Política

Deputados que sustentam o Governo foram postos em “Quarentena”

A partir das 9 horas de hoje, os deputados a Assembleia Nacional debatem e votam a Moção de Censura que a ADI apresentou contra o Governo de Gabriel Costa. Os deputados dos 3 partidos que sustentam o governo, foram postos em quarentena, para evitar infecções de última hora.

Desde ontem quarta – feira, que os 21 deputados que compõem a bancada parlamentar do MLSTP/PSD, estiveram concentrados numa quinta na zona da Pinheira, numa espécie de confraternização e retiro. Pelo que o Tela Nón apurou, deputados de outros dois partidos que sustentam o Governo, nomeadamente o PCD e o MDFM-PL, também marcaram presença no retiro na quinta da Pinheira.

A Quinta, que funcionou como um centro de “quarentena”, para os deputados da maioria parlamentar, é propriedade do empresário e deputado do MLSTP/PSD, Guilherme Octaviano.

Já no final do segundo periodo de quarta – feira, o partido PCD que tem 7 assentos no Parlamento, transferiu os seus deputados que estavam em quarentena, na Quinta da Pinheira, para a Quinta dos Prazeres na zona de Santo Amaro. Vários militantes do PCD juntaram-se, aos deputados, na concentração que teve lugar na quinta que pertence a Arzemiro dos Prazeres, por sinal membro da direcção do PCD.

O Téla Nón sabe que durante a noite o MLSTP/PSD e o PCD, enviaram uma comissão conjunta que se reuniu com o Chefe do Governo, Gabriel Costa, mais a ministra da Justiça e dos Assuntos Parlamentares, Edite Ten Jua, para limar as últimas arestas para o provável escaldante debate parlamentar desta quinta – feira, sobre a moção de censura da ADI.

A história político-parlamentar são-tomense, dá razão a opção dos 3 partidos que sustentam o Governo, em colocar os seus deputados em regime de “Quarentena”, antes do debate e votação da moção de censura. Nessas alturas, vírus altamente contagiosos, designados “DÓLARES e EUROS”, tendem a infestar a casa parlamentar, deixando alguns deputados em estado de convulsão, que perdem discernimento na hora da votação.

Recéntemente, ou seja, no ano 2008 o partido ADI enquanto líder da oposição, ficou fragilizado na casa parlamentar. Cerca de 4 deputados da sua bancada entraram em convulsão. Alegado vírus os levou a se aliarem ao então governo de Rafael Branco. Passaram a condição de independentes.

Já nos finais de 2011, o partido PCD, registou um caso de convulsão na sua bancada. As análises feitas na casa parlamentar, não foram capazes de identificar claramente as características do vírus. Certo é que ao longo da convulsão, o deputado em causa, começou a ter gesticulações que o encaminhavam para a bancada do poder, ou seja, da ADI.

“Pega e não pega”, para evitar que a convulsão, ejetá-se o deputado para o terreiro da ADI, a casa parlamentar desconhecendo o vírus tão agressivo que afectava o deputado, ordenou o seu afastamento, para evitar contágios. Mas o próprio doente preferiu que fosse atendido na sala de urgências do Tribunal Constitucional.

Os médicos do Tribunal Constitucional induziram o deputado em coma profundo, que demorou 1 ano, para depois anunciar a sua morte por alegada infecção víral desconhecida.

Com ajuda do deputado do PCD, que tinha entrado em convulsão, o Governo de maioria relativa, de Patrice Trovoada, aguentou até Dezembro de 2012, fazendo tremer também alguns assentos na bancada do MLSTP/PSD.

Exactamente em finais de 2012, alguns deputados da bancada do MLSTP/PSD, que alegadamente estavam a ser ameaçados pelo vírus, decidiram se ausentar da casa parlamentar. Foram substitídos por novos deputados, imunes a tentação de qualquer vírus. A Moção de Censura, apresentada pelo MLSTP/PSD, contra o Governo de Patrice Trovoada, surgiu como uma bomba devastadora.

Não havia margem de manobra para a injecção de vírus, que deixam os deputados em estado de convulsão, o Governo caiu. Nem a artimanha política, de fazer o então Presidente da Assembleia Nacional demitir-se do cargo, evitou o colapso Adista no poder.

Agora é a vez do Governo de Gabriel Costa, enfrentar a dança de convulsões, que segundo a história político – parlamentar, afecta alguns deputados nos momentos decisivos, como a Moção de Censura.

Para evitar contágios, de vírus(dólares e euros), que terão entrado no país nas vésperas do debate parlamentar, a maioria (MLSTP/PSD, PCD e MDFM/PL), com 29 assentos, contra 26 da ADI, decidiu colocar os seus deputados em “QUARENTENA”.

Tudo fica esclarecido no segundo periodo desta quinta – feira.

Abel Veiga

    34 comentários

34 comentários

  1. Rambo

    25 de Julho de 2013 as 8:55

    Retiro na quinta do Octaviano. Cuidado para não comerem os bois/porcos que chegaram.
    Deputados comilões!

  2. desta terra

    25 de Julho de 2013 as 8:57

    Estão a gastar o dinheiro público nessas “quarentenas” ou festas nas quintas que deveriam estar a serviço de produção agrícola do país.

    São esses políticos que nós somos obrigados a ter.

  3. S.Fernandes

    25 de Julho de 2013 as 8:58

    Meu Deus que país é este? uma grande vergonha para a democracia santomense. o que será da juventude e futuro deste país? ….. os santomenses estão cada vez mas pobres e alguns senhores da nossa praça estacada vez mais ricos e ricos… só quintas e quintas alguns em barracas e barracas…..justiça, onde esta? Democracia onde esta? sinceridade dignidade onde esta? ….
    Foi para ter quintas que lutaram para independência de STP?

    • Diasporano- cv

      27 de Julho de 2013 as 13:16

      Meu caro S.Fernandes.Concordo plenamente consigo… QUE VERGONHA… isto é,a defenderem-se das possíveis vendas de consciência. É igualmente vergonhoso exibir as QUINTAS de…, que,como sabemos,surgiram das varinhas mágicas que só os políticos santomenses conhecem. É lamentável!…

  4. atento ao dossier

    25 de Julho de 2013 as 9:03

    Já tenho ouvido chamar aos virus muitos nomes,mas “dolares” ou “euros”,nunca tinha ouvido,mas concordo que devem ser virus altamente contagiosos,devem sobretudo afectar os neuronios,dos visados.
    Outra apreciação ao texto é o facto ao que parece de ser moda os deputados possuirem quintas,devem ter bons ordenados para as comprar e manter,enfim é africa no seu melhor….

  5. "Nós por cá e a nossa maneira"

    25 de Julho de 2013 as 9:08

    …..estes vírus considerados a felicidade de alguns, são a desgraça do povo que vive em situação de miséria….clamando por dias melhores na suas vidas……

    …haver vamos…..

  6. Negro de STP

    25 de Julho de 2013 as 9:36

    Durante os meus comentario neste espaço eu tenho questionado a qualidade da nossa democracia praticado por este governo!
    Muitas vezes fui mal intendido e insultado este é mais um comportamento pulitico deste governo que me trás a memoria os nazista.
    Receio a vida destes deputados no caso de votarem contra os seus partidos correm o risco de ser exterminado na camara de gas.

    Deputados de quarentena em quintas? É tudo muito estranho .

  7. Eu também sou filho da terra

    25 de Julho de 2013 as 9:37

    Afinal o fenómeno “banho” também existe no Parlamento? Que pobreza de espírito!!!

  8. Abismo

    25 de Julho de 2013 as 9:49

    Eu concordo que os deputados não são eleitos para ser contagiados por estes vírus. Isto é uma grande traição a quem os elegeu. Mas também temos que deixar de por os olhos naquilo que é dos outros. É uma mania muito feia.
    Se olhamos para os nossos dedos são todos desiguais. Um deputado na miséria dizemos “DESGRAÇADO” e quando tem quinta é porque roubou.
    À onde vamos deste jeito?
    Francamente!!!!!!!!!!!!!

    • joão pedro

      25 de Julho de 2013 as 13:52

      Ouve-lá,que contributo deste a este debate com essas tuas piadas palavrasosas,sem nexo?

  9. malebobo

    25 de Julho de 2013 as 9:59

    veja, so tipos de deputados que temos no parlamento, já estão pensar no banho, gentes sem degnidade

  10. trindadense

    25 de Julho de 2013 as 10:41

    muito bem Abel viegas muito bem tela non bom trabalho ..

  11. Joao Batepa

    25 de Julho de 2013 as 10:46

    Facil. Basta ofercer quitas aos que ainda não têm para cair o governo.

  12. francisca

    25 de Julho de 2013 as 11:53

    Gabriel Costa foi excelente na sua intervenção.

    • raposo joaquim

      26 de Julho de 2013 as 4:18

      Francisca, qual é afinal real objetivo deste espaço concedido por tela non?
      Será que é um espaço de venda? Por acaso Gabriel costa sabe o custo de chegar poder? Não vês que esta é mais uma moção de Censura Parlamentar? Para ADI medir a sua força. O Gabriel não precisa do ADI para ele gaguejar, próprios os donos da maioria é vão pô-lo a gaguejar.

  13. João Rodrigues Serôdio

    25 de Julho de 2013 as 11:53

    Esta peça jornalística,é do mais hilariante que li nos últimos tempos.A discrição que é feita dos deputados,faz lembrar a peça de teatro “A Gaiola das Malucas”,com um único senão,os actores em causa são tão maus,que não têm ponta por onde se pegue.Enfim,cada Um olha por Si,que Deus olha por Todos.

  14. Ganho em malha aberta... Imparcial até um dia

    25 de Julho de 2013 as 12:22

    Qual é o mal os partidos reunirem-se para alinhar as suas estratégias políticas?

    Nenhum deputado que la esteve foi obrigado a la estar.

    vocês estão a perder a noção da palavra “partido”(equipa).

    Santomenses criticam tudo, aprendam mas é a fazer as coisas acontecerem e deixemos de ser “manda-bocas” e mais, deixem de ficar a espera que o estado os dê dinheiro.

    Nós não sabemos o que queremos. Ora então escolhemos: Democracia e capitalismo

    Aprendam a viver com isso.

    Para um São Tomé e Príncipe melhor!

  15. francisca

    25 de Julho de 2013 as 12:25

    Os deputados do ADI são fraquíssimos. Levy, Arlindo e outros são muito fracos. Perderam a batalha no Parlamento.

  16. Mira Cardoso

    25 de Julho de 2013 as 12:41

    Descrição melhor do que está, certamente não teria o mesmo impacto. Excelente texto, Téla Non. Só espero, para o bem da democracia e de STP, se descubra um antibiótico para esse “vírus”

    • raposo joaquim

      26 de Julho de 2013 as 4:19

      Muito bem visto, congratulo consigo

  17. Gandu

    25 de Julho de 2013 as 12:58

    Custa-me entender como partido PCD ainda tem militante em STP, com todo esse maleficio que representante deste partido tem acometido para povo de STP. Fala sério!

  18. zeme Almeida

    25 de Julho de 2013 as 13:05

    Estao com medo de cairem de paraquedas.Que brincadeira de mau gosto.

  19. zeme Almeida

    25 de Julho de 2013 as 13:19

    Afinal tém medo do Patrice Trovoada?Homem é mesmo forte financeiramente e muitos temem que outros sejam infestados com o virus de dollares e euro!Que grande vergonha

  20. boquita

    25 de Julho de 2013 as 13:40

    Um meu boquito é deputado, se esta de quarentena, eu também preciso de dinheiro para as despesas de escola e renda de casa.
    Podem reunir, fazer chantagens, o resultado já se sabe.

  21. Vagi Ngola

    25 de Julho de 2013 as 13:57

    Só estão reunidos arranjando meios e estratégias para melhor enganar este povo coitado!

  22. toresdias

    25 de Julho de 2013 as 16:58

    Deixem de fazer politica com o arroz. Sendo o arroz podre ou não, a verdade a qualidade do arroz pelo menos pela sua apresentação era bastante suspeitosa, mas o pior pelo seu preço unitário em saco de 800mil dobras, as pequenas barracas não tinham outra alternativa para vendê-lo a menos 20mil/kilo. E no mercado havia um arroz que a qualidade não se compara com aquele que já era mais caro mas chegou a ser vendido a 23mil/kg, e se calhar com tendência em baixar se não houvesse a decisão precipitada do governo em fazer política com arroz. Hoje parece que o arroz objeto central da moção de censura não está sendo comercializado, mesmo assim ninguém reclama falta de arroz. Se o Delfim quer vender arroz que o faça sem governo as costa… Bem feito por tudo que tem acontecido por causa do ARROZ.

  23. filho da terra

    25 de Julho de 2013 as 19:48

    povo é que tem de abrir os olhos se não vai surgindo mas e mas quintas e banquetes, recorde-se que a revolta que ouvi em Brasil foi devido alguns sentimos que o governo queria aumentar no imposto

  24. raposo joaquim

    26 de Julho de 2013 as 4:05

    Gostaria de agradecer veemente, esta noticia detalhada transmitida aqui por tela non, confesso que ouve um momento que pensei que a redação do tela non estava ao serviço da maioria parlamentar e do governo, com esta noticia clara e transparente retiro a minha suspeita e desejo continuação de boa conduta, jornalística.

  25. bmw

    26 de Julho de 2013 as 8:59

    para são todos farinha do mesmo saco, quer os que estão no poder, quer os da oposição. blá…blá…povo já esta cansado. Época da campanha todos têm dinheiro,e pq não fazerem agora mais escolas,postos de sáude,passeios da marginal que esta uma miséria,etc.

  26. Calo Duro

    26 de Julho de 2013 as 9:53

    Adorei esta sessão Parlamentar.
    Adorei a incapacidade e o jeito do G. Costa em dar curvas e não poder responder exactamente as perguntas que lhe foram feitas.
    Adorei a feição do Delfim com a queda da máscara. Acabou Delfim!!! Gabriel não conseguiu virar-se para te defender. Era muita carga para o coitado.
    Adorei a falta de autoridade do Alcino Pinto e do Gabriel em Manterem na plenária um mascarado (BUFADO). Somente faltava o GC e AP porem o chapéu de Danço nas sua cabeças, vestirem o Jorge Amado de vermelho (Logôso), darem um tambor á Elsa Pinto para que o toque (DANÇO CONGO) começasse.
    Viva STP
    Disse e fui

  27. Nada sabe

    26 de Julho de 2013 as 10:50

    Estes comendarios demostra claramente a honde vai chegar São Tomé e Principe.

    O povo santomense esta disgraçado com esses que dizem ser representate do povo.
    Será que algem que vive na mizeria consegue ser contaminado por algo que vem para o mal ou essa mesma pessoa ja pertence ao mal

  28. luisó

    26 de Julho de 2013 as 20:06

    Ao que isto chegou.
    Foi preciso por os deputados de quarentena para que não fossem contaminados pelos dólares ou euros que poderiam fazê-los mudar de posição ou voto nesta moção.
    Só tenho uma coisa a dizer:
    demitam-se já porque não têm pouca vergonha na cara e não merecem o lugar que ocupam que é um lugar de honra, porque foi o povo que vos elegeu para o representar e o resultado é este: VENDIDOS.

  29. Kuá flogá

    27 de Julho de 2013 as 14:06

    Compatriotas, filhos da Terra, asseguremos bem a nossa bandeira, a nossas conquistas, a nossa liberdade e a democracia, abaixo o inimigo do povo, abaixo a neo colonização, unidos venceremos a luta continua até a vitória final. Não deixemos o nosso país e o povo em mãos alheias em braços de quem só quer servir dele para o seu belo prazer e por cima atacar, os naturais da terra para implantar estrangeiros, até o dito cujo investe nos estrangeiros para desestabilizar o negócio dos nacionais, ele quer acabar connosco mas S.Tomé poderoso e Santo António não dormem, eles estão aqui para proteger os seus filhos dos lobos vorazes, dos famintos e dos malfeitores.” Santomé flá quá pá dá gato a cá tila da lato”. Senhores, os Santomenses é que deviam dominar o comercio no país, isso é que significa conquista da independência económica que vimos lutando a séculos.
    Saudações fraternais.

  30. Toni

    27 de Julho de 2013 as 21:02

    Ridículo !!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo