Portugal vai colocar meios aéreos e navais para fiscalizar ZEE de São Tomé e Príncipe

O Ministro da Defesa Nacional de Portugal José Aguiar Branco, que visitou São Tomé na última quarta-feira, assinou com o seu homólogo Carlos Stock, um protocolo adicional ao acordo de cooperação no domínio da fiscalização marítima, que permite utilização de meios da força aérea portuguesa na fiscalização do mar territorial são-tomense.

Um avião radar para reconhecimento da zona económica exclusiva são-tomense, deverá ser destacado para São Tomé em momentos a serem determinados pelas duas partes.

O acordo de cooperação no domínio da fiscalização marítima assinado pelos dois países há cerca de 2 anos, previa a intervenção da marinha portuguesa, na fiscalização do mar territorial são-tomense. O protocolo adicional, acrescenta o uso de meios aéreos.

O Ministro da Defesa e do Mar, Carlos Stock, destacou a relevância da assinatura do protocolo adicional ao acordo de cooperação no domínio da fiscalização marítima. A guarda costeira são-tomense ainda em fase de construção, carece de meios para dissuadir as acções de pirataria, de tráfico de drogas e de seres humanos, e outros crimes que podem ocorrer no extenso território marítimo são-tomense 160 vezes maior que o espaço terrestre.

A parceria estratégica com Portugal no domínio da fiscalização marítima, traz um valor acrescentado a cooperação bilateral, a segurança, que constitui factor de desenvolvimento para as comunidades.

Para provar o compromisso de Portugal em garantir segurança as populações de São Tomé e Príncipe, o Ministro José Aguiar Branco, ofertou a guarda costeira dois botes vocacionados para busca e salvamento.

O Ministro da Defesa Nacional de Portugal, que se reuniu com o Primeiro-ministro Patrice Trovoada e com o Presidente da República Manuel Pinto da Costa, visitou também a tripulação da fragata da marinha de guerra portuguesa, Bartolomeu Dias(na foto), que se encontra atracado em São Tomé.

Pelo menos 170 homens e mulheres fazem parte da tripulação do navio, que vai participar nos exercícios militares de vigilância e fiscalização marítima na região do Golfo da Guiné, o Obangame 2015. Para o mesmo efeito, Uma aeronave P3 Orion de reconhecimento aéreo com 26 tripulantes, também está posicionada no aeroporto de São Tomé.

Antes do exercício regional em que toma parte militares da guarda costeira são-tomense, a fragata portuguesa, tem sido palco de acções de formação para reforçar as capacidades técnicas dos militares da guarda costeira.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    marts Responder

    temos q descunfia desses pulas, ele não presta nada

    • img
      Marcus Responder

      Também acho muito estranho esta situação, com a crise económica que há em Portugal acho muito estranho ver governantes Portugueses a gastar dinheiro dos contribuintes Portugueses para fiscalizar águas de São Tomé e oferecer lanchas.

      Acho que a população Portuguesa não está informada disto, caso contrário não me acredito que isto fosse possível

      • img
        luisó Responder

        Está enganado, esta noticia é tirada dos jornais portugueses.
        Quanto ao que disse acho que deve ler as ultimas declarações do ministro da defesa de Portugal em que afirma que o governo está neste momento em condições de reforçar as forças armadas e investir na reequipamento militar. Devo informá-lo que os tugas há mais de 3 anos que andam a apertar o cinto para pagar o que pediram e agora já o começaram a fazer. Há poucos dias Portugal pagou cerca de 7 mil milhões de euros de dívida. Esta fragata que está em STP é uma das duas compradas há 2 anos por 240 milhões de euros e para sua informação têm 5 deste tipo e acabaram de comprar um navio polivalente, vá ver o que significa, por 80 milhões á França. Para sua informação Portugal tem tropas, meios terrestres e aéreos no Kosovo, Bósnia, Afeganistão, Mali, Republica Centro-Africana, no golfo da Somália, em quadros da ONU e NATO e tem militares na cooperação em todos os PALOP`S e quem paga é o orçamento tuga. Ora se fosse como o senhor fala…

      • img
        Atento Responder

        Meu caro, não são lanchas que eles ofereceram, mas sim botes de buscas e salvamento, destinados ao salvamento dos nossos pescadores quando tiverem em apuros.
        Aqui fica o esclarecimento.
        Um abraço.

    • img
      Atento Responder

      Meu caro marts.
      Julgo que andas a fumar maconha de mais.
      Toma cuidado mano, que isso faz muito mal á cabeça.
      Tu deves ser mais um que morde a quem lhe dá comida.
      Por mim, toda a cooperação que possa existir com Portugal, é sempre bem vinda e devemos agradecer pelo facto de nos ajudarem no que podem, e sabe Deus com que sacrifícios o fazem.
      Olha marts, se veres bem, eles os portugueses também têm problemas, mas mesmo assim estão prontos para ajudar o povo irmão de STP, e tu como tantos outros nem tens capacidade para no mínimo estar calado ser morder.
      Eu pessoalmente agradeço a ajuda portuguesa para podermos controlar a nossa zona económica especial dos piratas e candongueiros que invadem o nosso espaço.
      Eu pessoalmente agradeço o esforço do povo português para ajudarem a dar formação ao nosso povo, nesta área tão importante que é o controlo das nossas águas.
      Mais uma vez mano, não sejas ingrato, para quem em dificuldades como eles estão, mesmo assim partilharem os seus conhecimentos no controlo marítimo.
      E por aqui fico.
      Um grande abraço e por favor evita comprar maconha ruim, que só te dá cabo da cabeça.

    • img
      Fernando Responder

      Certamente não és Santomense! Se fosses, estarias agradecido!!!!

    • img
      Atento ao Dossier Responder

      Os “Pulas” é que não prestam,e se tivesses calado era bem melhor
      ó pobre e mal agradecido.
      Já te esquecestes que foram os portugueses que nos deram estas ilhas,
      para nós as destruirmos que é só o que temos feito.

    • img
      Zé Boina Responder

      Este Marts é mais um frustrado que não tem onde cair morto

  2. img
    Manuel Responder

    Sabemos muito mas, ha muito que não sabemos

  3. img
    luisó Responder

    Sim senhor, muito bom artigo, bem escrito. Só demostra que quando se quer e sabe o editor ou autor escreve bem.
    Quanto ao assunto dou os parabéns aos dois países e agradeço a Portugal, mais uma vez, o interesse por STP e pela salvaguarda dos seus interesses.

  4. img
    Danilo Salvaterra Responder

    Portugal fez o seu papel. Nós agradecemos. Mas a pergunta que fica, de que valeu a pena a Independência se somos incapazes de tudo, inclusive garantir a nossa própria protecção enquanto país.

  5. img
    Ma Fala Responder

    O neo-colonialismo silencioso! Sinceramente estou farto de toda esta porcaria, vela la que noa somos mais uma crianca o pais ja tem 40 anos que por si so e tempo suficiente para deixar de depender de certas ajudas mal intenciondas, porque de boas intencoes o inferno esta cheio!

    • img
      Tinoco Responder

      Que vergonhosa intervenção a tua MA FALA.
      O que vale ao nosso pais é que nem todos são como tu, fracos de cabeça.
      Nem te vou dar muita conversa, pois nem a mereces.
      Nos 40 anos de independência só temos vivido de ajudas.
      Mais te digo, é por existirem em STP pessoas como tu, com pensamento e estúpidos que nem galinhas, que o pais não sai da vergonha internacional e do fim da lista dos países mais pobres do mundo.
      Rato de esgoto e mal agradecido é o que tu és.

    • img
      Fernando Responder

      Caro Ma Fala,
      Se está mal, mude-se. Recolha a mão e viva com o que tem, que é muito, mas mal aproveitado!
      Se não conseguir, seja humilde, diga obrigado!!!!

  6. img
    Ma Fala Responder

    Oops! O meu comentario acertou-te em cheio subalterno Tinoco! Aposte que es daquele que ainda festeja a vinda da luz eletrica ou regozijas quando ouves falar da era colonial! Es daqueles que que o Q.I nao passa dos 10, em suma es unable massa de manobra,poes fe em coisas van.
    Queres que te diga que es: Es um assudadoramente ingnorante, Analfabeto contudente sofres da paralizacao da faculdade e astrofia da imaginacao, es um delacerado polo vazio.
    Gentes desta laia de vassalos e covardes sao tao descartaveis que nem o meu desprezo merecem.

  7. img
    Lucca Furlani Gianechinni Responder

    Assim como Portugal, O Brasil, cujo orçamento militar está hoje entre os 10 maiores do mundo, e cerca de 10 vezes maior do que o português, enxerga como importante o fortalecimento da defesa de São Tomé e Príncipe. O Brasil defende um quadro de segurança e de aliança no Atlântico Sul com seus irmãos lusófonos.

    Exemplo disso é a seguinte portaria da Marinha brasileira, que aqui publico:

    COMANDO DA MARINHA
    GABINETE DO COMANDANTE
    PORTARIA Nº 533/MB, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014
    Cria o Núcleo da Missão Naval do Brasil em São Tomé e Príncipe.
    O COMANDANTE DA MARINHA, no uso das atribuições (…), resolve:
    Art. 1º Criar o Núcleo da Missão Naval do Brasil em São Tomé e Príncipe, com sede em São Tomé – República Democrática de São Tomé e Príncipe (STP), apoiado pela Adidância de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica em Angola e São Tomé e Príncipe, com estrutura administrativa subordinada ao Estado-Maior da Armada.
    Art. 2º O Núcleo da Missão Naval terá as seguintes atribuições:
    I – efetuar o levantamento das reais necessidades da Guarda Costeira de STP, com a finalidade de elaborar uma proposta de Acordo de Cooperação entre os dois Países;
    II – acompanhar e apoiar as atividades do Grupo de Apoio Técnico de Fuzileiros Navais em São Tomé e Príncipe, subordinado ao Núcleo;
    III – administrar os recursos humanos, materiais e patrimoniais sob sua responsabilidade; e
    IV – assessorar o Embaixador do Brasil, em São Tomé e Príncipe, quanto aos assuntos sob a responsabilidade do Núcleo.
    Art. 3º O Estado-Maior da Armada baixará os atos complementares que se fizerem necessários à execução desta Portaria.
    Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na presente data.

    ALMIRANTE JULIO SOARES DE MOURA NETO

  8. img
    luisó Responder

    Caro Lucca, alguns apontamentos,
    …cujo orçamento militar está hoje entre os 10 maiores do mundo…
    Se em vez disto tivessem dez vezes menos e ajudasse a acabar com as favelas…

    …cerca de 10 vezes maior do que o português…
    porquê a comparação ? por acaso sabe que a população brasileira é 15 vezes mais que a portuguesa ? acho devem aumentar o orçamento mais 5 vezes…

    Quanto ao quadro que o Brasil agora definiu com STP , Portugal já tem desde 1975 com todos os PALOP`s nomeadamente os gabinetes que o senhor chama de adidância, que nós chamamos de Adidos de Defesa.

    Em resumo: somos todos CPLP e portanto nesse quadro devemos fazer o que podermos para ajudar os nossos irmãos e parceiros, neste caso de STP.

  9. img
    judia Responder

    vai catar, conta outra, tá bem…,

  10. img
    budo-budo Responder

    Atento ao Dossier.. Acho q o senhor precisa de investigar mais .Quem foi q disse q foi Portugal q nos deu a ilha ? A Ilha de Sao Tome ja existia e ja era oucopada . Portugues sao grandes Assassinos ,ivandirao e depois dizem que discobriram .Agora a historia que criaram foi essa que as ilhas foram descorberta pelo Joao de Satarem e o outro assassino Pedro Escobar .Bandos de assassinos .O mesmo aconteceu com Estado Unidos ,mataram os q la estavam, depois o Colombo veio com a historia q foi ele q descobriu.

    • img
      Fernando Responder

      Meu caro, onde chegaram e já existia ocupação humana, os portugueses não tiveram nenhum problema em reconhecer isso,. Por que raio não o fariam em São Tomé e Príncipe, se o fizeram em Moçambique,Guiné, Ásia, entre outros. Quamto aos insultos nem vale a pena comentar nem debater!

    • img
      Fernando Responder

      Meu caro, onde chegaram e já existia ocupação humana, os portugueses não tiveram nenhum problema em reconhecer isso,. Por que raio não o fariam em São Tomé e Príncipe, se o fizeram em Moçambique, Guiné, Brasil, Ásia, entre outros. Quanto aos insultos não vale a pena comentar, nem debater!

    • img
      Tinoco Responder

      Sr.budo-budo.
      Perante o teu testemunho, da próxima vez podes entrar com o nome de Burro-Burro.
      Olha que o nome de burro-burro fica-te melhor que budo-budo.
      Gente de cabeça pequena neste STP, que bem precisa de gente grande.

    • img
      Atento ao Dossier Responder

      “budo-budo”,com todo o respeito,vá aprender a história
      Portuguesa e depois fale…

  11. img
    Burro-Burro Responder

    Claro que já existia…
    Foi criada por Nosso Senhor Jesus Cristo…

  12. img
    budo-budo Responder

    Tinoco.. Apenas o meu comentario foi directamente para Sr Atento ao Dossier.Agora como o Sr achas q e muito inteligente eu peco desculpa, pq eu sei q a verdade doi e existem muitas coisas q nao foram esclarecidas na historia da descoberta das ilhas .Com pessoas inteligente como tu e por isso q estamos assim , so vivendo das ajudas externas e nao criar algo para nos .Sempre a depender dos outros.Nao sou contra a ajuda pq isso realmente precizamos na nossa marinha e uma ajuda e sempre util .

Deixe um comentario

*