Política

MLSTP analisou com Gabriel Costa aspectos da governação

O Primeiro Ministro Gabriel Costa foi o convidado especial da última reunião da Comissão Política do MLSTP. Uma reunião onde aspectos da governação foram analisados de forma minuciosa. MLSTP reafirmou apoio incondicional ao executivo e propôs algumas acções a serem implementadas.

Foi uma comissão política especial, onde o Primeiro Ministro Gabriel Costa, detalhou vários aspectos ligados a governação, para esclarecimentos dos membros da comissão política do MLSTP.

O partido exortou o chefe do Govero a adoptar medidas urgentes « no quadro orçamental, passíveis de atender as necessidades mais prementes das camadas sociais mais vulneráveis da nossa população, como, por exemplo, os jovens estudantes e empreendedores, mulheres, taxistas, pescadores e pequenos agricultores».

MLSTP disse a Gabriel Cosa, que quer mais acções, nomeadamente no relacionamento com os sindicatos. «A urgência do XV Governo Constitucional prosseguir um diálogo construtivo com os mesmos, tendo sempre em vista o cumprimento da legislação vigente e as reais capacidades financeiras do País», sublinha o comunicado da Comissão Política do MLSTP enviado a redacção do Téla Nón.

O maior partido do Governo ripartido, pediu maior atenção do governo para com a comunicação social estatal, que enfrenta graves problemas de funcionamento.

Também houve ecorajamentos ao Governo. «Encorajar todas as acções que permitam melhorias na prestação de serviços ao nível de Saúde, da Segurança Social e da Educação», diz o MLSTP.

O partido que mostrou sinal de STOP ao Primeiro Ministro, em relação a poposta de lei para reforma da justiça, conversou desta vez com Gabriel Costa sobre todas as matérias da actualidade política, social e económica.

No final, ficou reforçada a confiança do MLSTP, no Goveno de coligação tripartida que Gabriel Costa lidera. «Reafirmar o seu apoio ao XV Governo Constitucional, encorajando-o a prosseguir e implementar políticas conducentes à melhoria da imagem externa do Estado são-tomense», frisa o comunicado.

Gabriel Costa, tem confiança e encorajamento do MLSTP para captar financiamentos com vista a execução de projectos estruturantes, nomeadamente a construção do porto em águas profundas, a barragem hidroeléctrica de Yô Grande, reabilitação das estradas e o abastecimento das populações.

Comunicado na íntegra – Comunicado da Comiss-o Pol-tica Nacional do MLSTP (1)

Abel Veiga

    10 comentários

10 comentários

  1. Maria não dá? Será?

    16 de Outubro de 2013 as 17:02

    Só tinham mesmo que reafirmar o apoio a este governo, porque o pacto que fizeram um pacto com DIABO, a saída de um causa a morte de todos os coligados. Então, o que resta só chantagens e palhaçada de “reafirmar pacto de confiança”.
    Coitados

  2. eu vi documento

    16 de Outubro de 2013 as 17:47

    Meus senhores, por favor digam me quem é serio neste pais?
    Será que existe alguém capaz de assumir como pessoa seria nesse pais?
    O Lider do MLSTP tem coragem de assumir que é serio?
    Por favor não faça povo de otario por mais tempo.
    Qual a verdadeira razão desse convite? Convencer o Gabriel Costa a assinar o acordo secreto de que garante vossa reforma?

    • eu vi documento

      16 de Outubro de 2013 as 17:54

      Quem esconde mentira também é mentiroso….. Sr. Gabriel Costa:
      Não basta criticar o outro ( lembra tudo que fez Patrice e disse do seu governo)…. se Sr. é tão serio assim como tenta mostrar… vai a televisão e expõe ao povo a proposta milionária que MLSTP lhe fez e diz porque recusou assinar…… mostra a sua coragem ( ou tem medo de ser demitido no dia seguinte e perder o conforto que se habituou desde Novembro de 2012)

      • Observador

        17 de Outubro de 2013 as 8:50

        Acredita, por muitos defeitos que ele possa ter, acredita mais uma vez; nunca quereirá por esse nosso belo PAÍS em CAOS CAOS, nem querer vendo-lo a quaquer preço aos radicais. ÁRABES/MULÇUMANOS. Por isso é que o PATRICE EMERY TROVOADA tem vestida o Ropão a fim de poder vender a TERRA onde o mesmo não o seu imbigo.

  3. joão pedro

    16 de Outubro de 2013 as 19:14

    Em S.Tomé o que vale ainda alguma coisa é o povo humilde, de resto não vale nada. Mas alerto que, não se deve sentir orgulho em ser demasiadamente humilde.
    A politica em S.Tomé é igual ao nível do futebol q se pratica em S.Tomé,comparando com o futebol q se praticam em paragens organizadas.

  4. jorge desalmado

    17 de Outubro de 2013 as 8:26

    Tenho medo, mas muito medo mesmo. O MLSTP continua a enganar este povo ha 38 anos. Nos da UDD sabemos deste documento mas so estamos a espera de um passo em falso do dr Gabriel Costa para abandonarmos o barco. Mesmo presidente Diogo esta atento. Nos nao somos e nao seremos BOBOS do MLSTP.

  5. Verdade

    17 de Outubro de 2013 as 8:28

    Este “primeiro ministro” está em coma! pode apagar a qualquer momento!

  6. Bem de S.Tomé e Principe

    17 de Outubro de 2013 as 9:11

    Deus abençoe todos aqueles que honestamente, disciplinadamente e com sentido de patriotismo estão evidando esforços para o bem estar dos santomenses e de S.Tomé e Príncipe.

  7. Pago paga pago

    17 de Outubro de 2013 as 10:50

    Cada um defendendo o seu partido donde recebe algumas migalhas dos responsáveis.
    Todos colocando toda culpa nos dirigentes deste pais fingindo que são povos. Eu pergunto, quem são os dirigente e quem é o povo? Quando não está no poder é povo e quando está no poder deixa de ser povo?
    Ainda sou muito novo e ando muito confuso sem saber quem é quem. Vi ao meus avôs criticando os dirigentes, vi os meus pais criticando os dirigentes será que vou ter que herdar este hábito? Não ter nenhuma solução, não mexer nenhuma palha e só ficar ai a criticar os dirigentes?
    Francamente que já não sei o k fazer!

  8. João Henriques

    18 de Outubro de 2013 as 17:10

    Coitadinho do Jorge Desalmado. És mesmo da UDD? Diga de que acordo se trata se tens tanta certeza. Vcs do ADI, siceramente…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo