STP está determinado em ocupar a liderança da CPLP em Julho

O Primeiro-ministro Patrice Trovoada, garantiu na terça-feira que São Tomé e Príncipe, vai avançar com um candidato para o cargo de secretário executivo da CPLP, de acordo ao processo de rotatividade que vigora desde a criação da organização lusófona. «São Tomé e Príncipe irá apresentar uma candidatura, e eu quero frisar que é uma candidatura para a CPLP, para enaltecer a nossa organização, e não se trata de uma candidatura contra um outro Estado», declarou Patrice Trovoada, no aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe antes de viajar rumo ao Gabão.

A reacção de Patrice Trovoada, tem a ver com a posição já anunciada por Portugal de avançar com um candidato para o secretariado executivo da CPLP, numa altura em que termina o mandato do Moçambicano Murade Isaac Murargy. «Existe um entendimento não escrito, de que quem tem a sede da organização não poderia ter o secretariado executivo. Na última cimeira da União Africana, esse entendimento foi confirmado a nível dos Países Africanos de Língua Portuguesa. Outros países membros da CPLP também têm esse entendimento», explicou o chefe do governo são-tomense.

Portugal acolhe a sede da CPLP. Com base nesse entendimento verbal, São Tomé e Príncipe, garante que é a sua vez de ocupar o secretariado executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. «Nesse quadro cabe a vez de STP apresentar a candidatura para o cargo de secretário executivo, é o que tencionamos fazer para que em Julho possamos ter dentro das regras da CPLP, o secretariado executivo ocupado por uma figura são-tomense», concluiu, Patrice Trovoada.

No próximo dia 17 de Março, os ministros dos negócios estrangeiros da CPLP, deverão se reunir para analisar a modalidade de sucessão na organização lusófona.

Téla Nón

.

.

 

Notícias relacionadas

  1. img
    carlos mabote Responder

    Queridos irmaoes de s.tome. Porque que não avançam com a,candidatura do vosso ex.presidente fradique Menezes para esse cargo.??

  2. img
    explicar sem complicar Responder

    Eu acho que neste momento o melhor candidato que o ADI e Patrice Trovoada deve apresentar para este cargo,dando a sua edoenidade e competência, cidadão exemplar que tem dado provas na nossa sociedade e capaz de representar o país e ADI é o Dr AURELIO SILVA mais conhecido por KAUÍKE.

    • img
      Vexado Responder

      Vão avançar com o nome do Abilio Bragança Neto…chegou a hora de pagar pelo serviço.

  3. img
    jojo Responder

    Caros Santomenses, O lugar do Secretário Executivo da CPLP que eventualmente poderá ser preenchido por um(a) Santomense é para sua idolatrada prima, amiga e cúmplice Maria de Carmo Silveira (Actual Governadora do Banco Central de São Tomé e Príncipe).

    Esperem só para ver. Caso não seja aprovada a candidatura de Portugal para o cargo do Secretário Executivo da CPLP o nome indigitado será “Maria de Carmo Silveira”

    Fui

    • img
      Triste Responder

      Para pagar as falcatruas que ela tem feito no banco central a favor do primo.

      sonsa e malandra tal como o primo. diferença é que o primo é uma raposa e ela um polvo.
      Só que aquela função não vai dar para fazer 10 viagens por ano, como ela faz no banco central.

  4. img
    Angelino Louro Responder

    CPLP não quer nenhum candidato indicado por uma liderança fascista.
    Marculino já afirmou que não houve acordo nenhum. Os grandes lideres mundias de tendencia fascista entre eles o hitler começaram assim. Devem ser isolados dos que praticam a democracia.
    Avança Portugal.

  5. img
    Batepá Responder

    Excelente Iniciativa.

    De facto, tratando-se de uma organização com congrega elementos dos 4 continentes, penso que algumas arestas precisam ser acertadas, designadamente a “incompatibilidade” entre o acolher da sede e o Secretariado Executivo. Com efeito, não parece razoável o comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal. Se os demais membros da organização afirmam haver o compromisso de não acumular a instalação da sede com o Secretário Executivo implica que algures no tempo foi assumido.

    Na minha opinião, faz todo o sentido que assim seja e, encorajo o Governo a avançar com a candidatura e, desde já um vibrante apelo no sentido de ser indicada uma figura que nos represente, a todos, com dignidade.

    Felizmente o País tem quadros competentes, faltando apenas a internacionalização, particularmente no actual contexto de globalização.

    Os actuais desafios da CPLP pressupõe uma figura idónea, carismática e competente (com provas dadas) não devendo estar circunscrito à carreira diplomática e apelo a todos para que, tão logo conhecido o nome do(a) candidato(a), uma vez reunidos os requisitos, que abracemos como algo nacional, com apoio de todos.

    Creio que devemos aproveitar a oportunidade para iniciar o processo de promoção de quadros nacionais, independentemente da cor político-partidário de cada um.

    Rumo ao Secretariado Executivo da CPLP.

    Que prevaleça a competência no momento da formalização da candidatura.

    Viva São Tomé e Príncipe

    Bem haja

  6. img
    Maria silva Responder

    Kkkkkkkkkkkkkkhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!
    Senhor ” esplicar sem complicar ” kkkkkkkkkkkkkjhhhhhhhhhh!!!!!

  7. img
    Vexado Responder

    Emae faz corte de energia durante a noite, alegando intevenção nos geradores ou linhas electricas.

    No entanto, porque não o fazem durante o dia? Onde estãos os 3 grandes geradores que o governo adiquiriu.

    A pouco tempo, o sr. Wiki – dantador – foi admitido como electricista na EMAE. Quando é que o mesmo fizerá curso de electricista ou por ser familia de vila nova?

    Outra questão prende-se com horas extraordinas,e para o justificar, deve-se cortar energia. Quem não se lembra dos actos do actual director, quando este fizerá greve invocando melhorias salariais para os mesmos, quando se descobriu que os cortes de energia era provocado por causa de erro humano?
    Espero que o Senhor primeiro ministro encontre os verdadeiros responsaveis pelos cortes de energia…

    um bem haja

  8. img
    Seabra Responder

    Nao creio haver alguém capaz para ocupar tal cargo…em todo o caso, nenhum desses nomes avançados.
    Nao é ùnicamente a competência linguistica que conta, mas também a cultura geral,a postura, a dignidade, a escuta, o tacto e a diplomacia.QUEM? Sinceramente quem?
    O Fradique nao corresponde ao perfil e nao tem maneiras, tao pouco o dinamismo…deixem este posto para quem tem a justa e correcta competências para exercê-la!
    Porque razao tem que ser sempre os mesmos e por cima por cunha e nao por corresponderem ao perfil exigido?
    Vai haver muita concorrência, caros amigos…hà outras competências existentes….Africa lusofone , Brasil, Timor!

  9. img
    blaga pena Responder

    E porque não? Porque não se avançar de facto com o nome de fradique Menezes? Ele foi presidente da República, tem amigos e amizades na cplp, e um homem de negócios e esta dentro da política internacional. Ele e um poliglota. Vamos pelo menos uma vez fazer como faz cabo verde. Dar oportunidades a sequência de competencias para também fazermos historia. Çembrem.se de que fradique Menezes levou Miguel trovoada a função de presidente da comissao do golfo e foi s.tome e príncipe que ficou a ganhar.

  10. img
    Ajudando Patrice Responder

    Na verdade, alguém que para além de ja ter exercido a função de presidente da republica, ja foi ministro dos negócios estrangeiros como e o caso de Fradique Menezes, apesar do seu feitio próprio, o que se tem que respeitar pois cada ser humano tem o seu feitio, acho que STP ficaria a ganhar e muito se levasse a essa função esse homem de uma grande visão das coisas do mundo.
    Creio que em alturas dessas as clivagens políticas devem ser postas de parte e pensar-se no bom nome de STP e pensar-se também em resultados. Os resultados dependem muito dos investimentos e avançar o nome de FM seria uma mais valia. Agora, resta saber se o próprio FM aceitaria.

  11. img
    SEABRA Responder

    Gente,um indiduo pode falar vàrias linguas, sem no entanto correposnder ao perfil exigido….Nesse clube de pessoa que possa representar a CPLP, o Fradique de Menezes nao é indicado, é mesmo mediocre como intelectual, é um ordinàrio, grosseiro. Nao se vai deixar que STP fique mal visto por causa de uma ùnica pessoa.
    Uma questao. Nao existe jovens capazes em STP?Sao sempre os mesmos que saiêm de um posto para ir ocupar um outro…e sempre postos distintos, onde o salàrio é elevado.
    Por esmola, BASTA! Cada um merece ter a sua chance, porque os nomes avançados jà deram provas do que foram ou nao ter sido capaz de fazer para STP…dêem a oportunidade a uma outra pessoa.
    Mas no caso do Fradique, é mesmo porque penso que ele nao pode representar STP com dignidade, assim como o Miguel Trovoada que tem estado a “borrar” a escrita na Guiné Bissau, com pretensao de dar algo na crise pela qual passa a GBn, ora que todos sabem (mesmo as N.U), que ele é apenas uma “teoria”representativa.
    Pela mesma ocasiao, gostaria de deixar a minha opiniao sobre o que penso da ONU…uma organizaçao que existe sem grande utilidade pelo que representa, dar e fazer paz no mundo. Acho que nao faz grande coisa para o mundo, em todo o caso para os que realmente precisam da intervençao deles. Nunca foram capazes de pôr fim a uma guerra no Mundo, para além de fazerem o contràrio, quer dizer de criar guerras (Irak, Palestina, Syria, Afganistao, Africa….), apoiar paises que vendem armas etc.
    Nao vou entrar em detalhes…seria longo!
    Eu aprecio de ler as vàrias opinioes e pontos de vistas diferentes, porque é muito rico e interessante, mas muitos exageram na mediocridade, que nada tem a ver com ser ou ter a mesma opiniao…vraiment!!!

  12. img
    Luis Nunes Responder

    Esta questão poderá pôr em causa a solidariedade a união dentro da CPLP. Parece que há uma santa aliança contra Portugal que está a utilizar STP como cão de fila (sabe-se lá a quem é que santomenses estão a fazer o favor).
    Será que um país, STP, que não paga as quotas da CPLP há vários anos tem sequer a lata de propor seja o que for?.
    Vai-se abrir uma guerra desnecessária por causa desta questão. Recordo que vários secretários executivos da CPLP, a começar pelo primeiro, o angolano Marcolino Moco, rejeitam a ideia de existir a regra não escrita de que Portugal abdicaria de nomear um secretario executivo.
    Portugal não é mais que os outros no seio da CPLP, mas também não é de menos. Não podemos aceitar ser tratados desta maneira.
    Custa ver um país como STP, a quem Portugal tem dado tudo aquilo que pode em áreas tão diversas como a Educação e a Saúde, venha a encabeçar esta situação. Esperemos que Portugal saiba retirar as devidas lições deste tipo de país “amigo”.

  13. img
    Dubai Responder

    Proponho que seja Aurelio Silva, vulgo Kauike, que segundo ADI é um cidadão idoneo da sociedade santomense. Ninguém melhor do que Kauike para esse tão importante cargo.
    Kauique=pessoa idonea=cargo importante.
    E viva São Tomé e Príncipe, estamos sempre a subir.

  14. img
    Preto Responder

    Qualquer “pedreiro” pode ser secretario da CPLP porque na pratica essa organização não serve para nada. Os portugueses nem sabem que isso existe!

  15. img
    chacara.madre.de.Deus.almerim.bombom Responder

    Entrando nesta polémica contra Portugal, o fururo Sec Executivo de STP correria o risco de enfrentar represalias no solo portugues que comprometeria o seu sucesso. STP deve assumir a sua dimensao e talvez negociar c Portugal esta polémica, só depois decidir. Nao interessa a STP comprar brigas c Portugal p depois ficar sozinho no terreno como em situacoes anteriores. Lembrem-se da oferta de Aeroporto de Africa do Sul na época de apartheid. STP recusou por solidariedade para com Angola e OUA, entretanto Cabo Verde aceitou e ganhou o aeroporto de Sal. Pensem bem nisto. Se nao for agora poderá ser depois de Portugal o que nao alteraria grande coisa e STP ganharia mais apoios e confiança do Estado Portugues e quem sabe, mais apoios da Uniao Europeia. STP tambem pode negociar o lugar com Portugal a câmbio de outros beneficios. Nao esqueçamos que Portugal poderá vir a ter Antonio Guterres como novo Sec Geral da ONU o que poderia facilitar a entrada de mais santomenses nas organizacoes internacionais. De certeza é o q a diplomacia de Cabo Verde faria.
    Caso STP tenha mesmo de avançar deve indicar alguem q represente muito bem o país. Basta de tiro nos pés e tambem zero politiquices. Uma mulher ou alguem jovem como Guiné Bissao no caso do Domingos Perreira. Posso ajudar os decisores com nomes como; Maria do Carmo, Alda Bandeira, Elsa Pinto, Acacio Elba, Liberato Moniz, Joao Viegas “de Lisboa”, Alcidio Perreira, Agapito M Dias, Abilio Neto. Paulo Jorge E.S., Osvaldo Abreu

    • img
      Albertina selino Responder

      E porquê que KAUÍKE também não pode?
      Responda.

    • img
      Vexado Responder

      Porquê Abilio Neto? Este só vem a stp quando o pagam para vir, não tem amores pela terá…só ambição.
      Ele é Português, Portugal que o “ponha” ali.

      Há que valorizar quadros santomenses que contribuem para o engradecimento do país e não especuladores e bajuladores.

      Um intelectual que se deixa levar com subornos e encobrir coisas que todos sabem que não são as melhores…dá azia e desgostos a qualquer um…Já basta os “ditos intelectuais” do escritorio de advocacia SVNF…

      • img
        ATENTO Responder

        Seu negrume VEXADO.
        Sempre mostraste aqui neste espaço de pessoas de bem, com cultura, que afinal tu não vales nada mesmo.
        És um ignorante que teime em o ser e faz elogio de o ser eternamente.
        Faz um favor ás gentes deste país, CALATE de uma vez por todas, pois tu calado és um herói, e não o ignorante asqueroso que realmente és!
        Desgraçado.

  16. img
    Atento Responder

    Se for para envergonhar o povo de S.Tomé e Príncipe como tem acontecido eu sou da opinião que deixem os outros ocupar este lugar e nós ficamos no nosso lugar sossegado. Eu estou farto de ser envergonhado pelos meus dirigentes e não quero passar mais uma ou muitas vergonhas vendo a frente da CPLP um dirigente com competência igual ou inferior aos nossos governantes. Já chega de vergonha que passamos com estes governantes burros e incompetentes que cada dia só dizem asneira, só fazem besteira. Basta ver a lancha que custou 2 milhões e já estragaram. Basta ver os geradores comprados recentemente que já estragou. Basta ver a burrice que este e outros governos têm feito neste país para vermos que quem for para CPLP só vai lá fazer vergonha ao nosso país. Deixem Portugal ocupar este cargo até que os nossos dirigentes aprendam alguma coisa. Esta é a minha opinião. Eu sei que muita gente não vai concordar com ela mas eu já estou farto de ver tanta incompetência cá em S.Tomé que tenho medo que comecem a exportar esta incompetência para estrangeiro e envergonhem mais o povo.

  17. img
    Falar claro Responder

    É estranho que às portas da eleição para a CPLP apareça a noticia de um acordo de cavalheiros, que não sabemos quem foram, sabemos apenas que quem esteve presente não se lembra de ter ouvido. Pior ainda é pensar que uma organização como a CPLP nunca ter passado para o papel este “dito” acordo em 20 anos, quando já foi dirigido por diversos países sem falar nas cimeira e conselhos de ministros que já foram efectuados.É muita distracção. Mas pior do pior é pensar que uma organização como a CPLP pode sobreviver se seguir regras de “acordos de cavalheiros não escritos” em vez dos estatutos que foram aprovados e estão disponíveis na net para serem consultados. Sendo assim, será interessante esperar para ver para que servem as manobras políticas que estão a utilizar uma eleição que em 20 anos sempre foi muito clara e nunca ninguém teve duvidas.

  18. img
    Preto Responder

    Em primeiro lugar os nossos politicos não sabem falar a lingua Portuguesa. Assumir o lugar só por ambição iria envergonhar o nosso País.

  19. img
    Isidoro Porto Responder

    Para mim nao se se trata de ousadia, mas sim de um tremendo atrevimento de S.T.P. Devemos virar os nossos olhos para dentro. Se nao conseguimos gerir com sucesso a nossa casa de 200 mil almas, como levar valor acrescentado a um mundo de centenas de milhoes? Se com tanto mar a nossa volta nao conseguimos tirar o sal para dinimuir a importacao deste produto, que valor acrescentado traremos ao CPLP? Se em 40 anos esses “Parasitas do Estado” nao construiram uma nini-hidrica sequer porque pretenderam associar-se a SONANGOL onde conseguem “parasitar” mais o Cofre do Estado, vao a CPLP fazer o que? Cabo Verde sim. Quando a Africa esteve na merd@, virou-se totalmente para o Ocidente/Europa em prol do seu povo pequeno. Agora que a Europa esta na merd@, virou-se para a Africa em prol dp sei povo pequeno. O povo pequeno nao precisa da Presidencia da CPLP. O povo pequeno precisa de salinas para producao de sal para o abastecimento do mercado nacional e para sua exportacao. O povo pequeno precisa de atuneiros para captura, tratamento e transformacao do atum que abunda no nosso mar para o abastecimento do mercado nacional e sua exportacao. O povo pequeno precisa de centrais de energias renovaveis para empobrecer os aliados da SONANGOL na ENCO que vai sacar $40,000,000.00 do cofre do estado e dividir com os seus “Parasitas do Cofre do Estado”. E se Portugal levar consigo a parceria do EURODOBRA? E se Portugal levar consigo a TAP e O EUROATLANTIC? Estao a nos atirar para a fogueira, para a TAAG vir dar o seu show como salvador de STP? Por favor nao embarquem nesta “Casca de Banana”. Os nossos conselheiros vao se rir de nos, como remodelaram um aeroporto com apenas uma pia para cada sexo na entrada. Inadimissível. Olhemos para dentro, cuidemos de nos, curemos as nossas feridas que nao sao poucas e deixemos os outros se degladiarem pela presidencia da CPLP. Parasitas do cofre do Estado.

  20. img
    eufemio dias Responder

    Pais tornou Bobo.
    Eu acho que deveríamos avançar com a candidatura de
    JUVEM :
    Ele tem perfil igualzinho aos Deputados e Quadros do ADI.
    Aliás JUVEM possui MELHORES QUALIDADES do todos eles juntos. Avancemos com o JUVEM .

  21. img
    Verdadeiro Responder

    Eu também acho que S.Tomé deveria ficar sossegado no seu lugar e não ir meter-se na camisa de onze varras complicando mais a sua vida. Ora vejamos: um país em que os governantes não têm qualidade nenhuma, são claramente incompetentes ou mesmo ignorante vai correr com esperteza e propor um candidato com sem nível para nos envergonhar? Sinceramente, eu acho que seria melhor S.Tomé ter humildade e parar para pensar que neste momento não tem quadros a altura para esta função e deixar Portugal fazer este papel.Basta ver as asneiras que se vai fazendo no país para se concluir sobre a capacidade dos nossos governantes. Vão mandar estes governantes ou anteriores para esta função? Brincadeira tem hora, minha gente! Não brinquem com coisas sérias, por favor. Devem os conhecer as nossas limitações.

  22. img
    explicar sem complicar Responder

    Se S.Tomé e Principe quiser ocupar este lugar, e recuperar a imagem de pessoas sérias e honestas aconselho:
    Propor candidatura de um natural de Príncipe.
    É a única saída.

  23. img
    Eleutério Jacinto Responder

    sHiêh,
    Este Patrice trovoada está muito doente ou quê?
    Ou já está a fazer contas com demónios que ele tem contrato.
    Dai vai ter que entregar a vida.
    Em Gabão é assim.
    Por isso dizem que durante a campanha durante sete dias este homem dormia num distrito e visitava cemitério toda meia noite!

Deixe um comentario

*