Política

República Democrática de São Tomé e Príncipe não reconheceu a Soberania do Kosovo

Num comunicado divulgado esta tarde, o Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, ao abrigo das competências próprias que detém no âmbito das relações internacionais do Estado são-tomense declara Urbi et Orbi que a República Democrática de São Tomé e Príncipe, não procedeu ao reconhecimento da soberania da República do Kosovo.

É o fim da novela de reconhecimento do Kosovo, criada pelo décimo quarto governo constitucional, liderado por Patrice Trovoada. Depois do debate sobre o assunto na Assembleia Nacional, que mereceu algumas explicações do Primeiro ministro Gabriel Costa aos deputados da nação, esta tarde a Presidência da República, pôs na rua um comunicado, que simboliza o bater do martelo do Presidente da República e Chefe de Estado, sobre o caso KOSOVO.

O comunicado deixa entender que apesar do reconhecimento de um outro Estado, exigir concertação entre o Governo e o Presidente da República, o Chefe de Estado são-tomense não foi tido nem achado, durante as demarches do defunto décimo quarto governo constitucional, com vista ao reconhecimento do KOSOVO. «Em momento algum do alegado processo de reconhecimento o Presidente da República foi instado a pronunciar-se», diz o comunicado da Presidência da República.

O leitor tem acesso na íntegra ao comunicado, em que o Presidente da República e Chefe de Estado, declara que a República Democrática de São Tomé e Príncipe não reconheceu a soberania do KOSOVO.

CLIQUE – COMUNICADO da Presidência da República

Abel Veiga

    53 comentários

53 comentários

  1. luisó

    7 de Janeiro de 2013 as 22:02

    Mas estava claro que só poderia terminar assim o “afair” do Kosovo.
    Muito bem.

    • Tito

      9 de Janeiro de 2013 as 15:31

      “Em momento algum do alegado processo de reconhecimento o Presidente da República foi instado a pronunciar-se», diz o comunicado da Presidência da República”.
      Como diz um ditado da terra, “pau que nasci torto, morre torto”, pensava que todos esses anos de hibernação serviram a SExc, PR, mais nada feito.
      O que dizem agora do comunicado do ADI. Não só o Pinto sabia, mais este é um dossiê que vem do Governo de Rfael Branco e do ex PR Fradique de Minezes.
      Mais o que nós povo de STP fizemos para merecermos derigentes desta laia. Deus tem piedade de nós. Delivra-nos destes monstros.
      Provavelmente a minha intervenção vai ser sensurada pelo este jornal, como tambémestou quase certa o comunicado do ADI não encontrá tribuna cá nem na nossa TVS.
      Mais saibam uma coisa, o povo cresceu, santomenses são inteligentes e nós já não estamos no tempo de KGB.
      Tenho penas desses jovens que entraram nesta mascarada que se chama 15 Governo. Esses jovens, que são tecnicos qualificados, pessoas até então dignas que vão estra associados a esses cambardas que se dizem politicos, estratégicos.
      São Tomé poderoso não está a dormir. A sentença de diivina tarda mais não falha.
      Bem haja.
      A todos
      Povo santomense esteja atento.
      E guarda á voçes jornalistas de meia tijela.

    • Tito

      9 de Janeiro de 2013 as 15:43

      A ADI respondeu esta manhã, através de um Comunicado da sua Comissão Política, ao
      Comunicado do Presidente da República que dava conta de um Decreto Presidencial, através
      do qual este Órgão de Soberania retirava o reconhecimento internacional à República do
      Kosovo.

      Estiveram presentes na Conferência de Imprensa todos os Órgãos de Comunicação Social,
      nacionais e Internacionais. Tendo sido informado do conteúdo da referida Conferência de
      Imprensa. O Primeiro Ministro, Gabriel Arcanjo Ferreira da Costa, convocou de imediato o
      Jornalista Maximino Carlos Tomba, Director da Rádio Nacional e Coordenador da TVS e
      notificou-lhe a INTERDIÇÃO DE DIVULGAÇÃO DO COMUNICADO da Comissão Política da
      ADI, qualquer extracto. Foi recomendado ao referido Jornalista que nenhum extracto do
      referido Comunicado deverá passar nos órgãos de Comunicação Social Estatal.

    • Tito

      9 de Janeiro de 2013 as 15:58

      Segundo o comunicado de ADI, que provavelmente nunca será difundido na TVS ou no Telanón, o reconhecimento de Kossovo é um dossiê que foi proposto a SE Fradique M. pelo o governo de S.E. Rafel B., e posteriormente remetido pela FM ao governo de S.E. Patricio T. e a SE Pinto C. foi tido, só que ele não achou, nem tossiu, agora, manipula tudo e todos, por de tás depois de muito tempo só agora vem anular algo, que não só teve devido conhecimento e sabe perfeitamente quem é o autor deste projecto. è muita brincadeira gente.Tenho certeza que a comunidade internacional estã a se rir de nós, particularmente os nosso primos angolanos, assim não dá para ter confiança!!!

      • Téla Nón

        9 de Janeiro de 2013 as 19:04

        Será publicado no Téla Nón, pode ter toda certeza disso…

  2. Estamos tramados

    7 de Janeiro de 2013 as 22:05

    Muito bem. Toda a manobra do Patrice Trovoada esta a vir ao baile. O barco já foi sem pagar nada ao País. Deus é pai e tudo está a vir aà tona. È preciso tambem trazer à tona toda a malandrice do senhor Agostinho Fernandes. Distribuiu bwé de terra para sua gente mulher e amante. O mais grave foi a bonita casa de Vista Alegre que ele deu de bandeja ao senhor Nelsom Carvalho Presidente da Camara de Mezochi. Foi por isso que ele se apressou de colocar a luz em Vista Alegre. Senhor Mnistro de Agricultura, Senhor Ministro das Finanças travem esse negocio escuro do senhor Agostinho Fernandes e o senhor Nelsom Carvalho por favor. Tudo tem que ser feito na base legal.
    Estou atento e se nao for resolvido levantarei esse caso na Assembleia- Sou Deputado
    Fui

    • A luta continua

      8 de Janeiro de 2013 as 10:24

      Minha gente não entendendo mais nada. ianda na semana passada li comentario de alguem que dizia que a casa em causa era do Pinto da Costa e agora ja é do nelson Carvalho? Sinceramente…

      • cua lumado

        9 de Janeiro de 2013 as 15:39

        Isto é pra verem que muita gente que comenta neste espaço só esta interresada em fazer política ao invés de comentar com verdade. Aquele que acredita nestas conversas de pré-campanha “soku ka quê ni lama”.

  3. Zemacúlú

    7 de Janeiro de 2013 as 22:11

    Se calhar os Kosovares não chutaram a massa como fizeram os Taiwaneses…

  4. Ddan

    8 de Janeiro de 2013 as 5:08

    Claro que ja sabiamos que isso vinha dar nisto

    Reconhecer um estado sem concertaçao com os orgaos de soberania!!!!??? Que coisa!!!

    Ha mais ainda. temos que prestar atenñçao com o caso de irao…

    Deveria sim ir preso todos os membros do anterior governo.

    Onde esta o malandro do PGR? deveria ja estar a caca destes malandros. Este PGR so fica corren do a tras dos mandos do PT

    Fui

  5. Eusebio Neto

    8 de Janeiro de 2013 as 7:14

    Chegou a hora de se colocar ordem na nossa casa. Acredito que ha muito lixo escondido nos cantos da casa. E mais, nao se pode deixar os infractores sem serem exemplarmente responsabilizados pelos seus esquemas para aproveitar os estatutos de que gozavam para enchere os seus bolsos. A luta continua!

    • leucadio

      9 de Janeiro de 2013 as 8:29

      Acho muito triste que o País que é de todos nós va sendo administrado segundo os interesses dos grupos que se encontrem no poder. Tem sido assim ao longo dos 37 anos. As pessoas aproveitam-se dos cargos que ocupam para se servir. Os que se encontram fora do poder, regeagem e criticam denunciando os casos,mas desenganem-se os que pensarem que essa reacção dos da oposição deve-se ao amor destes pelo país e pelo seu povo, mais do que os visados nas suas críticas; fazem-nos pura e simplesmente por inveja e pela cobiça de não ser eles os benefeciários destas tramoias. Ora vejamos, qual o partido ou grupo que esteve no poder até agora e que não teve vários dos seus dirigentes a beneficiarem gratuitamente de patrimónios do Estado. Quem não ouviu falar dos inúmeros talhões de Estado para construção que um só dirigente do MLSTP detem pelo facto de ter sido a pessoa que tinha a faca e o Queijo na mão? O mesmo aconteceu com determinado dirigente do PCD que, em circunstancias semelhantes agiu como ja é prática. E os Terrenos agricolas, os ditos lotes agricolas? Diz-se por aqui que há dirigentes que não se contentaram em atribuir à si mesmos diferentes Lotes (dos melhores) mas como “tinham a vista maior do que a barriga” passaram outros tantos em nome dos seus excelentíssimos descendentes, alguns na altura ainda menores. E as casas do Estado? Alguem ainda se recorda o processo da venda de casa onde hoje funciona a RTP Africa? Quem comprou, e por quanto? Quantos cidadãos não andavam na altura a procura de uma primeira habitação e que não pôde ser contemplado com a referida casa situada num bairro “nobre da capital”? Alguem se recorda de ver alguma vez um sãotomense residir naquela casa? Nunca!! Foi imediatamente arrendada, o que leva a supor que a pessoa que comprou não precisava dela para residir mas sim para enrequecer-se a custa do Estado. Quantos organismos do Estado não poderiam funcionar naquele edifício? O Estado vendeu, para hoje estar por aí a pagar aluguer a preços chorudos para permitir que algumas das suas instituições tenham um espaço físico para funcionar, como são os casos, por exemplo, da Direcção Geral do Ambiente, O Estado Maior do Exercito, etc…
      Tudo isto para dizer que não me espanta nada que os do ADI também tenham feito o mesmo, pois isto ja esta no sangue dos nossos políticos.
      Nós temos que deixar de acreditar que a Política torna os homens LADRÕES, mas sim reconhecermos que nós, com os nossos votos, transformamos LADRÕES em POLÌTICOs.

  6. Santosku

    8 de Janeiro de 2013 as 7:42

    Sem dúvida a decisão do Presidente da República é a mai correcta, porque o eis Primeiro Ministro PT não cumpriu com os pressupostos legais. Tudo a toa.Porquê que o PGR da Republica ainda está aem função? Foi um menino de recado do PT e pior de tudo é que não tem competências e nem a qualidade para ser um PGR.Porquê que deixaram PT e outros eis membros do Governo sairem de São Tomé sem apresentar pastas ao actual. O Governo deveria através da Interpol mandar prender este PT e demais comparças e entregar ao Governo de São Tomé.

  7. Santosku

    8 de Janeiro de 2013 as 7:44

    Corrigir “mais e não mai, em em vezde aem”. Obrigado

  8. António Raposo

    8 de Janeiro de 2013 as 8:53

    Há muita podridão do senhor Patrice Trovoada que virá brevemente à tona.
    Em dois anos nada fêz. Só viagens que arruninaran com o cofre do estado.
    Que a governadora do Banco Central, fale a verdade.
    O país não tem se quer vinte milhões de dólares como reserva. O P T fez daquilo como sua propriedade.
    Mas quando o Rafael Branco saiu do governo, deixou cerca de 5o milhões de dólares de reserva.
    Que preendam por favor o Patrice Trovoada, os seus ministros das finanças, do Plano e desenvolvimento e a governadora do banco central. Cometeram erros muito graves

    • A luta continua

      8 de Janeiro de 2013 as 10:27

      enfim falar não pode… è muita podidão mesmo…

      • A luta continua

        8 de Janeiro de 2013 as 10:28

        “podridão” queria eu dizer

  9. nora

    8 de Janeiro de 2013 as 9:05

    Já era de esperar que a novela fatidica em que o Patrice Trovoada criou iria acabar assim. E agora tens que devolver a massa aos kossovais, senhor Patrice Trovoada. Também tem que vir a tona todas as promessas infundadas feitas por este monstro de nome “PATRICE TROVOADA OU MESMO TROVADINHA”.
    O CASO GUNVOR, GAZPROM, SATOCAO, CEKDO SÃO SINAIS MAIS QUE EVIDENTES DA CORUPÇÃO INSTALADA PELO SR. PATRICE TROVOADA EM PREJUIZO DESTE POVO.

    O CEKDO É A CENTRAL DE MUITAS TRANSAÇÕES DE BRANQUEAMENTO DE CAPITAL, NUNCA VISTO NESTE PAÍS. EU FALO COM PROVAS AS MANOBRAS DO CIRCUITO BANCÁRIO ENTRE O CEKDO E O BANCO DO PATRICE TROVOADA BGFI INVESTIMENT, É UMA TRAMOIA COM ROSTO “PATRICE TROVOADA”.

    DEI PISTAS E INSTO A PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA E O SEU PROCURADOR LACAIO, INSTO AO BANCO CENTRAL E A POLICIA DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL E ASSUMIREM O CASO.

    E ESTOU DISPOSTO A FALAR MAIS E A COLOCAR PARA FORA TODAS AS PISTAS E CASOS.

  10. Cassuma - .Sofredor......F-G

    8 de Janeiro de 2013 as 9:31

    O olhar do anterior Governo chefiado por Patrice Trovoada é lamacento e inconstitucional depois de todos processos e provas que torna esclarecido com o actual Governo de Gabriel Costa e o Presidente mesmo declara à a nação que “República Democrática de São Tomé e Príncipe não reconheceu a Soberania do Kosovo”

  11. santa catarina

    8 de Janeiro de 2013 as 9:54

    CR alinea a) artigo 82 “Representar o Estado nas Relações Internacionais”
    CR alinea d) artigo 82 “Nomear e exonerar os embaixadores,sob proposta do governo e acrditar os representantes diplomaticos estrangeiros
    Antiga CR artigo 80ª
    alinea b) Dirigir a politica externa do Pais e representar o Estado nas Relações Internacionais.
    CR Vigente artigo 111º
    alinea a)Definir e executar as actividades politicas,economica,culturais,cientificas,sociais,de defesa segurança e relações externas,inscritas no seu programa;
    alinea e)Negociar e concluir acordos e convenções internacionais;

    E só mais não disse.

  12. fica atento

    8 de Janeiro de 2013 as 10:47

    Também a directora do Tesouro do Ministério das Financas tem de sair… ela é que assina os contratos

    • Wê Chá

      8 de Janeiro de 2013 as 16:52

      Apenas para informar ao sr fica atento que parece ser desatento, para que se informe melhor de forma a não falar a toa.
      Afinal quem assinou o acordo de Kosovo?
      Para próxima fique mais atento!!!!!!!

    • Wê Chá

      8 de Janeiro de 2013 as 17:00

      Sr Fica atento, procure se informar melhor e não esteje a falar a toa.
      Se é efectivamente atento como o senhor se considera, quem assinou o contrato de kosovo.
      Afinal o senhor não está atento e está se revelando um cidadão desantento e mau aluno que não faz deveres de casa. Se informa ya!!!!!!!!!!

  13. tarcizo junior

    8 de Janeiro de 2013 as 10:51

    São Tomé e Príncipe, mais um TIRO NO PÉ.
    Reconhecer ou não reconhecer o KOSOVO eis a questão!
    Ora meus caros leitores se o governo de Patrice agiu mal em reconhecer KOSOVO, este mal passa imediatamente a ser assunto doméstico, isto é, temos que arranjar mecanismo a nível interno para que isto não volte a acontecer. Só agora, repito, só agora com outro governo, vir o Presidente da República inverter a decisão do anterior governo só traduz o quão sério nós somos. Que credibilidade os futuros governos terão aos olhos da comunidade internacional. O caso KOSOVO não é um caso de vida ou de morte. Tanto é que não somos os únicos a reconhecer, basta a ver a lista dos países (como ex. EUA, UE) que já o fizeram e também que não fizeram. Fiasco sim… essa de reconhecer por quem não devia e fiasco também… essa de “desreconhecer” por quem devia. Teria-se encontrado um meio termo POLITICAMENTE CORRETA para se sair desta. Já basta o dito por não dito, já basta os contratos não cumpridos e já é hora de sermos mais sérios, para o bem do país e para o bem do povo de STP. Um BEM HAJA

    • leucadio

      9 de Janeiro de 2013 as 15:07

      Parabens meu caro Tarcizio!
      O seu comentário deixa-me feliz, pois constato que ainda ha gente no meu país cabaz de raciocinar de forma desapaixonada e ser imparcial.
      De facto oeste assunto do reconhecimento de Kosovo vem uma vez mais manchar a imagem, seriedade e credibilidade de STP. Primeiro, pelo que se diz o reconhecimento não obdeceu aos tramites domesticos. E isto é censuravel.
      Mas, vir-se, cerca de 1 ano depois do facto, anunciar de boca cheia a todo mundo que o reconhecimento foi anulado, pelas razo~es apresentadas, transmite uma falta de credibilidade total. Este é de facto um tiro no pé. Mas, em resumo pode-se concluir que os sentimentos de amor e Odio que caracteriza as relações entre os políticos de STP torna-os cego a tal ponto que esquecem-se de proteger a imagem externa do país: o importante é desferir mais um golpe no Adversário. Só que golpes como estes causam mais prejuizo a imagem do país do que ao pseudo destinatário.
      Basta!

  14. mana

    8 de Janeiro de 2013 as 11:05

    A Governadora do Banco Central deveria pedir a sua demissão. Ela andou a facilitar o seu primo Patrice e outros.

  15. mana

    8 de Janeiro de 2013 as 11:08

    Patrice, mais o seu braço direito receberam muito dinheiro do Kosovo. Não é em vão que o homem ostenta tanta riqueza. Agora, ele deverá prestar contas na justiça e explicar donde vem todo esse dinheiro.

  16. Fala pouco

    8 de Janeiro de 2013 as 11:55

    Viva senhor Presidente D Manuel Pinto Da Costa pelas medidas e decisões tomadas e isso que o povo esperava . Desta forma o povo estará sempre do seu lado .Manda todos esses bandidos para o banco de réu prestarem contas no tribunal .

  17. ANCA

    8 de Janeiro de 2013 as 12:31

    Quando as esmolas são muitas, os pobres e santos desconfiam.

    Tenhamos Juízo,sentido de Estado, sentido de Responsabilidade, comecemos a Planear, Organizar, Disciplinar o País(Território/População) com cultura de Rigor,de Transparência e Verdade, de gosto pelo Trabalho.

    O País(Território/Pop8ulação), deve deixar de ser dependente do exterior e passar a ser inter-dependente, para a prossecução de objetivos de crescimento e desenvolvimento social, cultural, desportivo, político, ambiental, económico e financeiro.

    Para isso torna-se necessário cultivar e fazer cultivar uma cultura de responsabilidade e prestação de contas, cultura de rigor e sentido de estado, de punição quando haja contra-ordenações e ordenações graves,violando as Leis da República.

    As instituições continuam fracas no País, necessário fortalece-las, para uma melhor fiscalização e fortalecimento do Estado de Direito Democrático.

    Pois a soberania reside no Povo.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençõe São Tomé e Príncipe

  18. Armindo

    8 de Janeiro de 2013 as 13:08

    Kosovo deu para eis ministros comprarem Geep top de gama. Deu para abandonarem o governo deixar papeis atirados ao cháo nos gabinetes, deu para varela andar de grande barriga de calçáo e chapeu panjaué a disfarçar feito de coitado, deu para outros entrarem de ferias, deu para ficarem balunguado.

  19. Mimi

    8 de Janeiro de 2013 as 14:03

    Tal pai tal filho: o pai reconheceu o Taywan contra tudo e contra todos e o filho o Kosovo. Só que o pai tinha competências para tal?? e por fim foi engolido. Já o filho!…Ups! Até os reis dos dias de hoje prestam contas e obedecem as leis! O que fazer?

    • papagaio

      8 de Janeiro de 2013 as 17:18

      se não fosse Taiwane de outros paceiros Internacionais ( Ong´s e Países), ainda estavamos a morrer por causa da gripe

      • Lódoma

        9 de Janeiro de 2013 as 7:55

        Tens é que entender que o pai tinha competência porque era ele quem o podia vetar ou promulgar não opor por opor ó papagaio.

  20. joao

    8 de Janeiro de 2013 as 16:27

    Eu so quer voz dizer que Pinto da Costa levou Gagriel Costa para uma Guerra, que propre Gabriel não sabe como batalhar.
    Daque á 3 meses é que nós vamos ver o resultado dessa guerra. Mas digo assim mesmo, porque Gabriel sabe que Pinto ja viveu bué, está quase a morrer, voçê vai acompanha-lo p´ra guerra??? vç é que passa a morrer.

    • Lódoma

      9 de Janeiro de 2013 as 7:58

      João tu sabes quando morrerás? Por vezes morrerás antes do Pinto da Costa.

  21. papagaio

    8 de Janeiro de 2013 as 17:15

    já todos meteram a mão na massa e depois sacudiram a água do capote.
    todos mas TODOS têm culpa no cartório

    solução:
    Referendo para alterar a Constituição e permitir um Regime Presidencialista (nas próximas eleições presidenciais

  22. inteligencia

    8 de Janeiro de 2013 as 17:21

    KOSOVO FOI RECONHECDO PELO GOVERNO LEGÍTIMO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE E RECONHECIDO ESTÁ. E, SE QUISER, ETERNAMENTE! Não haverão dois reconhecimentos!

    O reconhecimento internacional de um Estado não implica necessariamente o estabelecimento de relações diplomáticas com esse mesmo Estado. Em termos básicos, o reconhecimento de um Estado diz exclusivamente respeito à ascensão à soberania internacional, isto é, ele adquire por esta via a personalidade jurídica internacional. E KOSOVO já adquiriu esta personalidade!

    Outra coisa é o estabelecimento de relações diplomáticas, que pode ou não ocorrer na sequência do reconhecimento. Esta decisão corresponde ao gozo e ao exercício da personalidade jurídica internacional anteriormente adquirida, acordando os respectivos países no estabelecimento in concreto de relações diplomáticas, como forma de melhor proteger ou defender os seus interesses e dos seus cidadãos. Por isso, deve falar-se daquilo que se sabe e deixar para os outros tudo aquilo que ocupa o espaço da nossa ignorância.

    Um conselho senhor primeiro ministro se quiser ser digno da função, da responsabilidade que carrega, Tenha atitude, apareça. Independentemente de conselho que muitos possam lhe dar, posiciona-se, tenha decisão própria e não dos outros. Só assim poderá servir o povo de São Tomé e Príncipe.

  23. macabeu

    8 de Janeiro de 2013 as 17:27

    francamente sr. presidente….diz-me uma coisa, se este governo XV, não esclarecesse essas verdade, estaria consumada o contrato, ou se o gorveno não fosse derrubado….sinceramente…o sr. presidente anda se calhar a dormir no palácio…onde já se viu uma coisa dessa. mesmo k vendesse o nosso país o senhor também não ficava a saberr de nada…fala serio…seja mas prodente nosso presidente. uma abraço

  24. inteligencia

    8 de Janeiro de 2013 as 17:35

    Eu vejo na Constituição da República o seguinte:
    artigo 111º
    a)Definir e executar as actividades politicas,economica,culturais,cientificas,sociais,de defesa segurança e relações externas,inscritas no seu programa;

    e)Negociar e concluir acordos e convenções internacionais;

    SÃO COMPETÊNCIAS DO GOVERNO

    Então, gostaria aonde reside problema!

    • Lódoma

      9 de Janeiro de 2013 as 8:05

      O problema esta em relação ao relação exterior que é da competência do ministro dos negócios estrangeiro e defesa é dirigido por P. R. não por P. M. Por rever a constituição

    • Maria Livramento

      9 de Janeiro de 2013 as 9:17

      Não passa pela cabeça de alguém, que o presidente da república ou o primeiro ministro, possam assinar acordos que engajem o estado são-tomense, sem haver concertação entre os dois.É o que está em causa.

    • fica atento

      9 de Janeiro de 2013 as 9:50

      quem disse que essas competencias sao gozadas autonomamente e independentemente de outros orgaos de soberania? só sei que mesmo o orcamento OGE que o governo elabora é apresentado na assembleia nacional, descutido, mas se o Presidente da republica nao promulga, é um papel com numeros e palavras sem efeito. Daí a interligacao entre os orgaos que o defunto governo nao entendia mesmo rodeado de juristas… da banana entao, burrecos…do…

  25. N.C

    8 de Janeiro de 2013 as 19:07

    Sempre foi assim e assim sera sempre no meu carro e rico s.Tome.Cada vez que entra um dirigente,um governo,o outro nada fez,alias fez tudo mal e errado.Quando se quer mostrar que e melhor e perfeito do que outro,chamam-se nomes e acusamsam-se mutuamente.Sera que o governo sessante nada de bom se fez?Onde andava O Presidente da Republica quando o governo reconheceu esse pais como Estado soberano?Ha quanto tempo foi isso?Devido essas e outras,por isso o nosso pais nunca avanca rumo ao desenvolvimento.Hipocresia,cinismo,inveja,maldicao,perseguicao,inveja entre outros sao os que nos qualificam como santomenses

  26. Ddan

    9 de Janeiro de 2013 as 4:49

    Inteligente. Voce nçao tem vergonha?

    O reconhecimento do Kosovo esteve plasmado alguma vez no programa do XIV Governo?
    Pensa que isso e tua casa?

    Isto sim o PGR deveria ter em consideracao

  27. Somos Todos Promíscuos

    9 de Janeiro de 2013 as 10:32

    Sistema político rancoroso, amantes do dinheiro, poder e cobiça
    Não dividem com os humildes e aos que realmente trabalham sol a sol e dia a dia neste STP.
    O salário pago aos que realmente trabalham é uma vergonha, políticos têm tudo e de tudo o que querem em pouco tempo de governação, isto é o País real: STP

  28. Meninos Eu Vi

    9 de Janeiro de 2013 as 10:51

    Abel,

    Publica texto do comentário a noticia.

    Viva Democracia

  29. Setilio Vaz

    9 de Janeiro de 2013 as 11:47

    Há pessoas com cara para defender este assunto claro de corrupcção. Tirem a vossa mascara.O país tem maior numero de mafiosos pr m2 no Mundo. Tomem em conta a nossa dimensão e nº de habitante.

  30. jose

    9 de Janeiro de 2013 as 14:31

    Eu tambem vou com o comentário do João, porque Pinto morre Gabriel é que fica em fama. O que fez Gabriel é vicio de dinheiro. ele ouvio que, quem vai pra querra sai com muito dinheiro, por isso ele foi. Mas se ele soubesse como é que Patrice trovoada tava zarrascar P´ra combater essa guerra ele não iria.

  31. jovem de 90 anos

    9 de Janeiro de 2013 as 16:58

    fala se muito de muitos crimes que as antigas ovelhas negras ,PT e os seus mandatarios, ainda nao estao na cadeia.
    e preciso activar a nossa justiça .

  32. GABONNÉ 50%

    9 de Janeiro de 2013 as 17:15

    Mas onde andava o Ministro dos negocio estrangeiro o sr SALVADOR DOS RAMOS ?Pk k ele não participou nesse negocio?É Por isso k ele queria abandonar o governo? k a Mãe ou Mãe adoptivo do Patrício ia para casa do Salvador Ramos noite para gundar_lhe para nao abandonar GOVERNO. mt trafulha em pouco tempo ..

  33. Fala pouco

    9 de Janeiro de 2013 as 22:48

    O Deus devias dar todos esses membros de governo de Patrice Trovada uma ferida sem cura no méis das costa para eles terem alguma coisa para preocupar e para gastar o dinheiro do Kosovo

  34. fóster

    10 de Janeiro de 2013 as 10:51

    acesso

  35. Mr.Flé

    10 de Janeiro de 2013 as 12:12

    Se comento é porque sou Santomense, e quero ver o meu País a progredir, isto passa por uma consciência politica nacional e muita seriedade, quem disse que iria com a sua magistratura de influência apoiar o XIV governo é Sr. Pinto da Costa, não é o voto de S.T.P que vai fazer a R. Kosovo ser reconhecida internacinalmente, so estamos passando vergonha e sermos desclacificados, um País que depende de ajuda externa, este poderia ser mais um potencial parceiro sim ou não? vamos avançar. Se fosse o Sr. Presidente voltaria atrás.Força Senhores

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo