Nova embaixadora dos EUA diz que PR está preocupado com a segurança marítima do país

O Chefe de Estado são-tomense, Manuel Pinto da Costa solicitou ajuda norte americana, para garantir a segurança marítima do país, na cerimónia de acreditação da nova embaixadora dos Estados Unidos, Cynthia Akuetteh(na foto).

Na manhã de sexta-feira a diplomata norte americana com residência no Gabão entregou ao Presidente da República, as cartas credenciais, numa cerimónia marcada por honras militares, diante do Palácio do Povo. «Uma das preocupações do Presidente da República é a segurança marítima, e nós partilhamos essa preocupação», afirmou a nova embaixadora norte americana.

Questionado pelo Téla Nón sobre a forma como os Estados Unidos poderão apoiar São Tomé e Príncipe na garantia da segurança marítima, Cynthia Akuetteh, explicou que «quando falamos de reforço da segurança marítima tem a ver com apoio no reforço das capacidades das instituições são-tomenses neste domínio. Não tem a ver com mais presença de militares ou navios americanos no país».

Segundo Cynthia Akuetteh, os Estados Unidos estão interessados em estender a cooperação bilateral para os sectores da educação e da agricultura. No domínio da agricultura a embaixadora, disse que os dois países vão definir as formas de actuação. A nova embaixadora norte americana marcou uma conferência de imprensa para esta segunda – feira.

emb françaNa agenda de acreditação de novos embaixadores, o Presidente da República recebeu também cartas credenciais do novo embaixador da França, Dominique Renaux(na foto), com residência no Gabão. Paris vai fechar o seu escritório de cooperação em São Tomé. O embaixador considera que esta situação não vai comprometer o ritmo da cooperação bilateral, considerado excelente. «Posso assegurar-vos os níveis de acções e de proximidade entre os dois países vai-se manter. Vamos intensificar as missões a partir da embaixada da França em Libreville. Pretendemos também criar um posto de cônsul honorário, para manter o mesmo nível de actividades», explicou Dominique Renaux.

França também está empenhada em reforçar a cooperação com São Tomé e Príncipe no domínio da segurança marítima. «Temos a questão da segurança marítima que a França dá muita importância. A marinha francesa tem programas de patrulha em toda a região do Golfo da Guiné, e a França dá todo o apoio aos esforços para reforçar a segurança na região do golfo da Guiné. É um domínio em que queremos ter concertação mais estreita com as autoridades são-tomenses», destacou o diplomata francês.

Por outro lado, Stanislav Kázecky , novo embaixador da República Checa, foi acreditado esta manhã pelo Chefe de Estado, Manuel Pinto da Costa.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Mash Responder

    Saúdo esta iniciativa do PR e o interesse das grandes potências em apoiar o nosso arquipélago. Bem Hajam!

  2. img
    Budu Dawa Responder

    E o PR tem todas as razões para estar preocupado com a segurança marítima.

  3. img
    Ledi di Alami Responder

    STP esta a meter corda no pescoco, USA e a desgraca do mundo

Deixe um comentario

*