Cadeia de Alta Segurança vai ser dura

A promessa foi feita pelo Primeiro-ministro Patrice Trovoada. Em declarações a imprensa estatal, após ter visitado a roça Dona Amélia na região norte da ilha de São Tomé, local escolhido para a construção da primeira cadeia de alta segurança do país, o Chefe do Governo, disse que o estabelecimento prisional, vai servir para mostrar aos delinquentes que «cadeia não é bom», afirmou.

Patrice Trovoada disse que o seu Governo defende os direitos humanos, mas garantiu também que na cadeia de alta segurança, «vai ser duro».

A construção da cadeia de alta segurança que segundo o Primeiro-ministro, iniciará muito brevemente, pretende a partida ter impacto dissuasor no seio dos grupos criminosos do país.

A velha cadeia central localizada no centro da capital são-tomense, está a arrebentar pelas costuras, por causa do elevado número de reclusos. Normalmente o delinquente primário sai da Cadeia Central, com capacidades reforçadas para ser multi-reincidente.

São Tomé e Príncipe vive momentos de grande intensidade em termos de crimes violentos, roubos, e violações. Violação de menores, mas também de mulheres. O país já perdeu a conta de crianças que são violadas, assim como de mulheres que são violadas por assaltantes.

Assaltantes que passaram a actuar em todo os sectores do país. Do campo até as mais importantes instituições do Estado no centro da capital. Várias instituições públicas e até mesmo ligadas ao poder judicial foram e continuam a ser assaltadas. Nem a instituição militar escapou.

O verba de logística para as forças armadas, transportada por uma militar sargento foi levada por assaltantes, que foram apanhados. Situação que gerou repressão do exército e consequente queda do Chefe de Estado-maior, por violação dos direitos humanos.

No entanto na mesma semana que o Governo anunciou a intenção de construir Cadeia de Alta Segurança, as polícias de investigação criminal e de ordem pública, recolheram grande quantidade de Liamba em campos de cultivo espalhados pelo país.

A polícia acredita que o roubo e crimes violentos que estão a fustigar o país, são alimentados pelo consumo da Liamba ou Marijuana. O cheiro provocado pelo fumo desta droga, é sentido habitualmente em alguns pontos dos arredores da capital são-tomense.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Santomense Responder

    Os EUA tem varias cadeias de alta seguranca, tem pena de morte mas nem por isso deixa de haver criminosos. Isto p dizer que devia-se apostar antes na educacao /formacao civica das pessoas, principalmente do pequenos delinquentes q andam na rua que possivelmente serao grandes delinquentes no futuro. Criacao de postos de emprego emprego, isso sim. Por enquanto deviam reabilitar e modernizar a cadeia central. criando alas p diferentes tipos de crime. Os criminosos perigosos n devem sair da cadeia de jeito nenhum ate cumprirem sua pena. mas infelizmente ate os assassinos passam fim de semana fora da cadeia.
    Quando o governo fala em construcao de cadeia de alta seguranca da impressao que sabem que crimes graves vao aumentar.
    Sera que o governo nao tem um plano para travar o aumento da criminalidade? Se assim for estamos todos lixados.

    • img
      falabem Responder

      voçê não sabe o estas a falar.
      inocente.

  2. img
    DESCAMIZADO Responder

    O Descamizado solidariza com o gesto do governo, anunciado pelo Senhor Primeiro Ministro na construção de uma cadeia de alta segurança na Zona Norte do Pais, sita na localidade de Santa Catarina Ao ser verdade esta localidade tem como vizinho o animal mortífero, que é a cobra preta, longe do habitat humano. Muito importante esta localidade para os delinquentes perigosos, onde torna difícil acesso as visitas, quer dos parentes, quer dos amigos ou familiares. Um gesto louvável do governo. Recordo ao governo que na zona de Morro Peixe existiu uma cadeia semelhar e encontra.se abandonada ou transformada para habitação.Ainda na Era Colonial os Portugueses construíram uma cadeia de alta segurança na zona de Água e Velas, ao Norte de Bombaim (Trás os Montes).Tudo isto foi abaixo.Essas infraestruturas ainda existem.
    Uma outra questão, trata-se de uma operação CONJUNTA entre Polícia de investigação criminal(PIC), polícia Nacional no combate aos produtores e consumidores de liamba. É de louvar.
    Mas o Governo não se esqueça que também contribuiu para o aumento de gatunos ao colaborar com atitude do assalto

  3. img
    Bartolomeu Dias Responder

    Sinceramente acho que a construção de uma cadeia não é a grande prioridade deste país. Mas se é a prioridade do governo da ADI, lá sabe este partido e seu governo.
    Mas já agora tentem adivinhar quem deveria ser a primeira pessoa a entrar para essa cadeia de alta segurança!

    • img
      Albertino fortes Responder

      Patrice Trovoada.

  4. img
    paparazzi Responder

    Ver para crer aqui no ilheu das cabras nao tem isso quem se Porta mal atira se pra agua

  5. img
    MIONGA Responder

    Para quem conheceu STP, so de ouvir falar em cadeia de alta segurança ja assusta! Espero que essa cadeia tenha menor numero de presos!!!

    • img
      Odileiys Guarda Prisional Responder

      http://www.telanon.info/politica/2015/05/25/19282/cadeia-de-alta-seguranca-vai-ser-dura/Caros colegas e amigos façamos uma pequena reflexão……………………………………………..
      Com o surgimento da globalização, podemos considerar que de certa forma tenha contribuído significativamente os acontecimentos sociais e que por consequência os comportamentos criminais. Assim sendo, a prisão têm papel um decisivo na reeducação e preparação para reintegração na sociedade, daqueles que escolheram um caminho negativo para suas vidas. Ao longo de centenas de anos, as prisões de uma forma geral têm evoluído de um ponto de vista tradicional e também como uma cultura popular.
      Dependendo da gravidade da acção realizada por determinado indivíduo, o mesmo é condenado a uma prisão juvenil, prisão psiquiátrica, ou prisão de segurança mínima, média ou máxima, que por infelicidade não contamos com nenhuma delas, pois a actual Cadeia de São Tomé, tornou-se um colégio de Criminalidade devido as condições a que mesma nos oferece, tendo em conta a sua construção não corresponder a novas realidades concernente a sua situação geográfica e a estrutura física do próprio edifício.
      No nosso atual colégio da criminalidade a “Cadeia Central” não se pode citar em classificação dos reclusos, por tipicidade criminal, por idade, por sexo etc, tendo em conta o aparecimento de novos crimes, e novos assassinos,
      Para todas estas questões, há uma resposta, a prisão de alta segurança e o segundo passo seria criação de um Instituto para Reinserção Social para acompanhamento desses mesmos indivíduos.
      Pois é de salutar essa nova iniciativa Governo

  6. img
    Manga Responder

    Resultado de um governo sem plano de acção.
    Cuidado para não ser o próprio senhor Primeiro Ministro a estrear essa cadeia, é que estas coisas acontecem, vê-se muito nos filmes de Hollywood.

  7. img
    Floli Responder

    “O professor e pesquisador em segurança pública da Universidade Católica de Brasília Nelson Gonçalves Souza assegura que não basta ter um sistema de Justiça Criminal de excelência, se o Estado não oferecer à população acesso de alto nível à educação, ao trabalho e à saúde”.
    “Outros especialistas são categóricos: é preciso reduzir o abismo entre ricos e pobres, pois a violência é reflexo também de uma sociedade injusta e da ausência do governo nas periferias, onde falta o básico: opção de lazer, oportunidade de trabalho, atendimento à saúde, escolas de qualidade e saneamento básico”.

  8. img
    Juve Responder

    Sr Primeiro-Ministro,
    Sabe, como todos sabemos, que uma cadeia, em si não irá dissuadir ou mesmo impedir que haja tantos crimes na nossa sociedade. O que é que deixou de existir do fim da época colonial a esta parte! Prepotência, arrogância, desrespeito pelo primado das leis, desregulamentação em vários sectores da vida pública e privada, muito compadrio politico, ascensão meteórica à cargos na administração por pessoas despreparadas, dois pesos e duas medidas, desemprego etc, etc. Analisemos os diferentes vectores que incidem na origem destes fenómenos e a cada um seu tratamento. Por mais alta segurança que se construa um estabelecimento prisional, sempre haverá uma brecha. A propósito em que condições vivem os guardas prisionais? Deve ser mais uma das suas habituais medidas “sobre o joelho”, mais para o mercado político que real. Pense bem, pois ficamos com a ideia que este anúncio deveria ser feito pelo membro do seu governo encarregue pelo pelouro da justiça e não por si. Acautele-se, pois já andam por aí falando dos potenciais inquilinos de tal cadeia…Quem será?????

  9. img
    Stome poderoso Responder

    A experiência já demonstrou que a criminalidade não se combate com cadeias de alta segurança. Sabemos a historia de cadeia em Guantanamo Cuba…não acabou com a criminalidade…pelo contrario. A criminalidade acaba sim com a garantia de segurança humana, onde os bens são devem ser repartidos proporcionalmente, onde há garantia mínima de serviços de saúde, educação, liberdade, respeito mutuo, onde não existe chefes, mas sim lideres, onde não há violência física, moral, psíquica, social, etc..isso sim. Nova cadeia precisa-se, mas primeiramente, deve-se criar condições para que a existente funcione de forma a não ser considerada um centro de gerador de delinquência como de facto é, devido a falta de condições, como diz-se por ai.

  10. img
    Truqui Responder

    A ideia parece aplausivel. Contudo um Pais tao pequeno em termos de extensao territorial, e com ilheus…sera que nao seria mais prudente desde o ponto de vista financeiro, seguranca etc construir prisoes num dos ilheus? Apenas pensando…

  11. img
    vexado Responder

    Neste anúncio populista sobre a dita infraestrutura há ausência de concurso público, valor atribuído a referida obra, razão ou fundamento de ser ali e não o reaproveitamento de outras infraestruturas que poderia atenuar os custos, ausência de plano de estudo da referida cadeia, número de celas a construir, o projecto da cadeia. Única coisa que se sabe é mota engil a beneficiária. Porquê da escolha? Obra ilegal porque não tem cabimento orçamental e não veio espelhado no programa de governo nem no orçamento do cidadão e nunca foi objecto de debate. Ministro das finanças não diz nada?

  12. img
    Original Responder

    Cadeia de alta segurança,isto não me soa muito bem porquê?
    A nossa sociedade está doente e moribunda e estamos a tentar tratar de doença sem se preocupar com as causas que já é do conhecimento de todos nós.Sociedade é composta por famílias e os maiores desastres estão surgindo no seio de famílias e se as coisas continuarem como estão,esta cadeia vai ter muitos inquilinos e é bom incluir no referido projeto possibilidade de expansão a curto médio e longo prazo porque vai ficar superlotado.Outra questão é quem vai ser novo cliente? Apenas delinquentes? assassinos? e corruptos que andam a corromper a nossa sociedade lesando o país em bilhões de dobras? Ah! esqueci que estes por andarem bem vestidos e de fato e gravata não devem
    misturar com assassinos. A delinquencia é reflexo da sociedade e se não organizarmos a sociedade,não haverá cadeia que chegue porque o problema é evitar que as pessoas não vão para lá e não criar condições para albergá-los.

  13. img
    santa catarina Responder

    Meus Srs o estranho que muitos que defendem os direitos humanos e sabem as condicoes da actual cadeia nao aplaudam a medida . Mais uma vez fica demostrado que temos uma mania de bota abaixo. Gente sem escrupulos.
    Temos que ver a coisa noutro Prisma, por exemplo a necessidade de desenvolvimento de Santa Catarina, a Estrada para o Norte, algumas infrastrutura como energia agua que beneficiem sobre tudo as populacoes.A propia cadeia em se, pode ser um fator de desenvolvimento para Santa Catarina.
    Pensemos positivo, negatividade pode ser reflesa, {pode voltar contra nos}

    • img
      Original Responder

      Caro Santa Catarina,

      Se desenvolvimento duma zona,vila,cidade,ou luchan depende de construção de cadeia,Solicito desde já que este projeto seja estensivo a todo S.Tomé e Príncipe.Se o Sr.fizer uma análise fria
      a população em redor desta zona passam a ser alvo mais fácil quando houver fuga de algum inquilino daquela cadeia.A população fica mais vulnerável e isto não é desenvolvimento.

  14. img
    Dondo Responder

    Muito antes de ser o Centro de Instrucao mulitar de Mouro Peixe, aquele local foi utilizado como estabelecimento Prisional. Qual a razao do desbavamento de mato para para a construcao do espaco ta recluso?
    A correcao de delinquetes nao passa pela construcao de mais nada; a correcao do delinquete passa pelo tratamento que este recebe,em quanto recluso. A tratamento nao pode ser de incentive a voltar a cadeia depois do cumprimento da pena; este tera que ser de pao que o diabo amssou e agua, para o amedrontar a pratica do crime. Do direito humano depois se ve.

  15. img
    chupeta Responder

    Esse Primeiro Ministro(Gabonês) quer nos prender todos a começar de telanon. Como que um pais sem hospital (isso que temos nao é hospital mas sim um ponto de primeiros socorros) vem dizer ao publico que uma cadeia de alta segurança é prioridade para o pais.
    Pergunto.
    Temos em STP bandidos armados contra governo?
    Temos traficantes que organizam grupos violentos que coordenam áreas no pais?
    Temos vândalos organizados em quadrilhas e armados que atacam ao calar do dia?
    Etc.. eu não sei que tipo de bandido se vai guardar dentro desta cadeia de alta segurança que já vem na leva de outros negócios que o Sr. P.M. esta envolvido como a compra do edifício do seu amigo Rami que vai ser outro palácio do tribunal.
    Os tristes e maus criminosos que estão na cadeia central nao são criminosos de massa nem dos malandro governantes que temos no pais mas sim das suas propiás famílias(burros), ladrão de galinha, violadores (os mais sem vergonha, poucos políticos corruptos(atenção sr P.Ministro).
    Ou sera que o senhor quer importar presos do terrorismo para que quando os amigos deles queiram vir os buscar terá que matar todos nós porque esta cadeia vai estar no território nacional.
    Esse Gabonês quer nos matar a todos.
    Não se esqueçam que o Sr P.M. estava numa conferencia a pouco tempo em que falou de exterminar os terroristas. Formiga a querer meter com tubarão.

  16. img
    Senhor Makeké Responder

    Um pais com UM hospital, UM Liceu, SEM estradas, com uma energia inestavel e insustentável, sem industria……Una cadeia de maxima segurança?……incredivel.
    Por outro lado….não existe nenhuna relação entre o consuno de “liamba”-Marihuana e a violença…só existe a HIPOCRESIA de alguns. Os paises fican agora pelo uso medicinal de esa pranta e São Tomé não?

  17. img
    Seabra Responder

    ….senhor A.V.,o meu comentário sobre esse artigo foi ,seguramente
    censurado pela sua equipa. É pena!
    Não creio que o meu comentário seja dos mais “chocantes”,tendo em conta o sofrimento das victimas dos violos sexuais (especialmente das pobres crianças inocentes….),crimes horríveis ….o meu propósito,se foi chocante é porque o assunto em questao é violentissimo.
    Encarar a castracao química,ou cortar o sexo do criminoso,não tem nada de mais chocante ou seja doloroso,comparado com as dores:física,moral,psicológica de um ser,ainda mais,de um ser inocente.
    Devia ser publicado e ver à reacção dos leitores….talvez,não ficariam chocados,visto o contexto.
    Enfim! Lá o senhor sabe à razao da sua decisão.
    Boa continuação!

  18. img
    Ralph Responder

    Em qualquer país, cadeias como esta serão necessárias porque crime sério acontece em todos os cantos do mundo. Concordo, no entanto, com os leitores que levantaram a possibilidade de corrupção na construção deste projeto. Dado o valor deste tipo de projeto, é sempre fácil por governos atribuirem contratos aos seus amigos e donors, ignorando as necessidades do país. Estou certo que esta obra vai criar muitos empregos para a população local mas isto não é culpa por corrupção. Vigilância estreita é necessário.

  19. img
    Carlos MENEZES - cabe batepa - Angola Responder

    Que. Bom saber as primeiras medidas a ser tomada no nosso Dubai e uma cadei de alta segurança , olha bem aonde estamos e pra onde vamos . A tanta coisa para ser feito em s.tome ao não ser que os nossos dirigentes estão com poucas ideias para renovar este pais . Olha si for preciso eu e outros amigos que estão no exterior a trabalhar em algumas grandes empresas vamos ai dar uma palestra
    Do que pode ser feito e melhorado em stome. Que coisa e essa de envés de educar vamos já punir , quem vem do Gabão vem muito agressivo . Só pensa em negocio e alguns escuros por favor não nos
    Encanem mais deus vais. Vos castigar . Mudamos de panela , mais o tempero e sempre o mesmo . Vamos estar de olho
    Temos que fazer uma cadeia para políticos ai si a moda pega

Deixe um comentario

*