Patrice pede reposição do segredo militar e o afastamento dos que lançam influência política no quartel

Nos últimos meses foram mais evidentes, o desmoronamento de um dos alicerces da instituição militar de São Tomé e Príncipe, que a diferenciava do resto da sociedade, o SEGREDO.

As quatro vedações de betão armado, que ocultavam a vida militar do resto da sociedade, tornaram-se transparentes para o país e para o mundo.

Na abertura da jornada de reflexão sobre as forças armadas, a luz do quadragésimo aniversário da instituição a ser assinalado no dia 6 de Setembro próximo, o Primeiro-ministro e Chefe do Governo, Patrice Trovoada, pediu a reposição do segredo na vida militar. «A reposição do segredo militar, o afastamento dos portadores impunes de rumores e influências políticas», declarou.

A Jornada de Reflexão sobre as forças armadas, pretende diagnosticar a origem dos problemas que assolam a instituição- Problemas que com o passar do tempo e sobretudo nos últimos 3 anos, retiraram prestígio as forças armadas. Só o facto da instituição ter conhecido 3 Chefes de Estado Maior no período de 3 anos, fala por si. «Entrar para as forças armadas e dedicar a sua vida pela defesa da soberania nacional não pode ser um acto qualquer assimilada a busca de uma situação na função pública», advertiu o Primeiro-ministro.

Patrice Trovoada considera que muita da melhoria que as forças armadas podem registar em termos da reposição da ordem, do mando e da disciplina, depende dos oficiais superiores.

Por isso apelou a união e solidariedade no seio dos oficiais superiores das forças armadas. «Apelo ao relacionamento exemplar entre vocês (oficiais superiores). Um verdadeiro espírito de camaradagem, sincera, em prol da instituição e da república e em nome do povo que todos juramos defender», afirmou.

As jornadas de reflexão que decorreram na sexta – feira num hotel na cidade de Santana, deverão produzir recomendações, que permitam mudar o rumo das forças armadas. «O importante é que as forças armadas recuperem em termos de funcionamento, disciplina, e mando», defendeu o Primeiro-ministro.

Segundo Patrice Trovoada, as jornadas de reflexão são uma iniciativa do Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, o brigadeiro Horácio Sousa.

Reconheceu também que o Governo não manda nos quartéis. Entre as quatro paredes do quartel quem governa é o Chefe de Estado Maior, e a respectiva cadeia de comandos.

O Chefe do Décimo Sexto Governo Constitucional, recordou que segundo a constituição da república o seu papel é o de definição da política de defesa e segurança.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Maria silva Responder

    Patrice Trovoada perdeu uma grande oportunidade de ficar calado!
    Não há Santomense que não saiba que o mesmo ( patrice trovoada ) foi e continua a ser um grande manipulador deste tabuleiro de xadrez ( stp ) .
    Quem subornou os militares para que não fizessem as horas ao Presidente da República em 2012 , na qual levou o senhor Felisberto Segundo a se demitir das suas funsões ?
    Quem convocou conselho de ministro( em vês de convocar concelho de ministro para algo mais importante ) para pedir que o senhor Justino Lima deixasse o cargo à disposição devido um criminoso ” tal nagi ”
    Poupe-nos senhor patrice trovoada, não vem cà se fazer de SANTO DE PAU ÔCOU……
    Tem que ter muita cara de pau, vir pedir que haja “espírito de camaradagem ” disciplina e mando etc etc etc…

  2. img
    honório Almeida Responder

    não estou acreditar naquilo que acabei de ler, pois sendo STOCK, jurista não devia proceder desta maneira:
    1º – palavra é humilhação e não humiliação.
    2º – o mais grave- começar um dispositivo legal como despacho e terminar como decreto, sendo ele um jurista e advogado da nossa praça.

  3. img
    Edmar Mota Responder

    Eu não acredito que tanta governação por um simple povo, por um ssimples população haja tanto conflito.
    Creio em me que há alguém de bom coração e de boa vontade a favor do povo Santo-mense, também fui militar e presenciei muitas burocracias dentro de seio militar, mas se alguém quer tirar conclusõesde lpessoas que esta a favor do povo enxerga seus efeitos sobre o mesmo, não há ninguém que raspe o mel e não lambe o dedo, mas hà pessoas que raspe o mel em vez de lamber o dedo passa beber o mel raspado, vele a pena alguém que receba 100 pães e de o povo pedaço do que outra que deixe com fome.
    Particularmente eu apoio justiça.

  4. img
    Adelino dos santos Responder

    Esse primeiro ministro tem cara de pau e mau carácter deslavado

  5. img
    neves Responder

    coisanao do patrice torvoada . devemos tomar coidado com este homem. nao é do bem

  6. img
    Almerindo Castilho Responder

    ARMINDO subordina a quem? não é diretamente a Patrice TRovoada? Ele é Militar. E é o maior agitador político/militar que Patrice Trovoada e ADI tem no Quartel.
    Patrice Trovoada deixa de palhaçada.

    • img
      Arlindo da Graça Castilho Responder

      Leio com alguma regularidade todos os jornais sem distinção respeito todas as opiniões veiculadas mesmo aquelas ao qual discordo. Mas não participo so leio.Espero que as pessoas não confundam o senhor Almerindo Castilho com Arlindo Castilho. Pois o Arlindo Castilho existe mas o senhor Almerindo Castilho se existir é meu primo pelo apelido Castilho mas não o conheço. Apelo e oportunamente farei chegar ao senhor jornalista Abel Veiga para que se possível tenha em atenção a aos fazedores de opinião que não utilizem abusivamente apelido que possam confundir o leitores. Muito Obrigado
      Arlindo Castilho contacto 9926790

  7. img
    Manuel Alegre Costa Pinto Responder

    Maia uma vez o Sr. Patrice Trovoada está a demonstrar que é um individuo irresponsavel e que está mais preocupado com a sua agenda politica. Ele esquece-se de tudo. Quem fez tornar publico o caso Justino é o assessor e o lambe bota deste Patrice Trovoada o Armindo de Ponte Graça mais conhecido por Inácio. Hoje Patrice Trovoada vem falar da unidade e na reposição do segredo de forças armadas. Como é possível! No seio das forças armadas todo mundo sabe que o Patrice Trovoada é o politico que tem tentado a todo custo politizar as forças armadas. Todo mundo sabe que foi Patrice Trovoada, Levy e Armindo que instigaram os militares a não prestarem honras militares ao Presidente da Republica. O Patrice está a brincar com o povo santomense. Mas qualquer dia este povo vai virar-lhe as costas. O Patrice Trovoada vai pagar pela forma que ele está a manipular e abusar desta maioria analfabeta de S. Tomé.

  8. img
    josé correia de sousa Responder

    Este Patrice Trovoada está a abusar e faltar respeito a todo povo santomense, particularmente a classe intelectual que tem assistido e escutado este show OFF que este imoral tem dado na televisão. Qual é moral que o Patrice Trovoada tem de falar sobre a desunião e da partidarização nas forças armadas? Ele é o maior promotor desta situação que se vive hoje nas forças armadas. Todo santomense mais ou menos atento sabe que o Patrice Trovoada anda a corromper os militares através do Armindo (vulgo Inácio), chegando a dar subsídios extras aos militares que têm afinidade ao ADI ou que sejam seguidor deste Patrice Trovoada. Brevemente, tudo indica que vai haver um encontro entre Patrice Trovoada e os jornalistas aonde ele vai dizer que a classe jornalista está desunida e partidarizada. Mas todo mundo sabe o que se passa na nossa rádio e televisão e nos outros sectores dos serviços do estado aonde tem-se promovido a incompetência, ódio, a divisão, etc. O que sei é que tudo tem o seu tempo. Aonde estão os famosos políticos como Saddam Hussein, Bongo, Kadafi e outros?

  9. img
    Miguel dos Santos Responder

    Meus caros amigos de facebook não aproveite da rede social para mandar um 1ºMinistro para ficar calado a Senhora Maria que tenha calma embora que estamos num país democrático há regras.Mesmo na Europa tens que ter cuidado de aquilo de tu falsa deixa emoção .

    • img
      Titus Andronicus Responder

      Caro Miguel dos Santos:

      Afinal a Maria não deve mandar estar calado o senhor Primeiro-ministro? Eu também não mandaria. Mas você esquece-se dos insultos que Mário Bandeira dirigiu sistematicamente ao Presidente da República no parvo jornal O Parvo.Com total apoio e cobertura de Patrice Trovoada, aparentemente. Sabe disso, não sabe? Então, deixe a Maria em paz e vá ver se está a chover.

  10. img
    FÉDÈ KÁ DOCHI Responder

    Francamente, Patrice Trovoada só pode ser um dos maiores hipócritas que temos em STP! Quem não sabe que é ele quem manipula as forças Armadas a custa das migalhas que distribui a alguns oficiais!Quem não sabe q foi ele o promotor da montagem para o derrube do Justino! Patrice T. é altamente perigoso para STP.

  11. img
    Manuel Vera Cruz ceita da Costa Responder

    Este Patrice Trovoada! Não sei o que dizer deste hipócrita, preguiçoso e arrogante politico. O tempo irá tomar conta dele. O povo santomense mais tarde ou mais cedo saberá quem é este homem Patrice Trovoada.

  12. img
    Original Responder

    É preciso muita lata deste Senhor.Unidade não é só no quartel mas
    ao nível de S.Tomé e Príncipe,O Sr.Já fomentou tanto ódio no seio deste povo que nunca se viu coisas destas em STP.

    1-O Sr. fomentou ódio de Jovens para com os mais velhos e viceversa
    2-O Sr.fomentou o seu ódio pelo Presidente da República e transferiu à população,
    3-o Sr.fomentou indisciplina generalizada porque quem está debaixo da sua capa é intocável mesmo se praticar qualquer acto
    4-O sr. não respeita as instituições financeiras e provoca rombo
    no cofre de Estado
    5-O Sr.entende que mais ninguém tem idéias para STP a não ser Sr.
    6-O Sr.Aplicou a política de terra queimada neste País arrasando
    tudo e todos

    Agora vem falar de consenso?Consenso?
    Consenso para mim é pedir perdão a este povo pelo tudo que aconteceu e demonstrar na prática que o Sr.mudou.
    Enquanto o Sr. não for consensual este seu apelo não dá em nada.

  13. img
    LABADU KÁ XÉ NIN NGAMA KÁ FÉDÉ Responder

    É mesmo cara de pau este PT.

  14. img
    Manuel Alegre Costa Pinto Responder

    Este Patrice Trovoada não tem vergonha. Ele tem sabido aproveitar a inocência deste povo que não sabe o que quer. ESTE Patrice trovoada NÃO VALE NADA. Ele é hipócrita, é confucionista e ignorante. O Politico que tem criado mais divergência, desunião e incompreensão entre os santomenses é o Patrice TROVOADA. O TEMPO VAI TOMAR conta dele e vai julga-lo dividamente.

  15. img
    luisó Responder

    Já o disse e vou repetir: STP não precisa de forças armadas.
    Sendo uma ilha e com 180 mil habitantes para quê tanta gente na defesa?
    500 militares, 200 policias, 100 na guarda presidencial etc, mais ainda o SMF, policia fiscal e aduaneira, segurança, etc.
    Tanta gente e não há segurança…
    Façam uma guarda costeira com bons efectivos (100) e 2 ou 3 navios patrulhas rápidos, e façam uma guarda nacional do tipo GNR de portugal ou PM tipo do brasil em que fazem o trabalho de policia mas têm preparação militar se for o caso.
    Para que é preciso a guarda presidencial ?
    Democratizem-se….

  16. img
    Manuel Pinto Correia de Jesus Afonso Responder

    O primeiro oficial das forças armadas a ser afastado deve ser o Armindo assessor deste Patrice Trovoada. O Patrice Trovoada tem é que deixar de enganar este povo e começar a dizer verdade. O Armindo foi o mentor, o autor do afastamento do Brigadeiro Justino com o patrocínio e conhecimento do Patrice Trovoada. Este Patrice Trovoada é uma vergonha.

  17. img
    joao manuel da trindade Responder

    Meus senhores, fazedores de opinião, ninguem é dono da verdade. Todos temos opiniões e todos devemos respeitar as opiniões de cada um. Mas por favor essa de Brigadeiro Justino não tem cabimento. O único culpado do seu afastamento é ele mesmo. Muita gente sai da LAMA mas a LAMA não sai dela. Simples, esse é o caso do Justino Lima, caso do Acácio e outros que não têm o mínimo requisito básico de um militar… DISCIPLINA.

  18. img
    rapaz de riboque Responder

    porque tantos oficiais num pais tão pequeno o Pachire já não devia estar na reforma e outros mais apostam mais em militares do que médicos e professores só barrigudos a ganhar bem e não fazem nad

  19. img
    Manuel Responder

    lfredo Gentil 16 de Junho de 2015 as 10:18 Responder
    Francamente, que absurdo. Chamar o povo trabalhador de preguiçoso. Grande mangonheiro e preguiçoso é quem chama e que só está interessado no poder para não fazer nada e viajar, quando chega vem com uma mão cheia de nada e com discurso patético para enganar os menos atentos. Pergunto trabalhar é fazer negócio consigo próprio mais o seu sócio libanês Ramy, com a Casa Benfica aonde deixou um buraco no OGE de milhões e milhões de dobras? Trabalhar é mandar o senhor Vice-presidente da Assembleia (Levy Nazaré,) para Londres para ir estudar inglês (três meses) com 51.000 (cinquenta e um mil euros) euros no bolso? Viva os espertos… Abaixo os preguiçosos que trabalham para encher os cofres do Estado.

    12 0 Avaliação
    img
    Franciso 11 de Setembro de 2015 as 19:46 Responder
    Concordo plenamente contigo. Para adicionar mais, ele foi visto em uma pequena,não muito longe de Londres. Ele estava na praia com uma menina de 25 anos de idade… Ele nem sequer tem um anel de casamento em seu dedo..Isto é absolutamente inaceitável para um homem casado de sua idade que nos representa no exterior comportandose assim…Esta é a forma como ele estava estudando Inglês? Enquanto estiver aqui, ele age como um bom pai de família, mas agora sabemos o que eles estão fazendo no exterior. Podemos confiar?

  20. img
    Manuel Responder

    Eles são todos iguais – Patrice, Levy..ADI!!. Você já leu foi que Alfredo Gentil disse- Levy recebeu € 51.000 para ir para Londres para estudar Inglês? O nosso dinheiro! Todos eles conseguiram empregos para seus parentes, viajar, se divertir e não pensam em nós

Deixe um comentario

*