Destaques

Pinto da Costa : “Uma autêntica vergonha” a vinda dos deputados portugueses a São Tomé

pinto votaApós ter exercido o seu direito de voto na Vila de Pantufo, o Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, reagiu para a imprensa sobre a vinda de 4 deputados portugueses, a São Tomé, na caravana política de Patrice Trovoada. «Presenças dos deputados de Portugal, do CDS, do PS, e do PSD,  estou convencido que não foram os partidos que enviaram esses deputados para aqui. Isso não vai perturbar de maneira nenhuma as nossas relações com Portugal», declarou o Chefe de Estado são-tomense.

Pinto da Costa, Presidente de São Tomé e Príncipe, considerou a vinda de tais deputados alegadamente para defender a democracia em São Tomé e Príncipe, ao lado de Patrice Trovoada, como sendo «uma autêntica vergonha. Uma autêntica vergonha que eles tenham contribuído para tentar sujar o nome de São Tomé e Príncipe, levados por indivíduos com pretensões que não são pretensões do povo são-tomense. Estou convencido que a estadia deles aqui deve ter-lhes levado a conclusão, de que São Tomé e Príncipe não é um país que é dirigido por alguém que deveria estar no Tribunal Penal Internacional. Os são-tomenses não são dirigidos por dirigentes que devem merecer a condenação da Igreja, porquanto fizeram um recurso a igreja católica. Mas São Tomé e Príncipe, é um país de homens livres que gostam da liberdade e que estão disponíveis para trabalhar com toda gente. Quero aproveitar para agradecer ao povo são-tomense por ter dado um exemplo tão bonito, agora vou almoçar melhor», concluiu o Chefe de Estado são-tomense.

Pinto da Costa votou cedo, no meio do povo de Pantufo, que também exerceu o direito de voto.

Abel Veiga

 

.

 

 

    64 comentários

64 comentários

  1. marta

    12 de Outubro de 2014 as 12:41

    mesmo asimconcordoportugal foi a falencia 3 vezes.ele tem q ter vergonha

    • quima

      12 de Outubro de 2014 as 21:34

      e os deputados de Angola que estavam cá a alguns meses atrás?

  2. Combocone

    12 de Outubro de 2014 as 12:48

    Boa lição
    Estão a confundir os 504 anos de sofrimentos que os nossos avos e bisavós tiveram. A colonização em S.Tome só passou uma vez
    Fui

    • zé-manel

      13 de Outubro de 2014 as 20:40

      Pergunto ao senhor o que é que o povo s.tomense sofreu quem era os escravos eram os caboverdianos e tongas o que sofreram foi o massacre do Batepa a não ser foram sempre malandros o retrato é ver como pais esta depois da independencai

  3. Maria Guadalupe

    12 de Outubro de 2014 as 13:12

    Maioria dos portugueses sempre foram assim, mercenários, desde deputado ate’ os politios portugueses sempre foram bandidos. Houve altura que Savimbi oferecia caixas de diamantes brutos aos porrugueses para apoiarem-lhe. Enquanto Mario Soares ainda era presidente de Portugal, o seu filho Jao Soares teve um acidente de viacao no interior de Angola em que o aviao dele privado estava cladestinamente cheio de pedrinhas e ossos de marfins de elefantes. Filho de presidente de Portugal.? Francamente. Brasilehros e’ que mandam na lingua portuguesa. Portugal perdeu toda dignidade. Coitado de Portugal

    • Aleluia

      13 de Outubro de 2014 as 8:08

      “acidente de aviação”

    • zé-manel

      13 de Outubro de 2014 as 20:37

      senhora Guadalupe com tanta bandidagem na nossa terra na classe politica a senhora tem mãos para escrever disparates?

  4. bintoudjalo

    12 de Outubro de 2014 as 13:14

    Seja qual for a opinião de cada sao-tomense sobre o actual presidente Dr. Manuel Pinro da Costa, podemos todos reconhecer que é sem duvida uma grande personalidade, carismático, com muita classe e “sagesse”, naturalmente! RESPECT ! Ele é um HOMEM admirado, estimado e muito respeitado, tanto à nível nacional como internacional.
    Aqueles que aceitaram o convite do P.T. São tao mesquinhos como ele , nao têm reconhecimento da luta levada para libertar Portugal (25 abril) e as colônias do fascismo, da ditadura, do Estado Novo…houve guerra colonial, tortura, prisão etc.
    Foi uma longa luta…digna, que deve ser respeitada. Alors que des minables, bons à rien, P.T. et ses petits larbans d’opportunistes veulent détruire. Mais c’est raté !
    MLSTP, ce parti qui a donné la liberte à STP et à son peuple, sera toujours le premier, le vainqueur dans les coeurs dé tous les patriotes convaincus. A luta continua, a Vitória é certa. Hasta simple comandante Pinto da Costa!

    • Tito

      13 de Outubro de 2014 as 10:19

      ” Uma autêntica vergonha que eles tenham contribuído para tentar sujar o nome de São Tomé e Príncipe, levados por indivíduos com pretensões que não são pretensões do povo são-tomense.”

      Pinto o que? Fala agora? Fala? O que? Indivíduos com pretensões que não são de povo são-tomense? Fala agora!!!!! Você pensa que conhece o povo Santomense? Que pode falar por ele.

      Espero que com esses resultados das eleições, vai te servir Sr. PR de lição. O povo te deu uma nova oportunidade, te elegendo em 2011, e tu não entendestes nada. Para trabalhar para este povo que sacrificaste durante 15 anos, não vieste piorar ainda a nossa situação devido , ódio mau coração, malvadez. Mesmo MLSTP, não poupaste, destruíste esse partido.
      Agora toma, está derrota da troia é tua.

      Espero que o Sr. entendeu que quem manda é o povo. O povo põe e o povo tira. Agora como o SR. disse, que o “povo só manda na urna”, desta vez o Senhor PR vai respeitar a vontade do Povo. Esses dois anos que te restam, usa-os bens para tentar apagar todo o mal que fizeste a esse povo, que te deu a unica profissão da sua vida , a de ser presidente. E que tudo indica, não seres apto para este posto.

      Bem hajam a todos!
      Viva o Povo de STP!
      Viva STP!
      Sinto-me orgulhosa de ser hoje santomense.

    • Amoroso de STP

      13 de Outubro de 2014 as 10:24

      Os resultados do voto de 12 de Outubro (esse dia bendito), diz tudo contrário do teu comentário, meu caro.

      E p’ra saber!!!!!!!!!!!!!!!
      P’ra deixar de meter!!!!!!!!!!!!!!!

      E p’ra saber!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Passar a escutar mais o Povo!

      O Povo santomense vos deu uma lição. Esse chicote que Kauíque pediu ‘ra voces. KiKiKiKi KaKaKaKa KiKiKiKi, Kaca oooooooooooooooo!
      E ‘ra saber!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • António Menezes

      13 de Outubro de 2014 as 13:50

      Se não é engano parece que estás a falar de uma outra pessoa, não acredito….

  5. bintoudjalo

    12 de Outubro de 2014 as 13:18

    “hasta siempre”.

  6. Konder

    12 de Outubro de 2014 as 13:32

    Vergonha deveria ter os dirigentes são-tomenses que 40 anos depois da independência não conseguiram dar rumo a este país tão pequeno. Caso para dizer “Cambada de incompetentes”, vão aprender com os caboverdianos, se é que não têm lições a aprender com os portugueses. Só não esquecem que mais de 25% do Orçamento de STP é financiado por Portugal e esses deputados terão sempre uma palavra a dizer no apoio que Portugal dá a STP, pois isto é votado.

    • xiquila

      12 de Outubro de 2014 as 22:52

      Quem nao sabe n emite opniao pq se fosse só para pt já estaríamos morto de fome

  7. Mutende

    12 de Outubro de 2014 as 14:00

    Quando abrem a boca para falar pensem primeiro.Nao esquecam que somos mendingos internacional desde 1975 ate o dia de hoje.Vamos pensar no trabalho.O bla,bla,nao nos dignifica

    • Wê Son Son

      12 de Outubro de 2014 as 15:43

      Mendigo internacional és tu Mutende. Abre vista, hoje ninguém te dá apoio de graça. Os países que apoiam São Tomé e Príncipe recebem quase sempre algo em troca. Imagine quantas toneladas de peixe a União Europeia não extraiu (ou roubou) do nosso mar, sem falar nas trocas comerciais e outras e outras coisas que nós não sabemos. São Tomé e Príncipe é soberano. Aquele que entra no nosso território está sujeito as nossas leis e ordens. Quando nós afirmamos a nossa soberania podes crer que assim atraímos mais financiamento externo para todos os nossoas projectos.

  8. RODRIGO CASSANDRA

    12 de Outubro de 2014 as 14:08

    Eu estou chocado e muito triste com toda esta palhaçada Tribunal Penal Internacional, Manifesto sobre Democracia em S.Tomé e Príncipe e agora deputados Portugueses isso tudo é uma autentica vergonha que o humilde povo de S:Tomé e Príncipe fica submetido este não parece ser o Patrice que eu conheci ,, mas enfim um dia seremos todos melhores estes tipos de comportamentos não nos dignifica dividi-nos cultiva odio até mesmo as relações entre estados .. é o país que temos gostaria imenso que cada um tirasse ilações de toda esta pouca vergonha e palhaçada

  9. elton

    12 de Outubro de 2014 as 14:51

    cada um tem o direito de comentar. mas por favor evitem comentários de aparência racial. atacam a pessoa em causa e não o seu pais em general pk em todos países tem pessoas boas e ma.antes de criticar verifica se vc mesmo não tem problema.ao comentar usa palavras que edifica.usa a sabedoria com inteligência que tenham.portugal pode ser o que e. mas nao esqueces que recebemos muito apoio nas mao deles.temos que ser realista isso que Deus quer.

  10. Eugenio Costa

    12 de Outubro de 2014 as 15:25

    Konder
    O sr esta destraido sao tome nao e independente quem e incompetente dos 4o teus amugos
    Do manifesto estavam 20
    Sao tome nao tem nada de aprender
    Com caboverde so temos que aprender sao os valore eticos e
    dignidade mas qunato a democracia
    Nepia precisamos sim de Portugueses trabalhadores de vadios como e o teu caso que
    Vive do jantar do nanifeste nao
    Precisamos andamos com mais
    Estendudos como todos outros
    Paises do mundo
    Se estas mal muda

  11. Barbosa Santos Policarpo

    12 de Outubro de 2014 as 15:38

    Digo meu amigo, por favor, não te mistures com essa gente que não têm nem EIRA nem BEIRA a começar do próprio Pinto da Costa que como presidente devia estar calado em vez de estar a dizer asneiras. STP depende da Comunidade Internacional pra tudo até pra fazer eleições e Portugal é senão um dos maiores contribuidores ou contribuintes pra realização dos mesmos. Deixemos de mesquinhecices e este orgulho doentio que vem nos prejudicando desde 1975. Prova disto é a pouca vergonha do Diálogo Nacional que hoje está na prateleira que só serviu pra encher os bolsoas de alguns incluindo o seu promotor: Pinto da Costa. Resultado está aí a vista, mais 2 partidos politicos: PEPS e PND apadrinhado pelo PR. Ah… pá, ele que ganhe juizo. S.Tomé e Principe é de todos nós e mais respeito pelo povo. Não temos dinheiro pra realizar as nossas eleições mas temos dinheiro, BILIÔES e BILIÔES de dobras pra pagar as pessoas pra irem (influenciarem a…) votar. Uma pouca vergonha, somos uma vergonha aos olhos da Comunidade Internacional. Não somos sérios e ninguém nos leva sério. ISTO É UM FACTO. TEMOS QUE MUDAR. Obrigado Tela Non.

  12. Barão de Água Izé

    12 de Outubro de 2014 as 15:40

    “Ingerência nos assuntos internos de um Pais”. Era assim nos tempos áureos do comunismo, quando alguém criticava o que se passava nos países onde as “grandes conquistas” do proletariado iam “acontecendo”. Os de dentro se criticavam iam parar ao Gulag (campos de concentração); os de fora, bico calado que vocês são reacionários capitalistas.
    Nos tempos que correm, qualquer pessoa e de qualquer lado tem o direito e dever de se assumir em posições politicas em relação a tudo.
    STP não é uma Democracia plena porque não há democracia Económica.

  13. pantufo

    12 de Outubro de 2014 as 15:44

    Declarações infelizes do presidente da Republica, que nunca deveria fazer este tipo de comentários sobre candidatos ao governo em dia de eleições

    É curioso que tenha feito estes comentários sobre a presença dos 4 deputados Portugueses e não tenha feito o mesmo tipo de comentários á presença dos 17 deputados da União Africana que também estão em São Tomé como observadores.

    O problema para ele deve estar na cor da pele

    • marta

      12 de Outubro de 2014 as 18:15

      o poblema é q ele pensa q somos colonia deles

  14. Anonimo

    12 de Outubro de 2014 as 16:37

    Que eu saiba, é muito comum a Isa de deputados Santomenses a Portugal, qual o espanto????

  15. Camarada

    12 de Outubro de 2014 as 16:45

    Patrice vai ser PM ,mas agora e que vai haver CAOS que ele prometeu lancar.

    • Arte

      12 de Outubro de 2014 as 22:25

      O eu quero ver a arte desse malandro….se ele difacto tiver arte não vai haver caos. Mas se for a arte distorcida, aí sim ele vai encontrar caos caos caos…ca bili ueeee povo…

  16. Joao Pinto

    12 de Outubro de 2014 as 17:00

    Basta os deputados portugueses suspenderem a paridade de dobras em euro que Portugal está a dar, para conhecermos até onde chega a nossa independência
    Nós somos demasiado ingrato. Quando queremos bolsa para estudantes, é Portugal, quando queremos evacuar doentes, é Portugal, quando queremos ir à França, Brasil, até mesmo para países africanos como Senegal Marrocos etc. todos querem passar por Portugal.
    Criamos uma empresa de aviação que vai para Europa, a mesma só chega Portugal.
    Depois vimos com a boca suja falar de S.Tomé independente, soberano etc. Até a própria constituição que temos foi feito por *
    Portugal
    Os dirigentes santomenses deviam ter muito cuidado e um pouco de vergonha quando usam boca suja contra dirigentes portugueses
    Bem haja STP

    • António Menezes

      13 de Outubro de 2014 as 13:57

      Nem mais meu caro, alguns derigentes de STP são tão ingratos que só quando algo os beneficia aí sim eles saem a defender. Vejam só o que se fez com China Taiwan, a mesma coisa. Ma eu pergunto aos nossos dirigentes, quem financiou a maior central em STP? Quem lutou connosco para acabar o paludismo?Quem tem financiado as estradas, casas água, e outras coisas para STP. Deixem de criticar os portugueses, tenham respeito para aqueles que nos ajudam, mesmo se não aceitam a vossa politica. Quando esses dirigentes estão doentes, vão pra Lisboa, compram casa em Portugal e depois vêm a tentar atirar piora nos nossos olhos. Portugal, China Taiwan , Angola, temos que os respeitar, pois se um dia viraram as costas lá se foi STP.

  17. Luis

    12 de Outubro de 2014 as 17:12

    O sr Presidente devia ponderar mais o que diz para a comunicação social local e não se esquecer que tudo que aí diz, é escutado em Portugal, quer pela diáspora Santomense ( do qual eu faço parte) quer pelos empresários e Ong´s Portuguesas que tanto auxiliam STP

  18. marta

    12 de Outubro de 2014 as 17:25

    prende todos desses desputado portugues tudo acobou STP é suberano e indinpendente. prende esse espiao portugues

  19. marta

    12 de Outubro de 2014 as 17:30

    a presensadesses deputado pertuba aqs eleição o voto e pas e estabidade de STP . por favor dendao ele até acaba votação

    • zé-manel

      13 de Outubro de 2014 as 20:34

      boas noites dona Marta por favor não escreva disparates a senhora nem sabe escrever por favor não nos envergonhe com disparates

    • rapaz de riboque

      14 de Outubro de 2014 as 17:45

      uma tristeza como vai o ensino neste pais vejam só a escrita desta camarada ainda tem o descaramento de ca vir escrever disparates

  20. arelitex

    12 de Outubro de 2014 as 17:35

    eu sou sâotomense nascido no hospital no bairro da conceiçâo e tenho sangue da trindade . eu ainda aceito que alguns sãotomenses . sejam contra e fossem vitimas do antigo regime de ditadura portuguesa . mas esse regime nâo tinha só como vitimas os sâotomenses . a própria população portuguesa em Portugal também era vitima desse regime politico . esse regime também matou muitos elementos da população portuguesa que eram do contra . agora nâo concordo que haja sâotomenses com pouca cultura , que ponham tudo na mesma panela . regime politico de ditadura é uma coisa ,população portuguesa é outra . a independencia de STP até agora foi mais projudicial estes 40 anos para o país ,que nem dá para falar . conseguiu destruir tudo e nada construir . então onde está o muito trabalho e a muita sabedoria dos sâotomenses .

  21. Observador

    12 de Outubro de 2014 as 17:36

    Boa noite caro jornalista.
    Apenas gostaria de deixar a minha opinião ao nosso bom jornal (Telanon).
    Penso que a fotografia em questão, contradiz a informação que é apresentada… Penso que deveriam ter mais cuido com o critério de selecção das fotografias. Fica a dica, com o objectivo de dar a contribuição ao bom trabalho quem têm feito.

  22. Ocosta

    12 de Outubro de 2014 as 18:33

    Meus caros,

    Por incrível que pareça, tinha ainda alguma admiração pelo Pinto da Costa, que desapareceu com os últimos acontecimentos. Que democracia ,é esta que o Presidente da República profere frases com intuito de influenciar a decisão do povo?
    Penso que já perdemos muito tempo em STP com politiquices, enquanto o País e sua gente só conhece miséria… é preciso mudar de mentalidade, deixar de blá blá blá e trabalhar a sério para o bem comum. Disse!

    O.Costa

  23. Arroz Subistancia

    12 de Outubro de 2014 as 18:57

    Entao o presidente de Asembleia de angola veio discurcar na nossa assembleia quantos deputados angolanos q nao vem a S.Tome.
    Nao vejo mal nenhum nisto so estao com dor de cotuvelo porque e PT que convidou entao ja nao si pode convidar mais ninguem?
    Pinto da Costa deveria responder pelo barco que desapareceu nao voltou e pela casa de pantufo e 15 anos de governacao ruinosa.
    Olha que Miguel Trovoada ja ocupou e esta a ocupa dois altos cargos internacional por seu merito de governacao eu nao vi Pinto da Costa a oucupar cargos nenhum de governacao internacional porque tem passado de ditador.

  24. Ospibinho

    12 de Outubro de 2014 as 19:58

    Pinto da Costa eh um criminoso sim. Tem medo de estar sentado numa cadeira do tribunal Internacional. Nao fique com medo porque quem nao deve nao teme. Pensaste jah nas pessoas que mandaste matar no Partido Unico?

  25. bintoudjalo

    12 de Outubro de 2014 as 20:29

    Se P.T. leva portugueses, “nosotros” vamos fazer vir os Irmaos valentes da luta armada as : FARP e FAPLAS. Aí vamos ver quem voltará de novo a fugir com as calças nas mãos, abandonando os seus convidados TUGAS… O P. Trovoada ameaçou, nós vamos satisfaze-lo rapidamente e bem, se é o que ele veio cá buscar. Vamos destabilizar tudo, de uma vez por todas, a seguir vamos arrumar tudinho,definitivamente , pondo os corruptos fora de STP. Desta vez, o Patrice Trovoada terá a ocasião de ir fazer queixumes ….ler o livro que está à venda sobre ele.

    • Atento ao Dossier

      13 de Outubro de 2014 as 11:26

      Deixa de falar a parva.
      Perdestes e ponto final.

  26. joão Kibonda

    12 de Outubro de 2014 as 20:34

    Respeito a opinião da sua Excelência, quanto a presença da ida dos deputados portugueses à STP, mas não vejo mal nenhum nisso. Vejamos, um país que em 23 anos de democracia, 18 governos não conseguiram terminar o mandato.Estamos sempre a começar no ponto zero. Perante esta situação e outras podemos considerar que tudo está bem?
    Quando é que caminharemos rumo ao progresso e a prosperidade? Penso, que devemos fazer uma análise bem profunda de modo a descobrir as causas dessas quedas do governo.
    Compatriotas, não se esqueçam que só alcançaremos a verdadeira independência, quando conquistaremos a independência económica. Dizem e é verdade que somos um país democrático. Mas atrás desta democracia existem ódio, rancor,inveja, ganância, egocentrismo e abuso do poder por parte de algumas pessoas. Acham que assim o país e o povo serão felizes? Há muito a fazer para sermos unidos e cultivar uma verdadeira democracia. Onde há ódio não pode haver verdadeiro amor.

  27. tuga_radical

    12 de Outubro de 2014 as 20:37

    ¥ O camarada PC tem razão, os tugas foram pagos para ir marcar presença. Sao tao mesquinho que so quem não os conhecem é que acham que sao mto boa pessoa. Esse povo nao te da nada sem retorno….nao ficas nem com 1 centimos deles…mas fazem bem,pois eles estão mas avançado que nos em todos os sentidos porque o nosso povo são mesquinhos….oh Camarada PC, tudo depende de si… o sr é que sabe…

  28. luisó

    12 de Outubro de 2014 as 20:54

    …Uma autêntica vergonha que eles tenham contribuído para tentar sujar o nome de São Tomé e Príncipe…
    O senhor é que está a sujar o nome do País quando faz declarações politicas destas em dia de eleições e após votar. O senhor deveria ser apartidário e apelar ao voto neste dia, nada mais. Teve muitos dias para fazer este comentário e não o fez e agora no dia de voto abre a boca.
    Falta de rigor e de democracia, praticamente está a dizer ao povo para não votar em determinado partido. Isto é de PR independente como diz ser?
    E já agora para não sujar mais veja se da próxima vez o CNE escolhe outro local de voto porque mais pobre e sujo do que esse onde votou não deve haver em STP e isso viu toda a gente. Vergonha local onde o senhor vai votar?

    • Amoroso de STP

      13 de Outubro de 2014 as 10:39

      Meu caro, obrigado.

      Falou e disse!

      Meu respeito.

    • António Menezes

      13 de Outubro de 2014 as 14:00

      Cada um tem o que merece….

  29. luisó

    12 de Outubro de 2014 as 21:08

    “Eleitores de três locais do sul de São Tomé estão a impedir a abertura das urnas, em duas localidades com barricadas de pneus a arder, em protesto pela falta de energia e água potável, noticiosa Rádio Nacional são-tomense.

    “Os moradores ergueram barricadas, e não aceitaram a entrada das urnas na comunidade. Contestam a falta de energia eléctrica, e exigem a construção de diques que possam impedir o avanço das águas que inundam a comunidade nos dias de chuva”

    Isto é que lhe devia dar vergonha senhor PR…

  30. marta

    12 de Outubro de 2014 as 21:23

    os insidento q acomteceu foi provocado por deputado portugueses e patrice

    • Zé Boina

      13 de Outubro de 2014 as 16:59

      Esta Marta não acerta uma, é cada pontapé na gramática que até dói. 🙂

  31. Oportunista

    12 de Outubro de 2014 as 22:41

    Pinto da Costa devia estar calado. Cada vez que abra a boca só fala asneira. Esse velho caduco está perdido. Ele já sabe que vai para casa em 2016. O Povo põe e o Povo tira.

    Precisamos de Portugal, os portugueses são nossos amigos.

  32. Tony

    12 de Outubro de 2014 as 22:41

    Não entendo o problema do Sr Presidente, não tem apoios internacionais? Está sozinho neste continente… Se calhar sim … Quem é o Sr Presidente de STP? Na comunidades africana.
    O que fez desde a independência , nada pelo contrário deixou destruir, colocou STP nos Países mais pobres do mundo! Grande feito, depois de uma colonização brutal, tivemos um resultado que faz com o senhor presidente seja mesmo um grande presidente africano… Por favor, seja competente e agradeça aos que ainda ajudam algo o seu Povo.

    • Atento ao Dossier

      13 de Outubro de 2014 as 11:24

      Agora é que o “MANO” Angolano o vai ajudar.
      Esperemos para ver.

  33. Tito

    13 de Outubro de 2014 as 10:10

    ” Uma autêntica vergonha que eles tenham contribuído para tentar sujar o nome de São Tomé e Príncipe, levados por indivíduos com pretensões que não são pretensões do povo são-tomense.”

    Pinto o que? Fala agora? Fala? O que? Indivíduos com pretensões que não são de povo são-tomense? Fala agora!!!!! Você pensa que conhece o povo Santomense? Que pode falar por ele.

    Espero que com esses resultados das eleições, vai te servir Sr. PR de lição. O povo te deu uma nova oportunidade, te elegendo em 2011, e tu não entendestes nada. Para trabalhar para este povo que sacrificaste durante 15 anos, não vieste piorar ainda a nossa situação devido , ódio mau coração, malvadez. Mesmo MLSTP, não poupaste, destruíste esse partido.
    Agora toma, está derrota da troia é tua.

    Espero que o Sr. entendeu que quem manda é o povo. O povo põe e o povo tira. Agora como o SR. disse, que o “povo só manda na urna”, desta vez o Senhor PR vai respeitar a vontade do Povo. Esses dois anos que te restam, usa-os bens para tentar apagar todo o mal que fizeste a esse povo, que te deu a unica profissão da sua vida , a de ser presidente. E que tudo indica, não seres apto para este posto.

    Bem hajam a todos!
    Viva o Povo de STP!
    Viva STP!
    Sinto-me orgulhosa de ser hoje santomense.

  34. hernio Graça

    13 de Outubro de 2014 as 10:31

    Portugal não depende da Troika?
    no passado viveram das ex-colonias o leite secou em 1975 foram ao BM, FMI eFundo europeu. São também pedintes só a cor é que muda.

  35. Eusebio Neto

    13 de Outubro de 2014 as 11:52

    Na verdade a presença de estrangeiros tao “ilustres” no nosso pais numa situação tao nossa/ tao particular e nacional, e uma grande vergonha e pura manifestação de neo-colonialismo. Ninguem acharia anormal esses deputados do antigo colonizador vir a S. Tome e Príncipe antes das eleições mas, desembarcar aqui integrados na Comissão Politica de um partido nacional e muito suspeito. Assim o futuro não se nos afigura nada fácil e não nos surpreendera se muito brevemente começarmos a ver portugueses e não só a exercer funções no executivo como assessores de ministros, chefes da segurança, assessores das forcas armadas etc, etc. Sera que algum dia algum deputado ou dirigente africano terá igual direito e liberdade para ir a Portugal tirar satisfações as autoridades legitimas portuguesas?

    Meus compatriotas, ninguém serio tinha quaisquer duvidas em relação a vitoria justa da ADI e do Patrice Trovoada pelo que não era preciso tanta interferência estrangeira (entende-se portuguesa) na nossa politica. A isso chama-se mercenarismo internacional! Urge alertar as Nações Unidas sobre essa nova forma de violação da soberania nacional dos países pequenos, particularmente africanos. Deve-se exigir ao governo português, ao governo português, aos partidos políticos portugueses, ao Conselho de Segurança da ONU, a UE, UA e ao próprio Secretario Geral das Nações Unidas para se pronunciarem sobre esta situação. E normal e admissível o comportamento desses deputados portugueses em STP? Sera que as missões de observadores que estiveram presentes em STP não eram suficientes? Portuguesas e portugueses, jamais o povo santomense aceitara os horrores dos 504 anos de Salazarismo, caetanismo, gorgulhismo etc!

    Ao Patrice Trovoada e ADI, um fortíssimo parabéns e votos de muitos sucessos no cumprimento da vossa difícil mas nobre missão de relançar o pais na rota do desenvolvimento e da unidade nacional contra todas as formas de desunião e de neo-colonização.

    ALERTA

    • Miguel Bailotte

      15 de Outubro de 2014 as 14:38

      Meu caro Sr.Eusebio Neto.
      Estive a ler com alguma mágoa aquilo que o Sr. acabou de expor.
      Como seu compatriota que sou, não poderei deixar de passar, sem contudo também exprimir a minha opinião ao que aqui escreveu penso que com algum discernimento.
      Em primeiro lugar parece-me ser alguém que sempre tirou dividendos com a política, aliás muitos o fazem, por isso é mais um no meio de tantos que enriquecem com o desgoverno do nosso pais.
      O Sr. é alguém que como bom político muda de face política mais depressa que um camaleão de côr.
      Ninguém terá dúvidas da sua opção política, contudo apressa-se a dar os parabéns aos vencedores e colocar-se á sua inteira disposição para continuar a ter voz na política, e quem sabe, obter mais alguns dividendos da sua agora pronta disponibilidade.
      Repare Vossa Excelência que continua a ter uma linguagem usada em tempos anteriores á nossa actual democracia, tempos anteriores do partido único que não deixam saudades a ninguém (excepto a vossa senhoria)e ao actual presidente PC.
      Contudo permita-me que lhe faça lembrar ou quanto muito ensinar-lhe de que quem é ou quem foi “neo-colonialista”.
      Neo-colonialista no seu texto refere-se sem sombras de dúvidas aos portugueses, bom, mas esses descobriram as nossas ilhas, e quanto muito, designam-se descobridores.
      Descobertas que foram, então teriam que ser colonizadas e aqui a sua expressão com a carga negativa que lhe tenta impôr perde todo o sentido , pois quem colonizou São Tomé e Príncipe foram eles os portugueses e fomos nós também ( isto é os nossos antepassados).
      Ora para dar a conotação que o Senhor quer dar á expressão “neo-colonialismo”, o Senhor acaba por estar a chamar-nos aquilo que pretende chamar aos portugueses, isto é a população são tomense é colonialista.

      Escreve Vossa Excelência “Portuguesas e portugueses, jamais o povo santomense aceitara os horrores dos 504 anos de Salazarismo, caetanismo, gorgulhismo etc!”, alguém com um pouco de conhecimento de história ( coisa que o Senhor deve ignorar) retira a ilação que o Sr. tem a doutrina comunista bem enraizada no seu subconsciente e que felizmente os jovens já não a perfilham.
      Um dia os nossos actuais jovens e futuros homens deste pais, irão rir destas frases pré-concebidas e que foram usadas pela verga guarda dos ideais comunistas.
      Repare Vossa Excelência que o salazarismo durou de 1933 a 1968 e caetanismo de 1968 a 1974, contrariamente não durou 504 anos como nos quer fazer querer, a menos que a tabuada de Vossa Excelência não seja a mesma que usamos.
      Assim escreva Vossa Excelência com alguma razoabilidade nas palavras e opinião que expõe, a menos que a influência do Leste da Europa seja tão forte que não o deixe reflectir/pensar convenientemente.
      E para não me alongar muito mais, pois é com enorme tristeza que sinto ter ainda no meu país pessoas como o senhor, só lhe quero relembrar mais uma coisa que o senhor esqueceu.
      Escreve o senhor na sua tentativa de se aproximar do vencedor das eleições onde procura mais uma vez obter dividendos para seu uso pessoal, “Ao Patrice Trovoada e ADI, um fortíssimo parabéns e votos de muitos sucessos no cumprimento da vossa difícil mas nobre missão de relançar o pais na rota do desenvolvimento e da unidade nacional contra todas as formas de desunião e de neo-colonização.”.
      Santa paciência ter que aturar afirmações destas, pois desde quando é que o Senhor Eusébio Neto viu o nosso pais estar lançado na rota do desenvolvimento, para vir agora escrever no “relançar o pais na rota do desenvolvimento”. Até parece que o nosso pais alguma vez esteve na rota do desenvolvimento, a não ser que seja, do seu próprio desenvolvimento pessoal e familiar, já que a população não tem ideia que o nosso pais tenha estado na rota do desenvolvimento.
      Vem falar agora no relançar da unidade nacional, mas desde quando é que houve interrupção na unidade nacional???? (a menos que tenha sido quando o seu protector Pinto da Costa com o apoio do angolanos chegou de novo ao poder.
      Enfim meu caro Sr.Eusebio Neto, para mim as suas ideias ortodoxas, só atrasam este pais! Esperemos que Patrice Trovoada faça ouvidos surdos a pessoas como o Senhor, e bem assim, olhe mais para os jovens e povo e menos para pessoas como o senhor, pois estou acreditando que tanto o Senhor como os seus familiares já comeram e bem dos governos anteriores.
      Para terminar, pois estaria o meu dia todo aqui a falar da sua pretensiosa e desavergonhada intenção, desejar felicidades a todos.
      Vivam os governantes sérios e honestos que tanto precisamos urgentemente.
      Miguel

  36. Ana

    13 de Outubro de 2014 as 14:57

    Só são aceites comentários favoráveis ao ADI?

  37. zé-manel

    13 de Outubro de 2014 as 16:37

    Viva povo de S.Tomé e Principe viva povo português abaixo a ditadura

  38. luisó

    13 de Outubro de 2014 as 18:10

    Era disto que o senhor devia ter vergonha:

    “Jorge Amado salientou que não esperava por uma maioria absoluta do ADI, e considerou que o principal obstáculo para a vitória foi o Presidente da República, Manuel Pinto da Costa.
    “O nosso adversário principal não era o ADI, era Pinto da Costa que se armou com alguns exércitos para combater o MLSTP”, disse Jorge Amado, referindo-se ao papel do chefe de Estado e líder historico do MLSTP-PSD na criação da Plataforma Nacional de Desenvolvimento (PND), que também concorreu às legislativas”.

    não tenho mais nada a dizer depois de o senhor ter sido eleito com os votos do MLSTP…

  39. malebobo

    14 de Outubro de 2014 as 7:59

    o pr deu tiro nas suas própria perna, o que valeu todo expediente criado na ultima hora, dialogo nacional, pndstp, pinto tenha juízo, o Sr. já é adulto, pensa antes de fazer, destruir o mlstp/psd, pra criar pndstp, para ganhar eleições, o acha que o povo de stp, são parvo

  40. Dia

    14 de Outubro de 2014 as 8:04

    O Sr Presidente não refletiu em momento nenhum as possíveis consequências dessa comunicação vergonhosa que fez a comunicação social. Nós e nossos filhos emigrantes é que sofremos com essas atitudes dos nossos dirigentes. Qual foi o pais que apadrinhou o Pais nessa politica de paridade cambial? O Sr Presidente já está quase a terminar do seu mandato, e não vem criar situações para que o povo venha sofrer depois. Sr já tem idade e mentalidade suficiente para separar o que é bom e o que é mal. Aonde foi o dialogo nacional que o Sr foi protagonista e na ultima criou o seu partido dando golpe ao MLSTP no fim? Eu enganei-me em ter votado em si Sr. Presidente. Aqui é S. Tomé Deus vivo.

  41. Benissilai Pedro de Sousa Bastos

    14 de Outubro de 2014 as 8:46

    Senhor PR o senhor fala bonito, mais,com todo respeito o senhor falou um monte de lixo o medo era tanto que qualquer coisa vos encomodava, não a vinda dos deputados que lhe afrotou mais sim, o facto de saber antecipadamente que iam perder. Tem razão quando fala de vergonha, por acaso é uma vergonha a forma como os senhores mandaram durante 40 anos, transformou este pais num campo de batalha, onde nós os jovens sobrivivemos em ves de viver onde nós lutamos cada dia para comer e dar de comer a nossa familia, onde os senhores que sempre viveram a custa de estado estam com medo de perder esse bolo, gatunos, despeçome com os melhores comprimentos um bem haja a STP. Que que são chamados de sem vergonha vam mandar nos proximos 4 anos e espero que mandem muito mais para o desenvolvimento desse pais. Sintome como se tivessemos tomado a Independencia no dia 12 de Outubro.

  42. Zé Faneca

    14 de Outubro de 2014 as 8:58

    Paz, na ausência de Guerra, como a nossa tão apregoada na campanha eleitoral, é de pouco valor para quem, em democracia, sofre por exclusão social e falta de apoios para a sua normal sobrevivência. Não é a paz e a dita harmonia que vai acabar com a dor da tortura sofrida por prisioneiros de consciência. Ela só poderá existir onde os direitos humanos são respeitados, onde as pessoas não passam necessidades e onde houver verdadeira liberdade.

  43. Jacinto Novaes

    14 de Outubro de 2014 as 13:52

    Ouví dizer que Pinto da Costa foi vaiado em Pantufo no dia de voto. É verdade isso? Dizem ao chegar à assembleia de voto, foi obrigado a esperar pela sua vez. Depois de exercer o seu dever, foi vaiado. Alguem pode confirmar isso?

  44. AGUA VIVA

    15 de Outubro de 2014 as 8:10

    meu caro zé faneca

    com muito respeito pela sua convicção, mas a tal PAZ, que tu citas no teu comentário, acho que na terra não é possivel encontra-la na totalidade, porque em todo mundo há pessoas marginalizadas, excluídas pela droga, em todo mundo há desemprego, há pobreza, há tristeza, …. tudo isso prisiona a nossa alma interior.
    a paz que almejamos para stp é isso mesmo, ausência de guerra, de conflitos politicos que causam instabilidade e divisão na sociedade e que cada um cidadão possa desenvolver a sua actividade livremente como tem sido ao longo desses 39 anos da independência.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo