Política

PEPS já se apresentou ao Tribunal Constitucional

Os mentores do Partido de Estabilidade e Progresso Social, já requereram ao Tribunal Constitucional, a legalização da força política que nasce para concorrer as eleições deste ano.  Rafael Branco antigo Primeiro-ministro, é um dos mentores do PEPS.

Rafael Branco eu abandonou o MLSTP/PSD, em Março último, juntou-se a um grupo de cidadãos interessados em concorrer as eleições legislativas, autárquicas e regionais deste ano.

O grupo de cidadãos criou o partido de Estabilidade e Progresso Social, que na passada quarta – feira, apresentou ao Tribunal Constitucional, as documentações exigidas por lei para a sua legalização.

Silvério Pereira quadro da função pública, membro do novo agrupamento político, falou em nome dos mentores do  PEPS.  «É um passo para a legalização do partido. PEPS como partido que quer estar legalizado na praça política cumpriu com o seu papel, com as assinaturas conforme manda a lei».

Se o veredito do Tribunal Constitucional for favorável, PEPS será o décimo primeiro partido político de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

 

    1 comentário

1 comentário

  1. servo de Déus

    2 de Maio de 2014 as 15:09

    Desculpe-lá, mas, oque é sério, o Sr. “Silvério Pereira” tem que mudar muito de comportamento. seria o primeiro passo a dar como amigo. Se é q o partido veio para ficar!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo