Análise

E agora…! Quem é Evaristo Carvalho?

Cidadão são-tomense, maior, idade de Cristo a data da independência das ilhas de São Tomé e Príncipe, Administrativo, na qualidade de um santanês, como veremos no nosso reportório, não nos referimos ao sertanês, o pião do Sertão, ai do Brasil, desta aldeia global da nossa lusofonia, nunca desiludiu aos seus nem a sua patrona, Sant’Ana Grande, “klaga mina, bôbô neto”, que traduzirá em si mesma o tempo e a vida de um filho legítimo.

Crime

– Regime ditatorial

Empenhado na independência do seu país, sob o jugo colonial português, Evaristo Carvalho, pertenceu a família do regime ditatorial dos 15 anos liderado por então Presidente da RDSTP, Pinto da Costa. Em 1977, Evaristo Carvalho, entra no Governo monolítico, nomeado Secretário de Estado da Administração Territorial. Pertenceu também ao Bureau Político do MLSTP, a estrutura máxima do partido único.

Numa retrospectiva histórica é com a maior das facilidades que qualquer elemento que tenha exercido os cargos políticos e outros se vê liberto dos crimes que possam ser imputados ao regime, já que aos olhos do juízo comum é sempre presente a culpa do líder pelo mal. Quanto a elegância ou seja, as virtudes de qualquer exercício que patenteie uma Nação, também não se convoca a necessidade de perícia científica para sobressair o líder e não a equipa que com ele leva o barco ao bom porto. Vejamos o caso do Brasil. Alguém ainda se recorda de um só nome dos membros do Governo de Lula da Silva?

Dizem os que conviveram com o processo de mudanças em STP, que foi único, notável e exemplar esse período da nossa História, tendo em conta a inteligência e a conivência de num mesmo momento, entre desconfianças e compromissos, o adiar e o já e agora, em suma, o leve-leve, o país pôde coabitar quase que com dois sistemas sem incidentes que pudessem manchar a agenda política. O pensamento plural entrou na moda ainda antes de estar plasmado na lei mãe gerando conflitos nos conservadores do regime. Aliás, alguns partidários do MLSTP/PSD justificaram, na altura, como uma das razões da sua derrota eleitoral, foi o uso e o abuso do aparelho do Estado e dos bens públicos pela oposição em detrimento do poder.

Por mais que nos esforcemos em separar as águas, em São Tomé e Príncipe, apenas uma figura após os 20 anos de democracia, não obstante, conduzida por si na maior estabilidade e discussão pública que mudou o país de Mono para Multipartidarismo, ao longo das intervenções do nosso manjar, ainda não é democrata. Todos os seus colaboradores e cúmplices dos 15 anos não tiveram qualquer dificuldade em apresentar aos são-tomenses como verdadeiros santos e vacinados de democratas despidos de qualquer rasura ditatorial que não o líder. Fiel as profecias propaladas no jogo democrático vindas dos mais variados profetas da verdade e da democracia, não resta dúvidas que só o líder não está autorizado a ser patenteado de democrata.

Divergências

Em divergência com o regime ditatorial, Evaristo Carvalho abandona o MLSTP em 1982. Após uma tentativa de reconciliação com a Nação e até com os nacionais exilados, em 1985, o regime abre-se a várias sensibilidades. Evaristo Carvalho regressa deste modo pela porta de Assembleia Nacional na condição de deputado independente.

Desde então e até 1991, Evaristo Carvalho, exerceu cargos directivos e públicos de relevante importância política e administrativa do regime na gestão de São Tomé e Príncipe que lhe notabilizaram e enriqueceram os seus conhecimentos, a produzirem-se numa mais-valia do “mais velho” na IIª República.

Democracia

Evaristo Carvalho conjuntamente com Daniel Daio, Guadalupe de Ceita, uma grande franja de jovens quadros da intelectualidade e muitos dissidentes do partido único, preocupados com o país e atentos a abertura as mudanças, fizeram parte do núcleo organizador do Grupo de Reflexão, a semente que após o Referendo da Constituição de 1990, veio a germinar o PCD, ganhador das 1ªs Legislativas de 20 de Janeiro de 1991.

Figura muito próxima de Miguel Trovoada, Evaristo Carvalho não sofreu qualquer vendaval após as guerras do Governo do PCD com o Presidente da República em definir a sua posição no novo cenário democrático. Recorrendo aos factos históricos, Evaristo Carvalho e Daniel Daio, foram os dois emissários do Grupo de Reflexão, que se deslocaram a Lisboa em 1990 para oferecerem ao Miguel Trovoada o lugar de candidato presidencial da oposição, em detrimento de Guadalupe de Ceita que mobilizava e se afigurava como o homem forte para a concorrência a eventual intenção de Pinto da Costa de ir ao voto democrático. Daí que, quando o Presidente Trovoada se viu na necessidade de aquartelar os seus homens e formar o exército para os grandes combates, já que perdera a base de apoio da Mudança e a pensar na sua reeleição em 1996, Evaristo Carvalho, que tinha deixado o lugar de deputado do PCD no Parlamento e exercia as funções de secretário-geral do gabinete do PR, foi a figura a quem Trovoada confiou a missão da chefia do Governo de iniciativa presidencial.

A missão de Evaristo Carvalho para a harmonia presidencial não entrou em reforma com a presidência de Fradique Menezes, eleito com o apoio de Miguel Trovoada em 2001. Assim, o novo Presidente da República, na sua primeira missão na chefia do Estado que consistiu em demitir o Governo legítimo de Guilherme Pósser do MLSTP/PSD, refugiou-se também nos bons préstimos de Evaristo Carvalho, enquanto dirigente do ADI para assegurar o VIº Governo (Gestão) no período de Setembro de 2001 a Março de 2002.

Aspirações

Ao confiar no perfil político e público, nas declarações do líder do ADI e no consenso partidário gravado no cinema Marcelo da Veiga, no entardecer de sexta-feira 13, profanamente dia das bruxas e sagradamente, mês de Maio, dia dos Três Pastorinhos da Cova da Iria na aparição de Nossa Senhora de Fátima que tem a imagem peregrina, por estes dias, a benzer a nossa Santa Terra, propalam os seus admiradores que Evaristo Carvalho, nunca correu atrás dos seus intentos. É merecedor dos cargos a que foi chamado a exercer em nome da Nação e dos são-tomenses e não podia recusar a exigente prenda das mãos do amigo Patrice sem mesmo ter aquecido o rabo na cadeira de Presidente do Parlamento. O consenso nacional pós Agosto de 2010, não se advinha qualquer espalhafato na eleição do deputado a ocupar a vaga presidencial nem que tenha de vir da oposição.

Assim, após alguns tremidos temporais, corrupios no partido, a recusa pública de Arlindo Carvalho (ADI), os avanços e recuos em busca da cronologia certa e as viagens relâmpagos ao estrangeiro a caça do dinheiro que pudesse favorecer e suportar a cara corrida eleitoral são-tomense, finalmente, Patrice Trovoada, deixa cair o véu e anuncia aos são-tomenses e ao Mundo o candidato partidário as eleições presidenciais, claro, devia ser o contrário. Daí que, foi visível o frenesim de Evaristo Carvalho no assumir da candidatura. O cidadão deve apresentar-se a Nação e solicitar o apoio partidário (se necessário). Só que, não é osso fácil de roer na nossa prática democrática, alguém com intenção de ganhar as eleições, concorrer sem um peso partidário a partida. É a nossa democracia! Os cépticos especulam que a decisão de Patrice Trovoada em não avançar pessoalmente a corrida presidencial tem a ver com a pouca disponibilidade encontrada por parte dos seus potenciais financiadores estrangeiros que não lhe garantiram a massa pesada.

Será por ter carregado ao colo o regime ditatorial dos 15 anos e carrega nas costas, nas horas difíceis de instabilidade política o peso da democracia dos 20 anos, assumindo os Governos de Gestão e de iniciativa presidencial de MT e FM e, actualmente Presidente da Casa Legislativa, Evaristo Carvalho com um projecto presidencial a ser-lhe presenteado pelo seu ADI, a sessenta dias da ida as urnas, não perfilará na libertação das mentes asfixiadas rumo ao desenvolvimento do país e corresponderá a ambição dos jovens como o candidato da Mudança para o dia 17 de Julho?

«O meu amigo, o meu conselheiro, o meu irmão, o mais velho, o meu camarada Evaristo do Espírito Santo Carvalho, é o nosso candidato às eleições presidenciais!» Elogios de Patrice Trovoada no anúncio do candidato do ADI as eleições de 17 de Julho.

18.05.11

José Maria Cardoso

    40 comentários

40 comentários

  1. boca calada

    19 de Maio de 2011 as 8:50

    queremos caras novas !!!

    • Luis Edmar

      21 de Maio de 2011 as 21:29

      Humbah boÊ!!!??É uma boa cara nova…..

  2. zeme

    19 de Maio de 2011 as 9:50

    Gostaria apenas de ver o CV deste senhor, que pelo sinal eh tb culpado pela nossa fraca economia.

  3. zeme almeida

    19 de Maio de 2011 as 9:54

    Nao e necessario ter-se lecenciatura para ocupar o cargo de presidente da republica.O senhor Evaristo apesar de nao ter licenciatura eu acho que ele tem todas as condicoes para assumir este cargo como uma figura a mais alto nivel da nacao.Uma pessoa idonea que ja assumiu varios cargos e tem curriculo suficiente para um bom arbrito .Isto de ter caraS novas nao tem signicado nenhum,o que e necesario e trabalho e a contribuicao todos.Viva RDSTP

    • Paulo Sergio

      19 de Maio de 2011 as 15:44

      È preciso sim, os país gasta dinheiro a formar gente, logo tem que valorizar esse esforço financeiro.
      Quem não estudou problema é dessa pessoa, graça a Deus temos escola quase de borla STP..
      Não queremos mais empírico no poder.. Basta. Porquê que ele não vai pelo menos tirar curso no IUCAI ou na Lusíada..

      Evaristo não exemplo, tem filho espalhado, duvido que dá assistência a todos esses filhos, duvido muito….

      • Mera Defesa

        19 de Maio de 2011 as 22:31

        Pois é…tens como bandeira a formação superior, nota-se a qualidade da tua boa escrita e o armazém do teu obscurantismo…o nosso S.T.P já tem um grande índice de desenvolvimento humano mas nem por isso sai do “marasmo” económico que se encontra…vai com calma com o seu canudo e seja mais prudente…há muita macroeconomia que já tiveram lideres sem formação superior cujo os resultados foram muito bem sucedidos…em alguns casos mais frutíferos do que quando tinham os chamados líderes bem dotados e de formação superior ao peito…Não quero com isso dizer que não vale a pena estudar ou ter um nível académico superior, mas sim, respeitar os que têm apenas o título de senhor; Nem tão pouco estou a defender a pessoa em causa; apenas para dizer que ser Dr. ou Eng. não é condição cinequanon para se ser um bom lider ou um bom presidente ou seja la o que for…

  4. zeme almeida

    19 de Maio de 2011 as 9:57

    Queria de dizer{significado}

  5. Tela

    19 de Maio de 2011 as 11:50

    Muito boa as passagem desse grande homem da Nação São-Tomense mas isso de Partido estar a fazer campanha Presidenciais para seu Candidato é errado, uma véz que até então o mesmo nada disse sobre a sua candidatura, e ainda não apresentou o seu projecto social, se há princípio de separaração de poderes não devia existir Presidente e Governo do mesmo partido e muito menos o Partido no Poder a fazer campanha para o mesmo, é preciso que alguém controle as situações, é certo que é preciso establidade política para o governo trabalhar em prol do desenvolvimento da Nacão mas como já é sabido o Presidente da República já nao tem o poder que tinha outrora pelo que na minha humilde opinião não acho o Evaristo de Carvalho o homem certo para o Povo São Tomé e de referir que falta-lhe presença e postura é uma figura muito pacada para os tempo de hoje é necessário um candidato mais activo.

    São Tomé, Tela Hô

    • Marta

      19 de Maio de 2011 as 15:24

      Queres dizer um com electricidade estática nos cabelos, tipo Fradique?????

  6. nacionalista

    19 de Maio de 2011 as 14:29

    A candidatura desse homem entra em contradição com a sua primeira entrevista publica depois de ter sido eleito como presidente da AN

    • João

      19 de Maio de 2011 as 18:00

      Oh “nacionalista”. Não é só a candidatura dele que entra em contradição com a entrevista “dele mesmo”. É todo o país, STP, que está em contradição, com o seu desenvolvimento.
      João

  7. Presidente da Treta

    19 de Maio de 2011 as 14:30

    Este Homem já é Avô (75 anos já chega vai para reforma), ou seja Avô Evaristo de Carvalho, pai de umas centenas de filhos espalhado pelo STP inteiro, e alguns espalhados por Portugal, Angola e por ai fora, tem cada filho com mulheres diferente.
    Avô Evaristo não é exemplo para ser presidente.

    Este homem é irmão de Jorge Correia, homem que fez desaparecer o dinheiro da participação de STP na Expo98 em Portugal… Eu recordo muito bemmm…

    • Fernandes

      19 de Maio de 2011 as 14:56

      Não queiras denegrir o homem a todo o custo, pelo que consta ainda nem tem 70 anos.

      Com este Sr. como presidente teremos ao menos como certo que, não vai chover quintas e piscinas com o dinheiro do povo, não vai chover Whisky e Moet Chandon no Palácio Rosa e o actual Governo vai, pela primeira vez, levar o seu mandato até ao fim e vamos poder avaliar.

      Eu vou seguir o exemplo de Cabo-Verde por isso vou votar nele.

      • Vugu-vugu

        19 de Maio de 2011 as 20:05

        Coitado do Evaristo, só conhece ússua e tampa de bule. Isso (e as meninas do “3 Fev”)sim vai passar a chover no palácio se esse triste for eleito.

        • Rio de Ouro

          20 de Maio de 2011 as 18:22

          Oh Vugu-Vugu, falta acrescentar mais uma particularidade à caracterista do EC. Na época colonial ele fazia parte de um grupo de “batoteiros” da praça de ST.
          “Batota” era o nome dado ao jogo de dinheiro clandestino.

    • Pateta

      19 de Maio de 2011 as 15:38

      Afinal ele é irmão de Jorge Correia!!? Então esqueci, não vou votar mais neste homem, ele afinal é irmão de corrupto bem conhecido da nossa praça… Credo, longe me…..

      • nana

        23 de Maio de 2011 as 16:52

        pelo facto de ele ser irmão do jorge correia não implica dizer qu e é igual ao seu irmão, cada um cada qualaaaaalll.

    • Politicos sem Moral

      19 de Maio de 2011 as 15:47

      Patrice Trovada também tem filhas que ele não dá assistência familiar… Mesmo assim é 1º ministro, políticos sem moral…

      Sei bem o que estou a dizer, fazem filhos e não dá nada aos filhos, uma grande vergonha..

      • Homem de STP

        20 de Maio de 2011 as 9:47

        È verdade Patrice não ajuda as filhas que ele tem com a Rosa… Ele é mau pai, devia ter vergonha na cara, homem quando faz filhos deve dar atenção aos seus filhos…. Politicos sem moral, muito bem dito. Tambem sei da historia…

      • Jacinta BM

        20 de Maio de 2011 as 15:16

        Não podemos culpar os nossos homens pelo fato de terem filhos com diferentes mulheres. A Verdade é que, embora em menor escala, no Pais, também acontece mulheres terem filhos com diferentes homens.
        A verdade seja dita, raro é o saotomense que não verifica situação semelhante no seu agregado familiar.

        Este fenómeno, embora lamentável, faz parte da cultura nacional.

        Se fossemos aplicar o critério de exclusão, ao exercício de cargos políticos em S.T.P, a todos os candidatos com filhos ilegítimos, não teríamos quase ninguém que cumprisse tal requisito.

        O culpado de tudo isso são os nossos pais, que nos geram demasiadamente boas, levando a que os nossos homens não nos resistam, e como a coisa é realmente boa, resulta em filhos, talvez por falta de conhecimento da nossa parte, relativamente a prevenção de gravidez indesejáveis. Faz lembrar a comida: de vez em quando vemos pratos que nos apetece comer, mas pelo fato do dinheiro ser escasso, nem sempre podemos satisfazer o desejo. A falta de dinheiro funciona, neste caso, como um travão ao nosso desejo.

        Alem disso, os nossos homens são estimulados, desde que nascem, pela família, com chás, folhas e outras coisas que os fazem tornar homens extremamente ávidos por nos, verdade seja dita, somos extremamente atraentes e boas. Para que este fenómeno altere muita coisa terá que ser mudada no nosso Pais, não sou a favor da poligamia, mas a verdade é que no nosso pais temos um ambiente extremamente propicio para tal fenómeno.

        Para concluir, o fato de Evaristo de Carvalho ter, eventualmente, filhos espalhados por este mundo fora não o desqualifica das suas pretensões em querer ser PR.

    • Primo de Evaristo Carvalho

      20 de Maio de 2011 as 9:52

      As mulheres de STP sofrem muito com homens como Evaristo de Carvalho que fazem filhos por todo lado onde anda e depois não dá assistencia aos filhos, muito mau exemplo esse Evaristo de Carvalho não tem moral…

      • nana

        23 de Maio de 2011 as 16:55

        por acaso ja viste algum filho do senhor a lamentar ou a passar fome

  8. E.Santos

    19 de Maio de 2011 as 14:40

    Bem, não houve qualquer referência a corrupção, o que já é meio caminho andado.
    E se teve mente suficientemente aberta para se libertar do cenário conjuntural inicial e ir fazendo a transição entre os dois regimes e momentos críticos do país até a data de hoje e de forma pacífica e numa coabitação harmonioza com o Deus e com o Diabo, este também é um ponto ao seu favor.

    O conhecimento passado e o contributo presente podem conjuntamente ser interessantes para o futuro.

    Caro JMC, muito lhe agradecemos este texto.

    Que venham outros, com mais informações e sobre os outros candidatos também.

    Contando que sejam informações credíveis e não distorções de campanha.

    • Vugu-vugu

      19 de Maio de 2011 as 20:12

      Quem disse que não houve?

      Dinheiro da BFA roubada ainda na época colonial não conta, é?

      O homem está sujo “jiná-jiná”!!!!

      Sim, conjugando o seu passado+presente teríamos com Evaristo na presidência uma papressasendote… isto é, não teríamos nada que se veja.

      • E.Santos

        20 de Maio de 2011 as 13:02

        O JMC disse que ele roubou o BFA na época colonial? Devo ter me destraído porque não li esta passagem.
        Mas ainda que tenha dito, roubar na época colonial é um acto de coragem…”ladrão que rouba ladrão, tem 100 anos de perdão”.

        Ladrão que rouba coitado é que deveria ser linxado em Praça Pública. E estes, temos muitos a solta. É deles que temos de nos acautelar.

  9. priscipiano

    19 de Maio de 2011 as 15:04

    Esse é mas um dos culpado do descalabro, de São Tomé e Principe, sempre ocupando cargo no governo e ker morrer ocupando cargos, nao levas nada

  10. Voz da razão

    19 de Maio de 2011 as 16:08

    Como diz o presidenta da treta, este homem não tem perfil para ser presidente. Não é exemplo para as famílias santomenses. Acredito que deve ter filhos que não educou. É contraditório naquilo que diz e quando fala não se ouve nada de importante.
    Boa sorte STP.

  11. sulila

    19 de Maio de 2011 as 16:16

    Bom, se se quer idoniedade, cá está um caso,mas resta saber se é solução para tirar esse lindo país do poço!
    Mas se ele aceitou, quem sou eu para dizer que ele fez mal?
    Infelizmente continuamos muito mal!!!

  12. Tribério

    19 de Maio de 2011 as 16:57

    Será o presidente da republica em Africa com maior numero de filho.

    • cumade

      19 de Maio de 2011 as 17:17

      Sr. Tiberio,
      Vc preferia ter um presidente sem filhos? Deixe a vida privada do homem em paz, o homem e macho a maneira Saotomense e isto nao constitui crime nenhum. Arranje argumentos mais fortes.

  13. Anca

    19 de Maio de 2011 as 21:55

    Ainda não li, nem lhe vi, nem ouvi,imputado nenhum caso de corrupção ou de envolvimento em escandalos financeiros e corruptos,analisando segundo o artigo escrito acima,sempre chamado a prestar serviço ao País ao mais alto nível.
    Segundo a artigo conviveu com várias diferenças Partidárias,vários lideres políticos com diferenças ideológicas.

    O que já é um bom caminho andado.
    Um bom começo.

    Mas seria bom saber mais informações, sobre o candidato, para uma melhor observação,analise e opinião Pública.

    Desde que não seja para vasculhar vida privada de cada um.

    O cargo de Presidente da Republica,exige alguém que tenha um grande sentido de Estado,alguém com grande sentido de Humildade e Ponderação,que conheça os meandros do processo político São Tomense,alguém que seja garante de estabilidade política e governativa para que o País possa rumar junto ao desenvolvimento,sobretudo alguém que conhece bem o País, para não envergar pelas trapalhadas Políticas, nem cometer atropelos aos direitos garantias e liberdades dos São Tomenses, alguém que seja garante da constituição e garante da Integridade,Defesa e Homogeneidade Territórial de São Tomé e Príncipe.

    Deus Abençoe São Tomé e Príncipe

  14. Politicos sem Moral

    20 de Maio de 2011 as 10:01

    Gostaria de saber se caso o senhor Evaristo ganhar as eleições!!!! Se os 50 e tal filhos que ele tem vão ter direito a passaporte diplomático, se for assim STP está mal porque só com passaporte diplomático vai gastar muito de dinheiro só porque o Avô Evaristo era boémio quando era jovem, pois acho que não tem moral para ser Presidente….

    • Mato de Banana

      20 de Maio de 2011 as 10:08

      Alguém disse hoje que avô Evaristo tem filho que ele próprio não conhece.
      Isso é uma vergonha, só em STP, que políticos sem nível safam.
      Um homem com esse perfil não pode ser Presidente da Republica. Nunca na vida, mais em STP tudo é permitido!

  15. Maria do Ceu

    20 de Maio de 2011 as 21:26

    Não foi o mesmo homem que disse ser velho para ocupar cargos desses? O sr tem duas linguas? Não vem me dizer agora que o senhor foi coagido por Patrice. pois ele será responsável pela tensão alta que o senhor há-de ter.

  16. maria

    21 de Maio de 2011 as 9:01

    Falam falam e n dizem nada. Gostaria de saber qual e o homem la em sao tome que so tem filhos com uma mulher? Todos nos temos a nova vida pessoal o que n faz de nos criminosos. Essas pessoas q se escondem atras de nomes falsos sao uns verdadeiros cobardos. Antes ter muitos filhos do que ser pedofilo.

  17. Horácio

    21 de Maio de 2011 as 12:24

    Tens qualidades Evaristo por isso tens o meu votossssssssssssssss…………..

  18. Piá cû uê txilá

    22 de Maio de 2011 as 11:03

    o gente quem conheceu a história de S.Tomé, sabe que o País sempre teve necessidade de povoação, que tal Evaristo de Carvalho ao poder, não seria mal. Sabiam que as trêz gémias famosas da cidade filhas da falecida Rosa Maria são filhas dele? as meninas viveram a Deus dará sem o apoio do Pai.
    Este senhor não tem outra coisa a fazer mais na vida? Será que a política é doença sem cura, que a OMS invente uma vacina por favor…

  19. Pedro Lima

    24 de Maio de 2011 as 8:28

    Chega de mais velhos! É a hora dos jovens!
    Vamos estar sempre a reformar no poder quem nunca trabalhou?

  20. JOSE TORRES

    24 de Maio de 2011 as 18:28

    Voces todos os que querem ser Presidente deveriam ajudar ao Pinto a voltar ao PODER e por ordem em casa
    A comecar por nos todos e unidos ao Pinto venceremos a crise

  21. vando espirito santo

    31 de Maio de 2011 as 11:02

    nao tens qualidades nenhuma

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo