5 embarcações para lançar as bases da economia do mar

O Governo adquiriu 2 catamarans e 3 lanchas para fiscalização marítima. Os meios navais foram inaugurados no último fim-de-semana numa volta a ilha de São Tomé, sob comando do Primeiro-ministro Patrice Trovoada.

O Chefe do Governo, deixou claro que o conjunto das 5 embarcações, fazem parte de um projecto que pretende conduzir o país ao encontro da economia do mar. Os catamarans têm capacidade para transportar 450 passageiros e podem ligar as duas ilhas num intervalo de tempo de 4 horas.

navio guarda costeiraAs lanchas de patrulha marítima reforçam a capacidade operativa da guarda costeira na fiscalização do mar territorial são-tomense.

Segundo Patrice Trovoada o investimento do Governo, visa criar condições para que os investidores privados, possam apostar com segurança «naquilo que é a economia do mar».

O Chefe do Governo, anunciou que o seu executivo pretende lançar a pesca semi-industrial. Uma das áreas da economia do mar, que poderá crescer em segurança, graças aos meios de fiscalização colocados agora a disposição da guarda costeira.

O valor da alegada compra das 5 embarcações pelo Estado são-tomense não foi revelado,

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    explicarr sem complicar Responder

    O valor da alegada compra das 5 embarcações pelo Estado são-tomense não foi revelado,
    Estes Bandidos de ADI!
    Claro que nao podem revelar.Sabem porquê?
    CORRUPÇÃO demais com este governo de ADI.

  2. img
    budu cu tê pezu Responder

    Gover do ADI o povo de são tomé e príncipe quer saber quanto custeou estas embarcações. de forma a não cair no discreto, o povo quer saber, porque quem ti colocou no poder foi o povo. o povo põe o povo tira. Jornal tela nom, o favor de investigar esse caso, o comprovativo em papel da compra e o respectivo valo. MLSTP/PSD, PCD e UDD, aperta este governo de forma a mostra o comprovativo da compra desses navios, este são vosso trabalho…. aguardamos atentamente o comprovativo da compra. E deixa de propaganda na televisão santomense e na rádio e no facebook…

  3. img
    Malé File Responder

    Os partidos da Troika estao desnorteados, ja nao sabem o que falam. Apenas estao aproveitando das pequenas coisas que por conseguinte têm solução para fazerem politiquices. Isto vem provar que os mesmos são medíocresssssss

  4. img
    Cola Grande Responder

    Pelo menos isso né Partice, né ADI. Só inaugurar chafares, postes de luz e lavadarias,casas vanplega deixou de ser engraçado, povo já está a ficar farto.

  5. img
    solfingue Responder

    Já posso ir ao Príncipe com alguma segurança visitar os familiares e amigos. Espero que a Afraca’s Conection perca clintela poqrue a sua tarrifa é um terror comparando a contexto actual ou que o Punto Azul comece a voa rapidamente. O governo que se vanglorie, pois está fazendo a sua obrigação. Acho que todo o BOLO gasto nas compras de barcos, somando tudo, comoraria um avião. Mas preferimos andar à passos de lesma. Leve-leve

  6. img
    Mario Responder

    Parabéns ao Governo de PT. Parabéns ao Tela Nón em publicar este artigo.Pois não é só publicar coisas do contra! Mas afinal de contas STP pode comprar cinco embarcações novas de uma só vez. Então porquê que andaram a comprar navios que nem conseguiram aguentar 3 meses?

  7. img
    Yordanis Ferreira Sousa Pontes Responder

    As minhas felicitacoes. Creo que é um bom passo, Entrentanto, creo que comprando tres o quatros embarcacoes para pescar nos nossos mares, seria unir o útil a agradavel, pois as embarcacoes nao só faziam o recorrido em todo o país ( vigiando) sinao que também pescaria, Uma vez exportados os peixes, a actividade podria ser autosustentavel e incluso aportar algum ingresso a país. Quem quer desenvolver o país nao deixaria de explorar está área.

  8. img
    Eugenio Jose da Costa Responder

    Pretendo saber a proveniencia
    Preço
    Responsabilizar o MLSTP para
    Desvendar o facto

  9. img
    ANCA Responder

    Muito bem

    Excelente Notícia

    Em prol da economia do mar.

    No fortalecimento de segurança marítima.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  10. img
    ANCA Responder

    Relativamente a economia do mar, há um nicho hoje em voga, para a auto sustentação ecoomica, a aqua-cultura-a criação de peixes nos tanques no mar, a criação de moluscos, Algas com propriedades medicinais, alimentícias, crustáceos com rentabilidade nos mercados internacionais, para exportaçao,… devem ser exploradas.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

Deixe um comentario

*