Política

Mensagem do PR ao país a luz do conflito político reinante no parlamento

O debate livre mas responsável é um pressuposto fundamental em democracia e não pode, nem deve, em circunstância alguma ser posto em causa por comportamentos que ultrapassam os limites da razoabilidade e da sã convivência entre cidadãos e que sejam motivados por meros interesses pessoais.


Presidência da República

Casa Civil

Assessoria para a Comunicação Social e Imagem

Mensagem ao país de Sua Excelência o Presidente da República

26/11/2012

Boa Noite

Caros Compatriotas

O país foi surpreendido na passada sexta-feira por uma série de incidentes registados na assembleia nacional que levaram à suspensão dos trabalhos parlamentares.

A situação, insólita, que todos puderam ver e ouvir através da rádio e da televisão, apesar de não ser única no mundo, é, no entanto, inédita no nosso país em 22 anos de democracia e de multipartidarismo.

Devido à sua natureza os comportamentos que se verificaram no palácio dos congressos são, em si mesmo e independentemente das suas causas, inadmissíveis num regime democrático assente em princípios e valores de um estado de direito.

O debate livre mas responsável é um pressuposto fundamental em democracia e não pode, nem deve, em circunstância alguma ser posto em causa por comportamentos que ultrapassam os limites da razoabilidade e da sã convivência entre cidadãos e que sejam motivados por meros interesses pessoais.

Em democracia não há assuntos tabu nem qualquer espécie de constrangimento à liberdade de expressão que não sejam aqueles que decorrem das leis e da constituição.

Os deputados são, acima de tudo, representantes do povo e esta é uma condição que deve estar sempre presente e não pode ser esquecida em momento algum por mais apaixonado que seja o confronto de ideias ou de opções políticas.

A condição de representantes do povo exige pois, permanentemente, uma responsabilidade acrescida nas atitudes e nos actos, de modo a que a relação de confiança entre eleitos e eleitores nunca seja posta em causa.

É preciso, por isso, tornar claro, o mais depressa possível que os incidentes da passada sexta-feira foram apenas uma situação isolada, fruto de circunstâncias excepcionais e que por isso não se repetirão no futuro.

Para que tal aconteça é imprescindível que todos assumam as suas responsabilidades perante o povo, e garantam o rápido restabelecimento da normalidade democrática própria de um país que tem sabido ao longo dos anos conquistar o respeito da comunidade internacional.

Enquanto Chefe de Estado a quem cabe, constitucionalmente, garantir o normal funcionamento das instituições democráticas, gostaria de lançar um veemente apelo à serenidade, ao sentido de responsabilidade, aos valores patrióticos que a situação exige de todos os que, no país, têm responsabilidades políticas.

Ao longo dos 14 meses do meu mandato já dei provas, mais que suficientes, de que não me afastarei do compromisso solenemente assumido, quer na campanha eleitoral quer na minha tomada de posse, de ser Presidente de todos os São-Tomenses.

O Palácio do Povo teve sempre e continuará a ter as portas abertas para o diálogo com todas as forças políticas. Recordo a esse propósito que desde que assumi funções tive audiências com todos os partidos políticos com e sem assento parlamentar por minha iniciativa e recebi os partidos sempre que estes  o solicitaram.

É neste espírito que tem norteado a minha acção e tendo em conta as circunstâncias que o país atravessa, que decidi convocar audiências com todos os partidos com assento parlamentar de modo a promover uma reflexão serena sobre os mais recentes acontecimentos.

Compatriotas

É importante que todos tenhamos a humildade suficiente para reflectir e tirar as devidas lições para o futuro dos erros cometidos tendo em vista o rápido restabelecimento de todas as condições necessárias para que o diálogo, continue a ser, a única via para resolver os problemas do país e do povo.

É necessário que todos demonstrem que, independentemente das divergências, o debate é a única forma democraticamente legitima no confronto entre diferentes pontos de vista.

É indispensável dar um sinal claro de que, apesar de todas as diferenças, é possível trabalhar em conjunto tendo em vista exclusivamente o interesse nacional, o desenvolvimento do país e o bem-estar do povo.

Queria a terminar reafirmar a minha convicção e confiança de que saberemos, através do diálogo, com elevação e sentido de estado, dar provas concretas e inequívocas de que estaremos à altura de honrar os nossos compromissos e responsabilidades para com o povo que nos elegeu.

    58 comentários

58 comentários

  1. Vai Vem do meu país

    27 de Novembro de 2012 as 11:16

    Pinto da Costa não disse nada. Numa situação de crise esperava-se um discurso mais preciso e orientador. A população ainda contunua com dúvida do que fazer.

    Cai ou nao cai o Governo? Temos ou naõ temos eleições antecipadas? O parlamento deve continuar ou não a proteger os fugitivos da justiça?

    Essas e outras perguntas não vimos resposta refletida na comunicação de Sua EsceLencia senhor Presidente, o Presidente de todos nós.

    A não ser que ele vai convocar os partidos e o Conselho de Estado para voltar a por ordem em tantos desmandos!

    Continuamos a espera de nova comunicação do Pai Grande, Presidente de Todos sos São-tomenses.

    Aguardo com impaciência. O país não pode parar.

    Abel, por favor, dá-me essa alegria. Passa o meu comentário.

    • POVO

      28 de Novembro de 2012 as 11:08

      Por mais que o Presidente Pinto da Costa quisesse, ele não conseguirá deixar o seus camaradas do MLSTP/PSD cair ..e agora o Rafael B sai na defesa dele. Isso é o que faltava. Sabem muito!!!! Têm muitos momentos de caminhadas e lutas .. Perante o povo, o Pinto pode ter o discurso mais lindo possível, mas atrás ele tem que ajudar os seus amigos a voltarei para junto dele, agora no poder. Mas agora associado com o PCD e o MDFM/PL. Pois esses partidos também precisam de ter por onde pegar para voltarem a estar em actividade, pois todos nós sabemos que o MDFM/PL caio muito mal e o PCD também está de rasto … então eles têm que se juntar agora para fazerem frente ao ADI … existe no meio desse situação algum interesse para o bem estar dos Santomenses? Não!!! Santomenses, essa é a mesma coisa que tem passado ao longo dos anos na nossa historia… e nós seguimos sem aprendermos com os graves erros … e o que mi admira é que existem pessoas que apoiam essa forma de fazer política dos nossos políticos … essa forma de fazer política de ” tu comes por dois anos e comerei eu pelos restantes dois anos. E com aquilo que acumularmos dos robôs e desvios iremos para as eleições de banho para ver quem iniciará os outros dois anos” … “ bom, si não saíres por bem, sairás por mal … eu ti dou um “muro” no parlamento e tu verás” – E a promessa que fizeram de que quem vencer governará os 4 anos completos? “- … isso só se fala no momento para não parecer feio … conversa de chácha … mas deixando o tempo passar teremos que seguir a tradição … ESTA É A NOSSA REALIDADE SANTOMENSE … depois falamos de desenvolvimento, em projectos estruturantes, em portos em aguas rasas …. e depois falamos no amor ao país … nós somos um país em guerra. Analisem bem.

  2. Barão de Água-Ize

    27 de Novembro de 2012 as 11:20

    “Sã convivencia entre cidadãos”??!!! Os deputados não são meros cidadãos! Há erros e falhas que se podem admitir a um cidadão, mas podem admitir-se a um Deputado da Nação? Algo está errado na nossa Terra quando face à gravidade, repito, gravidade do que aconteceu que e enojou qualquer pessoa bem formada, o sr. Presidente se fique no apelo à concórdia e diálogo.

  3. Leopaldo

    27 de Novembro de 2012 as 11:29

    A mensagem do Presidente é fraca…neste momento o Presidente tem que ser líder e tomar uma posição clara e aberta…. e não ser imparcial…. O País encontra-se em crise, portanto seja mais objectivo e concreto…. e deixa de palavras bonitas que não nos levará para lado nenhum. SEJA LIDER

    • Kiko

      28 de Novembro de 2012 as 16:27

      Nao se esqueca que o nosso PR nao pode fazer nada. O maldito governo esta no poder do nosso mais cinico, destruidor PM Patrice Trvoada.
      Todo esse bobo que esta acontecer e tudo plano. Governo cai, vamos as eleicoes, mais uma vez povo cai na tentacao do banho de Adi (Sim falo do ADI porque e ADI que manda no dinheiro) Adi mais uma vez no governo, costituicao nao muda, e voltamos a estaca zero de estar nas maos desse PATRICE TROVOADA.
      Que odio!!!!

    • STPENSE

      28 de Novembro de 2012 as 16:31

      MUDEM A COSTITUICAO!!! Deixem o PR liderar o pais. Vamos acordar minha gente

      Quem ta a mandar nesse pais e esse PM….Vamos tirar ADI do governo..

      Ah..eu nao sou apoiante de nenhum partido. Sou apoiante do PC.

      Mas KEI….Como que gente pode ser enganado assim..Kekua!!!!

  4. Leopaldo

    27 de Novembro de 2012 as 11:34

    “gostaria de lançar um veemente apelo à serenidade, ao sentido de responsabilidade, aos valores patrióticos que a situação exige de todos os que, no país, têm responsabilidades políticas”…. Alguém pode explicar-me resumidamente o que Presidente quis dizer?

    • Hummm

      27 de Novembro de 2012 as 12:07

      Qual é a dúvida?

    • Calixto Bombaim

      27 de Novembro de 2012 as 12:51

      Bom discurso, sim senhor!!!Sem dramatismo, sem radicalismos, apelando ao diálogo e estabilidade. O que é que queriam que o homem fizesse??? Que ele empunhasse uma arma e obrigasse o ADI a aceitar ser fiacalizado na Assembleia pela oposição??? Que ele empunhasse uma arma e obrigasse os partidos da oposição a serem mais responsáveis no processo de fiacalização ao governo??? Que ele empunhasse uma arma e obrigasse o presidente da Assembleia a assumir as suas funções até ao fim, como líder desta instituição, em prol da dignidade do referido órgão?
      É óbvio que o presidente não tem culpa nenhuma neste processo. A culpa é inteiramente de um governo e primeiro-ministro irresponsável; de uma oposição irresponsável e de um partido de governo na Assembleia trauliteiro e mal educado. A somar a tudo isto, ainda por cima, saiu-nos um presidente da Assembleia medroso, irresponsável, sem sentido de estado nem noção da importância de funções que exerce. Como é que se pode credibilizar as instituições deste nosso S.Tomé com políticos desta qualidade???? É óbvio que é difícil para não dizer impossível. O Presidente tem toda a razão. É difícil aturar políticos tão mediocres e impreparados para as funções que desempenham.

    • Bengue Doxi

      27 de Novembro de 2012 as 19:00

      O Presidente não quiz dizer nda porque não quer se comprometer. MAs ele esqueceu que se não quisesse comprometer, que não candidatasse a Presidente. Para ser Político tem que ter “peito” e não palavras bonitas.

  5. A dama do blin

    27 de Novembro de 2012 as 11:45

    Uma vergonha!
    Votei em si com amor, mas o senhor tem baixado muito na minha consideração!
    Definitivamente o senhor não é aquele homem que eu pensava que fosse.
    O que será de STP?

  6. Calú

    27 de Novembro de 2012 as 11:52

    Tarde demais e não entendi nada da reflexão que diz… Explica-me por favor.

  7. Pau seco

    27 de Novembro de 2012 as 12:10

    Sempre em cima do murro….Tens que tomar uma posição firme, pai grande.Se fosse tempo de fradique…

  8. POVO

    27 de Novembro de 2012 as 12:30

    ADI venceu as legislativas pelo mérito próprio. Isso não deve ser negado por ninguém! Isso não deve ser levado ao debate como si fosse algo simples de resolver. Foi uma desisão do povo.
    É surpreendente a forma como o Presidente da Republica, Doutor Manuel Pinto da Costa tem estado a reagir a esta crise política. Eu, sinceramente confiei muito no PR, perspectivando o futuro risonho para o meu povo, mas não para juntar-se com o MLSTP/PCD, PCD e o MDFM/PL para derrubar o governo historicamente eleito, chefiado pelo Doutor Patrice Trovoada.
    Alguns meses atrás assisti com alegria a forma firme e convicta como fez o povo saber que não iria nas cantigas dos que estavam buscando, sem sentido, a instabilidade política, e agora vem com discurso dizendo que “gostaria de lançar um veemente apelo à serenidade, ao sentido de responsabilidade, aos valores patrióticos que a situação exige de todos os que, no país, têm responsabilidades políticas”. Está a brincar com o povo! Deixou as coisas chegarem a este ponto!!!! Este não é o PAI GRANDE QUE EU ESCOLHÍ. Eu esperava uma postura mais digna, coerente de um politico realmente mais maduro, e que não participasse nessas manobras para tentar tirar o Primeiro-ministro com golpes baixos.
    Todos esses anos da nossa independência, já tivemos provas que isso não vai dar certo. Está claro que estão a assaltar o poder, mesmo sabendo que o povo quer que o ADI governe até ao fim. PORQUÊ, DOUTOR MANUEL PINTO DA COSTA? O QUE ESTÁ DETRÁS DE TUDO ISTO?
    Eu vi a vossa Eleição como uma grande oportunidade para o senhor mostrar aos santomenses e ao mundo inteiro que o senhor seria capaz, e que nem tudo que o culpavam corresponde a verdade, mas agora, eu confesso as minhas desilusões e, sinceramente, mi sinto triste. É uma tristeza por todas estas manobras que estamos a assistir. E que tudo está claro aos olhos de todos. Está claro que o senhor Presidente está detrás de tudo isto. Mesmo sabendo que o país está tranquilo, sem nenhuma agitação social e nada de estilo. Como é que o senhor não agiu preventivamente e agora aparece dizendo que cada um deve assumir as suas responsabilidades? Isto tem nexo? Porquê deixou propositadamente que a situação chegasse a esse extremo, mesmo sabendo que há alguns meses atrás mostrou que estava atento as manobras do MLSTP/PSD, PCD e o MDFM/PL para criarem instabilidades para a queda do governo. “CREDO MEU DEUS”!! … SENHOR DOUTOR MANUEL PONTO DA COSTA, O QUE ESTÁ POR DETRÁS DE TUDO ISTO? QUAIS SÃO OS VOSSOS PLANOS PROFUNDOS E OCULTOS? O QUÊ QUE O POVO NÃO SABE? Manifesto aqui a minha profunda tristeza e pela primeira vez, quem sabe isso não interessa, mas confesso que estou a PERDER ESPERANÇA NESSE PAÍS.
    O SENHOR PRESIDENTE PINTO DA COSTA, e alguns membros do MLSTP/PSD, PCD e o MDFM/PL não estão a matar o Rio da Minha Cidade, mas sim, a Alma do povo santomense, já FATIGADO, “CREDO MEU DEUS!!”.
    Mas estou “INTEIRAMENTE CONVICTO” que, um dia, todos vós ireis pagar isto que estais fazendo ao povo, em nome de JESUS. Amem. E mesmo si o ADI também tiver alguns planos macabras todos ireis pagar. Eu creio em Deus.

    • h silva

      27 de Novembro de 2012 as 23:58

      tu escreveste tanto e nao sabe bem o que querias.pensa antes de escrever seja la o que for.li a mensagem do PR e em nada esta contra o governo…alias eu mesmo nem sei se pode-se falar do governo!mas que o presidente da assembleia foi um nada diante dos levys e adi…ssssss foi.assembleia nao parecia que tinha um presidente.Como ADI faz isso com um membro do proprio partido.Isso so mostra a fraqueza dos seus membres enquanto derigentes.Uma estrategia muito mal montada.palhacada politica isso sim.Gostei quando LEVY falou dos que escondem na casa parlamentar!mas nao falou dos que a todo custo vendem pra dar bem na vida.o que perdem tempo a formar e gastam tanto dinheiro ao estado,e que nunca chegam a ter ideias proprias.viu-se que tudo o que aconteceu foi orquestrado.por quem?Levy sei que nao foi.No parlamento stp tem muitos BABY BOYS.sempre dependentes

  9. Sabiá

    27 de Novembro de 2012 as 12:38

    O nosso presidente anda a dormir, então, o presidente da assembléia pede demissão e ele nada fala sobre o assunto, os funjões da justiça, refungiam-se na assembleia nacional, motivo da contenda toda, e ele nada fala sobre o assunto, ja me cansei desse discurso todo, de quem todo mundo sabe não ter todo essa moral que tenta apregoar, é preciso paciencia mas muita paciencia, qd a gente pensa que o homem voltou pra de repente dar ao país e a todos nós uma presidencia , como o nome PRESIDENTE exige eis que o homem afinal se tornou GAGÁ

  10. João Carlos

    27 de Novembro de 2012 as 12:52

    Nós os santomenses estamos cansados de ouvir os apelos, precisamos de ação, para melhorar a situação e colocar um ponto final a toda essa pouca vergonha…

  11. vava sovietico

    27 de Novembro de 2012 as 12:57

    senhor presidente,com todo o respeito que temos por si,o senhor neste momento parece que não tem força nem poder para pôr esta gente toda na linha,e se o senhor não tem nós povo estamos tramados…o senhor é a nossa ultima esperança mas ja vimos que vamos morrer primeiro que a esperança…

  12. ZE PEDRO

    27 de Novembro de 2012 as 13:26

    Estava à espera de uma intervenção mais dura para com os deputados e por outro lado, que o senhor Presidente fosse mais interventivo sobretudo quando está em causa o interesse da Nação, de nada basta estas belas palavras, o que pretendemos são intervenções que ponham cobro efectivo a degradação social e económica que vimos assistindo…..

  13. Edi Viegas

    27 de Novembro de 2012 as 13:35

    É uma pouca vergonha ver que em pleno século XXI quando chegamos a 37 anos da nossa independência que com muita luta e garra foi conquistada, e no resplandecer do Estado Democrático de Direito que hipoteticamente é São Tomé e Príncipe possamos estar diante de situações tão repugnantes em que de forma hipócrita os parlamente se sobrepõe com seus interesses pessoais e agem como crianças sem discernimento da realidade ferindo de forma bárbara os interesses do povo e nem se responsabilizam por isso pois essa atitude demonstra o quanto os seres humanos ainda são mesquinhos e aversos.
    Não podemos trocar a justiça pela soberba, não podemos deixar o direito pela força, nem esquecer a fraternidade pela tolerância.

  14. Santosku

    27 de Novembro de 2012 as 13:56

    Caros compatriotas, vivo no exterior e ater estas noticias tão tristes de homens com responsabilidades é muito alarmante. Ceto é que estes comportamentos não são inéditos no Mundo mas no meu País é assunto para se começar a refletir. Uma monção de censura não é o fim de mundo. O governo tem a obrigação de ir ao Parlamento ouvir e defender-se das criticas ou das reflexões de outros actores politicos. Se no decorrer do debate entender-se que este Governo chefiado por Patrice Trovoada já não tem credibilidade é bom não se esquecer que o ADI é que ganhou as eleições, então deve ser o ADi com outro 1.ºMinistro a continuar a governar. Em relação a decisão do próprio em deixar o cargo de Presidente da Assembleia Nacional já devia ser há muito tempo. Porque era apenas um menino de recado de Patrice Trovoada que agora perdeu um grande banana. Todavia somos todos santomenses e creio que o desejo de todos é ver o país a caminhar e bem, porque de facto as coisas tinham que arrembentar. O PT não respeitava ninguêm e nem aos orgãos de soberania é arrogante e pensava que São Tomé e Principe é Pais dos seus Pais. Viva a democracia.

    • POVO

      27 de Novembro de 2012 as 15:36

      Não entendes nada. Tu achas normal tudo isto que os partidos da oposição têm feito. Em todas as comunidades por onde têm estado a passar estão a lhe rogarem para que deixem o governo terminar o pouco tempo que falta. Os homens estão frustrados, dinheiro não está a chegar para sustentar todas a damas que têm, os bancos estão a tomar todos os carros e casa que têm, estão cheio de vividas porque tinham uma vida que autênticos BOSS a costa do povo e agora, como a mama acabou, eles estão com sangue na vista como criminoso a procura de poder a todo custo … tudo isso o povo sabe . e eles sabem que o povo sabe e eles nem querem saber … eles querem passar por encima, não querem saber … e o o nosso Presidente PINTO DA COSTA não sabe disso!? Têm amor a tua terra. O primeiro ministro Patrice Trovoada pode não ser santo, mas quem tem estado a desgraçar o povo assim desta maneira até os dias de hoje? Onde está a alternativa entre eles? Eles mesmo, novamente? É isso que o povo crer? Estamos mal!!!

    • inteligencia

      27 de Novembro de 2012 as 18:28

      Meu caro amigo deves ser homem e não fazer cópias de discurso dos partidos da oposição. Se acompanhasses a política em STP mudarias a forma de pensar.

  15. Santosku

    27 de Novembro de 2012 as 13:58

    Corrigir, a ter; certo

  16. F.Moniz

    27 de Novembro de 2012 as 14:47

    Muito bem Sr. Presidente.
    O Povo Santomense não quer apelo nem incitações à GUERRA entre Santomenses como tem feito o Governo a ADI e a Comunicação Social Estatal.

  17. Féde ká Dóxi

    27 de Novembro de 2012 as 14:48

    O PR deve ser apaziguador e não agitador. É o que fez.
    Tem tido atitude que tem. Houve altura que deveria ser mais proactivo, mas não foi.
    Este momento´é momento que qto mais calma se tiver melhor. Ele não deve fazer o que Miguel fez com o PCD em 91 com o que Fradique fez.
    O que está acontecendo, para os verdadieros observadores neutros e isdentos e qualquer Partido, é coisa premeditada e coisas piores virão. O ADI tinha uma manifestação para 2ª. feira e a oposiução outra para 3ª. feira. Esta, se ADI fizesse na 2ª. feira.
    ADI só miudos oportunistas no Parlamento. Político tem que lerf e ler mto.
    Qdo a oposião introduziu Moção de Censura o ADI deveria introduzir Moção de Apoio. É assim que se faz pol´+itica. Não com insultos difamação etc etc.
    O protagonista de tudo ´+e o Patrice, que não quer prestar contas, não é humilde e foge o Parlamento constatemente. Uns fogem e outros refugiam-se. Dos que fogem ninguém diz nada.
    Ao invés de ele ir ao Parlamento prestar contas, foge e pede aos seu deputados para não estarem presentes. Incita a violência. Assim não

  18. preta de s.t.p

    27 de Novembro de 2012 as 15:04

    Eu esperava mais do discurso do P.R, no fundo no fundo ele não acrescentou na apenas confirmou que td não passou de propaganda enganosa do seu produto dizendo que apelaria sempre pela estabilidade politica como forma de desenvolver essa terra mas pelos visto, desde que o Sr. P.R fo eleito esforço e manobras foram feitas com e sua permissão e conhecimento para distabilizar e desacreditar o governo, mas esquecedo-se que ele tambem é responsavel na cabeça da lista por tornar a nosso pais assim pobre, gente sem dignidade, pessoas que não vêm meios para atingirem os seus fins, a cena politica é ridicula e a sua Exª vem fazer esse discurso arrumado em Inatingivel e superior….

  19. preta de s.t.p

    27 de Novembro de 2012 as 15:08

    É preciso ter paciencia, eu estou profundamnet farta desda palhaçada, Deus por favar tome pruvidencia, dê uma lição aos Politicos dessa terra,

  20. Carlos Jorge da Silva

    27 de Novembro de 2012 as 16:03

    O nosso Povo espera do Presidente acções mais enérgicas e contudentes que o próprio momento também exige. para o bem da Nação.

  21. Helves Santola

    27 de Novembro de 2012 as 16:09

    Esses caras deveriam ser afastados… pensam que estão em suas casa…!

  22. Zozé Lové

    27 de Novembro de 2012 as 16:15

    Não acredito nos cumentarios que li sobre esta comunicação do Presidente da República.

    Então Alguns acham que o Presidente é o culpado pelo facto do Primeiro ministro ser arogante?
    Também é o culpado pelos deputado corruptos que estão refugiados na assembleia.

    É também o culpado pela má educação dos deputados que criaram a baderna na casa Parlamentar….?

    Queriam que o Presidente rogasse ao Evaristo para continuar na Assembleia…?

    Faça-me o favor… tudo tem limite temos que ver que ” cada macaco deve ficar no seu galho”

    Um Presidente deve ter uma postura neutra, e apelar sempre ao dialogo, dou notas positivas ao Pinto da Costa pela sua intervenção…

  23. Argenezio Antonio Vaz

    27 de Novembro de 2012 as 16:26

    Mas voces estavam a espera de quê?
    Os deputados do MLSTP são todos do Pinto e estão la devido ao Pinto.
    Que presidente é esse ? Temos o parlamento sem Presidente, os deputados de ADI, estão fora e que ganharam as eleições, roubam e vão para o parlamento esconder. Onde esta o Presidente?
    Depois o Pinto diz que é presidente dos santomenses, fracamente

    • sr marques

      28 de Novembro de 2012 as 12:41

      belo discurso do PR,apaziguando a situação e nao criar mais guerra,alhais lendo alguns comentarios dizendo qu esperavam mais do sr presidente esqueceram que tipo de regime se governa atualmente em stomé.

  24. homem da ma´fia

    27 de Novembro de 2012 as 16:40

    O PINTO nao vai aguentar com os trovoadas esses sao estratesgista eles ja te^m os povosinho, as palaies ,os motokeiros e uns lucidos mas famintos altamente apaixonados eles estao a jogar .ATENSAO …muito cuidado com patricio so quem tem olho leve k ve^ o k esta por atraz deste sorriso .nao sei onde vem tanto dinheiro so com cristo….

  25. desideriodatrindade

    27 de Novembro de 2012 as 16:48

    Hum, PR nao trouxe nada de novo. A impressão que ficou é que ele anda mesmo por detras de disso tudo como diz o nosso amigo “Povo”. Senao vejamos, nem uma so palavra sobre: a demissão PA, o sr Jorge Amado como lider de MLSTP(chama o 1o Ministro do pais de traficante de drogas sem provas), Azemiro Prazeres que mente ao Juiz e no dia seguinte toma posse como deputado para nao ser chamado a Justiça, deputado Pires Neto que mistura assuntos familiares com politica…digo”politiquice”. Sr PR, tenha paciencia, o sr so desmentiu as declaraçoes do Levy Nazare. Esta é a conclusão. Vida longa ao sr PR. Bem haja

  26. Armindo Ramos de Assunçao

    27 de Novembro de 2012 as 17:21

    meus caros amigos basta 30 segundo para parar pensar e chegar rapidamente a conclusão, que este caminho da instabilidade governativa não é bom. seja com governo A,B, ou C. todos de nós hoje podemos garantir que a instabilidade só nos conduziu a pobreza extrema, que hoje nos encontramos. portanto vamos todos fazer mais um pequeno esforço para que este governo chegue ao fim do seu mandato. sei que interesse individual é muito grande , mais se continuarmos por este caminho vai ser muito dificil atingirmos a meta desejada por todos os Santomenses.Deus é grande

  27. tita

    27 de Novembro de 2012 as 17:30

    o prisidente foi mui claro ao dizer. muito bem o país precisa de paz e mais nada. nem o ADI,MLSTP/PSD E PCD
    não querem bem deste povo que vive a miguas se um dia eles estivessem na pele de cada um dos pobre de s.tomé eles poderiam ter mais dicernimento na tomada de decisão.
    com toda a vemencia eu vos digo. agiste bem presidente nada de eleições anticipadas po~em mão na conceicia.
    o país precisa de estabilidadeeeeeeeeeeee. não de guerraaaaaaaaaaaa.

  28. Fókótó

    27 de Novembro de 2012 as 17:37

    Desde o momento que o ADI foi declarado partido mais votado nas eleições sem maioria absoluta e que o Patrice Trovoada nao buscou sustentabilidade parlamentar, enveredando desde logo pelo caminho da arrogancia e suborno aos seus ministros, deputados, homens de rua, motoqueiros, palaies, cambistas, mercenários de campanha como sustentação do seu governo, deduzia-se logo que nada de bom este senhor estava maquinando sob a capa do ADI.
    Com o tempo a verdade está vindo ao de cima como o azeite.
    Só mentiras quando regressa ao pais das suas viagens fantasma.
    Agora a mentira foi consolidada e generalizada com o discurso do seu SG em como o ADI nunca tivera sido recebido pelo Presidente da Republica.
    Quanto a corrupção que não é crime em STP, senão todos aqueles que possuem casas, carros e outros bens de grande luxo sem que ao menos fizessem prova da proveniencia do dinheiro, estariam todos à conta com justiça. Disso não escapava o Bano com dizem do maior, nem muitos ministros e deputados do ADI.
    Os governantes que antecederam o P.T. não eram flor que se cheirasse mas o P.T. quer nos enfiar os dedos nos olhos, como se fossemos uns ceguinhos. Atira-nos pedradas dizendo ser bolas de algodão.

  29. Fókótó

    27 de Novembro de 2012 as 17:57

    Atenção!!!!! o ADI não ganhou as eleições de 2010.
    Só ganha eleição o partido que, sózinho ou coligado obtenha do povo a MAIORIA ABSOLUTA.
    Dizer que quem ganha eleição sem maioria governa? é uma grande treta se não descer para negociação em busca de sustentabilidade no parlamento.
    O Patrice não fez isso porque tinha e tem os seus planos que no minimo e pelos vistos só podem ser macabros.
    Isso pode ser visto pelo cidadão mais comun que tenha a noção como se conduz a politica governativa de um país

  30. sulila miranda

    27 de Novembro de 2012 as 18:16

    Adorei o posicionamento do sr Presidente da República. Ele esteve a altura e exerceu muito bem o seu papel de apaziguador. Se os ânimos já estão tão acesos, ele devia aquece-los ainda mais? Ele só podia pedir que acalmassemos e começassemos a pensar e depois agir. Sinto que o parlamento tem muitos miudos, na flor da idade e com grande dose de malcriadice. Não respeitam a ninguém, mesmo o PA que é bem mais velho que eles.
    Que vivem fazendo besteira e depois querem que o Presidente venha limpar. Não, acho que todos devemos evitar situações indesejaveis para que não haja necessidade de puxões de orelha a adultos. ” Crescam e apareçam, mas sem insultos nem tanta malcriadice”

  31. Kebla

    27 de Novembro de 2012 as 18:23

    Vocês esperam muito de um PR que tem pouquissimos poderes.

    Já disse muitas vezes. O Povo passou um bom certificado de reforma ao Pinto. Não esperem nada, porque não há nada a esperar. Votaram nele, não querem seriamente discutir o País, por isso, continuamos nisto.

  32. rancataco

    27 de Novembro de 2012 as 18:36

    apelo , apelo , apelo … ate quando Sr.Presidente ?

  33. rancataco

    27 de Novembro de 2012 as 18:37

    ai se fosse o Dique Meneses

    • Ambrósio Lourenço Quaresma

      27 de Novembro de 2012 as 22:43

      Mas Dique para quê, meu Deus!!! Para atrasar o país durante mais quarenta anos como ele fez no seu mandato??? Deus nos livre. Já chega o mal que este homem fez ao país como presidente. Chega de humilhação e vergonha que todos os Santomeses passaram com este homem na presidência. O país ficou atrasado, ninguém nos respeitava, o povo não respeitava o homem, o homem demitiu mais de dez governos, etc. É isto que querem para S.T.P outra vez??? Credo Deus Pai Todo Poderoso.
      O Pinto da Costa fez muito bem. Bom discurso. Apelou a serenidade, estabilidade, diálogo, responsabilidade e sentido de estado. O que é mais que um presidente poderia fazer diante de um governo e primeiro-ministro irresponsáveis como este que temos com ministros incompetentes e mediocres que não sabem o que andam a fazer nos respetivos ministérios. Com uma oposição mediocre e pobre em termos políticos e absorvida em volta de escândalos de corrupção. Com um ex-presidente da Assembleia Nacional que não sabe nem conhece as suas funções, irresponsável e provavelmente, um grande analfabeto político e intelectual. O que é que o Presidente poderia ou pode fazer perante este quadro dantesco??? Nada ou quase nada. O governo é mediocre, incompetente e irresponsável. A oposição é mediocre e corrupta.
      O ex-Presidente da Assembleia é uma nulidade caso contrário deveria saber que numa altura desta ele não deveria pedir exoneração do cargo. Este acto é equivalente a um comandante do barco abandoná-lo no momento de naufrágio primeiro que os passageiros. Nunca vi uma coisa desta, mesmo em países teoricamente mais atrasados do que nós. Há quem diz que ele fez isto para forçar a dissolução da Assembleia Nacional e provocar eleições. Pior a emenda do que o soneto porque isto é sinal de maior irresponsabilidade ainda. Imagina se todos os detentores de cargos políticos resolvessem a partir de agora fazer isto??? Nenhuma instituição do país resistiria.Imaginem se o Presidente da República resolvesse pedir a sua exoneração para criar condições posteriormente para o reforço dos seus poderes constitucionais, por exemplo, mediante uma revisão constitucional!! Imaginem se todos os ministros resolvessem demitir-se porque os seus ministérios estão cheios de problemas que não conseguem resolver!!!!! Onde é que iríamos parar com este clima de irresponsabilidade???? Só por isso acho que o ADI está a agir muito mal. Transformou-se num partido irresponsável que não olha a meios para atingir os fins. Não se pode enxovalhar as instituições do país só porque o ADI quer eleições para term uma suposta maioria absoluta. Eu se fosse Presidente da República obrigaria-vos a governar nesta situação para vocês aprenderam. Um país que não tem dinheiro para comprar medicamentos para doentes, para comprar coisas básicas para o hospital, para cumprir de forma normal o funcionamento da adminstração pública, vai meter no luxo de estar a fazer eleições em cima de eleições gastando uma quantidade enorme de dinheiro???? O Patrice Trovoada se quiser eleições brinque a eleições em sua casa, com os seus ministros e a sua família. O país não pode ficar sob luxo e mordomias do senhor Patrice Trovoada e seus ministros incompetentes.

  34. Manelinho Castro

    27 de Novembro de 2012 as 19:32

    Coisa de Pai Garoto, filhos andam quase a se matar e pai vem com linguagem de: meus filinhos calma não façam isto vêm tomar bebiron. Enquanto as coisas aquecem este Sr.Pinto da Costa vem com mais discursos do tempo de partido unico, ao menos naquela altura tinha atitudes mais dinamica. Sinceramente o senhor anda a dormir porque está cansado…

  35. Яблоку

    27 de Novembro de 2012 as 20:04

    o povo esta cansado e palavras bonitas,queremos accoes concretas,sr Presidente,essa e oportunidade de mostrar que es presidente e nao um fingido,ou pra nao dizer infriltrado

  36. ADELINO DOS SANTOS

    28 de Novembro de 2012 as 7:15

    Tudo isso,só porque o governo tem medo de monção de censura,isso não quer dizer queda do governo,quem não deve não teme

  37. Jorge Santiago

    28 de Novembro de 2012 as 8:30

    O que a notícia de Telá Non não revela e ninguém também escreve sobre o assunto é que – não sei se sabem – esta última mensagem do Presidente Pinto da Costa à Nação sobre incidentes registados na Assembleia Nacional, que levaram à suspensão dos trabalhos parlamentares, não foi gravada pela Rádio Nacional nem pela TVS são-tomenses. Manuel Pinto da Costa tem uma equipa na Presidência da República constituída pelo assessor de Imagem e Comunicação Social, José Castro Moura, branco, português, e pelo Calú Mendes, que filma e grava tudo que o Presidente faz. Foram eles que gravaram para a Rádio Nacional e filmaram para a TVS esta mensagem dirigida à Nação por Pinto da Costa e entregaram a gravação aos respectivos órgãos de comunicação social oficial e do Estado, a nossa Rádio e Televisão. Agora pergunto: 1) Pinto da Costa não confia na comunicação social são-tomense e nos jornalistas do país? 2) Constitucionalmente é legal esta atitude do Presidente da República? 3) Pinto da Costa vai agora em diante utilizar os seus meios de comunicação social privados para se dirigir ao país? 4) A Presidência da República tem também órgãos de comunicação social privados a funcionar no Palácio do Povo e na sua residência no Pantufo? 5) O que é que os jornalistas são-tomenses têm a dizer sobre tudo isto? 6) O que é que os partidos políticos com assento e sem assento no Parlamento têm a dizer sobre isto? 7) Este assunto deve ou não deve ser esclarecido pela Presidência da República e discutido na praça pública pela sociedade civil? 8) O Presidente da Assembleia Nacional e o primeiro-ministro e chefe do Governo poderão também passar a fazer o mesmo? 9) Os Presidentes e secretários-gerais dos partidos políticos também podem fazer o mesmo? São questões que deixo aqui para debate. Mas um debate sério e com respeito pela opinião de todos, sem insultos, sem paixões partidárias e políticas. Não tomemos a mesma atitude que os deputados tomaram recentemente no Parlamento. Sejamos dignos e responsáveis. Com os cumprimentos de Jorge Santiago.

    • Ambrósio Lourenço Quaresma

      28 de Novembro de 2012 as 19:02

      Mas o quê que o senhor quer. Segundo dizem a TVS; maltrata o presidente; não liga nenhuma ao presidente; faz censura aos actos politicos e oficias do presidente; só está habilitada a cumprir as ordens do seu dono que é Patrice Trovoada. O que é que queriam que o homem fizesse???? Qualquer ser humano fazia o mesmo. Basta ouvir as crónicas deste ´
      Oscar Medeiros na RDP-África e os programas da TVS em prol da defesa do Patrice Trovoada para se concluir que estamos em presença de uma televisão e rádio privadas ao serviço deste senhor. O senhor já reparou no papelão que o Abílio Neto faz na RDP-África ao ponto de o comentador Caboverdiano ter-lhe chamado atenção que ele só defendia o governo de Patrice Trovoada???? Olha a vergonha em que chegamos!!! Era preciso um comentador Caboverdiano chamá-lo atenção para este facto… O senhor está a ver onde chegou a parcialidade e vergonha??? O senhor tem visto a TVS???? Veja o papelão do Carlos Menezes na RDP-África. Alhuém compreende uma coisa desta? Como é possível

      • Jorge Santiago

        29 de Novembro de 2012 as 11:04

        Ambrósio Lourenço Quaresma não respondeu nada sobre as questões que coloquei. Por essa e por outras razões é que evito de escrever no Telá Nón porque, salvo raríssimas exceções, os participantes não debatem ideias, apenas fazem acusações sem nexo, sem provas…enfim…E é também a partir deste espaço que se pode avaliar o nível de formação académica, profissional, cultural e social dos políticos e da sociedade civil são-tomenses, salvo alguns casos. O povo são-tomense não merece estes crápulas que governam o país e tão pouco o tipo de comentadores que aparecem neste espaço. Até quando teremos de suportar tudo isto?

  38. Manelinho Castro

    28 de Novembro de 2012 as 9:54

    Antes das eleições muitos que votaram em te, manifestavam -se de alegria que as coisas poderiam mudar e que irias,orientar,organizar,acabar com a indisciplina, a corrupção e vincular uma atitude mais coerente. Mas o que se assiste é o inverso, regressas-te com discursos do comunismo e pouca vontade em contribuir para o desenvolvimento do País…
    Certamente que muitos têm saudades do Fradique Melo De Minezes, este sim não congratulava com o desmando e falta de respeito. Desde que o Senhor assumiu o cargo de chefe de estado, o País saiu de mal para pior…DE DISCURSOS ESTAMOS FARTOS Sr. Pinto Da Costa. Queremos do Senhor uma atitude dinâmica, e não a lentidão de uma lesma.

  39. Manelinho Castro

    28 de Novembro de 2012 as 10:01

    É PRECISO UMA ATITUDE MAIS COERENTE DE PINTO DA COSTA

    Antes das eleições muitos que votaram em te, manifestavam -se de alegria que as coisas poderiam mudar e que irias,orientar,organizar,acabar com a indisciplina, a corrupção e vincular uma atitude mais coerente. Mas o que se assiste é o inverso, regressas-te com discursos do comunismo e pouca vontade em contribuir para o desenvolvimento do País…
    Certamente que muitos têm saudades do Fradique Melo De Menezes, este sim não congratulava com o desmando e falta de respeito. Desde que o Senhor assumiu o cargo de chefe de estado, o País saiu de mal para pior…DE DISCURSOS ESTAMOS FARTOS Sr. Pinto Da Costa. Queremos do Senhor uma atitude dinâmica, e não a lentidão de uma lesma.

    • sr marques

      28 de Novembro de 2012 as 12:56

      axu k mts que votaram esperavam um Pinto da Costa de partido unico,mas actualmente com a democracia e outro tipo de regime é impossivel,e os que votaram no Patrice para primeiro ministro nao esperavam alegria e melhorias para o país?mas n é isso k se vê por parte do governo.

  40. Mina Zequentxi

    28 de Novembro de 2012 as 12:42

    Abaixo a demogogia. O PR nao disse nada e quem esperar que ele diga algo numa situacao do genero, engana-se.

  41. Mina Zequentxi

    28 de Novembro de 2012 as 12:43

    Rectificando… abaixo a demAgogia…

  42. só com cristo

    28 de Novembro de 2012 as 17:36

    agora avez vamos o pinto da costa esta com o seu governo formado o que lhe custa impulça-los?
    o MLSTP. PCD,MDFM QUE SÃO DONOS DA TERRA fruto da erança façam td no prol da povo we cuidado para ñ acabarem como acabou o MDFM e com 1 deputado pode ser o partido ” MÃE” mas cuidado o povo é carneiro o povo pequeno vai para a cadeia os deputados se refugiam debaixo da IMUNIDADE ha muitos deputados que estão la que nen deveriam estar com curiculo sujo pior que baixo de pau de galinha mas cuidado quando a coisa é demais a quem sofre vcs partidos da oposição ñ perdem por esperar seja la qual for bem haja

  43. deus

    28 de Novembro de 2012 as 18:57

    Com essas brincadeiras S.Tomé e Príncipe está a precisar de reciclagem dos políticos, caras novas gente com sangue joven… Não m
    atem nosso belo País.

  44. santa catarina

    29 de Novembro de 2012 as 8:46

    Antes dizia-se que o Fradique era o mentor da instabilidade. E agora quem será?
    O Pinto da Costa é um ditador nato. Só vei para cobrar rancores só assim se explica depois de tantos anos a sombra. Mesmo com tanto tempo não consegui aprender nada.É mesmo burro porque quem é inteligente não comete os mesmos erros.
    Nunca vi um ditador converter-se num democrata até poderia ser porque atendendo que STP é um laboratorio. O povo deu-lhe a oportunidade mas nada esta no sangue.
    STP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo