Política

Peritos sul – africanos já estão a corrigir anomalias na base de dados da CEN

O Presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Victor Correia, anunciou que está no país uma equipa técnica da empresa sul africana que instalou a base de dados da CEN. A Comissão Eleitoral Nacional espera que as anomalias sejam tratadas o mais breve possível.

Pelo menos 1 perito sul africano, está há uma semana a trabalhar sobre a base de dados da Comissão Eleitoral Nacional. Anomalias diversas que põem em causa a credibilidade dos resultados eleitorais, foram registadas e estão agora a serem tratadas pelos peritos da empresa sul africana que desde 2010 foi contratada pelo PNUD para instalar o novo sistema eleitoral, que inclui kits digitais e uma base de dados. « Já está no país e a trabalhar um engenheiro da empresa que forneceu os equipamentos e a base de dados, na verdade já está cá um técnico, mas prevê-se a vinda de mais três», explicou o Presidente da Comissão Eleitoral Nacional.

A Comissão Eleitoral Nacional, não avançou datas para a conclusão dos trabalhos técnicos, nem tão pouco para o início do recenseamento eleitoral. «Eu não gosto de dizer datas quando as coisas não dependem concretamente de mim, no entanto eu não sou técnico informático, portanto não conheço os meandros desta tecnologia, que está agora em fase de recuperação e melhoria, mas estamos a fazer tudo que isto fique pronto até o mais rapidamente possível», precisou.

O Presidente da CEN, fez tais declarações na última quarta – feira, a margem da cerimónia de investidura de novos membros da comissão eleitoral nacional, nomeadamente Olinto Menezes, na qualidade de representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Jornalista José Bouças em representação da comunicação social, Etelzizi Sousa do sector da  administração do território e descentralização, e o senhor Eugénio da Graça que doravante representa o partido MDFM-PL na CEN.

Abel Veiga

    14 comentários

14 comentários

  1. kosovo

    14 de Junho de 2013 as 14:21

    Caro,
    Porque sul africano? S.T.P tem potencial humano para desenvolver software para CEN.
    Será que foi mais uma dádiva ou mais uns trocos para encher os bolsos dos nossos governantes?
    Nos já somos pobres em finanças mais acredito que temos ali muitos Eng. Informáticos, Gestores de software e programadores que podem perfeitamente desenvolver aplicação para CEN. Mais uma vez temos que dar oportunidades aos nossos potencias humano. Não desvalorize-os porque quem fica a perder é o pais.
    Lacem concursos públicos senhores……

    • Cidadão Nacional

      15 de Junho de 2013 as 7:52

      Infelizmente isto é a ferida crónica dos Dirigentes políticos de São Tomé e Príncipe nunca valorizaram os Quadros Santomense por isso que o país tem tido sempre problema financeiro, pagam dobro ou triplo de salário a um ou uma estrangeiro(a), enquanto que há quadros dentro do país com capacidade de fazer o mesmo trabalho por 50% do valor ou menos em relação ao custos da mão de obra de um estrangeiro. Foi uma das situações que irritou muito o Sr.º Dr.º Guadalupe e outros que sempre têm criticado esta atitude.

      Porque vejamos quem nos dá dinheiro para ajuda e ao mesmo tempo envia os seus quadros técnicos e pessoais é com objectivo buscar de volta o mesmo dinheiro que nos deram de ajuda ou empréstimo, são jogos que os políticos ainda não entenderam , é a prática na generalidade em maioria dos países e se a contabilidade for bem feito chegamos a esta conclusão.

      Se eu quero ajudar o meu país irmão não tenho que fazer cobrança dos custos processuais ou estruturais porque sei que ele tem dificuldade financeira e económica,mas infelizmente cada um quero resolver os seus problemas e sacrificando os outros é o mundo que estamos, falo na generalidade dos casos. Bili UÊ

  2. Descendente

    14 de Junho de 2013 as 16:28

    Caso o problema centralize na competência técnica, pq não formar técnicos santomenses para lidar com essa situação quando ela aparece!!

  3. malebobo

    14 de Junho de 2013 as 16:31

    stp até quando que se começam a valorizar os quadros nacionais,tudo quanto queresmos resolver tem ser estrangeiro

  4. morcego

    14 de Junho de 2013 as 16:32

    Pois é

  5. alvaro lopes

    14 de Junho de 2013 as 17:01

    Tudo isto chera-me a situação complicada e anómala , mas era preciso tanto tempo, será que alguém tem medo de eleições? Porquê? Vamos as eleições porque é povo quem mais ordena, deixemos de brincar com a legitimidade dos órgãos políticos.

  6. Pânico do Banho

    15 de Junho de 2013 as 10:55

    Importamos uma maquina que fabrica ou restaura resultados eleitorais, ?

  7. Rectificador monofásico em Ponte

    15 de Junho de 2013 as 13:17

    É certo que STP tem muitos Eng. Informáticos, mas a pergunta é: tem alguma empresa acreditada de desenvolvimento de softwares com alto índice de fiabilidade??, A resposta é não. Não se pode pegar em Engenheiros de forma aleatória e colocar a desenvolver um software para a CEN, é necessário empresas com larga experiência na matéria.

    Antes de criticar, analisem bem. Aprendamos a ser criteriosos e auto críticos, nós Santomenses gostamos é de mandar bocas.

  8. Barão de Água Izé

    16 de Junho de 2013 as 12:09

    Os peritos Sul Africanos têm no programa de software algo que detecte a “politica” do “Banho”?
    Para quando a criminalização do “banho”?

  9. Santosku

    17 de Junho de 2013 as 9:47

    Concordo contigo plenamente Rectificador monofásico em ponte. Nós os Santomenses temos este mau hábito, criticar tudo e por nada sem ter o pensamento de outro. este problema de avaria já vem a largo meses qual dos nossos engenheiros se disponibilizaram a fazer, será que apareceu um? Mandar bocas é connosco, juizos mediocres.

  10. Santosku

    17 de Junho de 2013 as 9:48

    Rectificar “sem ter, não é sem ler opensamento….”

  11. Homem das cavernas...

    17 de Junho de 2013 as 10:21

    Vamos la ver depois de ultrapassado a questão técnica, vamos lá ver qual será a desculpa do Pinto da Costa em n querer convocar eleições autárquicas ainda para este ano.
    Bem, se calhar agora ele vai levantar a questão financeira…depois há-de aparecer Países disponiveis para apoiar.
    Talvez depois disso, o Pinto alegue que não há condições para haver eleições autárquicas, demita o Governo do Gabriel e faça um Governo de Unidade Nacional até as eleições de 2016. Aliás, pocição ja defendida pelo PCD e pelos seus amigos do MLSTP.
    Ao confirmar-se isto, de facto prova-se que este Senhor (Pinto da Costa), n sabe viver na democracia.
    Povo de Sao Tomé, esteja atento as manobras deste nosso Presidente…
    O Povo de hj ja n é o Povo de ontem, estamos atentos Sr Pinto da Costa.
    Um bem haja ao povo maravilhoso de Sao Tomé e Principe.

  12. joven de 90 anos

    17 de Junho de 2013 as 12:00

    e bom saber que estão preocupados em resolver problema m assim resolvidos este problemas também a outro ploblema para resolver e a famosa questão de banho , e preciso formar observadores nacionais para o próximo embate eleitoral quem da banho merece ficar fora da corrida eleitoral , temos que ficar aletas quem da banho tem que ser penalizado.
    banho serve para tapar as manchas dos políticos sujos . viva s tome
    viva a nossa democracia.
    abaixo ma fé

  13. jose mourinho de stp

    18 de Junho de 2013 as 12:32

    sr “Kosovo” e o sr “Cidadão Nacional” se a ignorancia pagasse imposto voces ja estariam a comer no caixote de lixo. Ha coisas que simplesmente nao se comenta. Ganhe juizo homens e pare dizer asneiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo