Estado da Nação

Estagnação económica, aumento do desemprego, atraso. São notas que se destacaram na descrição do estado da Nação, feita ao Parlamento pelo Primeiro-ministro Patrice Trovoada. Dados divulgados pelo Chefe do Governo, indicam que São Tomé e Príncipe, é o arquipélago mais atraso do mundo. Um país cuja produção anual de riqueza, só dá para garantir 10% das suas necessidades.

O estado da nação são-tomense é crítico. Patrice Trovoada, acredita que é possível evitar o pior, por isso pediu mais trabalho, mais determinação, empenho e união de todos, para a partir de 2016, impulsionar São Tomé e Príncipe.

Patrice Trovoada recordou o slogan da independência nacional, “Unidos Venceremos”, para convencer os deputados e o país inteiro, de que só assim efectivamente, São Tomé e Príncipe vencerá, os desafios que 2016 impõe ao país.

Um ano que continua a ser de crise financeira internacional. Um ano em que os países vizinhos produtores de petróleo, e parceiros tradicionais de São Tomé e Príncipe, continuam mergulhados na crise, por causa da baixa do preço do ouro negro no mercado internacional.

Os impactos continuarão a ser duros para o país, reconheceu Patrice Trovoada. O Chefe do Governo revelou para os deputados números que comprovam o estado crítico da nação. Segundo o Primeiro-ministro, através da exportação São Tomé e Príncipe, arrecada 2 milhões de euros por ano, seja com mais ou menos chuva. Cacau é o principal produto de exportação.

deputadosAs receitas oriundas dos impostos, totalizam 20 milhões de euros por ano. Total 22 milhões de euros, que os são-tomenses produzem por ano. No entanto Patrice Trovoada acrescenta, «quando precisamos de cerca de 150 milhões de euros para fazer face as necessidades básicas, e 2015 não fugiu a regra».

Um país deficitário e sufocado por dívidas internas e externas. Deve cotas as organizações internacionais na ordem de 10 milhões de dólares. O Chefe do Governo explicou que em 2015 o Estado teve que pagar dívidas de 6 milhões e 500 mil dólares a diversas empresas e instituições no país.

O mesmo Estado deve 2 milhões e 600 mil dólares a empresa de telecomunicações CST, gasta 3 milhões de dólares por ano no pagamento de bolsas de Estudo dos estudantes no estrangeiro. Em 2015, o executivo não conseguiu pagar as bolsas na totalidade, reconheceu o líder do Governo. Até 2019 tem que pagar dívidas acumuladas junto a empresa de combustíveis ENCO, num total de 40 milhões de dólares.

Tem mais dívidas para pagar a uma série de empresas estrangeiras, nomeadamente a Sinergie, fruto de uma decisão do Tribunal Arbitral Internacional.

Um Estado depauperado. «Não existe acumulação de capital, nem a nível do Estado nem a nível das empresas, e nem nas famílias», pontuou Patrice Trovoada.

São Tomé e Príncipe, não cresce, e segundo as palavras de Patrice Trovoada é o arquipélago mais pobre do mundo. «De todos os pequenos Estados insulares temos o PIB per capita mis fraco depois das ilhas das Comores. Mais de duas vezes inferior ao PIB per capita de Cabo Verde, e mais de 8 vezes inferior ao das Ilhas Seychelles, o mais pequeno país do nosso continente, por conseguinte menor que as nossas ilhas e sem recursos minerais», frisou.

O crescimento económico anual de São Tomé e Príncipe varia entre 4 e 5%, isso desde o ano 2008, esclareceu o Primeiro-ministro. Um nível de crescimento que de acordo as palavras do líder do Governo, não resolve o problema de desemprego.

O Plano de Transformação apresentado aos parceiros públicos e privados em 2015 em Londres, foi indicado pelo Primeiro-ministro, como uma alternativa para evitar o colapso.

Anunciou ao parlamento, que a agenda de trabalho com os parceiros internacionais, está marcada para o primeiro trimestre de 2016. Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Europeu de Desenvolvimento, Malásia, Portugal, Brasil, Marrocos e Argélia, são parceiros que deverão negociar programas de cooperação e de investimentos com o executivo, a luz da mesa redonda STPinLONDON.

Exploração petrolífera continua a ser uma miragem. O Chefe do Governo, garantiu empenho do seu executivo na promoção de investimentos neste domínio, com destaque para a assinatura de alguns acordos com empresas de competência reconhecida. Mas admitiu que é um negócio que não tem data para gerar receitas resultantes da exploração real.

Patrice Trovoada recebeu aplausos da bancada do seu partido a ADI, quando pronunciou o nome das 19 comunidades que no ano 2015, receberam pela primeira vez energia eléctrica e noutras água potável.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Explicar sem Complicar Responder

    GOVERNO FRACO.
    Nota 0,5 em 10.
    Patrice Trovoa é um Primeiro Ministro IMCOPETENTE.
    Está mais preocupado em inaugurar chafarizes que depois de inauguração funciona não mais de uma semana.
    Gostaria de saber O COMBUSTÍVEL subiu em Angola!
    Dependemos de Angola.
    Agora COMO??????????

    • img
      arroz 13 conto Responder

      INACREDITÁVEL!
      É a 3ª Vez que este palhaço assume cargo de PRIMEIRO MINISTROS!
      Mesmo assim sempre enquanto 1° Ministro o país fica sempre assim na merda,na miséria,com droga,prostituicao e tudo dos piores.
      O Povo tem o Governo que escolhe.

  2. img
    EconomistaSemFronteiras Responder

    É preciso ser mísero. Sem vergonha e maturidade pública, politica e organizacional para tocar piano. Tristes estórias, triste história, a de STP. Porquê que concorreu este senhor PM economicista para governar um país de tamanha desgraça que, de decerto, ele já conhecia? Porque não fez negócios para ser homem-rico e muito bem afortunado?
    Em vez de estar a repetir o que o povo já sabe, qualquer criança santomense sabe.
    Esta Nacão, mesmo pobre, é possuidora de reconhecimento e grande reputação internacional. Leiam mais, leiam sobre vosso país.
    A culpa é desta oposição preguiçosa no AGIR.
    Que a graça Divina lance uma merecida benção a este país e sua nobre gente.

  3. img
    seabra Responder

    Como é pode? (diria o brasileiro).
    O PT é descarado demais…ele ousa falar de STP como sendo dos países + atrasados do mundo( é um comentário banal para um estrangeiro,um gabones de passagem no país…). Quanto ao trabalho,seria um Bom exemplo que ele,A.Varela,Levy,Abnilde e Co. Começassem a dar exemplo de “trabalhar”(o levantar cedinho,o aplicar e respeitar os horários,o deixar o veículo da função no repouso,o respeitar os seus subalternos assim como a distribuição ,a atribuição,a pontualidade do pagamento dos salarios,o respeito pelas leis aplicadas…). Cadê esse EXEMPLO?
    P.T.querem que se trabalhe mais e melhor,para que ele e corja enriquecam mais e mais…e mais depressa!? É com bolos que se enganam os TOLOS.
    PT,você é malandro-malaberista,certo…mas você já usou todos os seus trunfos,junto deste povo q você maltrata,tratando-o de atrasado,de tacanho…defacto! Isto porque votaram pra você e os seus 40 ladrões. PT já espizinhou e desprezou demais este povo,todavia,a sua hora já está à espreita….e creio que desta vez vai ser “pour de bon” que o povo lhe convidara a BAZAR definitivamente de STP…até porque terá que levar algumas tralhas suas,que constituem lixo para o país …um deles é a sua marioneta a suspensorio,o seu mini cérebro Afonso Varela. Parta com ele,porque o país não precisa de mentalidades podres,hipócrita,des-honesta,de larapios-lacaios,traidores,mentirosos,covardes, falso e “tutti cuanti”,como este anão oportunista ,interesseiro e calculador.
    Que STP,fique livre desses vadios.
    Beijinhos. Sicília

  4. img
    chum Responder

    Deixa o homen trabalhar.Seu hipocrita.

  5. img
    luisó Responder

    Finalmente alguém disse: o rei vai nu.
    Erros vários de governação durante 40 anos e roubalheira total por parte de quem governou ou não governou nestes 40 anos.
    Para quê a independência ?
    Unidos venceremos…..só com cristo e este tem que vir á terra primeiro.
    Mais pobres do mundo insular, abaixo das comores … triste demais.
    Ninguém lutou por nada, não houve guerra colonial aqui, apenas uns tipos que se juntaram porque não queriam estudar mais e perceberam que um dia os tugas iam dar tudo ao desbarato e eles mais espertos que os outros iam pegar de borla e sacar o futuro deles e dos filhos.
    Houve alguém um dia que disse que os tugas deram a independência a cabo verde e STP porque os habitantes eram pretos e no palco internacional da altura não ficava mais bem Portugal governar os pretos, mas ficaram com a madeira e os açores porque os habitantes eram brancos e portanto já ninguém dizia nada. E agora olho para a madeira, que até foi premiada ultimamente como melhor destino insular do mundo, e para os açores e fico a pensar de como seria o meu país se tivesse ficado como região autônoma de Portugal.
    Sim já sei que vão dizer pois mas eramos governados pelos brancos de lisboa…
    A alternativa meus amigos é que fomos governados pelos pretos da terra e é isto que se vê…
    Como seriam estas ilhas maravilhosas sem colonialismo mas com os milhões da UE nestes últimos 30 anos a fundo perdido tal como as regiões autônomas portuguesas receberam ?
    Se os santomenses estivessem elucidados sobre a qualidade de vida dos açores e da madeira e vissem o que perderam….
    80% dos santomenses vivem na obscuridade e na ignorância sem saberem o que se passa no mundo e não dão conta daquilo que estão a perder como pessoas e como cidadãos.
    Fico por aqui porque me está a dar uma coisa….e apetece-me gritar muito alto…vou até lá fora….

    • img
      EconomistaSemFronteiras Responder

      Deixe de pensar que os sãotomenses não sabem o que querem. Seja razoável. Somos um país independente, apesar de tudo… quer aceite ou não.
      Um abraco

      • img
        luisó Responder

        Eu disse que 80% deles são ignorantes e não sabem e é verdade. Assumo o que digo. Mas ignorantes não é no sentido de serem burros porque aí a percentagem baixa um pouco, mas ignorantes porque só sabem o que lhes dão a saber…
        Disse que somos independentes? de quê ? como assim ?
        Se o próprio PM disse que o OGE é dependente ele próprio em 85% dos doadores, como somos independentes?
        Só se for da banana….
        Repare que 2 milhões é de exportações e 20 milhões é de impostos (porto, aeroporto) de importações.
        Não sei se está a ver bem a coisa…

        • img
          MIGBAI Responder

          Meu caro “LUISÓ”
          Repare que esse “EconomistaSemFronteiras” não vê mesmo onde estamos e como estamos.
          Aliás para se usar um nickname como ele usa, devia no mínimo saber um pouco de economia, mas a realidade é que economia seja ela micro ou macro, é coisa que ele não entende.
          Mas eu vou deixar para ele uma pequena luz, para ver se ele entende um pouco do que se está a passar.
          Assim Sr.”EconomistaSemFronteiras”, se um dia os privados de STP importadores de mercadorias, começarem a ser maus pagadores, o que vai acontecer é os exportadores para STP, deixam de efetuar as exportações e é o descalabro de STP, pois deixaremos de ter as receitas de 20 milhões e viveremos unicamente e anualmente com os 2 milhões das exportações, o que vai implicar ter de pedir uma esmola maior aos outros países, para podermos continuar na mesma como estamos desde há 40 anos, ou seja na miséria.
          Sabe o que significa isto sr.”EconomistaSemFronteiras”?
          Não deve saber, mas neste caso, abstenha-se de dizer asneiras, sempre fica melhor na fotografia.

  6. img
    Jorge Neto Responder

    Fraquinho, fraquinho, fraquinho, fraquinho esse Governo.

    Um primeiro Ministro economista a fazer esse comentário demonstra a desordem Governativa. Demonstra ausência de responsabilidade de estado. Demonstra ausência amor a Pátria. Se País é pobre, porquê de toda essa viagem? Vocês não saber que arrecadam elevados custos ao estado? Porquê de toda essa publicidade? Meus irmãos vamos ser sérios.

    • img
      seabra Responder

      Jorge Neto,o seu comentário é justo à 100%. Tudo o que disse é verdade,aliás,para um país pobre como STP,como é possível fazerem tantas viagens de passeio e por cima levam familiares e amantes!?
      Só queria corrigir um êrro,sobre a pretendida formação do PT de economista….a monumental mentira,porque ele nao tem nenhum diploma superior….até porque,nem se sabe como ele obteve o decimo segundo ano (se por acaso o obteve).
      Espero que o povo de STP tire lição de toda esta mascarada e não volte a dar o PODER ao grupo de larapios,oportunistas da ADI.
      Bom ano,para Abel V. e Equipa da Tele Non,com saúde,que seja + um ano de sucesso e de victorias.

  7. img
    Blaga Pena Responder

    Tudo o que disse o primeiro ministro da Assembleia nao trouxe nada de novo. Tudo o povo ja sabe de cor e salteado. Portanto, pelo menos eu esperava que ele trouxesse algo de novo. que ao menos ele dissesse que a função de um primeiro ministro não era estar por ai a inaugurar um ou dois chafarizes e não fazer propaganda barata com colocação de luz elétrica em comunidades menos letradas, porque energia não e um luxo mas sim uma necessidade básica.
    Agora, a grande verdade que deveria ser dita e nao foi dita pelo Patrice Trovoada e que ele produziu ordens e decretos que nao estão a ser minimamente cumpridas, logo deduz-se que os seus ministros, seus diretores, seus chefes de serviço, seus funcionários públicos nao lhe respeitam , pois este foi o primeiro ano, em quarenta anos de independência que se viu circular em maior quantidade as viaturas do Estado quer no dia 21 de Dezembro, dias 24 e 25 de dezembro e os dias 31/12/2015, 1,2,3 4 4 de Janeiro do novo ano. Isso é inacreditável, e abusar do primeiro ministro e chefe do governo. O Senhor primeiro ministro deveria na Assembleia denunciar este desrespeito a sua pessoa e a decisão do soberano conselho de ministros, ao menos que o Conselho de Ministros deixou de ser um órgão de decisão executiva.
    O Governo quer contenção de despesas, mas ja se imaginou os gastos das viaturas do estado nesses dias, ja se imaginou combustível gasto, pneus, óleo motor, óleo travao dentre outros consumíveis?

  8. img
    Vexado Responder

    O actual governo é uma pantomina.

    A coligação ADI- Geração esperança (porque o levy, agostinho não cessaram actividade naquele partido politico)andam a fazer de conta que governam.
    O seu sumo pontifice primeiro ministro sabe, de antimão, que o país enfrenta problemas financeiros graves e cuja eleição, pelo povo, visa resolver a situação do país. Não entendo, como é que alguém que foi eleito não criou condições para o país sair dessa situação, tentando empurar a culpa a crise financeira e o passado.
    Passado esse, que os elementos do ADI foram assessores, minsitros…posições de relevo.
    Foi na sequencia dessas posições que os senhores varela, levy, agostinho, stock criaram a sociedade de advogados SVNF.
    Por mais estranho que pareça, estes individuos instalaram-se no poder politico actual, ocupando as principais pastas e órgão de soberania.
    Se formos analisar, o escritorio de advogados SVNF, governa o país. Mais recentemente, nomearam a nova advogada para o orgão de administração do instituto de segurança social.

    Isto é corrupção…em toda a sua vertente e de forma clara.
    Só não vê quem não quer ver.

    O duende varela e o primeiro ministros, são vingativos…fingem ser uma coisa mas no fundo são outra.

  9. img
    Afonso Responder

    Penso que com um Primeiro Ministro destes, agora é que jamais deixaremos a cauda das pequenas Nações insulares pobres…..

  10. img
    maria chora muito Responder

    Povo de São Tomé e Príncipe, o Patrice, o mais ilustre Doutor da nossa Praça, que andou nas escolas Gabonesas, Romenas, Portuguesa e Francesa,sem fazer nada de concreto na escola, não sabe os números.
    Tudo para ele é “milhão”, como disse na debate parlamentar. Patrice anda a utilizar os fundos públicos para o seu próprio beneficio, com a multiplicação de viagens sem nexo, com o único objetivo de sacar dinheiro do cofre do Estado.
    O tal Américo, Ministro das Finanças vai autorizando as verbas para o doutor Patrice ficar mais gordo e convencer o povo pequeno que “o homem tem dinheiro dele”. Um dia esse mesmo povo pequeno fará JUSTIÇA.

    • img
      seabra Responder

      PT tem dinheiro,digo meios financeiros pessoais? De onde sairam tais meios? Herdou,os Trovoadas têm bens?
      Por esmola,esta familia,nunca teve e nem têm meios. Certo,que sao oportunistas,é um facto,mas nunca tiveram BENS materiais,por esta razão é que desviam o fundo do Estado,para fins pessoais (pôr e encher na conta deles no estrangeiro). Durante o exilio em França,foram sempre assistidos pelo Estado francês,com alocacoes da CAF etc…o PT,não tinha um trabalho estável e sempre foi preguiçoso,passava mais tempo no desemprego e a receber este fundo e era assistido pelo consulado da G. BIssau ,recebendo 500francos/mês para a algibeira.
      Eu conheço muito bem quem foi e o que fez esta familia(infelizmente,para eles…).
      Confirmo que nada possuem como Bens,vindo deles…tudo que podem ter actualmente,é devido aos desvios que o PT fez,faz e fará enquanto estiver no poder.

  11. img
    Ribeiro Santos Responder

    Este primeiro ministro é o maior mentiroso e incompetente que alguma vez já tivemos. Depois de arruaçar muitos são-tomenses e partidarizar a administração pública, conduz o povo à fome e miséria, vem agora dizer-nos, unidos venceremos.
    Gostaria de pedir a este palhaço de P.T., “1º ministro de arroz de 13 conto”, o seguinte:
    1º-Dizer a verdade. Onde é que emprestou dinheiro para pagar os salários de Dezembro e o 13º mês se o cofre do estado nada tinha. Gastou tudo com as suas 58 viagens, no ano que terminou e em nada resultaram.
    2º-Deixar de mentir e enganar este pacato povo.
    3º-Por fim a censura e perseguição dos jornalistas na TVS e RNSTP.
    4º-Termine já com este slogan, “Pela primeira vez em 40 anos”, porque o senhor é mais responsável pelas desgraças deste povo: pelas instabilidades, quedas de governo e corrupção dos últimos 26 anos. É ou não é verdade?
    Veja só os cargos exercidos por este Patrice Trovoada, sem escrúpulo: Assessor do Presidente da República em dois mandatos de Miguel Trovoada, Ministro dos Negócios Estrangeiros e Primeiro Ministro em 2008; 2010—2013 e 2014…..

  12. img
    Maria silva Responder

    Senhor ( a ) luisó , São estes 80% que de certeza deram a maioria absoluta ao patrice emery trovoada…..
    Relativamente ao discurso deste PM , todos os santomenses “ate os que nao sao ” ja sabemos da nossa situacao economica, politica e social decor e sateado, com isto eu quero dizer para nos poupar deste bla bla bla barato…..

    • img
      MIGBAI Responder

      Tem piada a MARIA SILVA.
      Então o comentário do nosso colega LUISÓ, é bla bla bla barato?
      Tenham dó, o que se passa, é que ele sente a miséria que reina no nosso país, e tenta alertar para o que, NO SEU ENTENDER, ainda se poderá fazer, enquanto os outros vão empurrando o problema para a frente com a barriga/umbigo.
      Houve aqui uns comentários de um colega que entrou com o Nick name de “HOMEM”, que chamou para uma realidade incontornável e imperiosa, que foi, a comunidade internacional, ou seja os países estrangeiros, não devem, porque não têm essa obrigação em partilhar parte da sua riqueza, com o governo/povo de STP, já que, nós devíamos criar a nossa própria riqueza e viver somente com ela e mais nada.
      Acredite que eu passei a estar de acordo com ele, temos que viver somente com os 20 milhões que conseguimos de receitas e mais nada!
      Ao fim de alguns (poucos) anos, quero ver STP como estará.
      Nessa altura pessoas como: “MARIA SILVA”, a “EconomistaSemFronteiras” e tantos outros que por aqui passam, vão ter a opinião do LUISÓ, só que já vão tarde.
      A vida pública é feita de actos que se devem antecipar, quase que como futurologia, pois de outra forma, estaremos sempre atrás dos acontecimentos e quem paga por essa falta de discernimento e de visão é claro o POVO.
      Eu pessoalmente sou a favor de um REFERENDO ao povo, se quer continuar nesta miséria, ou se quer alterar o rumo dos acontecimentos.
      Assim, por mim, façamos o REFERENDO, o que o povo decidir é para se cumprir, independentemente de se gostar ou não! Assim actuando, estamos a fazer história, da qual nos vamos orgulhar imenso perante a comunidade internacional, que nos passará a ver como pessoas sensatas e de elevado sentido de responsabilidade! Até lá, vamos sendo mais um povo africano a necessitar de ser alimentado para sobreviver!

  13. img
    Povo pequeno Responder

    Patrice Trovoada viajou 58 vezes????Boraaaa, esse país não aquenta essa coisa. No final desses 4 anos de mandato da maioria absoluta, esse país vai estar mais afundado do que Titanic.

  14. img
    explicar sem complicar Responder

    FORAM AS PALAVRAS DO Patrice Trovoada durante o “Estado da Nação ” na ASSEMBLEIAS NACIONAL :

    ” …..então vamos ter que dizer o Japão,em vez de nos mandar ARROZ, mandar COMPUTADORES… ”

    AGORA SIM ……..COMPUTADORES geral para POVO PEQUENO que votou no ADI,……alimentar nos próximos 3 anos.

  15. img
    Maria silva Responder

    Caro MIGBI de certeza que percebeu perfeitamente oque eu quis dizer……..
    O Patrice Trovoada deve párar com bla bla bla e nos poupar disto , apresentar nos ( Povo ) soluçoes tendo enconta o mesmo auto intitula se ” super copitente ” o maior e melhor de todos o tempos !!!
    OBS : E nao vêm ca dizer que ele so esta nisto à 1 ano , nao corresponde a verdade .

    • img
      MIGBAI Responder

      Cara colega “Maria Silva”.
      Permita-me as minhas desculpas, pois efetivamente não li como devia ser minha obrigação, o seu anterior comentário.
      Encontrava-me no momento em que lia o seu comentário, com os meus netos (pestinhas) em cima de mim, com a agravante de teimarem as pestinhas em mexer no teclado, a minha mulher a chatear a minha cabeça, para eu ir acender o lume, pois os nossos filhos queriam comer febras no churrasco e estavam a chegar do trabalho e o lume ainda por acender, enfim, aceite as minhas desculpas, cara colega de comentários, pois esta coisa de ser marido, pai, sogro e avô, e ainda por cima, empregado de churrasqueira e ao mesmo tempo contestatário, é carga a mais para um velho como eu.
      Mais uma vez aceite as minhas sinceras desculpas.
      Agora sobre a sua OBS:, fique sabendo cara/o colega, eu não defendo nenhum político, seja ele quem for, eu sou contra os nossos políticos, eu sou pelo povo, que sente a amargura diária, na barriga e na sua dignidade como ser humano.
      Eu até sou pelo REFERENDO ao povo, para decidir do seu futuro, se quer continuar como está ou se quer mudar e terminar de vez com esta mentira da independência, tornando STP um Região Autónoma de Portugal ou de Angola.
      Agora só falta saber se Portugal ou Angola, estariam interessados em nos aceitar como região autónoma, pois eles sabem muito bem, que somos tipo CANCRO SEM CURA, e como tal, só iriamos absorver os dinheiros deles e dar imensos problemas para eles resolverem.
      Enfim, como vê, eu não defendo os nossos políticos, pois são todos iguais.

  16. img
    Espero ter um futuro melhor Responder

    Vcs todos estão a fazer comentários banais sem nexo sem provas sem contexto vcs so saben denegrir a imagem dos outros vcs de dizem tal e tal Sao Tomé e Príncipe
    É pobre sim tdos nos sbemo isso vcs esquecem se que para estarmos no presente temos de passar pelo passado, o nosso passado foi marcado por pobreza, corrupção e td isso está a continuar pelo menos Patrice esta a fazer um bom trabalho vcs ficam a questionar a riqueza de Patrice ele trabalhou para tal vcs tbem deveriam fazer o mesmo esse tempo que estao a falr mal do patrice deveriam trabalhar para o futuro de stp. Patrice força Esperos que nao ligues para esse bando dw corjas e caros pessoas o ke que vcs fizeram para sao Tomé e Príncipe eu aposto que apenas roubaram sem vergonha pa bando de atrasados mentais

    • img
      Vexado Responder

      Rico ou milionario, de certeza não gostaria de governar este país. Quem tem muitas ocupações não “meteria” com estes politiqueiros mesquinhos e corruptos e não vinha manchar o seu caracter.

      Se ele quis o poder é porque sabe das coisas. A furia pelo poder, a forma em querer perpectuar no poder demonstra que tem um plano por detrás o que lhe dará mais condições se tiver um presidente subjugado as suas ordem e poder.

      Quando isto acontecer, governo + presidencia muita tinta ira rolar…

  17. img
    Miguel Vasconcelo Responder

    Por mais estranho que pareça estes 33 macacos bajuladores de ADI e Patrice Trovoada não quer ajudar o próprio patrão.
    Se próprio Patrice trovoada reconhece a péssima situação que ele levou o país , como é possível em vez deles dizerem e indicarem o Patrice trovoada erros cometidos afim de melhorar mantiveram apenas com BAJULACOES de que tudo o que Patrice trovoada está a fazer- ESTÁ A FAZER TUDO BEM!
    Meu Deus.
    Para onde este Governo de ADI querem levar STP? Se sabem que já venderam o país, eu também QUERO A MINHA PARTE como Santomense.

  18. img
    João Rodrigues Serôdio Responder

    Atirar com as culpas para cima de um homem,para o que é hoje o estado do País,não é mais do que o mesmo homem,que há 40 anos tomou em mãos a sua Independência.A ganância fala mais alto,ontem como hoje,a diferência não se nota,só os mais distraídos(!?),ou por conveniência,batem sempre no mesmo ceguinho(Patrice).Nunca me revi em nenhum dos partidos em S.Tomé e Príncipe,aquilo que deveria ter sido uma Autonomia Progressiva,como hoje alguns falam(mas que na altura alinharam na festa),tornou-se no pior dos pesadelos que um Povo pode passar.Basta ler e reler com atenção,para o que diz o Presidente da República,um ditador que deveria ser julgado,por aquilo que fez nos 15 anos de ditadura,com a destruição de todo um Sector Agricola,do melhor que o colonialismo tinha deixado,entres outros,de certeza que o País,estaria melhor do que está hoje,não necessitaríamos de conselhos de Alguém que não tem moral,pois o mesmo continua a contribuir para o actual Estado da Nação.Para aqueles que de um modo ou de outro,me irão atacar,apenas vos posso dizer: “Em casa de enforcado,o que não falta é corda”.Cada um tire as ilações que melhor entender.

    • img
      Lambe-bota de Patrice Trovoada Responder

      Senhor João Rpdrigues Serôdio!

      sabe mesmo o que significa palavra ditador?
      Se não sabe, então és lambe-bota do Patrice Trovoada.
      Na ilha do ADI, o que Patrice Trovoada diz é lei e essa lei abrange automaticamente à todo São Tomé e Príncipe.

      Acordo depois para vir falar de ditadura… tá bem!!!

      • img
        João Rodrigues Serodio Responder

        Meu caro “Lambe-bota de Patrice Trovoada”,o insulto é a arma dos fracos,e o “senhor”,neste aspecto nem coragem tem de assinar com seu próprio nome.Contudo,é mais um que só lê nas entrelinhas,o que mais lhe convém ou como lhe dá mais jeito.Leia com atenção os 2 primeiros parágrafos do que escrevi,para perceber de que lado da barricada me situo.Pelos vistos,o “senhor”,é mais um distraído(!?) que por conveniência bate sempre no mesmo ceguinho.Não se esconda atràs de un Nickname,assuma-se e exerça o seu Direito de Cidadania,chamando os bois pelo nome,quando assim for dir-lhe-ei o significado da palavra Ditador ou da Dor dita…..tá bem!!!

  19. img
    João Rodrigues Serôdio Responder

    Atirar com as culpas para cima de um homem,para o que é hoje o estado do País,não é mais do que o mesmo homem,que há 40 anos tomou em mãos a sua Independência.A ganância fala mais alto,ontem como hoje,a diferença não se nota,só os mais distraídos(!?),ou por conveniência,batem sempre no mesmo ceguinho(Patrice).Nunca me revi em nenhum dos partidos em S.Tomé e Príncipe,aquilo que deveria ter sido uma Autonomia Progressiva,como hoje alguns falam(mas que na altura alinharam na festa),tornou-se no pior dos pesadelos que um Povo pode passar.Basta ler e reler com atenção,para o que diz o Presidente da República,um ditador que deveria ser julgado,por aquilo que fez nos 15 anos de ditadura,com a destruição de todo um Sector Agricola,do melhor que o colonialismo tinha deixado,entres outros,de certeza que o País,estaria melhor do que está hoje,não necessitaríamos de conselhos de Alguém que não tem moral,pois o mesmo continua a contribuir para o actual Estado da Nação.Para aqueles que de um modo ou de outro,me irão atacar,apenas vos posso dizer: “Em casa de enforcado,o que não falta é corda”.Cada um tire as ilações que melhor entender.

  20. img
    Bilí Wê Responder

    O actual status económico de STP, não aconteceu num ano. É o resultado de um processo de má gestão ao longo dos últimos 40 anos. O Dr. Patrice Trovoadatevenpelos coratevecoragemchamar os vomesopeloss.Quando o Gabriel Costaviajoviajouiajoviajouras vezes no anterior Governo sem dar explicação ao povo ,ninguém reclamou.
    Quem percebea comGestão sabe que é necessáricomerccomercial apresentar as potencialidades do país para atrair investimentos.

    • img
      patrice= 10 anos assistente do presidente e ministro Responder

      Quando vocês usam o passado como a única desculpa pra justificar o estado da nação, não devem esquecer que o vosso querido PATRICE TROVOADA este bem presente nesse passado juntamente com o seu pai com 10 anos na presidência e ministro de varias pastas. Por isso minha gente quem fala do passado deve mencionar os trovoadas

    • img
      seabra Responder

      Bill e companhia,por Esmola,parem de poluir o site Tela Non,com os vossos comentários sem sentido,mal apresentados,medíocres e de puxa saco…se não têm argumentos coerentes,opiniões correctas e eficazes para contribuir na mudança do que vai mal em STP,façam silêncio,que alias é tb (de certo modo) uma outra maneira de contribuir para permitir o arranque + para o pais. É melhor nada dizer,do que infestar as idéias dos menos esclarecidos,como voce Bill,para além de “puxar o saco” aos dirigentes incompetentes e corruptos,como você Bill.
      Vá com calma…a sua esperteza de “engraixador intitulado” da ADI ,não lhe dá o direito de nos envenenar,e de tentar estragar o site do A.Veiga.

  21. img
    Alicia Fernandes Responder

    Caro Jornalista,
    Eu tenho uma pequena dúvida que agradecia se possível ver esclarecida pelo seu jornal:
    O Sr. Presidente da República e o seu Staff ja devolveram ao erário público o valor do Per Diem para a viagem nunca feita com destino ao Washington.
    Gostaria também de saber o resultado da auscultação feita pelo senhor presidente aquando da realização do STEPIN.

    Obrigada

  22. img
    Cuidado STP Responder

    Irmaos,

    Existem três característica que temos que reconhecer nos Trovoadas (pai e filho), são grandes malabaristas, mentirosos e muito rancorosos.

    Se o pais esta como esta, os grandes responsáveis são os Trovoadas e passo a explicar porque:

    1) Nos primeiros dez anos do multipartidarismo em STP, o Presidente Miguel Trovoada e o seus assessor diplomático Patrice Trovoada destituíram vários governos legítimos, dois dos quais com maioria absoluta no parlamento. De 1991 a 2001 tivemos como primeiros ministros os seguintes senhores: Daniel Daio, Norberto Costa Alegre, Evaristo Carvalho, Carlos Graça, Armindo Vaz de Almeida, Raul Bragança, Guilherme Posser da Costa. 10 anos de presidência 7 primeiros-ministros. NAO HA PAIS QUE AGUENTE TANTA INSTABILIDADE;

    2) Os Trovoadas escolheram o Presidente Fradique Menezes para dar continuidade a sua politica de instabilidade e destruição de STP. De 2001 a 2010 tivemos os seguintes senhores como primeiros ministros: Evaristo Carvalho, Gabriel Costa, Maria das Neves, Damião Vaz de Almeida, Maria do Carmo Silveira, Tome Vera Cruz, Patrice Trovoada e Rafael Branco. 10 anos de presidência 8 primeiros-ministros. NAO HA PAIS QUE AGUENTE TANTA INSTABILIDADE;

    Resumindo tivemos 20 anos de influencia directa dos Trovoadas na politica Santomense e o resultado foi 15 primeiros ministros.

    Recentemente um alto funcionário da presidência da Guine Bissau disse o seguinte “nos não recebemos lição de moral do Presidente Miguel Trovoada, porque ele foi o grande factor de instabilidade durante os dez anos de presidência em São Tomé e Príncipe”

    Só quem não comece a historia pode acreditar no ADI e no seu líder.

    Vamos deixar o ADI governar, 2018 será o ano de julgamento.

    Um abraço a todos.

  23. img
    Manuel Pinto Correia de Jesus Afonso Responder

    Convive com o PT durante muitos anos. O que conclui é que este homem não vale nada. Ele é sonhador permanente, mentiroso, vigarista, rancoroso, incompetente em termos de gestão, etc. Ele nem sabe fazer as contas, não estudo os dossiês e está rodeado de um conjunto de lambe-botas que não lhe ajuda em nada. Tipo Afonso Varela, Levy Nazaré, o caloteiro e afabalista Américo Ramos, Gege Amado Vaz, o baixinho Elísio Teixeira, etc. A divida que o Estado tem com a ENCO é muito superior a 40 milhões de dólares. São dividas impagáveis e as dividas estão aumentando diariamente. O PT tem que se informar mais e melhor para depois abrir a boca.

  24. img
    Seabra Responder

    …de facto, o senhor Miguel Trovoada é tolerado na Guiné Bissau, por uma simples razao de diplomacia…é tudo!
    Quanto a liçao, nada tem a dar a este digno e valoroso povo que soube lutar para a libertaçao do povo (mesmo se hoje estao às cambalhotas), e vivem dignamente na instabilidade deles, sem irem imiscuir nos assuntos internos de STP….

  25. img
    Nilton Garrido Responder

    Hoje todos questionamos que pobreza aumentou, a população aumentou (txa anual de 2 a 2,5%), a taxa anula de crescimento do produto (PIB de 4 a 5%), não chega, as salas de aulas estão superlotadas, a saúde salve-se quem puder, aumento da criminalidade etc…e procura-se culpados! Ora fulano ora beltrano, instabilidades políticas, corrupção, justiça não funciona, enfim….
    Na minha opinião o problema deste país nesses últimos 40 anos reside-se apenas em duas palavras a falta de VISÃO e PLANIFICAÇÃO. Ausência deste tipo de abordagem no processo de desenvolvimento, conduziu para que hoje tivéssemos (ou temos), um país pobre, desequilibrado e com dificuldades básicas: défice de água, energia elétrica, saúde, estradas em condições, péssima distribuição de rendimentos etc…
    Não é espectável nem é sensato pedir a qualquer um Governo que resolva todos estes problemas no curto prazo (1 ano), deixemos de hipocrisias. Mas é preciso (re) começar. E isto há que se reconhecer, que finalmente alguém está a devolver a esperança e a confiança aos Santomenses. É preciso reconhecer que tem de se resolver as necessidades básicas das pessoas, água, luz, estrada, alimentação, saúde, não esquecendo do crónico problema de má distribuição dos rendimentos e depois resolver os problemas ao nível Macro (ex: desemprego).
    Uma coisa é certa independentemente das cores partidárias, hoje todos os santomenses sabem que o País tem uma agenda de transformação em curso (2030), um Plano Macro para reestruturar a nossa economia e relançar STP para um nível superior de desenvolvimento a que temos hoje. Também é certo que alguns estão cépticos, preferem ver para crer, é normal, mas é tempo de cada um fazer a sua cota parte para que de facto o país possa progredir. É tempo de trabalhar, e depois exigir.
    É lamentável que se continue a utilizar os meios de comunicação (jornais, face bock, etc..) que se dispõe para ao invés de informar desinformar a opinião pública. É lamentável que continuemos a alimentar o ódio, a vingança. É lamentável que se continue a tentar criar instabilidade no país, quando todos reclamam que para que possamos atingir o desenvolvimento e a prosperidade é indispensável a UNIÃO e COESÃO SOCIAL.
    Bom dia

    • img
      Nilton Garrido Responder

      Apenas uma correcção:…na segunda linha do texto queria dizer a “taxa anual de crescimento do produto (4 A 4,5%)…

    • img
      Casa Nova Responder

      Senhor Garrido, quem disse que iria construir o Dubai foi o 1º ministro. Não foi ninguém que lhe apontou uma arma à cabeça para que ele fizesse uma afirmação ambiciosa desta envergadura. Quem prometeu o Dubai aos santomenses foi o senhor 1º ministro. Por isso quando o senhor fala em energia, água potável e outras coisas deveria dizer isto ao senhor 1º ministro que prometeu Dubai em vez de água e energia. Ele que se amanhe e construa o tal Dubai porque o povo já está a ficar impaciente.

  26. img
    Rei do Gado Responder

    Estamos fodidos e mal pagos com estas brincadeiras todas. Como é possível um 1º ministro fazer só num ano 58 viagens para o exterior e ainda por cima andar a gabar-se disto? Isto é uma brincadeira autêntica meus senhores. Onde vamos parar com tudo isto? Este senhor disse que iria construir o Dubai e agora vem dizer que o país está pobre, que o país não tem isto e aquilo, que o país tem muitas dívidas, etc. Eu pergunto uma coisa: ele não sabia disto quando prometeu que iria construir o Dubai para os santomenses? Sinceramente que tudo isto já está a ser uma grande vergonha internacional para todos nós filhos deste país. Nunca vi o país neste bobo com todas as pessoas a gozarem connosco por falta de competência dos nossos políticos.

  27. img
    Casa Nova Responder

    O dinheiro que este 1º ministro gastou com viagens dava perfeitamente para fazer uma pequena escola bem apetrechada para os alunos cá em S.Tomé. No entanto a prioridade é viagem. Que assim seja…

Deixe um comentario

*