Destaques

Ministro da Justiça colocou seu cargo a disposição de Patrice Trovoada

Por causa das suas declarações proferidas no seio da comissão especializada da Assembleia Nacional, e que foram divulgadas pelo jornal Téla Nón, o Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, anunciou ao país na noite de 1 de Fevereiro, que colocou o seu cargo a disposição do Primeiro-ministro e Chefe do Governo.

No comunicado lido no Telejornal da TVS pelo jornalista Maximino Carlos, o ministro da justiça e dos direitos humanos, fez saber que no momento em que falava para a comissão especializada da Assembleia Nacional, não sabia que os seus propósitos estavam a ser gravados.

«Tendo as referidas gravações sido obtidas de modos fraudulento, violador do servidor da Assembleia Nacional, bem como de outras normas da referida administração, com o único objectivo de exploração política e de ofensa a pessoas e instituições.

Reconhecendo que os meus propósitos tornando-se assim públicos e fora do contexto, podem ter causado mau estar no relacionamento institucional entre o Governo e os Tribunais contrariando assim o quadro de referência de objectivos do Governo e de sua excelência o Primeiro-ministro e Chefe do Governo em matéria de reforma da justiça, venho por este meio informar que decidi hoje 1 de Fevereiro de 2016 por a disposição de sua excelência o primeiro-ministro e chefe do governo, o meu cargo de Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos», diz o comunicado lido no telejornal da TVS.

Abel Veiga

    37 comentários

37 comentários

  1. solfingue

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:13

    O oedido de demissão de ministro foi recusado. O ministro só fez bem ter proferido tais declarações. O país tem de entrar no eixo.

    • Sensa

      2 de Fevereiro de 2016 as 10:31

      Mas as pessoas sabem do maior encrave deste País STP, que é a justiça… porque de facto se tivesse a funcionar, acredito que muitos os dirigentes de STP estaria na Cadeia… monte de Bandidos, aldrabões, mentirosos e corruptos… e de facto muitos Ministros também estariam…

  2. Tristeza

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:14

    Oh Raposo! Cá para mim, o PT usou-te e bem. Ele é muito esperto.
    Pense comigo:
    1- PT sabia que ias para Parlamento e sabia o que ias dizer.
    2- PT sabia que todas sessões do Parlamento são públicas ( quer dizer que são gravadas e devem ser disponibilizadas ao publico- é lei)
    3- Portanto, Patrice sabia das consequências da tua intervenção.
    Em suma, ele matou dois coelhos com um tiro só: Desmascarou os magistrados e livrou-se de ti.
    Tenho dito.

    • MIGBAI

      2 de Fevereiro de 2016 as 10:28

      Meu caro ” Tristeza”.
      Que triste o seu comentário.
      O senhor ou senhora tristeza, é um falhanço como comentarista político.
      Quer dizer então que o PT sabia que todas as sessões do Parlamento são públicas ( quer dizer que são gravadas e devem ser disponibilizadas ao publico- é de lei), mas, contudo, o ministro da justiça desconhecia que as sessões são públicas e que todas são gravadas?
      Santa paciência, até os mais afastados da política sabem que as sessões são gravadas.
      Agora, não deixa de ser verdade, o ministro pontuou e muito a meu ver, ficando-lhe somente mal o facto de vir dizer, que não sabia que as suas conversações estavam a ser gravadas.
      Estou a acreditar que temos na forja um futuro grande primeiro ministro, para substituir o PT quando este for presidente.

  3. Marta Costa

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:16

    Muita força, muita curagem, muita calma nessa hora e não se arrependa de ter dito a verdade, existem males que nos acontecem para o bem do outro, neste caso aconteceu para o bem da população, pois vais causar muita reflexão nas pessoas quanto a confiança um dia depositada.

  4. Cundu Muála vê.

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:35

    Isto é mesmo um país de brincadeira. Perguntas que não se cala.
    Como podem fazer uma gravação áudio sem consentimento do Sr.ministro? Será que a intenção de quem gravou as escondidas teve a intenção de por os órgãos de justiça uns contra os outros? Como é que Sr jornalista da Tela_Nón teve acesso à estas gravações? Foi para prejudicar o Dr.Raposo.?

  5. arroz podre

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:38

    AVISO. Sr. Patrice Trovoada se aceitares a demissão do Ministro da Justiça, podes ter de certo, que os membros da Comissão Política do ADI não irão ao terreno trabalhar com dinamismo para o seu candidato ganhar as eleições.
    Quem avisa amigo é. Membro da Comissão Política.

  6. santomensse

    2 de Fevereiro de 2016 as 9:56

    es um homem forte porque so os fortes pedem a demição neste caso não seja fraco como alguem que não esta a conseguir entrar em consenso com os seus colaboradores alargando cada ves a greve e prejudicando as crianças ..como ele é medroso quer estar de baixo da manta grade ele nuca ira pedir a demição… força Dr. R. Raposo só fiseste o bem isto seguinifica que estas no meio dos traidores… quem sera a praxima fitima???????

  7. Ale mado

    2 de Fevereiro de 2016 as 10:16

    O Ministro fez muito bem falou a verdade …usou bom senso que é o que falta em muitos ..ganhou meu respeito e de muitos sãotomenses….Parabéns!!!! Deus vai te iluminar….de fome o senhor n morrerá…

  8. Patuscada

    2 de Fevereiro de 2016 as 10:23

    Já era sem tempo, corrupto e incompetente a chamar outros de corruptos e incompetentes só podia dar nisto.
    Não se preocupe Raposa, o Nino Monteiro há de te dar um tacho na Rosema. Afinal conseguiste que ele ficasse com a fábrica.
    Só com Cristo…

  9. justiça pra justiça

    2 de Fevereiro de 2016 as 10:28

    ó sr. ministro se for para o bem da justiço não ti apoquentes…. que quem não deve não teme…o sr. falou a verdade e é disso que o povo precisa..não podemos estar a tapar o sol com a peneira até qdo… a verdade sempre vem a tona, cedo ou tarde….tem sido uma tristeza a nossa justiça…é revoltante …. até mesmo casos de pagamento de indemnização as vitimas por acidentes, em que o valor é depositado na conta do tribunal.. os juízes não são capazes de entregar.

  10. Original

    2 de Fevereiro de 2016 as 10:34

    O Brigadeiro Justino não caiu assim?A história repete-se.

  11. cuca_strong

    2 de Fevereiro de 2016 as 11:21

    Cundu Muala vê achas que o tela non tem que dizer a sua fonte de informação? Achas isso normal. Não há lei que lhe obriga denunciar a sua fonte de informação. O Sr. Rapouso fez bem e não devia se arrepender. PARABENS

  12. zungazunga

    2 de Fevereiro de 2016 as 12:15

    Chiei!!!! Depois de falar tantas verdades pediu sairrr!!!
    Ahn tá, então o Sr. Ministro estava a falar nas costas. ou melhor estava a desabafar sua raiva e abrir seu coração, né. Pensou que Povo não saberíamos, né!!!
    Essa parte não gostei.. Assuma porque é a mais pura verdade.

  13. CCCP

    2 de Fevereiro de 2016 as 13:32

    Roberto no fórum próprio demonstraste aos deputados , deverias ter esperado reacao dos srs PGR e STJ ir a comissao parlamentar (ao publico ou ao governo) manifestar o desagrado pelas verdades proferidas por ti sobre o estado da justiça. Mostraste que tens postura! PM deve tirar ilações disto tudo…

  14. SAPO CURTO

    2 de Fevereiro de 2016 as 14:30

    Sim, o senhor Raposo fez muito bem denunciar a corrupção e mais coisas obscénas que acontece e aconteceu no seio governamental nas ilhas, parabéns.

    Mais desde do momento em que o senhor pedi a demissão mi deixa um pouco insatisfeito, acho que o senhor não tem que ter medo ou susto das declarações feitas e pedir a demissão,segue em frente meu caro, quando chegar a minha vez de governar as ilhas maravilhosas as coisas serão muito pior, não haverá pão para maluco, nem pente para carreca, serei muito rígido, ou este pais desenvolve a bem ou a mal,ja estou farto de meus irmãos não saberem o que é desenvolvimento….força Sr Raposo…

  15. Sergio

    2 de Fevereiro de 2016 as 14:42

    Bom dia/Boa tarde/ noite meu povo!

    O Ministro abriu uma porta fundamental para debate, uma porta para reforma nesta instituição, é preciso reforma nas instituições publica.
    O cargo a disposição do Ministro, deve-se falta de clareza para assumir em plenitude as funções. O 1º Ministro deve assumir e garantir uma solução para que as instituições ganhe credibilidade.

    Se o governo não reformar a função pública e se não criar politica ante-corrupta, este governo não tem sustentabilidade e maturidade para continuar a governar o país.
    Repara, o Ministro trouxe nesta altura uma questão de estrema importância para praça publico, nem todas as ofertas são compatível com a qualificação das pessoas. Quando ouvimos dizer de um governante coisas que correspondem a verdade, o Líder do governo tem de inverter a situação de uma forma clara, restruturando a função publica com recursos competente.

    Esperemos que + dirigentes venham desvendar as verdades ao povo, pois o povo precisa de estar informado com a situação do país.
    “1 passou bem ao nosso povo”.

  16. Mé-Zóchi

    2 de Fevereiro de 2016 as 15:03

    Eu pergunto quem é o Olinto Daio, dito ministro de educação cultura e ciência que não põe cargo a disposição? Porque teme ele sair uma vez que a sua esposa como directora de Turismo Miriam Daio para não sair também?
    Sua Exª Patrice Trovoada melhor que demite o Olinto Daio ou ele se demite para ser pouca vergonha. Já está comprimetido o A.D.I ganhar as eleições caso esse homem de grande valor pra si, e não para povo ou classe Educativa. Se está vir de ferro contra ferro em julho país vai ter um presidente de oposição.

  17. Ilha do Príncipe

    2 de Fevereiro de 2016 as 15:06

    Mas falou a verdade, estas a sair porquê?
    Mas o que foste lá fazer não é falar a verdade?
    Devias convencer ao PT que, para STP mudar temos que começar a falar a verdade, sermos verdadeiros, gostei do teu desabafo, perfeita e bem dita.

    • Euclydes Amadeu

      3 de Fevereiro de 2016 as 10:49

      Esta é primeira declaração verdadeira que ja ouvi desde que comecei a acompanhar a política são-tomense. Diz o ditado que quem fala verdade nao merece castigo, mas, nao é o custumeiro se observar a efetividade deste ditado. Dr. Rapouso o senhor nao deve sair, nem colocar o seu cargo a disposição por causa disso, ou seja sua verdadeiras declarações.
      Segundo: A leitura que tambem posso fazer disso é a seguinte; o sr. ministro podia ter conhecimento da possibilidade de gravação destas declarações. Sendo assim, nestes termos a unica forma de conseguir desabafar, o fez e acionou a poblicação das mesmas como forma de as tornar públicas. Colocar o cargo a desposição seria uma forma educação e estratégica para amenar a situação e ainda sair triunfante nao havendo como provar o seu envolvimento na publicação destas informações que necessáriamente deveriam ser publicadas de alguma forma. De uma maneira ou de outra, tiro o meu chapeu pra você Mister Rapouso e se podesse daria um grande abraço.

  18. RossaNova

    2 de Fevereiro de 2016 as 15:29

    Toda classe dirigente em STP é um ensaio de tchiloli! Para ser dirigente em STP tem de se saber representar, fazer de conta, comer, beber, dançar, etc… e nunca falar o que tem de ser dito.
    O murro de CKADO caiu, o ministro falou?
    Os professores estão em greve, o ministro falou?
    Militares balearam mortalmente um cidadão, o ministro falou?
    Porquê que o Raposo tem a maninha de falar? Então não serve para o Tchiloli, não da para ser rei, nem rainha, nem renado, nem mosso catá, etc. isto não serve para ti! tem mesmo de pedir demissão.

  19. jovem ativa

    2 de Fevereiro de 2016 as 15:52

    senhor DR RAPOSO justo agora senhor pede demissão o melhor e o senhor seguir em frente encarar agora tento em conta que verdades foram ditas pelo seu bem e por nos povo ;mostra senhor PM que senhor e um homem capacitado que e capaz de enfrentar qualquer coisa eu lhe peço em nome de jovens que querem e vai ser no futuro advogados juízes não sai porque se saires agora que PM vai pensar que ele e dono do pai ele quem manda .

  20. capia

    2 de Fevereiro de 2016 as 16:30

    Pelo menos o Raposo teve a coragem e falou só a verdade,doa a quem doer.Eu já não vou votar nesse governo de ADI,desnorteado totalmente,fazendo -se os intecletuais de burros,há problemas graves na educação,temos um Olinto Daio que na minha mais modesta opinião não entende nada sobre a educação e pior ajuntou com alguns lacaios como A belinha,o Esmael,o Emir,o Montonha e o resultado dá nisso,insatisfação total na classe docente,pais e encarregados de educação,etc,problemas graves na justiça,aumento de crimes,nomeações absurdas como as de Cauíque,nomeações de um bando de incompetentes para directores e o resultado é insatisfação total na administração pública,um Ministro das Finanças que convive com tanta bandidagem que passa nas Finanças e não diz nada,um Ministro das Finanças que convive com Directores arrogantes como o Ginésio,Anita,Benita e outros.Patrice Trovoada pergunta ao Américo porquê ele não faz grandes reformas nas Finanças? O Américo sabe porquê,Directores ignorantes com poder,o Raposo tem toda a razão quando diz que a pior coisa é dar poder aos ignorantes… e em toda a administração pública e em particular os Directores de várias instituições das Finanças são mais que ignorantes e com poder e o Americo Ramos convive com isto tudo…Muita brincadeira neste país..

  21. solfingue

    2 de Fevereiro de 2016 as 16:52

    Ozé non ka canté ni lundú…
    Fála cetu eeh sun Pinto
    Ku cunchencha ooh sun Pinto
    Sô ku t’ ojo eeh sun Pinto
    Da numigo ohooh sun Pinto
    Non dumu eh nai eh sun Pinto..

  22. Da cu ligui

    2 de Fevereiro de 2016 as 20:24

    E incrivel como esse pais e. Atrazado, burro e ignorante do ‘ministro”, n sabe direito, falou p burro tapado de deputado, contrariar uma juiza q estudou na universidade de minho – portugal!!! Ele e flrmado?! No brasil…. Tanta vaboseira q ele disse so Patrice pode abraca lo. Tem favores um com outro na justica.

  23. FCL

    2 de Fevereiro de 2016 as 21:09

    Patrice, esta difícil te entender, já não o que você quer, brincas com o meu coração. Disseste que nos darias o Dubai, mas só estas a trazer desilusão. Diz-me porque todo este jajão.

    Nunca estas por perto sempre que preciso, sempre que te ligo estas no estrangeiro. Eu sei que tu pensas que me tens na mão. Quero resolver a minha vida e tu brincadeirinhas. Patrice eu cansei de tentar te moldar. Vou tirar o pé, desta relação. Prefiro ficar sozinho e cuidar da minha vida. Vou tirar o pé desta relação pensei que me apoiavas mas afinal é só interesse.

    Vou tirar o pé, já deste bandeira, com esta tua besteira de nomear o Kauike e pensas que é o dono de São Tomé.

    versao original ,,,Landrick

  24. Cálice de cacharamba

    2 de Fevereiro de 2016 as 23:58

    Para lugar de Raposo vai o
    EUGERIO AMADAO VAZ,
    Sabem quem foi este juiz?

  25. altivo

    3 de Fevereiro de 2016 as 7:31

    Declaracoēs do M Raposo, pedido de demissão, a não aceitacao por parte d Patricio etc, todo forjado minha gente. Vocēs acham que raposo naa sabia que estava sendo gravado? Pois ele ja foi prcurador e ja tinha estado noutras reunioes na assembleia. Acham que patrice nao sabia o que o ministro ia dizer? Esse nao è patricio que noa conhecemos. Pedido de demissao Porque? Pois quem nao deve nao teme. O raposo foi procurador por 2 mandatos conhecia os males e defeitos que enfermam a casa, mas nunca fez nada pra melhorar. Estamos a falar de corrupcao? Pois o raposo ao deichar d swr procurador forjou um concurso publico onde apenas passou: sua irama raposa, sua esposa madalena outrora namorada, seu melhor amigo kelve e a namorada d kelve. Acham isso digno? O caso rosema vos diz alguma coisa? Pois perguntem a Celiza deus Lima k conhece bem a historia e sempre condenou. Pedido de demissao talves seja uma forma de redimir para que os que conhecem seu lado negro nao ponham boca no trombone. Cuidado raposo muito cuidado com DOssiê Rosema. Um bem haja ao povo de STP.

  26. Pedro Ramirez

    3 de Fevereiro de 2016 as 7:50

    Sera verdade tudo o que Ministro Raposo disse sobre a podridao do sistema judicial em STP? O Ministro esqueceu de denunciar tambem as manobras de confirmacao dos resultados eleitorais pelo tribunal. Se nao fosse a intervencao do Oscarito “Rambo” nos tribunais o MDFM jamais teria sido poder em STP pois esta gente estava os resultados eleitorais para o MLSTP/PSD. Agora a bola esta do lado da Assembleia Nacional pois os deputados da Nacao tem a obrigacao de criar uma comissao de inquerito para investigar essa denuncia publica que corroi todo o sistema democratico e desacredita STP diante da comunidade internacional. Essa dennuncia nao pode morrer solteira. Se os deputados sao incapazes de investigar essa denuncia, entao, o Presidente Pinto da Costa devera manda-los tambem para casa. Que vergonha!!!!!!!!!!!!!!!!!

  27. VM

    3 de Fevereiro de 2016 as 9:40

    Uma situação caricata.
    Não há dúvidas de que o Sr. Ministro da Justiça e Direitos Humanos confrontou os Deputados com a mais crua das muitas verdades que assolam neste momento o país. A situação da Justiça não é minimamente boa. É, aliás, péssima. Assim como muitos ou quase todos os outros sectores da vida societária do país. Da Educação, passando pela Saúde, não deixando o Turismo, a Economia, etc. Tudo funciona pessimamente ou não funciona. E o grande problema está no homem ( e qui não me interessa a cor partidária da circunstância), quer a nível da concepção de projectos e reformas (ou falta dela) quer na execução desta concepção (ou falta, também, dela). É o homem, com os seus vícios entranhados que vai fazendo a diferença, pela negativa, nestes 40 anos de vida independente(?) do país. No caso da Justiça, aconteceu termos um Ministro que foi ao Parlamento, a convite dos Deputados, e proferiu afirmações e acusações que, do ponto de vista da percepção colectiva, há muito de verdade. Há maus magistrados judiciais, maus magistrados do Ministério Público e um crónico défice estrutural do sistema judicial, que afecta e descredibiliza todos os que dele fazem parte. Mas atenção, o Sr. Ministro foi muito cru, algo vulgar, não foi político, como se espera dele pelas funções que ocupa. Não digo que não teve razão no que disse, até porque, como referi, há muito de verdade nas acusações feitas, mas teria conseguido o mesmo resultado com maior elevação, próprio de quem ocupa um cargo de Ministro. Deste ponto de visto, apesar de ter razão, perdeu margem de manobra política. E, o Sr. Ministro surpreende depois com os fundamentos/razões do seu pedido de demissão. Com efeito, não há dúvidas de que, pela forma como colocou o problema e expôs as acusações, ficou comprometida a relação institucional entre o Ministério que dirige e os órgãos sob a sua tutela (no caso dos Tribunais, sendo órgão de Soberania, essa tutela é meramente funcional), o que compromete, inclusive, o sucesso de qualquer tentativa de reforma. Mas não pode o Ministro afirmar que na verdade não queria dizer o que disse, ou, pelo menos, não pretendia que o que disse fosse do domínio público. De duas uma: ou o Sr. Ministro foi corajoso e quis denunciar aquilo que tem vindo a entorpecer a acção do sistema judicial do país e a sua credibilidade, ou, na verdade, o Sr. Ministro apenas quis desabafar, falando e criticando, mas apenas pelas costas dos visados. No segundo caso, é caso para dizer que afinal não foi assim tão corajoso e, se pretendia desabafar apenas, devia escolher outros fóruns para o efeito, pois ao ser convocado para esclarecimentos aos Deputados, tinha pelo menos a obrigação de saber que não podia apenas segredar, ou esperar que as suas afirmações ficassem sob reserva, no pacote de um qualquer segredo de Estado. Mas acredito que a primeira hipótese é a verdadeira, ou seja, pretendeu mesmo o Sr. Ministro denunciar a podridão (ou parte dela) que enferma a Justiça em STP, e reconheço-lhe coragem para o efeito, simplesmente não conseguiu ser político e comedido na crítica. E, face ao facto consumado, apenas escolheu mal os fundamentos para o pedido de demissão, o que não lhe retira a coragem para o que fez. De resto, todos lembramo-nos de que aquando da sua função como Procurador Geral da República, as suas intervenções terem sido sempre contundentes em relação ao papel dos Tribunais, pois ficava com a impressão de que todo o trabalho desenvolvido pela sua equipa era depois boicotado pelos Tribunais, os quais deixavam (e continuam a deixar) pendentes os processos. Mas eram outras as funções, era outro o contexto.
    Uma nota muito negativa para a enorme falta de respeito institucional, ao que parece, protagonizada pelos Srs. Presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o Procurador Geral da República que, ao terem sido também convidados, não compareceram na Assembleia Nacional. Isto não pode ser tido como normal, apenas rebaixa os seus protagonistas e legitima as acusações feitas pelo Sr. Ministro.
    VM.

  28. credo

    3 de Fevereiro de 2016 as 10:15

    Acho que o Ministro da Justiça disse a verdade e pura verdade.
    Só que trata-se duma verdade muito amarga que não deveria vir ao Público como veio.
    Mas todos sabem que é verdade. Sejamos honestos.
    Pôr o cargo a disposição, não significa pedir demissão. É inteligência pessoal e maturidade intelectual.
    Acredito que o PM não vai demití-lo. Aquilo foi um incidente, um desabafo apenas.
    Quem gravou e publicou aquilo, não é honesto consigo próprio.
    Enfim … A ver vamos.

  29. Bóca Cuá Sá Vlêmê

    3 de Fevereiro de 2016 as 10:36

    Sao Tome e Principe que ha muito anda fora do eixo. Que Deus tenha piedade desta linda terra.

  30. FCL

    3 de Fevereiro de 2016 as 12:26

    Este é o momento mais lindo, que estou a viver na minha vida. E só quando estou no poder que vejo a minha vida numa boa. Quando entro no avião, e me sento nestas cadeirinhas estas viagens me fascinam com o sabor do champanhe na boca. Ninguem me engana que é o poder que me faz, sentir calor, sentir bem. Podem falar o que quiserem mas não me importo, tenho a maioria absoluta e posso ir mais alem. Este pais é lindo, ohoh, estou a fazer coisas que nunca fiz na minha vida. Lindo ohh, estou a gostar fazer coisas que nunca fiz na minha vida.
    Eu não me importo se ando a gastar a toa, tenho a maioria absoluta e posso viver a minha vida numa boa. Este pais é tão bonito ele ilumina a minha vida. Deçu só sebe mon vida um pega. Ninguem se mete comigo, porque estas viagens é que me fazem, sentir calor, sentir –me bem. Podem falar o que quiserem, mas eu não me importo, com a maioria absoluta eu sei que posso ir mais alem. Este pais é lindo. Ohh, quando acabar vou emigrar para minha casa em cascais. Ohh.

  31. flá só bilá flá

    3 de Fevereiro de 2016 as 14:43

    Alguém tinha que falar algum dia sobre esses intocáveis, “seres superiores” que de superior não têm nada! Talvez má fé ou burrice ou as duas coisas juntas!Têm tudo e não fazem nada, se calhar se não tivessem nada dessas mordomias, trabalhariam melhor!

  32. celia fereira

    4 de Fevereiro de 2016 as 9:11

    A verdade tem que ser dita goste quem gostar nesse mundo em que vivemos nimguem consegue agrada a todo mundo por isso meu digo Srº Ministro seje forte não desista nunca de ser a pessoa que eis, por mas dificeis que seja o caracter conta todo.

  33. Wanderley Lima

    4 de Fevereiro de 2016 as 10:11

    Ate parece anedota quando alguém que diz ser jornalista coloca na machete a expressão (uma bomba), nunca soube que dizer a verdade para o jornalismo significava bomba, mais pronto cada dia aprende-se, o nosso pais pecisa de pessoas com coragem para dizer a verdade, por isso apenas tenho que felicitar o Ministro da Justiça e dos direitos Humanos pela tal atitude e também aproveito para pedir as autoridades competentes no que diz. Direito a matéria de imprensa que reveja bem o crime de violação, no que diz respeito A tal gravação sem prévio consentimento da pessoa em causa, temos que colocar ponto final a estas cenas, e que os partidos políticos sem capacidade para pensar e criar estratégias para ajudar o pais, aproveitam como parasitas inúteis para instigar clima de paz na nossa humilde e tranquila Pátria, por isso fiquem atentos

  34. Jurupiga

    4 de Fevereiro de 2016 as 14:28

    Assim se faz a pulitica, o Senhor Ministro da Justica so fez o que time a que ser feito, isto tem que acabar em Sao Tome, os sinhores juizes incompetentes e mal formados deve uma explicacao ao povo e ao governo Em relacao as boradas que fazem, por que quem ficaremos mal com tudo isso perante o seu povo, é este Governo, é este Ministro. Isto tudo nao passa de um jogo sujo dos Sinhores Juizes para mal deixar o Ministro da Justica e este Governo Ja que o povo nao e informado ou Melhor nada sabe.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo