Política

Presidente do MLSTP desmente que quer ser vice-primeiro ministro

Jorge Amado, que inaugurou luz eléctrica na comunidade agrícola de Espraínha Roça no norte da ilha de São Tomé, aproveitou para desmentir as informações que o indicam como possível vice-primeiro-ministro no quadro da remodelação governamental prevista para Janeiro próximo.

Jorge Amado, que dançou com mais de 4 senhoras da comunidade de Espraínha Roça, por ocasião da inauguração de luz eléctrica naquela comunidade agrícola, fez questão de se pronunciar sobre a remodelação governamental prevista para Janeiro próximo. «Não estou na linha de quem deve ser proposto ao governo. Aliás não faz parte da minha agenda. Como dirigente máximo do partido, e o meu papel não é ser, mas sim encontrar  pessoa com capacidade para. Encontrar a pessoa que faça aquilo que corresponde aos ideais do partido, que dê condições digna para que esse povo possa começar a sentir que as coisas estão a caminhar», desabafou o Presidente do MLSTP.

Jorge Amado inaugurou na Espraínha Roça um sistema d produção de energia financiado pelo MLSTP em parceria com a empresa de electricidade, a EMAE.

Abel Veiga

    25 comentários

25 comentários

  1. andre

    28 de Dezembro de 2013 as 8:20

    Viva DR Jorge Amado Viva

    • arroz podre

      30 de Dezembro de 2013 as 12:11

      Mano André, eu sou do MLSTP, o camarada Jorge Amado está atrapalhado. Os militantes não aceitaram o que a comissão política decidiu e querem dar a volta a situação.

  2. badiu di São tomé

    28 de Dezembro de 2013 as 11:49

    Que sistema é esse? De qualquer forma os meus parabens ao MLSTP/PSD, mas que fique claro que não é nenhum favor e isto deveria ser feito há muito tempo, mas nunca é tarde.

  3. carlos alberto

    28 de Dezembro de 2013 as 12:17

    É um bom exemplo da parte do Dr Jorge Amado.

  4. pontual diz

    28 de Dezembro de 2013 as 12:29

    Um abraço meu grande camarada por este grande gesto. viva o nosso grande camarada.

  5. bodlega

    28 de Dezembro de 2013 as 12:33

    E de questionar o seguinte: Porque que se incomoda pessoas com a responsabilidade assumida na conducao do distino no Pais?
    Se esta ja foi selecionada entre tantos que afigurava na lista proposta. Nao ha mais nada a fazer a nao ser o ministro?

  6. Honestidade

    28 de Dezembro de 2013 as 14:46

    O Sr está feito, tarde demais, este caminho não tem volta, tentou desafiar Pinto agora toma. Pessa a sua demissão da liderança do partido.

  7. Eusebio Neto

    28 de Dezembro de 2013 as 15:31

    Parabéns pelos esclarecimentos. Este tipo de postura e que faz muita falta ao nosso pais:

    1- Deixarmos de ser oportunistas;
    2- Indicarmos pessoas certas e competentes para lugares certos e não nos auto-promovermos;
    3- Esclarecermos as situações que padeçam de penumbras e ou incompreensões;
    4- Fazer dos partidos políticos verdadeiros aliados do povo para, juntos e transparentemente desinteressados, resolverem as necessidades das populações.

    Viva Dr. Jorge Amado.

    • valdemar neto

      29 de Dezembro de 2013 as 11:48

      mas que postura, acho que tu não sabis o que e postura

  8. Fia luxinga

    29 de Dezembro de 2013 as 9:28

    Este país e bôbô todos os dias, vem senhor agora me dizer que”telá non esta a menti assim como Parvo” que pena políticos de S. Tomé, vem agora me dizer que meu caro amigo Osvaldo Abreu comeu e bebeu e colocou lugar em disposição, deixam de serem mentiroso. Esta inauguração deveria ser durante a primeira republica

  9. Barão de Água Izé

    29 de Dezembro de 2013 as 20:43

    “As coisas estão a caminhar” mas muito lentamente. As “coisas” não deviam estar a correr?
    São precisos políticos que façam andar mais depressa o direito dos Sãotomenses terem ter qualidade mínima digna de vida.
    Quantos anos demorou Queluz a ter luz? Sim, é melhor ter que não ter. Com realismo devemos perguntar, quantos anos demorou Queluz voltar a ter energia? Há pequenas vitórias que nos devem lembrar os erros que foram cometidos, para serem corrigidos e não voltarem a acontecer.

    • Malagueta na Boca do Outro

      30 de Dezembro de 2013 as 13:06

      Correr… O senhor deve ser um dos politicos que deram cabo do pais. Agora aparece a falar de barriga cheia em “correr”. Os seus comentarios, sempre a falar de “novo quadro constitucional para o pais”, “leis de terra” e outras coisas indiciam a sua origem e objetivos. Fuiiii

      • Barão de Água Izé

        31 de Dezembro de 2013 as 8:16

        Caro Malagueta, o senhor conhece de verdade a História da nossa Terra? Quando viveu o Barão de Água Izé? Pois, ele nunca foi politico no pós independência. Quanto ao resto que o sr. escreve, sem STP mudar de modelo económico e ideológico, jamais sairá da pobreza.

  10. Almeida

    30 de Dezembro de 2013 as 6:08

    Contos de fada.

  11. OS ATENTOS

    30 de Dezembro de 2013 as 10:06

    Caramba, Para uma boa governação desse País, não podemos estar a confundir os IDEAIS.
    Nunca mas nunca IDEAIS deve ser de partido nenhum, mas sim do PAÍS e desse POVO MARTIRIZADO. Quando se fala de ideais do partido, tudo fica estragado automaticamente. Porque o grande mal deste PAÍS, são os partidos. Os seus dirigentes não estão preocupados com o PAÍS, mas sim encaparem-se nos partidos e resolverem os seus interesses pessoais
    Que é que não sabe que no seio do MLSTP, existe uma grande luta interna de ocupação de lugares. Como Exemplo flagrante, O Senhor GUILHERME OCTAVIANO, vem lutando com unhas e dentes, para ser PRESIDENTE do CONSELHO DE ADMINISTRAÇÂO DA ENASA. Pois, para além de o mesmo ser já DEPUTADO, porque não contentar, continuando a gerir a sua BOMBA de COMBUSTÍVEL. Não chega dos DANOS já criados por este Senhor, enquanto foi Ministro da EDUCAÇÃO. Não chega dos voos das instalações de Ministério que o Senhor Guilherme dirigiu, dos camiões e suas peças para a formação da sua Empresa, a CEDEC. SENHOR PRESIDENTE PINTO DA COSTA, crie barreiras a SALTIMBANCOS deste País. Muita fúria, para a ocupação de lugares chaves. Já deveria haver INOMPATIBILDADES de FUNÇÔES em S.Tomé e Príncipe; Se se é DEPUTADO, fique no PARLAMENTO. Se se é EMPRESÁRIO, fique na sua EMPRESA, demonstrando capacidade de boa GESTÂO, sem criar danos ao PAÍS. Ora, é EMPRESÁRIO OU NEGOCIANTE, concorrem-se para DEPUTADO para ter IMUNIDADE, para garantir os seus negócios. Ainda lutam com unhas e dentes para ocuparem outros cargos. É muita confusão. Assim o PAÍS nunca se organizará. É que, com a IMUNIDADE, estão com caminho aberto para praticarem todas as asneiras e nunca são tocados.

  12. OS ATENTOS

    30 de Dezembro de 2013 as 10:08

    Quis dizer, Quem é que não sabe

  13. Libô Mucambú

    30 de Dezembro de 2013 as 10:40

    Segundo as declarações de Jorge Amado, presidente do MLSTP/PSD exigindo a substituição dalguns membros deste governo selecionados pelo PR Pinto da Costa, aquando da queda do XIV governo, o compromete seriamente, porquanto todo o insucesso do governo é da sua responsabilidade. O Presidente da República fica assim acusado por Jorge Amado de ter sido ele a causa de todos os erros cometidos por este governo, que completou neste Dezembro 12 meses de vida.

  14. Truque Velho

    30 de Dezembro de 2013 as 11:47

    Trememda confusão. O jogo de rato e gato. Vai ser sim o vice ou se não for assim é por não teve concordo do Chefe, ponto final.
    Como pode o MLSTP e EMAE fazerem parcerias para projeto de eletrificação em Esprainha? então o de Queluz é com o PCD + EMAE+ UDD?
    Falta de sintonia, cada um a fazer coisas sem um plano.

  15. Zé Povo

    30 de Dezembro de 2013 as 12:15

    Senhor Jorge Amado, Senhor por acasi viu ontem a reunião dos veteranos do MDFM.
    Isto é um sinal para o senhor. É um sinal que o Gigante adormecido está a acordar. O Gigante pareceu hibernar-se depois da derrota de 2010, mas agora por causa das fraquezas do MLSTP e do PCD, o gigante está a acordar. E cuidado para que o chamado partido histórico não venha a apanhar uma verdadeira chicotada nos proximos ambates.
    Quanto ao resto, não se preocupe que o ADI já era.

    • Favorita

      30 de Dezembro de 2013 as 22:09

      ADI é o maior partido deste País, MDFM nunca será um grande partido em STP. Fradique losso…. vocês tiveram tudo nas mãos, parlamento, governo, tribunal…. e tudo a água levou. Contentem com um deputado, todos os partidos que dependem da vontade de uma pessoa acaba desta maneira.

  16. Cassuma

    30 de Dezembro de 2013 as 14:30

    A ganancia do Jorge Amado é de ser 1º Ministro a quando da qualquer razão da queda do governo actual da iniciativa presidencial. É o que todos nós sabemos. exemplos da queda do governo liderado pelo Gabriel Costa são:
    1º Reestruturação do Governo com foco em Osvaldo Abreu de Energia e Infraestrutura; Edite Tenjua de Justiça e Assuntos Parlamentares; Jorge Mau Jesus de Educação Cultura e Formação.
    2º Desbloquear, dar ao Partido e sua Comissão 10.000.000 de dolares(USD).
    Em suma caso não obdecer os dois pontos podera haver uma moção de Censura por MLSTP ou chumbo do OGE(Orçamento Geral do Estado do ano económico 2014)

  17. Realista

    30 de Dezembro de 2013 as 23:49

    Onde ja se viu Mlstp vai inauburar eletricidade ja ta a fazer campanha neh esse dinheiro vem de onde povo de hoje ja tem outra mentalidade .

  18. Cassuma

    31 de Dezembro de 2013 as 15:09

    É só em S.Tomé

  19. kwatela

    1 de Janeiro de 2014 as 9:54

    Nao é vocaçao de partido nenhum fazer obras de caracter social, mas sim de encontrar soluçoes para o que afecta a comunidade.

  20. Osvaldo Batalhador

    1 de Janeiro de 2014 as 19:19

    Ja deu para ver que gajos só nao faz quando nao quer.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo