a vingança. ja que ela nao aceitou ser ponta de lança do governo tratando da sua imagem…
    eu so quero é que tenhamos boa governaçao com ou sem patrice
    VIVA STP

  27. img
    TMN Responder

    São tem toda razão tá… sei do que estou falar.

  28. img
    Salvador da Pátria Responder

    Lamento o facto da novela preconizada pela conceituada jornalista São Deus Lima esteja à ofuscar os reais problemas que afectam o desenvolvimento sócio-económico de S.Tomé e Príncipe.
    Apelo à bom senso e sentido de responsabilidades por parte dos internautas, porque o país que nos viu nascer, depara-se com múltiplos problemas.
    A problemática de àgua, energia, infraestrutura e outras, deveriam ser prioridades, em detrimento duma única pessoa, que se chama Deus Lima, não obstante a liberdade de expressão ser um dos valores indiscutíveis dum Estado de Direito Democrático.
    Sejamos sérios e honestos.
    Viva a produtividade e viva STP!

  29. img
    Plaquini Responder

    Mestre Hector Costa, tinha toda razão ” Mudança ou Bloqueio em Movimento?”

    Reparem nos dois últimos artigos do Hector.
    Hasta…

  30. img
    Carlos Alberto Passos de Oliveira Responder

    Lamento que o Tela Nón tenha se agachado.

    • img
      Fortunato Responder

      Tenho orgulho pelo facto do Téla Nóm ter continuado a falar sobre a referida notícia para esclarecimento dos factos. Fico triste pelo facto da TVS ter participado, de forma consciente, num acto de censura e limitação da liberdade.
      As pessoas têm medo do quê? Deviam ter medo de perder a sua liberdade. Ou não?
      Fui
      Furtunato da Costa

  31. img
    VIOGO! Responder

    Desde logo a chamada resposta de ADI não o é verdadeiramente. Porque a ser alguém tinha que se identificar como resposavel. De resto, trata-se de um obcecado do ADI que teve esta esperteza. Ou é cobardia. Só por isso, nesta polemica São tem razão.
    Neste país tudo é ignorante. Até o Governo não sabe que ele não deve interferir na comunicação social? O que é que diz a lei de imprensa? Diz que os órgãos de comunicação social (públicos ou privados) devem ser indepednentes do poder politico e economico. O Governo não deve, no respeito pela independencia dos órgãos de comuniucação social, em defesa do pluralismo e do contraditório na vida pública, intervir seleccionando os programas e os actores. Isso deve ser da competência desses órgãos, dentro da sua hierarquia.
    Ã comunicação social não é instrumento do Governo. É um instrumento para servir o Estado; o Estado, os cidadãos de forma imparcial, isento e objectivo. Governo não é dono dos órgãos de comuniucação social, não pode querer que estes façam o seu jogo. Ou é ignoracia ou é espirito ou visão monolitica ou ditatoial na vida do Estado.
    Um programa de nivel de “Em Directo”, com tanta audiência, unico que conheci que faz debate sério e com grande contraditório e que despertou atenção dos intelectuais que normalmente não ligam esses debatizinhos que a TVS tem feito por aí, não pode ser suspenso, finalizado, acabado, como se queira, tão subtamente. Está em causa controlar e manipular informação e imbutir no povo o que o Governo gosta. O povo é que deve escolher o que lhe convem, através de debate.
    Este caso de São tem a ver com a essencia da democracia: liberdade de imprensa e pluralismo na comunicação social. É bom que se saiba que sem liberdade de impresnsa não há democracia e sem esta, nenhum “ouro” interessa para se comer. Porque a dignidade hunana é um valor transcendental.
    E tendo suprimido esse programa, o Governo comete um atentado a liberdade de imprnesa. E lembrem-se que o Goveno de Santana Lopes caiu (por ser lá!)por ele ter interferido no programa de Rebelo de Sousa na TVI. Ali o Conselho Superior de Imprensa que tem a sigla de ERC “ Entidade Reguladora de Comunicação” desencadeou um processo em que altissimas figuras do Esatdo Português foram ouvidas e resultado Santana Lopes caiu.
    Aqui o Conselho Superior de Imprensa está morto ou moribundo, e até terá sido silenciado pelo poder. O poder em S.Tomé só finge que quer Conselho Superior de Imprensa para que a comunidade internacional pense que primam pela democracia na comunicação social. Não querendo o CSI deviam é extingui-lo, ponto final

  32. img
    realista Responder

    isto realmente e critico mais senhores a essa hora RAFAEL BRANCO, e mais seus parceiro estao a se zombarem esta atitude de SAO e partidaria e mandatoria pelos senhores do MLSTP com fins do povo esquecer assunto milhoes e milhoes de dolares desviado caso barril por favor senhores isto e mais serio do ke assunto SAO DEUS LIMA tou fartissimo desta jogada do partido MLSTP PSD NAO TEM RESPEITO NEM COMPAIXAO A TERRA NATAL O POVO NAO PRECISA JORNALISTA K DEFENDE ESTE OU AKELE PARTIDO MAIS SIM K LEVA AO A VERDADE DOS FACTOS.POR FAVOR ABRAM OS OLHOS O POVO PRECISA SABER A VERDADE DO MILHOES E MILHOES PARA COMPRAR GENERO ALIMENTICIO,SAUDE;LAZER EDUCACAO ETC E NAO O PROBLEMA SAO DEUS LIMA PORK ISTO E UM PROBLEMA RELACIONADO COM MAO METIDA DIGO OUTRA VEZ MLSTP/PSD. OBRIGADO

  33. img
    Fia Luxinga Responder

    pela explicação dada, concordo plenamente, isto porque muito cidadão não sabe o que significa relação estado e qual sum limitação. Muita gente tem boa ideia mas esquecem em refletir neset sentindo que é muito importante, conservar esta relação,somente espero que um dia se vier acontecer um assunto igual que o outra estado saiba resolver da mesma maneira, porque estamos sempre a defender os outros. Espero que goiverno encontrem uma saída para este caso, e que não entrem em ignorancia e expulse a referida jornalista, acredito que é uma das melhores que temos, se não melhor. Mesmo que não aceitou o cargo proposto que a deixe trabalhar.

  34. img
    NANDO VAZ (ROÇA AGOSTINHO NETO) Responder

    ESTADO AUTORITÁRIO CORPORATIVO – Estado que exerce fortemente o seu poder,à maneira ditatorial própria dos regimes fascistas,organizando-se de modo a valorizar os chamados corpos intermediários(corporações,grémios,ordens profissionais, etc.(ADP)

  35. img
    Ze Maria Responder

    Onde anda os senhores da ORDEM DOS ADVOGADOS?
    Sr. Edmar Carvalho e Sr. Gabriel Costa,
    Isto é um caso típico de censura. Merece reação enérgica dos senhores. É também função desta instituição zelar pelo direito difuso.

    Será que os senhores não sabem disso ou não se manifestam porque isso não dá lucro pros seus bolsos?

    Porque esta entidade reagiu face ao caso daquele cidadão falsificador de bebidas, que me recuso a citar o nome e neste caso que diz respeito a todo os santomenses, paira o silêncio?

    É preocupante.
    Espero que os vossos mandatos terminem o mais rápido possivel e os próximos gestores dessa instituição seja mais consciente dos seus deveres.

    • img
      E. Santos Responder

      Infelizmente ou felizmente, a São não tem o dinheiro que o dito cidadão defendido ferrrozmente pela ordem dos advogados tinha.
      Logo, ninguém para lhe defender. Nem mesmo pensando supostamente no país, na sua imagem, nos direitos humanos, de expressão de imprensa e noutras justificações estapafurdias que aranjam nestas alturas.

      A São que se desembrulhe sozinha, pensam eles nesta hora. E quanto mais ela se estrepar, mais contentes eles ficam.

      Se a São se acha inteligente, então ela que abra os olhos e preserve a sua dignidade e não se ponha a brincar a menina esperta.

      Eta gente ruim. Ordem dos advogados… nem pio.

  36. img
    HFM Production Responder

    Minha nossa, o desenvolvimento do nosso São Tomé e Príncipe depende de todo nós, não é só da competência do Governo fazer com que as coisas mudem no nosso país.Hora vejamos, estamos em pleno séc. XXI, aquilo que actualmente está a acontecer no país nada mais nada menos é para distrair a atenção dos públicos, quanto menos esperamos o que vamos ouvir a seguir desta notícia é que foi desviado um valor do cofre de estado e não se sabe onde foi como aconteceu ultimamente em que paira rumores que a verba que estava destinada (bolsa de estudos) para efeitos de pagamentos de valores em atraso dos estudantes que se encontram em Portugal foi desviado de cofre do estudado, desta feita ficamos assim até data de hoje esperando pela segunda ordem. Porque não sentemos todos juntos nesta altura com trocas de ideias a descoberta de estratégia a ser aplicada para sairmos deste marasmo de pobreza que assola nosso S. Tomé e Príncipe que Deus o tenha?…. É feio ver país deste jeito por uma visão do exterior. Nón ku nón mén? Miolé mén ôtlô ká bá pégá pingadá pa matá ôtlô kuê, sóçó kuá kabá?…

  37. img
    visão de domingo Responder

    A Novela Governo/TVS.

    De facto na minha opinião penso que o ADI ñ deve meter nisso,porque o ADI não é governo e sendo assim deve está calado. Burro fomos nós k votamos cegamente( apesar de eu ñ votar no ADI)sóaplicaram lei para com os opositores o k demonstra k eles estão mais interessados em derrubar os opositores do k fazer algo em beneficio do zé povinho.

  38. img
    Mina di Célivi Responder

    Palhaçada!
    Quem tem que dar explicações é o Governo e não ADI.

  39. img
    justiça Responder

    Esta exposição peca por um várias incompatibilidades:

    1) Um governo é do povo, um partido é um grupo político. O Caso São Deus Lima deve ter tratamento unica e exclusivamente do governo e instituições do estado com competência para tal;

    2) A exposição refere-se a sequelas pessoais o que poderá provocar interpretações muito subjectivas e concorrentes para a problemática da credibilidade das decisões instituições;

    3) A referência de competências diferentes de um jornalismo privado e estatal também leva a intuição de que o jornalismo estatal deve estar condicionada;

    4) Referências várias a politica e políticos, ora Cabo Verde ora STP, também remete-nos a um problema político e de partidos e não da lisura e imparcialidade inerentes aos orgãos do estado.

  40. img
    Edson Costa Responder

    Este texto não tem credibilidade nenhuma! Primeiro porque o autor não assina o que torna os factos ali explicitos duvidosos.Segundo porque o ADI não pode em momento algum ser sinònimo do Governo, é preciso não confundirem as coisas, o paìs està como està porque os nossos representantes nunca souberam separar o partido e o governo. Por tudo isso, a credibilidade desse texte é zero! Queria dizer aqui, para que ninguém fizesse o povo de palhaço, a São Deus Lima (com todo respeito) conta uma coisa, e a direcção do ADI sem legitimidade politica vem aqui e diz outra coisa! Parem de gozar com a inteligência das pessoas!

  41. img
    NIVALDA CORREIA Responder

    A 12 de Outubro BALA-ISAQUENTE ESCREVEU ESTE COMENTARIO “Sr. jornalista do Téla Nón. isto também é corrupção! basta de censuras! se há alguma regra então disponha para que possamos saber e não perdemos o nosso tempo a escrever verdades que pois doem”.

    SE HÁ REGRAS DIGAM QUIAS SAO MAS NÃO NOS IMPEÇAM DE DENUNCIAR COMPORTAMENTOS DESVIANTES E REPROVAVEIS QUE DESTROEM A NOSSA SOCIEDADE E O FUTURO DAS NOSSAS CRIANÇAS E JOVENS

  42. img
    Digno de Respeito Responder

    Depois de tanto comentário á volta do “caso São Lima” e olhando para o texto com foto ADI, fico na duvida. Por isso alguém que me ajude esclarecendo:
    1 – Estamos perante um caso político institucional ou de “reservas” pessoais-partidária?

    2 – Sendo a jornalista São Lima, profissional em desempenho de funções num orgão oficial e estatal, porque razão a “Posição Oficial da ADI em relação ao caso São Lima-TVS”?

    3 – Terá ou existe alguma estrutura do qual a TVS depende que possa oficialmente explicar a realidade do facto ou factos?

    Perante todo o cenário, deixa a opinião pública na “escuridão”. E perante tal excuridão, no Estados Democráticos, pode induzir a falhas ou mesmo erros. Pois, parece a ameaçar de liberdade de expressão em democracia e mais ainda quando estamos perante uma poetisa(quer aceitem ou não, é). Esperemos que não….

  43. img
    princepe Responder

    devemos usar a ectica proficional, respeitando sempre as supremacias, devemos mostrar que somos os verdadeiros proficionai e nao se deixar a levar por ignorancia, e isso que nos prejodica sempre.

Deixe um comentario

*