Patrice Trovoada prometeu solução nos próximos 10 dias para o acordo com a HBD

A dimensão da manifestação marcada para esta quinta feira, provocou a capitulação do Primeiro Ministro Patrice Trovoada no braço de ferro que estava a travar com o Governo Regional, desde 2011. A UMPP através do seu porta voz Francisco Gula(na foto), anunciou que dentro de 10 dias Patrice Trovoada vai remover o impasse em torno do investimento da empresa sul africana no Príncipe.

Francisco Gula secretário-geral da UMPP afirmou para o Téla Nón que “ a manifestação só foi desconvocada porque o nosso presidente diz ter garantias do primeiro-ministro Patrice Troviada que as nossas exigências vão ser satisfeitas” avançou. Gesto que pode desanuviar o clima de tensão que nos últimos dias tem-se vivo no Príncipe.

As relações entre o Governo Regional e Central não têm sido, nos últimos tempos, as mais confortáveis, em consequência do incumprimento do Governo Central das decisões saídas do Conselho de ministro especial realizado na Região do Príncipe em Março do ano passado, que asseguravam melhorias de condições de vida da população da ilha do Príncipe.

O impasse na assinatura do projecto de investimento do empresário sul-africano, conhecido “homem da lua” foi a gota que fez transbordar o copo.
Na última sexta – feira a UMPP anunciou num comunicado que iria parar o Príncipe em consequência da não assinatura do contrato entre o governo central a empresa HBD- Boa Vida do empresário Sul Africano num negocio que envolve a empresa Sundy, já concessionada AGRIPALMA empresa de produção de óleo de palma. Projecto que nunca saiu do papel volvido vários meses.

Quando toda a Região parecia estar à postos para sair a rua, a desconvocação da mega manifestação não foi tarefa fácil. Ela só foi possível, garante Francisco Gula porque “ o 1º Ministro manifestou a sua disponibilidade de junto a Agripalma encontrar uma saída para processo de assinatura do contrato com a empresa HBD- Boa Vida no prazo de 10 dias”. Afirmou.

Mas, as garantias de Patrice Trovada não ficaram por aí: “o fornecimento de energia eléctrica 24 sobre 24 horas ao hospital Dr. Manuel Quaresma Dias da Graça; O desbloqueamento de verbas para dar início a reparação de estradas da cidade de S. António nos próximos três meses; a melhoria das condições de ligação área e marítima entre as ilhas, são dentre outras as promessas que Patrice Trovoada garante cumprir em breve.” Conclui Gula.

Na próxima terça-feira uma delegação do Governo Regional, chefiada pelo Presidente Tó Zé deverá deslocar a Capital do país para concluir as negociações com o Governo Central.

A UMPP – União para Mudança e Progresso do Príncipe — promete que vai estar atenta ao evoluir das negociações.

Teobaldo Cabral – Correspondente do Téla Nón no Príncipe

Notícias relacionadas

  1. img
    Templa Seco Responder

    Caro senhor Primeiro Ministro seja realista e nao promete mais uma vez aquilo que sabe que nao pode cumprir. Seja corajoso e enfrenta o problema de frente. O povo da ilha de Santo Antonio ja demonstrou que nao esta para miutos palavreados. Ficamos na expectativas para assistir as cenas dos proximos episodios. Pois eu tenho serias duvidas que o senhor ministro vai conseguir em 10 dias resolver problemas que nao tem conseguido resolver ha mais de 16 meses.
    Contianuamos a depositar confiança em si. Mas senhor tem de fazer para continuar a mereçe-la.
    Um bem haja

  2. img
    Minu yéé Responder

    O Tozé Cassandra por sua vez muito forte muito dinâmico e combatente, mais possui um imenso estilo de bebé chorão basta a promessa para ficar caladinho!
    Não é a primeira nem a segunda e nem será a última vez que Patrice Trovoada vai vos cantar de chucha na boca.
    Abri vista mais ainda do que ja têm Tozé repara que da chucha não sai nada, exige mesmo a mama que é dela que sai o verdadeiro leite.

    • img
      Ricardo Carvalho Responder

      Nao existem milagres, conversando e que as pessoas se entendem.O Sr Primeiro Ministro nao para de demostrar que e um homem determinado, sensato, cheio de boas intencoes e actua com a eficacia que deveria servir de exemplo a todos os outros politicos do Pais.

  3. img
    O.Ramos Aurora Responder

    Quem abandona a luta não poderá nunca saborear o gosto de uma vitória.
    Portanto só digo q estamos a cmeçar agora vamos todos lutar e mostrar esses gatunos do Goveno central que as coisas ja não como antes… È isso ai Professor Chico, mais o Tó Zé Cassandra vao sempre em frente..

  4. img
    zeme almeida Responder

    E preciso que o senhor Primeiro ministro assuma como chefe do governo e com responsabilidade acrescida.A que tomar uma decisao concertada com todos os membros do concelho de estado,assembleia nacionadal para decidir em certos casos,desde que nao ponham em causa o estado Saotomense.Que o senhor primeiro ministro esclareca a todo povo Saotomense o que se passa na sua cabeca em enviabilizar certos pedidos feitos pelo governo regional!Tudo esta nas suas maos,antes de o fazer, faca o preto no branco!Muita gente vem ali com comentarios sem pensar em consequencias que ao de vir,em querer atirar a culpa exclusivamente a pessoa do Pactrice Trovoada, como culpado pelo atrazo de todo o desenvolvimento da ilha do Principe.E bom que o povo do Principe fique a saber,que quem ficara a ganhar com a grande fatia deste bolo sao os politicos do Principe. Nao estou contra as manifestacoes,mas sim contra todos aqueles politicos,que querem fazer deste povo o seu trampolim.Viva o povo de Principe e a reaccao nao passara.Abrao bem os olhos antes de tomarem certas decisoes,meus irmaos.

  5. img
    zeme almeida Responder

    Abram bem os olhos antes de tomarem certas decisoes,meus irmaos.

  6. img
    FILHO DO PRÍNCIPE Responder

    Sinceramente…..
    Tinha que se fazer esse banzé todo para as coisas tomarem outro rumo…..
    Agora basta esperar para ver o que vai sair desta negociação com o Governo Central.
    Espero bem que não seja mais uma das conversas e promessas do Governo Central para “Colocar o Boi a dormir”.
    É isso mesmo UMPP e a População do nosso querido Yé…. Estamos juntos nesta luta…. Mesmo longe mais estamos sempre juntos….

    • img
      kim kim Responder

      Não basta fazer banzé meu amigo. É preciso saber o que queremos e não andar a vender o país aos poucos conforme aquilo que ganhamos. Basta de prejudicar o país com pequenos negócios em que ganhamos uns trocos.
      Se tudo isso é de interesse nacional então é altura para apresentarem todos os dados publicamente para que o povo possa ter uma palavra.
      Tozé Cassandra sabe o negócio que assinou com Agripalma e não pode só porque o outro da mais querer rasgar o contrato. Existe um poder Central e um povo que tem que ser respeitado de uma vez por todas

  7. img
    realista Responder

    tudo muito bem as manisfestacoes mais uma coisa e certa todos os progetos sao para serem estudadas e resumidamente o governo tem que saber se sao reentavel para o pais e pra quanto tempo abrange o mesmo e tambem a consequencia nenhum governo do mundo tem que tomar certas desicao precipitadas baziando nas revolta popular
    depois os mesmo venhem se chorrar de arrependimento como os fizeram com habitante da ilheu das rolas.

  8. img
    Jacinto Responder

    O tempo sera sempre o senhor da razao, as vezes temos que estar confiante, para dar o passo certo, em10 dias nao creio que havera acordo entre as duas partes, para o bem stp vamos todos torcer meus irmaos

  9. img
    fidelito Responder

    Só espero que tudo isso não passa de mesma PALHAÇADA

  10. img
    fidelito Responder

    Só espero que tudo isso não passa da mesma PALHAÇADA semelhante àqela que aconteceu com o EMPRESÁRIO HOLANDÊS que prometeu ao povo de principe transformar o aeroporto, induzindo os governantes do principe e o povo ao ponto de quererem asfixiar o então Ministro de Obras Publicas ARZEMIRO DOS PRAZERS à sua chegada ao aeroporto regional, pelo facto do Governo Central de então descomfiar da boa fé do tal empresário.

    O facto é que até então o dito empresário não fez coisa alguma.

    E isso deveria servir de lição para essas pessoas.
    Mas, espero que no fim, tudo dê certo, para o bem do nosso lindo país SÃO TOMÉ E PRINCIPE.

  11. img
    tiocego Responder

    bom sinal

    • img
      Conóbia cumé izê Responder

      quem sabe que não pode não se compromete !
      Ó exemplo da POPULAÇÃO do Príncipe pode vir a servir a POPULAÇÃO de S.Tomé ! Viva Príncipe !!!… Alguém dizia, onde não chega piam klêklê,chega o alfinête.Gita mata cóbra. Nón sai cá piá. Lêdê dálami sáuá. fui ! …

  12. img
    Malébobo Responder

    Antes de mais quero agradecr as partes em conflitos e que chegaram a um consenso, agora resta – me saber se aquele dito senhor milionario, ira cumprir com as sua promessas, para que a população do principe não caia no mesmo erro, tomara que tudo dê certo mesmo irmãos do principe, obrigado , fui

  13. img
    luis Responder

    não se esqueça do Centro Nacional de Pescas……

  14. img
    helmer dias Responder

    Meus senhores temos a maior tristeza da nossa vida quando,vemos e lemos coisas dessas ainda a acontecer nas nossas ilhas.Sem sentido e descabido só por ma fé que isso aconteça.Mais peço ao governantes de princípe que indepedentemente do poder de nosso governo central não podem ,sempre ser uns coitadinhos e bem comportados,temos força tambem porque pertencemos ao país que é SÃO-TOMÉ E PRINCÍPE.Mais tenhem que ser firmes e destimidos perante os DITOS DOUTORES E ENGENHEIROS de governo central força e coragem que nisso todos que gostao de são-tomé e princípe gosta de ver as duas ilhas desenvolvidas.

  15. img
    Aurélio Jacinto Loureiro Responder

    Desejo que uma boa relaçao entre os dois governos ao fim de tomaren decisoes que virá beneficiar a República Democrática de S.Tomé e Príncipe, porque para sofrimentos nestas duas Ilhas ja chega vamos coordenar as ideias…obrigado.

Deixe um comentario

*