Pinto da Costa desmente declarações políticas que apontam para o adiamento das eleições

O Presidente da República Manuel Pinto da Costa desmentiu os discursos políticos, que consideram a realização do Diálogo Nacional, como uma manobra para adiar as eleições legislativas, autárquicas e regional,  previstas para este ano. Pinto da Costa fez o desmentido no encontro com a população do distrito de Mé-Zochi.

A população do distrito de Mé-zochi deu a sua contribuição com vista a realização do Dialogo Nacional.

Na reunião que teve lugar na passada sexta – feira, a nota de destaque foi para a reacção do Presidente da República em relação as intervenções que consideram o Diálogo Nacional como uma manobra para provocar o adiamento das eleições, autárquicas, regional e legislativas, previstas para este ano. «Nalgumas intervenções fiquei com a impressão que haverá gente que engoliu o veneno, segundo o qual o objectivo do diálogo é para adiar as eleições. Isso é tudo uma mentira muito grande», declarou Pinto da Costa

Uma mentira grande que é contrária ao espírito da democracia. «Democracia sem eleições não é democracia. Logo que a Comissão Eleitoral disser que estão reunidas todas as condições, o Presidente da República vai cumprir com as suas obrigações. Portanto o diálogo não é uma manobra para adiar as eleições», fundamentou.

A paranóia tende a dominar mentes políticas e não só, que encontram manobras no diálogo nacional. O Chefe de Estado, considera que as pessoas que enveredam por esta estratégia, têm medo do diálogo. «Quem diz isso são pessoas que têm receio do diálogo. Gostaria que fossemos com espírito aberto para o diálogo. Mostrarmos todos os erros e falhas para depois encontrarmos em conjunto o caminho e a solução que poderá nos ajudar a superar as dificuldades que encontramos no nosso processo de desenvolvimento», concluiu.

No encontro com membros da população do distrito de Mé-Zochi, o Presidente da República, que também é o líder do Diálogo Nacional, foi alertado sobre várias situações de injustiça social que enfermam a sociedade. Alguns populares apontaram a revisão da constituição política como uma das acções fundamentais, após Diálogo Nacional.

Abel Veiga

  1. img
    Le di Alami Responder

    VIVA…..

    • img
      Joao Manel Responder

      Sr PR Pinto da Costa,
      Quem quer dialogar tem que ter espírito aberto sim e nisso concordamos todos, mas não é esse o espírito que o Sr mostra quando fala em veneno. Ao falar em veneno o Sr demonstra que dentro de si existe ódio e exclui quem pensa diferente de si e isso é contra o que o Sr apregoa por ai. Outra coisa, será que os Santomenses da Diáspora não têm uma palavra a dizer nesse dialogo?

      • img
        bobwaboo Responder

        João Manel vç esta a trás do mundo, o pais não precisa de vç.

      • img
        Tito Responder

        Falou e disse

        Um PR ao se endereçar a um publico fala de “haverá gente que engoliu o veneno” ainda mais numa sessão de dialogo nacional convocado por ele mesmo.

        E que dialogo é esse que é feito sobre convite? E a diaspora? E o dialogo entre os maiores confucionista dos países, no seio mesmo do MLSTP, entre MLSTP e o PR, entre o Governo e os partidos políticos, no seio de PCD os maiores desgraçadores desse país? Entre os santomenses que ficam la na disapora a degrinir a imagem do partido. Como se pode dialogar, quando estão tudo fazer para excluir um filho da terra, líder de um partido e pelo visto líder popular de momento? Quando o PR chamara o Patrício Trovoada, o Miguel Trovoada para se dialogarem? Porque o problema hoje que estamos todos envolvidos contra a nossa vontade, não é a guerra, a ira, o odio Pinto/Trovoada? Estão a gastar dinheiro atoa num dialogo nacional de aparência, de cima, cima… sem ir para baixo, baixo. São essas confusões de “baixo, baixo…” que estão a destruir os santomenses.

  2. img
    Bili Responder

    Viva S. Tomé e Príncipe
    Viva Diálogo Nacional
    Unidade, Disciplina e Trabalho
    Deus nos proteja e abençoe estas ilhas de nome Santo (Tomé e António)
    Viva Democracia
    Viva o melhor povo do mundo
    Unidos Venceremos

  3. img
    Lemos Cima Responder

    Afinal só pode ir ao Diálogo Nacional quem tem convites? Só pode fazer perguntas pessoas previamente selecionadas? Mas, que raio de diálogo é este? Pão com chouriço e cerveja no Diálogo? Afinal a campanha eleitoral já começou!
    Qual o verdadeiro objectivo do Diálogo? Identificar os são-tomenses mais corajosos? Para depois persegui-los?
    Não percamos tempo e poupemos o pouco dinheiro que ainda resta na Presidência!
    Obrigado

  4. img
    MÉ SOLO Responder

    Já tinha parabenizado o sr Presidente da Republica por esta iniciativa, salientando ainda que precisamos dialogar e dialogar muito para chegarmos a um entendimento e encontrarmos formas de catapultar São Tomé e Principe.

    Contudo,estou um pouco recetivo porque o PR não tem puderes para implementar e fazer cumprir as decisões que sairão deste diálogo nacional uma vez que quem governa é o governo. Não esqueçamos que o ADI não aderiu a este evento daí que julgo ser imperativo que após o diálogo nacional o PR faça sentar a volta de uma mesa os partidos politicos com e sem assento parlamentar e descutir a implentação e o cumprimento das decisões deste evento.

    Ia um pouco mais longe ainda, é preciso que se faça um plano para o desenvolvimento do país, estabelecer medidas e prioridades para o seu cumprimento independente da cor partidária que vier a ganhar as eleições. Não pudemos contiunar a fazer remendos, se prioridade for turismo, direccionamos baterias para tal, se for saúde a mesma coisa, etc etc. Assim estou convito de que o país conhecerá novos horizontes.

    • img
      Tito Responder

      E ainda bem que o PR não tem puderes para implementar e fazer cumprir as decisões que sairão deste diálogo nacional, se não seria aqui mesmo que estaria toda a nossa desgraça. O homem que nem está a poupar o seu partido de origem, o partido histórico, graça a qual ele pode desenvolver a única profissão da sua vida “ser PR” é ele que pensamos poder ajudar STP. O nosso maior problema está na incapacidade do Sr. PR de comunicar, de ouvir os outros, de não querer que todos os obedecem, de pensar se alguém não concorda com uma ideia sua é porque está contra ele. O Sr. PR deve dialogar consigo mesmo, com a sua consciência. A idade e a experiencia tem o mérito de trazer a sabedoria as pessoas, seja uma pessoa sabia, congregadora e não destruidora. Deus deu o SR. uma segunda oportunidade, coisa que todo mundo não tem. Aproveite-a bem, para o seu próprio bem pessoal e para o bem de santomenses, particularmente aqueles coitados que ainda acreditam em si. Por respeito á essas pessoas, seja sincero consigo mesmo. Se o Sr. não for capaz de reconciliar consigo mesmo, o Sr. vai destruir todo STP, o país que deu o Sr. a maior oportunidade da sua vida.

      Abel por favor não censura está mensagem, ou mesmo se não queres torna-la pública, faz que está mensagem chegue a PR. É essa a minha contribuição para o dialogo nacional.

      Viva STP
      Viva os santomense
      Força Sr. PR, muita coragem.

  5. img
    arroz podre Responder

    O diálogo é o melhor remédio para os seres humanos se entenderem. Mas para participar no diálogo, o convite é formulado pelo Gabinete da Presidência aos participantes.
    Os partidos que compõem a comissão do diálogo não fazem representar nos encontros nos diferentes distritos à mando do Pinto da Costa.
    Há muita maneira de adiar as eleições, o Sr. Pinto da Costa sabe disso.
    Espero que o Sr.Pinto da Costa não receba no seu gabinete o Presidente da Comissão Eleitoral sozinho, porque é suspeito.
    Estamos cá para ver o resultado do Diálogo Nacional.
    O que o Povo quer é melhoria de condições de vida, emprego, medicamentos no hospital
    , cada ano melhoria nos distritos.

  6. img
    Saudoso Francisca Responder

    Minha gente, que tipo de dialogo quando as pessoas são previamente selecionadas pelo Gabinete da Presidência e essas pessoas são de conveniencia do PR e vão lá apenas dizer o que são instruídas a dizer. A falta de dialogo está nos politicos, porque todos querem comer num prato ao mesmo tempo e dá (fulumento), e cada um a sua maneira de (vabú). Em vez de comerem um de cada vez. Para mim o diagnostico do dialogo já está feito.

    • img
      Seabra Responder

      Francisca à “saudosista”, espero que o seu ídolo Patrice Trovoada, não venha outra vez à STP só para tirar proveito pessoal, porque ele não é patriota e tão pouco tem sentimento para STP. Quanto à si, Francisca, não fique apenas a criticar….proponha algo, participe na vida politica de STP, seja activa… STP ganha + do que de ouvir críticas sem propostas concreta e inteligente.

  7. img
    Dias Responder

    sinto muito. Se para dialogo tem-se ser convidado e selecionadas para uso de palavras, ai o dialogo intende-se que tem outros objetivos a atingir. se é um ato aberto a toda gente,para expor e opinar e ajudar a identificar focos de maior clivagens e de maior instabilidade nacional, não pode ser resumido nestes termos. se é democrático todos têm direito de dar suas contribuições.

  8. img
    Filipe Samba Responder

    o dialógo é pois um modelo funcional que pressupoe a existencia de determinadas etapas ou passos para a resolução de problemas, perante a situação que urge resolver, há um processamento de infromações que segue um percurso cognitivo para solucionar as situações do quotidiano.
    Etapas:
    1. Definição do problema
    2. Selecção da estratégia de acção
    3. Justificação da estratégia
    4. Antecipação das consequências

  9. img
    Carlos Manteigas Responder

    O Dialogo Nacional é uma espécie de tudo de ensaio.
    AS conclusões desse patético DN, vão ser espelhadas e plasmadas no manifesto eleitoral. Ou seja tudo que for aflorado, como problema, vai ser transformado em objetivos e soluções miraculosas. Por isso, que as pessoas serão previamente selecionadas para intervir. Mas o problema será o rosto deste MINISFESTO: aquém pertence o manifesto Eleitoral? Será a Nova força politica!!
    Truque velho!! Não estamos em 1975! O plebiscito era coisa do passado.

  10. img
    malebobo Responder

    afinal de conta é dialogo nacional ou não é, isto porque para pessoas participarem tinham que receber convites

  11. img
    Ké Kuá Responder

    Gostaria apenas de saber porquê que o Diálogo Nacional é censurado na TVS e na Rádio Nacional!

  12. img
    António Menezes Responder

    Que dialogo é esse? Isso é pura campanha, muita sujeira, credo, onde estamos?
    O dialogo deveria ser aberto, mas não é isso q estamos a ver.
    Tire o ódio, os governantes são para governar e não para odiar, credo…
    Juram defender a constituição, mas o que estão fazendo?

  13. img
    manuel soares Responder

    Pronto está dito teremos eleições entre junho a julho de 2014. Depois vamos ver se possível onde colocar as conclusões e recomendações do diálogo nacional. Assim querem assim será, ganhamos todos com visto. Mas continuo a perguntar porquê este timing , não seria melhor realizar este diálogo num ano sem eleições, em 2015 por exemplo?

  14. img
    Dusdoi Responder

    muitos argumentos muitos dialogos
    Mais o basico, seria ter um Pais autosustentavel na alimentação, pois a saude parte de uma boa alimentação. NINGUEM quer ir trabalhar a terra .

    muito falatório pra nada.
    quem não nos conhece que nos compre !!!

  15. img
    João do Rosário Responder

    Achei interessante a ideia de se prmover um diálogo nacional para trocar ideias sobre a situação social,política,a governação,a justiça,a saúde,onde os participantes ,velhos ,jovens são-tomenses pudessem contribuir com ideias para mudar o que está mal e os organizadores seriam mensageiros de todas preocupações auscultadas a serem propostas e debatidas com os partidos plíticos ,,o governo,a presidência ,os tribunais,a assembleia .No dia 5/3/2014 comentei o grande objetivo do “diálogo nacional”no facebook.Acolhi a ideia com agrado mas desconfiado e a ser verdade que as pessoas são previamente selecionadas a participar neste diálogo é de repudiar. Anexo o meu comentário postado no dia 5/3/2014 na página diálogo nacional: “O diálogo é base fundamental para se chegar a um entendimento ,buscar consensos, fortalecer ideias em prol de determinados objetivos. Para tal o bom senso tem que sobrepor ao radicalismo, a arrogância. Boa iniciativa mas é preciso estar atento a essas iniciativas porque muitas delas convertem-se em pura manobra de diversão ou de protagonismo político. Que esse diálogo em volta do tema futuro do país/ busca de respostas aos desafios do desenvolvimento de STP seja enriquecedor e que dele nasça uma fonte onde o povo num futuro breve possa matar a sede de uma verdadeira democracia ,uma democracia mais justa .um verdadeiro poder do povo ,uma classe política mais responsável com vontade clara e bem expressa para servir o povo e não se servir dele. Esse diálogo focado em “de STP para STP” tem um promotor e espero que o faça bem , que os resultados alcançados desse diálogo nacional ,as suas conclusões não sejam levadas pelo vento, que as ideias pertinentes sejam executadas. Ao meu ver STP precisa de são-tomenses conscientes ,determinados a servir o pais condignamente, não aproveitar-se dele . Que os partidos políticos, governantes sejam responsáveis ,que não ´só pensem neles e o seu círculo de amizade,que se demarquem do clientelismo político. Para esse prometedor diálogo para salvar STP proponho o seguinte aos seus promotores: que debatessem o estado social da nação, a responsabilidade do estado face a pobreza, o desemprego, a saúde, a educação, reflexão exaustiva sobre a justiça, a corrupção, leis punitivas para os que se apoderam de forma indevida e abusiva do bem público, novas políticas para a agricultura, a pesca e o turismo. Um diálogo de STP para STP que dele saiam excelentes decisões. .Proponho uma reflexão pela mudança ,pela redução de cargos governamentais e diminuição de número de deputados a assembleia. Bem haja .Todos juntos, envolvendo pessoas honestas ,sérias podemos inverter o rumo do mal, do seu eixo que parasita e suga ao ponto de comerem tudo e de não deixarem nada.
    Gosto • Responder • 4/3 às 21:33″
    Essa iniciativa deve estar aberta ,receptiva a todas criticas ,as construtivas devem ser alvo de reflexão a nível dos quatro poderes e todos juntos,todos juntos,porque é da união que STP precisa poderem pensarem em reformas e executá-las o mais urgente. Se não fizerem coisa séria,digna,ai o poder mais elevado de todos ,o povo terá a sua palavra, Bem haja . STP PRECISA DE PESSOAS HONESTAS,INTEGRAS PARA O DIRIGIR.joão do Rosário

  16. img
    João do Rosário Responder

    a corrigir”…poderem pensarem…”-o melhor poderem pensar

  17. img
    zeme Almeida Responder

    Palavras ditas pelo Senhor presidente, passo a citar:Democracia sem eleicoes nao é democracia,{logo que a comissao eleitoral disser que estao reunidas todas as condicoes o presidente da repulica,vai cumprir com as suas obrigacoes}.Com este paragrafo,está tudo dito, o senhor presidente vai adiar as eleicoes!Em 2013 nao se realizou as eleicoes autarcas por falta de condicoes e algumas anomalias registadas nos cadernos eleitorais,o senhor presidente vem nos dizer outra vez e com as mesmas cantigas, que está espera do aval da comissao eleitoral,para marcar as eleicoes?Que granda TANGA!Se a comissao eleitoral disser que nao estao reunidas as condicoes para as eleicoes,isto servirá como pretexto para adiar as eleicoes?Eu penso que estas manobras já estao todas orquestradas pelo senhor presidente Pinto da Costa.Quem viver verá!Hver vamos

  18. img
    manuel soares Responder

    Sua Exa senhor presidente Pinto da Costa, com todo vénia diz-nos por favor, este diálogo nacional é sinal que Patrice Trovoada pode vir e entrar em paz e não vai alguém sem poder nem matéria de prova para tal o prender num acto de abuso de autoridade e ditadura pura com juízes incapazes de julgar seja quem for porque estão mergulhado até ao pescoço em actos de corrupção, desvio de verbas, peculato, crimes de colarinho branco,violação de memores e tudo quanto são crimes económicos? Se suaExa sr presidente Pinto da Costa quer fazer as pazes com Patrice Trovoada e ADI então entendo o diálogo nacional que com todo respeito eu apelido de diálogo de surdos políticos.
    Outra é, esta, se vamos ter eleições em Julho, não seria este momento para os partidos políticos, grupos de cidadãos, movimentos políticos entre outros, debruçarem no seu programa político de governação para o país, feito com calma, cabeça, tronco e membros numa visão patriótica, sustentada e apelando a participação da sociedade civi? Por amor de Deus, sr presidente, vamos fazer este diálogo ano ano de 2015 sem eleições a porta, o senhor ausculta as populações nos distritos e na região autónoma do Príncipe, mas pára e não gasta mais dinheiro e tempo nem nos aborreça mais com esta mega reunião que para mais leva 4 dias(24 á 28 de Março). Conselho de amigo e gente atenta e esclarecida sr presidente. Peço desculpas a vossa Exa sr presidente e ao povo de STP se lhe ofendí em qualquer momento ou tenha utilizada qualquer expressão menos apropriada. Do seu apoiante nas eleições de 2011. M.S.

  19. img
    manuel soares Responder

    Mas se o Patrice Trovoada cometeu crime estou de acordo que ele seja julgado mas se por acaso são irregularidades do acto da sua governação e gestão enquanto primeiro ministro olha isto não, isto não se considera crime, caso contrário muita gente terá que parar a banco do réu, posso citar alguns casos, arroz de camarões, STP Trading, venda da Enco, fundo de japão, fundo de Taiwan, casas sociais, barco Príncipe, doca pesca, passeios da capital, central de bobo foro, mini barragem no Príncipe, hospital de Príncipe, construção do edifício do ministério da educação e dos negócios estrangeiros, barcos que afundaram com arroz, casas pré fabricadas bairro Kilombo, GGA(1,2, 3), gestão de ENAPORT, gestão de ENASA, Gestão da EMAE, fundo de reconstrução nacional onde pára? Encor, Encar, Emave, muito e muito mais envolvendo gentes de todos os quadrantes e governantes

    • img
      o país Responder

      Isso mesmo.É assim que devemos tocar na ferida. sabemos que vai doer. Mas…..

  20. img
    FEXA PATA Responder

    São truques de sempre por mim o presidente faria isso sozinho em cada zona que passa o povo que ver arroz que esconderão, e estão a vender imagina 1kg de arroz por 25 contos e ainda inventam dialogo de trocha.

  21. img
    Zé Povo Responder

    Senhor Pinto da Costa, não exclua os partidos politicos. O ADI já manifestou claramente que está de fora, o PCD diz que o senhor roubou a sua ideia em realizar um pacto de regime e está a avançar com um díalogo sem pés e sem cabeça. O MLSTP de Jorge Amado quer ficar de fora, o MDFM não se tem pronunciado e o senhor só está a contar com o MLSTP de Rafael Branco e UDD . Assim coloca-se a seguinte pergunta; Se o senhor quer implementar as decisões do dialogo nacional como o irá fazer se os partidos comm assento parlamentar não se reverem nessas mesmas decisões? Ou será que o senhor vai suspender a constituição?
    Se está a pensar nisso, não o faça!

    • img
      SEABRA Responder

      ….PLAGIAT, é o que mais existe no seio politico…roubara idéia uns dos outros. Aliàs, a maior parte dos homens politicos, têm as ideias “curtas”, porque têm um cérebro do tamanho de “grao de bico”, mas têm as maos longas, para desviar os bens do ESTADO.

  22. img
    Mé pó Feladu Responder

    uma vez mais venho a este palco, isto de dialogo é fazer boi dormir o dialogo é ter vontade política de distribuir bem a riqueza por todos os santomenses, pq caso contrario a pobreza nunca irá diminuir + sim aumentar;
    1º revogar a lei que da direitos aos senhores q quando termina a função leva caro novo de estado e tem que comprar outro para o sucessor;
    2º revogar também a lei que os srs levam o salário por inteiro com todas as regalias;
    3º produzir uma nova lei que da direito a todos os funcionários públicos que quando passarem a reforma levam o salário que auferirem ate a idade de reforma ai estaríamos a acabar com pobreza, fico por aqui com estes tres pontos quando houver necessidade de dar meu ponto de vista estarei de novo nesta pagina

  23. img
    Acacio Responder

    eu acho que nesse dialogo, devemos todos solicitar ao sr. Presidente da Republica no sentido de pressionar a comissão eleitoral a marcar a data da eleição, isso sim, acredito que nos interessara imenso. Chega de permaneceram no poder de forma ilegítima, isto pra mim não é democracia mas sim um autentico abuso para com a constituição. fui

  24. img
    arelitex Responder

    pelos vistos o nosso presidente , quer nos dizer que falou uma coisa e nós como somos ignorantes no pensar dele .percebemos tudo ao contrario . até inventamos as palavras que saem da boca dele .

  25. img
    rs10 Responder

    As mentes mais brilhantes deste país não estiveram presentes nesse diálogo. Além disso, este país já conheceu mtos e bons projectos que nunca foram implementados, ou, pelo menos, não na totalidade. Portanto, as contribuições deixadas ali, não terão destino diferente. Caírem no esquecimento.

Deixe um comentario

*