Política

Ex- CEMFA exige investigação para se desvendar as verdadeiras motivações da insubordinação do exército

Os militares do exército que se rebelaram, nunca falaram publicamente de qualquer propósito de derrubar as instituições do Estado. Mas algumas vozes identitárias da oposição, disseram publicamente que o país estava a beira de um golpe de Estado. As chefias militares querem agora desvendar o mistério.

Os militares do exército que boicotaram honras ao Chefe de Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas, protestaram segundo relatos oficiais, contra a não actualização da sua grelha salarial e o pagamento de subsídios principalmente a classe dos sargentos.

Trancaram-se no quartel-general, não permitiram que a banda militar fosse ao aeroporto para prestar honras tanto na saída como no regresso do Presidente da República na recente viagem ao Congo Brazaville. Uma espécie de greve, que não implicou qualquer operação armada no sentido de derrubar as instituições do Estado, pelo menos até agora.

Grupo de sargentos e jovens tenentes do exército, negociaram tranquilamente com o Governo às suas reivindicações salariais.

No entanto vozes ligadas a oposição, confidenciaram várias vezes na praça são-tomense, que o país estava a beira de um golpe de Estado. Acto completamente diferente de uma reivindicação salarial feita com a recusa em prestar serviços habituais aos órgãos do Estado.

Também publicamente vozes identitárias da oposição, anunciaram que o golpe de Estado, estava prestes a acontecer.

As declarações do ex-Chefe de Estado Maior das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe, Felisberto Maria Segundo, no Palácio do Povo, logo depois da tomada de posse do seu substituto, indicam que as chefias militares, vão investigar o acto de insubordinação.

Um expediente que pode comprovar ou não a garantia dada publicamente pelas vozes da oposição, de que o golpe estava para acontecer. «Vamos criar uma comissão de inquérito para apurar as causas dessa situação, porque não se pode admitir que numa força armada onde deve reinar a disciplina se depara com uma insubordinação, uma desordem total», declarou o ex-CEMA.

Para o Coronel Felisberto Maria Segundo, a imagem da instituição militar são-tomense foi mais uma vez lançada na lama. «Quem perde é a instituição militar e o país. Pode-se até ter razão na reclamação, mas como reza o Regulamento de disciplina militar deve-se cumprir e depois reclamar, fizeram o contrário», sublinhou o coronel Felisberto Maria Segundo.

Tudo fica mais estranho segundo o ex-CEMFA, pelo facto de durante o seu comando as questões ligadas aos salários e subsídios dos militares terem estado em execução. «Havia prazo para o cumprimento da reclamação. Aliás já estávamos a atender questões que tinham sido colocadas», frisou.

Felisberto Maria Segundo, diz que sai e bem, porque não poderia nunca conviver com um quartel do exército onde a indisciplina passou a ser lei. «Houve uma insubordinação na nossa instituição militar o que para mim é grave e não se pode admitir. Eu não poderia conviver com esta situação. Como sabe a indisciplina tomou conta daquela casa há muitos anos e há que sanar, há que chamar responsabilidades», pontuou.

O inquérito a ser feito, vai apurar ou não se a insubordinação dos militares do exército teve também empurrão político.

Abel Veiga

    33 comentários

33 comentários

  1. Praça 78

    19 de Fevereiro de 2014 as 23:34

    Tudo isto faz parte do famoso “Projeto CAOS CAOS CAOS”.

  2. tribuna

    19 de Fevereiro de 2014 as 23:57

    abel tu não es jornalista, ou melhor , a tua campanha já começou,…nos termos da lei eleitoral recentemente aprovado , tela nom tb vai ser lacrado…

  3. anônimo

    20 de Fevereiro de 2014 as 3:14

    Sempre o mesmo quando alguma coisa vai mal o culpado é a oposição. Ou seja os militares não pensam,não sentem, São incapazes de ter iniciativa. Por favor deixem de buscar bodes expiatórios para a vossas incompetências. Tudo de mal é a oposição.
    Incompetentes.

  4. marco silva

    20 de Fevereiro de 2014 as 7:31

    Bom dia povo de São Tomé e Príncipe, chega destas coisas, por favor srs do tela non, sr Abel Veiga, o que ganha STP com tudo isto? Vamos ser sérios, prudentes e patriotas, deixemos destas notícias que minam e mata tudo. por amor de Deus, o sr Abílio Neto comentador da RDP Africa fez muito mal, falando no golpe de estado em STP, não há nada, então esta do presidente da república Pinto da Costa, chorar junto as seus homólogos na sua última visita a Brazaville, por temer um golpe de estado, meus senhores vamos deixar de brincadeira de mau gosto. Vocês não acham e pensam nem reflectem que estão a matar este país, depois da grande ajuda que a CNN nos deu com a publicidade gratuita sobre turismo em STP. Chega, basta, párem com isto. Srs do ADI, sr Abel Veiga, Srs do MLSTP, srs do PCD, Srs do MDFM, sr Gabriel Costa, Sr rafael Branco, párem com isto, chega, este povo mereçe ser feliz!Bom dia

    • Rio

      23 de Fevereiro de 2014 as 18:57

      Muito bom o comentários todos nós devíamos pensar e agir desta forma, muito bem Marco silva.

    • amor

      24 de Fevereiro de 2014 as 16:24

      comentário a pensar no desenvolvimentos de sao tome e principe…..muittoooo obrigado pelo comentário…

  5. marco silva

    20 de Fevereiro de 2014 as 7:35

    Vamos pensar e fazer coisas positivas, vamos trabalhar para desenvolvermos STP, temos recursos, só falta cabeça e consciência, vamos lá meu povo!

    • pirilampo

      20 de Fevereiro de 2014 as 8:09

      meu carro nesta parte concordo pelana mente com sigo em tudu que tu deceste pois apanhamos abitos de falar mas falar pois pra certas coisas nao precisa so parecer da ouposiçao nem de partidos politicos ,, pois q temos mesmo q faer colocar a mente a funcionar pq quem perde com td isto somos nos pq nos nao produzimos nada mesmo nada pra OGE apena 7.2% de resto so gosma maos esticadas anos e anos … pois claro tbm q defençores da patria nao poderiam estar contentes nunca pq no seio das FASTP a mts com oconhencimentos amplos em tds os sentidos pois como mts desem a tropa so vai analfabetos nao conta a realidade isto ai poderia ser noutros tempos , pq ha ali varios academicos e mts deles tbm tanto como oficiais sargentos e praças q andam estudar outros ja fseram suas licenciaturas mesmo ca nas nossas univerciadades so q nao os veeem como nada pq quem forma ca nas ilhas maravilhosas ou mesmo na africa nao sabem dar valor vamos nos juntar a tds pois somos apenas so 175 mil habitantes numa area de 1001km2 tds juntos na paz q sempre vivemos dialgo trranparencia stp q sei q tds nos amamos dara um passo em frente bom dai a tds

  6. hahaaaaaaaaaaa

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:14

    que grande brincadeira , depois de sair é que quer fazer inquérito, não sei se isto é para rir ou para chorar.

  7. Libertador

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:22

    Bom dia STP.
    O que destrói o ser humano
    – política sem princípio
    – prazer sem compromisso
    – riqueza sem trabalho
    – sabedoria sem caráter
    – negócios sem moral
    – ciência sem humanidade
    – oração sem caridade
    Se evitarmos esses comportamentos reprováveis, seremos feliz
    Pensemos assim abraços

  8. CEITA

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:46

    Abel Viegas foge muito principio deontológico que deve primar pela boa forma (isenta) de fazer noticia… outro Abílio Neto só passa a falar asneira, todos nós sabemos que senhor Abílio Neto é do ADI mas… convenhamos, homenzinho deixou de prestar bom serviço na RDP e só passa a criticar. Director da RDP África deveria suspender t no serviço…

  9. rostov

    20 de Fevereiro de 2014 as 8:50

    O que eu entendo é que neste País não existem políticos, nem jornalistas. Existem Oportunistas que baseiam deste ou daquele facto para confundirem e manipularem e envenenarem a sociedade.

  10. Saudoso Francisca

    20 de Fevereiro de 2014 as 9:49

    O Jornal Tela non deve primar pela boa conduta e não instar a instabilidade, hoje em STP, mesmo os partidos da TROIKA, também são considerados oposição, porque é só para fazer o ingles ver, sabe-se que muitos só têm ingolido o sapo, não estão de acordo com muitas coisas que se tem passado.

  11. conobia cumé izé

    20 de Fevereiro de 2014 as 10:06

    Os Homens que compõe as nossas Forças Armadas são filhos do nosso Povo; cuja a a realidade Histórica deve ser preservado. Não acredito que os nossos MILITARES vão se transformar em protetores de CORRUPTOS, coberto por Código Penal Santomense, que os poderes políticos podem roubar e nada lhe acontece. Acredito num 25 de Abril em STP !… Quando pian klêklê na tira bicho;alfinete tira !!!|…FUI

  12. Hotage

    20 de Fevereiro de 2014 as 11:31

    Todos os filho da Nacao Santomense, o nosso Pais esta a ser posto em causa por um grupelho de pessoas de ideia fixa, que quer a todo custo,e sem medir o alcance das sua manobras, fazendo desacreditar Sao Tome e Principe a nivel externo e com o refexo no compoirtamento dos cidadao. Nos nao merecemos este tipo de coisa, e nunca identificamos com esteas praticas. A todos que usam este piqueno ecran na busca de informacoes do Pais,tanto como os que se encontram fora lutando pela vida melhor. E’ vos dado a conhecer o seguinte : Que esta sendo elaborado uma peticao ao Governo Portugues e a respectiva Assembleia para o enceramento da emissao televisiva STPTV; de igual modo, e solicitado a substituicao do comentador da STP representado pelo Sr Abilio Neto no programa “Debate Africano”, da RDP-Africa pelo mau estar que este esta a causar o povo e a Ncao Santomense.

  13. Eusebio Neto

    20 de Fevereiro de 2014 as 12:11

    Se alguém ainda persiste na duvida de que S. Tome e Príncipe e um estado independente, soberano e de direito, quero aqui, juntar minha voz a daqueles que na verdade são cidadãos santomenses para repetir, somos a Republica Democrática de S. Tome e Príncipe, portanto, uma Nação. E com esse estatuto, E OBRIGATÓRIO que todas e quaisquer manifestações de indisciplina e desobediência publicas registadas numa instituição do Estado tem de ser averiguada para identificar os seus mentores e executores para que cada um assuma as suas responsabilidades. Gente da oposição politica ou de outra vertente, militares ou mercenarios que façam declarações de tal dimensão, são obrigadas a explicar a Nação e aos cidadãos os sustentos das suas afirmações. Doa a quem doer, fale quem falar, urge localizar a(s) fonte(s) dessa “insurreição” e chama-las a se explicar. Vamos aguardar pelos resultados dessa investigação. A luta continua.

  14. Martelo da Justiça

    20 de Fevereiro de 2014 as 13:30

    Porque é que havia tanta certeza de que estava eminente um Golpe de Estado??? Ouvi isto na RDP Africa. É um assunto que deve ser investigado.

  15. zeme Almeida

    20 de Fevereiro de 2014 as 14:26

    Vamos a ver se é desta vez que a MONTANHA vai parir o RATO.Nada se pode reivindicar neste STP com este governo e com os da troika?Com estas atitudes retrogadas do seculo XX na era do partido UNICO está de volta e que ninguém deve ter duvidas?Nao se admite que em plena Democarcia e no seculo XXI haver pessoas com pensamentos de suspeitas de tudo ou nada a procura de bodes expiatórios para acusar alguém,de todas estas degracas que imposeram STP!Tudo que passa neste tem ser investigado e nunca se deu em nada. Fantasmas sao coisas que nao existem e andamos nestas vidas.O que vos falta é uma investigacao ao {DIABO} no {INFERNO}.O nosso País tranformou-se numa piramede inversa.Haver vamos

  16. zeme Almeida

    20 de Fevereiro de 2014 as 14:30

    A PIDE está de volta a STP.Se este governo da troika e o Manuel Pinto Costa continuarem no poder por mais anos!Quem viver vera.

  17. zeme Almeida

    20 de Fevereiro de 2014 as 15:23

    Senhor {Hotage} isto é o que vos faltava encerrar o STP/TV e RDPA.O senhor acha que o governo portugues e Assembleia da republica portuguesa vao meter,nestas zangas dos compadres e das comadres?Voces mandam em STP,nao em casa aleias.Voces querem monopolizar todos orgaos de comunicacao estatal e agora querem meter as maos nos privados?O mais engracados é que os privados estao equipados com novas tecnologias das mais avancadas com imagens de qualidades e muitos andam com ciumes.{INVEJAS}está acima de tudo.Só mesmo em STP.

    • Hotage

      21 de Fevereiro de 2014 as 10:39

      Escreveu um ilustre Homem a simples frase ” Quando eu serei tu” Se se encontrar apeguado a politica, convida-me para que junto facamos parte desta. Distancia do actual cenario politicio e vez a onde esta o mal. Existe uma fonte de transmissao do mal, da intriga e com o desejo de ver este pais a ferro e fogo, tal como se viu no Congo e em alguns Paise de Africa. Nao tendo STP o lugar para o clima que se quer, o mal vai ser cortado pela raiz. Nos proxismos dias sera tornado publica a carta rogatoria as entidades Portuguesa, para que se reveja o codigo de conduta que reje a televisao STPTV.

  18. bete

    20 de Fevereiro de 2014 as 16:24

    desse jeito, sonho de nos pobre so nos resta ir para angola tentar a sorte

  19. Põe boca não tira

    20 de Fevereiro de 2014 as 16:55

    Infelizmente, tudo de mal que acontece neste país nunca ninguém assum e procura sempre um culpado…poca vergonha dos politicos STP..

  20. Camarada

    20 de Fevereiro de 2014 as 17:20

    DEUS deu-nos um lindo pais com fabulosa floresta , belas praias bonitas mulheres e homens,mas o que DEUS nao nos deu grandes politicos .

  21. Aventureiro da Ilha

    20 de Fevereiro de 2014 as 19:19

    Senhor Pirilampo, desculpe a ousadia em dar a minha opinião. O seu texto foi escrito com muito boa vontade, mas, existem muitos erros ortográficos. Um texto com erros ortográficos, sem concordância e com falta de pontuações, não emite com clareza a mensagem pretendida. Todos nós temos as nossas limitações, é verdade. Por isso, quando existem dúvidas, não devemos ter receio em consultar o dicionário ou alguém que possa nos esclarecer.Embora, actualmente muita gente justifica-se com a existência das abreviaturas, não é o caso. Não se esqueça que a língua oficial e vincular é português. Por isso, devemos saber transmitir com correcção ortográfica, obedecendo as regras gramaticais. Atendendo que estes textos são lidos por diversas pessoas, mais uma razão para nos caprichar em escrever cada vez melhor.

  22. incrédulo

    21 de Fevereiro de 2014 as 7:45

    O verdadeiro problema dos Militares, é a partilha do dinheiro dos barcos que foram presos, apropriados pelos tribunais de STP e depois devolvidos(?) aos seus proprietários.

    Fala-se por aí que a cupla da troika no poder apoderou-se do mísero valor que foi pago para libertarem os barcos (quando os tribunais já os tinham arrestados a favor do Estado Santomense).

    Os militares estão a reivindicar a sua parte.

    Paguem aos Militares a sua compensação pelos riscos enfrentados, e a confusão termina.

    Queremos paz.

  23. 3 Macucu

    21 de Fevereiro de 2014 as 8:44

    Criticar é bom ,mais saber criticar é melhor para bons entendidos

  24. Eusébio Pinto

    21 de Fevereiro de 2014 as 10:14

    Att. Tela Nón!

    Parece-me que existiu algum equívoco no tratamento que é dado nesse texto ao ex-Chefe do Estado Maior das Forças Armadas, Felisberto Segundo, em termos de patente ou hierarquia militar!

    Pois, o facto de o homem deixar de exercer a função de CEMFA, não obriga que ele deixe de ostentar a patente de Brigadeiro e passe novamente a Coronel, pois se assim fosse, talvez constituiria uma despromoção, o que não me parece ter acontecido.

    Agradeço que o Tela Nón clarifique o assunto!

    Eusébio Pinto
    Luanda – Angola

  25. zeme Almeida

    21 de Fevereiro de 2014 as 15:23

    Este senhor Hotage diz:No proximos dias será tornado publico a carta rogatória as entidades Portuguesas,para rever o codigo de conduta que reje a Televisao STP/TV. Este senhor Hotage deve estar com problemas sérios e vem utilizando este espaco de comentários para falar asneiras.Portugal nao é STP que nao se cumpre as leis?Portugal é um País onde se cumpre as leis,falou comeu.O seu STP nao passa de uma gotinha dentro do oceano Atlantico com vontade querer mandar em leis internas de Portuguesas?Se a sua mente pensa assim,fique com ela e a sua republica das bananas,País que as leis só sao para pobres .Esta televisao TVS/TV nao é a ANDIM que abusivamente voces deram o Cartao Vemelho?O senhor manda em STP,nao em Portugal.

  26. tela mu

    22 de Fevereiro de 2014 as 9:19

    Ficam a saber todos que os militares estao para defender o país nao para provocar enfretamentos cobram ou nao o salario eles juraram a bandeira e nao podem entrar nos assuntos politicos só nas yrnas da mesma maneira digo que devem respeitar para serem respeitados devem revendicar seus direitos com cautela para nao criar desordem que formem un comité uma pessoa que possa defender os seus direitos. na europa os militares sao primeiros que se reduze o salario y tambem passam mal mas cumprem o seu. trabalho .o problema é que S.Tome os tenhem burlam de os que nao tem nada entao genera essa raiva y cria um clima que vive agora o país.

  27. marompe

    22 de Fevereiro de 2014 as 11:35

    a razão de tudo isso é porque a gente quando não tem competencia e sabe que um dia a gente vai perder, em vez de fazer coisa certa passa a colocar boi a frente da caroça, por isso deu o que deu. e servira de exemplo para aquele que vier.

  28. rapaz de riboque

    22 de Fevereiro de 2014 as 19:57

    esses senhores não tem nenhuma apresentação até a farda lhes fica mal no corpo

  29. herlander noronha

    22 de Fevereiro de 2014 as 21:31

    Algo anda mesmo mal nesse nosso país ja não se respeita um presidente opusição ja não faz o seu trabalho o governo de pernas para o ar eu acho que esta na altura de fazermos uma reflexão profunda a pensar numa polica viva e forte para o desenvolvimento desse rico país aonde impaciencia do povo e não so,é notorio hoje acontece esses tristes episodio e amanha o que acontecerá?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo