Política

“As pessoas quando não trabalham têm que ter consciência que não podem ganhar”

Constatação da Secretaria Geral da Assembleia Nacional, a luz do despacho que ordenou o congelamento dos acréscimos ao salário de base dos deputados da ADI, que decidiram voluntariamente abandonar os trabalhos da Assembleia Nacional, e principalmente nas comissões especializadas.

Romão Pereira de Couto, Secretário Geral da Assembleia Nacional, assegurou ao Téla Nón, que a Assembleia Nacional emitiu um despacho, ordenando o cancelamento dos acréscimos ao salário de base dos deputados da ADI, que desde novembro de 2012 decidiram voluntariamente abandonar as suas actividades no Parlamento. «Para se ter remuneração tem-se que trabalhar. Eles não têm comparecido ao trabalho», referiu o Secretário Geral da Assembleia Nacional.

Segundo Romão Pereira de Couto, o despacho não mexe com o salário de base dos deputados que está avaliado em cerca de 11 milhões de dobras mensais, cerca de 450 euros. O despacho cancela apenas os acréscimos que os deputados auferem em consequência dos trabalhos que desenvolvem no seio das comissões especializadas da Assembleia Nacional, e atinge também o líder parlamentar, que em condições normais trabalha quase em tempo inteiro no parlamento.

Romão Pereira de Couto, explicou ao Téla Nón, que um deputado que integra uma das comissões especializadas da Assembleia Nacional, beneficia de acréscimos que elevam o seu salário de base de 11 para cerca de 14 milhões de dobras mensais. São esses acréscimos que doravante são cortados aos deputados da ADI, que não têm comparecido aos trabalhos das comissões especializadas.

No caso do líder da bancada parlamentar da ADI, este a semelhança dos líderes das outras bancadas parlamentares, aufere o salário de 29 milhões de dobras, o mesmo que 1183 euros. No entanto o líder parlamentar da bancada da ADI, « não tem comparecido aos trabalhos da conferência dos líderes parlamentares, nem tão pouco aos outros trabalhos que essa função exige no seio do Parlamento, por isso vai sofrer cortes», sublinhou Romão Pereira de Couto.

Com base no despacho publicado, o líder da bancada da ADI, deverá contentar-se com os  11 milhões de dobras, como salário de base do deputado. Perde todos os acréscimos, enquanto não participar de facto nos trabalhos normais que a sua posição de líder parlamentar exige. « Enquanto não compareceram aos trabalhos das comissões, os acréscimos ficam congelados», reforçou o Secretário Geral da Assembleia Nacional.

No entanto o despacho do parlamento poderá provocar mais ranger de dentes aos deputados da ADI, caso não compareçam nas próximas sessões plenárias da Assembleia Nacional. «O despacho deixa-os sujeitos ao regime de faltas. Se faltam as sessões plenárias as remunerações de base que auferem serão também descontados», pontuou Romão Pereira de Couto.

Doravante a ausência voluntária dos 26 deputados da ADI nas sessões plenárias da Assembleia Nacional, implicará faltas injustificadas, e o consequente corte no salário de base de 11 milhões de dobras.

Abel Veiga

    60 comentários

60 comentários

  1. JOSE CARLOS

    28 de Janeiro de 2013 as 14:02

    Muito bem, cortem salário dos deputados da ADI deêm esse dinheiro a uma Instituição que necessita como por exemplo o hospital

    • Nação Santomense

      28 de Janeiro de 2013 as 17:33

      A final, rebem salário sem trabalhar igual aos que trabalham, e estive convecido que não tinham salário e tinha proposto que lhes dessem 60% do ordenado é bom que os Santomense que os cidadãos participam nas politicas para serem esclarecido de determinadas situações governativas do país, propor as vossa ideias ao serviço do parlamento, só asssim podemos contribuir para distribuição equitativa da riqueza nacional.Qual é o vencimento de um reformado politico? Que ano de Trabalho deve ter para ter uma reforma? Existem alguns com duas a três reformas? Como um cidadão português que tem uma reforma de
      160.000,00€/mês e há desempregado que não recebe 1€/mês.Controlo nesta situação.

    • Verdade dói

      29 de Janeiro de 2013 as 10:15

      Concordo plenamente consigo Jose Carlos
      ASSISTI NUM PROGRAMA TELEVISIVO, SALVO ERRO ARTES E CULTURAS UM SOBREVIVENTE DO MASSACRE DE 53 A DIZER QUE RECEBEM UMA PENSÃO DE MISÉRIA. CERTAMENTE MUITOS TAMBÉM ANDAM POR AÍ COM SALÁRIOS E PENSÕES DE MISÉRIA E ESSES FOLGADOS COM TANTO DINHEIRO SEM PRODUZIR NADA DE CONCRETO PARA O PAÍS. FOLGADOS ACONSELHO-VOS A REGRESSAREM OU ENTÃO ROMÃO VAI EM FRENTE COM ESSE MACHADO LIMADO… CORTE TUDO SÓ QUE ENCAMINHE PARA QUEM REALMENTE PRECISA.

  2. fica atento

    28 de Janeiro de 2013 as 14:12

    É isso mesmo. Como se pode comprarar duas pessoas, uma que trabalha e outra que nao trabalha e as duas recebem o salario? Nao se pode aceitar coisas dessas. A partir do momento em que nao trabalha, nao deveria se quer receber um centavo. Se for assim que quem nao trabalha recebe salario, entao aconselho aos outros deputados a se retirarem, pois se dinheiro vem do ceu gratuito, porque trabalhar? A AN é madre Teresa, faz obra de caridade.enfim

  3. osvaldo pereira

    28 de Janeiro de 2013 as 14:13

    no parlamento é que voçês poder dar o vosso contributo para a democracia de STP e para o povo que votou em vòs,voçês trabalham para o povo e não para o partido,apartir do momento que voçês foram elegidos voçês assumiram compromisso com o povo srs deputados do ADI,se não voltarem eu penso que não tem direito a receber nada…mas cada um sabe de si…

  4. osvaldo pereira

    28 de Janeiro de 2013 as 14:15

    (no parlamento é que voçês podem),quis eu dizer.

  5. STP NO CORAÇÃO

    28 de Janeiro de 2013 as 14:34

    Muito Bem

  6. MLSTPENSES

    28 de Janeiro de 2013 as 14:54

    Menos gastos inúteis para o tesouro publico.

    Os deputados santomenses são na sua maioria uma cambarda de analfabetos, corruptos e preguiçosos que se refugiam na assembleia nacional para não serem pegos pela justiça.

    Deveriam cancelar salários base de todos eles.

    Não fazem nada.
    São um bando de parasitas que vivem a custa do Estado.

    Há muito projecto de lei na assembleia para ser discutido e analisado, e os deputados nada aprovam, nada analisam, nada discutem.

    Ou melhor, só discutem palhas.

    E a reforma da lei 05/97? O estatuto da função publica. Esse projecto Lei está na assembleia há mais de 2 anos. Nada fazem.

    Cancelam salários à todos eles. Não só os de ADI como também, os de MLSTP, PCD E MDFM.

  7. rostov

    28 de Janeiro de 2013 as 15:13

    Receber salário sem trabalhar é BURLAR.

  8. são tome

    28 de Janeiro de 2013 as 15:18

    Quando não trabalho eu não ganho salario de base, nem nada. Por isso, não deviam receber nem salario de base.Brincadeira! Com as economias que se faria não lhes pagando nem o salario de base, dava para pagar os estudantes de cuba que o ex ministro de educação ( ex padre) não quiz pagar durante 14 meses – MALVADO.

  9. Mé Gueba

    28 de Janeiro de 2013 as 15:19

    Nao sei se percebi bem> Querem dizer que nao ter\ao descontos nos dias que faltaram o servi;co?

    As faltas foram justificadas?
    As faltas nao justificadas t|Em que ser deduzidas. Nao ]e correcto nao trabalhar e continuarmos a ter salario.

  10. Floga

    28 de Janeiro de 2013 as 15:30

    Aqueles deputados do ADI, não têm vergonha na cara. Ouvi o lider parlamentar do ADI, que é também alto funcionário da CST e proprietário de um posto de abastecimento em S. Gabriel a reclamar corte de subsisidio na RTP-Africa(rádio de propaganda do ADI) dizendo que isto de corte é uma perseguição aos deputados do ADI, que vergonha! Os médicos , os professores têm que trabalhar arduamente para receber um pouco mais de 100 euros por mês e estes deputados recebem tanto dinheiro não querem trabalhar, e por cumulo de falta de consciência, inventam cenários de eleições antecipadas lutam no parlamento e querem dinheiro. Estes deputados não são culpados. Culpado é este povo que deu votos a estes sanguessugas do ADI. Porque é que estes deputados não vão buscar dinheiro nas mãos do ” pápá patrice trovoada” que os abandonou e os deixou na lama. Deputados de ADI, ficam a saber de que quem não trabalha não come. Os deputados do ADI são burladores.

  11. Féde ká Dóxi

    28 de Janeiro de 2013 as 15:30

    Estão dando bom exemplo ao povo.
    Baréeeeee budo.Como é que podem defer o salário mísero do povo miúdo. Sofrê que tá lá.
    Pôvo abra os olhos.
    Alguma vez um deputado já vos disse quanto ganha, para defender a miséria que vcs recebem?

  12. verde

    28 de Janeiro de 2013 as 15:37

    Um professor, um médico, um funciuonário publico que falta trabalho cortam-lhe sómente os susidios? Porque é aos deputados cortaram somente os subsidios. Dois pesos duas medidas. Quem são deputados para terem esta grande diferenciação? Cortem aos homens tudo. Os homens andam ainda com o carro do estado, que injustiça! Como isto é possivel!Estes gajos do ADI são grandes parasitas. Estes deputados do ADI são todos iguais ao patricio trovoada nunca trabalhou e não gosta de trabalhar. Tirem aos homens tudo.

  13. Põe boca não tira

    28 de Janeiro de 2013 as 15:54

    Tlabá só cá dá tê. Quem não trabalha não ganha. Isso é a Lei natural das coisas. Por isso essa decisão veio tarde de mais, já devia ser tomada há muito tempo. Vou mais longe deveriam todas outras regalias como cartão de recarga, combustivel e descontar no salário de base os dias que esses ditos deputados não apareceram nos trabalhos de assembleia.

  14. Põe boca não tira

    28 de Janeiro de 2013 as 15:57

    quis dizer, deveriam descontar todas outras regalias……….

  15. Anjo do Céu

    28 de Janeiro de 2013 as 16:09

    Sr.Romão Couto faça as coisas para ter razão e justificar perante o Povo e a Nação.ESte dinheiro é dos contribuintes que pagam os deputados pelo serviço a Nação. Se os Senhores Deputados não compareceram na Assembleia eles não podem receber nem salario de Base.Eles são trabaladores da Nação.E o SR. ROMAO COUTO com muito respeito terá que desco0ntar e depositar este dinheiro dos faltosos nas Finanças.Quem deve lhes pagar durante esses meses é o seu Partido ADI e não com o dinheiro da Assembleia Nacional.Queremos mas explicações sobre essa matéria e obrigado

  16. aí di mi si não envengenlizar

    28 de Janeiro de 2013 as 16:18

    Mesmo não trabalhando recebem uma fortuna …enfim

  17. Emiratos

    28 de Janeiro de 2013 as 16:29

    • Há coisas inconcebíveis, num país onde há escassez de quase tudo, por caprichos de alguns políticos, deixam de exercer a sua função, criando uma espécie de vazio de poder. Não querendo entrar na demandada, para saber de que lado vem a razão, queria apenas exortar aos bons ofícios dos senhores deputados para fazerem a meia culpa, basta um sinal de regresso à casa parlamentar a coisa muda de figurino, Dr. Abílio Neto, pode dar uma opinião pública sobre isso, mas não faz, pelo menos não ouvi nada. Os deputados do ADI, devem ou não voltar ao Parlamento?
    • O tempo vai me dar razão.

  18. E agora.?!...Falo eu

    28 de Janeiro de 2013 as 16:30

    Esta medida só peca por tardia…comecem a descontar também os ordenados que auferem. Estes senhores acham que não têm deveres e obrigações? Grande parte passa a legislatura toda a fazer figura de corpo presente e recebendo para isso…mas, nem para isso servem. Ainda acham que estão a ser perseguidos e que vão levar o caso ao tribunal…é preciso ter lata.

  19. mana

    28 de Janeiro de 2013 as 16:41

    Minha gente, LEvy ganha mais de mil euros para dizer esses disparates na Assembleia. O rapaz humilhou o Bano.Credo!! Mandam cortar também os honorarios provenientes do Super cKdo, do BGFI, do Satocão, do ministerio da finanças, da Rosema, dos Barcos, do Pestana, da Agripalma, de Mota Engil, do Soares da Costa. Esses rapazes do ADI facturam cada um por volta de 10.000 euros cada um, sem contar, os cinco mil dolares mensais, que é-lhes dado pelo DOUTOR Patrice em troca da vassalagem. Força Romão Couto.

  20. Surpresa

    28 de Janeiro de 2013 as 17:29

    Essas cara de pau ainda reclamam por salario só em STP, gostaria muito que voltássemos na época de 1975, vc iam ver o que bom para tosse, seus buliticos..

  21. João Rodrigues Serôdio

    28 de Janeiro de 2013 as 17:31

    Tudo farinha do mesmo saco.Os Deputados,independentemente da cor política,são coniventes neste tipo de situação.Qualquer trabalhador que falte reiteradamente ao trabalho sem justificação,é despedido com justa causa.Quanto aos Deputados,faça-se cumprir a lei com a subsequente perda de mandato.Esta situação a manter-se,para além de imoral,é vergonhosa e bem demonstrativa da podridão que está instalada em todos os Partidos Políticos.Também não é de estranhar,enquanto tivermos um Presidente que se vai mantendo confortavelmente no poder a ver a banda a passar,nada mais é preciso dizer,para bom entendedor meia palavra basta.

  22. Graça

    28 de Janeiro de 2013 as 18:04

    Eu acho que maior corrupto são aqueles que quer ganhar sem trabalhar e eu pergunto aos Deputados do ADI onde está diferença e lógica de acusar outrem de corruptos se vcs da casa da lei querem ganhar sem trabalhar os que levantam à busca de um maxipombo pior será na verdade diga ao Abinilde que aula de francês é trabalho o que ñ é trabalho é viver a custa do povo que o elegeu e estando a gozar com o povo e que eu como jovem tenho estrategia para actual governo ñ intimidar por capital ou financiamento do Empreendedorismo porque só fazia parte dos 90% pessoas ou militantes do anterior governo.

  23. arlindo fernandes

    28 de Janeiro de 2013 as 18:13

    Quem deve pagar os chamados deputado do ADI e seu presidente PT

  24. santa catarina

    28 de Janeiro de 2013 as 18:49

    Espero que esta lei não foi feita pelos deputados do ADI. Isto quer dizer que andam a comer a muito tempo.
    Esta é a parte boa da crise fica-se a conhecer muita coisa da casa.
    Força o ADI sempre em frente.

  25. GABONNÉ 55%

    28 de Janeiro de 2013 as 19:09

    Na minha maneira de ver as coisas, o Patrício Trovoada já conseguiu os seus objectivos ele era milionário agora é bilionário a custa de STP agora ele tem dinheiro para pagar esses bonequinhos famintos para fazer confusão distrair atençao do povo . com esses tipo de coisas confundido o povinho que eles esta a trabalhar em nome do povo . atenção meu povo para e pensa um pouco sem paixão por favor ,A politica é jogo passou políticos malandros no nosso Pais mas nunca do nível dos trovoadas esses são Arquitecto. So quem tem olho leve que vê.Ele veio d Gabão para vir salvar STP? isto é conversa, so em dois anos quantos milhões que ele não facturou ?kuanto????

  26. original

    28 de Janeiro de 2013 as 19:15

    Se os deputados dizem que foram eleitos pelo povo para representer o povo e ao mesmo tempo não querem prestar serviço na Assembleia,então estes deputados estão a representar a classe dos vadios e Assembleia deve tratá-los de acordo com aquilo que são.Os gajos ainda não aceitaram a nova realidade,andam a gozar e zombar da Assembleia;Casa Parlamentar deve cumprir com as normas.Sr.Dr.Romão Couto!Ouvi dizer que os Deputados recebem salário bruto sem desconto para IRS é verdade isto?

  27. RUCA

    28 de Janeiro de 2013 as 19:34

    Com esse ordenado, também eu quero ser deputado.

  28. Oi

    28 de Janeiro de 2013 as 20:07

    Estes adeistas têm que ser penalizados. Descontem também salário aos homens. Eles são burladores e não têm vergonha. Estes deputados do ADI têm que ser castigados pelo povo. Leva tenha vergonha. Deixa de ser sanguessuga.

  29. Male

    28 de Janeiro de 2013 as 20:13

    Eu tambem quero ser deputado, por isso que houve porrada,coisa tem dinheiro.hummmm divida tem pe.

  30. Barão de Água Ize

    28 de Janeiro de 2013 as 22:44

    Uma sociedade está podre quando se acha normal e aceitável que quem seja saudável, não trabalhe e tenha direito a salário.
    É duro, mas a verdade da vida diz: Quem não trabuca, não manduca!

  31. Helves Santola

    29 de Janeiro de 2013 as 0:47

    Quem disse que isso vai ficar assim?? É óbvio que isso ñ vai dar em nada… vamos ver como acaba isso!

  32. inteligência

    29 de Janeiro de 2013 as 7:51

    Meus senhores, no ano 2010 ADI consegui uma maioria relativa na Assembleia, e as leis que vêm dos anos 90 não foram feitas pelo ADI, mais sim os deputados do MLSTP e do PCD. Eles fizeram leis dizendo, caso dissolvam a Assembleia os deputados permanecem com as suas regalias até a realização e a tomada de posse dos deputados legislatura seguinte. Agora pergunto:
    1- Porquê que fizeram leis a pensar
    no próprio?
    2- Depois da dissolução da Assembleia os deputados não trabalham, apenas uma comissão, porquê dessa lei?
    3- Há quanto tempo essa lei existe e quais são os partidos que tem beneficiado com isso? (MLSTP e PCD)
    4- Qual é o nome atribuído as pessoas que fazem lei a pensar em sí próprio e prejudicando o país?

    recorda: TUDO ISTO VEM DESDE ANO 90, Leis fabricas pelo PCD e MLSTP.

    PERGUNTO: O que os deputados actuais do PCD e MLST tem feito?

    Apenas elaborar o despacho na respectivas bancadas para os seus Ministros no Governo?
    Qual é o papel desses ministros no Governo?
    Não Têm Ministério?
    Onde para o Primeiro-ministro como chefe do Governo?
    Meus Carros o Governo deveriam governar, mas não é o caso.
    O pais está sendo Governado pelos Senhores: Delfim Neves, Albertino Bragança, Jorge Correia, Cosme Rita, Xavier Mendes do PCD e Alcino Pinto, Elsa Pinto, Guilherme Octaviano, Rafael Branco, Jorge Amado, Geje Viegas (Os arquitectos que fizeram lei em seu benefício)

    • GABONNÉ 55%

      31 de Janeiro de 2013 as 9:57

      Ate k podes ter razão mas temos k acabar com esses tipo coesas em STP, foi o ADI k começou com esse tipo de coisas em STP nao sei se é mania k Patrício trouxe de GABAO.

  33. congratulation

    29 de Janeiro de 2013 as 8:10

    Estamos todos nadando no mesmo prato de sopa rica $$$ do parlamento, casa do parasitismo por Excelência, onde uns falam, outros desabafam e outros falam e nada dizem. Mas mesmo assim ganha-se bem. SOMOS DEPUTADOS!!! ganhamos 11 milhões porque merecemos, votaram em nós…

  34. poder do pensamento positivo

    29 de Janeiro de 2013 as 9:39

    Como é possível ganhar 11 milhões de Dobras sem fazer nada??

    Para quando esta agendada a revisão constitucional, para que todos os trabalhadores do estado possam beneficiar desta facilidade que os deputados usufruem ?

  35. INCOMODADO COM ISTO

    29 de Janeiro de 2013 as 10:09

    Vamos ver até quando os maços de dolares vai sendo pago aos ausentes nas secções plenarias pelo seu chefe P.suvisco.

  36. Telavive

    29 de Janeiro de 2013 as 10:43

    «o despacho não mexe com salário de base dos deputados que está avaliado em cerca de 11 milhões de dobras…»; «…beneficiam de acréscimos que elevam o seu salário de base de 11 milhões para cerca de 14 milhões de dobras mensais.»
    Isto para não falar do salario de um lider parlamentar de 29 milhões de dobras!
    Minha gente um técnico superior de 3ªclasse leva para casa de salário base 2milhões e quinhentas mil dobras. Visto as coisas parece-me que estámos em dois mundos diferentes.Um na lua e outro na terra.

  37. Penupenú isca pia cuâu cu uê nas ca bê fa

    29 de Janeiro de 2013 as 10:52

    Ilha rica, com tudo que a natureza nos oferece.
    Nesta senda, o que podemos registar é luta do individualismo e não para o povo.
    Estamos ficar cada vez mais pobre devido a mente de orgulho, nada mudou e país envelhece e o vício maior, é falar mais que a boca.

  38. Eusebio Neto

    29 de Janeiro de 2013 as 11:47

    Senhores (ex?) deputados da ADI, voces querem continuar a brincar connosco? Onde e que ja se viu alguem que nao trabalha ter direito a salarios? Ou sera que voces decidiram auto-reformarem-se? Deixemos de brincar com o povo. Enquanto milhares de santomenses se sacrificam de sol a sol, de chuva a chuva para conseguir migalhas que servem para sustentar familias, e voces querem estar na boa vida e ganhar milhoes e milhoes de dobras!? Enquanto continuarem a se comportarem como uma seita que segue cegamente o vosso apostolo Patrice Trovoada e o bispo Abilio Neto, nao tem direito a coisa alguma. Ou voltam ao trabalho e fazem politica la onde o povo vos colocou ou senao, vao arranjar vida noutro lado.Essa agora!

  39. mé péma

    29 de Janeiro de 2013 as 12:20

    vc todos têm razão em dizer tudo isso que diseeram, concordo plenamente……

  40. mé péma

    29 de Janeiro de 2013 as 12:22

    pódamuê um flá mali, quâ sá( disseram)..

  41. Fitxím di Flôgô.

    29 de Janeiro de 2013 as 12:43

    Tudo isto, é fitxim di flôgô. Tudo fica, nada vai. Dbs. 29.000.000,00, é pecado receber e não trabalhar. Mesmo Dbs.11.000.000,00, também é pecado receber e não trabalhar. Triste episódio. Velhos, sofrendo de fome e miséria na nossa Cidade Capital e arredores. Crianças, igualmente. Salário, não sai para os funcionários que assiduamente estão nos seus postos de trabalho. Como é que querem por ordem nas coisas, com várias injustiças. Tarde ou cedo, esse dinheiro irá acabar nas compras de medicamentos pessoais para a cura de vossas doenças de dia a dia. ADI, um dia mesmo, Deus fará mais justiça de vossas maldades.

  42. CT

    29 de Janeiro de 2013 as 15:10

    Hum…esse país não aguenta essa coisa…ahm os deputados recebem todo esse dinheiro.E os médicos, professores, deveriam receber mais….

  43. Estudente de STP no estrangeiro

    29 de Janeiro de 2013 as 15:32

    Esta é uma boa altura para terminarmos com assembleia nacional, o País só sairia a ganhar com esta medida, seria muito dinheiro poupado e canalizado para outros fins mais importante a nação santomense, em vez de gastar com eses parlamentalista que não produzem nada e por sua vez acrescenta um maior prejuízo(despesa) na finanças do país que é tão débil. Pra STP o Presindetente da República e conselhos de ministro é suficiente pra discutir e solucionar os problemas do País.

  44. Quá ê dá ê dá

    29 de Janeiro de 2013 as 16:40

    Vou começar ja minha campanha visando as próximas legislativas, com este salário…

  45. Desgraçado

    29 de Janeiro de 2013 as 17:18

    Tenho nojo destes terroristas do ADI,mas culpa não é vossas, mas sim do povo que votaram por uma cerveja, voçês deviam devolver todos salarios que usofruiram desde da tomada de posse até hoje, só vos dou um concelho, desistam de lutar pela proxima eleição pelo bem de s.tomé, isto é falta de respeito com o povo… supremo de tribunal o minimo que deveria fazer é rejeitar vossas concorencia para a proxima eleição… seus burros e grupos de personalidade fraca… seus sociopatas.

  46. Bengue Doxi

    30 de Janeiro de 2013 as 0:12

    Caros colegas comentadores, parece que não prestaram atenção de uma coisa. A casa parlamentar é que cria leis. Acham que os Deputados alguma vez iriam criar alguma lei que lhes prejudicasse! Porque não lhes dão salário de base, mesmo sem comparecer no “trabalho”! Estão todos feitos, protegem-se uns aos outros. Deputado não é profissão e todos os deputados têm outras ocupações, porque ganham tanto, comparados com as outras actividades! É porque são eles a criarem leis. Porquê que os Deputados têm Imunidade! São eles que criaram só para lhes proteger. Pià sò!!!!!!!

  47. Bengue Doxi

    30 de Janeiro de 2013 as 0:15

    Caros colegas comentadores, parece que não prestaram atenção de uma coisa. A casa parlamentar é que cria leis. Acham que os Deputados alguma vez iriam criar alguma lei que lhes prejudicasse! Porque não lhes dão salário de base, mesmo sem comparecer no “trabalho”! Estão todos feitos, protegem-se uns aos outros. Deputado não é profissão e todos os deputados têm outras ocupações, porque ganham tanto, comparados com as outras actividades! É porque são eles a criarem leis. Porquê que os Deputados têm Imunidade! São eles que criaram só para lhes proteger. Bem haja.

  48. Jornalista

    30 de Janeiro de 2013 as 17:37

    Em qualquer parte do mundo, os deputados do ADI têm razão. Se Assembleia está a funcionar ilegalmente, como é que vocês querem que os deputados do ADI voltem para assembleia?
    Se os deputados do ADI voltarem para assembleia, diria que: estaria a violar constituição, porque num país democrático quando assembleia é assaltada sem a voz do povo, isto quer dizer que: não está a funcional, e se continuar a funcionar, estaria a funcionar ilegalmente. E quando assembleia está a funcionar ilegalmente, nenhum deputado deve comparecer. E para funcionar legalmente, o presidente da República deve marcar obrigatóriamente eleições antecipada.
    Disse jornalista de direito em Cabo Verde. Não é porque estou a responder para o partido ADI. Estou dizer uma verdade e quer que todos os países da CPLP desenvolvam.
    Muito Obrigado
    30/01/2013

  49. Malvino Salvador

    31 de Janeiro de 2013 as 8:50

    Ou sim ou sopas. Ou voltam as suas actividades normais ou zero. O desconto nunca é feito nos suplementos, mas sim no salário de base. Se não trabalham não têm direito as mordomias, como viaturas, cartão de recarga, combustível, passaporte diplomático e outros. Esses senhores se tivessem vergonha na cara nunca deveriam ter ido receber os cabazes de Natal. Vão trabalhar.
    Afinal esses senhores não disseram que a sua bandeira era o combate a corrupção? O que se vê é que são os maiores parasitas da sociedade. Em qualquer parte do Mundo, Quem não trabalha não ganha. Isso é a lei natural das coisas. Esta decisão peca por tardia e por compaixão.
    O maior corrupto é aquele que quer mamar na teta da vaca sem fazer o mínimo esforço. A vaca tem que lhe levar à teta a boca. Vão trabalhar, por que é dele que vem a riqueza para o país. O Povo jamais perdoará pessoas que ficam na sombra da bananeira a chupar o sangue e o suor do povo pequeno.

  50. mana

    31 de Janeiro de 2013 as 9:39

    JORNALISTA FANTOCHE.

  51. M.dos Santos

    31 de Janeiro de 2013 as 9:49

    Meus amigos nunca devemos trazer ao público aquilo que ontem comemos em nossa casa.Culpado de tudo isso é o senhor jurista Rumão Couto que trouxe essa questão ao baile. Fê-lo para agradar.E esqueceu das consiquência que isso provoca. muito obrigado.

  52. josé manuel mmendes

    31 de Janeiro de 2013 as 17:27

    Ok. com a escolha do pinto da costa senhor que nasceu no estrangeiro e foi construir são tomé e príncipe, os elementos do seu gosto para a formação do governo, hoje o MLSTP7PSD e MPLA, já estão juntos.
    porquê que s.Tomé ainda deve Angola em relação ao combustivel? ou enviam dinheiro e nunca lá chegou? o regime do pinto tem as pernas curtas, até parece ser bom chefe mas …na verdade não é. arranja outro emprego senhor pinto, ou não há em s.Tomé, porque não em Angola!
    Acha que plantou bnem durante os 15 anos? e o quê que fez durante os 20 anos em casa? andava a estudar melhor porque cometeu erros graves no tempo da sua juventude sem cabelos brancos? como ja os tem vai governar melhor? será? se assim é poquê que ainda há ódio dentro do seu coração santomista, eu pensei que o passado é o passado, a idade e a maturidade são irmãos de conselho.por isso o povo acreditou pela sua vinda e não pela vingança. o senhor está a passar amá personalidade aos mais novos.
    obrigado pela atenção.
    J.M.M 31.01.2013

  53. josé manuel mmendes

    31 de Janeiro de 2013 as 17:38

    Nota:quis dizer a má; plantou bem. No primeiro parágrafo, acho que os leitores sabem onde e quando nasceu o pinto da costa.
    Desculpe pelos erros.
    J.M.M 31.01.2013

  54. GUALTER SOARES

    31 de Janeiro de 2013 as 20:15

    O povo a passar fome e voçes aí a ganhar dinheiro sem fazer nada. faço um apelo a revoluçao para afugentar esta gente porque nao fazem falta ao país.

  55. poder do pensamento positivo

    1 de Fevereiro de 2013 as 10:39

    XIV está a despedir muita gente, que raio de gestão é essa ? Basta !!!

  56. fla vede ca dochi

    1 de Fevereiro de 2013 as 11:48

    minha gente este decutado nao trabalha e recebi sabe porque. eleslutaram com soco na assembleia e deve receber muito bem deveria ser cem milhoes, mais quem lutou em 53 e independenciaisso sim que deve receber miseria. porque tomou-se independencia para decutado que nao faz nada e recebi. mais deixa eles comer fogo. Deus e Grande

  57. Mascara de GAZ

    7 de Fevereiro de 2013 as 10:46

    Vou mais longe, se continuarem com esta greve de nao comparecerem no parlamento. Por favor Senhor Romao Couto, Tira-os o Direito ao passaporte Diplomatico ou seja vermelho. E ja na proxima sessao parlamentar. Obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo