Política

Pinto da Costa realça vitória eleitoral do MPLA e de José Eduardo dos Santos no reforço das relações com São Tomé e Príncipe

As eleições gerais em Angola, foram vividas intensamente em São Tomé e Príncipe. A vitória do MPLA e de José Eduardo dos Santos, como Presidente de Angola para os próximos 5 anos, revestiu-se de grande importância para o arquipélago, que tem Angola como parceiro estratégico. 

Numa mensagem enviada ao seu homólogo José Eduardo dos Santos, o Chefe de Estado são-tomense enalteceu a forma ordeira e pacífica como decorreu o acto eleitoral. Facto que para Pinto da Costa, prova a maturidade democrática do povo angolano.

O Chefe de Estado são-tomense, manifestou-se disponível para tudo fazer no sentido do reforço das relações de amizade e de cooperação entre os dois países, assim como para a promoção de um clima de paz e de concórdia a nível mundial.

Angola é parceiro estratégico de São Tomé e Príncipe, porque através da Sonangol, financia a reabilitação do porto e do aeroporto internacional do país, a mesma empresa passou a ser accionista maioritário da companhia de bandeira nacional, a STP-Airways, e deverá entrar no capital social da empresa nacional de água e electricidade. Ao mesmo tempo é o único fornecedor e distribuidor de combustíveis em São Tomé e Príncipe, sem falar das ligações já seculares de amizade e de consanguinidade entre os dois povos e países.

Talvez por tudo isso, é que na semana da decisão eleitoral em Angola, era este assunto que abria o Telejornal da Televisão São-tomense.

Téla Nón

    14 comentários

14 comentários

  1. Amadeu Santos

    6 de Setembro de 2012 as 7:34

    Seremos sempre “lambe-botas” dos angolanos.

    • Ôssôbô

      7 de Setembro de 2012 as 13:39

      Deixe de pessimismo Sr. Amadeu. O seu ponto de vista nada contribui para enaltecer este espaçõ que é destinado para opiniões credíveis e não para leviandades! Penses bem no teor do seu comentário!
      Fui!!

    • E.Santos

      9 de Setembro de 2012 as 22:13

      E nós não somos “lambe-botas” de quem? Se a gente não trabalha, a apesar do fértil país que temos. Se os nossos governantes da democracia só souberam assambarcar o paaís e remetêo-lo a pobreza profunda. Se ainda hoje não tomaram consciência e não deixam o Governo Eleito pelo povo trabalhar. Se a oposição anda completamente perdida e não faz o seu papel devidamente senºão vir chorar seus lugares, seus taxos e a falta de favorecimentos que lhes interessa.
      Vamos ser lambe-totas sim, e por muito mais tempo, acrdite. Isto para não dizer já que seremos eternamente lambe-botas. É o destino dos preguiçosos e pobres mal agradecidos.

  2. Santosku

    6 de Setembro de 2012 as 7:50

    Também felicito o MPLA e oseu Presidente José Eduardo dos Santos, porque a vitória do MPLA e do seu Presidente é também dos estrangeiros residentes legalmente em Angola.

    • E.Santos

      9 de Setembro de 2012 as 22:29

      Quem tem parabólica da DSTV pôde acompanhar as eleições em Angola pelo Directo do TPA1. Um excelente trabalho de cobertura. Quem acompanhou pode sentir a humildade e o civismo dos angolanos a votar. Sem zaragata a que estamos abituados aqui, os Angolanos votaram no candidato do seu coração. Como os próprios referiram muitas vezes. Votaram para contribuir para o bem estar do país deles, pela paz, pela estabilidade e pela continuidade do desenvolvimento que já é visível.
      Este exemplo de democracia que fizeram questão de dar a África e ao Mundo quem o deveria dar somos nós os São-tomenes que fomos os pioneiros na viragem do sistema. Mas não, todos os dias, temos confusão no país por mesquenhice.
      Os angolanos têm dinheiro sim, mas o dinheiro sozinho não se faz, estão a trabalhar, e estão a trabalhar bastante pela reconstrução do país deles.
      Nós, os nossos compatriotas trabalham sempre pela destruição permanente do país.
      Cabo verde também não tem dinheiro, mas como trabalha com afinco e honestidade, está a ir longe.
      Nós somos preguiços, ladroes armados em muito espertos. Vamos todos morrer na miséria, até mesmo os políticos que contentam com dois tostões e pensam que já estão ricos e então desgraçam o país e o povo por conta disso.

  3. a verdade

    6 de Setembro de 2012 as 19:10

    Gosto do Jose Eduardo como Homem mas infelizmente nao e um exemplo para a democracia. Ja esta no poder a muito tempo no qual e contro os direitos dum pais democratico. Obrigado

    • E.Santos

      9 de Setembro de 2012 as 22:36

      As leis são feitas pelo homem conforme necessidade social. E cada país faz a sua, não tanto por pura imitação, mas adaptada a sua realidade e a necessidade do seu povo. O que dita a Democracia não é o tempo no poder de uma pessoa mas sim o exercício livre de opinião e de escolha.
      E o povo Angolano exerceu o seu direito de escolha e escolheu quem melhor lhes convinha. Então não se pode falar em falta de Democracia.
      Alberto João Jardim também já é presidente da Região Autonoma da Madeira a quase mesmo tempo e nem por isso Portugal deixou de ser um país Democrático.

  4. a verdade

    6 de Setembro de 2012 as 19:13

    E contra queria eu dizer

  5. Mina Téla23

    6 de Setembro de 2012 as 20:28

    E a história vai se repetindo.
    Quando seremos capazes de gerir os nossos próprios produtos/bens? Sempre a depender de outros países, os ditos parceiros de cooperação para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe. Mas, ao que tudo indica, essa parceria vem para beneficiar certos grupos à custa da sociedade santomense.
    Onde estão os benditos benefícios das cooperações que vêm crescendo? As coisas estão mudando para o melhor?
    Procuro, mas não acho respostas.
    P.S.: Não esquecer que muitos dos nossos representantes são empresários… Seria em vão ou existe algum motivo por detrás dessa realidade?

  6. Ôssôbô

    7 de Setembro de 2012 as 13:35

    O gesto do Pinto da Costa é louvável. A cooperação entre STP e Angola não é de hoje. Angola é um país que tem dado muito apio a STP.

  7. muita laranja

    7 de Setembro de 2012 as 15:59

    …qual é o filho honesto de sao tome e principe que nunca houvio falar de peixe mussambe que vinha de Angola para nossa terra no tempo colonial,quem nunca soube do hoje banco internacional(casa sede) que era o banco de angola,quem nunca se apercebeu que a nossa fragilidade financeira so beneficia com aproximidade economica de Angola ,apoio financeiro e outros mais , tais como remessa de emigrantes santomemses residentes em angola, que sao filhos e pais de gentes ligados por sangue o que obriga ao respeito e interresses protegidos de ambas as partes. deixem pois,de luxos e sentimentos pequenos, Angola precisa ser conhecida por todos nós, é uma Naçao com valores para a todos servir e louvado seja DEUS para que seus dirigentes se lembrem de nós SAO TOME E PRINCIPE COM O CARINHO QUE DEMONSTRAM. se alguma coisa tem sido seria nos nossos tempos e com beneficios directos para nosso País…esta coisa é a relaçao dos dois povos de SAO TOME E PRINCIPE E ANGOLA, Angola sempre deu mais e Sao Tomé e Principe sempre recebeu mais.No passado,os filhos de Angola deixaram marcas na nossa terra visiveis no nosso cacau e café.No presente os nossos emigrantes facilmente sao identificados. Coisas que estao acima do interesses dos politicos, respeitem isso acima de tudo ok.tentemos reinventar a SANTOMENSIDADE que tem o conteudo sagrado de respeito nacional. trata-se do sagrado interesse de todos.

  8. adilson

    7 de Setembro de 2012 as 19:00

    s.tomé tem problema a democracia é do governo, porque que nao podemos ser como outros países, que presidente é que manda, ó meu caro amigo presidente ,estamos contar a com sigo cuidado com este governo, faz despacha porque o tempo sera tarde de mais, queremos desenvolvimento ok

  9. Argenezio Antonio Vaz

    8 de Setembro de 2012 as 8:28

    STP continua como sempre, a dizer que esse ou aquele Pais é fundamental. O povo tem ganho com isso, duvido. Os projectos defendem os interesses dos santomenses, duvido…

  10. Felisberto Bandeira

    10 de Setembro de 2012 as 10:38

    Na verdade devemos louvar e agradecer a DEUS pela forma como decoreu as eleicoes no dia 31 de Agosto em Angola,nao a margem de duvida que DEUS desse basta de guerra em Angola momento atual ,dai em diante e de reconciliacao de armonia da unidade e da paz e fazer mais e repartir melhor,muitos duvidaram desta eleicao,mas quem tem fe sabia que a paz em Angola tem mao divina,e que a presenca do Engenheiro J.E. dos S.como diregente deste Pais,vem demostrar mas uma vez que e da vontade de DEUS que ele continue na lideranca deste Pais que foi manifestado atravez do povo,porque DEUS expressa o seu desejo por meio do povo ou seja maioria.,Minha opiniao pessoal a relacoes entre S.TOME e principe e ANGOLA sao boas ,mas a muito a fazer ,em particular no aspeto social.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo