Política

Presidente da República convocou o Conselho de Estado

O Téla Nón apurou que a preparação das eleições autárquicas em São Tomé e regional na ilha do Príncipe, é o principal ponto da agenda dos trabalhos da reunião do Conselho de Estado, marcada para esta quinta – feira as 9 horas e 30 minutos.

O Presidente da República Manuel Pinto da Costa, pretende auscultar os conselheiros do Estado sobre a marcação das eleições para os poderes local e regional. A lei obriga o Chefe de Estado a tomar uma decisão, o mais tardar até 28 de Maio.

Segundo o calendário eleitoral, as eleições para as cinco câmaras distritais em São Tomé, e para a Assembleia Regional na ilha do Píncipe, devem acontecer em Julho próximo. No entanto a Comissão Eleitoral Nacional que ficou inoperante após as eleições presidenciais de 2011, não teve meios financeiros nem orientação política da Assembleia Nacional, para sua activação no sentido de actualizar os cadernos eleitorais, através do recenseamento de novos eleitores.

Ao mesmo tempo foram registadas várias anomalias técnicas na base de dados do sistema eleitoral, e nos kits eleitorais. Anomalias graves que poderiam comprometer os resultados eleitorais, como a duplicação de nomes e noutros casos a eliminação de eleitores.

A correcção técnica dos defeitos da base de dados do sistema eleitoral, feita por uma empresa sul africana, contratada pelo PNUD para a instalação de tal sistema eleitoral quase electrónico,  está adiantada, e o Presidente da CEN, Victor Correia, garantiu que mais de 80% da anomalia foi tratada.

Julho está à porta, e a CEN ainda não deu início ao registo dos novos eleitores. Com o recenseamento eleitoral muito atrasado, o Presidente da CEN, admitiu numa grande entrevista, a possibilidade de adiamento das eleições que deveriam ter lugar em julho.

Tudo indica que depois de auscultar o Conselho de Estado, Pinto da Costa que também já tinha ouvido as forças políticas são-tomenses a respeito da marcação das eleições, deverá tomar uma decisão ainda neste mês, sobre a data das eleições para os poderes local e regional. Em julho ou então o adiamento.

Na reunião desta quinta – feira do Conselho de Estado, o Chefe de Estado dará também posse a 3 novos membros, nomeadamente o Primeiro Minisro Gabriel Costa, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça José Bandeira e o Procurdor Geral da República Frederique Samba.

Abel Veiga

    38 comentários

38 comentários

  1. Adálio

    21 de Maio de 2013 as 13:32

    Sinceramente que eu não vejo razões para a realização de um Conselho de Estado por causa disto num país com tantos problemas por resolver.
    Ou há condições, financeiras e técnicas, para a realização do acto eleitoral e o mesmo é realizado, ou, pelo contrário, não há condições, financeiras e/ou técnicas, para a realização do referido acto eleitoral e o mesmo é adiado. Onde é que está o problema? Nós temos a mania de inventar problemas onde não existem problemas. É preciso um Conselho de Estado para chegar a esta conclusão primária? Sinceramente! Se o Presidente da Comisssão eleitoral concluir que existem ou não existem condições, técnicas, para a realização do referido acto, em concertação com diversos órgãos do poder e da oposião, isto parece-me suficiente para se criar um ambiente de eventual realização ou adiamento das referidas eleições. Para quê andarem a inventar mais do que isso? E se o Conselho de Estado concluir pela realização imediata das eleições sem meios técnicos de garantia para a realização das mesmas, elas ralizar-se-ão na mesma??

    • Telavive

      22 de Maio de 2013 as 7:52

      Caro Senhor
      Infelizmente eu não o conheço mas reconheço a clareza da sua explanação. De facto não vejo razões para convocação de um concelho de estado. Mas repare que estámos num pais onde as pessoas têm muito pouco que fazer. Imagine o velho, então muito menos! Logo é natural convocar uns tantos preguiçosos para em conjunto passar umas horas a falar coisinhas, dar umas valentes gargalhadas e tomar uísque sem gelo.

  2. Mestre do costume juridico

    21 de Maio de 2013 as 14:13

    PR.Manuel Pinto dá provas que é um homem “IN” dos desafios da Republica e disposto a levar elevar a nossa Democracia ao patamar mais alto das melhores de África.

  3. Jose Rocha

    21 de Maio de 2013 as 14:24

    E so palhacada. Convocacao de CE so para fazer ingles ver porque sabe-se que a verdadeira decisao ja ha muito que esta tomada e por um so homem.

  4. Paparazzi

    21 de Maio de 2013 as 14:25

    Qua eh da eh da

  5. Jose Rocha

    21 de Maio de 2013 as 14:28

    o que e isso?

  6. Jose antoino

    21 de Maio de 2013 as 14:31

    Sabe-se que esse CE nao vai adientar nada, a decisao ja esta tomada muito antes desta reuniao.

  7. Vanda

    21 de Maio de 2013 as 15:07

    Senhor Presidente, a Lei é pra ser cumprida. Se a Lei diz q a eleição deve ser feita em julho, as diligências deviam ser tomadas a tempo. Por favor não use o factor tempo como desculpa. O povo quer eleição ainda este ano.

    • toresdias

      22 de Maio de 2013 as 9:49

      O povo quer eleições ainda este ano ou em Julho? Por favor ajuda-me a entender: como se sabe que o POVO quer eleições ainda este ano? Será uma simples presunção?

  8. inteligente

    21 de Maio de 2013 as 16:53

    eu ouvi por aí que a Comissão eleitoral está convidada para tomar parte neste Conselho de Estado, se for a realidade é uma tremenda barbaridade. Isto só pode ser mais uma montagem do Presidente da República para convenser os membros do Conselho e a população que não há condições para realização das eleições.

    Segundo os membros da comissão eleitoral já existe condições técnicas para arrancar com actualização dos cadernos, ou seja inscrição de novos eleitores

  9. Cidadão Nacinal

    21 de Maio de 2013 as 17:24

    Exmo.Sr.º Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe o Sr.º Dr.º Manuel Pinto da Costa.

    Venho por este meio informar a Vossa Ex.ª a última vez das dezenas que já foram enviados por outro meio e esta é a vista do Mundo, sobre a destruição de uma família,organizado pelo Concelho da Amadora e alguns políticos portugueses corruptos que estão a utilizar todo o meio da bruxaria para destruir uma família e indicando o dedo a minha pessoa.

    Encontro numa situação sem qualquer meio financeiro explica-me como é que faço mal a minha própria família, isto é uma aldrabice montada e organizada, o qual recorri a todo Órgão da Soberania Portuguesa, com instauração cerca de uma dúzia de processos,cerca de 23 advogados nomeados, com sucessivos arquivamentos e entreguei esta responsabilidade ao Governo português e São Tomé e Príncipe, porque isto não vai ficar assim.

    A burra da minha filha anda a esconder a pratica de abuso sexual , em cúmplice com a sua mãe,organizado no Concelho da Amadora, pelo criminosos que estão incorporado neste concelho impedindo-a de falar, obrigando-a fazer actividade esforçado na Universidade até que teve fractura na perna, a Universidade não levou a Aluna a Hospital deixando-a vir para casa com a perna partida e obrigo-a ir outra vez no mesmo dia ao Teatro, isto é um abuso de poder do Sr.º Joaquim Raposo e o Sr.º Paulo Portas, isto não vai ficar assim.

    Os Sãotomenses em Portugal são criminosos funcionam como capanga para destruir próprio Sãotomenses ao favor de terceiros, para destruir a vida das pessoas.

    O Sr.º Presidente Manuel Pinto da Costa, Vossa Ex.ªtem tido várias informações sobre factos e estão permanentemente a compactuar com políticos portugueses corruptos que manipula toda situação do sistema, por isso a Vossa Ex.ª deve agir e defender situação do situação Santomense os 18.000,00€ (dezoito mil euros) são meus valores do empréstimo bancário feito para
    fazer o meu negócio e que foi premeditado a e organizado a Burla por Funcionário do Estado o cúmplice da promiscuidade neste Concelho da Amadora.

    Espero que a Vossa Ex.ª tome alguma decisão e não esteja a compactuar com pais que pratica acção criminosa contra o seu Cidadão.

    Sem outro assunto os meus cordiais Cumprimentos.

    21.05.2013

    • Ze

      22 de Maio de 2013 as 8:57

      Estas avariado?

  10. virus

    21 de Maio de 2013 as 18:19

    Querem fazer eleições sem condições técnicas?
    Que venham.
    ESTOU À ESPERA.

  11. José M.B.M (Boia Fria)

    21 de Maio de 2013 as 18:20

    A minha modesta opinião
    Segundo a Constituição da Republica Democrática de S. Tomé e Príncipe o Senhor Presidente é o Garante da Constituição, Senhor Presidente Cumpra a Constituição a Lei que o Senhor Jurou Cumpre, não torne a cometer o mesmo erro adiando as Eleições (Poderes Local e Regional), não justifica o que é impossível justificar, vou lhe relembra os últimos acontecimentos políticos que levou a queda do Governo do ADI, o Senhor mas do que ninguém tinha doas opções, 1º Chamar a segunda força politica para indicar a figura do 1º Ministro e forma o Governo, 2º Convocar as Eleições Legislativas antecipadas , e todos sabemos que não foi isso que aconteceu, fez segundo o seu BELO PRAZER.
    Quanto as Eleições para os Poderes Local e Regional enquanto Cidadão desta Republica eu pergunto, Será que é preciso que si reúna o Conselho de Estado para si decidir?, Mas que legitimidade tem o Conselho de Estado com relação a esta matéria?
    Temos que ter em conta o que disse o Presidente da Comissão Eleitoral Nacional é a pessoa indicada para dizer si a casa esta preparada Tecnicamente, Financeiramente e as Instituições Internacionais vão colabora neste processo tendo em conta o quadro Financeiro Internacional.
    Já deveriam ser tomadas a tempo para que não teve-se o Presidente da Republica reunir o Conselho de Estado , nem que si fizesse as Eleições em Novembro deste Ano Ela deve ser feita segundo a Lei da Republica.
    Viva a R.D.S.T.P.
    Viva a Democracia

  12. complicado

    21 de Maio de 2013 as 21:50

    + 1 conselho de estado… pois STP até imita mal o pais que esta a ser Governado por troika…ao menos dava um tempo para não dizerem “pura imitação”…
    Ja me tinham dito, as coisas boas não se aprende.
    Viva Dirigentes BANANAS…..

  13. Malditos Assaltantes do Poder diz

    22 de Maio de 2013 as 8:22

    Queremos eleições este ano. O povo está a espera exercer o seu direito de voto. O Presidente já disse que o povo só tem a voz nas urnas. Então o Presidente da República deve devolver este direito ao povo. É o povo quem escolhe os seus legítimos representantes, DÊ A PALAVRA AO POVO.mARQUE AS DATAS DAS ELEIÇÕES. nÃO VEM AÍ COM DEMAGOGIA.

  14. Barão de Água Izé

    22 de Maio de 2013 as 8:55

    A questão mais importante que o PR deveria colocar no Conselho de Estado, seria: O que fazer à Economia da nossa Terra para sairmos da pobreza? E claro o 1º Ministro deveria estar presente.
    Tudo o mais é imitar o formalismo dos países ricos.

  15. E. Santos

    22 de Maio de 2013 as 9:08

    Querem que vos diga a verdade nua e crua. Este CE para mim não vale nada. Não é representativo dos São-tomenses porque a maioria que o compõe é do MLSTP ou proMLSTP. Não tem a confiança dos São-tomenses de bem, porque há pessoas com currículo sujo ou duvidoso a tomar parte deste CE.
    Para dizer a verdade a única pessoa que eu acredito que vai ao CE e não é falsa (pode ser interesseiro) é Man Dique. É o único que não tem problema em dizer o que pensa, doa a quem doer.
    De resto, ou será capacho, ou vai com tanto cheque cheque que não vai ajudar em nada, digo-vos.

  16. JOAO ALMEIDA

    22 de Maio de 2013 as 9:11

    Pinto da Costa está a agir como um presidente responsavel. Infelismente ha muitas dores de cotovelo. chupem é no dedo.

  17. Leopaldo

    22 de Maio de 2013 as 9:47

    Decepção total…com tanta coisa importante para se resolver em ST, O PR vem com essa conversa de Conselho de estado. arrependo-me profundamente de ter votado em si… o pais esta caminhando para a miséria cada vez mais…
    Temos na nossa sociedade um primeiro ministro frustrado sem ideias para rentabilização da economia do Pais, e um Presidente reformado das ideologias de governação.

  18. Budo dáuá

    22 de Maio de 2013 as 10:23

    Haja paciência!

    Reunir um conselho de estado para decidir sobre a marcação da data das eleições locais e regional? Isso não é sério.

    E esse Governo de faz de contas que parou o país, nem uma palavra.

    A não ser que o Pinto tem uma cartada na manga em que pretenderá sugerir a dissolução da Assembleia Nacional e convocação das eleições legislativas antecipadas. Fora esse quadro, não há razão. Como disse alguém. Pinto não permitiu que a 2ª força (MLSTP) formasse o governo depois da queda de ADI.

    Bem, dizem que Pinto é Pai Grande ele sabe o que está a fazer. Mas esse povo não é burro.

  19. Coisa Séria

    22 de Maio de 2013 as 11:07

    Meus caros,
    Essas eleições vão ser adiadas, quer o ADI ou não elas vão ser adiadas.
    Essas são as conclusões do CE para satisfazer os projectos do PR. Ele vai basear nas recomendações do CE para justificar as suas decisões e ficar bem na fita. Muito inteligente esse nosso presidente.
    Existe apenas uma particularidade o CE não é um orgão de soberania nem foi eleita pelo Povo.
    RECOMENDAÇÃO: Caro Dr. Manuel Pinto da Costa, para dignificar o voto que lhe dei nessas últimas eleções, mesmo não sendo do MLSTP, recomendo desapaixonadamente que adie essas eleições de julho e marque apenas uma ainda este ano cobrindo as Legislativas, Autárquicas e Regionais.
    VANTAGENS:
    1º Menos custo para a nação;
    2º Clarificação do estado politico actual;
    3º Novas oportunidades para o pais;
    4ºGarantia de ajudas externas e de mais investimentos.

    Por amor a terra: “AMAR SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE”

  20. Coisa Séria

    22 de Maio de 2013 as 11:20

    Eleições queria eu dizer.

  21. Coisa Séria

    22 de Maio de 2013 as 11:23

    Voltando a traz.
    O povo tem que saber quanto custa a nação cada processo eleitoral, porque no fundo é ele que paga.
    Se temos 2 eleições em menos de 1 ano então façamos os 2 para que a gente rentabilise o pais, que ja se encontra adiada com essas brincadeiras.

  22. Filho da Terra

    22 de Maio de 2013 as 11:54

    Na minha humilde ignorância, são palhaçadas atras de palhaçadas, agora andam nos ministérios a esconder processos e documentos, com medo de que sei lá, com tantas coisa prioritarias a sérias pra resolverem, eu lembro-mi em dezembro de 2012, ouvir Sua Ex. Sr. Presidente dizer que o Pais não pode parar temos que seguir, eu Pergundo estamos a andar, e se estamos em que rumo? talves ao rectocesso e miséria, muita pena mesmo …..

    • Adálio

      22 de Maio de 2013 as 14:25

      Subscrevo a ideia de que se não existem, momentaneamente, condições para a realização de eleições regionais e locais, não se deve andar a inventar muito num país com altos níveis de pobreza e outros problemas mais importantes para resolver. Quem não tem cão caça com gato.
      Vamos por aos factos, então:

      Primeiro: o país é pobre e não tem, neste momento, dinheiro nem meios técnicos para garantir a realização de eleições em data que a mesma deveria ocorrer. Isto é um facto real e comprovado que não pode ser contrariado.

      Segundo: A existência de problemas técnicos, de natureza eleitoral, conhecidos por todos os agentes políticos, inviabilizam a realização de eleições em data regular. Isto também é um facto conhecido por todos e indesmentível.

      Terceiro: Está programada a realização de eleições legislativas em 2014. Isto também é um facto conhecido por todos e indesmentível.

      Agora vamos para coisas que não são factos reais mas que exigem reflexão e opiniões individuais ou mesmo políticas.

      Primeiro: Se as eleições regionais e locais não podem ser realizadas na data em que deveriam ocorrer, por que razão não se criam condições para que as mesmas sejam realizadas mais tarde depois de se garantir as condições técnicas para a sua realização? Isto parece-me razoável e desejável num país em que as pessoas pensam com cabeça e não são todas analfabetas ou ignorantes ou ainda irresponsáveis.

      Segundo: Se as eleições deveriam ser adiadas pelo facto de não existirem meios técnicos para a sua realização, não seria adequado, num país pobre e sem recursos e com muitos problemas para resolver, que se fizesse coincidir a realização da mesma com as eleições legislativas poupando-se, desta forma, recursos financeiros que deveriam ser canalizados para outras prioridades?

      Onde é que está o problema?

  23. Raimundo dos santos

    22 de Maio de 2013 as 13:15

    Estas manobras são suficientemente conhecida, faz parte de uma estrategia do Presidente e os seus compassas, assaltaram o Poder que estão arrasa, na governação do pais. O grupo que assumiu o Poder sem programa, sem estrategia de Governaao. Apenas pressa do Poder, para tirarem proveitos pessoais. Pois deram Golpe ao Patrice para assumirem o Poder, mais o Presidente, abocanhou o Poder, indicando membros da sua confiança, mesmo assim resultado ZERRO. Apenas gestão paliativa. Se tivermos eleições, ADI conquista todas as Câmaras. Desta forma rumo a Victória em eleições legislativas com maioria absoluta. A barganha política desgastar financeiramente o ADI e o seu principal financeiro Patrice Trovoda, delatar eleições autarcas, Legsilativas e Presidências, todos para 2016. Enquanto isso, argumentos de falta de verba, condições técnicas, daqui a pouco os vírus vão tomar conta dos comutadores. Enquanto o Pinto e o os seus compassas vão atraz da grana, para nestes três anos, conseguir ultrapassar, a difícil situação do Pais. Moral da história, este conselho, é uma mera formalidade. Meus senhores vamos respeitar o Povo.

  24. malebobo

    22 de Maio de 2013 as 13:20

    francamente o sr.pr. de se eu não esperava esse comportamente de quem defende principios, viva republica das bananas,sobrinho pj, não mentiu

  25. Mako

    22 de Maio de 2013 as 14:36

    Abel,
    Conselho está mal escrito…

  26. Batista de Sousa

    22 de Maio de 2013 as 17:19

    Os estudantes bolseiros em Moçambique (Província de Nampula) estão preocupados com o atraso da Bolsa de Estudo, e gostaria que o Respetivo Jornal apura-se o facto. Estão sempre mudando o pessoal e sempre nos colocando na sala de espera. É de realçar que já lá vão 6 meses. Somos estudantes de Medicina e não esta sendo facíl estudar com tanta preocupação e incerteza quanto o dia de manhã…
    Obs:Gostaria que o nome não fosse publicado,pois é uma lástima passar por essas situação em pleno século que estamos,dado que o país precisa de mais Médico de diferentes área, pela falta que faz sentir no país.

  27. Batista de Sousa

    22 de Maio de 2013 as 17:33

    Realçar também que a nossa Bolsa esta ligada ao MINISTÉRIO DA SAÚDE

  28. Toni

    23 de Maio de 2013 as 0:06

    No meu entender um Concelho de Estado deve reunir as forcas políticas de um Pais, assim como figuras ilustres e com responsabilidade social e económica no Pais.
    Agora , o tema e Eleições, acto que se pratica numa democracia, e as quais devem ser realizadas mediante os respectivos calendários, tendo em conta os tempos reais dos mandatos. As verbas devem ser provisionadas e não gastas noutras coisas que ninguém sabe… Isto se se quer chamar democracia ao regime de Stp.
    Penso realmente que STP precisa de um impulso económico para se tornar um Pais interessante para os investidores, que podem trazer emprego e impostos para STP, mas assino Povo vive com 1 milhão de Dobras e os responsáveis (poucos) com alguns milhares de Euros. Meus caros dirigentes de STP Vossas Excelências sao pobres também, porque os dirigentes de Países Africanos ganham centenas de vezes mais que Vocês, sao de facto baratos….
    Respeitem a lei e a legislação e façam com que se crie riqueza para STP, o Povo vai agradecer e Vocês até podem ganhar mais algum.
    Isto e muito serio, desculpem a minha indignação perante tanta baixaria…………

  29. 3 Macucu

    23 de Maio de 2013 as 7:51

    Por favor nao vao esquecer de coisas incencias porque depois das eleçoes ainda tenhem muitas coisas para fazerem para tirar esse povovinho dessa sofrança naoééééé

  30. Budo dáuá

    23 de Maio de 2013 as 10:15

    Conselho de Estado!
    Conselho de Estado!

    Vejam as personalidades que compões o Conselho de Estado em Portugal. Compare com as personalidades dos Membros do Conselho de Estado de S.Tomé e Príncipe.

    Perfil, perfil.

  31. Filho da Terra

    23 de Maio de 2013 as 12:11

    HOJE TERREMOS FUMO BRANCO OU PRETO NA CASA COR DE ROSA, HÁ ESQUECE O HOMEM TA XUXU EPA O PESSOAL TERÁ QUE IR A MEZO-CHI

  32. De longe

    23 de Maio de 2013 as 12:23

    O velho já não vai lá, está senil.

  33. Filho da Terra

    23 de Maio de 2013 as 16:15

    Epa Fumo Preto, não haverá eleições este ano portando a coisa esta arrumada, as palhaços vão continuando fazendo as suas palhaçadas ri quem tiver dentes, mas todos irremos sofres as consequencias eu tambem !

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo