Política

Delfim Neves denuncia “BANHO” e “BOCA de URNA”

Para Delfim Neves a democracia em São Tomé e Príncipe, está em risco. O candidato que ficou no quarto lugar nas eleições presidenciais de domingo, considera que é preciso rever a legislação eleitoral, para combater o BANHO e a BOCA de URNA.

Uma autêntica vergonha, assim Delfim Neves, considera a acção de compra de consciência, que marcou a votação para eleição do Presidente da República, no último domingo. «O país está em risco. Há que melhorar muita coisa no processo eleitoral. Por aquilo que se viu há que melhorar muita coisa. Basta ver o que acontece perto das Assembleias de Voto. O fenómeno BANHO quase que dita os resultados. Já não se vai para o debate de ideias. Basta ter-se meios suficientes para comprar consciência que se ganha as eleições», denunciou.

Delfim Neves nega que a sua candidatura tenha também participado no ataque final aos eleitores, através da chamada Boca de Urna. «Não tínhamos se quer este tipo de estratégia no nosso projecto, ainda mais quando não tínhamos tempo suficiente para preparar a nossa campanha e muito menos ter dinheiro suficiente para fazer a chamada Boca de Urna», acrescentou.

Abel Veiga

    30 comentários

30 comentários

  1. cidadão

    18 de Julho de 2011 as 14:59

    Como hoje a boca de urna não te serviu então denuncias. Lamentavel estes nossos politicos. Uma pergunta ao Sr Delfim Neves, será que alguem irá negociar contigo para a segunad volta ou vais ter um fim igual ao do Aurelio Martins. Pois as dividas pos campanhas são avultadas

  2. Fala menos e faz mais

    18 de Julho de 2011 as 15:26

    Eu gostava que o Sr Delfim viesse ao publico dizer que tinha a “boca de urna” na escola primaria 12 de Julho na quinta de Sto António.

  3. kua li tasondu

    18 de Julho de 2011 as 15:45

    Desculpe la SENHOR Delfin Neves! mais todo o povo de S.TOME E PRINCIPE sabem k o senhor e o presidente do banho e boca de una, eu sou saotomense e sei dakilo k estuo a falar.entao neste caso o senhor e a ultima pessoa a fazer comentarios em relacao a este processo.

  4. Nairó

    18 de Julho de 2011 as 16:17

    Infelizmente esses senhores “Políticos” nunca foram Políticos porque não sabem vencer nem perder uma eleição. Quando ganham com banho, cantam vitória com arrogância e prepotência, quando perdem, não sabem assumir o fracasso e dar parabéns ao outro. Sr Delfim, aprende a ser Político pelo menos dessa vez e esquece de uma vez por todas de que não é por ter meia dúzia de dólares e propriedades, significa o Poder. Foimesma coisa que aconteceu ao Aurélio Martins e Cª Lda. O Povo é mesmo lixado! Bem haja a todos Santomenses.

  5. Obama

    18 de Julho de 2011 as 16:18

    Se n fosse o fenomeno “banho” este senhor nem candidato sequer seria. O povo lamentavelmente tem memoria curta pois a maioria tem baixa escolaridade e literacia.
    Que ideias tem o Delfim Neves para ajudar STP?! Parece brincadeira estar a ouvir isso de ti.
    Povo abre bem os olhos e na 2ª volta, escolham bem o proximo Presidente da Republica. N se deixem enganar pelo fenomeno do “banho”.
    Um bem haja ao povo de STP!!

  6. OP Angola/STP

    18 de Julho de 2011 as 16:23

    Constitui veracidade o fenômeno negativo denominado banho e concernente as nossas leis de fato precisam ser melhoradas e nomearmos pessoas com perfil imparcial (PR, ASS.N, STJ, CEN, PGR), que possam garantir o cumprimento delas no intuito de punirmos severamente os transgressores.

    É nomeadamente uma aberração que está a acontecer em STP, fatos contundentes de crimes e impunidades, falta de postura ética, acadêmica e profissional reinam completamente e absurdamente surge o Sr.º, DF N proferindo tais alegações que de fato deixa-me completamente indignado ao ponto de recusar a leitura do conteúdo na integra.

  7. nacional

    18 de Julho de 2011 as 16:25

    DEVIDO A POBREZA O BANHO É NORMAL EM STP.

    • Diogo

      18 de Julho de 2011 as 16:52

      Normal mas lamentável esta situação que se perpetua a cada eleição. Aproveitar a desgraça alhei para satisfazer caprichos e ambições políticas. Usem o dinheiro para o bem de todos os são-tomenses. Talvez a esta hora já tivessemos um Hospital sem ruptura de stock, estradas em condições para o interior, melhor acesso à educação, etc, etc…

  8. barreto

    18 de Julho de 2011 as 16:48

    Pessoal acabo de ter uma informação boa: O P.M.( Primeiro ministro) gastou 40.000.000 DBS para pagar 500.000,00 DBS a cada um para votar no seu candidato…. News fresca a estalar

  9. barreto

    18 de Julho de 2011 as 16:50

    Enquanto estudante no exterior passando fome por muit nessecidade senhor Primeiro minsitro esta gastando dinheiro que é pra pagar bolsa de estudante que pouco vergonha Sr. Primeiro Ministro

  10. Paracetamol 500mg

    18 de Julho de 2011 as 16:53

    Delfim afinal não teve tempo de levantar Dobras, porque chegou tarde.
    Devia gastar mais, com o povo, já que desviou muito.

  11. Edjelson

    18 de Julho de 2011 as 16:56

    Esse homem n tem vergonha de dizer essas coisas. Ele é um dos que andou a fazer essas poucas vergonhas e como não ganhou nada esta a lamentar… O povo ja cansou das suas lagrimas de crocodilo.

  12. Buzio sem pena

    18 de Julho de 2011 as 16:59

    Apontem um candidato que nao usou boca de urna, se isto já é tradicional
    fui…

    • Pedro Preto

      19 de Julho de 2011 as 10:44

      “Votar Pinto da Costa é votar na convicção da defesa do interesse nacional”
      Pois foi provado fizemos uma campanha sem banho, mesmo que os outros tiveram na boca de urna o povo de STP esta a mostrar que tem visão e mesmo recebendo dinheiro votam pelo melhor.

    • Apoiante de Filinto

      19 de Julho de 2011 as 11:04

      Filinto Costa Alegre não fez qualquer recurso à “boca d’urna” e todos sabem disso. Milhares de supostos adeptos seus ficaram à frente das mesas de voto à espera do derradeiro “estimulo”, tendo ficado ultrajados e resolvido não votar quando se lhes confirmou que não receberiam o boca d’urna. Acharam um absurdo o candidato não oferecer “pelo menos 20 mil dobras” para poderem votar.

  13. carlos

    19 de Julho de 2011 as 8:04

    vejam q esses parvalhoes ,so se enteressam pela populaçao kuando esta na epoca de campanha e k fazem promessa , e ki nao cumprem,pergunto eu:o ki se fez ,tds esse candidados durante essa epoca para a pupuloçao ,cuntos jovens estao desempregado ,o k pais teve de bom feito pelos esse parvalhoes veja porto alegre em ki condiçoes esta ribeira peixe sao pessoas eskecida para nao dz mais

  14. Celsio Junqueira

    19 de Julho de 2011 as 8:42

    Meu Caro Delfim Neves,

    Nutrindo admiração pelo desempenho e a presença que possui no sector privado, o mesmo não tenho relativo a sua passagem e permanencia na politica.

    Mas desta noticia retenho duas ideias suas:

    -“Já não se vai para o debate de ideias. Basta ter-se meios suficientes para comprar consciência que se ganha as eleições”, so lhe peço meu caro seja verdadeiro, a quem interessa essa forma de estar na e fazer politica? O país é pequeno e todos sabemos as razões de certas práticas e para mais os beneficiados sem pudor falam abertamente dos mecanismos que lhes favorecem.

    -“Não tínhamos se quer este tipo de estratégia no nosso projecto, ainda mais quando não tínhamos tempo suficiente para preparar a nossa campanha e muito menos ter dinheiro suficiente para fazer a chamada Boca de Urna”, ou seja, não houve e penso que nem haverá uma condenação moral e ética sobre o fenomeno. O problema foi não terem essa estrategia, faltou tempo e dinheiro suficiente. Pois estamos perfeitamente entendidos tanto a nivel da queixa como da justificação.

    Infelizmente nem sempre o povo tem o que merece, mas de vez em quando a sorte dita uma representação inferior a qualidade global de um povo.

    Saudações Envergonhadas,

  15. JOSE TORRES

    19 de Julho de 2011 as 9:50

    O Delfim e chefe e patrao de boca de urna

  16. Mé-Zochi

    19 de Julho de 2011 as 10:46

    Como o Sr acha que ganhou em Madalena? Pergunta ao seu apoiante se ele não estava a dar 150 mil dobras a cada um para votar até eu recebi. Inclusive teve amigos meu cujo cartões eleitorais estavam em vosso poder.
    Sai daí com Moralismo barato que isto não te serve.
    Viva Roubama. 2016 tem mais.

  17. buzio d´ôbô

    19 de Julho de 2011 as 11:05

    Se esse gajo diz que ele não usou esse sistema de manho ou bocade urna não sei la o quê ele esta a ser mentiroso e falso,isso no´s não queremos de um homem que quer de facto ser PRESIDENTE DA REPUBLICA…HUMN MENTIROSOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!

  18. lino

    19 de Julho de 2011 as 11:07

    subescrevo!
    o delfim é rei do banho na boca da urna.
    rei!
    ele e o patrice são as piores ratazanas da nossa terra.

  19. Santola

    19 de Julho de 2011 as 11:08

    Olha só quem esta apontando o dedo.

  20. lino

    19 de Julho de 2011 as 11:10

    e o povo vende-se por 150 mil dobras!!!?….credo!!
    miseráveis.
    miseráveis!!
    isto nem dá para uma refeição como deve ser.
    filhos da p……..

  21. Digno de Respeito

    19 de Julho de 2011 as 12:49

    Se me permitem intervir, pergunto se alguém aqui sabe qual o grupo apoiante que solicitava a recolha de cartões para lhe garantir votos….?
    Pergunto para me sentir esclarecido.

  22. Gigolo

    19 de Julho de 2011 as 13:36

    Para Delfim Neves a democracia em São Tomé e Príncipe, está em risco. O candidato que ficou no quarto lugar nas eleições presidenciais de domingo, considera que é preciso rever a legislação eleitoral, para combater o BANHO e a BOCA de URNA.
    Uma autêntica vergonha, assim Delfim Neves
    Copiei as palavras do Delfim para dizer k ia eu a sair no domingo para ir votar kando um vizinho meu K ofereceu o seu quintal para as reuniões do Delfim perguntou-me se ia votar, .disse k sim. e ele disse-me k estava na estrada a espera de Sr. Fulano e tal para levar dinheiro para boca da urna.
    Delfim só conseguiu estes votos tds devido a compra de consciência.

  23. Malébobo

    19 de Julho de 2011 as 16:36

    O Sr.Delfim é rei de dar banho, como é que agora vem revindicar o problema de banho depois de receber o troco da derota

  24. Tribério

    19 de Julho de 2011 as 17:33

    Delfim Neves, licenciado em banho e doutorado em boca de urna.

  25. Fla Dialeto

    19 de Julho de 2011 as 18:00

    O Senhor Delfim ñ tem a vergonha de flar sobre Bnaho. e encara a derota de uma dorma passiva mas o q ele pensava de povo Santomense q eram tão atrsados q iriam dão-lhe a presidência de mão bejada assim ele roubava mais do q ele já roubou. fui

  26. Estudante

    19 de Julho de 2011 as 20:36

    óoooooooooo que honesto que ele é né… o Delfim nao deu banho nenhum por isso ele pode falar sobre esse mal social consequencia de politico como tu Delfim
    sem vergonha

  27. Ernestino

    19 de Julho de 2011 as 23:01

    Já se sabe que São Tomé e Principe está transformado no país de alguns político, não é comissão eleitoral que elabora a lei, mas sim são os Deputados na Assembleia da República e Concelho de Ministro poderiam elaboram Decre-Leis para a comissão eleitoral ,porque sabiam que iria haver eleição Presidencial, qualquer deputado na assemblei da República pode apresentar um proposta de Leis para ser discutido no plenário os artigos e as normas jurídicas que possa punir o infrator do dito banho na boca da urna com o cumplice do representante da mesa do voto é triste o abismo da corrupção.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo