Destaques

Gabriel cumpre a promessa feita aos taxistas

Antes de terminar o longo período de Chefe do Governo de gestão, concedido pela ADI, partido vencedor das eleições de 12 de Outubro, Gabriel Costa, teve tempo para materializar uma das promessas feitas aos taxistas num debate parlamentar.

Trata-se da renovação da espatifada frota de táxis de São Tomé e Príncipe. O Governo de Gabriel Costa conseguiu importar 21 viaturas (quilometragem – zero), para dar início ao processo de renovação da frota de táxis.

Com o financiamento do Reino de Marrocos no valor de 500 mil dólares, as viaturas vão ser atribuídas aos taxistas na base de um crédito assegurado por um banco comercial e uma seguradora que opera no mercado nacional.

A Associação dos taxistas marcou presença no acto de apresentação das viaturas que decorreu nas instalações da empresa privada que ganhou concurso para realizar a importação, na zona de Bobô Fôrro, arredores da capital São Tomé. «É uma acção pensando nas pessoas, no pão que as pessoas têm que levar dia a dia para casa e pensando também no desenvolvimento turístico do país», declarou Gabriel Costa.

carrosA Associação dos Taxistas de São Tomé e Príncipe considera que a promessa feita pelo Primeiro-ministro cessante de melhorar a qualidade da frota de táxis, foi cumprida, e é um contributo importante na luta contra a pobreza no país. São mais de 800 chefes de família que ganham sustento através do serviço de táxis. «Há longa data que vínhamos tendo promessas de renovação do parque automóvel dos taxistas, mas nunca se realizou. O décimo quinto governo concretizou este sonho e estamos gratos», afirmou Antero Cravid, Presidente da Associação dos Taxistas.

Promessa cumprida, Gabriel Costa explicou que a filosofia do governo cessante é atribuir as viaturas por crédito, para que através do pagamento do crédito, outros taxistas possam beneficiar de novas viaturas.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. NK

    21 de Novembro de 2014 as 17:25

    Fico feliz em saber. Mas os automoveis ligeiros não podem transportar mais do que 3 passgeiros na parte traseira como tem acontecido em São Tomé.

  2. marta

    21 de Novembro de 2014 as 18:10

    muito bem Gabriel homen honesto e tramsparente cumpre as sua promenta vc poderia ter mais 4 ano .-

    • Povo vencedor

      24 de Novembro de 2014 as 15:11

      Marta, fiques descansada daqui a qautro anos ou menos que isso poderá ser um candidato eleito ao primeiro ministro. A UDD apartir desta data irá ter muita adesão de povo santomense se o partido do PT não der provas. Uma coisa é certa prometer não custa nada, cumprir a palavra da promessa é a mais importante é o que povo espera, sinão será bicho de sete cabeças.

  3. marsalgado7

    21 de Novembro de 2014 as 19:45

    Grande Gabriel Costa, viva o governo de Gabriel Costa. Pelo visto, Gabriel não é fla só como muitos invejosos andaram a pintar. Fla só está a caminho, Patrice Trovoada e Dubai, “bobo muito”

  4. Tchuka

    22 de Novembro de 2014 as 0:21

    É óbvio que o pm Gabriel da Costa é um excelente homem politico, um generoso ser humano, um Bom individuo, integro…com defeitos,mas sobretudo ele é honesto e sincero.
    Não é de admirar que ele tenha cumprido o prometido, embora faltou-lhe uma boa equipa de trabalho para fazer melhor…
    Talvez um dia, o povo tomará consciência e reconhecera o seu valor…esperemos que não seja tarde demais!
    Bravo ao governo do Sum da COSTA.

  5. acb

    22 de Novembro de 2014 as 8:31

    Este carro parece AVANZA
    Se for, alguma duvida persiste
    21 Avanza custam 500.000USD? 500.000/21=23.809.USD cada?
    A iniciativa é muito boa.
    Mas falta uma coisa: Publish what you pay

  6. Wê Béto

    22 de Novembro de 2014 as 8:41

    Resta agora saber quais são os “coitados” que poderão vir a beneficiar de crédito para aquisição dessas viaturas.

    • Maria Não Da

      24 de Novembro de 2014 as 10:27

      E o mais importante é. Como vão pagar? Quanto vai custar? Qual a taxa de juro o banco comercial vai aplicar ao credito. Quanto o taxista vai ganhar por dia para poder reembolsar esse caro e ter dinheiro para garantir as suas necessidades básicas.

      Se o credito não for bom e a quantia a ser embolsada muito bem estudado esses caros ainda vão constituir desgraça de quem for beneficiado.

      Espero também que não seja um desses nosso políticos “Homens polivalentes” a quem vai ser atribuído essas viaturas, como costuma-se ver cá na nossa terra, alias o caso das casa e apartamentos.

  7. Thomás

    22 de Novembro de 2014 as 9:49

    Muito bem Gabriel Costa, apenas cumpriu o seu dever como chefe do Governo, e espero que o próximo, dê a continuidade. Agora vá, e descansa em paz!

  8. SumFlida

    22 de Novembro de 2014 as 9:58

    Parabéns 15º Governo,prometeu e cumpriu. É assim q deve ser a postura dum governo serio! Soube d fontes fidedignas q este governo também mandou vir ARROZ do Japão e q há-de chegar um desses dias para vender a DEZ MIL DOBRAS à população! Já não é igual a alguns q vendem sonhos, enganam o povo e ganham as eleições. É pena termos uma franja da população q é muito precipitada, chegando a matar os GATOS para deixar espaços para os RATOS governarem…!

  9. santomense de bancada

    22 de Novembro de 2014 as 11:27

    acabar em grande , bom trabalho Sr Gabriel Costa

  10. Fuba Cu Bicho

    23 de Novembro de 2014 as 18:32

    Antes estes do que nada. Se são 800, e só são 21, que é feito 779? Também é difícil satisfazer necessidade de tanta gente.

  11. santomense atento

    24 de Novembro de 2014 as 8:39

    boa iniciativa, essas viaturas irão mudar o rosto da nossa praça taxi, vão permitir trnasporte seguro de pessoas e bens, mas falta resolver o problema das estradas q estão pessimas.

  12. António Silva

    24 de Novembro de 2014 as 9:56

    Espero que não os pintem de amarelo.

  13. Nitócris Silva

    24 de Novembro de 2014 as 11:39

    Bom dia Senhor Gabriel Costa,

    Dá para ver que o senhor, bem como, os outros calhaus como senhor, que andaram na oposição sempre tiveram as prioridades trocadas, no que toca as necessidades básicas de uma nação.
    Esperemos que agora que está do outro lado possa desenvolver um novo conceito de transporte público, que beneficia todos e não apenas alguns.
    Mal empregue os 500 mil dólares.

    Cumprimentos,

    Garra de Urso

  14. luisó

    24 de Novembro de 2014 as 22:29

    Não teria sido melhor comprar autocarros e criar uma rede de transportes públicos para acesso de toda a população?
    Quer-me parecer que isto vai criar problemas aquando da distribuição dos carros e daqui a um ano vão estar todos amachucados, riscados, sujos e sem manutenção e voltamos ao mesmo.
    Não estou a ver os taxistas a não querer transportar palaiês com alguidares de peixe, ou fardos com roupa…

  15. Francisco Costa

    8 de Dezembro de 2014 as 10:20

    Na minha opinião, deviam reestruturar a frota automóvel, banir na sua maioria os táxis que lá andam na nossa praça que não só é uma vergonha como também é um perigo público.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo