Mulheres Sociais Democratas comemoram o 19 de Setembro dia das mulheres Santomenses

O 19 de Setembro mais uma vez comemorado em S.tomé e Príncipe, sob o lema mulheres integradas, desenvolvimento Certo..  Recorde-se que foi a 19 de Setembro de 1974 que um grupo de mulheres organizou uma manifestação que terminou junto ao palácio do governador colonial para reivindicar a independência de S.tomé e Príncipe.

Este ano as mulheres da OMSTEP /MSD comemoraram o dia com o acto central no Marcelo da Veiga. A presidente da organização no seu discurso  realçou que as mulheres têm que estar unidas para juntas refletirem sobre as questões relacionadas com as mulheres santomenses.«Esta data constitui um espaço privilegiada para refletirmos com as questões que se prendem com a politica de género em S.tomé e príncipe, em termos de igualdade e equidade de género apraz-nos e com acrescida satisafaçao que as mulheres de STP têm vindo a assumir um papel cada vez mais activo em todos os domínios da vida nacional sobretudo na vida politica..» disse  Maria das Neves  Presidente da OMSTEP/MSD.

Maria das Neves ainda no seu discurso destacou as dificuldades  existentes  que torna  ainda mais difícil o alcance  na totalidade  dos ideias da mulher.«Este acto acontece num momento em que o mundo encontra-se profundamente conturbado e mergulhado numa crise sem precedente, o que é mais grave é que todo este fenómeno de perfil complexo tem sido acompanhado de uma profunda crise de valores tornado os desafios  cada vez maiores ,perante tal cenário varias são as ocupações e preocupações  que se nos colocam, nomeadamente como alcançar na plenitude  os direitos da mulher  enquanto houver uma grande percentagem  de mulheres chefes de família  vivendo em extrema pobreza , sem emprego e desprovida de qualquer  rendimento para garantir  o sustento de sua família.» Acrescentou Maria Das Neves

Durante a cerimonia um minuto de silencio foi dedicado  a aquela que foi   a mãe da nação santomense, a  escritora e poetisa  Alda do Espirito Santo.

Ernestina Menezes em representação do instituto de equidade e igualdade de género organismo que luta em defesa dos direitos da mulher que esteve presente no acto também manifestou a sua preocupação com as questões relacionadas com as mulheres em S.tomé e Principe. «O nós temos muito trabalho e precisamos da colaboração das mulheres e queremos reconhecer o papel preponderante que as mulheres, temos que reunir as nossas forças  para resolvemos algumas questões  com da família ,entre outras..»disse Ernestina  Menezes

As  mulheres da OMSTEP/MSD  celebram mais uma vez  o dia dedicado as mulheres santomenses.

Sonia Lopes

  1. img
    Jovens 11ºAno Vendedores de Plástico Responder

    Força e felicidades OMSTEP/MSD – Nossas Mães.

  2. img
    nora Responder

    MLSTP/PSD SEMPRE A SUBIR. DEUS VOS ABENÇOE!!!

  3. img
    Paparazzi Responder

    Só palhaçada!

  4. img
    Telavive Responder

    Só mulheres sociais democratas comemoraram a data? Onde está a parcialidade jornalística?

  5. img
    Povo STP Responder

    Querem trampolim para tacho. Queremos mulheres competentes e não meros exercícios feminista. Porquê que não lutam por uma quota de 30 % das mulheres nas forças armadas do nosso país? Não, querem quota de 30% na assembleia da república onde não se faz nada. Convenhamos. Independentes do sexo, as pessoas têm que ser competentes para ocuparem um determinado lugar.
    Não queremos exemplo como, da ex- ministra da saúde Ângela Costa, Elísio Teixeira, dentre outros incompetentes que ocupam os cargos públicos.
    Digo público, porque no privado só lá está, os melhores do país.

  6. img
    STP sempre Responder

    19 de Setembro é día das mulheres santomenses ou día das mulheres dos diversos partidos políticos de STP?
    Aquela mulher que não tem partida, não tem direito a festa…

  7. img
    ÔSSÔBÔ Responder

    Deixo a minha opinião para que todas as mulheres do arquipélago tenham a vez e vós para que juntas possam dar contributo no processo de crescimento e desenvolvimento do país.

  8. img
    Barão de Água-Ize Responder

    As mulheres são poderosas! Onde estavam os homens nesse dia – 19.SeT.74?

  9. img
    Santosku Responder

    Creio que você Barão de Água-Izé naquela não tinhas nascido ainda, porque se tivesses já nascido saberias onde estavam os homens. Aquela data foi o dia escolhido para as mulheres santomenses todas de vestidas de preto, manifestarem contra o Governo Colonialista Português. Eu lá estive presente ao lado da actual loja do Quintas (ex-Loja do Povo. Valeu muito a coragem das nossas mães, irmãs, filhas e esposas. Parabéns as mulheres de São Tomé e Principe.

  10. img
    Calu nostempo Responder

    Igualdade sim, porém, ensina as jovens que se homem sai em mulher não tem que sair também, porque nós saímos não haverá lar nem família unida. Em casa quem manda é ela e nela quem manda sou eu, numa casa não pode ter 2 chefes.
    Estou de olho.

  11. img
    julio Responder

    avamçam para o bem do nosso pais

  12. img
    julio Responder

    somos todos os filhos da mesma mae

Deixe um comentario

*