Os últimos saltos de Patrice Trovoada

Libreville, Dubai, e Luanda são as três capitais que em menos de 10 dias serviram de trampolim para os saltos do Primeiro-ministro Patrice Trovoada. Dinheiro para financiar o Orçamento Geral do Estado, é uma das razões dos saltos que segundo analistas, podem também abrir espaço para  flic-flacs em direcção as  presidenciais de 17 de Julho.

No regresso de Libreville na última semana, onde fez visita de 24 horas, Patrice Trovoada anunciou que o Governo de Ali Bongo, disponibilizou 5 milhões de dólares para financiar o Orçamento Geral do Estado.

No início desta semana, o Chefe do Governo, saltou de São Tomé até os Emiratos Árabes Unidos. Foi participar na Cimeira sobre a Pirataria Marítima. Patrice Trovoada disse a imprensa que aproveitou a presença em Dubai, para convencer operadores privados a apostarem em São Tomé e Príncipe. Os resultados da Cimeira sobre a Pirataria, ficaram no segundo plano nas declarações do Primeiro-ministro. O realce foi para os contactos privados.

Esta quarta – feira, Patrice Trovoada abandonou São Tomé rumo a Luanda, capital angolana. O país que desde 2008 assinou acordos com o Estado são-tomense para implementação de alguns projectos estruturantes, era considerado pelo anterior governo como parceiro estratégico. O novo governo quebrou tal estatuto, considerando que todos os países são iguais. Estão em pé de igualdade nas relações com São Tomé e Príncipe.

As declarações de Patrice Trovoada a respeito do estatuto de Angola, foi sol de pouca dura. Após a primeira visita à Luanda, o Chefe do Governo são-tomense fez meia culpa. Retracção que segundo analistas, ficou reforçada com a mudança brusca do cenário mundial. Alguns países que estavam no centro das atenções do novo governo como parceiros de primeira linha, deparam-se com graves problemas financeiros e de instabilidade interna.

Actualmente só mesmo a execução dos projectos que Angola através da Sonangol, assinou com o anterior governo, pode “safar” o Governo de Mudança de Patrice Trovoada, que se confronta com sérias dificuldades financeiras para executar o seu programa de governação.

Patrice Trovoada, explicou que a visita de 24 horas a Angola, vai servir para dar celeridade a implementação dos projectos já assinados com a petrolífera angolana Sonangol, para reabilitação do aeroporto internacional e do porto de São Tomé.

No entanto, Angola que garante o abastecimento do mercado nacional em combustíveis, controla também a distribuição dos combustíveis através da empresa ENCO, onde detém mais de 80% das acções. A Empresa de Electricidade, a EMAE, que deve 18 milhões de dólares, à ENCO propriedade da Sonangol, também deverá entregar parte das suas acções à Angola. Por outro lado, a Sonangol vai receber parte do capital social da companhia aérea de bandeira são-tomense, a STP-Airways.

O investimento de Angola em São Tomé e Príncipe que começou a ser projectado e executado, com o anterior governo, acaba por ser uma espécie de tábua de salvação para o novo Governo, que até a data presente não apresentou um projecto estruturante alternativo, em realação aos que já vinham sendo implementados.

O Primeiro-ministro são-tomense, deixou entender que para além dos projectos estruturantes com Angola, que precisam ser dinamizados, vai pedir mais dinheiro ao Governo angolano. Desta vez para financiar o Orçamento Geral de Estado que depende em 93% da ajuda internacional.

Patrice Trovoada, visita Angola, numa altura em que 3 pré-candidatos às eleições presidenciais de 17 de Julho, estão em Luanda, nomeadamente Aurélio Martins, Elsa Pinto e Maria das Neves, todos membros do partido MLSTP/PSD.

Tudo indica que para muitas coisas serem realizadas em São Tomé e Príncipe, a última palavra é dada por Luanda.

Abel Veiga

  1. img
    albertino pires sousa Responder

    farinha do mesmo tacho, jogadas do cenário politico. todos iguais, apeans com caras diferentes!

    • img
      Pasmado Responder

      Dr. Patrice, Dr. Patrice, Dr. Patrice!

      Tanta coisa que o Dr. disse de Angola e dos angolanos…mesmo que tivesse o estômago de um elefante não poderia engolir tudo o que disse.

      Se foi em nome de S. Tomé e Príncipe, boa sorte. Porque as coisa aqui, meus amigos, está feia, muito feia. Não vale a pena fingir.

      • img
        Espantado Responder

        Ou o estômago de um hipopótamo…

    • img
      Pasmado Responder

      (Para o Tela Non fazer o favor de publicar)

      Dr. Patrice, Dr. Patrice, Dr. Patrice!
      Tanta coisa que o Dr. disse de Angola e dos angolanos…nem com estômago de hipopótamo o Dr. poderá engolir tudo que disse. Mudou de rota e fez bem.

      Se foi em nome de S. Tomé e Príncipe, boa sorte. Porque a coisa por aqui, meus amigos, está feia, muito feia. Não vale a pena fingir. E não vai mudar com uma cantiga se a malta não inventar soluções e aprender a trabalhar.

    • img
      De Boca Aberta Responder

      O Abel diz e com razão que as decisões sobre STP são tomadas muitas vezes por terceiros. Só um pormenor: não sei se repararam, mas nas presidenciais na II República, sempre que Luanda apoiou um candidato, a maioria dos eleitores destas nossas ilhas fincou o pé no chão e disse ‘Não queremos, obrigado’. Será diferente desta vez? A ver vamos.

    • img
      kimi-kimi Responder

      Estamos mesmo num, país em que ninguém tem palavra ou não sabem mesmo o que querem…Virgem santíssima onde é que estamos.
      Todos esses senhores de alas diferentes no mesmo sítio e ao mesmo tempo?????
      Quando é que o nosso país será credivel? Vamos mudar meus senhores. Vamos mudar o nosso país para o bem de todos

    • img
      PIDE Responder

      PIDE
      pide@gmail.com
      Se sois ladroes e viciados, entao sejais mais inteligente com uso de dinheiro do povo d’Africa.
      Por exemplo, entao se roubar em Sao Tome e Principe, por favor, investir em Cabo Verde.
      Rouba em Angola, investe em Sao Tome e Principe. Rouba em Cabo Verde investe na Guine Bissau. Rouba em Mocambique investe em Angola. Rouba na Guine Bissau investe em Mocambique.
      Rouba em Madagascar investe no Comoros. Rouba no Comoros investe n’Africa do Sul.
      Rouba n’Africa do Sul investe no Zimbabwe. Rouba no Zimbabwe investe em Botswana.
      Rouba em Botswana investe na Namibia. Rouba na Namibia investe em Zambia.
      Rouba em Zambia investe em Malawi. Rouba em Malawi investe em Tanzania.
      Rouba em Tanzania investe na Republica Democratica do Congo. Rouba na Republica Democratica do Congo investe no Congo.
      Rouba no Congo investe em Kenya. Rouba em Kenya investe na Somalia.
      Rouba na Somalia investe na Ethiopia. Rouba na Ethiopia investe na Uganda.
      Rouba na Uganda investe no Sudao. Rouba no Sudao investe no Egypt.
      Rouba no Egypt investe no Djibouti. Rouba no Djibouti investe na Eritrea.
      Rouba na Eritrea investe na Libya. Rouba na Lybia investe no Chad.
      Rouba no Chad investe na Central African Republic. Rouba na Central Africa Republic investe em Cameroon.
      Rouba em Cameroon investe na Equatorial Guinea. Rouba na Equatorial Guinea investe no Niger.
      Rouba no Niger investe n’Algeria. Rouba n’Algeria investe no Mali.
      Rouba no Mali investe no Burkina Faso. Rouba no Burkina Faso investe no Togo.
      Rouba no Togo investe no Benin. Rouba no Benin investe na Nigeria.
      Rouba na Nigeria investe no Ghana. Rouba no Ghana investe na Ivory Coast.
      Rouba na Ivory Coast investe na Liberia. Rouba na Liberia investe na Sierra Leone.
      Rouba na Sierra Leone investe na Guinea. Rouba na Guinea investe no Senegal.
      Rouba no Senegal investe no Mali. Rouba no Mali investe no Gambia.
      Rouba no Gambia investe na Mauritania. Rouba na Mauritania investe no Western Sahara.
      Rouba no Western Sahara investe no Morocco. Rouba no Morocco investe na Tunisia.
      Rouba na Tunisia investe n’Algeria. Rouba n’Algeria faz negocio n’Africa! Feed Somalia! Feed one another, cultivate, inform, give trainings, and educate illiterate Africans–A Must Do ASAP!
      Na minha opiniao faz mais sentido que os paises africanos se investem uns com os outros. Ja chegou a hora de deixar caducada elusiva dependencia dos paises pertencentes a outros continentes, sobretudo terminar auto-destrutivo habitos de corrupcao com objectivo de depositar dinheiro do povo nos paises que nao demonstram nenhum interesse no povo africano! Porque razao investir dinheiro do povo africano nos paises que nem se que nos consideram com dignidade.
      Deposita os lucros nos bancos Africanos em Africa sem possibilidade de desvios para o enterior.

      Fazer negocios com paises estrangeiros, sim, com maxima transparencia e fiscalizacao e com alta vigilancia do povo, 100%, 24/7.

      “For the liberation of people more is needed than an economic policy, more than industry: if people are to become free, it needs pride and willpower; defiance…,” without hate toward each other.

      Gracas a Deus que as “pragas” de Fradique e o terror da Policia Internacional e de Defesa do Estado finalmente nos deixaram em paz! Credo! Credo!

      Sejais espertos! Abrir os olhos e desenvolver o nosso continente Africano!
      Sejais espertos! Abrir os olhos e desenvolver o nosso continente Africano!
      Sejais espertos! Abrir os olhos e desenvolver o nosso continente Africano!
      Nacionalizar todos os recursos naturais d’Africa!
      Nacionalizar todos os recursos naturais d’Africa!
      Nacionalizar todos os recursos naturais d’Africa!
      Definitivamente, termina e totalmente para com todas guerras de ignorancia e atraso menta n’Africa; Guerra Civil e Conflitos Armados nao nos serve em nada! Controla o SIDA e HIV!
      Definitivamente, termina e totalmente para de guerras n’Africa; Guerra Civil e Conflitos Armados! Controla o SIDA e HIV!
      Sejais mais inteligentes! Sejais mais inteligentes! Sejais mais inteligentes!

    • img
      Palavras para quê? Responder

      Então o nosso Primeiro é algum cangurú para andar por aí aos saltos? Então, então, então…

      Bom trabalho.

    • img
      jaka doxi Responder

      Patrice apoia Liberato Moniz e o assunto fica resolvdo.
      Fui

  2. img
    Filipe Samba Responder

    Quando nos sentimos iludido e cheio de duvidas, nem mil livros bastarão.
    Quando tivermos alcançado o entendimento, uma palavra já é de mais.
    Todas as coisas e todos os acontecimentos encontram-se relacionados, unidos por fios invisíveis.

  3. img
    António Martins Gomes Responder

    …um reparo:Esta quarta – feira, Patrice Trovoada abandonou São Tomé rumo a Luanda, capital angolana.Porquê será?
    O Sr. Primeiro Ministro de todos os são-tomenses tem feito muito bem, ou seja, todas as ajudas serão bem-vindas-podia,também, visitar a China, pois, esse grande País vem financiando com regularidade os projectos de desenvolvimento em Cabo Verde ao longo da independência. Os sucessivos défices orçamentais em Cabo Verde vem sendo acobertados graças a ajuda pública ao desenvolvimento quer em termos bilateral e quer em termos multilateral e, a pobreza, também, graças à remessa de emigrantes espalhados por este mundo fora-sucessos(…)

    • img
      jaka doxi Responder

      Meu caro Antonio,quando e onde é que você viu um filho a ir contra as dicisões de um pai.
      Tenha Juizo.
      OK

  4. img
    Pasmado Responder

    Dr. Patrice, Dr. Patrice, Dr. Patrice!
    Tanta coisa que o Sr. disse dos angolanos e de Angola! Nem se tivesse o estômago de um hipopótamo poderia o Dr. engolir tudo o que disse.
    Se foi em nome de S. Tomé e Príncipe, boa sorte. Porque a coisa por cá, meus amigos, está muito,muito feia. Não vale a pena fingir.

  5. img
    london Responder

    Que tristeza!

    Nao concordo com esta politica de ” saltar e mendigar” de paises a paises.Esta provado que dinheiro na mao desses senhores evapora, nao adianta teimar, estamos perdidos e mal pagos.
    Em vez de saltar de paises a paises devia saltar de rocas em rocas incentivando a agricultura, motivando aqueles que realmente trabalham, incentivar o turismo etc.
    Mas nao! eles vivem num mundo diferente ao mundo em que vivemos.
    Assim sendo, reafirmo dizendo;”estamos entregues a bicharada”…ther’s no way!
    Bem, no fundo o nosso problema, e mto maior que qualquer tipo de crise financeira, pois de crise sempre estivemos.
    Temos um defice enorme na nossa tradicao ao trabalho(nao trabalhamos), nos transformamos nuns mendigos para enriquecer meia duzia de gatos pingados, que por falta de punicao ainda querem ser preesidente da republica.

  6. img
    Pen Drive Responder

    Angola, Angola, Angola.Eu, não tenho a mais pequena dúvida de que o grande país de África, pela sua dimensão populacional e financeira poderia ajudar um pequeno e pobre nosso S. Tomé e Príncipe a desenvolver-se muito rapidamente, uma vez que aquele se encontra no tempo de paz. Parece-me que os nossos dirigentes nunca estiveram em boa posição para tirar partido das vantagens desse poderoso mercado. E, graças à ingenuidade dos nossos políticos que só sabem negociar os seus interesses em detrimento dos da nação santomense. E, neste âmbito, os dirigentes angolanos veêm-nos com desprezo. Não se vê no País nenhum investimento angolano de relevo em S. Tomé e Príncipe como acontece em Cabo Verde, ou Moçambique. Alguns que se falou nos anos anteriores ficaram simplesmente na intensão. Falo de armazenamento de combustíveis para abastecer navios que cruzam Golfo da Guiné,do aeroporto, do porto, club náutico. E, tudo o vento levou. Mas para muitos, Angola vai desenvolver S. Tomé e Principe. Onde está a inteligência de nós os santomenses. Onde está a nossa capacidade de diversificação. Onde está a nossa capacidade de procurar mercados de exportação em vez de estar permanentemente atrás de dinheiro fácil. E assim vai S. Tomé e Príncipe.

    • img
      jaka doxi Responder

      Oh Pen Drive o melhor seria nós mesmos com a nossa piquenez e pobreza
      conseguir-mos sem ajuda de ninguem e apenas com a nossa inteligência
      resrolver-mos os nossos problemas.
      Desde 1975 já foram feitas tantos negocios com Angola e não só e o resultado é o que assistimos hoje:Corrupção,corrupção,corrupção,
      corrupção,corrupção e nada mais.
      abraços

  7. img
    Carlos Ceita Responder

    Pegando na ultima frase do texto do Abel Veiga eu diria que em receber ordens de Angola estamos como a Coreia do Norte em relação China. E em matéria de mãos estendidas estamos como o país colonizador. Será que ainda não descobrimos que estamos vivendo acima das nossas possibilidades? Será que não temos movido nenhuma palha para inverter a situação.
    Até quando vamos recorrendo ao empréstimos para financiar o orçamento de estado. E se os países financiadores decidirem não dar mais dinheiro? E se Angola e Dubai ou Gabão estiverem em situação de crise económica e social e politica? Ainda há poucos dias vimos a situação instabilidade na Nigéria.
    É positivo as diligências do Primeiro-ministro em pedir auxilio ao orçamento de estado para atender as necessidades do dia-a-dia pagamento de salários etc.
    Mas não podemos ficar por ai. É chegado o momento de começarmos a arrumar a nossa casa para não dependermos outros. Temos de pensar num plano estratégico de desenvolvimento a médio e longo prazo aproveitando as nossas potencialidades geográficas e marítimas buscando parcerias e cooperação com outros países.
    E por falar em aproveitamento de agricultura e pescas alguém sabe como esta a cooperação com Cabo Verde para ligação marítima entre Expresso Viagem, e cabo-verdiana, Draga Verde?

    Abraços a todos

  8. img
    Lévé-Léngue Responder

    Efectivamente, hoje está em Angola uma “tábua de salvação”, depois de tanto condenar o anterior Governo por causa das negociações com a Sonangol. Quê cála bô ca piá ôtlô kwê?
    Meus caros! Este é um exemplo claro de que nunca se deve dizer “desta água ñ beberei”…
    Nas relações entre Estados, os assuntos devem ser tratados com seriedade, mx com diplomacia, humildade e muito cuidado com a língua!

  9. img
    Fernando Responder

    “O investimento de Angola em São Tomé e Príncipe que começou a ser projectado e executado, com o anterior governo, acaba por ser uma espécie de tábua de salvação para o novo Governo”.
    Para quando uma tábua de salvação para o povo de STP?

  10. img
    Matazele Responder

    São Tome e Principe é um Estado tutelado??
    Quem manda nestas ilhas afinal?

    • img
      Espantado Responder

      Sr. Matazele:

      Cuidado. Já tamos com muito corte de energia. Veja lá se a Enco decide fechar a torneira…a coisa por aqui anda feia, cuidado…

      • img
        jaka doxi Responder

        Espantado é um parvo.

  11. img
    Chocolate-Biológico Responder

    Sr. Abel Veiga…,

    como um dos responsáveis e fazedores de opinião na República Democrática de São Tomé e Príncipe, estraha-me que, o Sr. se dê ao luxo de fazer constatantes e insinuantes declarações, tão pouco soberanas em relação a soberania do seu próprio País.

    Cito: – ” Tudo indica que para muitas coisas serem realizadas em São Tomé e Príncipe, a última palavra é dada por Luanda”.

    Que aberração; é pois o estado em que chegou a “Print Media” de STP…?!?

    Um pouco mais de senssibilidade no pensar e na escrita, um pouco mais de “Integridade” e de “Orgulho”, nunca machucou ninguém.

    Para bem do nosso “Téla Nón”

    Um Salve a todos
    Chocolate-Biológico

    • img
      Téla Nón Responder

      Téla Nón tem orgulho da sua santomensidade, bem como o seu responsável Abel Veiga. No entanto considera que não podemos viver a tapar o sol com a peneira. Muitas das decisões políticas e económicas, para não dizer quase todas, sobre o futuro da nossa pátria são sim senhor, tomadas no estrangeiro, depende muito do aval de algumas capitais. É um facto, e Luanda é sem dúvidas uma das capitais africanas decisivas nestes capítulos. Tem sido assim, e até agora nada prova o contrário.

      • img
        ovumabissu Responder

        Muito bem Abel!!!

        Quando toda a gente sabe e beneficia de um orçamento de estado financiado em mais de 90% pelo estrangeiro, com que cara se pode estar por aí a manifestar orgulho ridículo, bôbo e despropositado?

        A verdade doi… e muito, mas já é tempo de abrirmos os olhos e perceber que hoje estamos bem mais dependentes de outros do que estavamos de Portugal em 1974.

        Quem paga quer saber o que se faz com o dinheiro. O nosso mal é que aquilo que recebemos (á escala de quem dá) é tão pouco que os doadores não se dão ao trabalho de controlar. Talvez seja esse o grande mal.

        Se queremos ser orgulhosos de STP, então temos que trabalhar mais, falar menos e aprender com os outros.

      • img
        Chocolate-Biológico Responder

        Senhores responsáveis do Téla Non,

        a coragem de deixar ficar uma declaração ou posição própria, sem quaisquer comentários adicionais, é pois sinal de “Integridade” e de “Orgulho” In-Machucáveis; no entanto, independentemente de um quanto eu a este ou aquele favores deva, não permiterei nunca, que os mesmos brigem com a minha Identidade, ou melhor ainda, que eu me dê ao luxo, de propalar como um jornal responsável, que eles por mim decidam, por causa das ajudas a mim concididas ou subvencionadas, isto é, a vossa e a nossa “TélaNóm-sidade” é-lhes posta à “Disposição”.

        Nisto, não existe intenção alguma de querer cito-vos: – “…viver a tapar o sol com a peneira”.

        Repiso, só para um bem do nosso Téla Nón citando-vos uma vez mais: – ”…a última palavra é dada por Luanda” – fim do citado; a minha preocupação reside nesta última frase do Artigo a que me refiro.
        Ela carece duma reformulação mais “Sensível”, mais “Responsável” e com mais “Orgulho” por esta Nação digamos ainda “Pedinte”, mas que nunca deixará de ser uma Nação Suberana, se todos nós nela continuarmos a votar, acreditar e por ela continuar a fazer, dentro dos nossos postos de trabalho ou não, independentemente das nossas posições, possibilidades e capacidades.

        Uma Santa Páscoa a todos
        Chocolate-Biológico

        • img
          ovumabissu Responder

          Oh Biológico vai tomar adubo! Tás raquítico no pensamento.

          O texto do TN está muito bem escrito, porque é assim que as coisas se passam.

          Se queisermos ser independentes temos que saber viver às nossas custas e fazer-nos respeitar no concerto das nações.

          Quem não se respeita a si próprio não pode esperar respeito doutros.

          Vai trabalhar primeiro e só depois vem para aqui chorar orgulho ferido.

    • img
      jaka doxi Responder

      Oh Chocolate o Abel não está a mentir.
      Só lhe faltou dizer que quem instituiu está pratica foi o MLSTP-PSD e o seus Caciques.

  12. img
    maiker Responder

    o Primeiro Ministro DR.Patrice Trovoada deveria avançar a corrida as presidencias

    • img
      Vanox Responder

      Realmente,

      Se ele não sabe Governar podiamos dar-lhe a presidencia para continuar o Excelente TRabalho dos Senhores Fradique e Miguel (Trovoada)

    • img
      ovumabissu Responder

      Ah, pois. Há muito que estranhava a ausência desse apelo, tendo em conta a quantidade de ADIstas que pululam neste fórum.

      A ganância é má conselheira.

    • img
      kimi-kimi Responder

      Esse nem sabe o que diz, nem conhece o país que tem. Deixa o homem governar e aguentar o país e que Deus lhe dê um bom presidente para avançar o nosso país.
      Patrice esse senhor é de certeza teu inimigo e de São Tomé e Príncipe. Se candidatas perdes tudo e o país também.
      Vamos unir, cada um no seu lugar e mudar o país

  13. img
    Filho da Terra Responder

    Quem tudo quer tudo perde.Nosso P.M não se vacila, antes de fazer pense bem…

  14. img
    Jõao Paulo Responder

    Patrice Trovoada criticava antigos Governos, por causa das relações com Angola hoje ele esta vendo Angola como tabua de salvação brincadeira hehehe. Temos k abrir olhos com esses politicos sem ideal politico. passar bem

  15. img
    Cristiano Ronaldo Responder

    Meu carrissimo Patrice Trovoada,prometeste muito nas eleições legislativa. Querias corta relações com Angola, hoje esta a mendiguar pork Angola é tabua de salvação

    • img
      António Veiga Costa Responder

      Cristiano Ronaldo, ficarias melhor se voltasse sua atenção apenas ao futebol.
      Patrice Trovoada nunca criticou Angola ou as relações com Angola. As notícias dos jornais estão aí para provar. Volte e releia-as.
      Ele declarou que se fazia necessário alargar a outros países as relações de parcerias e não apenas ficar contando apenas com Angola.

  16. img
    Teatro Nacional Responder

    Patricio Trovoada kem tudo ker tudo pode perder. Não comete mesmo erros k teu Pai cometeu, ganhe juiso

  17. img
    Original Responder

    Quem critica deve demonstrar que sabe fazer melhor;será que para ser útil a S.Tomé e Príncipe a única coisa é ser Presidente da República? O Dr.Patrice é
    1º Ministro hà 7 meses e julgo que tem 4 anos para demonstrar o que é capaz de fazer.Quando o mesmo foi derrubado em tempos,disse que não teve tempo para governar mas por ironia de destino agora que tem tempo dizem que quer ser Presidente.Cuidado que quem tudo quer tudo perde e nem sempre as coisas saem conforme planificamos.

  18. img
    Leitinho Responder

    Segundo informações acabadas de chegar de Angola, a condição para Angola financiar de imediato o nosso País, só em caso do actual primeiro ministro Apoiar a candidatura do nosso velhinho Manuel Pinto da Costa a próximas eleições. Que brincadeira de mau gosto. Pense bem meu caro primeiro ministro.

    • img
      vugu vugu Responder

      Será que os nossos irmãos angolanos ainda não perceberam que o Pinto da Costa já não dá.

      Quantas vezes o homem precisa perder nas urnas para o Zédu perceber isso.

      Não insistam. Há tantos santomenses melhor colocados e tão ou mais amigos de Angola que esse senhor.

      Angolanos, procurem outra faixa no CD. Há “ketas” bem melhores que essa aí do Pinto da Costa. Baza!

      • img
        Flolicanidu Responder

        Irmão angolanos passem lá para a faixa “Com Moniz STP será feliz!”.

        Liberato Moniz é que está a “kuiar”.

        Liberato kuia, Ayuê!!!!

        • img
          kimi-kimi Responder

          Espanta-me como é que os amigos do Liberato Moniz do governo não o apoiam agora quando os mesmos sempre quiseram que ele fosse candidato!
          Ciumes? Inveja? Ou porque o homem é muito recto nas suas acçoes?

  19. img
    Ladroes Responder

    Dubai, casa de corrupcao sofisticada?
    Os gatunos Africanos sem moral estao a roubar Africa e esconder dinheiro desviado do povo Africano no Dubai!
    Alerta povo!

  20. img
    GOMES GOMES Responder

    HÁ PESSOAS QUE NÃO SABEM O QUE DIZEM, OU FAZEM-NO DE MÁ FÉ. OS DOIS ESTADOS E POVOS, SEMPRE TIVERAM E TERÃO BOAS RELAÇÕES.ISSO É O MAIS IMPORTANTE. PENSEMOS EM STOMÉ E PRÍNCIPE E DEIXEMOS DE POLITIQUICES. SEJAMOS MAIS PATRIOTAS.

  21. img
    CREDO Responder

    Os Angolanos devem estar a rir-se do Patrice e, se calhar, não vão mexer uma palha.
    Na política a diplomacia é fundamental. Nós não temos condições para mandar certas bocas. Quem se trama é o povinho.
    No ultimo caso, temos que tentar viver com o que temos.
    Passamos a vida a pedir até quando?

    • img
      vugu vugu Responder

      Estás coberto de razão Credo.

  22. img
    Consciente Responder

    Africa continente rico. STP terra rica, mas mal gerida por muitos anos, corrupcao, e desordem generalizado a todos os niveis. O contrario verificou-se em Libya apesar de regime ditactorial elusivo. Sem dinheiro de Libya para roubar que sera feito de STP? Japao? Taiwan? Gabao? Acorda povo, China dava muito bem durante tempo de Pinto da Costa. Nao se abandona bons amigos! Temos que falar sobre o povo de Libya e monstrar alguma vontade e solideriadade!

    O que se esta passando em Libya e’ “jogo sujo.” Esse conflito nao e’ motivado pelo interesse dos estrangeiros em ajudar o povo Libanes! Africa sempre esteve sobre ataque e dominio Europeu. Africanos com moral terao que lutar contra dominacao Europeia em Africa. Ja sabemos sobre a historia de colonialism, consequencias da “Guerra Fia,” Jonas Savimbi em Angola, Mobutu no Congo Zaire, Apartheid na Africa do Sul, e assassinatos de lideres carismaticos Africanos.
    O povo de Libya tera que se defender contra os rebeldes, contra regime Qaddafi, e contra ocupacao Europeia! Povo civil inocente em Libya tera que acordar o mais rapido possivel. Povo de Libya, por favor, pede apoio a Cuba, Venezuela, Angola, Mozambique, Nigeria, Africa do Sul, China, Russia, etc., de emergencia!
    A destruicao massiva de infraestruturas e mortes de civis inocentes em Libya merece condenacao a todos os niveis.
    Solucao politica e diplomatica faz mais sentido do que intervencao militar. A resolucao do Conselho de Seguranca “no fly zone” e’ fraudulenta. No fly zone se transformou em “no drive zone’ e invasao military. Decepcao. Nao suporto os rebeldes! Nao suporto regime Qaddafi! Nao suporto invasao Europei em qualquer parte em Africa! Jogo sujo de interesses com consequencias catastroficas e desastrosas em Africa deve ser combatida ate o fim! Samora M. Machel de Mozambique, Julio Nyerere, Amical Cabral, Antonio Agostinho Neto, Patrice Lumumba, Malcom X, Martin Luther King, Nelson Mandela, entre outros ensinaram-nos a amar o nosso continente e o nosso povo com orgulho, e combater o neo-colonialismo e imperialismo a todo custo! Alerta! Acorda povo! Africa unida! Africa sera economicamente, financeiramente, socialmente, e politicamente livre e independente de invasao, ocupacao, e dominio estrangeiro! Deus esta de lado do povo!

    Pergunta: Os Europeus destroem Africanos em Africa, porque razao os Africanos nao destroem Europeus na Europa?
    Estamos fartos de guerras em Africa! Os recursos naturais de Africa pertencem aos Africanos! Estrangeiros deixem de cobi,ca! Caes deixem-nos em paz!

    Resistencia sem medo ate o fim!
    Resistencia sem medo ate o fim!
    Resistencia sem medo ate o fim!
    Resistencia sem medo ate o fim!
    Resistencia sem medo ate o fim!

    Nota final: Ideia eminente seria construir armas nucleares em Africa com objectivo de protejer e defender o povo Africano e seu patrimonio nacional. Os Fantoches Pau Mandados nao succederam em Africa!

    • img
      vugu vugu Responder

      Este cara está precisando de uma camisa de forças, ou então de um “djambi”.

      O “Consciente” parece é… inconsciente.

      Muda de substância, cara, que essa aí tá deixando você lé-lé da cuca.

  23. img
    kimi-kimi Responder

    Caro Presidente de Angola, caro irmão e amigo de todos os sãotomenses
    Se vossa excelência é na verdade amigo de São Tomé e Príncipe e não amigo do seu já velho e muito velhinho amigo Pinto da Costa, quero em nome de todos os são tomenses fazer o seguinte apelo:
    1. Não obrigue, em troca de qualquer apoio a STP o Patrice Trovoada, o Governo e o ADI a apoiar Pinto da Costa, alguém que nos últimos anos só soube descansar e nada fazer para ajudar este povo;
    2. Qualquer apoio a Pinto da Costa ou a um qualquer militante da cúpula do MLSTP é a distruição desse governo e desse país pois, os militantes da cúpula do MLSTP só sabem viver de tachos governamentais. Assim, só os interessa a instabilidade no país e o MLSTP no poder mesmo para não fazer nada;
    3. Contrariamente a si, Presidente José Eduardo Dos Santos, que tem feito muito para que Angola avance e tenha uma política externa forte o Pinto da Costa e os seus amigos do MLSTP só sabem corromper o povo, viver a custa dele e não dar qualquer contributo válido para o país;
    4.Por favor, apoie o Patrice trovoada a governar e a fazer esse povo trabalhar mais não o obrigue contra a força dos dólares a apoiar quem já deu o que tinha a dar e não trouxe qualquer benefício para o país;
    5. São Tomé e Príncipe esta numa fase de mudança de política e de reforma de políticos que podem dar a sua contribuição em outros sectores da vida pública ou mesmo privada e não de política de bandidagem;
    6. Apoie os jovens de STP a demonstrarem a sua capacidade de liderança e governação;
    7. Veja com os seus amigos da embaixada quem melhor esta colocado para ajudar, que mudança esta sendo feita no país e apoie para o bem do país;
    Por último quero vos pedir do fundo do meu coração não queira trazer novamente, só por capricho ou amizade aqueles que muito têm prejudicado o nosso MLSTP e o próprio S.T.P.
    Como pode estar a constatar a política de amizade esta sendo tão má para o país que temos hoje na liderança do MLSTP alguém sem qualquer experiência, sem espírito de grupo, com ambiçoes pessoais desmedidas, cego pelo poder e ajuda dos seus maigos e grupos. Chega de apoiar quem não tras benefícios para o país.
    Pinto da Costa, Aurélio Martins, Elsa Pinto, Maria das Neves, Filinto Costa Alegre (amigo do MLSTP e da Cívica) só vêm trazer transtornos para o governo e para o país.
    Obrigado pela atenção e que STP possa continuar na onda da mudança

    • img
      vugu vugu Responder

      É isso aí.

      STP é mais do que Pinto & Cia Lda.

      Se Angola quer de facto ver STP avançar deve ajudar o MLSTP a reorganizar-se e ter uma liderança forte para as próximas legislativas. As presidenciais estão perdidas para o MLSTP.

      Entretanto, para as presidenciais, os angolanos deviam ponderar apoio (sobretudo político) à candidatura independente, coerente, moderna, democrática, solidária, patriótica e honesta de LIBERATO MONIZ.

      LIBERATO é de bom trato!!!
      MONIZ é a força motriz!!!

  24. img
    Bodon Culu Responder

    Não há dinheiro para OGE?
    Mas quando chegar a vez de dar banho vai chover dinheiro na medida grossa.
    Assim até quando?
    Tenham um pingo de consciência!

  25. img
    luis monteiro Responder

    Directamente de angola cheguei para dizer umas verdades.

    • img
      Vugu-vugu Responder

      E quais são as verdades?

      …. ou é so suspense?

  26. img
    luis monteiro Responder

    São-tomense, filhos de São Tomé e do Príncipe

    Li com atenção os vossos comentários e que aqui dizer-vos o seguinte,

    O país esta realmente muito mal (mali mali)
    O Patrice com o ministro dos negócios estrangeiros, das finanças e o secretário geral do governo Afonso Varela fizeram a viajem para esses países todos a custa do povo a procura de dinheiro de campanha para o mesmo candidatar e até já contactou um constitucionalista para ver se poder ser primeiro ministro e candidato ao mesmo tempo.
    O Patrioce já tem vários materiais de campanha e só esta a espera da comissão política que vai reunir um dia destes para os obrigar a dizer que querem que o mesmo seja candidato assim como fez com o seu novo amigo LEVI e o levou a secretário geral do partido contra tudo e contra todos,
    A final o Patrice não esta a pensar no povo mais sim em si mesmo,
    Basta ver:
    Já mandou negociar parte do negócio de petróleo para si com as empresas que participaram no negócio,
    Esta a negociar a entrada de uma empresa sua para a cervejeira ROSEMA (hoje já é amigo dos Monteiros meus primos – ninos, aliás o VARELA é que controla os seus negócios mais o Juiz Augério Amado Vaz)
    Os seus amigos do Governo já são sócios ocultos das novas empresas de construção que surgiram no país;
    Todos os ministros já andam com carro de Estado no fim de semana como todos podem ver – até vão a discotecas com o carro de estado;
    Por isso quero dar um GRANDE CONSELHO ao Patrice.
    Não acompanhes a ambição para dar cabo de si, do governo do ADI e do Partido, concentra-te na governação tira esses ministros incompetentes como é o caso do ministro da defesa e da justiça, puxa as orelhas ao camaleão VARELA com negócios escuros e não fies em qualquer dos candidatos do GRUPO MLSTP – qualquer deles vão destruir o teu governo para la por os seus comparsas do partido.
    Faça o teu trabalho, fale com todos aqueles em que reconheces competência e aproveite a oprtunidade para mudar são tomé e príncipe e não tenhas mais olhos que barriga e perder tudo até o país.
    AMigo Patrice se o país não mudar agora podemos vir a ter uma revolta em que todos vamos pagar o que não comemos.
    CONCENTRA-TE, CONCENTRA-TE e governe com pessoas que querem trabalhar para o povo e recuse as bandidagens que te têm proposto
    Ainda vais a tempo de emendar – Boa Sorte

  27. img
    luis monteiro Responder

    ABEl abel abel abel…onde estão os meus comentários

    • img
      Kundu Muala Vé Responder

      Abel boicotou o Luís Monteiro.

      Isso não se faz. O homem tinha informação relevante para partilhar.

      • img
        luis monteiro Responder

        Acho que quando se fala das coisas do governo o Abel não coloca.ahahahahahahahahah

  28. img
    GURGULHO Responder

    haaaaaa haaaaaaaa haaaaaaaaa k quoisa ta vender Foste vender meu stp para angola espera muita ajeneira ta ver loco!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

  29. img
    BARÃO DE ÁGUA IZÉ Responder

    Rever a Constituição e apostar no Presidencialismo. Um Presidencilismo Democrático, irá acabar com muitos dos conflitos e estrangulamentos da Sociedade e da Economia.
    Por que ter medo do Presidencialismo?
    Até por que STP aprendeu com o praticado por Pinto da Costa.

Deixe um comentario

*