Política

“Estou esperançoso de que daqui para frente nós teremos outros tempos”

Frase dita por Gabriel Costa, com sorriso nos lábios no regresso esta segunda feira da visita a Angola. As autoridades de Luanda, mostraram-se disponíveis em ajudar na resolução dos problemas que mais preocupam São Tomé e Príncipe, garantiu o primeiro ministro são-tomense.

«Encontramos da parte das autoridades angolanas toda abertura para  ajudar São Tomé e Príncipe, na resolução dos problemas que mais nos preocupam», afirmou o Primeiro Ministro são-tomense, no aeroporto internacional quando regressava segunda – feira de uma visita de mais de 72 horas a Angola.

O Chefe do Governo, manifestou-se seguro de que foram abertas as portas para que São Tomé e Príncipe, consiga ajuda necessária de Angola para caminhar rumo ao desenvolvimento, e em contra-partida os empresários angolanos «encontrarem oportunidades de negócios aqui em São Tomé e Príncipe», assegurou.

Gabriel Costa anunciou que Angola contribui no financiamento do Orçamento Geral do Estado para este ano. Vários projectos estão identificados, desde o abastecimento de água a população, passando pela resolução do problema de fornecimento de energia eléctrica, dentre outros.

Com sorriso nos lábios, o Primeiro Ministro e Chefe do Governo, realçou que «pessoalmente estou satisfeto, estou esperançoso de que daqui para frente nós teremos outros tempos».

Autoridades são-tomenses consideram Angola como parceiro estratégico, e para Gabriel Costa a sua visita abriu uma nova era na relação entre os dois países, unidos pela história e até mesmo por laços de sanguinidade ao longo de séculos.

Abel Veiga

    39 comentários

39 comentários

  1. Pen Drive

    11 de Junho de 2013 as 8:31

    Palavras de consolo dos angolanos! Bastam-nos isso! Somos pobres e contentámo-nos com comidas e bebidas. E já agora com tapete vermelho. Daqui até a proxima visita de um outro qualquer 1º Ministro santomense. Porque este não acredito muito que volte à Angola como 1ºMinistro.

  2. zeme Almeida

    11 de Junho de 2013 as 8:40

    Estamos cá pra ver.Os saotomenses já estáo habituado a ouvir as palavras bonitas dos nossos poiliticos governantes.BLEFF

    • Lévé-Léngué

      11 de Junho de 2013 as 14:04

      Afinal não sou único e nem somos poucos ao pensar que este país está nas mãos de uns fala-baratos e oportunistas que não se dignam em olhar para o que realmente aflige este povo de pouca sorte. O desespero e a indignação atinge níveis incríveis, mas tenhamos fé que um dia isso poderá ser diferente.

      • jovens de 90 anos

        11 de Junho de 2013 as 17:19

        vamos ter paciencia meus caro , ADOLFO ITILER , FOI MUITO MAU MAS ELE DESENVOLVEU SEU PAIS , SE NOS NAO MUDARMOS DE MENTALIDADE O SISTEMA FARA POR NOS.
        DEIXEMOS DE PESSIMISMO OLHO GROÇO.

        • Raposo

          12 de Junho de 2013 as 5:36

          Mais que comparacao triste! Adolfo Hitler, e concerteza o tipo de pessoa que deveria ser esquecida uma vez que as consequencias dos seus atos todos conhecemos.Ele desenvolveu para depois destruir com uma velocidade maior.

  3. zeme Almeida

    11 de Junho de 2013 as 8:40

    Habituados{quiz dizer}

  4. zeme Almeida

    11 de Junho de 2013 as 8:50

    Falar nao custa,materializar é que é dificil,como diz nós os Saotomenses.Nao nos venham dizer posteriormente que o tempo que ainda vos resta nao o foi o suficiente cumprir o prometido.Voces já tém pouco margem de manobra na governacao.O ano 2014 está perto.

  5. Paparazzi

    11 de Junho de 2013 as 8:52

    Sempre tendeciosos.tenham esperanca e fe que as coisas irao mudar para melhor.haja paciencia e fe

    • DECA

      11 de Junho de 2013 as 10:53

      Amigo sabe alguma coisa. Se sabe conta. Eu tenho fé mas nada para pobre aqui na terra.

  6. Pânico do Banho

    11 de Junho de 2013 as 9:10

    o SRº Alcino Pinto vaidosamente mostrou o protagonismo da 1ª vez de um Presidente da Assembleia vir com um cheque nas mãos, agora é a 1ª vez de um 1º Ministro trazer um cheque com as cores da bandeira de angola nas mãos…

    • DECA

      11 de Junho de 2013 as 10:55

      Agora temos très primeiros Ministro, juntos a coisa vai andar. Com todos eles a procura de apoio vamos crescer.

  7. jose pedro

    11 de Junho de 2013 as 9:30

    Importante;
    1. Passar a acção
    2. Devolver a Rosema ao empresário angolano – Mello Xavier, pois só assim estaremos a dar sinais de serieadade

  8. jose mourinho de stp

    11 de Junho de 2013 as 9:37

    Inacreditavel, sr 1o Ministro, diz-nos por favor, o que foi fazer o Ministro da Defesa Oscar de Sousa a Angola depois do silencio total de Jose E. dos Santos quanto a sua nomeacao como embaixador. Tela-Non entrevista o sr P.M. e diz-nos como se faz politica (ou melhor politiquice) em STP.

  9. Barão de Água Izé

    11 de Junho de 2013 as 9:40

    Quando as ajudas estiverem disponíveis, espera o povo de STP que elas criem condições para o desenvolvimento do Turismo, agricultura e pescas.
    Nisso incluem-se, pelo menos: rede de águas, energia estável e acessível, rede viária, e Um Hospital digno para pessoas.
    Dinheiro a aplicar do Estado, só o mínimo necessário, desde que ele não crie dificuldades ou obstáculos à actividade económica.
    STP tem que sair da pobreza.

  10. Vai ou racha.

    11 de Junho de 2013 as 9:53

    Mas um flá sóoooooooooooooooooo……….. Queremos saber o que de concreto senhor trouxe??????????????

  11. Negro de STP

    11 de Junho de 2013 as 10:30

    Estamos nos ultimos tempos a assistir no TELA NOM o filme de um (um heroi salvador da patria contra os maus da fita)

    Conclusâo: O atual governo esta a ser levado ao colo para eleições por JORNAL TELA NON
    Mais deixo um concelho a nossa couperação externa não se esgota em Angola.

    • som

      11 de Junho de 2013 as 11:29

      Qual é a sua?qual o teu contributo?Sempre para baixo!Bô sá Pê ôôôô?

  12. osvaldo pereira

    11 de Junho de 2013 as 11:27

    Quantas visitas de altos dirigentes Santomenses a Angola nestes anos? Alguem já viu algum resultado? Sr primeiro ministro acredito que tenha sido proveitosa a sua visita mas já estamos cansados de ouvir muito não ver nada,queremos coisas concretas pois já estamos cansados de boas intenções…

  13. zeme Almeida

    11 de Junho de 2013 as 11:31

    Os discursos do Gabriel Costa nao passam do seu {Portanto e mormente}.Estas sao as que domininam todos os seus discursos.

  14. Cafendeia

    11 de Junho de 2013 as 11:39

    Angola nunca negou apoio a este pais, nos somos tímidos, temos ambições a dimensão da nossa cabeça e ao tamanho das ilhas. Assim sendo, ficamos com as mígalas.
    José Eduardo, já sentiu que o poder noa é eterno, quer saldar a divida connosco, foram muitos anos de cedência de espaço, para treinamento militar, etc. Ocupação. Obrigado presidente.

    • DECA

      11 de Junho de 2013 as 13:01

      Mundo hoje é dinamico. Apresentem projectos concretos. Nada. Coisa hoje ja náo pode passar por laços historicos, consanguinidade, etc. Muda de discurso.Sentem ponham coisas no papel bem pensadas e que beneficiem ambas as partes.

  15. Pv

    11 de Junho de 2013 as 13:08

    Mais uma vez com sorriso no rosto e um discurso que só convence aos que ja estão convencidos. Ao contrario de Timor, Angola financia projectos concretos. Como não têm projectos concretos e convincentes, o PM remete-se a um discurso virado a um futuro próximo sem poder dar mais detalhes, ou até mesmo avançar com valor.
    Será que sabem mesmo como vão resolver o problema de energia e agua em STP, ou é mais um falar só?
    Bem que gostava de ver esses projectos, ou mesmo um pequeno resumo deles.

  16. peso pesado

    11 de Junho de 2013 as 13:24

    Sabemos que nos e os santomenses somos irmãos, pois acho que os santomenses deviam procurar melhores parceiros para progredirem porque ainda nota-se que há democracia em STP. STP tem potencial natural para dar passos largos. O problema que se coloca esta no principio. Angola não é exemplo de um pais democrático. Agora eu pergunto o quê de bom que se apreende com o Governo Angolano… ?
    Temos que pensar mais longe. Temos k cooperar também com Europa, Ásia e América. Porquê que os nossos ditos Governante não cooperar ou solicita ajuda a esses países? Será o facto deles não passarem cheques, não doa dinheiro vivo? Pois, eles não aceitam fechar acordos onde o governo mete 20% no bolso. Está é a razão de não abrir o leque para esses países.
    Sejam ambiciosos governantes, só assim possam ter credito da vossa população.
    O 1º Ministro vem dizer que tem fé, como se fosse um Deus que ele fez alguns peditório. Não metas fé nisso porque é o que os governantes sempre usa para acalmar a população que tanto sofrem.

  17. Espirito Santo

    11 de Junho de 2013 as 14:18

    A onde esta 400.000,00 dolares?

  18. Vai ou racha.

    11 de Junho de 2013 as 14:56

    Shé, eu pensei que os 360 milhões de dolares chegavam agora!
    oh, nóm buiá…

  19. Libertador

    11 de Junho de 2013 as 15:33

    todos trabalhamos muito pouco para desenvolver STP. Mesmo se vier dinheiro temos que mudar de hábito de dar empréstimo em espesse, mais sim em equipamento, insumos agrícola e muita fiscalização. O país é viavel so falta trabalho sério. Com trabalho sério o desenvolvimento virá

  20. Libertador

    11 de Junho de 2013 as 15:48

    Todos nós pensamos em mudar STP, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.
    Deixa de criticar e faz a tua parte com inteligência e sabedoria. Assim fizeram outros povos no momento difícil.

  21. Albertino Bragança

    11 de Junho de 2013 as 16:24

    Epa o Gabriel tem cara de pedinte neste foto. Ele devia ser mais confidente. Epa nós precisamos que ele va la pedir dinheiro mas tem que saber fazer. Eu acho que ele deve conseguir qualquer coisa. O Abel precisa de cash.

  22. Gadi já se começa a estender as mãos!

    11 de Junho de 2013 as 16:50

    Gabriel Costa que disse que “não se pode estar de mãos estendidas” já se começa a estender as mãos????

  23. Ilha Nua

    11 de Junho de 2013 as 22:16

    Eu acho que os governantes de STP têm que deixar dessa mentalidade que têm,deixar de corrupção e por na mesa do parlamento um interesse comum bem estar da nação e o desenvolvimento do país e não a vida privada dos mesmos. País só vive de ajudas internacionais, esta na hora para os Santolas, principalmente os governantes serem criativos, investem em Sector e algo que faça a nossa economia subir. E acaba com fenómeno banho na campanha e usa esse dinheiro para fazer algo de bom que país precisa. Porque não é justo João toma 20 milhões para votar porque ele é activista e Tia Maria não recebe nada. Agora pergunto quanto voto da o João e quanto da a Tia Maria, é apenas um voto que faz toda a deferência. Stp têm que deixa essa coisa de ” leve-leve” para país caminhar para frente. Tu vais tratar de registo criminal ou documento para autentica demora tempos e é uma luta para conseguir ,TVS mostra cara de ladrão que roupa um saco de mata-bala mas ladrão que assalto Banco roubo milhões eles não mostram, STP é assim lei só funciona para L mais fraco, mas isso é muito mal porque Lei esta a cima do Presidente. Espero que os governantes mudam dessa mentalidade e faça país sair desta miséria que aumenta cada dia, e que os jornalista mostrem quem são os corruptos.

  24. Ilha Nua

    11 de Junho de 2013 as 22:18

    Aproveitem bem estas ajudas internacionais para o desenvolvimento do país e não a vossa vida.

  25. João Kibonda

    11 de Junho de 2013 as 22:34

    Há trinta e oito anos que andamos a pedir esmolas!
    Nunca, nunca mais conquistaremos a nossa verdadeira independência. Não se esqueçam que um país só é independente, quando conquista a independência económica. Ainda não é o nosso caso. Pergunto: – Quando é que este lindo país terá disponibilidade para sustentar os seus filhos? Não interessa meia dúzia viver à francesa e 95% no limiar da pobreza.

  26. Golfo 2

    11 de Junho de 2013 as 23:50

    As empresas fantoches começam a posicionar, no desencravar de estradas carroçáveis etc., para ver consegue a massa. Mas antes melhor seria ver o alvará, se esta atualizado.

  27. Malagueta

    12 de Junho de 2013 as 8:54

    Como fica a promeça dos 300 milhões de USD que o Patrice Trovoada tinha rejeitado….Segundo o SR. Dr.Agostinho Rita,os partidos MLSTP/PSD e PCD…Sera que houve mesmo esta promessa?

  28. Libertador

    12 de Junho de 2013 as 9:03

    O segredo da vida não é correr atrás do dinheiro, é sobretudo trabalhar honesto para que o dinheiro venha até nós.

  29. Maria Ricardo

    12 de Junho de 2013 as 9:18

    Sr. Primeiro Ministro deverá junto aos Tribunais rever a situação da Cervejeira Rosema. Só assim, os Empresários Angolanos poderão acreditar nos investimentos que vão fazer em S. Tomé

  30. desta terra

    12 de Junho de 2013 as 9:35

    Gabriel, os 360 milhões de USD VIERAM ou estão à caminho?

  31. Deus é Pai

    12 de Junho de 2013 as 17:15

    sei que o pais nao vai mudar nem hoje nem amanha …………………

  32. Stwart Neto

    12 de Junho de 2013 as 17:45

    Que raio de derigentes que temos? Sempre a pedir dinheiro, em Angola, na Guiné, na Nigeria. Não vão trabalhar porquê?
    Olha foram pedir dinheiro em Timor, para fazer o quê? Gastar na Assembleia para 55 pessoas. Bonito…
    Olha se pegarmos nos 1,5 milhões de USD que Timor deu a S.Tome, se canalizarmos na agricultura em projectos congretos e não em campanhas e banhos, já não seria necessário estar sempre a pedir. Façam algo. Que vergonha… vendem tudo, não fazem nada para produzir riquesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo