Política

Sétima sessão da comissão mista São Tomé e Príncipe – Angola

A última reunião bilateral entre São Tomé e Príncipe e Angola, ocorreu no ano 2007. As equipas técnicas dos dois países reunidas na capital são-tomense desde segunda – feira, reconhecem que muitos programas de cooperação inscritos pela sexta comissão mista não foram cumpridos. Para a sétima reunião da Comissão Mista entre os dois países, que se realiza esta terça – feira em São Tomé, as duas partes prometem avançar com a implementação de acordos nos domínios da educação, saúde, transportes e petróleo. Segundo Vieira Lopes Director para Cooperação do Ministério das Relações Exteriores de Angola, o acordo no domínio dos transportes refere-se aos transportes marítimos. Por outro lado, Angola vai representar interesses de São Tomé e Príncipe nos países onde o arquipélago não tem representação diplomática. Rússia e Brasil são alguns países, onde a comunidade são-tomense dominada por estudantes, poderá encontrar acompanhamento das representações diplomáticas de Angola.

    7 comentários

7 comentários

  1. Zé do

    31 de Maio de 2011 as 9:05

    STP a segunda cabinda de angola…ja assim porque nao adquerimos a nacio angolana ia dar geito!

    • João

      31 de Maio de 2011 as 20:27

      Nao digas isso, se es de facto são-tomense. Aprende a brincar de outra forma.
      Abraços,
      João

  2. Virtual

    31 de Maio de 2011 as 9:19

    Hã!? Angola representar STP diplomaticamente? Se é possível, em que moldes essa representação se dá? Alguém pode esclarecer?

    • San Fulana!

      31 de Maio de 2011 as 11:21

      Nesse aspecto na ote surprendas, porque dum modo ou de outro , Angola já faz isso e em certos casos até é benéfico ou pelo menos, deveriamos agradece-los, pois, exemplos como dos estudantes de Cuba, meu filho ali estudou e já me contou como muitas vezes, como há 2 anos atrás, foram eles ajudados pela Embaixada de Angola em muitos casos, porque ali em Cuba carecemos de uma representacao oficial.

    • MARIA DA PAZ

      14 de Setembro de 2011 as 11:07

      É preferível abordarmos questões para as quais estamos habilitados ou temos informações , o mínimo possível para não cairmos no ridículo. Hoje em dia com o avanço das tecnologias de informação é muito fácil obter-se esse tipo de informação. Em primeiro lugar, a economia de São Tomé e Príncipe não lhe permite ter tantas representações diplomáticas espalhadas pelo mundo, conforme é desejo das autoridades competentes.
      Saiba que existem acordos consulares à nível dos Países da CPLP e dos PALOP que diz claramente que lá onde não exista uma embaixada, (no caso de São Tomé e Príncipe) outro país membro da comunidade poderá representar os seus interesses e isso vem sendo feito há muitos anos a esta parte, principalmente nos países onde está concentrado um grande número de estudantes santomenses. Relativamente ao apoio consular de Angola à São Tomé e Príncipe, esta vontade foi reforçada aquando da realização da comissão mista entre São Tomé e Príncipe e Angola realizada na cidade de São Tomé este ano.
      Sabe qual o País que representa os interesses dos Países da União Europeia em STP no que concerne à concessão de Vistos Schenguem? Portugal. Portanto não estamos perante nada de absurdo, estude as leis e as Convenções Internacionais sobre a matéria. Ok?

  3. Em USA

    31 de Maio de 2011 as 11:47

    Uma vergonha o nosso STP…

  4. A

    31 de Maio de 2011 as 13:58

    Vergonha Nacional. Depois chamam angolanos de “gabao”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo