Política

MDFM-PL está apreensivo com o evoluir da crise parlamentar

Num comunicado o partido de Fradique de Menezes, promete pronunciar brevemente de forma detalhada sobre a actual crise parlamentar. Para já reforça as críticas contra a acção governativa, e avisa que o momento actual exige cautela e ponderação.

Para o MDFM-PL o momento actual de crise parlamentar, exige cautela e ponderação. Por isso a quarta força política são-tomense, apelou «para o sentido de Estado por parte da Assembleia Nacional, dos senhores Deputados e dos seus respectivos Partidos Políticos, exigindo que façam prevalecer o bom senso, em nome da estabilidade, da paz e da concórdia, corolários fundamentais e indispensáveis para que haja progresso e desenvolvimento», diz o MDFM-PL pela voz do seu Secretário-geral Adelino Lucas.

O Governo é acusado de não apresentar soluções para o país. «O MDFM/PL reconhece, no entanto, que a acção do Governo tem estado aquém das expectativas e que nem sinais claros existem quanto ao futuro da Nação», sublinha o partido do ex-Presidente Fradique de Menezes.

Conotado pela opinião pública como sendo um partido que apoia o poder, sobretudo na Assembleia Nacional, o MDFM-PL, desmente. «Têm surgido, com propósitos bem claros, insinuações indecorosas segundo as quais o MDFM/PL tem sido um Partido seguidista das acções do Governo e das posições assumidas na Assembleia pelo Bancada do Partido do Governo, o MDFM/Partido Liberal aproveita para reiterar, que não estando envolvido na governação do País, e não concordando com o actual Governo em inúmeras acções que tem vindo a desenvolver, o MDFM/PL assume-se claramente como um Partido Politico da oposição, e que jamais alinhará em qualquer acto do executivo que comprometa a estabilidade e o Desenvolvimento Nacional, adiando uma vez mais e “side die” as expectativas criadas na sequência das legislativas de 2010», explicou.

Segundo o MDFM-PL, a conduta do seu único deputado no parlamento, visa contribuir para o diálogo, a paz e a estabilidade no país.

Abel Veiga

    25 comentários

25 comentários

  1. Nazare Antunes

    21 de Fevereiro de 2012 as 19:06

    Bela posição essa assumida pelo MDFM.
    Não ajudar a incendiar ainda mais a nação e contribuir para a estabilidade é isso a força dos partidos politicos em democracia.
    Felicito a actual direção do MDFM pelas posições que têm vindo a assumir publicamente e também pelos trabalhos, as mensagens que têm lçevado ao terreno falando com cada ssantomense.
    Criticar sim, demarcar o seu território mas não lançar achas na fogueira.
    Gostaria que fosse também essa a posição do MLSTP e do PCD.

    • Luis Dondoia

      25 de Fevereiro de 2012 as 8:29

      Será ?
      O MDPFM /PL para provar que é um partido com sentido de estado e oposição credivel terá que fazer um acto de contrição .
      As ideias deverão ser claras e não circunstanciais , deverá apresentar de forma inequivoca as suas propostas ou alternativas e acima de tudo ajudar os Partidos que queiram levantar a imunidade parlamentar a deputados indiciados por praticas de lesa Estado com vista a poderem responder junto do Ministério Público dos factos aos quais estão indiciados .
      Mais ainda … deverá contribuir de forma sistematizada no esclarecimento da opinião pública da razão dos factos.

      Não ter como horizonte o Poder pelo Poder e combater com ideias criando consciencia cívica do dever de cidadania.

      Só assim estará a demarcar o seu território de Ação .

      Isto é ganhar pela diferença e não estar preocupado com Boatos de seguidismo .Se a ideia é boa que venha … Se for má ou pouco clara critica – la e apresentar alternativas .

  2. Baga Tela

    21 de Fevereiro de 2012 as 19:46

    Nazaré Antunes, na língua portuguesa não se repete “r, s” no início da palavra. Ex: empurrar, consseguir, rapaz, sentir

    • tomate

      22 de Fevereiro de 2012 as 11:23

      Nazaré Antunes na lingua portuguesa diz que se escreve a palavra conseguir assim e não “consseguir” com ss

  3. Macalacata

    21 de Fevereiro de 2012 as 20:13

    Fulu Fulu tudo isto tem a ver contigo porque foste tu quem aceitou que hoje maior parte dos deputados sao confusentos e analfabetos.Obrigado

  4. Anguêné

    22 de Fevereiro de 2012 as 8:26

    Senhor Fradique.O senhor tinha muito tempo para pronuciar alguma coisa. O senhor mandou 10 anos não fez nada, e agora o senhor vem como salvador da patria. Tenha vergonha senhor Fradique, amenos fica calado para deixar de ser o papagaio do príncipe.E melhor convidar Adelino Lucas para ser capataz da tua Roça favorita em vez de ser secretario de teu partido. Agora quem manda no País não é palhaço como o senhor e os seu discípolos. Sendo assim não precisa da sua opinião.Quem é o senhor para criticar o governo, se durante 10 anos o senhor não soube o que governar. Num pais sério o senhor e a sua compainha limitada seria último a criticar. Quem não sabe fazer não critica outro.

    • Calibre-12

      22 de Fevereiro de 2012 as 16:25

      Senhor Anguené!
      O senhor deve ser daqueles cegos e ignorantes do MLSTP que não consegue separar o trigo do joio, nem conhece as competências de um Presidente da República e de um Governo. O Presidente não é governo, portanto, infeliz é a sua opinião.
      Tu mais pareceste um pau mandado do que alguém com opinião propria.
      Falar mal do Adelino Lucas por xemplo é no minimo ridiculo. Ele é dos poucos jornalistas deste país que durante anos sempre soube valorizar e defender a classe se hoje optou por contribuir para a política é normal, porque vão os velhos e surgem os novos.
      Tal como Adelino Lucas, deve-se tirar chapeu para outros tantops como Juvenal Rodrigues, Conceição Lima, Telmo Trindade, Adelino da Costa, Salvador Ramos, Ovideo Pequeno, Maximino carlos, Armindo Tomba, Martinho Tavares, Carlos Teixeira, Manuel Barros e mais um ou outro que ainda no regime monolitico se afirmavam como defensores da verdade e da liberdade de imprensa.
      Quando se quer criticar por criticar, o melhor é ficar calado!

  5. costa

    22 de Fevereiro de 2012 as 9:03

    o Primeiro Ministro só esta a criar um clima de ódio entre os santomenses. Patice Trovoada é ditador, rancoroso, mau e muito arogante

    • truquim deçu

      22 de Fevereiro de 2012 as 10:48

      O Patrice Trouvoada esta ao serviço do pai, só veio para cobrar a vingança e nada vai fazer para este belo país, ele só quer o poder mais alto, vê-se facilmente o seu furor…. manifestou isso claramente na campanha contra pinto da costa. Essse é mais um truque dele, quer que o Pinto faz cair o governo depois para vir a praça pulbica dizer o povo que o Pinto é ditador , povo abri os olhos se o governo cair a culpa será do Patrice trovoada o chefe do ADI

      • truquim deçu

        22 de Fevereiro de 2012 as 10:51

        Correção:ESSE;
        Pública;

  6. lino

    22 de Fevereiro de 2012 as 9:27

    MDFM é partido do Fradique.
    lemmbram-se desse senhor?
    o que fez esse senhor para s.tomé e principe? nunca fez nada.
    só usou a posição que ocupou durante esses anos todos,para tratar da sua vida.
    para aumentar os seus recursos económicos.
    ou têm dúvida!?

  7. João Bosco Menezes de Pinho

    22 de Fevereiro de 2012 as 9:30

    E mais, é só viajar. Não senta para resolver os problemas do Pais. Sá passa a vida a fintar o Prsesidente da República. Viva MDFM

    • desgraçado

      22 de Fevereiro de 2012 as 12:00

      Patrice Trovoada quer ver povo na miseria e criar odio e raiva entre santomenses, notamos isso logo na atribuição da bolsa de estudo externo, ele deu ordem para embaixada não receber nehum pedido nem atribuição de bolsa de estudo, e enviou uma lista exclusiva para embaixada com nomes de corjas do ADI para renovação de bolsas, isto so pode ser um convite a revolução ao pedido do ditador Patrice Trovoada, e saliento que na sua campanha sr. sempre falava sobre Educação e Saude, mas se formos ver para orçamento do estado praticamente so tem orçamento para viajens e lazer, Desgraçado, vai ver nem licenciado és, porque se fosses licenciado sr preocupava mais com Educação

  8. Anjo do Céu

    22 de Fevereiro de 2012 as 10:09

    Força partido MDFM.Mantem postura do partido e não alhinha atoa com os malandros.Faça uma oposição credivel em nome do povo Santomense,exigir mas transparencia do actual governo.Que senta na mesa para negociar e com objectivos claros em beneficio do Povo.Esteja alerta e não contribuas com o mal

  9. Lévé-Léngue

    22 de Fevereiro de 2012 as 10:29

    Espero que estas declarações do Partido engajem o único deputado em funções, porque na prática todos sabemos que ele é o aliado fiel da ADI. Aliás, é este o único motivo que impede o Governo de destituir o presidente do conselho de administração da AGER, apesar de já ter o mandato expirado e ser o mentor do péssimo clima laboral. ADI agora se sente ameaçado pelo MDFM-PL, pois corre o risco de perder um voto parlamentar, estando mais do que confirmada a minoria que sustem a governação. Demarcar-se de actos ilícitos é uma atitude de coragem. Força MDFM-PL. É mesmo de baixo que se começa a crescer… depois apareça!!!

  10. Bloco operatório do principe

    22 de Fevereiro de 2012 as 11:22

    Lino veja a sigla: MDFM(Movimento Democrático Fradique de Minezes) acertei ou não, isso não é um partido politico, ou seja os partidos politicos só são “partidos politicos” de quatro em quatro anos.. Pelo menos esta é a constatação que faço na ilha do Principe.
    Tanto o PCD, MDFM, e o ADI que é o partido no poder não têm as suas portas abertas( digo SEDE) elas são fechadas dias apos as eleições e so abrem quando um dirigente vem ca a ilha, e torna a fechar até o proximo ato eleitoral..Mas isto não devia acontecer pelo menos com o partido no poder ´que é o ADI deveria manter a sede aberta durante os horarios normais de funcionanmento.De tudo isto com excepção ao MLSTP que tem uma SEDE propria de resto é so fantasia aqui no Principe…

  11. santa catarina

    22 de Fevereiro de 2012 as 17:13

    «O MDFM/PL reconhece, no entanto, que a acção do Governo tem estado aquém das expectativas e que nem sinais claros existem quanto ao futuro da Nação»
    Os dez anos de poder do MDFM/PL deram em quê, na compra de cacau e venda de cimento e pouco mais do que isto.
    O MDFM/PL chegou a ter presidente governo e nada fez. Era melhor estarem calados do que atirarem pedras sem direção já que têm casa com telhado de vidro.
    o ADI esta no poder a pouco mais de um ano tendo neste periodo umas eleições, uma crise financeira internacional e com um país com uma imagem externa pessima.

    • José Creveirinha

      23 de Fevereiro de 2012 as 11:03

      Oh Santa catarina de uma figa!
      Sua múmia invisivel desfarçada.
      Dê a cara e assuma.
      Você é capaz de perguntar em dez anos de mandato de Fradique deram em quê?
      Francamente!
      Em dez anos Fradique fez muita cisa. Conseguiu fazer S.Tomé e Principe tem finalmente um segundo liceu. Conseguiu fazer STP ter uma segunda central eletrica com combustivel a baixo preço conseguiu que STP visse sua divida externa perdoada, conseguiu fazer com que S.TP tivesse um hotel de cinco estrelas, conseguiu introduzir autocarros escolares, foi o mentor numero um do programa de acção que permitiu a redução drástica do paludismo em STP.
      SÓ não vê quem não quer ver, ou nelhor, o maior cego é aquele que finge que não vê.
      Ao menos que ten has limitações no cerebro. Se assim for procure um especialista, um neurologista talvez.

  12. Francisca Cara Linda

    22 de Fevereiro de 2012 as 22:12

    Em S. Tome não existem partidos políticos/oposição. Existem sim grupos de amigos (que eu chamaria de empresários políticos), que se reúnem com o objetivo de conseguirem uma forma de ganhar a vida. Basta um simples desentendimento entre estes amigos (ex um tarachou com a quatorzinha do outro) para saírem de um partido e associarem-se a um outro. O que esta acontecer agora e que quem não esta no poder começa a passar fome por falta de dinheiro e sente que precisa urgentemente regressar a vida politica para amealhar algum. Enquanto o nosso pais não conseguir desenvolver ao ponto de se criarem “ verdadeiros empregos”, iremos continuar nesta espécie de guerra civil sem armas, mas com consequências semelhantes a uma guerra normal. Nos cidadãos normais, podemos contribuir da nossa maneira não dando importância a estes empresários e procurando criar “verdadeiros empregos”.

  13. Cabo

    23 de Fevereiro de 2012 as 8:10

    Este partido existe ainda!!!

  14. dany

    23 de Fevereiro de 2012 as 9:24

    O Patrice Trovoada só gosta de boa Vida e mordomia. o País com tantos Problemas o senor Primeiro Ministro só passa vida a viajar. Cuidado como este homem

  15. Leopaldo

    23 de Fevereiro de 2012 as 17:16

    Adelino Lucas é engraçado! O seu partido faz parte do Actual Governo, o deputado seu partido o senhor Orlando da AGER é cúmplice do ADI na Assembleia da Republica. O senhor pensa que ainda continuamos parvo, vocês manda areia para cima e pára com cara… Tenha lá juízo…. Diz qual foi o sentido de voto do seu partido aquando da aprovação do orçamento Geral do Estado? O que fez para melhorar o orçamento a favor do povo pequeno? Não Brinca com a nossa inteligência!

  16. Fernando

    24 de Fevereiro de 2012 as 10:10

    Caros senhores,
    É triste o ordenamento político que temos, senão vejamos. As instituições politicas (Partidos Políticos) se apresentam como meras associações sindicais, reivindicam, reivindicam e não apresentam alternativa às acções do poder instituído. Então como convencer o eleitorado mais esclarecidos a seguirem suas reivindicações? Não acho esta prática a que melhor irá contribuir para sairmos deste imbróglio. E nós são-tomenses que tanto nos vangloriávamos em ser os melhores, estamos num atoleiro que não parece ter fim… e as gerações vindouras sem um norte credível, quanto ao futuro do país!

  17. margoso

    25 de Fevereiro de 2012 as 10:58

    Patrice já chegou país.Carnaval acabou-Carnaval vai começar…

  18. jorcilina

    25 de Fevereiro de 2012 as 22:35

    Senhor ex presidente…

    Tarde de mais para se pronunciar…
    Se quisesse fazê-lo,teria feito a mais tempo…Acho que agora não adianta dizer nada porque nem o povo que o senhor escravizou durante 10 o vai ouvir…Portanto agora vai la tratar da sua vidinha rica e deixe o país em paz…Se quiser ajudar, ajude estando calado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo