Petróleo da Guiné Equatorial está a ser bem utilizado em proveito do povo

A constatação foi feita pelo Presidente da República Manuel Pinto da Costa, após visita de 3 dias ao país vizinho.

Pinto da Costa que viu nascer a oitava cidade da Guiné Equatorial, a maioria construída de raiz ou submetidas a um moderno processo de expansão, casos de Malabo e Bata, garante que o país vizinho já atingiu um elevado patamar de desenvolvimento. «Contatamos que a guiné equatorial é um país que está a dar passos importantes no caminho do desenvolvimento», referiu o Presidente da República.

O Chefe de Estado são-tomense disse que para alguém como ele que conheceu a Guiné Equatorial em 1972Quem conheceu a guiné equatorial em 1972, regista hoje que «há desenvolvimento, há vitalidade», frisou.

O Presidente da República concluiu que os recursos do petróleo estão a ser bem utilizados em prol do país.

Poucas cidades na região africana poderão rivalizar com a nova cidade da Guiné Equatorial que estará concluída dentro de 10 anos, assegurou Pinto da Costa.

Uma universidade afro-americana está a ser construída na nova cidade. Prova segundo o Chefe de Estado são-tomense, da preocupação do seu homólogo com a formação da juventude equato-guiniense, mas não só. Será também uma contribuição para a formação de quadros da região do Golfo da Guiné, especialmente de São Tomé e Príncipe, concluiu o Presidente da República.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    joao lima Responder

    É preciso ter lata. O que não se fala para se arranjar uns troquinhos. Alias vem ai as presidenciais. Seja feita.

Deixe um comentario

*