Política

Visita relâmpago de Gabriel Costa à Angola permitiu reforçar parceria estratégica em curso

Um jacto do Governo angolano veio buscar o Primeiro-ministro Gabriel Costa na última terça – feira, e o trouxe de regresso na quarta. Reforço da parceria estratégia entre os dois países, foi segundo Gabriel Costa o objectivo da visita relâmpago, que inclui encontro com o Presidente angolano José Eduardo dos Santos.

Numa altura em que o país viveu alguma perturbação política e militar, o Primeiro Ministro Gabriel Costa, foi a angola, parceiro estratégico de São Tomé e Príncipe, para tratar de assuntos da cooperação bilateral.

Segundo a agência de notícias de São Tomé e Príncipe, – STP-Press, o Chefe do Governo são-tomense considerou de positiva a sua deslocação a Luanda, onde acertou aspectos ligados ao acordo financeiro no valor de 180 milhões de dólares, assinado entre os dois países.

São Tomé e Príncipe aguarda ansiosamente pelo desbloqueamento da linha de crédito, que deverá alimentar a economia nacional, e reforçar a parceria estratégica com Luanda.

Questões da actualidade política e social são-tomense, terão sido afloradas entre Gabriel Costa e o Presidente José Eduardo dos Santos.

Abel Veiga

    36 comentários

36 comentários

  1. urna

    20 de Fevereiro de 2014 as 0:03

    não conseguem fazer nada sem que o real presidente de são tome e Principe jose Eduardo dos santos de ordem e orientações…Angola é o vosso pai

  2. gabis

    20 de Fevereiro de 2014 as 0:22

    que pouca vergonha….tenho nojo de ser santomense com estes políticos na dianteira…isto também é uma insubordinação a nação igual a tantas outras…este senhor também deveria pedir a sua demissão ,

    • Seabra

      3 de Março de 2014 as 0:19

      Se você tem NOJO de STP, é porque nunca se sentiu saotomense. O sentimento de patriotismo de nativo de STP é inexistente na sua memória….você nasce u por acaso, foi um acidente. Mas por esmola, não diga mais um HORROR como disse, ou então exprima-se de outra maneira. Por exemplo, pode dizer isto em relação à poltica feita. Aqueles que lhe encorajaram , estão à enduzi-lo no êrro. Reflita! Não se trata de uma crítica, mas sim de uma opinião.

  3. Saotomense

    20 de Fevereiro de 2014 as 7:59

    Eu digo contrário têm orgulho de ser saotomense, sabes porquê? Porque acredito que vamos sair dessa para melhor.

  4. feijoada

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:28

    Qual a taxa de juro desse crédito? Recorde que o Banco Mundial e nações Unidas chamam atenção ao juro que deve ser aplicado que é de 0,5% sobretudo para países que STP também esta incluído. Atenção…. Cuidado com venda do país aos Angolanos….

  5. Bobuwabo

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:34

    vocês do ADI não têm vergonha angola é um grade parceiro de São Tomé,o patricio fingiu abandonar o governo pk já não tinha o parceiro o único seu parceiro é o Cadaf e Bongo despós de Cadaf morre o patricio acabou.

  6. malebobo

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:38

    um dia que angola mudara de politica, não sei o que será de stp, com esse comportamento de toda hora com mão estendida para angola

  7. Le di Alami

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:50

    Deixa de ser ingratos, Angola sempre ajudou e sempre esteve la pra STP em momentos bons e dificeis, nao se esquecam que muitos filhos da terra exercem grandes cargos em angola, desde da epoca colonial ate hoje, Angola e sempre quem pagou ex. combustivel e sempre protegeu STP de ameacas estrangeiras, nance sa bega….

    • Martelo da Justiça

      20 de Fevereiro de 2014 as 13:19

      É só politiquice!!Que dizer da Ministra das Finanças que se deslocou à Luanda e trouxe um financiamento de 10 milhões de Euros?? Esses Adeistas não foram capazes e estão a fazer tudo bloquear as iniciativas do atual Governo com vista ao desenvolvimento do Pais. Quando não se tem deve-se pedir saber pedir ajuda a quem esteja disponível a nos ajudar, seja ele Angola ou outros Países.

      • Dias

        20 de Fevereiro de 2014 as 16:48

        oh meu caro. Tens que refletir. ou es ainda criança ou adulto sem imaturo .Há quanto tempo tivemos de mãos estendidas . O que foram feito de todas as ajudas vivas que foram dadas ao país. De todas as ajudas e apoio dado até o presente momento sem juros se fosse direcionados ao destino certo, o que seria hoje S. Tomé e Príncipe. Consegues refletir isso?

  8. claudino oliveira

    20 de Fevereiro de 2014 as 9:35

    o senhor gabis diz tem nojo de ser santomense, o senhor deve trocar a nacionalidade para ucraniano, iraquiano, sudanês,parvoênce,o banho já acabou, qual é a tua vida.

    • Maria silva

      21 de Fevereiro de 2014 as 12:34

      Senhor /senhora peixe frito, como Santomense que é sertamente sabe o siginificado da palavra : má cunxênsá!!
      Eu pergunto, porquê que em stp tem que aplicar o dinheiro para o desenvolvimento coletivo se pode por na conta bancaria ou comprar casas na Europa ,carros de luxo pra meia duzias de pessoas??
      Sao todos um rebanho de pessoas de má cunxênsa!! É muito revoltante!!!

  9. Saudoso Francisca

    20 de Fevereiro de 2014 as 9:40

    Meus irmãos, somos pobres sim, mas não somos miseraveis, temos andado de joelhos a mendigar demais, vamos trabalhar e só com o trabalho sério sairemos deste impasse. Podemos cooperar com quem quer que seja, mais nada de ingerencia nos assuntos internos de S.Tomé e Príncipe. Os nossos conflitos internos também tem a ver com a ingerencia de alguns países nos nossos assuntos internos.

  10. Cidadão ( Filho da Terra)

    20 de Fevereiro de 2014 as 11:01

    Muito bom dia.
    Quero dar a minha opinião com relação a crédito de Angola e não só.
    Para dizer o seguinte que o País é nosso, nós nesse momento precisamos e bastante, não dispomos atualmente de meios financeiros para conseguir alavancar este País em grandes projetos, não está em causa o ADI, o MLSTP, o PCD , MDFM e muito menos os outros partidos políticos, mas sim o que está em causa é a boa Gestão desses recursos, o mesmo não deve servir, para enriquecimento de alguns compra de Quintas e Brutos Carros, muitos menos de Casas de luxo refiro me a Palácios, viajem absurdas, envio de filhos e filhas a Estados Unidos, Europa, Austrália etc., etc..
    O que quero pedir sim aos Políticos que deem um basta, chega de roubo, corrupção enriquecimento ilícito, mas sim que esta nossa República seja uma terra de respeito, oportunidade para todos, refiro para todos, sem quaisquer exclusão social.
    Que os quadros formados quer os professores, Médicos, Economistas, enfermeiros, Engenheiros, Juristas, Psicólogos, jornalistas pedreiros, vianteiros, pescadores, agricultores todos sem exceção que abracemos de coração este nosso País e que confiemos naqueles que de verdade querem o melhor para nós. Para terminar quero apelar também que dizer que é urgente o melhor funcionamento dos Tribunais bem como outras instituições da administração Central de Estado para melhor dignificarmos.
    Muito obrigado vocês da telanon pela oportunidade de me expressar.
    Nunca tive tanta oportunidade em expressar me tanto.

  11. Maria silva

    20 de Fevereiro de 2014 as 11:52

    STP nao espera ancioso por esta verba ( dinheiro estes milhoes) mas sim, os politicos santomenses.Abel dê nomes aos bois!!!
    Eu nao tenho nojo de ser santomense, mas sinceramente sinto vergonha, vergonha dos DIRiGENTES que nós temos.
    Zémé sá tamén di flá ééé
    Eu nao tiro a razao ou mesmo crucifico as Pessoas que dizem nao terem orgulho de serem Santomenses ,é que o nosso sentimento de revolta é mt grande ,relativamente a situaçaõ em que meia duzias de pessoas deixaram o nosso stp!!

  12. Noite Escura

    20 de Fevereiro de 2014 as 12:49

    Já acreditei. Agora estou incrédulo(a). Acha que STP sairá um dia desta mísera situação? Talvez na outra encarnação. Já demos a prova da nossa incompetência. Basta ver como está acabando as ditas fazendas de antigamente. A parte do hospital de Agostinho Neto, já é uma prova da nossa pouca vontade de manter o que temos, que faz parte da história do país e nula ambição no progresso do país.

  13. CEITA

    20 de Fevereiro de 2014 as 14:08

    bem falado Le di alami

  14. incrédulo

    20 de Fevereiro de 2014 as 14:39

    Bando de pedintes…!

    Pedintes não.

    Isto é um crédito que os nossos filhos, netos e bisnetos vão pagar para os corruptos de MLSTP e PCD. (mdfm??)

    Tomem lá atenção com a taxa de juro que nós vamos pagar.

    Apesar de sabermos todos que vocês os políticos é que vão comer a massa toda, e nós pagamos a conta.

  15. Jose Povo

    20 de Fevereiro de 2014 as 14:51

    Gabriel….Gabriel….Gabriel! Não estejas a brincar com fogo. Cuidado que quando menos esperares os teus “primos da troika” ainda vão te pedir contas.
    Estas a prometer muito e a não fazer nada. Sabe-se que és do grupo de Rafael Branco e uns tantos outros marmanjos preguiçosos como Filintos e companhia e que estão semeando no terreno discursos incendiários para o proprio estado. Cuidado que nem voce nem o Rafael e companhia vao levar alguma coisa.
    Como disse alguem num dos comentários recentes neste inter-activo, nas proximas eleições poderá haver de facto muita supresa. Surpresa grande mesmo, ou seja o pequeno dos pequeninos tem sido lembrado nos ultimos tempos como um trovão! Cuidadinho ai meus senhores.

  16. Original

    20 de Fevereiro de 2014 as 18:08

    Emitimos muitas opniões alheias e levianas como forma de preencher este espaço.Já repararam que não se fala no essencial?O Gabi pode ir à Angola ou outro lado qualquer o problema é depois como gerir estas berbas.Com bando de bandidos,vigaristas,sangssugas
    oportunistas, corruptos que temos na nossa sociedade permite que esta verba seja diluido em acções que não tem nada a ver com o desenvolvimento do nosso País.Ainda mais,estes parasitas não têem vergonha na cara porque todos os dias fala-se sobre corrupão e os gajos nem estão aí.Enquanto o povo de S.Tomé e Príncipe entregar o destino do País aos políticos e governantes que estão autorizados a roubarem sem prestar conta,vamos vivendo de migalhas e continuar a aceitar ser mobilizados por eles durante campanha e contribuir para que os mesmos voltem ao poder para continuar esta pouca vergonha que assistimos todos os dias.Pergunto? Os Deputados representam que tipo de povo? Um Deputado ou Governante que funciona á margem da lei e diz de boca cheia que representa o povo, só se o povo também é um fora de lei.Eu,não sou o elemento de povo que algum deputado representa nos termos do seu estatuto que é matar ou esfolar e estar insento de prestar contas.
    Se não arrumarmos a nossa casa, vamos comendo pão que diabo amassou.

  17. ganso

    20 de Fevereiro de 2014 as 22:59

    querem dinheiro de angola…vao chupar ded0 vem ai mais burrrrrooos

  18. zeme Almeida

    20 de Fevereiro de 2014 as 23:25

    Os atuais governantes de S.Tomé e Principe,aguardam ansiosamente com os dentes {AFIADOS}pelos desbloqueamentos da linha de credito que possivelmente deverá alimentar a economia nacional e nao reforcar a parceria com Angola.O porque,tanto LUFALUFA deste governo da TROIKA?Será que este governo terá o tempo suficiente para realizar os seus sonhos?Ao que me parece ser, e é, mais uma venda de sonhos deste governo de Gabriel Costa!Quem viver, verá

  19. Ospibinho

    21 de Fevereiro de 2014 as 1:41

    O Sr Gabriel Costa recorda que tinha dito aos Santomenses que nao deslocaria para mobilizar nenum fundo pq o Patricio vaijou demasiadas vezes? Recordam?
    Digam-me o que GABRIEL estah fazendo agora? Qual o custo da viagem? Ou seja despesa total?

  20. Stwart Afonso

    21 de Fevereiro de 2014 as 8:57

    Meus caros, STP é de todos nos e somos que vamos pagar esse dinheiro. Por isso senhores politicos a coisa pode queimar, façam as coisas transparentes, não pensem que vai morrer no poder.
    Os vossos filhos, esses vãoo vos pedir contas.
    Vamos dar as mãos e trabalhar, mas vocês do poder, so pedem dar mãos para gozar com o dinheiro don povo, pois o povo é que vai pagar.
    Agora pergunto, quem é verdadeiro presidente de STP, nas eleições todos os candidatos vão pra Angola, é assim que se governa? Os proprios angolanos vão ficar chateados em aturar os politicos que não sabem governar um pais de 180 mil habitantes.

  21. wadimilson

    21 de Fevereiro de 2014 as 9:41

    eu so um jovem de mts sonhos e um desses sonhos ja realizei k é viver em angola mas esta mt dificil pk ja fas 4 anos lonje da minha familia e amigos e guando eu oiço k o presidente ou 1º ministro vierão a angola sinto um pouco aliviado e tb ao mesmo tempo mt chatiado pk acho k estao a se esquecer de nos k estamos aque , e me pergunto até quando vai dar início ao cartão de estrangeiros na nossa embaixada. pk quero ir visitar a minha terra querida s t p

    • ver para crer

      21 de Fevereiro de 2014 as 11:46

      cartao de residencia ?
      podes esperar centado….
      vai ser no dia de sao nunca atarde…

  22. Peixe frito

    21 de Fevereiro de 2014 as 11:05

    Nao estou a falar deste ou aquele governo mais o governo de Cabo Verde assinaram um acordo de emprestimo de 10 milhoes com Angola e a ministra daquele pais disse que vai servir para construcao de 2 airoportos internacional e auto-estradas e eu sei que vai ser feito .
    Porque que o dinheiro que nos e emprestado nao se aplica em nada ou desaparece no caminho ?

    • Descontente com os politicos

      21 de Fevereiro de 2014 as 13:16

      Essa gente, os politicos, nunca irão dizer o que vão fazer com dinheiro, meus caros.
      Mas sabemos todos, fazer campanha e encher os bolsos, depois nos vamos pagar. Abre olho…

  23. terra dos outros

    21 de Fevereiro de 2014 as 11:40

    Viva o MLSTP/PSD azar para o ADI

  24. ant

    21 de Fevereiro de 2014 as 15:07

    Um empréstimo concessional S.Tomé e Príncipe precisa, no entanto é necessário que haja projectos bem estruturados e sérios para que se possa tirar o melhor proveito dele. Mas para isso temos que inaugurar uma nova forma de gerir o bem público, longe dos olhos dos habituais corruptos! No entanto, hoje temos um governo que tem pouco mais de três meses de vida, portanto há todo risco que se corre, quando se põe na mão deste governo, qualquer coisa como 60 milhões de dólares! Sendo um empréstimo, que todos vamos pagar, como se explica o facto de se por em mãos de um governo tanto dinheiro em fim de mandato???!! Será que queremos alimentar a corrupção de uma de forma nunca vista??! Penso que Angola não quererá ser conivente com esta situação, que poderá marcar mais uma onda de corrupção a larga escala!

    • Eterno Madiba

      21 de Fevereiro de 2014 as 18:43

      Adorei. Simplesmente!

  25. Eterno Madiba

    21 de Fevereiro de 2014 as 18:41

    Eu julgo que o problema não está em Angola e os angolanos. Está nos politicos santomenses. Todos os doadores estão cansados com a traição constante dos politicos santomenses. Quem hoje acredita nesses politicos. E os angolanos pela longa experiência de guerra, não são parvos. Sabem o que é colocar que neste momento, dinheiro nas mãos dos santomenses. Com o aproximar de eleições, com instabilidade no seio de MLSTP, com corrupção do PCD, com crise social e militar latentes, só um doido colova o seu dinheiro neste lamaçal que é hoje S. Tomé e Príncipe!

  26. djatta

    22 de Fevereiro de 2014 as 3:00

    Veremos, como será utilizada à tal ajuda. Espero que seja bem empregue. Afinal, foi atribuida à fim de contribuir à atenuar as dificuldades do povo saotomense. Que assim seja!

  27. Juciley

    22 de Fevereiro de 2014 as 12:48

    O Governo Angola é um dos grandes parceiros de STP a largos anos por isso digo que é importante esta cooperação, visto que é uma forma de ganhar mais experiência governamental, logo eu acho que a viagem do 1º Ministro a angola é normal

  28. leonel carvalho

    24 de Fevereiro de 2014 as 13:33

    Será üma boa razao para müitos se calarem .Estoü convicto qüe se esse camarada e conterraneo nascido das dificüldades consegüiü ültrapassar müitas barrreiras e catapültar -se , procürando de forma razoável investir nas infraestrüras do País de forma faseada ,porqqüe razao Criticá-lo? Oxalá se esses BANDOS DE SEM VERGONHAS QÜE PASSARAM PELA GOVERNACAO TIVESSEM FEITO PELO MENOS ÜM POÜCO: Deixamos o homem ,dando – lhe üma mao para melhorarmos a p´ülha vergonha a qüe nos sümeteram . Mais üma vez FORCA GABRIEL :

  29. Cláudio Dias

    23 de Dezembro de 2014 as 20:23

    Há muitos anos que temos experimentados os Tradicionais: ódio, rancores, vinganças, ajustes de contas etc..e consequentemente promovendo guerras lutas, pelejas etc.., tendo recorrido aos meios físicos espirituais (feitiçarias) e de palavras destruidoras. Porque não recorrer-mos à outro método que é o AMOR!.. O amor provoca: A Paz; dar e receber perdão; ajuda mutua; união respeito e trabalho rentável…Isto não é sinónimo deixa andar ou de promover a corrupção ou de promover grupos de ladrões e de assassinos. Promover o amor há um preço a pagar, mas é gratificante. Não se esquece: Quem dá recebe; quem planta colhe; quem dá amor recebe amor… A justiça faz parte do amor, não tendo dois pesos e duas medidas… Deus abençoa São Tomé e Príncipe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo