Política

Fradique de Menezes amigo das crianças

Em alusão aos festejos do dia internacional das crianças, o Presidente da República Fradique de Menezes, proferiu uma mensagem especial para as crianças de São Tomé e Príncipe. O Chefe de Estado que durante os 10 anos do seu mandato, demonstrou grande simpatia e amizade para com as crianças, exige acções e medidas para dignificar os homens e mulheres de amanhã.

No dia em que as crianças são-tomenses, exigem pão, paz e amor, o Presidente da República, chamou a atenção do governo e da sociedade civil para o fenómeno crescente de crianças da rua. «Este fenómeno das crianças de Rua começou de forma tímida no nosso país, mas apesar do esforço das ONGS de várias instituições nacionais o número de crianças na rua tende a crescer com consequências desagradáveis a nível da regulamentação da sociedade e das famílias sem qualquer dúvida uma das consequências da inconsequência das nossas políticas de apoio social às famílias frágeis, as mães solteiras, as meninas que engravidam precocemente, enfim a vocês todas as crianças. E isto apesar de todos os esforços que fizemos enquanto como nação em prol das crianças», declarou o Presidente da República no discurso transmitido pela TVS.

O mais grave segundo o Chefe de Estado é o facto de o futuro não dar sinais de melhoria das condições de vida das crianças. «Lamentavelmente os tempos vindouros não perspectivam condições financeiras, crescimento económico que reforcem a capacidade do Estado de proporcionar a todas as crianças o indispensável, pão, paz e amor. Por isso deveremos recorrer a nossa criatividade, melhorando o nosso desempenho, dinamizando parcerias com a sociedade civil, nomeadamente as ONGs, as Associações das Comunidades, as Igrejas, as câmaras Distritais de forma a fazermos nossa esta batalha que deverá ser contínua para a dignificação e protecção dos direitos das crianças, principalmente as crianças de rua», pontuou Fradique de Menezes.

Para além do dia 1 de Junho, Fradique de Menezes enquanto Presidente da República, sempre deu atenção especial a situação das crianças são-tomenses. A sua residência privada na Quinta da Favorita foi por várias vezes palco de concentração das crianças, para conversas e brincadeiras com o Presidente da República.

Aliás o próprio Chefe de Estado reconheceu que durante o seu mandato foram tecidas relações muito sólidas entre ele e as crianças, ao ponto de elas simplesmente tratarem-no por FRADIQUE.

Abel Veiga

    21 comentários

21 comentários

  1. Fidélio Castro

    1 de Junho de 2011 as 8:50

    “apesar de todos os esforços que fizemos enquanto como nação em prol das crianças” Que esforços foram feitos sr.PR? Destruiram nosso país, delapidaram as nossas finanças e até os sonhos das nossas crianças vocês roubaram.Coitadas. A sem vergonhice e a mentira tem ganho proporções assustadoras, os políticos nem desfarçam as suas incompetências, irresponsabilidades e falta de nacionalismo.
    “os tempos vindouros não perspectivam condições financeiras, crescimento económico que reforcem a capacidade do Estado”
    Claro que não podia ser diferente o futuro que nos espera, pois, mesmo se dinheiro fosse capim ou água, a forma como deram cabo dele nesta terra, teriamos igualmente problema, pois não há riqueza nenhuma que resistiria a tantos leões famintos. Os k não gostam desta terra vão embora e deixam-na aqueles que a amam como eu. Fui!!!

    • Bom rapaz

      6 de Junho de 2011 as 17:27

      isto mesmo Fidélio, esses senhores são mesmo uns sem vergonha. eu esperei muito mais desse senhor quando era criança, devido a 1ª campanha dele as eleições presidenciais, fez bastante de promessas, cumpriu alguma? não! depois, ainda quer ser presidente de partido politico dizendo que não é inconstitucional. Sr. Presidente, sr. sabe direito? olha! a constituição é muito clara no artigo 72º. se não é privado nem público, como diz a constituição, então é oquê? explica-me por favor.
      obrigado!

  2. Bejunto Aguiar

    1 de Junho de 2011 as 9:24

    Triste e vergonhoso. Ao que chegamos. Há dinheiro para viagens, carros, almoçaradas e jantaradas e para as nossas crianças, nada ? Deveria ser proibido viagens e jantaradas pelos membros do Estado enquanto houver crianças sem leite, pão, caderno e lápis.

  3. lino

    1 de Junho de 2011 as 9:48

    Meu caro presidente!
    O senhor é mesmo falso. Tanta hipocresia!
    Nunca fizeram nada em prol das nossas humildes crianças.
    Andam sim a competir e a ver quem enche mais os bolsos com o que podia sim…ser para ajudá-las a ser mais felizes.
    Voçês são maus.Todos os nossos politicos.
    A começar por si……até o último governante.
    Só mamam o que é do povo.
    Estamos lixados……e perdidos!
    O senhor precisa de tanto dinheiro para quê..sr Fradique!??
    Para quê!?
    A gula também é pecado …sabe?

  4. Anca

    1 de Junho de 2011 as 10:49

    «Este fenómeno das crianças de Rua começou de forma tímida no nosso país, mas apesar do esforço das ONGS de várias instituições nacionais o número de crianças na rua tende a crescer com consequências desagradáveis a nível da regulamentação da sociedade e das famílias sem qualquer dúvida uma das consequências da inconsequência das nossas políticas de apoio social às famílias frágeis, as mães solteiras, as meninas que engravidam precocemente, enfim a vocês todas as crianças. E isto apesar de todos os esforços que fizemos enquanto como nação em prol das crianças»

    Criem,leis que responsabilizem os Pais,de modo, a assumirem a Paternidade,a educação/formação dos seus filhos,criem condições de trabalho, para a juventude estar ocupada e não pensar noutros coisas,como sexo desprotegido.

    Moralizem a sociedade, com leis que punam severamente a Pedofilia, da qual alguns Políticos estão envolvidos no nosso País.

    Criem Tribunais de menores e cadeia, para esses crimes.

    O PR diz ainda;

    «Lamentavelmente os tempos vindouros não perspectivam condições financeiras, crescimento económico que reforcem a capacidade do Estado de proporcionar a todas as crianças o indispensável, pão, paz e amor. Por isso deveremos recorrer a nossa criatividade, melhorando o nosso desempenho, dinamizando parcerias com a sociedade civil, nomeadamente as ONGs, as Associações das Comunidades, as Igrejas, as câmaras Distritais de forma a fazermos nossa esta batalha que deverá ser contínua para a dignificação e protecção dos direitos das crianças, principalmente as crianças de rua»

    Pois,

    passo a acrescentar,se quiserem claro, uma chamada de atenção,uma nota, a vossa Excelência e ao Governo ou futuros PR e Governos e a sociedade em geral,;

    nas próximas duas décadas o mundo,sofrerá um aumento dos preços das matérias primas bem como dos alimentos,assim como uma profunda mudança climática ao qual o clima, já está a fazer sentir o seu efeito em São Tomé e Príncipe,com secas prolongadas e falta de pluviosidade.

    Se não começar-mos a criar políticas em torno de produção de bens agrícolas,bens alimentares,políticas de irrigação, conservação da natureza,de armazenamento de bens agrícola consumíveis, racionamento de energia,racionamento e distribuição de água e não o desperdício

    Teremos convulsões sociais, no solo São Tomé e Príncipe, se nada for feito atempadamente,não é necessário fazer grandes estudos,nem ter grande conhecimento e formação,está ao olhos de todos e de ouvidos de todos.

    Aliás a um ditado que diz;

    se Deus te deu;

    Dois Olhos,

    Dois ouvidos e duas orelhas,

    Dois braços e duas pernas,

    uma boca,um nariz e uma língua,

    um aparelho genital

    por alguma razão foi.

    Querem saber qual a razão;

    Atentem

    Dois olhos, para ver e observar bem e ver com olhos de ver

    Duas orelhas e dois ouvidos,

    Para ouvir bem e não ouvir fala Von Von, nem conversas alheias,mas sim para ouvir conselhos sábios

    Dois braços e duas pernas para andar e trabalhar mais,pois são dois membros importantes

    uma boca para falar menos e deixar a vidas de outros em paz,senão daria-nos duas bocas

    Uma língua,para podermos saborear bem antes de engolir e não para estar na conversa de má língua

    Um nariz para apreender a cheirar o ar e não para cheirar a vida alheia

    agora voltando ao tema
    e quem o diz não sou eu,

    são os factos e os números das Organizações Internacionais.

    Por isso com o aumentar dos meninos de rua,se nada for feito a tempo,

    daqui a duas décadas,com o aumento de custo de vida,esse número vai duplicar,assim como vai duplicar todas as vicissitudes associada a criminalidade,e criminalidade organizada,para o mal destes menores que serão jovens de amanhã mas se calhar não pediram para nascer ontem.

    Casa onde não Há pão todos ralham e ninguém tem razão

    A sociedade que não sabe cuidar nem proteger as suas crianças e jovens,conviveram com ladroes e criminosos sejam eles formados ou não, dirigentes ou não, para o mal de todos.

    Ou seja destruição dessa mesma sociedade.

    Foi esse sonho da conquista da Independência e abertura democrática?

    Haver vamos

    Pois pratiquem o bem enquanto é tempo

    Pois o bem fica bem,

    a todos quando posto em prática.

    Deus Abençoe São Tomé e Príncipe

  5. Anca

    1 de Junho de 2011 as 11:00

    Um aparelho reprodutivo,

    para amar e fazer filhos com ponderação e consciência de preferência desejados em poder vir a cria-lo,educa-lo, e não disparar,nem receber à toa em todas as direcções sem sentido nem amor,correndo riscos de engravidar e apanhar DSTs.

  6. Camarada Morto

    1 de Junho de 2011 as 11:17

    Este foi o nome de um grande grupo teatral de Bobo Foro. O Chamado Camarada Morto. E como se não bastasse o Camarada Morto ainda quer voltar a cena.
    Se for para pagar as contas e dizer as verdades, desvios de fundos, logo apos independencia do Banco Ultramarino. o Povo quer saber Camarada Morto onde estão os fundos do GGA?
    Camarada Morto!!

  7. Wilstar.

    1 de Junho de 2011 as 12:30

    “O meu Primeiro mandato será com as crianças”
    Lá fora 10 anos. Nem o 1º nem o ultimo foi para crianças, Boa Viagem Dr. F.M.M.

  8. Mé-Xuba

    1 de Junho de 2011 as 13:14

    No meu ponto de vista São Tomé e Príncipe só teve 2 presidentes: Manuel Pinto da Costa e Miguel Trovoada. A eleição deste Fradique de Menezes foi a maior asneira cometida pela população santomense em toda a sua história: Este Fradique foi campeão na promoção de instabilidade política, razão dos graves problemas económicos que temos tido. É suspeito número 1 no famoso caso dos barris de petróleo, violador número 1 da constituição… enfim um verdadeiro arruaceiro, sem falar de muitos outros desmandos. Por isso ele é o maior responsável pela situação precária das crianças santomenses nos últimos 10 anos da sua desgraçada governação…

  9. Conde de Monte Cristo

    1 de Junho de 2011 as 15:01

    Quando Camarada presidente apareceu ontem na Tv para discursar
    acerca do dia mundial das criacas e falar do seu balanco de dez anos negativo em relacao a resolucao dos problemas das criancas, eu disse para mim, francamente!… E depois qualquer coisa me fez pensar que talvez ele iria no fim convidar as crianacas a festejar consigo o dia na sua Vila em Praia das Conchas, mas nada disto! Entao eu me interroguei de novo, porque esse individuo vem falar na televisao? Sera que foi por remorcos de ter enganado dez anos as criancas? Porque as criancas nao mentem, e nao se deve enganar as criancas. Mas nos as criancas entedemos que ele faz tudo isso POR AMOR A TERRA!

  10. Carlos

    1 de Junho de 2011 as 15:08

    Este é um exemplo de que com ou sem filhos os políticos Santomenses têm demonstrado incapacidade, insensibilidade, arrogância e egoísmo.

    Como a esperança é a última a morrer, talvez nestas crianças de hoje saia alguma que revolucione realmente o país.

    Que o dia das crianças seja um dia de esperança para para todas as crianças e adultos.

    Bem haja

  11. cabo

    1 de Junho de 2011 as 15:52

    O senhor é mesmo MUINTO MUINTO falso!!

  12. dramades

    1 de Junho de 2011 as 16:55

    povo vota fradique para presidencia assim mesmo

  13. sidney pina

    1 de Junho de 2011 as 19:14

    Nao tenho tanta certesa disso + si voces é quem dizem quem sou eu pra contrariar.

  14. J. Maria Cardoso

    1 de Junho de 2011 as 19:48

    Feliz dia as crianças!

  15. ir.jordao

    1 de Junho de 2011 as 21:32

    Para o nosso querido Presidente ser verdadeiramente o amigo das criaças ele tinha k devolver o patrimonio do estado o famoso favorita para os seus amigos e amigas cianças, e transformar em tipo antiga escola do campo.Seria uma atitude inteligente , ja k ele nao precisar de tudo isso . obrigado Fradyk .

  16. Micondo

    1 de Junho de 2011 as 21:59

    Adeus “Furacão”.

    E não se esqueça de levar o MDFM

  17. Porto Real & Sundy

    2 de Junho de 2011 as 16:48

    O Presidente vai e deixa o país sem um lar de estudantes.
    Eu estudei na 5ª de Santo Antonio e acredito, porque ja falei com Aurelio MArtins a criação e um lar de Estudantes. Outra novidade está na forja a criação da Pro associação dos estudandes da 5ª de Santo Antonio.

  18. Carlos Ceita

    2 de Junho de 2011 as 17:51

    Caros meus amigos
    Dizia certa vez escritor Saramago que o actual presidente português Cavaco é um génio da banalidade.
    Acontece que o mesmo atributo serve que nem uma luva aos governantes do nosso querido país.
    Dizer que é amigo das crianças coisa que qualquer um pode afirmar é a maior das banalidades e um aproveitamento descarado que um politico pode fazer num dia destes. Ainda bem que esta de saída e não esta em campanha.
    Quando o que se pede a estes senhores são leis para promover a paternidade responsável para estancar o fenómeno preocupante de crianças de rua.
    Abraços

  19. Francisca de Maria

    3 de Junho de 2011 as 15:15

    Uma boa opção seria transformar a 5ª da favorita em Lar de Estudantes.
    Uma questão a ver.

  20. mariana salvaterra

    4 de Junho de 2011 as 21:45

    Aqui nestas paragens longíquas onde encalhamos acidentalmente,disse um dia o 1.o ministro,se há problemas no quarto de dormir dos xxxxx nós precisamos de saber,isso quer dizer,nós africanos temos que falar de nós…A nossa sexualidade tem ser updated.Familia forte nacao forte é a sociedade civil e o governo a tracar metas e implementar e viagiar com rigor a implementacao dessas leis.nao a filhos incógnitos, ser pai,nao mesmo que ser doador de sémen. ou presente na hora da concessao.a lei tem obrigatóriamente pelo tribunal de menores exigir a partenidade e mesada mensal assim como o apoio moral e emocional desta crianca…eu cresci em S.tomé,os meus pais estavam em angola eu comi o pao que diabo amassou,eu sei o que é sofrimento fugi de casa o trabalho pesado era demais é uma dor que eu levarei a minha sepultura…enquanto as mulheres intelectuais, nao tomarem o comando os homens nao vao solucionar este problema. na suécia a mulher era violada na rua no trabalho nao podia ser padre,até que elas assumiram o comando hoje estam como juizes padres pilotos ministros em lugar executivo na nacao esse estado de coisas nao irá solucionar..A parte moral a música é arma algumas letras musicais os artistas manifestam com chimpanzé em cio,fui “curtir norte curtir sul” etc. Agora já chegou o frio da gravana ele aquecer…aquecer..ninguém fala da responsabilidade paternal que advém desses aquecimentos nem da curticao.e a moral dos políticos deixam mt. a desejar… ….que Deus nos acuda.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo