Príncipe celebra18 anos como região autónoma

Arrancou na Sexta-feira as actividades alusivas ao 18º aniversário da autonomia da região Autónoma do Príncipe. Uma data histórica para os residentes e não só, que viram a Ilha do Príncipe, hoje reserva mundial da Biosfera, conhecer ser considerada região autónoma desde 29 de Abril de 1995.

A tomada de posse da Assembleia e do Governo Regional marcou o nascimento na região autónoma do Príncipe. Uma conquista resultante de uma longa e dura luta, que foi travada pela população do Príncipe.

“Não a gravidez precoce”, foi lema do arranque das actividades. Uma corrida massiva que  percorreu toda a cidade de Santo António, contou com a presença do Presidente da Assembleia Nacional Alcino de Barros Pinto, que preside o acto central das festividades. «Aquando da minha tomada de posse elegi uma politica de proximidade com as autoridades nacionais, regional e as autarquias do país e eis que comecei pela região do Príncipe após 5 meses do meu mandato na Assembleia Nacional numa data História para a Região e a Nação santomense», disse Alcino Pinto, após os encontros mantidos com as autoridades regionais.

Alcino Pinto presidiu também a uma sessão plenária especial na Assembleia legislativa Regional. Para além das actividades Politicas, varias são as outras actividades culturais, desportivas e recreativas agendadas para assinalar o 18º aniversário da autonomia da Ilha do Príncipe.

Fredibel Umbelina-Ilha do Príncipe

  1. img
    Santomense Responder

    Sr. Alcino Pinto,
    por favor deixe de ser “egocentrista”: Eu fiz, eu falei, eu..eu..eu..aquando da minha tomada de posse..elegi… dei autoridades aos autarcas,… comecei pela Ilha do Principe,apos 5 meses do meu mandato…bla..bla..bla……….
    Alcino vc ja mentiu,ou foi acusado de algo?? Apropriacao ilegal de bens,fundos ou propriedades alhelias ou ma gestao???Telecomunicacoes de STP…

    Velho ditado:
    “Mosso ehh, ganhaa ka zala passsa, ehh ka behh osso Menn Dehh ohh !!!

  2. img
    Telavive Responder

    Não será um pouco daquilo que alguém disse há anos? Governo DVD? Dinheiro, Viagem e Diversão? Príncipe entrou também na longa fila indiana serpentina negra!

    • img
      Felisberta Lourenço Responder

      É por isso que entraram na REDE DA BIOSFERA DA UNESCO, têm um PLANO DE DESENVOLVIMENTO CONSTRUÍDO, têm atraído investimento estrangeiro para a ilha do Príncipe e criando postos de trabalho para a juventude, estão a reparar o aeroporto da sua ilha, etc. O que é que querem mais??
      Viva a ilha do Príncipe

      • img
        Papagaio Responder

        Felisberta, não discordo de si,mas o que significa entrar na rede da Biosfera Mundial? É algo de tão feito assim…?? quem tem todos os méritos é a nossa natura, que possui todos os requisitos…o governo não é o garante da construção da nossa fauna e flora….

        • img
          Carlos Maria Responder

          Se a NATURA é assim tão importante porquê que isso não aconteceu há mais tempo? Sejamos razoável e não comecemos a criticar só por criticar. Quando as pessoas trabalham e mostram competência deve-se elogiar. Quando não são competentes e nem demonstram qualidades nem trabalho também deve-se criticar.
          Toda a gente cá no interior do país sabe que o Tozé Cassandra tem feito um óptimo trabalho no Príncipe. É por isso que o respeitam lá e aqui em S.Tomé.
          Nós não podemos passar a vida só a criticar. Há que ver qualidades nas pessoas. O Tozé fez mais para o Príncipe do que todos os outros giovernantes juntos desde a independência do nosso país.
          Nunca ouviu-se falar tanto do Príncipe como agora.
          Se o senhor acha que pertencer a REDE DA BIOSFERA não é assim tão importante isto denota muita ignorância da sua parte. O senhor não faz ideia nenhuma do retorno ao nível do Turismo que isto trás para o Príncipe e para S.Tomé. Só por malvadez, inveja e ciúmes pode-se pensar de forma contrária. Mas o nosso país é mesmo assim. Aqueles que trabalham e fazem pelo povo são vítimas desta abordagem. O Tozé é o melhor exemplo disso. Vocês deviam preocupar com aqueles que têm contribuído para que o país fique atrasado durante 40 anos após a independência. Destes vocês respeitam e até são capazes de tirar calças…

    • img
      Vavá de Riboque Responder

      Deixa de má língua. O Príncipe está bem entregue e tem surpreendido pela governação do senhor Tozé Cassandra. Ele tem feito um bom trabalho. Se não fosse ele o Príncipe estaria entregue ao projeto AGRIPALMA e numa autêntica lástima como está o Sul cá de S.Tomé. Vocês deviam agradecer ao homem em vez de estarem a dizer isto. Preocupem mas é com os outros que têm dado cabo deste nosso país.

  3. img
    Obama Responder

    Estes festejos deveriam ser presididos pelo PR Pinto da Costa. Alguém consegue-me explicar o porque da sua ausencia??
    Talvez se fosse pa ir passear a Angola, tivesse algum tempinho…
    O povo de Príncipe n gostou e n vai deixar isto barato.
    Um bem haja a todos!

  4. img
    jose mourinho de stp Responder

    So os TOLOS acreditam em si, sr Alcino Pinto. Vai se tratar.

  5. img
    marcos Responder

    considero essa autonomia précoce e sem fundamentos .

    • img
      Faustino Responder

      precoce e sem fundamentos??? quá li, bili dêua…
      o senhor sabe lá aquilo que escreveu.

    • img
      minus Responder

      anda todo mundo muito nervoso por aqui, ate parece que estao dispostos a causar uma quarta grande guerra, alem do facto inequivoco que STP tem uma cultura riquissima,sei tambem que sua religiosidade nao e obscura… que tal baixar um pouco esse calor destruidor i passar a orar com mais frequencia! se os homens nao vos dao confianca apelem pra Deus,nao tem nada a perder,mais por favor parem com toda essa algazarra que pode descambar em loucura generalizada ou apresentem solucoes reais i funcionais,,,

    • img
      Josias Umbelina dos Prazeres Responder

      Sr. Marcos respondo à V.Exª em meu nome próprio.

      O Sr. tem um nivel muito baixo para dizer tamanha asneira. Vá se tratar para depois falar na Autonomia do Príncipe que já está consagrada na Constituição da República e é irreversível. “Buca nó mino Yé Subebufôô…!”
      Passar Bem.
      Josias
      OBS: Se tiver a coragem necessária identifique-se com o seu nome próprio porque o Nosso País é Democrático.

  6. img
    dino Responder

    Viva nossa autonomia. autonomia não é tirar nada a ninguém mas sim direito de poder pensar e agir. Príncipe tá no bom caminho do progresso. Fala-se do Príncipe, reconhecimento que nem sempre é visto do lado de dentro mas muito mais do lado de fora porque santos da casa não fazem milagre. Viva nossa autonomia.

  7. img
    pedro Responder

    Que as autoridades Governamentais-STP não se esqueçam do centro nacional de pescas, através de uma linha de crédito, concedido por Taiwan

  8. img
    Ernestina Neto Responder

    A autonomia do Príncipe alcançou a maioridade. PARABÉNS!

  9. img
    Barão de Água-Ize Responder

    Parabéns a Principe! Lutem pela autonomia cada vez mais firme, que dê espaço vital à Economia. Mostrem que essa maravilhosa ilha, pode dar lições a São Tomé.

  10. img
    Ralph Responder

    Ficou feliz que o Principe celebrou o seu aniversario de autonomia. Espero que a ilha consiga melhorar a sua situacao e continue a desenvolver bem. O que significa o status de autonomia, exatamente? Significa que o Principe pode tomar as suas proprias decisoes politicas, independente do Sao Tome? E autonomia tem implicacoes finaciamentas? Espero que o Principe receba beneficios reais do arranjo. Desculpe-me pelas minhas questoes. Nao sou de Sao Tome e Principe. Sou da Australia mas estou interessado contudo.

  11. img
    Maguita tuatuá Responder

    Parabéns Ilha irmã do Príncipe por mais um aniversário da sua autonomia. É bom que haja estabilidade, trabaho sério para que Príncipe possa crescer. Mas devemos recordar que Príncipe é parte importante do nosso território e obviamente que assim sendo é necessário que em S.Tomé haja também estabilidade , governo competente e legítimo! Por isso, embora entenda-se que o Tozé esteja a trabalhar bem, mas não lhe dá o direito de, nos seus discursos e entrtrevistas estar a mostrar claramente o desejo de continuar no poder sem que haja eleições para o legitimar!!!Ele´mostrou-se claramente defensor que as eleições não devem ser já realizadas, um gesto caricato e anti-democrático. Cuide-se, sr. Tozé! Um bom político deve ter o prazer de ser eleito para a sua própria legitimedade e o devido reconhecimento de quem o escolheu!

  12. img
    Deus Mafoma Responder

    O Fredy tens de aprender a escrever melhor. Não é normal que um licenciado dê tantos erros ortográficos. Por favor, Príncipe sempre foi uma ilha de gentes que fala e escreveu português com alguns nível.
    É Pena que a nova geração não está preocupada com isso!

  13. img
    jacinto lomba Responder

    Foi ecelente comemorar essa data adorei

Deixe um comentario

*