Política

Militares da Guarda Costeira defendem honras ao Chefe de Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas

Assim que chegou esta tarde ao país, Pinto da Costa convocou uma reunião do Conselho Superior de Defesa para quinta – feira. No aeroporto internacional, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, recebeu honras dos militares da Guarda Costeira.

O ramo das forças armadas ligado a protecção do mar territorial de São Tomé e Príncipe, esteve no aeroporto internacional esta quarta – feira para dar cumprimentos de boas vindas ao Presidente da República Manuel Pinto da Costa, após a participação numa conferência no Congo – Brazaville.

Foram também os militares da guarda costeira que prestaram honras ao Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, na última segunda-feira quando Pinto da Costa deixou o país rumo a Brazaville.

Note-se que os militares do exército que tradicionalmente prestam honras aos sucessivos Chefes de Estado, recusaram fazê-lo a Pinto da Costa, na última segunda – feira, alegadamente como protesto pelo facto de as suas reivindicações salariais não terem sido atendidas até o momento.

Assim que chegou ao país esta tarde, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, Manuel Pinto da Costa, marcou para esta quinta – feira as 10 horas, no Palácio do Povo, a reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional.

Abel Veiga

    49 comentários

49 comentários

  1. zeme Almeida

    12 de Fevereiro de 2014 as 16:35

    O caso está mesmo sério,porque nao os para-militares da guarda presidencial!A guarda costeira é formada por militares formados vindo do quartel, ou sao forcas para-militares?A coisa está mesmo preta,quer com isto dizer que o presidente,já nao tem os militares como a maior forca militarizada para o defender?Estou com muito medo.

  2. sd

    12 de Fevereiro de 2014 as 16:41

    Isso é algum sinal

  3. Pão com Chouriço

    12 de Fevereiro de 2014 as 16:43

    É isto mesmo. Onde se viu a malcriação dos militares que querem transformar um país pacífico numa nova guiné bissau? Isto não pode ser. Não é só os militares que têm problemas neste país. Isto é um abuso. Eu não tenho relações políticas com este governo nem com o presidente da república atual. Mas isto que estes militares estão a fazer é um abuso. Se querem criar problemas vão para guiné bissau. Cá em S.Tomé isto não pode acontecer. E eu digo já: se é o senhor Patrice Trovoada que está a criar estes problemas para derrubar o governo e criar instabilidade para ele ir para o poder não conta com o meu voto. O país é da família Trovoada? Que raio de coisa é esta. Os militares devem ficar nos quartéis e se quiserem fazer política saem da tropa e vêm trabalhar fora dos quartéis como eu estou a fazer.
    Que raio de país é este?

    • meu namorado

      12 de Fevereiro de 2014 as 17:28

      és um palerma. faz este comentário com a tua família e não aqui

    • Eterno Madiba

      12 de Fevereiro de 2014 as 19:40

      O senhor acha que este país vai bem? Onde está o arroz? Veja o que acontece a cerveja, embora não seja de 1ª necessidade mas é o garante do sustento de muitas famílias. Veja situação de jovens! Onde está 1000 casas. Onde está 3000 formações. Agricultura: a quantidade de comida aumentou no prato dos santomenses? O peixe diminuiu de preço ou aumentou a quantidade comprada? o salário dos funcionários publicos, emprego para os jovens? Eu não quero saber do Patrice porque acho ele tão igualzinho a Pinto da costa.Mas será que ele tem alguma coisa a ver com isto tudo? Pense bem.

    • Nilton de Almeida

      12 de Fevereiro de 2014 as 22:55

      Bem falado, concordo consigo 100%. Muito bem dito se querem balburdia vão para a Guiné Bissau.

  4. Estrangeiro

    12 de Fevereiro de 2014 as 17:13

    Uma/s pergunta/s: Será que é mesmo preciso, que cada vez que o presidente viaja, numa simples missão de serviço ou participação de conferência, todo o mundo tem que esta presente no aeroporto? Não chegam uns dois tres carros e alguns seguranças? É preciso batalhão de honra sempre? Especialmente já que o País não é o mais rico do mundo…

  5. zeme Almeida

    12 de Fevereiro de 2014 as 17:15

    O Senhor pao com chourrico, deve estar a saber mal e ninguém o vai comer.Os militares nao fizeram nada contra o senhor presidente da republica,mas sim,estao a reinvindicar os seus direitos como cidadaos normais.Porque,tantas promessas feitas e nao as cumpre?Porque invocar nomes de pessoas que nao tem nada a haver com estas trapalhadas?Quem foi que ultimamente,andou a promover os militares,foi o Patrice Trovoada?As promessas feitas aos militares pelo senhor presidente para consolidar no poder nao estao sendo cumpridas,porque nao uma greve?O senhor PAO COM CHOURRICO,que fique no seu lugar,em vez estár a atirar pedradas atoas e acusando pessoas.Se o senhor está bem que Deus lhe abencoe.Apareca e identifique-se que os miliatares nao estao para brincar e lhes farao a {FOLHA} .OK.Viva RDSTP

  6. incrédulo

    12 de Fevereiro de 2014 as 17:38

    Nem os Militares o Pintinho consegue controlar mais…

    Isto está cada vez pior…

  7. Rafael de Oliveira Braanco

    12 de Fevereiro de 2014 as 17:52

    Sinais preocupante da situação que se vive em STP,lamentável como os políticos vão virando adiando o país,a miséria total sem fim.Já se esperava,agora a ver vamos esperar por novos capítulos.Cuidado já em tempos atrás começou com as mesmas situação.

  8. nambuangongo

    12 de Fevereiro de 2014 as 17:53

    Pelo visto, o Presidente de São Tomé e Príncipe ,Drº Manuel Pinto da Costa deixou de ser PAI GRANDE?
    Nem honra militar merece?.
    Sinal de descontentamento total à nível nacional.
    MEDITAÇÃO…..
    MEDITAÇÃO…..
    VIVA STMP

  9. arroz podre

    12 de Fevereiro de 2014 as 18:36

    Tudo isto, a culpa é da troica, do Presidente da República e do Governo que não sabem lidar com os diferentes sectores do aparelho do Estado.
    O estilo da Governação do partido único não coadune com multipartidarismo.
    Os ditos barril de pólvora estão quase a explodir. Tomemos muito cuidado.

  10. Forças Armadas Angolanas

    12 de Fevereiro de 2014 as 18:38

    Eu concordo consigo absolutamente, Sua Excelência Pão com Chouriço!

    O Zé Mulato também esta de acordo.

    Um mandato de captura contra o senhor Patrice Trovoada e outros conspiradores, de imediato!

  11. Barão de Água Izé

    12 de Fevereiro de 2014 as 18:49

    Numa democracia não é importante civilizar o poder politico?
    Quanto mais democrático é um País menos visibilidade e importância têm as forças militares ou militarizadas.
    Qualquer detentor de um cargo politico é reconhecido pelos cidadãos, pelo povo, pela sua conduta e acção politica e não pela moldura militar.

  12. Francisco Monteiro

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:11

    Nao entendo. Tudo que passa no pais desde que seja pejorativo, vem de familia Trovoada. Xe ?!….Acho que as pessoas precisam inteirar-se melhor num determinado assunto antes de escrever ou dizer asneira. As pessoas sao livres em manifestarem os seus repudios ou aceitacoes face a um determinado assunto, mas tambem precisam entender da responsabilidade que tem como cidadaos, sobretudo no que dizem ou escrevem. Bem haja !

    • fokoto

      12 de Fevereiro de 2014 as 21:05

      A culpa é do próprio Patrice que desejou CAOS CAOS CAOS ao País.
      Sendo assim torna-se no primeiro suspeito de toda a movimentação esquisita em STP.
      Cuidado com a lingua

  13. a honra

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:18

    Onde está a honra militar quando há esta recusa perante o seu Chefe Supremo? Se o regime democrático ainda funciona neste país, então tem que haver punição exemplar dos responsáveis. O Exército assinou a sua sentença de morte enquanto instituição que deve defender a pátria e os seus símbolos. Os militares do exército mostraram que não se pode confiar neles. acima de tudo está o respeito institucional, que neste caso foi abusado por uma instituição que deveria sera última a o fazer. O país não pode confiar no Exército que faz isto.

  14. Camarada

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:23

    Num pais como STP nem sequer deveria haver forcas armada que so estao ai a prejudicar a economia financeira do pais . Nos precisamos sim da guarda costeira para guardar a nossa costa maritima porque la que esta o perigo.O presidente da Republica deve mudar toda a estrutura militar a comecar por ministro de defesa porque os militares somente cumpriram as ordem

    • STP desconfiado

      14 de Fevereiro de 2014 as 0:01

      Concordo plenamente.
      Vejam bem:
      Eu faço parte da nova geração que mudou de fraldas ontem, e desde que me conheço por jovem nunca ouvi falar de guerras em STP ou coisa do género. Acredito que qualquer pessoa deve expressar a sua opinião,mas não vamos acusar ninguém sem prova,(mesmo que não seja flor que se cheire). Que eu saiba, STP não possui fronteiras terrestres com nenhum pais. Mau por um lado mas bom por outro. Eu sinceramente acho que se houver alguma guerra ou coisa parecida, STP já era. Ou pensão que vão la desembarcar primeiro???, é sentar e ser aniquilado. Para ser sincero, acredito que até os famosos piratas da Somália nos fazem frente (Lastimável). Nem um navio de guerra temos. Senhor PR, Crie uma unidade policial tal como a swat, reforce a nossa policia com carros ante choques, com coletes ante-balas com teizer com gaz-lacrimogéneo, etc. Presisamos mas disso que as forças do que forças armadas Enquanto dormimos, assaltam carro forte com armamentos de guerra, e nem temos um laboratório forense para investiga (brincadeira), temos sorte por não terem experiências em ocultar rastos,(a PIC não tem condições nenhumas para resolver um caso de verdade). «« Não se esqueça srª presidente, como já disse alguém nos comentários, eles só receberam ordens, alguém esta por trás. ATENÇÃO ««Eles têm armas, e têm pessoas com sede de poder»»

  15. Pléto L´úlúlú

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:25

    Esta atitude inqualificável e de ‘Rebelião’, dos elementos das Forças Armadas, se recusarem a prestar as Honras Militares, devidas ao Exmo. Presidente da República, que por inerência do seu Alto Cargo, é também o Chefe Supremo das Forças Armadas, além de ‘insubordinação/rebelião’, é uma atitude gravíssima de desrespeito, para com o seu Chefe Supremo. Será que os Responsáveis (???), vão ser detidos e julgados em Tribunal Militar ?? Se o Chefe Supremo das Forças Armadas e o Ministro da Defesa, não actuarem imediatamente, de maneira ‘dura e eficaz’, para reprimirem os ‘revoltosos’ ,em breve poderá haver mais um “Golpe de Estado Democrático” ….. Se não, ponham as ‘barbas de môlho’ e durmam com as portas bem fechadas e trancadas….

  16. luisó

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:35

    Já o disse e escrevi neste sitio pelo menos duas vezes;
    – Isto de guardas à saída e entrada do PR é coisa Estalinista e fora de uso nos países democráticos;
    – Já defendi que STP pelo seu tamanho e população e rendimentos não precisava de ter Exército, nem guarda presidencial, bastava e era melhor, vê-se agora, que tivesse uma Policia militar ou guarda nacional para-militar que fazia as duas coisas, Exército e Policia, policia em tempo de paz e em caso de ameaça externa tinham a preparação mínima para tal. Em vez de 400 ou 500 militares e 200 policias e 50 ou mais guarda presidencial tinha-se uma força de 450 homens melhor preparados, melhor escolhidos, melhor fardados e com melhor salário, pois reduzia-se 250 a 300 homens,para além de toda uma estrutura que parece que não funciona.
    A guarda costeira mantinha-se pois é da maior importância nacional e seria bom até reforçá-la pois a sua área de acção é grande e importantíssima para a defesa dos recursos marítimos e ajuda aos pescadores.
    – STP nesta área precisa de um largo consenso nacional, de alterar estratégias e definir bem o que precisa e pode ter, podendo dar melhores condições ás forças de segurança, que são necessárias, e melhor e mais segurança aos seus cidadãos e imagem exterior.
    Tenho dito.

    • Barão de Água Izé

      12 de Fevereiro de 2014 as 23:29

      Parabéns pela sua exposição.

    • marlene

      13 de Fevereiro de 2014 as 8:32

      a suiça é maior, tem mais dinheiro e melhores condições e não tem exército, stp que nunca teve guerra tem exército, e o pior mal preparados (saem todos da recruta lingrinhas, sem educação e com a ideia de que são militares e tudo podem só por isso. como já disse alguém em caso de conflito com outro país, é só vir uma navio de guerra, mirrar um missil ao quartel (que incongruência da estratégia da defesa actual encontra-se num ponto alto bem fácil de acertar) e lá se foram os nossos militares que entram burros e saem tolos das forças armadas. concordo que a franja do exército que de facto merece existir em mais e melhor condições é a guarda costeira, tudo resto…….

  17. Original

    12 de Fevereiro de 2014 as 19:43

    Os sintomas deste País está cada vez a agudizar os Srs.ditos políticos desta terra se não unirem-se numa única voz e se as coisas escambarem,não harerá onde esconder.Se não se respeita o Presidente da Republica então o caso está grave e não se riem por ser Pinto se o caldo entornar fica feio a todos.

    • Barbeiro

      12 de Fevereiro de 2014 as 21:05

      Concordo com o senhor Pão com Chouriço. S.Tomé e Príncipe não seguir o caminho da Guiné Bissau que está como todos estamos a ver. Eu também tenho problemas na minha vida pessoal e no meu trabalho. No entanto não ando aos tiros nem a faltar respeito os outros. Quem não quiser estar na tropa venha plantas bananas, construir casas, ou trabalhar na função pública ou criar a sua própria empresa. Quem vai para a tropa tem direitos e deveres que outros cidadãos não tem. Portanto eu não gostei desta atitude das tropas.
      Se o ADI e o senhor Patrice Trovoada de facto estiverem associados a isto também não contam com o meu voto nem com a minha simpatia. Ele não pode fazer uma coisa desta. Isto é uma grande irresponsabilidade. Eu farto de trabalhar para ver se consigo melhorar a minha vida e este senhor vem agora criar instabilidade no país querendo guerra só por causa do poder? Isto terá implicações no desenvolvimento do turismo e dará cabo da economia do país, Eu peço ao senhor Patrice Trovoada por favor se ele está metido nisto é melhor ele parar. Não brinquem com coisas sérias. Isto é uma brincadeira de mau gosto.
      Os militares têm que aprender a viver em democracia. Quem não quer ser militar que vá para casa como disse o outro senhor.

  18. so cristo na causa

    12 de Fevereiro de 2014 as 22:59

    Meu Deus !!!Onde São Tomé vai parar com essa desordem????

  19. Teresa

    13 de Fevereiro de 2014 as 0:00

    Quandos os militares deixarem de receber dinheiro por detraz, tudo melhorara. Patrice Trovoada esta a comprar as pessoas ai um por um.

  20. Magalhães

    13 de Fevereiro de 2014 as 1:03

    Senhor pão com chouriço e forças armadas angolanas, ficam a incentivar esse grupo de individuos que andam com seus problemas, depois amanhã, quando houver qualquer problema maior, não vêm dizer “se eu soubesse”…Quantoao país, é da familia “Pinto e Costa” e não dos Trovoadas! Palhaçada nesta terra…haja paciência meu deus.

  21. Eu também sou filho da terra

    13 de Fevereiro de 2014 as 3:43

    O descontentamento popular e a corrupção generalizada são consequências claras de um país que não produz o suficiente para financiar o seu próprio orçamento. A doença é crónica, pois resulta do erro na escolha de política económica desde o início da independência. Tudo que começa torto, pouco ou nada se endireita. Portanto, “Terra Firme” não passará de uma idealização utópica que atormentará eternamente a consciência do autor.

  22. carlos costa

    13 de Fevereiro de 2014 as 7:27

    O ADI esta por detrás de tda esta desobediência ,greves,chantagens etc. O Presidente da republica que se cuide com os militares,eles andam tds os dias a defender o Patrice Trovada porque lhes deu carros novos e gabinetes instalados.
    Atenção Pinto Da Costa .
    Mão dura contra tds aqueles que conspiram contra o Pais

  23. Le di Alami

    13 de Fevereiro de 2014 as 8:06

    A verdade e que no mundo, o Capitalismo esta em crise, EX( Europa, USA e outros), porque no Capitalismo existira muito ricos e outros muitos pobres, e todos os paises que querem adoptar o Socialismo como forma de criar igualdade Social, e derrubado, ou boicotado, e isso que se passa em sao tome, os senhores que quem ser sempre mais ricos, estao com medo, de dar aos outros, A familia trovoada sempre foi apoiado pelo o Ocidente e os USA, nesse paises que muitos pensam que sao ricos, estao cheio de gajos a dormirem na rua, sem casa, etc.., dai que pra mim, tudo isso, e uma conspiracao contra o actual governo, obrigatoriamente familia trovoada e os seus complos estao metidos nisso, parece dificil mais e verdade, e os militares infelizmente sempre foram fragil, sem colaboraram com a conspiracao.

  24. braneto

    13 de Fevereiro de 2014 as 8:06

    Um desafio ao telanon: Faça um inquérito sobre esse assunto- Precisamos de força armada que nada faz e só gasta e cria problemas, ou precisamos só de guarda marinha e policia bem treinados e equipados?

    Em função da resposta( que podia ser também objeto de debate no tal dialogo nacional), fechava-se os quartéis, e resolveria-se todos esses problemas.

  25. Cuidado

    13 de Fevereiro de 2014 as 8:56

    O sr. Pão com Chouriço é transparece uma esquizofrenia, que parece grave! Não se diz isso nem a brincar… muito menos num espaço como destes! Acredito que, se os militares quiserem saber quem é o senhor, eles têm razão de o fazer, pois eles não são políticos e não devem ser acusados assim de forma tão inglória e leviana como o senhor o faz!
    Reconheço a delicadeza de um descontentamento dessa classe, mas são também homens e mulheres com necessidades, não obstante o estatuto que têm! Não se alimentam de vela e incenso e não dormem nos covis! Tudo nesse país se relaciona com Patrice Trovoada? Pelos vistos e pelo incómodo que causa a todos, é o Patrice Trovoada o maior político deste país e a solução imediata !!!!! Não se pode obcecar assim desta maneira por alguém!! O homem parece que enlouquece a todos!!!

  26. feijoada

    13 de Fevereiro de 2014 as 9:03

    Acho que maioria de comentários aqui exibidos estão a brincar com coisa séria. Se está bem para alguns, está muito mal para maioria. As greves nas instituições(Saude, PIC, Educação, Trabalho, etc) incluindo dos militares é de toda responsabilidade do Pinto da Costa. O país esta desgovernado. o pior ainda não se viu. Ao invés do Pinto da Costa considerado pai Grande por alguns aventureiros tomar dianteira das coisas tem falado do diálogo nacional. Num pais onde já se dialogou muito em vão so resta uma coisa: Esquecer a família Pinto da Costa e Miguel Trovoada. Eles não são deuses. Eleição Geral. Pinto da Costa e seus seguidores—> Fora….Miguel Trovoada e seus seguidores—->Fora. O país sairá a ganhar. Eu não gosto dessas duas gerações. Foram eles os maiores destruidores da nação.

  27. Deus é Grande

    13 de Fevereiro de 2014 as 9:36

    Fruto do assalto ao poder! Quem semeia vento colhe tempestade! Governo improvisado, desnorteado, incompetente e corrupto tem levado o país a ruina de que não há memória! Pena é que todos estamos a pagar pelo erro do PR. Quando deixaram cair o XIV governo andaram as festas, ofertas e divisão de tachos, debates sobre o estado da nação com insultos mesquinhos e acusações infundadas! Enfim… E agora?????? E agora???

  28. pedro neto

    13 de Fevereiro de 2014 as 10:14

    É isto aí sr ‘feijoada’. Mas cuidado que essa sua feijoada pode vir acompanhada de uma diarreia. Vocês quando abrem a matraca é só pra dizer asneiras. Cuide-se.

  29. fala ceto

    13 de Fevereiro de 2014 as 10:25

    o pais esta em perigo,porque os militar não foi importdo todos vivem em s.tomé , ve tudo que os gorvente faz em um anoi governante e consegue construir castelo.Meus senhores e senhoras ponhamos mão na conciença, quais dos melitares chefão que tem uma boa casa e um bom carro zero.quando o pais esta em perigo toda gente grita onde que esta a força .sera que os militares não tem ambição não tenhen não tem gosto como outros.não querem tambem as catorzinhas como outros?
    bem aja força.

  30. HT

    13 de Fevereiro de 2014 as 12:07

    As coisas têm que começar a ser igual para todos, os militares andam mal trajados e carros quebrados etc e os ditos chefitos em grandes Jeeps inclusive num dos juramentos de Bandeira vi os militares a serem transportados no Camião de um empresário Santomense enfim.

  31. zeme Almeida

    13 de Fevereiro de 2014 as 12:13

    Muito bem dito,senhor {Deus é Grande}.O senhor presidente da republica Manuel Pinto da Costa deve assumir toda esta onde de desontentamentos que se vive STP! O senhor Semeiou o vento e está colher a tempestade.Ainda mais, o senhor foi alertado pelo eis primeiro ministro Patrice Trovoada,do caminho em que o senhor estava a levar o País!Haver vamos,vai ou racha.Viva RDSTP

  32. 3 Macucu

    13 de Fevereiro de 2014 as 13:01

    Eu no teu lugar nao ,aceitaria a honra militar dipois ou na minha chegada ao pais ,porque eu nao sei o que eles pessan na cabeça deles e estao todos armados ;telà numigu conclo na tee osso fà cuidado , e muita aténçao

  33. DEUS é Grande e Seja Louvado

    13 de Fevereiro de 2014 as 13:05

    Como Ex Quadro e com Alguma Responsabilidade nas Forças Armadas de S.Tomé e Príncipe, Estou Bastante Triste por Este comportamento VERGONHOSO que vai Manchar para Sempre o bom Nome e a Respeitabilidade da Sempre Minha e Nossa FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE. Senhores atuais Responsáveis, o que Vem a ser Isto? Já não Existe o R.D.M. (REGULAMENTO DE DISCIPLINA MILITAR)? A Cultura e o Gosto e Privilégio de Ser Militar Acabou? FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE Tornou Centro de Emprego? Estou Triste, Muito Triste e Bastante Envergonhado. Os Mentores Desta Triste Ideia, Demostraram não Serem Digno de Vestir o Uniforme e Servir a Bastante Nobre Instituição….. Os Mesmos Tem de Ser Punidos Exemplarmente sem Nenhuma contemplações. Estou e Estarei Atento.

    DEUS é Grande e Seja Louvado

    Viva as FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE.

    Viva S.Tomé e Príncipe.

    Unidos Venceremos…..

  34. DEUS é Grande e Seja Louvado

    13 de Fevereiro de 2014 as 13:24

    Apesar da precaridade que Sempre Existiu, NÃO HÁ JUSTIFICAÇÃO para tal Comportamento.

    DEUS é Grande e Seja Louvado

    Viva as FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE.

    Viva S.Tomé e Príncipe.

    Unidos Venceremos

  35. leicenay

    13 de Fevereiro de 2014 as 13:51

    são situações…

  36. Carlos Santos

    13 de Fevereiro de 2014 as 14:53

    O senhor Deus grande é do ADI tem estado a chorar por leite deramado quando o antigo presidente Feadique demitiu Tomé Vera Cruz quem asatou o poder Patrice Trovoada esqueceram.

  37. Besta de couce

    13 de Fevereiro de 2014 as 16:34

    Senhores comentaristas;eu tenho lido,todos comentários e ñ acredito que ainda existe pessoas com mente estrmamente vazia,pq? Ñ sabem definir ausência com presença.O Sr Patrice Trovoada está fora deste país a mais de um ano,este país tem um estado.teixe homem em paz meu senhores,PATRICE trovoada é único homem com mais caralho? Tomam juízo encopetentes.lambebotas.

  38. luisó

    13 de Fevereiro de 2014 as 17:34

    Um alerta para o téla Nón;

    As guardas não defendem honras de ninguém, as guardas prestam honras a altas entidades neste caso ao PR.
    Aqui fica este esclarecimento.

  39. Vencha

    14 de Fevereiro de 2014 as 1:22

    Quem é patrice trovoada?

  40. zeme Almeida

    14 de Fevereiro de 2014 as 20:16

    Interessante pergunta,senhor Vencha!O senhor Patrice Trovoada é um dos politicos que surge na politica Saotomense,no pleno secúlo XXI, que muitos temem e também é um dos politicos que muitos abusam com o seu bom nome e que o senhor encontra-se dentro destes grupos.Ou o senhor quer com isto dizer que tem mais poder ou mais forte fisicamente{Com Rei na barriga}!Apareca e identifique-se e desafie o homem,em vez de estar ali a usar o espaco de comentários para denegrir as imagens dos outros!Os politicos sao sujeitos,eu nunca gostaria de estar nas suas peles.O nosso STP está de pernas para o AR com estes tipos de comportamentos.Indesciplinas generalizadas.

  41. Madalena

    15 de Fevereiro de 2014 as 18:37

    Nom ba ua puita ni agostinho netu , vlegonha muntu ku nom passa!!
    Essa musica diz tudo,

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo