MLSTP denuncia “proliferação de ódio, rancor e espírito de vingança”

O maior partido da oposição de São Tomé e Príncipe, o MLSTP diz estar reocupado «com a situação política prevalecente onde se assiste diariamente a proliferação de ódio, rancor e espírito de vingança que vem atravessando gerações, comprometendo o nosso futuro».

Numa declaração política diante das mulheres do partido, por ocasião do 8 de Março, Aurélio Martins Presidente do partido, disse também que o MLSTP, está preocupado «com o risco de desaparecimento da democracia que conquistamos com muito suor».

Segundo o MLSTP, a democracia tem regras e não se compadece com «amordaçamentos de opiniões e ideias contrárias, não se compadece com perseguições, ajuste de contas e exclusões».

O maior partido da oposição vai mais longe, e diz que o risco é tão grande que o cidadão nacional se sente estrangeiro dentro da sua terra natal. «Não se compadece com o clima de terror e medo instalados no país transformando o cidadão num estrangeiro dentro da sua própria pátria».

O aperto persecutório é tão vil, a censura é tão sufocante, que muitos cidadãos escolheram as redes sociais para gritarem ofensivamente. «Vários concidadãos elegeram as redes sociais para destilar difamações, ódios e intrigas, que em nada contribuem para a convivência democrática em São Tomé e Príncipe. Nós, o MLSTP/PSD, não embarcamos neste jogo, condenamos esta prática», precisou o Presidente do MLSTP.

Segundo Aurélio Martins o MLSTP luta pela consolidação e defesa do regime democrático e da utilização responsável das liberdades de expressão e de informação.

Deixou um apelo ao partido no poder. «Fica o nosso apelo para que o Governo do ADI abrace a humildade, pratique o diálogo, reconheça e puna os incompetentes que estão a manchar a nossa função pública e inclua de novo, os quadros competentes com provas dadas embora não sendo da coloração política do partido no poder», pontuou.

Uma cópia da declaração política foi enviada a redacção do Téla Nón - DISCURSO_08 DE MARÇO_PRESIDENTE DO MLSTP_PSD (1)

Téla Nón

 

 

 

 

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Isidoro Porto Responder

    E caso para dizer: ” O feitico virou-se clntra o feiticeiro’. Preparou o veneno enquanto estavs no poder? Agora que esta na oposicao, juntem-se todos na oposicao assembeia e utilizem a arma atomica mocao de censura contra a murralha de maioria absoluta. Este veneno e permanentemente preparado pelos partidos emquanto no poder para o beberem quando passarem a oposicao. Estou convocto que o ADI tambem voltara a beber o mesmo veneno quando mais cedo ou mais tarde for oposicao. Portanto o povo pequeno ja esta vaconado contra esta situacao. Parasitas do cofre do Estado. Nota a Telanon: Se nao quizerem publicar este comentario pelo menos imprimam-no e distribuam-no aos parasitas do cofre do Estado. Pelo menos isso. Censuram os internautas e querem liberdade de expressao na TVS e Radio Nacional. Fantoches. Isidoro.

  2. img
    arroz podre Responder

    Só se sente apertado, quando se encontra na oposição.
    Isto é o mal dos Santomenses.
    Quanto a competência, adquira-se executando, não se nasce com isso.
    Fazem trabalho de casa para conquistar a confiança do Povo.

  3. img
    SEABRA Responder

    O Patrice Trovoada quer vingar-se do MLSTP (ele e o pai Miguel Trovoada, pertenceram a este partido fizendo parte dos manda chuvas…), partido que lhe deu de comer, de vestir, de morar, de sair da pobreza ambiente da familia dele, hoje esta familia TROVOADA,
    deseja eliminar fisicamente todos aqueles que continuam sendo fiel ao partido que dirigiu logo apos à independência…tendo ,particularmente, odio,inveja, rancor …à pessoa de Manuel Pinto da Costa, pelo facto de o pai dele MT ter atentaddo à eliminaçao fisica do Pinto, em 1978, sem sucêsso, mas valeu-lhe um julgamento e alguns meses de privaçao de movimento (e jà teve sorte, porque que fosse o inverso, hà muito o MT jà teria mandado executar o Pinto da Costa), e uns anos fora de STP. A familia Trovoada nunca teve um sentimento ou razao patriota para com STP e o povo, para ela é o PODER/DINHEIRO, Vingança contra o Pinto, Daniel Daio etc.
    Mesmo o A.Varela, militante n°1 do MLSTP-JOTA (inimigo ferrenho dos TROVOADA),é hoje o “companero n°1 del comandante de la Corrupcion EL-TROVOADA II”.
    Esta atmosfera rancorosa e odiosa que os “T” levaram para STP, deve ser profundamente eliminada, transformada de modo que a terra possa arrancar e que o povo possa viver em PAZ e em HARMONIA…é de uma importância capital para o bem estar do povo e do pais.

  4. img
    luisó Responder

    Esses que estão aí na foto também não são melhores.
    Aliás, tenho dúvidas que exista no País alguém com capacidade, humildade, firmeza, íntegro, para governar STP.
    País sem futuro….

  5. img
    manuel Responder

    meus camaradas já estamos cansados com essa forma de fazer politica. Já tiveram oportunidade de saber que com esses figurantes o MLSTP não vai a lado nenhum.Vamos mudar de estratégia e fazer bom trabalho de casa. O que nós não fizemos quando estava -mos no puder. Se está a acontecer isso temos é que reconhecer como foi a nossa governação. Basta:
    Nenhuma dessas cabeças não conseguem aconselhar uns e outros que essa forma de fazer politica já não espaço e já é caduco?
    O Partido revitalizou ou não?Tem outra ideologia ou não?
    Reflictam isso em conjunto para o bem do partido.

  6. img
    FÉDÉ KÁ DOXI Responder

    É pena vivermos todo tempo com rancor e sempre a querer desforrar. Já é tempo do Pinto da Costa bater mão na mesa e dizer basta ao desmando no seio do MLSTP e deixar de estar a criar Os PLATAFORMA E PEPSI, apenas para acabar com o MLSTP.O Miguel só quer estar nas Organizações Internacionais para ganhar mais do que já ganhou com o acordo de Taiwan. O Patrice vem agora para vingar a prisao do pai e aproveitar lavar seu dinheiro. O que se está a passar no Brasil deveria estar vtb em STP. É pena que este povo pequeno é medroso. Até um dia.

Deixe um comentario

*