Angola aborda cooperação com São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe e Angola passaram em revista a cooperação bilateral, durante um encontro entre a ministra dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades Natália Umbelina Neto, e o embaixador de Angola acreditado no país, Alfredo Eduardo Mingas.

De acordo com o diplomata angolano, a reunião, que decorreu no Ministério dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades, foi uma cortesia da governante são-tomense, empossada recentemente no cargo.

Natália Umbelina e Eduardo Mingas abordaram, entre outros assuntos, a necessidade de se retomarem os trabalhos da Comissão Bilateral, criada há algum tempo para impulsionar a cooperação entre os dois países.

Eduardo Mingas reafirmou, por outro lado, a disponibilidade de Angola em apoiar São Tomé e Príncipe, país irmão cujos laços históricos e de consanguinidade remontam ao tempo do nascimento dos respectivos países.

O embaixador angolano considera profícua a cooperação entre as duas nações e espera que a mesma se fortifique cada vez mais, para benefício dos dois povos. A audiência a Eduardo Mingas foi a primeira da ministra dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades a um embaixador acreditado no país, desde que foi empossada no cargo, com outros nove ministros, a 11 de Dezembro passado, pelo Presidente Pinto da Costa.

Natália Umbelina Neto substitui Salvador dos Ramos, que ocupava o cargo até à destituição do anterior Governo, na sequência da moção de censura que recebeu da oposição parlamentar. Gabriel da Costa chefia o Executivo, em substituição de Patrice Trovoada.

Téla Nón

  1. img
    francisco Responder

    Meus leitores o que anterior Governo sempre travou devido a base que Angola virá criar em S.Tomé depois de empréstimos que já sabemos ninguém dar de graça nada à ninguém,Com este governo tudo está reposto agora vamos haver se teremos grandes avanços com este acordo diante das personalidades deste governo sabendo que Angola já vem investindo muito com este Governo e outros mas ñ se encontrou grandes inovações desta vez vamos haver dizendo o PT(anterior Governo assim: Cada guê tenguê dê” Xi Patrice tê Gabon,libia” Nón té Angola non.

  2. img
    Paparazzi Responder

    Francisco e demais directo nu e cru sem curvas e mesmo isso amigo francisco

  3. img
    observador Responder

    Sra. Ministra,
    Como cidadão observador e preocupado com a situação do nosso País, exorto-lhe por diante a retomar contactos, com este País irmão, “ANGOLA”, em proveito de tudo que possa trazer vantagens para São Tomé e Príncipe. Por um lada.
    Por outro lado, exorto-lhe também, que não se sinta embaraçada, caso venha a ter ou encontrar obstáculos no seu percurso; apoie-se no Sr. Presidente e ou em pessoas que possam orientar-lhe da melhor maneira possível. Assim, a Sra. Ministra, estará a altura de poder levar a cabo com dignidade a sua nova função.
    Espero que a Sra. Ministra, em consonância com o Sr. Primeiro-ministro, e de mais colegas, possa contribuir para que esse nosso País, venha a encontrar um NORTE.
    Acredite, penso de ser um pouco mais velha, mas somos da mesma geração, apesar de não fazer parte das decisões deste País, mas preocupo-me e tudo que puder fazer para dar a minha contribuição, para o desenvolvimento da nossa terra, farei. Aliás, julgo de ser o meu bastante dever, como cidadão comum.
    Por favor, mostrem a vossa diferença, como VERDADEIROS SANTOMENSES, que são e que querem que tudo esteja aqui na terra, em nosso benefício.
    Não quero alongar-me mais, aproveitando para desejar-lhe continuação de boas festas e que o ano novo traga para nós todos, novos horizontes.
    Força e muita força.

  4. img
    Preto Responder

    ò “tela non” bastava uma foto nesta noticia. Duas fotos é um temendo exagero! Cresça mais um pouco!

  5. img
    Emiratos Responder

    Acho, justo a cooperação com Angola por causa de recursos e oportunidade de Crescimento economico, Cabo Verde, por causa da Democracia, emergencia e diversificação das formações profissionais.
    ja perdemos tempo, agora é avançar.

  6. img
    Madalena Responder

    Senhora Ministra, parabens, votos de um ano Novo cheio de sucessos.
    Desta vez acredito que vai colocar um Cônsul em Cabo Verde.
    Grande Prenda de Natal. Quanto as taxas aeroportuarias únicas pagas em todo Mundo, antes de viajar será abolida, ou anexada ao bilhete de passagem.
    20 Dolares é muito, sempre a pagar. NAs condições do nosso Aerodromo é pecado.

  7. img
    Telavive Responder

    Até o momento que escrevo estas linhas não sei qual o paradeiro do meu subsídio de natal! Ou melhor subsídio do ano novo? Como professor não vi rastos das minhas horas extraordinárias!

  8. img
    Jose Responder

    Julgo ser a hora de se dinamizar as relações economicas com Angola, que podem ser muito centradas no Turismo….Não há dúvidas que o potencial desse País irmão é enorme e é o que temos mais próximo de nós daí impõe que saibamos tirar partido disso em prol do desenvolvimento económico, basta de estar a correr o Mundo à procura não sei de quê, como fazia o então PM Patrice Trovoada.. Obrigado

  9. img
    Santosku Responder

    Sou da opinião do José, sem esquecer que em Angola vive umas centenas de santomenses e a cooperação com Angola é benefica.Todavia contactos com outros povos também são importante, mas nunca fazer o que fazia PT.Temos telefones, e-mails, faxs, etc. Viajar quando na verdade é imperioso.

  10. img
    Graça Responder

    A verdade é que o bem de S.Tomé & Príncipe esta mais virado para comércio, bem como muitos que vão ao poder com objectivos de criar seus negócios com investimento extrangeiro, do donativo do povo Santomense e muito mais tudo que um(Governo X) ou outro(Governo Y) trava é porque os muitos Dirigentes só querem ser sócio de qualquer ajuda ou investimento que entra S.Tomé & Príncipe e quando está fora do poder nunca quer contribuir é só sabem fofocar, lamentar o que os mesmo quando estava no poder tb nunca fez o melhor e vão sempre trabalhar no exterior ou trabalho privado em projectos. afé cu deçu passa bai-Leu boca copo lamenta mas é mais facil um camelo entrar no fundo das agulhas do que os Derigentes entrar no reino dos Ceus.Até nem devo falar no ceu pelo menos dar servir ao povo das necessidades básicas a minha zona foi garantida em colocar energia por Ex PM( Patrice) até hoje estamos nas escura mas o grupo de Super Mercado ñ paga imposto até uma data que quer. Como cassuma que dista apenas 4oo metros do cabine da EMAE ñ foi prioridade para os dois anos do seu mandato passando colocar luz pública esquecendo de minha zona é lamentavel aqui se deve como se paga Patrice denthi bento vc tem outro irmão mas niguém sabe porque vcs são como trovoada mesmo só destroi casa que ñ fizeram eu quer saber o que foi primero trabalho de Patrice Trovoada e mais irmã dele e seu irmão.Iném povo ê covessa caça monthi otló dê caça minthila magi cum flá ê sá pouco bila s~´a ceto.Xau êê mon ném pastelim…iném moçu cu iném mina xau ê ê a ca fica cu Deçu…………

  11. img
    Barão de Água Ize Responder

    Pedir a Angola que crie uma ligação maritima directa ao Brasil, que passasse por São Tomé seria uma óptima noticia.

Deixe um comentario

*