Taiwan assinala 100 anos sobre a Fundação da República da China

Estamos honrados com a nossa presença em São Tomé e Príncipe”. Declaração do Embaixador de Taiwan no país Chung Chen. Nas celebrações este sábado da festa nacional da chamada ilha formosa. Com um produto interno superior a 20 mil dólares, Taiwan é um dos principais doadores de fundos a São Tomé e Príncipe.

Com 100 anos de existência como Estado independente, a República da China-Taiwan, foi fundada por Sun Yat-Sen, após uma revolução no território da China Continental. Tal revolução pôs fim ao poder feudal que vigorava na China durante 5 mil anos. Foi assim fundada a primeira República do continente Asiático, a República da China.

Uma república dirigida por Sun Yat-Sen, que não resistiu a mais uma revolução desta vez, a revolução comunista, que forçou o exílio, ou fuga,  de Sun Yat-Sen e dos seus seguidores, para a ilha formosa-Taiwan.

Na China Continental a revolução comunista, fez nascer a República Popular da China. Por sua vez Sun Yat – Sen, liderou o novo Estado chinês na ilha de Taiwan, que continuou a ostentar até os dias de hoje a designação de República da China, também conhecida por Taiwan.

A cada 10 de Outubro, os chineses de Taiwan celebram o seu dia nacional. Já passaram 100 anos sobre a fundação da República da China. O Estado que nasceu na ilha de Taiwan, conheceu pobreza profunda, a sua população foi duramente castigada pelo paludismo. Despido de recursos naturais, fustigado por catástrofes naturais como terramotos, e sob forte pressão da grande potência asiática, a China Popular. Mesmo assim o povo da ilha formosa conseguiu construir um país desenvolvido, que não pára de crescer a níveis tecnológico, económico e financeiro, apesar da crise financeira internacional.

A embaixada de Taiwan em São Tomé e Príncipe, que organizou este fim-de-semana um coktail para celebrar os 100 anos da República da China, avançou as cifras do crescimento galopante de Taiwan. No ano 2010, o crescimento económico foi de 10,9%. Para 2011 o produto interno bruto de Taiwan vai crescer para 20,629 mil dólares. «Alguns indicadores publicados pelo Fundo Monetário Internacional e pelo Fórum Económico Mundial colocam Taiwan nos lugares cimeiros em termos de competitividade e paridade do poder de compra», afirmou o embaixador de Taiwan, Chung Chen.

O aprofundamento da democracia pluralista em Taiwan, trouxe segundo o embaixador…. Estabilidade e prosperidade ao país. A nível político, a vitória de Ma Ying-jeou nas eleições presidenciais de Maio de 2008, ajudou a arrefecer a tensão no estreito de Taiwan, ou seja, a tensão militar entre a ilha formosa e a República Popular da China. A flexibilidade imposta pelo novo Presidente na política externa de Taiwan para com a China Popular, permitiu segundo o embaixador promover «ligações marítimas e aéreas entre os dois países. Utilizando o mecanismo de negociação foi possível assinar 15 acordos entre os dois países, incluindo o acordo de cooperação económica», referiu o embaixador.

Taiwan tem relações diplomáticas com 23 países. O embaixador garantiu que apesar de não ter relações diplomáticas com os Estados Unidos de América, Japão e a União Europeia, nos últimos anos a parceria com tais países e organizações, tornou-se muito mais estreita.

As relações diplomáticas estabelecidas com São Tomé e Príncipe desde 1997, já deram muitos frutos. «Gostaríamos de destacar o projecto de luta contra o paludismo. Os nossos esforços conjuntos permitiram baixar a prevalência da malária de 50% em 2003 para menos de 4% actualmente. Trata-se de uma contribuição que muito nos orgulha, porque é sem dúvidas uma importante contribuição para o desenvolvimento do país», precisou.

A construção do Liceu Maria Manuela Margarido na região da Trindade, é outro motivo de orgulho para Taiwan. «O primeiro liceu construído nos últimos 50 anos no país, aliviando de maneira considerável o problema de falta de salas de aulas», acrescentou.

Casas sociais, bibliotecas, produção de legumes e aves, fruticultura, construção e reabilitação de estradas, construção de mercados etc, fazem parte da longa lista de acções de cooperação realizadas por Taiwan em São Tomé e Príncipe nos últimos 14 anos, a par do donativo financeiro de mais de 10 milhões de dólares anuais, para sustentar o OGE.

Abel Veiga

  1. img
    Anca Responder

    Agradece-mos a Republica da China Taiwan todo o esforço de cooperação e desenvolvimento, na luta contra, a miséria e pobreza, sem menosprezar aqui a contribuição de outros parceiros internacionais.

    Mas deveria-mos e devemos saber aproveitar melhor a cooperação com os nossos parceiros de ajuda e desenvolvimento, para estruturar o país como um todo, tendo em conta, o desenvolvimento homogéneo sustentável de todo o território e sua população(São Tomé e Príncipe), a nível da educação/formação de qualidade, saúde, economia, desporto, segurança interna/externa, infraestruturas, finanças, agricultura, a pecuária, pescas, desenvolvimento de transportes, segurança social, abastecimento de agua e energia eléctrica, gestão de ambiente, habitação social, etc, etc…com projectos consistente de curto médio e longo prazos de desenvolvimento, contribuindo nós também com os nossos conhecimentos e recursos naturais, humanos e financeiros, para debelar a pobreza e miséria que assola o pais e sua população.

    Bem haja

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. img
    pagagunu Responder

    Obrigado Taiwan por tudo que têm feito por STP, s,o pelo combate ao Palodismo e a grande quantidade vidas salvos já justifica a vossa presença, espero que os Dirigentes santomenses na ganancia de enrequecimento facil não não mudem casaca. Si isto acontecer o povo Santomense sairia a perder.

  3. img
    Alguem Responder

    Taiwan em Sao Tome nao brinca em servico!
    加油!!!

Deixe um comentario

*