Política

Patrice Trovoada disposto a concorrer às eleições Presidenciais

Grande parte dos militantes do partido ADI, no poder, que se reuniu no último fim-de-semana no distrito de Mé-Zochi em conselho nacional, ficou espantada com a declaração do Presidente do partido e primeiro-ministro Patrice Trovoada, que se manifestou interessado em concorrer as eleições presidenciais de 17 de Julho próximo.

A reunião do Conselho Nacional da ADI, realizada na antiga roça Piedade, arredores de Batepá, no distrito de Mé-Zochi, foi inconclusiva. O objectivo inicial era definir o candidato do partido às eleições presidenciais de 17 de Julho próximo.

Segundo fonte segura do Téla Nón, foram aventados alguns nomes, entre os quais o do actual Presidente da Assembleia Nacional Evaristo de Carvalho e do antigo Ministro dos Recursos Naturais Arlindo Carvalho, ambos membros da direcção da ADI.

No entanto pelo que o Téla Nón apurou a dada altura da reunião o Primeiro-ministro e Chefe do Governo Patrice Trovoada, anunciou que também pretende candidatar-se ao cargo de Presidente da República nas eleições de 17 de Julho próximo.

Pelo que o Téla Nón apurou, o anúncio de Patrice Trovoada provocou algum reboliço no seio dos membros do conselho nacional do partido. A reunião terá ficado azeda, a partir daquele momento, e por isso foi inconclusiva.

Os homens e mulheres da ADI que apoiaram a política de mudança desencadeada por Patrice Trovoada, marcada por várias promessas ao eleitorado são-tomense, garantindo futuro melhor para o país, caso a ADI fosse governo e Patrice Trovoada Primeiro-ministro, estão agora preocupados com o futuro.

A preocupação de parte dos militantes, tem a ver segundo a fonte do Téla Nón, com a justificação convincente que Patrice Trovoada e a ADI, devem apresentar ao eleitorado, para 8 meses depois de o povo ter conferido ao partido e ao seu líder, poder e confiança para realizar a promessa da mudança, vir agora dizer que já não quer ser mais Primeiro-ministro e Chefe do Governo, mas sim Presidente da República.

A franja de militantes da ADI, que está preocupada, não encontra justificação plausível para convencer o povo a embarcar em mais uma promessa de mudança de Patrice Trovoada, desta vez com o argumento de que a mudança só é realizável com ele, como Presidente da República.

Mal-estar tomou conta da reunião do Conselho Nacional da ADI do último fim-de-semana. A reunião terminou sem definir o nome do candidato do partido às eleições presidenciais. A fonte do Téla Nón, explicou que Patrice Trovoada marcou uma nova reunião do conselho nacional para este fim-de-semana. Será a última reunião para escolher o candidato do partido ao cargo de Presidente da República. «Ele disse que enquanto militante e dirigente da ADI, também deve ser candidato do partido as eleições presidenciais», precisou a fonte.

Desde Agosto de 2010, após a realização das eleições legislativas, em que o a maioria do eleitorado são-tomense decidiu dar a Patrice Trovoada a oportunidade que ele mesmo pediu ao eleitorado para Governar São Tomé e Príncipe, que o país vive uma perfeita tranquilidade política.

A oposição tem deixado o Governo trabalhar. Aliás como a ADI e Patrice Trovoada exigiram durante a campanha legislativa. “Deixam-nos Trabalhar”, foi o principal slogan da campanha da ADI.

O governo está a trabalhar, mas ao invés da mudança prometida, a situação de vida das populações deteriorou bastante nos últimos meses. A conjuntura internacional desfavorável, associada a problemas internos de governação, estão a matar as promessas da mudança.

Para a maioria dos são-tomenses, que vive na pobreza extrema, a mudança não significa apenas a demissão de directores e a nomeação de outros. Para o cidadão comum que antes do governo da mudança conseguia ter duas refeições diárias e hoje só consegue uma refeição diária, porque o custo de vida quintuplicou, a mudança só poderia significar a melhoria do rendimento familiar para garantir pelo menos 2 refeições e u m lanche diárimente.

A mudança só pode significar, mais projectos de luta contra a pobreza que permitissem a reabilitação de estradas esburacadas, e construção de novas estradas para os bairros lamacentos. A mudança para a maioria dos são-tomenses na pobreza, só pode significar execução de políticas claras para abastecimento de água potável, para resolução do crónico problema de falta de energia eléctrica, e a solução de outros problemas sociais sobretudo a nível da saúde.

Patrice Trovoada enquanto Primeiro-ministro e Chefe do Governo, sabe bem que é este o significado da mudança que foi vendida ao eleitorado, e que renovou a esperança da maioria dos são-tomenses. Patrice Trovoada sabe que para realização da mudança prometida e que vai de encontro as aspirações do povo, é preciso investimentos, é preciso dinheiro, receitas. Coisa que o país cada vez produz menos, e actualmente está difícil encontrar doador a nível internacional.

Contas feitas, a ver o país e a analisar o rumo do mundo, Patrice Trovoada sabe que até o final do seu mandado não conseguirá realizar a mudança prometida em 2010. O povo já cansado não parece ter paciência para esperar mais tempo. Se ficar no cargo de Primeiro-ministro até 2014 o desgaste político matará a sua jovem carreira política.

Patrice Trovoada sabe que em São Tomé e Príncipe nenhum primeiro-ministro, conseguiu dar pulo político após a conclusão do seu mandato como Chefe do Governo. Tudo porque a gestão da pobreza não é fácil, gera desgastes, exige tomada de medidas muitas vezes impopulares. Confrontos com sindicatos, etc, etc, etc.

Entre adiar a morte política para 2014, ou então, saltar para outro poleiro e abrir uma nova caminhada política, Patrice Trovoada já terá tomado uma decisão.

Os militantes, estão preocupados, porque o jogo é perigoso. Patrice Trovoada pode repetir nas presidenciais de Julho a proeza de Agosto de 2010, com o argumento renovado de Mudança, caso consiga convencer a maioria do eleitorado, que ainda não viu sinal de mudança positiva, nos seus primeiros 8 meses como Primeiro-ministro.

Na constituição política são-tomense o efectivo poder executivo pertence ao Primeiro-ministro e Chefe do Governo. É a figura que a frente do governo, pode com criatividade, e esperteza política, dar resposta aos anseios da população carente. O Presidente da República não tem poder executivo expressivo. No actual figurino constitucional, não passa de um corta fitas.

Gincanas políticas, que provocam interrogações sobre o que é de facto a disponibilidade, o espírito de missão, assunção de compromisso, para defesa do interesse do povo e a defesa do interesse pessoal ou de simples carreira política.

Por isso, Patrice Trovoada pode também, nestas gincanas presidenciais, como diz a voz do povo são-tomense, perder azeite e perder matété.

Abel Veiga

    121 comentários

121 comentários

  1. Virtual

    9 de Maio de 2011 as 8:25

    Depois do que li, acho que só posso dizer: quem viver verá!

    • Celsio Junqueira

      9 de Maio de 2011 as 8:46

      Sem palavras!!!
      Estarrecido…
      Obrigado.

      • E.Santos

        9 de Maio de 2011 as 22:44

        Caríssimo,
        Nem parece teu. A isto chama-se Política, tu dirias.
        Vamos lá pensar com calma, seriedade e sem mesquinhices da maioria.
        O governo está eleito e é do ADI (ainda que não tenhamos votado nele). Neste momento, qual seria o candidato às próximas eleições presidenciais que melhor garantia nos daria (ao povo e ao Governo) para a manutenção da estabilidade governativa, para a estabilidade do país e melhoria da nossa imagem internacional?
        Em minha opinião, muito pessoal, só dois deles dariam esta garantia: Pinto da Costa e Liberato Moniz. O primeiro porque já manifestou esta vontade e penso que será a sua última oportunidade de tentar corrigir qualquer coisinha que poderia ter feito melhor, e o segundo porque apesar de tudo o que se lhe diga, sempre teve uma postura firme, de pessoa séria e trabalhadora, e mais, já sofreu como muito de nós, a humilhação no estrangeiro pelos desmandos no país e dificilmente repetiria a dose.
        Qualquer presidente que venha do MLSTP, particularmente os supostos candidatos apresentados, eu diria que seria um desastre total a coabitação com o actual Governo. Já não se entendem entre eles, na primeira oportunidade iriam deixar cair o governo para haver novas eleições e o MLSTP tentar chegar ao poder. Maquiavélicos no MLSTP é o que não falta. Pior ainda se se juntarem aos do PCD. E aí, lá estávamos nós outra vez a reclamar do raio do país que não arranca.
        Mas convenhamos que eu identifiquei estes dois, tu identificarias outros e o ADI pode entender que nenhum dos candidatos até agora apresentados lhes confere garantia para uma estabilidade Governativa que pretendem.
        Em jeito de estratégia política o que faz um partido nestas circunstâncias? Avança com um candidato. Agora a questão é, qual?
        Nova pergunta: Avançando com um candidato, quem no ADI estaria em melhores condições neste momento de congregar o povo e obter a maioria dos votos?
        Resposta unânime: Patrice Trovoada.
        Sendo a resposta unânime, que candidato é que o ADI apresentaria? Obviamente, Patrice Trovoada, nada mais natural. Então, porquê o espanto de todos?
        É certo, e eu também sou de opinião que o povo deu um voto de confiança a um projecto apresentado pelo ADI na pessoa de Patrice Trovoada e por isso abandonar o barco ao meio do caminho pode ser mal entendido, pode deixar um vazio de liderança e ser até mesmo desastroso. E nestas circunstâncias o Patrice Trovoada pode ser penalizado nas urnas. Azar o dele.
        Mas o eleitorado é do ADI, por isso cabe ao ADI apresentar-lhes os seus argumentos e apresentar uma alternativa Governativa que não ponha em causa o projecto em que estes votaram. Certo?
        Porque aos que não são do ADI, pouco lhes dá como se lhes desse, se o ADI é governo ou não. Até era bom que o ADI caísse para verem subir o partido que eles apoiam.
        Neste momento, só quem votou no ADI pode fazer exigências.
        No entanto, há também a possibilidade de este mesmo eleitorado compreender a máxima “um presidente, um governo, uma maioria” e apoiar a candidatura do Patrice Trovoada a Presidente, já que já falharam na maioria. A ver vamos.

        Agora, estes comentários tipo, vida de governo está difícil, agora o homem vai para presidente, é ganância, é sede de poder…só mesmo na cabeça mesquinha dos nossos compatriotas. Ainda que seja, não nos podemos centrar neste tipo de argumento, é muito básico para a intelectualidade. É quase como levar a tribunal “homicídio por feitiçaria”. Mesmo acreditando que existe, não há como provar. Por isso temos de nos basear em argumentos mais sólidos.

        • flolicanidu

          10 de Maio de 2011 as 14:58

          E. Santos,

          Os vossos (ADI) cálculos políticos a nós, cidadãos comuns, não nos interessam, a não ser que colidam com os interesses do país.

          Escolham lá o candidato que acharem por bem escolher, mas despachem-se!

          Se não fosse o silêncio e as evasivas do VOSSO presidente Patrice Trovoada, que é também o NOSSO Primeiro-ministro, em relação a esta matéria, as vossas deambulações para escolher um candidato não seriam assunto de debate.

          O que me parece politicamente inaceitável é o PM não ter a coragem de esclarecer quais são os seus verdadeiros intentos. Só estamos interessados em saber o que o NOSSO primeiro-ministro (Patrice Trovoada) pensa fazer. O que vocês (ADI) e o vosso presidente (Patrice Trovoada) querem, é assunto vosso.

          ADI e Patrice Trovoada estão deslumbrados com os resultados de Agosto/2010. Parecem um garoto que acabou de abrir um presente e vai fazendo “casca-goloso, tatá n’ganhá” aos outros (não tocas, é meu! Tira as mãos!!). Não se esqueçam que em política tudo é efémero e transitório.

          Qualquer candidato com ficha de inscrição no ADI é um mau candidato. O alinhamento perfeito que tanto almejam pode acabar num desalinhamento perfeito. Tarde ou cedo um PR que saia das vossas fileiras criará uma facção no vosso seio.

          O melhor PR para um governo com as características do vosso deve ser alguém efectivamente independente, sem qualquer conotação às várias famílias políticas de STP. Um verdadeiro “outsider”, um verdadeiro desalinhado.

          A melhor apólice de seguro para Patrice Trovoada e o ADI é um candidato como o Liberato Moniz, como aliás você sugeriu.

          Sejam audazes apoiando Liberato Moniz, mas evitem a temeridade de apostar na concentração de poderes com uma candidatura própria ou do Patrice Trovoada ou ainda a iniquidade de uma candidatura como a de Pinto da Costa.

          • E.Santos

            10 de Maio de 2011 as 19:43

            Amigo, quando se refere ao “vosso” ADI, está a incluir quem afinal.

            Sou claro em dizer que em meu entender o PCD é o partido que delapidou o país quando a juventude que o constituiu podia ter feito a diferença e o MLSTP é o partido que se degradou com o tempo devido a ambição desmedida de alguns dos seus integrantes.

            Por isso, neste momento não vejo nenhum dos dois como garante da estabilidade em STP e tive o cuidado de dizer porquê.

            Por exclusão de partes sobra o ADI, o que não significa que eu faça parte deste partido. Embora, se fizesse, também não seria nada de grave.

            Aliás, para mim só não se escolhe e nem se muda de mãe. Todo o resto é a nossa vontade e ninguém tem nada a ver com as nossas escolhas.

            Mas como nunca exerci o meu direito de voto neste país, ainda sou dos que tem de arcar e aceitar as decisões dos outros, considere eu, boa ou má.

            A verdade é que em relação ao ADI, é facto consumado que este, é Governo. E se o é, então é em relação ao ADI que temos de nos posiconar. Ou não?

            Se o povo votou, eu que tenho de arcar com a decisão do povo, quero que eles cumpram o mandato para que foram eleitos. Também porquê, temos de conseguir levar alguma coisa do início ao fim neste país para podermos respeitar o princípio da continuidade (neste caso espera-se que um qualquer Governo não vai cessar as suas funções antes de completados 4 anos) e o da consistência (Espera-se que as políticas definidas para um país não se alterem abrutamente de um ano para outro com a queda do governo, daí se ter estipulado os 4 anos de mandato) e termos um meio de avaliação dos resultados (do Programa apresentado para este período de 4 anos). A sentença fica para as urnas das próximas legislativas. É isto, o exercício da democracia. Ou é engano meu?

            Mas seja como for, não é isto que está aqui em causa. Eu procurei fazer uma análise isenta, tentando perceber a motivação, a razão de ser das possíveis acções do ADI.
            Honestamente, continuo a não ver nada de extraordinário ou menos extraordinário que o ADI tenha feito ou venha a fazer se apresentar Patrice Trovoada como seu candidato.

            Porque é que eu tenho o direito de considerar Pinto da Costa e Liberato Moniz e os outros não podem indicar quem lhes apetece.

            Aos cidadãos ditos comuns meu caro amigo, o que interessa é que seja lá quem for, que vier a ser presidente, haja uma coabitação pacífica com o actual Governo (ADI), pois isto sim, é benéfico para o país e para os São-tomenses.

            Por isso não entendo a sua preocupação. Se você é um cidadão comum e que não votou em ninguém, como eu, pouco lhe importa quem lá esteja. Importa é que, já estando lá, cumpra com as obrigações que assumiu, até se demitir (porque cada ser humano assume o que quer, não está obrigado a nada e como alguém já disse, sendo maior, só o Fradique de Menezes não pode ser novamente candidato).

            Pensa comigo: Se o Patrice Trovoada morrer o país não vai parar. Insubstituíveis, diz-se que há-os aos montes no cemitério. Portanto, se deixar o governo o país também vai continuar de certeza. A continuidade ou não do projecto apresentado para as legislativas (que ainda nem tivemos tempo de avaliar se é bom ou mau, salvo os mais apressados) vai depender da mestria do ADI, da forma como conduzir a sua transição e dos sinais que for dando ao seu eleitorado.

            Não sei se você tem ideia, mas Durão Barroso também deixou um mandato a meio para ir para a União Europeia. O PSD não foi feliz ao colocar Santana Lopes a frente dos destinos do partido, lixou-se. PS ganhou logo a seguir deixando o PSD a deriva e sem liderança sólida. Feliz dos Socialistas.Que quer que eu diga?

            Por isso, se não é do ADI, pensa o seguinte: azar do ADI e de Patrice Trovoada. Se lhes corre mal, feliz do MLSTP, para o nosso desespero.

            Como eu disse anteriormente, quem pode ficar chateado com a situação é quem votou no ADI e acreditou no seu projecto indissociável do seu líder…e isto, se entenderem que têm motivo para se chatearem. Pode até ser que concordem com esta estratégia do seu partido. A ver vamos…

            Agora, meu amigo, esta conversa de ““casca-goloso, tatá n’ganhá” aos outros (não tocas, é meu! Tira as mãos)”, a mim, não me anima nada. É um estilo de pensamento muito básico para eu me envolver.

            De qualquer forma, eu respeito a sua opinião. Se quer ver Liberato Moniz na presidência então apoia-o na sua campanha.Ele bem vai precisar e é o te resta. Agora, impedir os outros de pensarem como querem…perda de tempo.

        • jaka doxi

          11 de Maio de 2011 as 18:48

          Censurado.

      • jaka doxi

        10 de Maio de 2011 as 17:04

        Está tudo maluco.
        E quem sofre é o povo.

    • manuel pinto

      9 de Maio de 2011 as 16:35

      é verdade.
      o sr.patrice pediu o povo voto de confiança no dia 1 de agosto, dizendo “deixem-nos trabalhar”. o povo deu-lhe a confiança. o mlstp e o pcd viabilizaram o OGE, para lhe deixar trabalhar.
      mas pelos vistos o fulano não quer trabalhar. quer passar a vida a fazer trafico de influencia e a viajar.
      ele vai perder tudo.
      vai apanhar sotki flimá!!!

    • Gilda Varela

      9 de Maio de 2011 as 22:55

      Meu deus, o que se passa na cabeça desses governantes, de StTomé? todo mundo quer ser presidente? ninguém quer trabalhar a serio?
      Patrice como Primeiro Ministro O QUE VÓS MESÊS JA FEZ POR AQUELA POBRE TERRA? NÃO COMETE, O PIOR ERRO DA VOSSA VIDA, FICA ONDE ESTÁS? TENTA TRABALHAR MAS, COMO P.M.

    • Hiost Vaz

      10 de Maio de 2011 as 7:43

      Djina nga nda nachi bele fa eee.
      O Kadafi esta foragido o Patrice sente-se inseguro entendam que ele so… precisa se centralizar

    • jaka doxi

      11 de Maio de 2011 as 20:14

      Vamos reflectir.
      Fradique é do MLSTP,criou o MDFM-PL e deu no que deu.
      Miguel Trovoada foi do MLSTP e PCD criou o ADI e deu no que deu.
      Pinto da Costa é do MLSTP,esteve 15 anos no poder,saiu e nada fez de bom para o país.
      Quem deve agora ser o futuro presidente do nosso país?
      Resposta:
      Um independente que não tém rabo na estrada,dinamico,que quer o bem para o seu povo,e que não esta envolvido nesta enorme teia de corrupção.
      Advinhem quem é.
      Fui

      • Bejunto Aguiar

        12 de Maio de 2011 as 19:21

        Jaka doxi,

        Diga-la o nome da sua preferencia ou tem medo de ser acusado de “lambe botas e parvo”?

  2. J.Oliveira

    9 de Maio de 2011 as 8:34

    Sempre disse aos meus interlocutores, amigos ou não, que qualquer um que se candidata ao cargo de Presidente da República em STP só criará problemas após eleição, tendo em conta que constitucionalmente, só o Primeiro Ministro pode FAZER COISAS para a solução de problemas.

    Não tenho a menor dúvida que se Patrice Trovoada abandonar o cargo de Primeiro Ministro, para o qual ele foi legitimado pelo povo, ele, certamente sairá vencedor.

    Mas essa eleição trará problemas, pois quererá continuar a fazer o que fez como Primeiro Ministro, contra tudo e contra todos, violando, com isso, a constituição.

    Lembremos do que aconteceu com Fradique Menezes em relação a Gabriel Costa. FM queria mandar no governo e a resistência de Gabriel Costa, como Primeiro Ministro, resultou no que todos sabemos.

    Um novo Primeiro Ministro com Patrice Trovoada como Presidente da República, tanto poderá ser uma benção como uma praga, pelo que continuaremos na mesma e o ADI ficará sobremaneiramente enfraquecido.

    Mas, podem crer que que Patrice Trovoada como Primeiro Ministro, será o melhor Governo que o País jamais teve.

    Os meus votos de força a todos quanto quiserem governar por bem servir o país e nunca o contrário.

  3. torna ussua

    9 de Maio de 2011 as 8:39

    ami nan podi cu isso coisa mais nao ééé, tudu genti quero ser presidenti?? ami vai tornar mais uma ussua porque isso coisa fico uma puita!!!

  4. Abnildo d'Oliveira

    9 de Maio de 2011 as 8:44

    Caros Leitores do Tela Nom,

    Escrevo na primeira pessoa, Abnildo d’Oliveira na qualidade de secretário Distrital do ADI, Distrito de Mé- Zóchi e Responsável pelo Departamento de Informação do Partido.

    Apenas venho repor a veracidade da informação.

    O ADI, no último fim de semana, não reuniu em Conselho NAcional. MAs sim, foi uma Jornada de Refleção em que se analisou a situação actual do país e as proximas eleições presidenciais.

    No encontro estiveram presentes todos os Membros da Comissão Política, alguns do Conselho NAcional e convidados(pessoas que mesmo não sendo militantes do ADI, o partido decidiu convidar para a Jornada).

    Por isso, informo o seguinte:

    1)Uma das decisões a que se chegou, depois de uma profunda análise da situação e do cenário politico tendo em conta a estabilidade Governativa, foi que o partido ADI deverá avançar em apoio a uma candidatura que seja oriundo do partido.

    2) Que esta decisão deveria ser submetida e aprovada no Conselho NAcional previsto para esta semana, antes do dia 14 de Maio.

    3)Em nenhum momento foi proposto o Nome de Sua Excelência o Presidente da Assembleia NAcional,Sr. Evaristo de Carvalho, para avançar como candidato. Apenas um membro do conselho nacional no seu uso da palavra sugeriu que o partido pudesse reflectir quer no Sr. Evaristo Carvalho quer no Director do Ambiente, Arlindo Carvalho.

    4) Em momento algum o Presidente do PArtido Dr. PAtrice disse que era candidato. A entreveista dada que a TVS quer a Rádio NAcional o confirmam, e existe o registo magnético. Este, sim, remeteu a decisão ao Conselho NAcional que é o Órgão de decisão nesta matéria.

    Todavia, aconselho ao Tela Nom a consultar os jornalistas da TVS e da Rádio NAcional, da STP-Press que assistiram o encontro quase na sua totalidade.

    Reitero que o Tela Nom tem prestado bom serviço ao público, no entanto, na minha opinião insisto que a informação deve ser feita a pensar no público que a consome e que precisa de verdadeiras informações para, neste periodo, poder decidir de forma mais coerente e justa, na construção da sua opinião ou juizo de valor.

    Abnildo d’Oliveira

    • Bejunto Aguiar

      9 de Maio de 2011 as 10:24

      Caro senhor Abnildo,

      A notícia diz que o Sr. Trovoada mostrou-se interessado em concorrer e não que será candidato. Por isso não entendo muito bem a sua declaração que no fundo so vem piorar as coisas.

      Gostaria de saber o que faria se o Patrice Trovoada avançasse como candidato. Seguramente não viria ao Tela Non a desmentir a notícia. Ja agora dê um conselho aos seus membros do partido: ADI perderia muito se o Patrice fosse Candidato e particularmente se perdesse. O Patrice é novo e tem muito tempo para frente. Por favor diga ao Sr. Primeiro Ministro que sabedoria, paciência e ler as entrelinhas na política são factores muito importantes.

      Bejunto

      • Moçu Cata

        10 de Maio de 2011 as 15:01

        O Bejunto está é a fazer “molósu” a ver se o ADI e o Patrice apoiam o Pintinho do seu coração.

        • Bejunto Aguiar

          10 de Maio de 2011 as 19:20

          Moçu Cata,

          O Pintinho ou o Filintinho. Venha o diabo e escolha o melhor. O Filinto apenas terá que moderar um pouco. Teme-se que com o Filinto a coabitação com o PM seria um pouco turbulenta. Cada um com direito a sua preferencia, por isso o estado de direito democrático, meu caro.

          • Moçu Cata

            10 de Maio de 2011 as 21:31

            Yeah, escolher Pinto ou Filinto é o mesmo que escolher entre uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma.

            É escolher entre “ôdô mamon” e “dumu d’unquêtê”.

            Por estarmos no tal estado (o de direito democrático) é que posso criticar a escolha dos outros e os outros têm também o direito de criticar as minhas escolhas. É o B-A-BA da coisa.

        • jaka doxi

          11 de Maio de 2011 as 18:50

          Fui censurado.

    • Juka

      9 de Maio de 2011 as 11:14

      que tal escreveres sem erros?! homem com cargo como o seu devia de conhecer melhor a língua portuguesa. é vergonhoso tar a escrever dessa forma.

      • Voz do povo!

        9 de Maio de 2011 as 17:13

        Senhor Juka,

        Em vez de criticar devia prestar atencao tambem na sua forma de escrever a brasileirado.

        Que eh isto de “tar”….. escrever…”?

        Fui….!

        • Brasileira

          9 de Maio de 2011 as 21:44

          Voz do Povo,
          se me permite, quem está enganado é o Senhor.
          “Tar” não consta do portugues do Brasil.
          Também não se usa “a brasileirado” e sim “abrasileirado”.

          • Biatriz

            10 de Maio de 2011 as 13:19

            Impressionante…
            Estamos aqui para comentar um facto verídico que esta a contecer na nossa terra e vcs a discotirem por coisas que nao tem nada haver com o momento.
            Aqui nao ‘e lugar para isso.
            Juka,Brasileira, voz do Povo… discutem as vossas diferenças longe daqui…

          • António Veiga Costa

            10 de Maio de 2011 as 15:43

            Biatriz, desculpe-me, mas comigo é assim mesmo: “bateu, levou”!

          • António Veiga Costa

            10 de Maio de 2011 as 15:47

            Biatriz, completando… esse deve ser o lema dos que aqui discutem…Não leve a sério.

        • jaka doxi

          11 de Maio de 2011 as 18:47

          Juka é parvo.

      • De Longe

        10 de Maio de 2011 as 8:26

        Juka,
        Dizer “escreveres” é tratar por tu, 2ª pessoa. “Cargo como o seu” é usar 3ª pessoa. Má concordância. Não é “devia de”. Simplesmente “devia”. “Tar” não:estar.
        Duas linhas três erros.
        Queixava-se de quê?

    • Vugu vugu

      9 de Maio de 2011 as 13:52

      Sr. Secretário Distrital do ADI,

      Agradecemos a sua amabilidade e disponibilidade para esclarecer partes da notícia publicada no Tela-Non. É sempre bom saber que este fórum merece a atenção das “altas patentes” da nossa vida política. Fica-lhe bem essa atitude, enquanto político e democrata.

      Neste fórum temos vindo a desafiar o Sr. PM, Patrice Trovoada, a desfazer, de uma vez por todas, o tabu criado por ele próprio, sobre se é ou não candidato a PR.

      Enquanto Patrice Trovoada não disser, em público, em bom tom, em voz alta e para todo o STP ouvir que ele não é candidato a Presidente da República, vamos todos considerar, para todos os efeitos políticos, que ele (Patrice Trovoada) é um (pré)candidato às presidenciais. De nada servirão os comunicados do ADI a negar essa evidência. A única coisa que interessa é ouvir Patrice Trovoada dizer que não é candidato.

      Insisto que, enquanto PM e homem preocupado com a estabilidade política no país, é dever de Patrice Trovoada evitar este clima de tensão política em torno da sua eventual candidatura.

      Se não quer ser PM, que diga. Mas poupe o país ao seu egoísmo e a assistir às suas viagens às custas do erário público para angariar dinheiro para financiar a sua campanha a PR.

      Estamos cansados destas patetices. Isso não é mudança, mas sim o vira o disco e toca o mesmo. É mais do mesmo.

      Vocês já andam nestas reuniões inconclusivas no ADI há mais de 3 meses. Aprendam a ser lestos a decidir. Se nas coisas do partido são lentos a decidir, como será com as coisas do país?

      Se o melhor que arrajam é Evaristo Carvalho e o Arlindo Carvalho, então é melhor a gente escolher o Pinto da Costa.

      • Conde de Monte Cristo

        10 de Maio de 2011 as 8:52

        Querido Povo de STP
        Estamos perante um cenario politico impar,e que exige de nos um grande descernimento que quase so com o poder divino podemos decifrar esse tao grande enigma que sera o resultado das presidenciais de julho de 2011.
        Nao e em vao que Patrice Trovoada ate hoje nao se ponunciou, que Pinto da Costa ate hoje continua na sua auscultacao! Sao dois arquitectos inteligentes na vida politica do Pais que nem Liberato Moniz.
        O Pinto preparou tudo com todos os detalhes, inclusive nao se esqueceu da corda que o Butter tinha preparado pra si para colocar no pescoco de Patrice Trovoada que pela foto em epigrafe, parece desmasiado preocupado. Com justa razao! Porque se Dr Patrice nao encontrar uma saida magica para essas essa elecoes nao venha cair nas mao do Pinto da Costa estaria a trair o povo de STP, a trair o seu Pai, e a luta pela mudanca e pela democracia que nos iniciamos em 1991.
        Eu ate cheguei a pensar que o Patrice deveia candidatar so para contrapor a posicao do Pinto. Mas analisando com maior ponderacao e reflectindo sobre as analises feitas pela populacao e com particular realce, pelos membros do seu proprio partido, cheguei a conclusao que o Dr Patrice deve permanecer a frente do governo, como homem responsavel cumpridor da missao que o povo com muita dificuldade lhe concedeu. Mas isso para alegria de muitos deixa Pinto da Costa quase sem adversarios, ou com adversarios que vao apenas servir de coadjuvantes. Portanto no meu entender contarriamente ao que o sr a cima se refere, acho que nesse momento particular e de grande contundencia politica temos que chamar aquele que sempre com a sua humildade, a sua simplicidade, o seu talento e a sua experiencia, apesar de nao ser Doutor, conseguiu unir os santomenses em torno de uma mesa comum e assegurar a transicao do pais em momentos especiais, de perigosos e grandes agitacoes. O senhor Evaristo de Carvalho, nao conheco a sua disponibilidade politica, mas e efectivamente o rosto que vai tranquilizar o pais, garantir a estabilidade democratica para que o Dr Patrice cumpra a sua promessa.
        OBS: Tenho os meus candidatos que nao e do ADI, perante o perigo do Pinto, gostaria pedir encarrecidamente que me entendesse nesta fase que e fundamental para a vida politica estavel e saudavel do povo de STP, e dai a 5 anos que acho suficiente para o Evaristo transitar o pais dessa situacao, aqui sim, poderao contar comigo assim como todo o Povo de Sao Tome e Principe! Liberato e Aurelio, Aurelio, Maria e Elsa, Filinto e Francisco, Bene e Gil e outros, voces terao que me entender e esperar. saber esperar nao e perder tempo. Eu sei que nem um de voces querem Pinto, mas a luta entre voces sera a sua victoria. Por isso parem de lutar e comecam a rezar pelo Evaristo de Carvalho. O povo ira entender! Porque a luta e contra o Diabo preguicoso do sennhor Pinto da Costa!

    • Zé Cangolô

      9 de Maio de 2011 as 15:26

      Ó Abnildo, poupa-nos das tuas verdades, ok? Todos já sabiam que Patrice Trovoada ia candidatar-se mesmo antes de ele pensar no assunto. Sabes porquê? Porque ele é Patrice Trovoada. Mas ele já deve ter juízo pra deixar de pensar como adolescente. Se essa candidatura vier a confirmar-se, ele que arrume as botas porque será o fim da sua carreira. Outra coisa, tu, Abnildo, tens que escrever melhor. Como santomense, exijo que um comunicado, embora informal, de um Secretário de Estado tenha certa qualidade.

    • SPC

      9 de Maio de 2011 as 16:00

      Sr. Abnildo,
      Apenas uma pergunta:

      O Sr. Patrice Emery Trovoada, em algum momento da vossa Jornada, manifestou a vontade de ser candidato as Presidenciais?

      SIM ou NÃO

      E vocês da estrutura directiva da ADI, o que acham de uma eventual candidatura do vosso Presidente ao cargo do Presidente da República?

      Aguardo a sua resposta.
      Que Deus abençoe o nosso STP.

    • António Veiga Costa

      9 de Maio de 2011 as 22:06

      Liga não amigo Abnildo,
      pode Jesus Cristo materializar para desmentir a candidatura do Patrice, mesmo assim não acreditarão – negarão 3 vezes.
      Isso é complô, informações plantadas para desestabilizar o Governo de Patrice.
      A mesma situação ocorreu com O Parvo, divulgou informação segura de cidadão do ADI. Complô da oposição.
      Um bem haja!

    • Téla Nón

      10 de Maio de 2011 as 15:30

      A fonte do Téla Nón, é muito segura. É membro da estrutura directiva da ADI, como é o senhor responsável pelo departamento de propaganda da ADI. Téla Nón faz fé na sua fonte porque é credível. Perigoso seria o Téla Nón, recorrer a colegas dos 3 órgãos de comunicação social por si citados, como é como é sabido são funcionários sob tutela directa do Primeiro Ministro. Se tivessem acesso a esta informação saída do coração da reunião, não iriam confirmar ao Téla Nón.

  5. STOP, conformismo.

    9 de Maio de 2011 as 8:45

    Busca constante pelo poder, infelizmente é o tipo de politica praticada no nosso país, tristeza a atitude do 1º Ministro, que no passado já cometeu o mesmo erro e caso vá mesmo com esta ideia de se candidatar para as presidências, vai lhe sair carro esta traição de voto de confiança que o povo santomense lhe concedeu. A carreira politica constroem-se se, e tudo ao seu tempo Sr.1º Ministro!!!!

  6. Pen Drive

    9 de Maio de 2011 as 8:49

    O senhor Patrice Trovoada tem toda a legitimidade de se candidatar para o cargo que desejar em S. Tomé e Príncipe, como cidadão nacional. Mas o que já não é normal e aceitável é ter que abandonar o importante e trabalhoso cargo de 1ºministro para ser presidente.Eu, pelo menos não entendo o gesto. Talvés por questões pessoais? Mas vejamos a qualidade dos candidatos presidenciais até então apresentados ao país.Provavelmente o Sr.Trovoada vê nisto uma oportunidade a não perder.É pena que S. Tomé e Príncipe não conseguiu produzir políticos sensatos à altura do país depois de trinta e tal anos da sua independência. Em contrapartida, é triste ver o país a mercê de tantos oportunistas.De S.T.P eu não acredito em mais nada! E engana-se aquele que diz que acredita.

    • HFM Productions Lda

      9 de Maio de 2011 as 12:38

      Pen Drive eu concrdo consigo em todas as letras suas, para complementar as suas palavras o Sr Patrice Trovoada quer o cargo da presidência da República por uma razão muito simples, é só para recheiar o seu CV (Curriculum Vitae) mais nada que isso, ele mais que ninguem sabe que se tiver interessado em desenvolver o país não será como presidente mas sim no lugar onde se encontra de momento que é PM (Primeiro Ministro). Quem deveria governar esse país podia ter sido Comunidade Intrnacional… Meus senhores guardam as vossas ansiedades… o povo não quer saber dos vossos ensejos mas sim… Francamente.

  7. forro005

    9 de Maio de 2011 as 8:59

    Caros compatriotas, a coisa esta feia.
    Ha-que se reflectir sobre o que se tornou o nosso Pais. Nao e’ possivel, que nas condicoes actuais do Pais, nao haja pessoas com vontade de trabalhar serio, de mostrar o minimo amor pela Patria.
    E’ verdade que a construcao d Pais, faz-se com a contribuicao de todos nos, mas no entanto, nao podemos todos ser Presidente, Nao podemos todos ser Primeiro-Ministro.
    Este povo ja de si tao sofrido, depositou toda confianca na pessoa do Sr Patrice Trovoada como PM. Como estarao a sentir aqueles que ha menos de 1 ano, depositaram a sua confianca neste senhor? Senhor Patrice esta a esbofetear o seu eleitorado e isso revela a falta de patriotismo que existe na mente de alguns Santomenses, pelo orgulho desmedido das suas realizacoes pessoais em detrimento do iteresse do povo.

  8. MÉ SOLO

    9 de Maio de 2011 as 9:03

    Qual é o São Tomense que não conhece as apirações do Patrice Trovoada.

    Não creio que será facil pq o povo lhe elegeu para Governar e mudar o estado de pobreza que o país vive.

    O Primeiro Ministro prometeu MUDANÇAS, nestes oito meses a MUDANÇA q já vinha na PRIMEIRA passou para MARCHA ATRÁS.

    O Primeiro Ministro quer fintar o povo, pediu para ser Primeiro Ministro, agora pretende ser Presidente da República, muita AMBIÇÃO para um curto espaço de tempo.

    Srº Primeiro Ministro, faça uma coisa de cada vez, Governa, mostra ao povo que é capaz de mudar São Tome e Principe, conquista a confiança dos São Tomenses e em 2016 de certeza que conseguirá os seus anceios.

    • Pumbo fresco

      9 de Maio de 2011 as 19:56

      Muito bem dito, Sum Me Solo! Gostei!

      Parece-me que o senhor Patrice pensa que o nosso povo eh burro ou que?

  9. pantufas

    9 de Maio de 2011 as 9:16

    Aconselho o Sr.Patrice a não ariscar,pois seria um suicidio politico.

    • M.C ANONIMO

      10 de Maio de 2011 as 16:28

      sinceramente isso é pra nos deixar de boca aberta….patricio stp ñ são burros

  10. Filho das ilhas maravilhosas

    9 de Maio de 2011 as 9:58

    Em STP não há políticos coerentes, apenas pessoas que quando vêem alguma oportunidade para conseguirem o poder não pensam duas vezes. Ora vejamos, o Sr. Primeiro-ministro ganhou as eleições está no lugar certo para fazer alguma coisa para o nosso STP, agora tem intenções de se candidatar à Presidente? Tendo em conta o figurino constitucional santomense um presidente é apenas um juiz. Espero que seja apenas uma mera especulação e que não seja verdade porque como eu existem muitos santomense que não apoiam esta decisão. Já tivemos um caso semelhante em STP de um Primeiro-ministro que quis tudo e ficou sem nada. Viva as ilhas maravilhosas

  11. Osama bin Laden

    9 de Maio de 2011 as 10:24

    Patrice, só pode ser brincalhão, querer concorrer a Presidência da Republica!
    O que ele já fez como primeiro-ministro? Por amor de Deus deixem de gozar com este povo.
    Já vi que Patrice está mais preocupado com as suas ambições pessoas do que a resolução do problema do povo e do País…Só pode ser brincadeira…

    • Osama bin Laden

      9 de Maio de 2011 as 10:40

      “Pessoais”

  12. STP

    9 de Maio de 2011 as 10:24

    Para onde estamos a caminhar?
    Depois destes anos da independência todos São-tomenses,
    A todo nível, devem assumir a lutar para a consolidação
    Da independência e da Democracia, este ultimo cada vez mais distantes.
    Isso exige sacrifícios para todos.
    Todos devem ter objectivos claros, e não tentativas de dar bem na vida.
    Tendo o povo confiado ao Sr. P. Trovoada a responsabilidade de conduzir
    o destino do pais, como foi implorado por ele e os seus colaboradores, o mesmo
    deve respeitar a vontade do povo.
    Somos todos jovens, considerados motores da mudança, e estamos a pedir mudanças.
    Ora perguntaria:
    Que tipos de mudanças estamos a solicitas aos são-tomenses?
    Que mudanças se faz sem referencias?
    Quais as referencias esta geração pretende deixar para as mais novas?
    Sem exagero, andamos a acusar os mais velhos de corruptos, pedófilos, etc.
    O que é que esperamos que as outras gerações pensam de nós?
    Meus compatriotas, a mudança pode ser para bem ou para mal.
    Já é o momento para começarmos a reflectir e nãos pensar, a ter visão e não sonho.
    Não vamos vender ilusões ao povo.
    É NO GOVERNO QUE SE PODE MUDAR ESTA PAIS E NÃO NA PRESIDENCIA.
    Temos de começar a gerir as nossas próprias coisas.
    Temos que ensinas os são-tomenses a trabalhar mais, para ganhar mais.
    Temos que despertar os nossos valores antigos (o que é do vizinho não se mexe)
    Temos que criar a cultura de: falar verdade, Transparência, honestidade, trabalho.
    SE NÃO DE NADA VALE O NIVEL DE FORMAÇÕES E FORMADOS QUE TEMOS NO PAIS,
    MAIS CONCRETAMENTE NOS SUCESSIVOS GOVERNOS E NAS INSTITUIÇÕES DE RESPONSABILIDADE.
    O PAIS VALE PELOS HOMENS QUE TEM, e não só pelos recursos
    Espero que comecemos um dia a caminhar com Visão, missão e estratégias claras.
    O que aprendemos na escola, que parece ser muito teórico, mas quando bem aplicado
    Da forma como aprendemos dá frutos que planeamos.

    • Bejunto Aguiar

      10 de Maio de 2011 as 6:56

      Caro Amigo

      Bem dito. Assino por baixo.

      Bejunto

  13. Mario Pinto

    9 de Maio de 2011 as 10:52

    nao se pode impedir que os passaros voem la em cima da nossa cabeca mais fazer nihno sobre minha cabeca isso naooo.

    deixa o homem aspirar todos podemos aspirar.

  14. MM Deus Afonso

    9 de Maio de 2011 as 11:03

    Pode-se considerar como uma traição!
    e o juramento no dia de tomada de posse?
    Sr PM jurou falsidade e abandono do posso que confiou nele! Ambicioso, egoísta, interesseiro,e traidor! e tu não é o único não! Dentro da classe ‘Política’ sao-tomense se gritarem pega ladra, nao vai sobrar alma alguma, tdos eles corriam. JESUS TEM PIEDADE DE NÒS!

  15. london

    9 de Maio de 2011 as 11:18

    Poxa!

    Outro que nao vale nada, definitivamente, estamos perdidos.

    london

  16. Anca

    9 de Maio de 2011 as 12:00

    A altura, não deve ser de aventura política.
    Temos problemas sérios para resolver,com e para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe, o voto confiança depositado na pessoa do Dr. Patrice Trovoada, não deve servir de trampolim para aventura política, de não esquecer que voto foi dado para a mudança, para que o Dr. Patrice Trovoada pudesse executar medidas,projectos rumo ao desenvolvimento, e bem do povo, ao qual deve prestar contas.É o povo quem mais ordena.
    Existe outras formas de conseguir, a estabilidade governativa e Política, alias estabilidade deve fazer parte da consciência Colectiva Sãotomense para bem de todos.
    De resto o Dr. Patrice Trovoada, como cidadão Sãotomense tem toda a legitimidade para se propor a Presidência da Republica, mas o voto dos Sãotomenses é que vão definir quem querem para a Presidência.
    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  17. Leopardo

    9 de Maio de 2011 as 12:28

    Dessa vez, não conte com o meu voto sr Patricio, estas muito bem como Chefe do Governo, há aquele proverbio antigo que diz o seguinte:
    Quem tudo quer, tudo perde ….

  18. Saudade da terra abandonada

    9 de Maio de 2011 as 12:56

    Triste e muito triste. Patrice trovoada, não conseguiu resolver o mínimo das condições de vida da população, teve que emprestar dinheiro no banco para pagar salários da função publica e agora vai saltar para ser candidato a presidente da republica, que pouca vergonha! Deixa ele estamos áspera vai apanhar um chumbo nunca visto na sua vida.

  19. Andrade

    9 de Maio de 2011 as 13:33

    Pois por essa não esperávamos ou talvez sim vai dar um tiro no pé trovoada tas a ser como os outros ganância ao poder pois se calhar pelas tua s palavras também ti viste ao espelho antes da reunião, propósito ao Abel Viegas o sr. Como jornalista deve limitar a escrever de forma a deixar passar apenas a informação e não juntamente com a mesma também emitir a sua opinião fica muito feio dizer que a figura do presidente é um mero cortador de fitas o sr. Formou a onde? Deve rever o código de ética que gere a actividade jornalística. Pois quando quiser dar a sua opinião deve fazer no espaço reservado. É assim na politica é assim no desempenho das actividade profissional é assim no dia-a-dia, vamos de mal a pior,

  20. Assuncao

    9 de Maio de 2011 as 13:34

    Mas oh Sr. Primeiro Ministro!!! veja la que kem tudo ker, tudo perde!! entao quem ‘e k o aconselha nestas paradas? O Sr. tem um exemplo a seguir na familia, ou nao!?e temumprograma do governo e eleitorado k apostou em si como kem traria ventos da mudanca,… penso eu de que…!!um pouco mais de juizo nesta cabecita,nao lhe ficava mal…
    Com cumprimentos.

  21. Salopessa Lilaschoo

    9 de Maio de 2011 as 13:58

    Senhor P.M!!!!Entao prometes-nos mudanças e ja agora queres fugir para a presidencia??E nós como é que ficamos?8 meses se foram o custo de vida quintuplicou os combustiveis subiram vida cada vez mais dificil e qures abandonar o barco?Naaaao,nao faças isso.Pediste a nossa confiança nas eleições e deves justificar isso e cumprir o seu mandato.Não fujas para a Presidencia ate porque segundo a nossa constituição o Presidente da República não Governa.

  22. Santana

    9 de Maio de 2011 as 14:09

    Muita irresponsabilidade. Estamos a espera de resultados da sua governação, quer fazer fuga para frente.
    Não acredito!!
    Não conta com os votos dos motoqueiros mais?

  23. Madalena

    9 de Maio de 2011 as 14:17

    Assim não chegamos lá!!
    Os caboverdeanos que no passado eram força de trabalho escravo, servindo a metropole, hoje, ja não envia escravos, mas sim, intelectuais para Europa e Americas.
    Basta dizer que Cabo Verde tem 4 bispos catolicos, um deles no grande Brasil. Isto é obra.
    Aqui não se mede as consequencias, damos o dito por não dito. Dr Patrice não se contenta com o cargo de 1º Ministro?
    porquê?

  24. jojo

    9 de Maio de 2011 as 14:29

    Meus senhores

    Quem vos disse que o eleitorado Sãotomense apostou no Patrice Trovoada?

    É o patrice trovoada que apostou no eleitorado. Ele pagou os para ser 1º Ministro. Esta história de banho ainda não se aperceberam?

    Acho que o Patrice sim deve ir as Presidenciais, para que o povo lhe dê uma Lição e vá para o local onde saiu.

    Vai la Governar outro País. Estás sim a desgovernar o nosso São Tomé e Príncipe.

    Ambicioso de poder..

    Viva STP

  25. Jose Genreio

    9 de Maio de 2011 as 15:24

    Sr Primeiro, por favor, não de ouvidos a estes comentadores encomendados.
    Queremos estabilidade governativa em S.T.P para que as esperadas mudanças sejam concretizados sem sobressaltos.
    O povo saberá decifrar que caso o Senhor concorra para o cargo de PR é, tão só, com o objectivo de preservar a estabilidade governativa salvaguardando, desta forma, a defesa dos superiores interesses da nação.

  26. Presidente da Treta

    9 de Maio de 2011 as 15:28

    Patrice a comportar-se, está a portar pior que um garoto, afinal queria mudar, antes de mudar o país já quer mudar de posto. Que brincadeira de mau gosto pode ser essa, meus senhores começam a portar como gente grande, gente responsável por bem de nosso STP.
    Patrice ambição é muito bom, mais quando ela se transforma em ganância pode ter efeito imprevisível..
    Um pouco de juízo não lhe faz mal nenhum, já estamos a ficar fartos da vossas brincadeiras.. Assim não pode ser esse povo perece muito mais do que isso..
    Andamos 10 anos com brincadeira de senhor Fradique, agora que ele prepara-se para nos deixar em paz, você começa novamente a brincadeira?! Santa paciência Patrice, já não temos tempo para isso nem paciência para aturar a vossa ganância politica sem sentido.

    Deixa de brincar a politica, porque como vossa brincadeira, o povo pequeno é que mais sofre…

    Espero que senhor venha ter bom senso e repense da barbaridade que vai meter o nosso país…..

    • Presidente da Treta

      9 de Maio de 2011 as 15:29

      “comportar-se desta maneira”

  27. tomatinho

    9 de Maio de 2011 as 15:32

    Este homem PT não fale nada os militante que lhe apoiou mto na campanha ele pôs de fora foi buscar pessoas que nunca deram cara no partido (pessoas que jogam com dois bicos) e deu cargos de ministros directores deputados etc. os ke lutaram seriamente ele pois na lista de suplentes quer gozar com quadros seguros do ADI ke confiança ele merece nada,é pessoa ke resrva, odeia vingarista nº1 este homem falando serio, porque são pessoas que não lhe caiu no coração, como se diz um politico deve ser solidarios com todos os seus militantes. Ke confiança ele merece com esses exemplos dados com proprios seus militantes nenhuma. Agora quer ser PR. para vingar dos restantes. Meu voto jamais darei-te.

  28. ti ti ti

    9 de Maio de 2011 as 15:48

    Desta fez, nao conta com meu voto, nem da minha familia, dos motoqueiros entao pior um pouco, depois diz que quero mudança,o senhor trovoada nao culpado, nos é que fomos burro em te escolher como primeiro ministro, sem cumprir os devidos, agora diz que quero ser Presidente,nao vás levar nadaaaaaa

  29. carlos

    9 de Maio de 2011 as 16:07

    para reunirem e dicidirem em reparar a estrada de uba flor k ta uma vergonha na a pensar em patetice

  30. carlos

    9 de Maio de 2011 as 16:08

    viva pinto da costa

  31. adair sousa

    9 de Maio de 2011 as 16:52

    Estive mesmo a espera desta candidatura.
    O Dr.Patrice Trovoada é o candidato em melhores condições para fazer avançar S.Tomé e Príncipe.
    Vota Patrice Trovoada.
    Portugal

  32. maiker

    9 de Maio de 2011 as 17:08

    o dr Patrice Trovoada deveria candidatar as presidenciais porque é a melhor figura para fazer avançar o nosso pais.

    • Telma Trindade

      10 de Maio de 2011 as 8:40

      Caro Miker,

      Explica-me, por favor, como é que com a luz da nossa constituição, um Presidente da República “per si” consegue fazer avançar o nosso belo País.

    • Vugu vugu

      10 de Maio de 2011 as 8:56

      Oh “Maiker”, afinal és apoiante de quem?

      Na semana passada eras fervoroso apoiante do Pinto. Hoje és do Patrice. Amanhã serás de…

  33. maiker

    9 de Maio de 2011 as 17:08

    avança Patrice trovoada.

  34. Messi '' O melhor''

    9 de Maio de 2011 as 17:16

    Isso é mexmo brincadeira, maldita hora que depositei confiança em te Patricia Trovoada, tantas promessas e nada feito. Fica sabendo que quem tudo ker tudo pode perder, estas a tratar povo de idiota

  35. Original

    9 de Maio de 2011 as 17:25

    Governar não é fácil e Dr.Patrice já descobriu que tem muito osso;melhor seria se fosse Presidente para estar a representar o País ao mais alto nível e sem fazer nada.Quando foi derrubado após 3 meses de governação,lamentou que não lhe deram oportunidade e agora que tem ,já não quer.Esta história
    assemelha-se a alguém que anda a procura de emprego e logo que encontra um desaparece.

  36. Cristiano Ronaldo

    9 de Maio de 2011 as 17:30

    Vc nao demostrou trabalho no governo e já ker candidatar, querias ser chefe do governo mal arumaste a casa ja ker cair fora, deixa de ambição, tens k ter amor ao país e nao por ganançia

  37. Pacifico

    9 de Maio de 2011 as 17:32

    Santomé chegou até esse ponto, ker diser patricio trovoada nao esta governando para melhor condiçoes de vida da populaçao, esta apenas trabalhando para aumentar seu curriculum e seus interesses pessoais. Depois anda ca disendo k é filho de terra e k tem amor a povo, brincadeira

  38. Angelo Torres

    9 de Maio de 2011 as 17:33

    É desta forma que se constata a situação do pais. Quando dois comentarios como os de Madalena e o STP. Que fazem uma analise critica e objetiva do pais, obtenhem tão poucos votos. Esta tudo dito. Mal o pais que espera por um “Salvador”, o pais somos todos. Nem Patrices, nem Pintos, nem Martins, Marias ou Elsas valem se nos os santomenses nao nos mentalizar-mos sobre a nossa responsabilidade na mudança. Queremos mudança, de preferencia feita por outros, que nos caia no prato pronto a servir sem esforços. Emquanto não nos mentalizar-mos que a desordem que existe no pais só serve para favorecer os que tenhem dificilmente havera mudança. Uma pequena anedota passada comigo numas da visitas ao nosso pais.
    ” Estava eu na bicha do taxi no Hospital. Por debaixo da manguira que fica do outro lado do largo do hospital. Havia um grupo de individos que na sombra falavam e confraternisavam. Eis que chega o taxi. E quando vou falar com a taxista sou pura e simplismente aboldroado pelos individos que se encontravam a sombra da mangueira. Que quando do conta ja ocupavam todo o taxi. Sem respeitar as pessoas que quardavam a sua vez ao sol. Enterrando-me do preço da corrida Hospital-cidade. Fiz algo que até hoje não me orgulho. Propus ao taxista que me leva-se a mim e a uma senhora com um bebe, a troco de dobro da carreira. Resultado todos foram corridos do taxi e eu fui sosinho com a sra.
    Quando tentei fazer ver aos presentes se respeitase-mos a fila cada um teria a dua vez. E não contaria, o dinheiro, a cor, o titulo, etc. Mas sim o direito que nos da o nosso lugar na ordem de chegada. Em todos os aspectos da sociedade. Espanto pela resposta. ” Sungue be sun fa! Não consegui o taxi pa voce sosinho, vai.” Fui me embora com uma certeza. Emquanto for assim não ha mudança possivel.
    Um bem haja a todos os principes. Por que todos somos. Antes principes que santos.
    Angelo Torres

  39. S.T.P no coração

    9 de Maio de 2011 as 17:35

    Todos santomenses sao culpados pela atual situaçao k país esta, cada um pensando pelo interesse pesoal e esqueçeu o civismo, temos k ter mas amor a nossa maravilha ilha, amor ao proximo, nao se aceita um homem k mau ocupou cargo de governo ja ker ser presidente. País esta mal, populaçao esta passando fome, economia esta fragil, nao temos dinheiro para O.G.E, vamos unir e trabalhar pra construir país. Patricia Trovoada pensa bem

  40. FLACON

    9 de Maio de 2011 as 17:35

    Realmente aprendemos com a vida, porque ela é uma escola. Der o que vier, o futuro só a Deus pertence. Viva a Democracia.

  41. S.T.P no coração

    9 de Maio de 2011 as 17:36

    Tudo que vem de água, água leva.
    Patricia Trovoada deixa de orgulho

  42. shines

    9 de Maio de 2011 as 17:38

    Patrice Trovoada, voçe esta sendo grande decepção para povo Santomense.Cuidado com mundo quando mas alto for altura mas alto será a queda

  43. maiker

    9 de Maio de 2011 as 17:43

    Qual candidato ou pré-candidato é melhor que Dr.Patrice Trovoada?Nenhum.nenum dos candidatos ou Pré-candidatos tem perfil para ser o presidente da república de S.tomé e Principe.
    Também no seio de ADI não tem nenhum candidato melhor que Dr.Patrice Trovoada
    o Presidente da Assembleia NAcional,Sr. Evaristo de Carvalho e o antigo Ministro dos Recursos Naturais Arlindo Carvalho têm perfil para ser presidente da republica.
    devemos apostar no Dr.patrice Trovoada.
    Porque apoiar o Evaristo carvalho ou Arlindo carvalho nenhum dos carvalhos irá ganhar estas eleições,votar nesses dois é desvalorizar o voto.
    se for para votar nesses dois prefiro votar em Pinto da costa.

  44. joão

    9 de Maio de 2011 as 17:59

    tanto o senhor Evaristo carvalho como o senhor Arlindo carvalho um dos dois se concorerem irão perder bem mal.
    Patrice é o melhor

  45. Gigolo

    9 de Maio de 2011 as 18:18

    Sr. Patrice, para o seu bem e do ADI não se candidate as presidenciais. Será morte e enterro certo. Não aprendeste com o erro do Fradique? Kem tudo ker tudo perde.
    Continue como 1º Ministro e mostre o k vales apesar de saber k não é facil. Acalma a tua ambição de ser Presidente.

  46. Filho da Terra

    9 de Maio de 2011 as 19:01

    Ganancia de poder e muito infantilidade da parte deste Senhor.. se o tal se verificar..MC

  47. Filho da Terra

    9 de Maio de 2011 as 19:02

    Ganancia de poder e muita infantilidade da parte deste Senhor.. se o tal se verificar..MC

  48. doxe melé

    9 de Maio de 2011 as 20:22

    Patrice, uma coisa de cada vez.

  49. moreno

    9 de Maio de 2011 as 20:55

    caro P.M. fica-lhe melhor apoiar o pinto da costa! o shr ainda é jovem,mostra primeiro trabalho,que um dia o shr será presidente.um bem hája

  50. BARÃO DE ÁGUA IZÉ

    9 de Maio de 2011 as 22:04

    O Sr. Patrice, ao querer candidatar-se neste regime semi-presidencialista, não estará a querer fugir das suas responsabilidades e do que prometeu ao povo de STP? Se de facto quer ser Presidente e tem nivel de Estadista e quer ajudar a tirar o povo da pobreza, deve patrocinar a alteração da Constituição e defender o Presidencialismo (democrático). Se, se candidatar como tudo está, e sem realizar muito do que prometeu, será um “politico” que deverá ser rejeitado e não merecerá pertencer ao corpo politico do nosso País.
    O oportunismo politico tem que ser combatido firmemente pelo povo SãoTomense. Faça a escolha sr. Patrice!!

  51. Paracetamol 500mg

    9 de Maio de 2011 as 22:22

    É de lamentar esta decisão deste partido, caso venha a confirmar. Bem, temos que usar a celebre expressão Ministro D.V.D, porque se concorrer as Presidenciais, só demonstra que ele esta a fugir ao trabalho.

  52. repor a verdade

    9 de Maio de 2011 as 22:47

    viva pinto da costa

  53. 1982

    10 de Maio de 2011 as 7:42

    Pelo que eu saiba a nossa constituição não impede um cidadão que representa qualquer outro órgão do poder do estado candidatar-se ao cargo de Presidente da república. Ele é livre de o fazer se assim entender.

    Cabe o povo exercer o seu poder de escrutínio quando for chamado para votar. Assim manda as regras democráticas.

    De qualquer forma eu como cidadão e preocupado com a situação económica e o nível de pobreza em que a maioria da população do meu País se encontra gostaria de pedir encarecidamente ao cidadão Patrice Trovoada para não abandonar o cargo do 1º Ministro.

    Nesta altura de enormes dificuldades para financiamento da nossa economia pode ser muito arriscado e até perigoso o País sujeitar-se a troca de governo para não falar da instabilidade governativa e todas as consequências delas associadas que isto pode causar.

  54. J. Maria Cardoso

    10 de Maio de 2011 as 8:13

    “Onde há fumo, há fogo!”
    O sr. Secretário de Estado e Secretário Distrital do ADI em Mé´-Zóchi, ao tentar contrariar as movimentações na propalada Jornada de Reflexão não convenceu aos k têm olhos para ver e corre o risco do dito por não dito.
    Quem concorreu com pompa e circunstância as últimas presidências não estará disponível para ver a caravana fugir-lhe pelos olhos agora q não há reecandidatura.
    Para o nosso desespero, a democracia tb dá liberdade de opção aos líderes partidários. Recuo e avanços nos discursos não enchem a barriga ao povo, mas distrai-lhe dos problemas do dia-a-dia.
    Bem-haja Téla Nón!

  55. Fla von von

    10 de Maio de 2011 as 9:05

    Maktub é uma palavra de origem árabe que significa está escrito.
    Vivemos numa época muito acelerada e apressada, os planos que podiam outrora demorar 20 anos, assim como destruição e construção acontecem em 20 minutos.
    Exemplo disso é que todo mundo quer cortar árvores pra fazer tábuas, abarrotes, torra e vender. Não conheço um sequer que plante no lugar e espere que o seu bisneto possa continuar com essa destruição lentamente.
    A desculpa que já ouvi de céticos é que eles não estarão vivos quando as árvores estiverem grande e pronta pra renovação do ciclo da matança. Eles nasceram junto com as plantas, só pode. Ambição é algo fantástico porque quando o homem o é, certamente eles terá sonhos gigantes que ele sonhará cada pedaço por noite tranquila ou turbulenta. Ao fim, estará formando uma ponte, escada e deixando migalhas como trilha pra quando se perder, saber como fintar e corta-mato.

    Qualquer pessoa que não se encontre satisfeita com o seu trabalho, com certeza deve mudar e encontrar um melhor. Mas qualquer pessoa que mude de trabalho como roupas, definitivamente o problema não é achar um trabalho melhor, sim paira em si.

    Espero que ao fim de tudo, não passe de um equívoco e podem apertar as mãos e seguir em frente pra um STP melhor.
    Uma coisa é certa, nós são-tomense somos uma criatura diferente de todos os que da África já conheci. Muitos nos julgam de bôbô-dançu mas que não esquecemos de tudo que foi bom e ruim pra nossa vida, está escrito.
    Espero que Sr.Miguel dos Anjos Cunha Lisboa Trovoada possa aconselhar o seu filhinho que ele pode fazer diferente na aeronave que está pilotando. E que todos pilotos dos aviões comerciais com capacidade de até 800 passageiros, usaram simuladores um dia na vida.
    Construa uma carreira e não deixe que passamos a ti olhar com ódios e raiva. Sabe, ti digo outra, nenhum dos que fez mal a esse país pelo, teve ou terá alguma chance. Isso serve de Pinto, galinha, ovo,fígado Trovoada Pai( esse é esperto) à Fradique. Como somos poucos, marcamos as pessoas e vingaremos delas, por mais tempo que dure.

  56. Ambrosio Santiago

    10 de Maio de 2011 as 9:17

    Quero FELICITAR aqui a todos os que tornam possível a existência deste site .com pela postura democrática e de isenção que vem assumindo no tratamento do material informativo aqui divulgado bem como os mais diversos comentários deixados pelos inter nautas que diariamente visitam esse vosso valioso site!
    Sem duvidas um grande meio de informação, bastante equilibrado, onde se respeitam as opiniões quaisquer que sejam, aqui todos tem voz e vez! Isso eh DEMOCRACIA, forca que estão no caminho certo! Oxalá que outros por ai se deixem contagiar e acabem aprendendo algo convosco! PARABENS

  57. Fútaaaaa

    10 de Maio de 2011 as 10:02

    Ê xê pé dê…

  58. Arlindo de Carvalho

    10 de Maio de 2011 as 10:32

    Meus caros
    Foi com surpresa que vi o meu nome, constar na lista, como sugestão de alguns membros do meu Partido, como possível candidato.

    Infelizmente devido aos compromissos laborais, não tive a oportunidade de tomar parte na reunião realizada em CATAP.

    Gostaria de agradecer a aqueles que sugeriram o meu nome, mas gostaria também de informar que nunca tive ambições políticas, apesar de já ter ocupado cargos políticos.

    Sinto-me muito bem como técnico, e dentro da medida possível e de alguns conhecimentos que possuo na minha área de formação, vou continuar a contribuir técnicamente para que o nosso país possa vir a conhecer dias melhores.

    Por isso, gostaria que nem sequer comentassem a sugestão avançada com o meu nome pelos membros do meu partido, pois foi também para mim uma surpresa, já que a minha ambição nunca chegou a este nível.
    o que eu realmente aspiro é de continuar a superar-me técnicamente, para melhor contribuir para o desenvolvimento socio económico do meu país.
    Arlindo de Carvalho

    • O regresso de "Os Flechas" - 1975

      10 de Maio de 2011 as 14:05

      Ora aí está a atitude correcta de quem não quer estar envolvido nesta salganhada das presidenciais.

      Se a pessoa não aspira a ser candidato, deve vir a público esclarecer isso e não alimentar tabus, como tem feito o Sr. Patrice Trovoada.

      Só pela sua atitude, Arlindo Carvalho, você devia ser candidato.

      Os meus parabéns!!!

    • 1982

      11 de Maio de 2011 as 13:54

      Caro Carvalho.

      Tem todo o direito de exercer a defesa da suas convicções relativamente a sua participação na vida política do País.

      Mas a forma como veio exerce-la nas circunstâncias atuais e num ambiente político já de si inflamado é que, do meu ponto de vista, não contribui muito para a união e a estabilidade que o País precisa.

      Bastava informar que não intenciona candidatar-se a PR alegando razões pessoais.

  59. Amigo de STP

    10 de Maio de 2011 as 10:36

    amigo de STP
    Sr PM Se candidatares ao cargo de PR eu faço campanha e voto contra a sua candidatura e fica a saber que tenho pelo menos 200 votos comigo.Sou Forte

  60. eliseu neto vaz

    10 de Maio de 2011 as 11:50

    sou eliseu neto vaz.
    no meu ponto de vista o dr patricie trovoada como cidadao nacional tem o seu direito pleno em se candidatar se. mas vendo a coisa no outro angulo, acho que o povo lhe deu ate entao o direito de ser chefe do governo, razao pelo qual saiu vitorioso nas ultimas eleicoes. ora vejamos… se o dr Patricie renunciar o cargo, eu, do meu ponto de vista, seria o fim do partido ADI na cena politica em sao tome…sou tambem do ADI alias participei na sua campanha e tb nas reunioes….e acho que Dr Patricie deveria esperar o momento certo. ser presidente de sao tome, acredito que um dia ele vai ser…mas por enquanto nao…na vida temos que saber o que queremos. o pais ta indo de mal a pior, sem investimentos externos , desemprego enfim. eu acho que ja ta na altura de nossos politicos serem mais maduros e procurar uma solucao pra essa terra que e de todos nos.

  61. Geração Motor de Bicleta

    10 de Maio de 2011 as 12:18

    Sr Arlindo Carvalho,
    Claro que o Sr quer é manter o tacho de eterno director de Ambiente, provavelmente um cargo mais apetecível.
    Economicamente é mais rentavel ser Director do Ambiente, e por isso a sua coberdia não o deixa ir para guerra.
    O seu problema é medo de perder esse tacho na direcçao do ambiente.
    Deus há de vos castigar a todos os que prejudicam o nosso São Tomé e Principe, com vossa ganancia e gatunice.
    Santómé sá dêcu vivo, nguê cú cá fé bem cá bêlê, cú cá fé mali sá guadado.
    Viva São Tomé e Principe.

    • Mimi

      10 de Maio de 2011 as 15:23

      Penso que a atitude do Sr. Arlindo Carvalho é digna de respeito. Acho natural e louvável um cidadao santomense nao aspirar carreira política, nos dias de hoje! Acho louvavel um cidadao querer progredir profissionalmente versus entrar em querelas politicas que em nada dignificam os homens (e mulheres) deste pais. Se o emprego dele é “tacho”, ele talvez o mereça! Publicamente parece ter demonstrado competencia!

    • António Veiga Costa

      10 de Maio de 2011 as 15:56

      Senhor Geração de Bicleta,
      o senhor com esse pensamento e na sua “bicleta”, garanto-lhe, não chegará a lugar algum. Enquanto o Sr. Arlindo à frente da Direcção do Ambiente e com o trabalhao que tem demonstrado vai longe.

  62. Toma Choo.

    10 de Maio de 2011 as 12:39

    Esses comentários revela que a nossa população está atenta a nossa política e desde já apela ao Sr. Patrice de assumir a responsabilidade com que lhe confiou e depositou o povo,deve O Sr PT cumprir o seu juramento ,não temer ,trabalhar e apenas se possível remodelar o seu Governo.Foste buscar algumas pessoas que não tem perfil, carisma política para ser Ministro.Nem conduta humana têm,que exemplo vão dar aos seus técnicos.O Ministro da Justiça e o Ministro da Educação não têm qualidade e conduta para estarem no seu elenco governamental,o SR.como chefe do Governo procura saber a conduta desses senhores;no que toca a eleição presidêncial sería mais útil se apoia-sse outro candidato, não necessariamente tem que ser do ADI,como líder do ADI poderías rever os perfis dos candidatos que se apresentam,rever a ficha limpa e a ficha suja de cada um e decidir em quem poiar e assim serías bem visto,prestando um bom serviço a nação.Apoiei cegamente o seu partido nas eleições legislativas de Agosto do ano transato, mas poderei reverter a situação caso o SR. se candidate ou apostar erradamente em apoiar candidatos como Pinto da COSTA, Aurélio Martins, ElSa Pinto e Maria das Neves,fazendo isto não serás coerente e nem pautarás pelo príncipio de ficha limpa, seriedade e muito más. Penso que deverias apostar noutros candidatos como O Francisco Rita, o Filinto Costa Alegre que apresentam algum perfil para serem presidente e que muitas vezes poderão ser melhor que a figura que fez o Fradique de Menezes.

  63. carlos

    10 de Maio de 2011 as 12:40

    os problemas se resolvem, quando se trabalha seriamente pensando efectivamente na sua resolução,porem, há momentos em que devemos tomar determinadas decisões e é por aí que o mal se soa.
    entretanto, o sr.P.Ministro tem duas opções apenas:agir com sabedoria agora ou sofrer as consequências da sua ignorância…

  64. Tiny

    10 de Maio de 2011 as 13:50

    De facto isto ee a consequencia da ganancia politica….. Isto vai dar BUMMMM

  65. MALDINHA

    10 de Maio de 2011 as 15:14

    na minha opinião pessoal S. patrice deve candidatar-se, de forma que Governo tenha mesma linguagem com Presidente, porque ter um outro presidente que não fala mesma linguagem com ADI vai ser o fim deste País,o Presidente fará de tudo para destruir o governo,e quem sofre com tudo isto é o povo pequeno.basta o sofrimento.

  66. Carlos Ceita

    10 de Maio de 2011 as 16:04

    Meus caros amigos a ser verdade é o maior tiro que alguém pode dar nos próprios pés. Seria o princípio do fim deste senhor e do seu partido. É isso que PM quer? Não acredito. Acredito sim é na sabedoria e na serenidade do povo que estará sempre disponível para castigar os políticos incumpridores e sem palavra.
    Abraços

  67. Malanza

    10 de Maio de 2011 as 17:00

    Depois de uma leitura exaustiva dos comentários escritos acima, decidi dar o meu contributo, não vou criticar nunguém, mais se pensarmos com frieza a suposta pretensão do nosso primeiro ministro candadidatar-se a presidente não faz muito sentido. Pois parece um escape para um problema que o mesmo não consegue resolver, de certa forma demonstra incompetência.
    Cumprimentos a todos.

  68. El Chacal:

    11 de Maio de 2011 as 1:49

    Só gostaria de perguntar aos senhores governantes ou dono de S.TOMÉ E PRINCIPE.Até quando o pagamento da bolsa em atraso para os estudantes na diaspora?

  69. Costa Manuel

    11 de Maio de 2011 as 2:44

    Meu Deus o meu pais esta sendo dirigido por pessoa gananciosa e louco pelo poder Patrice Trovoada nuca como presidente nao tens capacidade … queremos Aurelio Martins

  70. pinto

    11 de Maio de 2011 as 8:19

    Qualquer cidadao de STP pode aspirar ser presidente da nacao.no caso de PT se e que tem essa ideia de se candidatar , creio eu ser uma atitude de uma deselegancia total.o povo acreditou nele como pessoa capaz de levar o pais para progresso, confiou nas suas palavras deu credito as suas promessas e colocou o no poder.pode se contar pelos dedos da mao , o numero de politicos que em STP estao na politica para lutar de verdade por causas populares.quase todos vao pelo binomio – poder/dinheiro.o que me alegra e que dentro disto tudo ainda existem politicos honestos , integros serios e que realmente sao capazes de lutar pelo povo.o nosso actual PM lamentou que nao o deixaram governar na primeira legislatura que esteve com chefe do governo.agora que feliz ou infelizmente esta outra vez a frente do governo creio eu ser a hora indicada para mostrar o seu valor , mostrar o seu empenho e mostrar ao povo que realmente e capaz de levar STP a progresso , a desenvolvimento e sobretudo para que o povo veja que elegeu pessoa certa para a funcao de PM.

  71. Maiker

    11 de Maio de 2011 as 9:43

    o Patrice Trovoada é o unico capaz de vencer o Pinto da Costa.é claro que sendo primeiro Ministro de S.Tomé seria melhor vidto que em termos constitucionais exerce um maior poder na governação do pais.Seria bom se o Patrice Trovoada continuasse como primeiro ministro,mais como não tem um candidato com notoriedade como ele e capaz de vencer o Pinto da Costa,ele pode e deve candidatar,para impidir a chegada do pinto da Costa ao palacio cor de rosa.

  72. Ectivaldo Fernandes

    11 de Maio de 2011 as 15:13

    Eu só tede 17 idade anos ,e pelo pouco que entendo de da politica e da administração de um país ,digo sinceramente que o excelentissimo senhor 1º ministro tem que mostra o povo que valeu a pena votar nele,tendo em conta a função de um presidente, é mais representstiva ñ demonstra mt trabalho e então é o governo que deve trabalhar para o bem estar deste povo que está farto de ser enganado continuando na pobreza em detrimentos do má gestão da riqueza publica e da falta de politicas sociáis,financeiras ,economicas enovadoras que conduzão ao desenvolvimento .O governo tem que ter um contacto contante e real com as situações sociais.A exintencia dos varios orgãos suberanos num pais depende do povo que os elegem de peito aberto a espera de justiça e segurança …………………

  73. maria chorona

    11 de Maio de 2011 as 15:50

    este teu limão pode ser espremido ja não dá mais suco, até a oposição deixou-te trabalhar, agora queres ser Presidente da Republica ganhe juºizo e não goza com a inteligencia do santomense

  74. leitao

    11 de Maio de 2011 as 18:38

    Tavarish Patrice,
    Pashôl ti na kui.
    Svinia

  75. Samantha

    12 de Maio de 2011 as 8:28

    O quê?! Já não lhe basta o cargo de primeiro ministro?!!! Acho que devemos ser comedidos quanto ao poder! Realiza as suas tarefas como primeiro ministro e depois pense em ser presidente! Acho que temos que ser conscientes não é senhor Patrice?!!! Oh Céus! Quanta ambição!

  76. sacramento

    12 de Maio de 2011 as 17:19

    concordo com minha colega..nem completou seu mandato como primeiro Ministro..e já quer ser Presidente..huuu não confio um homem que até seu partido ele faz algo sem avisar seu próprio partido ..é esse homem que querermos pra nos comandar ????

  77. Kinder 24

    12 de Maio de 2011 as 22:01

    Vamos todos zelar para o progresso da nossa terra.votando e fazer a escolha certa

  78. Flolicanidu

    12 de Maio de 2011 as 22:46

    Caro(a)s,

    O ADI, depois de tantas hesitações e para não dizer que não tem candidato vai anunciar amanhã (13/05/2011) a candidatura de EVARISTO CARVALHO, com o incondicional apoio do ADI.

    Entretanto o NOSSO primeiro-ministro viajou esta noite (na companhia de um ministro que mexe com dinheiro) com destino a Nigéria a fim de angariar apoios para a campanha do seu partido.

    Como já vem sendo habitual neste governo, a justificação oficial para mais esta viagem às custas do nome dos santomenses é que se trata de contactos para obter financiamentos para o OGE. Mais aldrabice!!!

    Assim, na corrida a PR, iremos ter o trio da velharada formado por Pinto da Costa, Evaristo Carvalho e (não deixa de ser um velho) Filinto Costa Alegre. Serão os Três Tristes Tigres (TTT) desta campanha. Serão os dignos representantes do atraso de vida. NÃO SÃO HOMENS DA MUDANÇA, mas sim o mais do mesmo.

    Há que depositar esperança e confiança na juventude, em GENTE GIRA…na VERDADEIRA MUDANÇA.

  79. Cleusa(estudante)

    17 de Maio de 2011 as 9:55

    mais como é possível uma terra tao pequenao e tao rica ter tanto problema? porquê que temos que mudar sempre de pele, porquê que nao acreditamos, nao batalhamos, nao nos esforçamos, temos tudo pra ser os milhores, temos que aproveitar, temos que deixar de gatinhar,deixar de maninhas pra sair da boca do mundo …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo