ADI vai interpelar o Governo sobre as negociações em torno dos barcos do contrabando

O maior partido da oposição exige que o Governo vá ao parlamento para explicar aos deputados e a nação, todos os contornos das negociações que permitiram a libertação do navio Merida Melissa.

Apanhados na prática de contrabando, nas águas territoriais são-tomenses, segundo a sentença do Tribunal, os dois navios, Merida Melissa e Duzigit Integrity” foram detidos pela guarda costeira em Março passado.

No passado sábado Merida Melissa, deixou as águas territorais são-tomenses, no quadro de um acordo com o Estado são-tomense. A outra embarcação que transporta mais de 8 mil toneladas de combustível e que em Março passado se preparava para fazer o transbordo de combustíveis, para Merida Melissa, há cerca de 6 milhas da costa são-tomense continua retida ao largo da ilha de São Tomé.

ADI, quer explicações do Governo sobre as negociações em curso e que permitiram a libertação do navio Merida Melissa, ainda mais quando por deisão do Tribunal, as duas embarcações passaram a ser propriedade do Estado são-tomense. « Sabemos que há decisões judiciais que foram tomadas, houve condenação de 3 anos de prisão aos capitães e 5 milhões de euros de indemnização ao Estado por danos patrimoniais e a confiscação dos navios», declarou Arlindo ramos, deputado da ADI, que entregou à mesa da Assembleia Nacional, a proposta de interpelação ao Governo.

ADI, considera urgente a interpeleção do Primeiro Ministro Gbriel Costa e o seu governo, porque o navio Merida Melissa, zarpou das águas territoriais nacionais, de forma espantosa. «Para o nosso espanto um dos navios, Merida Melissa partiu e não sabemos porquê, e o outro permanece. De acordo com documentos que temos na nossa posse várias cartas endereçadas pelas empresas e por instituições internacionais, achamos preciso chamar o governo para no âmbito daquilo que são as funções dos deputados, o Governo esclarecer todos os contornos que houve em relação à negociação organizda pelo Governo», acrescentou o deputado, ex-ministro dos Assuntos Parlamentares e da Administração Teritorial.

ADI, diz que a sua decisão de interpelar o Governo visa, esclarecer a nação, e ao mesmo tempo evitar a especulação sobre o caso. «Que a comissão negocial criada pelo Governo nos apresente os resultados desas negociações de forma a que a população saiba o que se passou com os barcos que são património do Estado são-tomense. É nosso objectivo evitar que se especule muito sobre este assunto», concluiu.

O Téla Nón sabe que a proposta de debate apresentada pela ADI já está na mesa do Presidente da Assembleia Nacional que deverá agendar a sessão plenária para interpelação do Governo

Abel Veiga

  1. img
    zeme Almeida Responder

    Muito bem partido ADI,queremos ser muito bem informados por esta negociata.Espero que seje um debate aberto.O povo agradece

    • img
      Mixídají Responder

      Se a ADI quer explicações dos navios e dos negócios decorrentes destes navios, que perguntem ao Director Comercial da Bluesky STP, que hoje é o vosso militante.

      Se não sabem vou vós dizer perguntem tudo ao SALVADOR DOS RAMOS, EX- MINISTRO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS.
      Chamem ele e interroga-lo.

      • img
        António Menezes Responder

        Está nervoso? Deixe que o ADI faça o seu papel de oposição. Então o MLSTP sempre acusou o Patrice de negociante, agora vamos lá discutir isso e por as coisas as claras.

  2. img
    B-13 Responder

    Que a verdade venha a tona, e que todos nos possamos de uma vez por todas saber de facto o que realmente passou .

  3. img
    CEITA Responder

    então tudo isso que passou foi difamação e jogos políticos dos famosos barões da nossa praça. haver vamos, afinal de quem é negocio? depois de ler tanta versão acabei de ficar maluco.

  4. img
    arroz podre Responder

    Esses jovens do ADI estão a dar dôr de cabeça ao Pinto da Costa e os assaltantes do poder.
    O Gabriel disse que iria ser transparente e quando tivesse que fazer alguma coisa iria perguntar a Nação, cadê?
    Eles não aguentam, vão morrer todos nas urnas.

  5. img
    Aristides Barros Responder

    É bom que ADI já se recorda que o Governo deve prestar contas no Parlamento.

    • img
      Alexandre Responder

      Sim, agora esperemos que esse governo faça o que ADI não fez. Vá ao parlamento e dê as explicações ao povo.

    • img
      Gustavo Vilela Responder

      Assino em baixo.

    • img
      Rui Barros Responder

      Bem feito para o Gabriel Costa. O ex Bastonário da Ordem dos advogados esqueceu-se do velho ditado ” camarão que dorme a agua leva” senão vejamos:
      Se o Governo fosse capaz de pôr efectivamente o Ministério Publico a funcionar para dar resposta a todas as queixa-crime apresentadas contra os dirigentes do ADI que são mna verdade os maiores corruptos deste país todos ficavam calados. O caso do Barco é um exemplo claro disso. Em que período os barcos estavam a fazer contrabando nas nossas aguas? Todos sabemos que foi na governação do ADI. Os comandantes do navio disseram nos tribunais que estavam a fazer negócio escuro no território santomense ao mando de um alto dirigente do XIV governo chefiado por Patrice Trovoada. Esta afirmação não carecia de uma explicação clara de todos os membros do então governo? O que fez Ministério Público? Nada! Agora o verdadeiro ladra e corrupto é que está a chamar ladrão a aquele que nada tinha a ver com a assunto. Se o MP esclarece-se a questão da transferência de 624.000 euros para BGFI no Gabão denunciado pelo Gabriel estes senhores do ADI teriam voz para chamar alguém de corrupto? Fala-se de entrada de muito dinheiro no país através dos dirigentes do ADI que deslocam a Lisboa para receber o Patrice e servirem de portador do dinheiro para campanha. O que tem feito as Alfandegas e serviço de Migração sobre a matéria? Nada. Diz-se por ai que o senhor Patrice Trovoada comprou um palacete em Portugal por 5 milhões de euros. O MP pediu através de uma carta rogatória a investigação do caso em Portugal? Ao que se sabe nada. Os jovens inocentes do ADI e os dirigentes “engraxadores” do Patrice chamam os seus adversários políticos de corruptos e ladrões, tudo bem não é tão difícil dizer! Mas sejam no mínimo honestos em perguntar ao vosso chefe Patrice de onde vêm os seus rendimentos de milhões? A política deve ser feita com um mínimo de essência para diminuir um pa dose de hipocrisia. Fui
      Gabi, bô só Góloê! Agora prepara-te para o Debate, espero que ganhes este debate, boa sorte!

    • img
      Biz Responder

      Força ADI, partido responsável, gente de cabeça.

      Gostei da vossa atitude. Não fizeram como os outros que quando supcionavam algo que não estava claro, partiam para declarações insultosas, colocando em frente jovens avidos de poder, e passavam na TVS, insultavam o primeiro ministro, envez de colocar as questões em sede própria. Muito bem, dexinen fla, povo té uê ca bê tudo qua çê. Inen queçê cuma quega ca passa canoa, ê cá ndá cu sintá nahuá ê. Povó na ça burrrrrrrrrrrrrrrro fá êêê, anti plé contrario, inhen angolano flãn, cuma inén gente çé so ça burrrrrrrrrrrrro êêêhhhhhhhhhhhh.

      Um bê moêê.

  6. img
    Lévé-Léngue Responder

    Esses gajos do ADI que vieram com barco pirata pra São Tomé, agora estão a fingir que ñ sabem de nada…o governo esta a resolver os problemas que eles aranjaram….malandros

    • img
      PARABENS Responder

      Não entendi. Queres dizer que o ADI trouxe os navios e a Troika governamental anda a comer dinheiro? O ladrão está a roubar o ladrão?

    • img
      VOZ DO POVO Responder

      Sr. léve querio que o governo do ADI deixa-se o barco contrabiar no nosso pais e não fizessem nada? que pouca vergonha da tua parte, como que um barco preso deixa o nosso pais sem mais sem menos? o q os deputados de ADI estão a fazer e muito bem povo de S.T.P tem que esta esclarecido sobre esse assunto que nos diz respeito.
      Esse te comentario é pobre e muito baixo seja la qual foi o governo que prendeu barco o governo do MLSTP/PSD não pode deixar o barco sair sem dar explicaçao ao povo, chega de malandragem em STP. Não tenho partido nenho mas gostei do que os depotados do ADI estao a fazer.

  7. img
    Carlos Santos Responder

    Quem mata com ferro com ferro sera morto,quantas vezes os deputados quis ouvir anterior governo de Patrice Trovoada em que Arlindo Ramos erra ministro de assunto parlamentar que numca compareceram na assembleia que levou a queda do anterior governo o actual governo vai se quiser…. quem mata com ferro com ferro sera morto

    • img
      carlos Responder

      è por isso que o pais está como está ninguém respeita o estado.
      e quando voltar a oposição deve exigir o que?… se quer quer promover a vingança. Pense no todo não em cada um

    • img
      Biz Responder

      Verdade sim, “quem mata com ferro, com ferro será matado”, agora entendo porquê a Troika está a ter tento problema, se continuarem assim eles serão liquidados na urna, para bem deste povo e desta nação. Deus é grande êêê. Santomé plodoso !!!!!!!!!
      Inhé que muê, há balha dinê ô?

  8. img
    nilton ferreira Responder

    sr Lévé-Léngue nao seja ignorante homem.

    • img
      tlabâ sâ lenço Responder

      sr nilton, tu és parvo ou quê? como é que um governo, não de satisfação a sembleia,e os deputado dos facto acontecido no pais? que se tratava de um negocio obiscuro, então quer diser que o negocio ainda continua na mesma situação( obscuridade), esntão esse governo também é malandro…. fui

  9. img
    Verdade Responder

    Temos que saber o que é os actuais dirigentes andam a fazer com esse negócio de navio que tanto está a manchar a imagem do país. Muito bem ADI! Força! Dirigentes chamados a tribunal internacional!!! Que vergonha!!!! Daqui a bocado vamos ouvir que um deles foi detido em França, Alemanha ou num país qualquer. Fôgo!!! Esses indivíduos estão a dar cabo deste país!

  10. img
    Eusebio Neto Responder

    Agora sim, a ADI esta a comporetar-se como um partido politico e da oposicao. E assim que se faz num regime democratico. Interpelar as autoridades em exercicio, criticar o que estiver mal, propor solucoes e disputar as ligas eleitorais. E de se aplaudir a dsecisao da ADI de chamar o governo ao parlamento para dar explicacoes que o povo precisa. No entanto acredito que, durante esse debate que promete, (in)justificadamente nao faltarao estilhacos a cair nos telhados de vidro de muita gente, nuitas organizacoes e ate “desconhecidos”. O negocio dos barcos em questao e muito grande, ou melhor, envolveu e prometeu muito dinheiro. A captura dessas embarcacoes deixou muita gente nacional e nao, “descapitalizada” e/ou frustrada. E bom estarmos prevenidos porque essa luta vai continuar e com mais violencia. Mas nenhuma instituicao seria existente neste mundo, tera a coragem de ignorar o direito e a soberania que a RDSTP legalmente exerce na zona onde os barcos foram apanhados.

  11. img
    João Henriques Responder

    Agora tudo é negociata, não é sr Zeme Almeida.Quando foram verdadeiras negociatas, era tudo limpo não é? Fala sério.Andaram a contestar a decisão judicial, mas agora ela é boa? Gente incoerente…

Deixe um comentario

*