Diálogo Nacional avança com partidos políticos e a sociedade civil

Já foi constituída a comissão para Diálogo Nacional.As forças políticas, económicas e sociais, são envolvidas no processo que visa criar consensos para com a colaboração de todos o país de todos, encontrar solução para os problemas que comprometem o seu progresso.

DIÁLOGO NACIONAL ENTRE AS FORÇAS POLÍTICAS, ECONÓMICAS E SOCIAIS PARA A FORMAÇÃO DE CONSENSOS TENDO EM VISTA A SOLUÇÃO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS NACIONAIS

COMISSÃO DE PREPARAÇÃO

COMUNICADO


1. Com o objectivo de preparar um Diálogo Nacional entre as forças políticas, económicas e sociais para a busca de consensos tendo em vista a solução dos principais problemas nacionais, por solicitação de todos os Partidos, com e sem assento parlamentar e das organizações da sociedade civil, o Presidente da República reuniu-se com os Partidos ADI, MLSTP, PCD e MDFM, no Palácio do Povo, na passada quinta-feira, 28 de Novembro de 2013, onde foi criada uma Comissão de Preparação do dito Diálogo. Saliente-se que por questões de natureza interna ao ADI, este Partido decidiu não integrar à referida Comissão antes de ver resolvida questões a serem debatidas em encontros bilaterais com os outros Partidos com assento parlamentar.

2. Dando sequência aos trabalhos anteriores, o Presidente da República reuniu, hoje, 3 de Dezembro de 2013, pela primeira vez, a Comissão de Preparação do referido Diálogo.

3. Nesta reunião, em que participaram, os membros designados pelos Partidos MLSTP/PSD, PCD e MDFM/PL, tal como assumido por estes Partidos, aprovou-se a Acta da reunião de 28 de Novembro de 2013 e decidiu-se sobre a organização interna e o mandato a ser implementado pela Comissão de Preparação.

4. Aprovou-se por unanimidade que a Comissão de Preparação é presidida pelo Presidente da República. Igualmente, por unanimidade, aprovou-se que as reuniões da Comissão realizam-se no Palácio do Povo e designou-se o Porta-voz do Diálogo na pessoa de Amaro Couto.

5. Após debate, criou-se uma equipa de trabalho composta por Amaro Couto da Presidência da República, Carlos Gomes do MLSTP/PSD, Sebastião Santos do PCD e por Eugénio Tiny do MDFM/PL.

O Grupo de trabalho deve, dentro de 24 horas, apresentar a Comissão para discussão e aprovação todos os aspectos relacionados com a preparação do Diálogo, incluindo os temas a serem submetidos ao debate, os convites aos órgãos de soberania, aos partidos sem assento parlamentar, aos parceiros sociais e a outras organizações da sociedade civil, as confissões religiosas e as pessoas individuais a serem convidados.

Palácio do Povo, em S. Tomé, aos 3 de Dezembro de 2013.

  1. img
    zeme Almeida Responder

    Gostei.Tudo a vosso gosto o ADI esteve estará de fora,enquanto o povo nao decidir nas urnas.Na democracia sempre foi assim com a oposicao e posicao contraria.

    • img
      toresdias Responder

      Zemé, chamo-te atenção, se esta a estratégia do ADI em ser um partido fora da sociedade santomense, desconhecedora dos seus problemas e do mundo no seu todo, ou ser o designo de eu só, sozinho,unico,e mais ninguém, estão fritos pq a bala mais uma vez vai sair pela colatra.

      • img
        Quem saberá o futuro Responder

        Bala não é, ele é do ADI, tiro só é que costuma sair pela culatra.

      • img
        H. Borges Responder

        Alguém pode me explicar pk que o sistema de votação dos comentários é lento ou rápido em dependência da votação positiva ou negativa de certos comentários?

        • img
          Téla Nón Responder

          Enfim….

          • img
            H. Borges

            AH! A resposta do Téla nón circunscreve-se simplesmente num”enfim”. O enfim pode querer dizer muita coisa. Bem, o importante é que por agora, parece que o problema desapareceu. Espero que continue assim, embora ninguém tenha esclarecido objectivante a minha “ignorância” ou desconhecimento sobre motivos das dificuldades técnicas com certos comentários.

  2. img
    Amigo Responder

    Muito digno da parte Sua Exa Presidente da República Dr. Manuel Pinto da Costa assumir a presidência desta comissão. O povo já aguardava este consenso a bastante tempo. É preciso união para mudarmos STP, nenhum partido político conseguirá sozinho. ADI deve deixar de desconfiança/orgulho e abraçar essa causa nacional.
    Parabéns PCD por ter tido a iniciativa.

    • img
      Me Zemé Responder

      Essas conversas do sr presidente em chamar a sociedade civil é que acho estranho, pois ele foi sociedade civil durante 20 anos, nunca participou em fóruns e muitos debates que houveram a discutir o futuro do país e que rio de coisas foram faladas e escritas, agora como presidente está a chamar a sociedade civil…enfim, só como presidente é q o cidadão Pinto da Costa pensa no futuro do país, acho pouco patriótico, pois 20 anos da sua vida não quis saber da terra…

      • img
        António Menezes Responder

        Nada mais. Veja só o Nelson Mandela. Libertou o Pais, fez um mandato e saiu. Nós por cá. Governam, estragam tudo, repousam e depois voltam a destruir. Ainda por cima dizem que o Mandela é um exemplo.
        Credo…deixe o povo em paz ou querem sair de poder ainda mais manchado? Quero que façam discussões abertas, mas sei que vai ser impossível, pois o que vai passar é eliminar mais outras pessoas, que tiverem o pensamento diferente a dos do MLSTP E PCD.

  3. img
    Saotomense Responder

    Parabéns a todos os partidos políticos de assumiram integrar esta comissão. Culpar um ao outro não resolverá o problema de Sao Tomé e Príncipe, todos nós temos culpa por Stp estar deste geito, MLSTP, PCD, MDFM, ADI pk foram governo, nós cidadãos comuns que estivemos nas direções k não souberam dirigir, técnicos ke não produziram, cidadão k suja a rua e destroem coisa pública, todos. Por isso é hora de todos contribuirem para melhorar o país.

  4. img
    Nacional Responder

    Força Pinto da Costa…
    Trabalha e esquece ADI eles vão chorar quando chegar eleição…
    É pra saber…

  5. img
    homem honesto Responder

    Esse trabalho que o Presidente da República está a propor, já foi feito pela equipa chefiada pelo Filinto Costa Alegre e que faziam parte, Maria das Neves, Joaquim Rafael Branco, Armindo Aguiar, Olinto Daio etc.
    Onde anda as recomendações deste trabalho que foi pago muito bem à essa equipa?
    Será que o trabalho acima não interessa á esse grupinho?
    O Sr. Presidente está esquecendo que cada partido apresenta ao seu eleitorado o seu programa.
    Então as recomendações que irão saír desta comissão não irá engajar ao partido que ganhará as eleições no ano 2014.
    Com a idade que o Sr. Presidente tem, deveria fazer algo que fosse real.

  6. img
    armando Responder

    O Pais esta tao mal que o Presidente da Repulica e o seu Governo nao conseguem dar um rumo ao Pais, precisa agora de reunioes e ate com a sociedade civil para encontrar solucoes para um arquipelago tao pequeno, quando a maior parte desses governantes tem vida feita em STP e no estrangeiro. Uma pouca vergonha, STP com estes homens nao tem futuro. Precisa-se de novas cara com objectivos claros e concretos a atual conjuntura. Deus ha de defender este Pais… Que situacao.

  7. img
    Por bem de s.tome e principe Responder

    FRENTE que é caminho.
    ADI não quer bem de S.Tome e Príncipe e de seu povo.

  8. img
    Justiceiro Responder

    Fiasco!

  9. img
    zeme Almeida Responder

    Em Democracia tem que haver a oposicao,no entanto nao justifica o ADI partilhar as mesmas ideias.Sendo classificado como partido de Caos, Caos e prefere nao embarcar nestas aventuras,juntamente com os fazem parte da troika.Viva a Democracia e viva a oposicao.

  10. img
    José Antoniodrade Responder

    Temos vindo a ter diálogo com todas as forças viva do país desde a década de 80.
    Diálogo com os partidos políticos, incluindo a sociedade civil entre outros. O resultado tem sido zero. Os sucessivos Presidentes da República que promovem o diálogo, deixam logo a seguir ao diálogo a queda dos sucessivos Governos.
    Mil diálogos em 38 anos de independência, e cerca de uma trintena de governos neste período, todos deixados cair por Presidentes que promovem o diálogo, deixados cair por própria Assembleia que devia ser a casa de diálogo, incluído governos caídos por seu próprio partido que o apoiou, apenas porque os barões de partido, não tinham tido os tachos que queriam etc. etc.
    Chegamos a ultrapassar diálogos, realizando Planos Nacionais com a participação do todos os santomenses, tais como o NLTPS, o recente plano que o Filintro Costa Alegre coordenou ultimamente, e tudo isto foi engavetado, e andamos a traz de mais e mais comissões para o diálogo.
    Qual o diálogo. Os órgão de soberania santomense que promovem o diálogo, são os primeiros a violarem o diálogo.
    Por mim isto tudo é uma forma de passar o tempo, para dizer que se está a fazer algo e fazer o boi dormir.
    Um país onde três forças políticas estão a governar juntos, ainda dizem que não tem havido diálogo?
    O diálogo é que cada um deve assumir as suas responsabilidades, e cumprir as respetiva promessas feitas ao povo durante a campanha. Se assim o fizerem, não será necessário comissões, nem invenções nenhuma, e S.Tomé e Príncipe seguirá pela vía do progresso
    Bem Haja a todos
    Jose

  11. img
    malebobo Responder

    este diálogo não vai dar em nada, o mais importante nisto é assim, devolva a palavra ao povo, pode so manda na urna, palavra do pr

  12. img
    malebobo Responder

    digo povo

  13. img
    zeme Almeida Responder

    Estas extratégias sao para consolidar o poder nas maos de uma pessoa.Queremos eleicoes mais breve possivel para clarificarmos as coisas.Numa Democracia tem que haver a oposicao.Se nao houver a oposicao nao faz sentido haver Democracia.É preciso sabermos que a era do partido unico ja acabou.Viva a RDSTP,Viva a Democracia

  14. img
    zeme Almeida Responder

    ADI é um partido politico saotomense prefere estar distante.Tanto ignoraram o partido e o seu lider,de provocarem caos,caos no país agora querem que eles junte a vós?Nao,que continuem a governar o país a vossa maneira.

    • img
      conobia cumé izé Responder

      Não existem concenssos absolutos;mais sim;concenssos possíveis.Se o interesse geral do Povo de STP não inclusivo por todos,pelo menos,pela maioria.ADI sabe que na politica não tudo ! Os eleitores não são dos partidos. São de STP.É para eles o destinário da acção política,económica e social.Vamos lá ADI.Quem não deve, não teme ?!…Fui

  15. img
    Forobodó Responder

    Isso é uma farsa! Três partidos juntos a governar há 12 meses, ficando apenas ADI na oposição, mesmo assim querem diálogo????!! Para quê? Pára com truques! Há outro propósito que não querem dizer publicamente! Alguma coisa existe e que de bom não tem, podem crer. Debaixo desse angú tem osso. Acho que ADI foi inteligente e não caiu na ratoeira!Há qualquer estratégia política. Havia qualquer ratoeira preparada para ADI subir, mas esse partido foi esperto. Ái deles se eles aceitassem fazer parte dalguma coisa juntamente com esses assaltantes.Não metem com esses bandidos: Não têm nada para fazer e ficam sentados no gabinete a pensar estratégia sóóóóó!! Marca eleições!! Isso é que povo quer! Diálogo para quê? Estamos em confusão?? Querem enganar a quem?? Despacha!

  16. img
    BRUTO COSTA Responder

    Gostei da iniciativa, e considero a mas valia para o pais.só tem um pequeno pormenor a acrescentar, é preciso estar um pouco distante para compreender mas a situação no seu todo. o pais resume sempre nas mesmas pessoas portanto vai ser sempre as mesmas ideias, de forma diferente

    • img
      conobia cumé izé Responder

      Não é ficar de fora é que se abate os adiversários transformados em nossos inimigos ; devemos sim; estar dentro deles; para depois abatê-los !!!… Fui

      • img
        BRUTO COSTA Responder

        querermos paz

  17. img
    Bom Gosto Responder

    Quando Pinto da Costa foi “Sociedade Civil”, naquela longa caminhada de vinte anos de férias, será que nessa altura ele tinha pensado nessa união da familia santomense? Será que sendo ele o primeiro presidente do país, ele pensou em encontrar-se, ainda que separado com os partidos políticos todos do país quanto mais não seja para ao menos ouvir e emitior pontos de vista sobre o estado da sociedade? Ser+a que quando Fradique foi presidente e que se realizou o Fórum nacioonal o Pinto da Costa Participou?
    Na realidade a ideia é boa, mas antes é necessário que Pinto da Costa resposta a estas perguntas.
    Fui!

Deixe um comentario

*